Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF prende ex-governadores de Brasília Arruda e Agnelo Queiroz

São dez mandados de prisão temporária, e um deles, já executado, é de um assessor do presidente Temer, Tadeu Filippelli , ex-vice-governador do DF

No Estadão:

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 23, o ex-vice-governador de Brasília, Tadeu Filippelli (PMDB), atual assessor especial do presidente Michel Temer, e os ex-governadores José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) na Operação Panatenaico.

A ação investiga uma organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para Copa do Mundo de Futebol de 2014. Orçadas em cerca de R$ 600 milhões, as obras no estádio custaram ao fim, em 2014, R$ 1,575 bilhão. O superfaturamento, portanto, pode ter chegado a quase R$ 900 milhões.

Entre os alvos das ações de hoje estão agentes públicos e ex-agentes públicos, construtoras e operadores das propinas ao longo de três gestões do governo do Distrito Federal. A hipótese investigada pela Polícia Federal é que agentes públicos, com a intermediação de operadores de propinas, tenham realizado conluios e assim simulado procedimentos previstos em edital de licitação. A renovação do Estádio Mané Garrincha, ao contrário dos demais estádios da Copa do Mundo financiados com dinheiro público, não recebeu empréstimos do BNDES, mas sim da Terracap, mesmo que a estatal não tivesse este tipo de operação financeira previsto no rol de suas atividades.

Em razão de a obra do Mané Garrincha – a mais cara arena de toda Copa de 2014 – ter sido realizada sem prévios estudos de viabilidade econômica, a Terracap, companhia estatal do DF com 49% de participação da União, encontra-se em estado de iminente insolvência.

Para recolher elementos que detalhem como operou o esquema criminoso que superfaturou a obra e lesou os cofres do GDF e da União, os cerca 80 policiais envolvidos na operação foram divididos em 16 equipes. Devem ser cumpridos, no total, 15 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão temporária, além de três conduções coercitivas. As medidas judiciais foram determinadas pela 10a Vara da Justiça Federal no DF; todas as ações ocorrem em Brasília e arredores.

O nome da operação é uma referência ao Stadium Panatenaico, sede dos jogos panatenaicos, competições realizadas na Grécia antiga que foram anteriores aos Jogos Olímpicos. A história desta arena utilizada para a prática de esportes pelos helênicos, tida como uma das mais antigas do mundo, remonta à época clássica, quando o estádio ainda tinha assentos de madeira. A construção foi toda remodelada em mármore pelo arconte Licurgo, no ano 329 a.C. e foi ampliada e renovada por Herodes Ático, no ano 140 d.C., com uma capacidade de 50 mil assentos. Os restos da antiga estrutura foram escavados e restaurados, com fundos proporcionados para o renascimento dos Jogos Olímpicos. O estádio foi renovado pela segunda vez em 1895 para os Jogos Olímpicos de 1896.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Alexsandro Vieira

    Bom, com relação a dupla Ag e Ar, , precisa ver os temros que foram presos, mas são figuras carimbadas,agora me achamou a atenção, este Tadeu, é rolo hein.

    Curtir

  2. Inides Bonelar da Fonseca

    Acho que vamos ter que contratar uma Empresa de fora para construir cadeia para prender políticos. As que tem não caberão.

    Curtir

  3. Tadeu Filipelli já deveria estar em cana há anos, desde quando foi cupincha do então governador Joaquim Roriz… outro que tem conta extensa no cartório.

    Curtir

  4. Marcelo Rosa Melo

    Resistindo ao Golpe do Janot. Só sendo o Reinaldo Azevedo para desmascarar essa farsa.

    Curtir

  5. Pois é, estado grande, pode tudo, até construir, reconstruir, renovar e nunca dar satisfação.
    Toda a copa, se procurarem, em cada estádio construído tem brasileiros que levaram vantagem, aliás em toda obra do estado brasileiro, tem necessariamente super faturamento, propina, lavagem de dinheiro e roubo puro e simples. É no planejamento, se houver um, é no projeto, é na montagem, na construção, no almoxarifado, no financeiro, na tesouraria, na supervisão, no controle e na entrega, na festa de inauguração, até nos canapés e no Wisky tem alguma falcatrua.
    Nada no Brasil tem o caráter da honestidade.
    Ou não estava nas caravelas de Cabral ou fugiu daqui, como o diabo foge da cruz.

    Curtir

  6. Virão mais investigações de outros estádios para a Grande Copa do Mundo ?? Pois as denúncias de superfaturamento são igualmente escandalosas para Rio, SP e outros utilíssimos como a Arena Pantanal!!

    Curtir

  7. Welber Baima

    Brasilia entra no campeonato de ex-governadores presos em seus própris sistema carcerário. E entra logo com dois representantes, atropelando MT, e RJ. Mas pode ser alcançado em breve por MS e pelo RJ se Pezão continuar tratando a legalidade e a verdadde a pontapés. Sempre lembrando que o Angorá pode botar o RJ na liderança isolada se Temer cair e o caso de seu ministro for parar nas mãos do Moro.

    Curtir

  8. Jarbas N. Cavalcante

    Tem ainda o Rogério Rosso, só não foi preso nesta leva porque é deputado federal e, tem o tal de foro privilegiado.

    Curtir