Ministro Pimentel torna “secretos” os financiamentos para os governos de Cuba e Angola. É o país da “Começão” da Verdade

Parece piada, mas é verdade. O país que tem a Comissão da Verdade para cuidar de questões que completam 50 anos em 2014 e que aprovou a Lei de Acesso à Informação acaba de tornar “secretos” os documentos relativos a financiamentos do governo brasileiro para Cuba e Angola, dois países socialistas. Angola, só para registro, […]

Parece piada, mas é verdade. O país que tem a Comissão da Verdade para cuidar de questões que completam 50 anos em 2014 e que aprovou a Lei de Acesso à Informação acaba de tornar “secretos” os documentos relativos a financiamentos do governo brasileiro para Cuba e Angola, dois países socialistas. Angola, só para registro, é considerado um dos países mais corruptos do mundo. Leiam o que informa Rubens Valente, na Folha:

O ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento) tornou secretos os documentos que tratam de financiamentos do Brasil aos governos de Cuba e de Angola. Com a decisão, o conteúdo dos papéis só poderá ser conhecido a partir de 2027. O BNDES desembolsou, somente no ano passado, US$ 875 milhões em operações de financiamento à exportação de bens e serviços de empresas brasileiras para Cuba e Angola. O país africano desbancou a Argentina e passou a ser o maior destino de recursos do gênero.

Indagado pela Folha, o ministério disse ter baixado o sigilo sobre os papéis porque eles envolvem informações “estratégicas”, documentos “apenas custodiados pelo ministério” e dados “cobertos por sigilo comercial”. Os atos foram assinados por Pimentel em junho de 2012, um mês após a entrada em vigor da Lei de Acesso à Informação. É o que revelam os termos obtidos pela Folha por meio dessa lei.

Só no ano passado, o BNDES financiou operações para 15 países, no valor total de US$ 2,17 bilhões, mas apenas os casos de Cuba e Angola receberam os carimbos de “secreto” no ministério.
(…)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s