Senadores do PSDB e do PMDB se reunirão para discutir impeachment

Interlocutores peemedebistas avisaram a parlamentares do PSDB que qualquer movimento mais efetivo do partido em relação ao governo ficaria congelado até que o vice-presidente Michel Temer seja reconduzido à presidência do PMDB na convenção do partido, neste sábado. Depois disso, dizem, o PMDB pode fazer movimentos mais claros

Por Júnia Gama, no Globo:
Diante do agravamento da crise política, a cúpula do PSDB se reunirá na quarta-feira com caciques do PMDB para discutir os possíveis cenários sobre o afastamento da presidente Dilma Rousseff. O encontro será em um jantar na casa do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e contará com a presença dos senadores tucanos Aécio Neves (MG) e Cássio Cunha Lima (PB), possivelmente de José Serra (SP) e Aloysio Nunes (SP), além do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do líder do PMDB na Casa, Eunício Oliveira (CE), e do senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Segundo um dos convidados, o jantar servirá para que o PSDB, o principal partido de oposição que está à frente das movimentações pelo impeachment, meça o grau de empenho do PMDB no processo.

“Qual o roteiro do PMDB? Qual o papel que eles deverão exercer a partir da semana que vem?”, questiona um tucano envolvido nas negociações.

Interlocutores peemedebistas avisaram a parlamentares do PSDB que qualquer movimento mais efetivo do partido em relação ao governo ficaria congelado até que o vice-presidente Michel Temer seja reconduzido à presidência do PMDB na convenção do partido, neste sábado. Depois disso, dizem, o PMDB pode fazer movimentos mais claros.

O jantar acontece após uma semana considerada catastrófica para o governo, com a revelação de parte do conteúdo da delação premiada do senador Delcídio Amaral (PT-MS), que citou Dilma e o ex-presidente Lula, e que teve também a condução coercitiva do ex-presidente para depor no âmbito da Lava-Jato.

A expectativa é que, na próxima semana, o Congresso finalmente fique liberado para formar a Comissão Especial que irá analisar o processo de impeachment de Dilma. Por isto, as cúpulas do PMDB e do PSDB querem ter um termômetro de como cada partido pretende se portar diante dos fatos.

Michel Temer, no entanto, tem evitado se envolver diretamente nas discussões sobre o tema. Apenas em um segundo momento deverá ser procurado pela oposição para que se posicione. Há uma avaliação de que, no ano passado, o vice-presidente se expôs desnecessariamente ao antagonizar com o governo e que, agora, ele deve ficar recolhido, esperando o desenrolar dos fatos.

(…)

// // <![CDATA[
(function(_){var dm=function(){this.fi=[];this.Vo={}};dm.prototype.report=function(){for(var a=[],b=0;b <this.fi.length;++b)a.push(em(this.fi[b]));return a};var em=function(a){var b=[a.key,a.value];_.r(a.tm)&&b.push(a.tm);return b},fm={};var gm={1:0,2:1,4:8,5:6,8:11,9:2,6:9,34:25,26:15,3:7,20:12,24:26},hm=function(a,b,c){var d=gm[b];”true”===c.getAttribute(b,”data-is-action-button-expanded”)&&(d=12);(0,window.ja)(a,d)},im=function(a){return function(){a()}},jm=function(a){return a.report()};_.t(“registerAd”,function(a,b){_.r(fm[b])||(fm[b]=new dm);a.registerClickUrlModifier(_.ga(jm,fm[b]));for(var c=[1,2,4,8,6,9,5,3,20,34,26,24],d=0;d// // this.Hw&&(this.Zj=-1,this.kc(1,a),null!==this.A&&this.A.registerFinalizeCallback((0,_.B)(this.A.fireOnObject,this.A,”attempt_survey_trigger”,[“wfocus”,this.dg,this.Gf,this.ae,this.hf,this.Eg,a])))}this.Sw&&this.kc(3)}};_.g.wo=function(){if(null!==this.A){var a=(0,_.B)(function(a,b,c){this.ae=_.jc(_.dc(b.Y));this.ae||(a=new _.Q(b.Hc()),this.ae=a.$a+a.getPath());this.hf=b.creativeConversionUrl();this.Eg=b.adGroupCreativeId();this.Ed(c)},this),b=this.sq;this.A.forEachAd(function(c){c.forEachNavigationAdPiece(function(e){c.listen(e,b,a)})})}else{var c=(0,_.B)(this.Ed,this);_.G(_.O,this.sq,c)}};_.g.Ed=function(a){this.rq=a.button;this.Kl=!0;a=(0,_.B)(this.Vq,this);_.O.setTimeout(a,5E3)};_.g.Vq=function(){this.Kl=!1};_.g.kc=function(a,b){var c=[“//”,this.OA?”googleads.g.doubleclick.net”:”pagead2.googlesyndication.com”,”/pagead/gen_204?id=wfocus”,”&gqid=”+this.Gf,”&qqid=”+this.dg].join(“”);0==a&&(c+=”&return=0″);1==a&&(c+=”&return=1&timeDelta=”+b,this.Tw&&(c+=”&cbtn=”+this.rq));2==a&&(c+=”&bgload=1″);3==a&&(c+=”&fg=1″);_.qc(_.O,c,void 0)};var pm=function(a){return”undefined”!==typeof a};_.t(“wfocusinit”,function(a,b,c,d,e,f,h){return a?new qm(a,a.getEscapedGwsQueryId(),a.getEscapedQemQueryId(),b,c,d,e,f,h):null},void 0);})(window.hydra=window.hydra||{});wfocusinit(adSlot,true,true,true,false,false,0);
// ]]>

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s