Michel Temer diz “não ter medo de tomar medidas impopulares” para reorganizar as contas públicas

Presidente interino disse que não receia impopularidade porque não será candidato às eleições

O presidente interino Michel Temer participou nesta segunda-feira do evento Global Agrobusiness Fórum, na capital paulista. Recebeu de um grupo de participantes um manifesto de apoio ao seu governo assinado por 45 entidades ruralistas, entre elas a CNA (Confederação Nacional da Agricultura).

Em sua fala, Temer disse que para reconduzir as contas públicas à normalidade não teme propor medidas impopulares porque não pretende ser candidato às próximas eleições. “O meu objetivo não é eleitoral. Se eu ficar mais dois anos e meio e conseguir colocar o Brasil nos trilhos, para mim basta. Não quero mais nada da vida pública”, declarou.

Temer garantiu que o governo está empenhado na contenção de gastos, mas justificou o aumento salarial do funcionalismo, que, segundo ele, foi prefixado, abaixo da inflação. “Se não fizéssemos aquele acordo em níveis abaixo da inflação, corríamos o risco de ter greve nos setores essenciais, uma coisa politicamente muito desastrosa para o país”, disse.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s