Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

Um padre tonto é tratado pela imprensa como se fosse um misto de Voltaire com Santo Agostinho. Ou: O sacerdote que decidiu dar um ultimato à Igreja: ou ela muda, ou ele não volta!

Por: Reinaldo Azevedo

Ai, ai… É tanta bobagem que a gente mal sabe por onde começar. Em Bauru, há um padre chamado Roberto Francisco Daniel. Tem programa de rádio, costuma postar vídeos na Internet, usa piercing e anéis, exibe camisetas com estampas que remetem ao rock ou com a imagem de Che Guevara (o porco fedorento e assassino) e frequenta choperias. Fiquei sabendo de tudo isso lendo uma reportagem na Folha. O padre tem ideias muito próprias sobre uma porção de coisas:

– defende o amor entre pessoas do mesmo sexo;
– acha que maridos podem se apaixonar por homens, e as mulheres casadas, por mulheres. E podem viver esse amor sem problemas desde que não haja traição. Todo mundo tem de saber de tudo. A reportagem não diz, mas suponho que ele admita até a possibilidade de homens casados se apaixonarem por outras mulheres, e vice-versa… Não sei se entendem a sutileza.
– a reportagem informa que ele tem uma “legião” de seguidores. Descontraído, claro!, é conhecido como “Padre Beto”.

Se você quiser vê-lo e ouvi-lo a articular as suas, vá lá, ideias, há o vídeo abaixo. Volto em seguida.

Voltei
O primeiro parágrafo da reportagem da Folha é, como posso dizer?, teologicamente impagável. Reproduzo e comento.

“Conhecido por contestar os princípios morais conservadores da Igreja Católica, um padre de Bauru (329 km de SP) que havia sido formalmente repreendido pelo bispo local anunciou neste sábado que irá se afastar de suas funções religiosas.”

Comento
Veja vem, leitor: os “princípios morais” da Igreja Católica só podem ser considerados “conservadores” ou “progressistas” no cotejo com os princípios morais de outros grupos, certo? Caso sejam comparados com o islamismo xiita, por exemplo, serão considerados, não tenho dúvida, progressistas. Caso os dos xiitas sejam confrontados com os dos wahabitas, aí o xiismo é que vai parecer avançadinho… Imaginem só: no Irã, uma mulher pode dirigir, dar aula em universidade, participar do Parlamento. Na Arábia Saudita, nem pensar.

Assim, seria o caso de indagar: o que quer dizer “princípios morais conservadores da Igreja Católica”? Conservadores em relação a quê? Certamente a repórter tem como valor de referência a moral laica, não religiosa, agnóstica quem sabe, ateia no limite. E todos esses valores, obviamente, são legítimos para quem os cultiva.

Muito bem! O chato do Irã ou da Arábia Saudista é que não sobra espaço para ser cristão, ateu ou macumbeiro. Não é raro que a acusação de apostasia renda pena de morte. No Ocidente, não! No catolicismo, não! As pessoas são livres para escolher o que as faz felizes. E ponto final.

Quando o tal padre Beto decidiu pertencer à Igreja Católica, ser seu sacerdote, ele não ignorava os princípios que orientam a instituição. Poderia ter dito: “Ah, não, isso é conservador demais pra mim”. E que fosse fazer outra coisa, que tivesse encontrado outra religião, ora essa! Se eu convidá-lo, leitor, para tomar um café em casa e disser que só entra lá quem estiver com uma camiseta do Corinthians, você tem duas opções, e a terceira é inimaginável: a) aceitar o meu convite e comparecer com a camiseta do Corinthians; b) recusar o meu convite. Não existe a alternativa c: negar-se a envergar a camiseta do timão e ficar fazendo comício na porta da minha casa, exigindo o seu “direito” de entrar em nome da “liberdade de expressão” ou da “liberdade de camiseta”.

A Igreja é “Católica” — e isso quer dizer “universal” —, pretende ser de todos os homens, mas é evidente que é uma religião de uma parcela da humanidade apenas — algo em torno de 18%. Já há muito tempo, só se impõe e se espalha pelo convencimento, pela caridade, pelo trabalho social, tudo isso ancorado nos Evangelhos. No mundo livre, as pessoas escolhem ser católicas ou qualquer outra coisa; em muitas ditaduras, essa escolha pode resultar em punição e morte.

O tal “padre Beto”, tratado pela reportagem da Folha como um pensador iluminista — para ser Voltaire, visivelmente, faltam-lhe nariz e muita filosofia —, não é um pensador desassombrado. É só um tolo, que decidiu usar o púlpito para pregar uma religião que católica não é. E, por isso, foi repreendido pelo bispo. Como não aceitou a admoestação, decidiu se afastar.

Que bom! Melhor para a Igreja e certamente melhor para si mesmo. Ele tem o direito de pensar o que bem entender. Mas não tem o direito, não como padre, de dizer coisas como esta:

“Se refletir é um pecado, sempre fui e sempre serei um pecador. Quem disse que um dogma não pode ser discutido? Não consigo ser padre numa instituição que no momento não respeita a liberdade de expressão e reflexão”.

É um apanhado de tolices, que parece limonada gelada em dia quente e seco para a ignorância filosófica e teológica que grassa na imprensa. Quem disse que “refletir é pecado”? A Igreja? Perguntem a Santo Agostinho ou a Santo Tomás de Aquino. Beto é estúpido! Lida mal com as palavras. Se um dogma, como ele diz, pode ser discutido, então se deve admitir no seio da Igreja Católica quem não acredita na própria Igreja como obra do Cristo ou quem despreza o sacrifício da Cruz. Como? Ele não consegue ser padre de uma “instituição que não respeita a liberdade de expressão e reflexão”? Deixem-me ver se entendi: padre Beto gostaria de ser padre renegando alguns dos fundamentos que tornam Beto… um padre!

É de um cretinismo fabuloso! Isso não é padre já há muito! Tudo indica, pelo cheiro da brilhantina, que a Diocese sabe há muito tempo que ele “ora por fora”. É de se lamentar que tenha chegado tão longe se dizendo um “padre”. Outro trecho da reportagem seria de rolar de rir não fosse a expressão cruel desses dias:

“O padre não descarta a possibilidade de voltar, desde que a Igreja fique mais progressista. Afirmou que vai manter o celibato e poderá encontrar seus seguidores para reuniões de orações, sem que isso signifique a criação de uma nova religião.”

Heeeinnn? Quer dizer que ele até pode voltar desde que a Igreja Católica mude? Entenderam quem é Beto? Ele jamais mudaria, está claro, para se adequar aos valores da Igreja da qual decidiu ser sacerdote. Mas espera que a instituição mude para se adequar a ele.

Vai manter o celibato, é? Então tá… Vá com Deus, Beto! 

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. jorge augusto morais santos

    E assim é a imprensa brasileira com o cristianismo!! Padre “Fábio JR. de Melo”, por exemplo, que cai sempre nas suas “graças” com declarações desajeitadas e midiáticas demais, sobre diversos temas que era melhor ficar calado…e sem dúvidas, se fosse um líder mulçumano, não só ele ficaria, como toda a mídia brasileira!!

  2. João Nascimento

    Eu não sou católico, mas o texto e o pensamento é tão interessante. Puxa vida, esse Reinaldo Azevedo “se garante”, como se diz lá no meu Ceará. Se ele não se importasse, eu falaria com a mãe dele e comprava ele só pra ficar ouvindo ele falando bem desse jeito sobre essas noticias rsrsrsrs. Bom trabalho, Sr. Azevedo

  3. Maria Madalena de Andrade

    Sou cristã, embora pertenço a Igreja Católica, não posso jamais aceitar as declarações do Ex-padre, está equivocado quanto a Palavra de Deus que criou o Homem e a Mulher para se completarem ‘ser uma só carne’ serem amigos, almas gêmeas.Claro, que a Igreja precisa de modificações digo, de uma separação mesmo. Estamos vendo aí dois lideres, significa dois pensamentos filosóficos diferente de formar e ser Igreja. A Igreja do Francisco é a Igreja do Dom Helder Câmara, de Dom Luciano Mendes, de Dom Evaristo Arns,de Pedro Casaldáliga. Por isto entendo perfeitamente quando Francisco diz que não queria ser Papa, paga deste Instuição que caminha longe da Palavra de Deus, por exemplo onde na palavra de Deus que proíbe homens e mulheres de se casar e ser sacerdotes. Muitas vezes está Instuição que está aí vai de desencontro a palavra de DEus.
    Eu conheci por exemplo um “Jesus”profético, anuncia a boa nova e denuncia as injustiças da Igreja, e não um “Jesus” oba, oba, como por exemplo o movimento Carismático.
    Não serei como Martin Lutero que falou em Reforma na Igreja, nunca houve eu falo em um racha, e uma separação e haverá vamos aguardar os acontecimentos do Nosso Senhor dos Exercitos. Ele continua agindo no meio do povo, a História do Povo de Deus foi interrompida pelo Império Romano, mas sei que ela virá com força. Será o Espirito do Todo Poderoso agindo, fique atentos até 2020… muita água vai rolar, mas virá como um ladrão, será como nos dias de Noé, povo comia, bebia, dançavam. Serão poucos que irão perceber a mudança. E já iniciou com Francisco…

  4. Costa

    Esse cidadão foi meu professor de ética no curso de direito… Nem preciso dizer que ética não é o forte do beto… Ele beira a bipolar, um equilibrista que foi longe demais na ânsia de se tornar celebridade. Contraditório, pregava a dualidade. Condordo que de brilhante não tem nada, só a purpurina das sensações e emoções que sopra ao ar quando abre a boca.

  5. Marcia

    Um sacerdote sabe que sua missão de vida é servir. Servir a Deus, servir à Igreja, servir aos irmãos….Esse cara tem como objetivo de vida SER VISTO!!! Simples assim, ele é um boçal que quer aparecer, fazer sucesso, ser notícia… Desconhece o que é Igreja e para que serve sua doutrina… Ele que vá e não volte!!! A porta da rua é serventia da casa, já dizia minha avó!

  6. DEZA

    Como sempre, Reinaldo,um comentario lucido, preciso, louvavel. Parabens!!!

  7. DON QUIJOTE DE LA MANCHA

    O BISPO DE BAURU EXORCISOU A SUA IGREJA :::
    ” VÁ DE RETRO SATANAZ” …, ESCAFEDA-SE

  8. Rayan Siqueira Couto

    Impossível ser mais preciso na análise dessa situação que chega a dar arrepios! COmo jornalista não consigo acreditar que meus colegas sejam capazes de ir tão longe no desespero de impor seus ideais a toda sociedade. Parabéns, Reinaldo! Esse 3x-padre Beto é de uma cara de pau sem limites, fazia tempo não aparecia na mídia um sujeito tão sem vergonha na cara.

  9. Rodrigo Cabello da Silva

    Liberdade de expressao nao pode ser desculpa para insubordinaçao, até porque quando do despertar da vontade para ser padre e ingresso no seminario ele sabia das determinaçoes e ao ser ordenado aceitou as regras, se ele fez tudo isso é porque nao era vocacionado ou fingiu ser pra conseguir mais popularidade, Pop Priest.

  10. Américo Afonso Rabelo

    Não sou bauruense de nascimento mas, moro nesta bela cidade cheia de histórias e tradiçoês e acredito ser um deserviço que esta figura ex-padre beto (minusculo mesmo)presta ou prestou a nossa cidade. Que o GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO se compadeça de suas atitudes insanas e perdoe o mal causado à IGREJA e a maioria de seus seguidores.

  11. Ricardo

    Reinaldo, o que mais me assusta não é a total estupidez deste ex-padre, mas a sutileza leviana em que a imprensa tratou o caso, direcionada à linha de pensamento do jornalista responsável. Há algum tempo observamos os traços pessoais em vários artigos de diversos jornalistas, dirigindo a matéria pelo seu ponto de vista pessoal, ignorando a simplicidade destacada para fazer jornalismo. O pior, consegue influenciar muita gente sem personalidade definida. Simples e direto seu ponto de vista desmistificando a tolice montada pelo jornalista. Há muito tempo não considero Folha como veículo de comunicação confiável. Este fato só reforçou minha posição.

  12. Efraim G. Ferraz

    Já vai tarde. Ninguém precisa desses falsos profetas e pastores nos púlpitos.
    E viva o Cristianismo!

  13. Caio Melo

    Como sempre, brilhantemente expondo as víceras desse organismo podre que é a mídia em sua grande parte. Parabéns, Reinaldo!

  14. Filipe César

    A Igreja Católica,é e sempre foi muito invejada e atacada.
    Que Deus abençoe Papa Francisco.

    Agradeço a Deus todos os dias por ser católico!

  15. ENOCK FILHO

    Inteligente como sempre! É isto aí! Se é padre deve ser fiel ao voto que fez e estar em comunhão com a fé ensinada pela Igreja.

  16. rosangela

    parabéns, até q enfim li algo inteligente a respeito deste episódio lamentável. e só o consegui qdo procurei por “ex padre bobão”. coitado! é fácil agora depois de ter sido sustentado e estar capacitado para falar as bobagens q ele quiser, achar q poderá ir além dos 15 minutos de fama a q tem direito. penso no momento em q cair em si. q Deus o sustente mais uma vez. pois, com certeza, ele passará, mas a Igreja católica prevalecerá.

  17. Bruno Rocha

    Caro Azevedo,
    Meus mais sinceros parabéns. Seu texto é de uma escrita e argumentativa de dar inveja. Excelente!

  18. cHARLES

    Parabéns Reinaldo pela belíssima peça de Arquitetura e que o gadu proteja seus pensamentos tão esclarecedora para nós catolicos.

  19. Richard Leutz

    Em Bauru esta história está beirando o insuportável, dá enjoo de ler tanta besteira de pessoas que mal conhecem a Bíblia. Parabéns Reinaldo, disse quase tudo que todos deveriam saber sobre esse “Padre” que tem um ego de um tamanho difícil de mensurar…

  20. Davi

    A moral contida na bíblia é a moral de Deus. Sendo assim, ela é eterna e imutável, porque inspirada por Deus, que é perfeito e eterno. É sobre esse fundamento que as igrejas trabalham, buscando a conformação dos homens à vontade de perfeita de Deus, o criador. As estruturas e convenções sociais mudam ao longo do tempo, porque são transitórias tal como a vida das pessoas, tratando portanto de questões materiais, e não das espirituais. Nesse contexto, é absurdo falar-se em atualização dos valores morais das igrejas, que tratam de Deus e sua moral, assuntos atemporais, para adequá-los aos costumes sociais atuais, que são temporais, materiais. Aquilo que é perfeito é imutável por isso mesmo, porque não necessita de ajustes. O imperfeito é que precisa mudar, aperfeiçoar-se, tentando chegar à perfeição. Deus e sua moral não mudam nunca, mas a humanidade, imperfeita, é que precisa mudar. É uma questão de fé. E todos tem o livre arbítrio para crer ou não nisso, decidindo livremente.

  21. Udson

    sou de Bauru e achoque a postura da igreja foi corretíssima. sendo excomungado a Igreja lhe tira o microfone, e agora ela não terá onde discursar os seus absurdos
    os que “apoiam” teria coragem de “liberar as suas mulheres ou maridos para ter um relacionamento BISSEXUAL livre, como prega o tal padre? ele foi na verdade um grande covarde que não teve coragem de assumir seus desejos e se escondeu atras de uma batina. a Igreja tem que limpar todas estas pessoas que não tem vocação.

  22. Bia

    O afastamento dos padres que colocam sua opinião particular acima da Igreja e não seguem os ensinamentos de Cristo é diretamente proporcional a nossa indignação.

    “A audácia dos maus se alimenta da covardia e da omissão dos bons” (Papa Leão XIII)

  23. Darthemis Canto

    Você entraria numa grande empresa/ tipo Bill Gates e lá diria ou muda a empresa e me segue ou saio….. pq a empresa tem que se adaptar com minhas idéias geniais e modernas ….e assim que tento e quero.”

    Que bom ,que ele vai se retirar e caiu a carapuça !
    Assim saiam outros que pensam igual!

  24. Eryckison

    Se ele não concorda com o que a Igreja ensina nem deveria ter se tornado padre. Mas foi a maneira que ele encontrou pra conseguir atenção. Se tornou padre pra protestar contra a Igreja e ficar famoso…ridículo.

  25. MARIA

    DEMOROU PARA A CARAPUÇA CAIR, ELE PREGA UMA OUTRA DOUTRINA FAZ ANOS.

  26. Milena

    Sobre a excomunhão, a questão é a seguinte: se ele entrou na Igreja pra ser padre, ele sabia quais eram as regras; se ele desobedece as regras, ele mesmo se excomungou, ou seja, ele se isolou da Igreja.

    Não foi a Diocese de Bauru que excomungou o “padre” Beto, mas ele mesmo se excomungou.

  27. Walter

    “Tudo indica, pelo cheiro da brilhantina, que a Diocese sabe há muito tempo que ele “ora por fora”…
    Reinaldo, seu texto alem de ser perfeitamente o que penso ainda me fez rir desse pobre Beto…, acredito que em breve ele irá fundar mais uma religião “a la carte”

  28. Lenildo

    Faz pena, chega a dá dó de um ignorante como esse, que a misericórdia de Cristo o envolva, mas para isso ele tem que querer, espero que ele não queira que Cristo mude o seu jeito de agir na vida do homem, para se adequar ao dele!!! É brincadeira!!!

  29. Cláudia

    Esse Jesus permissivo é um Jesus muito conveniente a quem não quer uma vida com alegrias e tristezas. Muito conveniente. Não é o Jesus que os cristãos reconhecem. Acho que o tal ex-padre inverte os valores. Jesus deixa de ser o caminho para ser a sombra no caminho que cada um escolher já que tudo pode. Logo teremos mais uma religião já que tem uma legião de ignorantes religiosos que aceitam tudo o que um mané fale desde que fale o que eles querem ouvir. Pai, perdoai essas pessoas que não sabem o que dizem e também as que não entendem o que ouvem, mas acham lindo.

  30. cesar

    Parabéns Reinaldo!!

    Sou Bauruense, e estou inconformado com esse bando de tolo que faz coro com esse lunático (até camisetas pretas com a frase citada por ele sobre ser um pensador está vendendo como água). Detalhe, não estou criticando as idéias dele como pessoa, cada um tem o direito de defender o que bem achar melhor, apenas não concordo com o fato de um padre usar a influencia que tem par apregoar essas idéias, foi bem como você disse, tudo isso que ele critica, sempre foi “pecado” na igreja católica, não é uma coisa de hoje, ontem ou semana passada.
    Não sou católico, mas concordo plenamente com a atitude da igreja, imagina a seguinte situação, um rockeiro que goste de andar a caráter, todo de preto, com correntes, cabelo longo, e coisas do tipo (não é nenhuma critica, apenas um exemplo), arruma emprego em uma instituição bancaria. No começo segue todos os padrões exigidos para tal cargo, mas um belo dia decide ir paramentado trabalhar, e é repreendido pelo seu superior, alertando que se não se vestir corretamente sera demitido. Quem esta certo o banco que desde que o contratou passou todas as suas diretrizes e quer que seu colaborador as respeite, ou o rockeiro que do dia para a noite acha que tem o direito, e a instituição a obrigação de manter um caixa, atendente ou gerente todo paramentado como se estivesse em um show de rock?? Acho que essas pessoas que gostam de questionar a tudo deveriam colocar a cabeça para pensar…Quer defender suas idéias…ótimo, nada contra, mas não como padre! Parabéns a igreja…

  31. João Carlos

    Por que não excomungam também os fieis que lotaram as duas igrejas em apoio e despedida ao excomungado? A base tá dando o recado e a ‘diocese’ fingindo de morta, mas seguindo a cartilha… Um dia a casa cai, ou fica vazia!

  32. Klatu

    Como diria o Schwarzenegger: “Hasta la vista, baby!”

  33. Fabiane

    Parabéns pela matéria. Excelente crítica.Precisamos muito de críticos como você, pois as pessoas estão cada vez mais cegas. Obrigada.

  34. Maria Bauru

    Reinaldo Azevedo, parabens pela materia, incrivel.
    Gostaria de deixar aqui um comentario que desde a primeira missa dele na qual assisti ele disse uma frase da qual fiquei pasma
    ” todos os presentes teriam que se masturbar pois so assim conseguiram conhecer o propio corpo e assim ser otimos amantes”
    Isso em uma missa é ridiculo, a missa cheia de idosos, crianças…

  35. Bruno

    como eu já tinha dito, vlw Dom Frei Caetano Ferrari Bispo de Bauru, como bauruense e principalmente como católico, sinceramente não esperava a excomunhão do ‘Pe Beto” mas apoio e respeito a decisão de dom Caetono, segundo palavras do próprio Bispo ( estou a 4 anos na diocese do divino espirito Santo e a 4 anos recebo reclamações do Pe Beto), honestamente isso demorou ate demais, Dom Caetano foi muito paciente com o Beto…..

  36. xô petralha

    Caro senhor Avezedo. O senhor escreve bem demais. Devia ser proibido!!! Hehehehehe

  37. Claudia

    Reflexão sensacionalllll

  38. Antonio C. Avante

    O que acontecera se todas as pessoas e animais começassem a copular com o mesmo sexo? Levaria a extinção de todos os seres vivos, que isso seja exceção e não regra.

  39. Lisandra Santos

    Meu Deus, como uma criatura dessas carregou o título de padre…visivelmente desequilibrado…parece papo de bêbado…ainda bem que é “ex-padre”, pois já não faz mais parte da Igreja

  40. Saraiva

    Vaya con Dios…

  41. Roberto

    Parabéns querido, excelente artigo e com comentários sutis deste individuo insignificante e ignorante que se diz padre. Que Deus tenha misericórdia dele.

  42. Ricardo

    Lamento muito por existirem pessoas, que se dizem cristãs (Cristão é todo o indivíduo que adere ao Cristianismo, uma religião monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré) e são seguidores de Padres, Pastores, Apóstolos, Bispos, entre outros…… LAMENTÁVEL! Vão ler a Bíblia e orar que Deus é nosso Pai e Senhor e são aos seus ensinamentos escritos na Bíblia sagrada que devemos seguir. (Lembro que digo isso aqueles que se dizem cristãos e que pela fé acreditam em Deus)

  43. Patricia

    Parabens pela matéria é exatamente isso que penso sobre essa pobre pessoa que se intitula “padre Beto” e que já vai tarde e não fará falta alguma para a igreja. Parabéns

  44. Edu

    Muito bom o texto! Realmente precisa ser publicado nas grandes midias, e na midia bauruense. Que o ex- Padre Beto vá em paz. Se é que ele consiguirá alcançá-la. Onde quer que ela vá, seu espirito conflituoso e afrontador trarão problemas… em qualquer religião ou instituição. Que pelo menos da próxima vez, ele saiba dizer OBRIGADO!Que aprenda a ser pacificador e amanse seu espírito!

  45. cleber-sp

    Magnifica refutação de uma mente sã…porque o restante, ja pederam a sanidade a muito tempo. Acertou uma bolada no beto e de tabela na folha…hahahaha

  46. joao carlos gomes bezerra

    Não sei como … não teve o sei trajeto interrompindo pelos seus superiores. O sistema jaz no Maligno. Vide o PT.

  47. Camila Galdino

    Só tenho a declarar que : “A mensagem cristã não pode simplesmente ser mudada para se conformar com as vicissitudes das opiniões do mundo. A verdade bíblica é fixa e constante, não sujeita a mudança ou adaptação.”
    (John MacArthur Jr)
    tava na hora dele pular fora

  48. Marcelo Santos

    Belissimo texto, Reinaldo. Mas, o que esta acontecendo com as igrejas? Nao so do Brasil, mas do mundo todo! Aqui onde moro, por exemplo,(Massachusetts, USA) acabei de passar por uma igreja, chamada Episcopal Crista!, Na porta da igreja, ha um pequeno outdoor, com uma bandeira gay. Sim o arco iris do orgulho gay, e logo mais abaixo, diz-se o nome dos bispos,o horario dos cultos de segunda a sabado, e, no domingo, um encontro budista, convidando a meditacao.Se e Crista, porque um encontro de meditacao Budista? Parece que igrejas estao sendo motivos de piada,e tirando o dinheiro que pedem, ja nao sabem mais o que querem….

  49. Bauruense 2

    Parabéns pelo texto! Que sirva para os mais desavisados ou animadinhos com o “estilo Beto”.
    Beto, filho mimado, tratado com todo carinho e atenção pela Diocese de Bauru. Esta mesma Diocese que o incentivou e bancou todos os seus estudos, como o intercâmbio interminável na Alemanha e tudo o que o manhoso Beto quis. Como todo filho mimado, não soube retribuir, não soube agradecer e, agora, nem sair pela porta da frente da Igreja. Excomungado! Claro que até a Igreja erra: investiu, educou, ofereceu paciencia e amor a este…. este (inclassificavel). Parabens ao Bispo de Bauru e a ” Mae” Igreja Catolica. Este….nao MERECE SER SEU FILHO!

  50. Kaka

    Perfeita matétria, disse tudo!!!