Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Péssimo! Agentes da PF ainda estão plantando “informações” em off

É evidente que existem problemas no setor. Como há em todos. Mas o fato é que, na esmagadora maioria dos casos, a carne brasileira é de alta qualidade

Ah, tá. Membros da equipe ligada à Operação Carne Fraca contestaram, em conversa com a reportagem da Folha, as críticas à investigação feitas pelo setor e pelo governo federal. Mas eles o fazem só em off, é claro!

Os investigadores afirmam que ainda há muito material sob sigilo e que a operação deve ter desdobramentos mais adiante.

Bem, não duvido nem de uma coisa nem de outra. Ainda teremos a “Operação Grelha”, a “Operação Maminha”; a “Operação Salame” e a “Operação Nabo”, que valerá como um convite ao vegetarianismo e uma homenagem aos pobres brasileiros que vão perder seus empregos.

Ora, tenham a paciência! É bem possível que existam, sim, vagabundos no setor. É bem possível que haja bandidos na turma.

Segundo os policiais que não ousam dizer seu nome, o governo está se precipitando. A equipe contestou também a informação de que apenas um frigorífico teve a carne periciada na investigação. Segundo o grupo de investigadores, as perícias em diversas empresas comprometeria o sigilo da operação — por isso, durante a fase de apuração, optou-se por apenas uma amostra.

A desculpa é de tal sorte esfarrapada que chega a ser bisonha.

A equipe sustenta haver provas do envolvimento de outros frigoríficos na produção e venda de carnes adulteradas e no pagamento de propinas a fiscais do Ministério da Agricultura.

Atenção!

Ninguém está a negar essa possibilidade por princípio. O setor, gigantesco como é, tem 4.837 postos de processamento de carne. Houvesse problemas em 1%, meus caros, e estaríamos falando de… 48! Mas o número, tudo indica, está muito abaixo disso.

Não há justificativa para o que foi feito, eis a questão. A inspeção da carne no Brasil avançou bastante. Há um serviço de excelência — e sempre pode haver desvios, ora.

Mais: o país disputa a liderança mundial da exportação de carne. As plantas de processamento recebem permanentemente representantes dos países compradores, que vêm verificar a sanidade do produto. Isso é praxe no setor.

Em vez de criminalizar uma área que exportou US$ 13,5 bilhões no ano passado, a Polícia Federal deveria atuar é para punir os desvios para que tal performance se mantenha.

Mas é evidente que não foi isso o que se fez. Buscaram-se os holofotes, a ribalta, o picadeiro. Eis aí o resultado.

Reação do setor
A Sociedade Rural Brasileira fez duras críticas à operação e à PF. Em entrevista ao Estadão, o pecuarista e vice-presidente da entidade, Pedro de Camargo Neto, disse que a PF foi irresponsável no caso.

Segundo ele, o tamanho do problema é muito menor em relação ao estardalhaço que foi feito. Camargo Neto ressaltou que “existe, sim, pontualmente, algo muito real e que tem de ser penalizado, mas, com certeza, isso é menor do que foi apresentado”.

Ele lamentou, por fim, que quem vai pagar a conta pela ação equivocada da PF é o pecuarista, o elo mais fraco da cadeia.

Concluo
Pecuaristas? Não só! Também os pobres. A produção de aves em Santa Catarina é gigantesca. A agropecuária gera, senhores, seis milhões de empregos, considerando toda a cadeia produtiva. Estamos falando de um setor que atinge mais de 20 milhões de pessoas.

Que a Polícia Federal reconheça depressa o tamanho do seu erro, em vez de ficar por aí a plantar versões e a instigar jornalistas.

Como reconhece o próprio vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira, é evidente que existem problemas no setor. Como há em todos. Mas o fato é que, na esmagadora maioria dos casos, a carne brasileira é de alta qualidade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Ricardo Colares

    Brasileiros sendo brasileiro, buscando reconhecimento ou ganho fácil, a sociedade como um todo está podre, pobre de ideais democráticos genuínos e com políticos que legislam em causa própria, uma vergonha, Como dizem alguns, o Brasil se cobrir com lona, vira um circo, se cerca com muros, um hospício é alguns ainda querem respeito à constituição que sofreu várias transformações por emendas e hoje parece um Frankenstein.

    Curtir

  2. Alexsandro Vieira

    Pois é e a UNião europeia querendo fazer gracinha, ou esqueceram? …

    Curtir

  3. José Patricio

    verdade incontestável, a carne brasileira é de alta qualidade e os frigoríficos centros de excelência na produção de cortes, fazemos cortes específicos para atender a todos os compradores internacionais, vendemos carne resfriada e congelada para os mercados mais exigentes do mundo, internamente consumimos carne resfriada e congelada há décadas e não há uma notícia sequer de óbito por consumo de carne, nem no mercado popular, esse, que o gajo abate o gado no meio do mato para depois esquartejá-lo no açougue, particularmente não consumo carnes de algumas marcas, não porque desconfie da manipulação indevida ou da higiene do produto mas sim por não aprovar determinados tipos de cortes, no mais o que se vê por ora é a hipocrisia de quem diz que vai abandonar a carne pelo vegetarianismo sabidamente abarrotado de agrotóxicos agressivos à saúde humana.

    Curtir

  4. Esorso Elizabeth

    O Brasil caminha para o ideal das esquerdas parasitas, onde só haverá pobreza e mendicância. Um candidato a líder pai e mãe da miséria já conta vitória. Seja feita a sua vontade!

    Curtir

  5. sabrina leandro da silva tinoco

    Teve uma investigação de acidente áereo no EUA, em que um avião caiu por causa de peças falsificadas, até o do Presidente Cliton, o number 1, usava essas peças, várias pessoas foram presas após ações rigorosas do órgãos responsáveis, e não teve nenhum estardalhaço na imprensa, poucos ficaram sabendo. Que diferença de banânia.

    Curtir