Blogs e Colunistas

14/01/2008

às 15:50

Um e-mail

Recebi um e-mail de Mario Sabino, redator-chefe de VEJA, que faço questão de publicar. Como sabem, a Al Qaeda eletrônica exultou quando percebeu que a revista e este blog têm opiniões distintas sobre a candidatura de Barack Obama. Tratei do assunto no texto abaixo. Segue o e-mail de Sabino. Assim se faz civilização. Assim se relacionam pessoas adultas e autônomas.

Caro Reinaldo,

Reitero que para nós, de VEJA, é uma honra hospedar o seu blog — o mais lido e influente da internet brasileira — e contar com sua colaboração na revista impressa. Raras são as publicações que mantêm um articulista de sua qualidade intelectual e honestidade jornalística. Saiba que nossas eventuais discordâncias só aprofundam os nossos laços.

Um grande abraço,

Mario Sabino

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

68 Comentários

  • Valdecir

    -

    8/11/2014 às 5:14 pm

    PT – enquanto oposição sempre foi do CONTRA, enquanto situação não admite OPOSIÇÃO.
    Antes de 2002, enquanto o PT lutava de todas as formas para ganhar o poder, fazia uma oposição sistemática aos governos dos ex-presidentes Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso, procurando atrapalhar o desenvolvimento e progresso do BRASIL; fazia a política do quanto pior melhor, obviamente para vencer as eleições.
    Vamos refrescar os memórias curtas: Fernando Henrique Cardoso, enquanto ministro da fazenda do governo Itamar Franco, criou o plano real, o PT foi contra; o governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso criou Lei de Responsabilidade Fiscal, o PT foi contra; promoveu privatizações que enxugaram o estado de empresas que davam prejuízos, as quais serviam como as atuais servem apenas de cabide de emprego para pessoas incompetentes ligadas ao governo, desprezando totalmente a meritocracia na ocupação de seus postos. Lembremos apenas um setor, o da telefonia, o PT foi contra. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criou vários programas sociais, tais como bolsa família, o PT foi contra. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criou “Luz no Campo”, o PT foi contra. Enfim, o governo LULA somente se aproveitou dos programas e projetos idealizados pelo governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, apenas trocando os mesmos de nomes, e fica posando de “pai da criança”. De forma descarada, dado seu ego megalomaníaco, Lula vem alardeando para todos os cantos do Brasil e até para o mundo, que ele dividiu o Brasil em dois períodos: o antes dele, um país fracassado, injusto, de excluídos, e depois dele, em 2002, quando assumiu o governo, transformou o Brasil no pais das maravilhas da inclusão social, do crescimento, credenciando-o a assumir um posto de liderança mundial, envaidecido pelo comentário do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama para o Lula: “esse é o cara!” Lotou o aerolula com seus diplomatas e políticos petistas e aliados e rumou com toda pompa de grande líder mundial para a Palestina, a fim de promover o acordo de paz entre judeus e palestinos, um conflito milenar desde a época de Cristo. Chegou lá, com espirito de que estava tratando de um conflito entre duas torcidas organizadas de futebol, depois rumou para Teerã a fim de mediar juntamente com a Turquia, o conflito nuclear do Irã com o ocidente. Não preciso me alongar para dizer que nos dois casos foi um fracasso total, dado o amadorismo da diplomacia brasileira no trato dos assuntos internacionais. Ela está voltada para a parte do planeta subdesenvolvida. Todavia quem tem um pouco de memória sabe muito bem que LULA deitou na cama, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso arrumou. Só o tempo e a História dirão. Quanto ao governo Dilma, sinto que a mesma continua procedendo politicamente de forma equivocada, afastando-se do primeiro mundo. Direciona o país para o atraso econômico com o viés da esquerda bolivariana-venezuelana-cubana, baseada na filosofia de Antônio Gramsci, cuja finalidade é a criação de uma sociedade igualitária e dependente do governo, com a adoção de programas sociais assistencialistas permanentes, levando as pessoas ao comodismo, tirando-lhes a motivação de ascensão social. Durante essa campanha presidencial, o PT divulgou com orgulho de que cinquenta milhões de brasileiros são beneficiados pela bolsa família, e que no tempo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso eram apenas treze milhões de brasileiros. Sempre Fernando Henrique Cardoso; daqui a trinta anos repetirão a mesma fala.
    Cabe aqui perguntar: Onde está o avanço social do Brasil? Esta situação deverá piorar, pois só agora estão aparecendo os dados reais da situação econômica brasileira, uma vez que estava sendo aplicada uma metodologia criativa e artificial para maquiar as contas do governo Dilma. O TCU deu ao governo um ano para que essas contas fantasiosas sejam realmente verdadeiras.
    Quanto aos petistas chamarem os manifestantes que saíram às ruas no dia 02/11/2014 de golpistas é, no mínimo, controverso. O PT sempre posou de que é o único partido honesto do Brasil, teoria que caiu por terra logo nos primeiros meses de governo; dezenas de fatos fizeram com que as máscaras petistas caíssem: mensalão, petrolão, etc. Talvez pelo estigma criado de que seja o único partido honesto do Brasil, o PT não admita oposição, manifestação contrária, pois considera, juntamente com os outros partidos de esquerda, “proprietários das ruas e da verdade”; nada os atingem. Diante disso, espero que ocorra no Brasil uma guinada de cento e oitenta graus, na condução política e econômica para o ano de 2015. Valdecir Polizelli.

  • Carlos Nascimento

    -

    28/1/2014 às 1:13 pm

    Gostaria de compartilhar com o Reinaldo Azevedo o artigo publicado pela Folha sobre sobre os Direitos Humanos:
    FOLHA DE SP

    A Folha de SP, hoje, publica carta minha, onde ironizo os “baluartes” dos direitos humanos. Agora, com o morticínio de presos no Maranhão, jornalistas e intelectuais “engajados” escrevem e opinam copiosamente sobre a questão carcerária e os direitos fundamentais.

    São como urubus, não podem ver uma carniça.
    Quando eu era juiz da infância e juventude em Montes Claros, norte de Minas Gerais, em 1993, não havia instituição adequada para acolher menores infratores. Havia uma quadrilha de três adolescentes praticando reiterados assaltos. A polícia prendia, eu tinha de soltá-los.

    Depois da enésima reincidência, valendo-me de um precedente do Superior Tribunal de Justiça, determinei o recolhimento dos “pequenos” assaltantes à cadeia pública, em cela separada dos presos maiores.
    Recebi a visita de uma comitiva de defensores dos direitos humanos (por coincidência, três militantes).
    Exigiam que eu liberasse os menores. Neguei.

    Ameaçaram denunciar-me à imprensa nacional, à corregedoria de justiça e até à ONU. Eu retruquei para não irem tão longe, tinha solução. Chamei o escrivão e ordenei a lavratura de três termos de guarda: cada qual levaria um dos menores preso para casa, com toda a responsabilidade delegada pelo juiz.
    Pernas para que te quero! Mal se despediram e saíram correndo do fórum. Não me denunciaram a entidade alguma, não ficaram com os menores, não me “honraram” mais com suas visitas e … os menores ficaram presos.
    É assim que funciona a “esquerda caviar”.
    Abs.

    “ROGÉRIO MEDEIROS GARCIA DE LIMA, desembargador (Belo Horizonte, MG)”.

    Folha de São Paulo, 10 de janeiro de 2014, Painel do Leitor

    “Direitos humanos“
    !!!!
    Tenho uma sugestão ao professor Paulo Sérgio Pinheiro, ao jornalista Janio de Freitas, à ministra Maria do Rosário e a outros tantos admiráveis defensores dos direitos humanos no Brasil. Criemos o programa social “Adote um Preso”.
    Cada cidadão aderente levaria para casa um preso carente de direitos humanos. Os benfeitores ficariam de bem com suas consciências e ajudariam, filantropicamente, a solucionar o problema carcerário do país.
    Sem desconto no Imposto de Renda.

    “ROGÉRIO MEDEIROS GARCIA DE LIMA, desembargador
    (Belo Horizonte, MG)”.

  • josesantos

    -

    28/4/2013 às 8:20 am

    O Brasil precisa urgentemente tomar uma atitude contra essas igrejas evangelicas que vivem tomando o dinheiro do povo. Parece que o governo esta com medo desses “pastores”, que se mostram bravos diante das cameras. Tem até apresentador de programa de TV mandando torpedo para esses pastores elogiando-os, possivelmente em troca de audiencia. E os governantes em troca de votos.
    Governo que não cuida de seu povo não deve merecer apoio da população em geral. Não tem bolsa família que sustente esse povo, pois uma parte vai parar nas mãos desses pastores, a maioria deles inescrupulosos. Isso é péssimos para o pais.

    veja matéria abaixo, copiada do UOL.

    27/04/2013 – 04h00
    Angola proíbe operação de igrejas evangélicas do Brasil

    Publicidade

    PATRÍCIA CAMPOS MELLO
    DE SÃO PAULO

    O governo de Angola baniu a maioria das igrejas evangélicas brasileiras do país.

    Segundo o governo, elas praticam “propaganda enganosa” e “se aproveitam das fragilidades do povo angolano”, além de não terem reconhecimento do Estado.

    Medida do governo angolano assegura ‘monopólio’ à Universal

    “O que mais existe aqui em Angola são igrejas de origem brasileira, e isso é um problema, elas brincam com as fragilidades do povo angolano e fazem propaganda enganosa”, disse à Folha Rui Falcão, secretário do birô político do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) e porta-voz do partido, que está no poder desde a independência de Angola, em 1975.

    Cerca de 15% da população angolana é evangélica, fatia que tem crescido, segundo o governo.

    Em 31 de dezembro do ano passado, morreram 16 pessoas por asfixia e esmagamento durante um culto da Igreja Universal do Reino de Deus em Luanda. O culto reuniu 150 mil pessoas, muito acima da lotação permitida no estádio da Cidadela.

    O mote do culto era “O Dia do Fim”, e a igreja conclamava os fiéis a dar “um fim a todos os problemas que estão na sua vida: doença, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, problemas na família, separação, dívidas.”

    O governo abriu uma investigação. Em fevereiro, a Universal e outras igrejas evangélicas brasileiras no país — Mundial do Poder de Deus, Mundial Renovada e Igreja Evangélica Pentecostal Nova Jerusalém– foram fechadas.
    Editoria de Arte/Folhapress

    No dia 31 de março deste ano, o governo levantou a interdição da Universal, única reconhecida pelo Estado.

    Mas a igreja só pode funcionar com fiscalização dos ministérios do Interior, Cultura, Direitos Humanos e Procuradoria Geral da Justiça. As outras igrejas brasileiras continuam proibidas por “falta de reconhecimento oficial do Estado angolano”. Antes, elas funcionavam com autorização provisória.

    As igrejas aguardam um reconhecimento para voltar a funcionar, mas muitas podem não recebê-lo. “Essas igrejas não obterão reconhecimento do Estado, principalmente as que são dissidências, e vão continuar impedidas de funcionar no país”, disse Falcão. “Elas são apenas um negócio.”

    Segundo Falcão, a força das igrejas evangélicas brasileiras em Angola desperta preocupação. “Elas ficam a enganar as pessoas, é um negócio, isto está mais do que óbvio, ficam a vender milagres.”

    Em relação à Universal, a principal preocupação é a segurança, disse Falcão.

    Veja outros textos para visitantes comentar

  • Anônimo

    -

    7/2/2008 às 12:42 am

    Reinaldo, a respeito do escárnio e deboche com que Lula e seus ministros tratam a nação ( Dilma, Franklin, Paulo Bernardo , etc … ), no caso do cartão corporativo, quero levantar uma lebre : é o caso dos gastos com o IBGE. Paulo Bernardo é ministro, cujas pasta está subordinada o IBGFE. Você, como jornalista atento, deve estar informado sobre o que ocorre no Paraná. Sabe que paulo Bernardo foi eleito deputao federal por Londrina,em 1998, não se reelegeu e acabou virando secretário de finanças de Zeca do PT em Mato Grosso (MS )(Acho que até aqui, isso não é novidade para voc~e). Até aí, tudo bem.Mas,quando deputado federal, o ministro se envolveu afetivamente , Gleisi Hoffman da então assessoria do gabinete do vereador do PT em Curitiba, Jorge Sameck, amigo pessoal de Lula e seu anfitirão em pescaria em sua fazenda em São Miguel do Iguaçú-Pr., e que, por essa condição, (de lazer e regionalidade ( rs ), Lula eleito o fez presidente da Itaipu.Gleise só era conhecida de sameck e de Bernardo, atá aquele assumir Itaipu. Por força do marido, Gleisi virou diretoria aministra
    tiva-financeira da Hiderelétrica( Gleisi foi gerente de gestão, ou algo assim, na administração de Zeca do PT, junto com o marido novo e sec. de finanças, Paulo bernardo )com alguns contratos hoje sob vistas do Ministério Público Federal . Tempo vai, tempo vem, Gleisi saiu da diretoria da Itaipu para ser candidata ao senado nas últimas eleiçõe pelo PT no Paraná. Fez uma votação que nem ele esperava, por circunstãncias de então, com o apoio de um governador sem candidaato a senador ( Requião ), que tentava derrotar Álvaro Dias, eleito pelo PSB. Foi uma campanha cara, e hoje, a até desconhecida senhora Bernardo virou pr-e-candidata do PT a prefeita de Curitiba e vai ser seguramente confirmada na convenção do partido, tendo assumido recentemente a presid~~encia regional da legenda. Dito isso, tem motivos o escárino e o deboche com que nos tratam Dilma, Frnaklçin e bernardo com relação aos cartões corporativos ?No caso específico de Bernardo, com os cartões do IBGE, o que isso tem a ver/ Por que dona Dilma e não ele siru em defesa do IBGE, reconhecendo ” porém ” que é preciso estabeleccer limites ? Gato na tuba ?

  • Seixas

    -

    16/1/2008 às 7:58 pm

    Está aí a razão de eu ler a VEJA.
    Está aí a razão de eu ler o seu blog.

  • Roberto Freire

    -

    15/1/2008 às 4:05 pm

    Prezado Reinaldo,
    Sou um homem que milito num único partido desde 1962: o Partido Comunista Brasileiro e seu sucedâneo o Partido Popular Socialista(durante a luta contra a ditadura militar atuei no MDB/PMDB com muita honra, face a ilegalidade do PCB) e tal trajetória diz claramente que sou um homem de esquerda.
    Isso, entretanto não me impede de ler e apreciar o seu blog, independentemente das concordâncias ou divergências com suas idéias e posicionamentos.Assim me coloco porque sou um democrata e não há contradição alguma com o fato de ser um homem de esquerda. Daí
    resultar equivocada, para dizer o mínimo, sua distinção – quase definição – entre o direitista e esquerdista. Segundo esse seu conceito não existe democrata de esquerda e muito menos, por consequência, uma esquerda democrática.

    Essa posição é própria de um fanático, coisa que você não é. Demonstra um desconhecimento histórico, algo, que ao contrário, você possui e revela. Foge a racionalidade na análise dos atores políticos e se refugia no fundamentalismo, que mesmo nas religiões ofendem o humano. Distoa sobremaneira, do polemista de direita, sem recalque e sem medo ( um tanto quanto inédito entre nós)defensor da democracia liberal e do império da lei, tal como você se afirma no seu blog.
    Apesar dessa estanheza e dessa profunda discordância, do seu
    leitor
    Roberto Freire

  • minbeirin

    -

    15/1/2008 às 2:48 pm

    Confissão: eu só voltei a assinar a VEJA por causa da dupla imbatível Reinaldo/Mainardi que, além de bons jornalistas, respeitam e reverenciam a língua portuguesa, fenômeno raríssimo nos dias atuais.

    Mais uma puxadinha: o humor do Reinaldo é impagável! É também o nosso cartunista-discursivo maior.

    Mais outra: e o que dizer da atiradeira de precisão do Mainardi?

    São o máximo. Feliz de uma revista que pode contar com dupla de tamanho calibre.

  • Sergio

    -

    15/1/2008 às 12:37 pm

    “O blog mais lido e influente da Internet brasileira”
    Graças a Deus, podermos contar com pessoas do naipe de Sabino e Reinaldo.
    Por isso, sou assinante de Veja há 20 anos e leitor do Tio Rei há outros tantos.
    Parabéns!!!
    ser_adv@yahoo.com.br

  • Rodrigo

    -

    15/1/2008 às 10:59 am

    “Raras são as publicações que mantêm um articulista de sua qualidade intelectual e honestidade jornalística.”
    Esta também é a nossa opinião. Parabéns!

  • enfático

    -

    15/1/2008 às 9:35 am

    Cá pra nós … esse e-mail foi um cala-boca nos petralhas. Eles desconhecem por completo uma coisa chamada divergencia de opinião. Também pudera! lá no partido quem rezar por cartilha diferente é expulso no ato. Está aí a Heloísa Helena que não nos deixa mentir.

  • Anônimo

    -

    15/1/2008 às 3:55 am

    Parabéns. Endosso as palavras do sr. Sabino. Continue assim.

  • Marreta

    -

    15/1/2008 às 12:38 am

    Nas priscas eras ou nos tempos de antanho, uma das minhas primeiras leituras foi a revista “Seleções”, fui assinante, eu gostava daquele universo novo que eu não tinha conhecimento.Havia uma espécie de condensado de livro que simplificava obras literárias; tinha humor,e para variar a ideologia americana servida via correio.
    Em “Meu tipo inesquecível”pessoas eram apontadas como singulares tipos que marcaram por seu exemplo de vida.
    Reinaldo, eu vou inclui-lo como meu tipo inesquecível,não vai aqui nada de bajulação, não é meu gênero(e você não precisa)mas, lendo diariamente o que escreve, aprendi a respeitá-lo como jornalista e formador de opinião.Eu acho que a revista Veja reconhece isso também.Sua postura pela legalidade e decência no trato com os assuntos do blog fizeram de você uma pessoa respeitada até pelos que discordam.(eu discordo às vezes).
    Dai, eu falar do tipo.Um abraço, toca em frente que atrás vem gente.

  • Norma

    -

    15/1/2008 às 12:00 am

    Sou tua fã.
    Adoro ler o que você pensa.
    Parabenizo o sr Sabino. Se a mídia tivesse por princípio respeitar opiniões divergentes, o país só teria a ganhar.
    Infelizmente não é o que acontece. Quase sempre ouvimos a mesma fala. Repetem a versão oficial e fica por isso mesmo.
    Para ser assim bastaria contratar um bom lucutor, não é?
    Falando em notícia, o sr sabia que o falecido presidente Jucelino aposentou-se como coronel da PM de Minas Gerais?
    Menino, eu nem sabia que ele era coronel!
    Por que omitiram esta fase da vida dele?

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 11:26 pm

    Recado ao Hereticus 10:25 PM

    Meu amigo -
    Fatos cruciais como esses que você acaba de contar ao Publius tinham que ser contados a parentes, amigos, colegas, vizinhos nossos.Tinham que ser divulgados no Brasil inteiro, pela Internet e fora da web. Milhões de pessoas NÃO freqüentam este blog. Você já pensou nisso?
    Pessoas normais precisam receber essas informações.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 11:15 pm

    O que dizer? Simples: nota dez para os três (os dois jornalistas e a seríssima publicação que os abriga). Ainda há jornalistas e imprensa séria no Brasil….
    Abraços.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 11:10 pm

    Parabéns a todos da Veja. Para fazer parte da revista, são todos, pelo menos, dignos. Quanto a você, Rei, nem se fala: sobra qualidade intelectual. O redator-chefe Mario Sabino está certíssimo. Viva ele.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 10:51 pm

    Reinaldo,

    No blog infelizmente as eventuais discordâncias são punidas com a não publicação. Aprenda com o Mario Sabino.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 10:25 pm

    Recado ao Publius:

    O Presidente Bush tambem e’ formado por Harvard. Ja’ o Hussein Obama e’ adepto das teorias infanticidas do Peter Singer, professor de Etica em Princeton, e muito seguido aqui no Brasil, principalmente no Recife.
    Se voce nao acredita em mim, entre no site Townhall.com e leia o artigo “Obama is the Most Pro-Abortion Candidate Ever”, escrito em 9 de janeiro de 2008 por Terence P. Jeffrey, editor-em-chefe de CNSNews. Nesse artigo vc ficara’ sabendo que ja’ no tempo em que o Obama era senador estadual por Illinois, ele mantinha essa postura quase inacreditavel de ser favoravel ao abandono no lixo, e consequente morte crudelissima, de bebes nascidos com vida, apos suas maes terem abortado de parto induzido por drogas ministradas pelo medico abortista. O “bronco jeca” do Bush assinou em 2002 uma lei, aprovada no Senado Federal por unanimidade (Obama ainda nao era senador federal), que protege a vida dessas inocentes criaturas. Essa lei se chama “Born Alive Infant Protection Act”,(“Lei de Protecao ao Infante Nascido com Vida”) e foi submetida ao legislativo por iniciativa do Presidente Bush.
    Proteger a vida de bebes inocentes, e’ proprio dos jecas broncos diria o Obama.

    Hereticus.

  • Eliana Maria

    -

    14/1/2008 às 10:10 pm

    Tio Rei

    É por essas e outras que continuo sua leitora e assinante da Veja.
    Eu imagino que ao lerem o e-mail publicado, muitos peTralhas e jornalistas Brasil afora, devem ter se “rasgado”…rsss
    Liberdade de pensamento e expressão, exercício pleno da democracia… ah, isso provoca uma inveja!!
    Depois de um dia “daqueles”, vou dormir de alma lavada.
    Obrigada.

  • ric@rdo

    -

    14/1/2008 às 9:56 pm

    Grande resposta.
    Parabéns à revista.
    Eu também discordo de muitas opiniões do Reinaldo, nem por isso deixo de respeitar seu ponto de vista muito honesto.

  • hdrummond

    -

    14/1/2008 às 9:13 pm

    Vi a matéria de Veja francamente a favor de Osbama e me lembrei de seu post.
    Continuo concordando com sua opinião e acho que o Osbama é um Mollusco made in USA, ou seja, um pouco melhorado, porém sem programa e experiência, tal e qual sua versão no universo de Banânia.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 8:40 pm

    E assim a Veja, seu blog e nós vamos ficando mais fortes e elles cada dia mais derrotados….

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 8:29 pm

    REINALDO.

    RENOVEI MINHA ASSINATURA POR DOIS ANOS DE VEJA COM A SEGUITE CONDIÇÃO.

    QUE VEJA MANTENHA O DIOGO MAINARDI E REINALDO AZEVEDO, CASO CONTRARIO CANCELO MINHA ASSINATURA.

    LIDER
    VACARIA

  • pedro

    -

    14/1/2008 às 8:03 pm

    Uncle King,

    você não gostar do Obama é fácil. Vou tentar (insistir) uma mais difícil: fazer você retirar seu apoio do McCainn.
    http://article.nationalreview.com/?q=YjUzOGY0ODA1YzBmNjFhOWE5NWU0OTY5NTZiOGNhOGQ=

    Abraços !

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 7:52 pm

    Os petistas não enendem a liberdade de opinião porque liberdade de opinião é a unica coisa que dá expulsão no PT. Você pode ser ladrão, assassino, corrupto, piqueteiro, pelego e mentiroso no PT que vc fica lá até sua morte, mas experimenta ter opinião própria…

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 7:47 pm

    Ai!

    Esse chute no traseiro dos petralhas doeu até em mim!

  • Marvin

    -

    14/1/2008 às 7:45 pm

    Tolerar as divergências não faz parte do cotidiano dos fanáticos religiosos e dos fanáticos ideológicos. Estes não toleram que ninguém ouse discordar de seus pensamentos, qualquer um que o faça merece uma punição exemplar. Para aqueles basta uma fogueira, uma bomba, um ataque terrorista.
    Espero que vc Reinaldo e a Veja continuem sempre nesta linha, nem sempre concordando mas sempre respeitando um ao outro.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 7:45 pm

    Petralha não tem opinião…tem consenso, geralmente enviado por memorando pelo diretório do partido. É uma cambada acéfala e rancorosa

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 7:43 pm

    CHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUPA PETRALHA!

    QUAQUAQUA

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 7:40 pm

    Rei,

    este email é um bom exemplo de civilidade, coisa que passa longe da aristocracia sindical sendo os mesmos emergentes do analfabetismo por opção, jamais entenderam o que Mario falou.

    Parabéns,

    Burduna neles!

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 7:25 pm

    Taí o Padrão VEJA de Jornalismo

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 6:46 pm

    Reinaldo,
    A petralhada, a esquerdalha em geral, não sabe o que significa CONCORDAR EM DISCORDAR, porque eles só entendem o tal Pensamento Hegemônico, o “Consensualismo”, o “politicamente correto”.
    E tem mais, Obama Bin Laden também não seria meu candidato, caso em votasse nos EUA.
    SDS
    AW

  • Ernesto

    -

    14/1/2008 às 6:35 pm

    Reinaldo
    Sou assinante de Veja e leio seu blog diariamente. Acho que são instrumentos que se completam.
    Parabéns!

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 6:33 pm

    Rei,
    Como assinante da Veja desde 1995 já tive algumas poucas divergências com a forma como a revista tratou alguns assuntos, mas, acho que ultimamente, especialmente com a sua inestimável contribuição ela é incontestavelmente o veículo de maior relevância para todos nós que nos sentimos muitas vezes órfãos vendo toda esta incompetência, toda esta desfaçatez, toda esta orgia de gastos patrocinada com nossos impostos.
    Continuarei assinante da veja por outros 20 anos ou enquanto ela mantiver colunistas como você, como o Diogo, como a Lia Luft, como o Roberto Pompeu de Pina, como tantos outros que somente me orgulham de assinar esta revista.
    Você, incansável como sempre, merece todos os elogios.
    Sei que continuará conosco por todo o tempo que quiser.
    Ando viciada neste blog.

  • Eleonora

    -

    14/1/2008 às 6:33 pm

    Reinaldo Azevedo ,

    EXATO

    Ele tocou no ponto …!

    De onde jorra
    todo este,tão seu, manancial
    de TALENTO JORNALÍSTICO

    toda esta,tão sua,veia
    de INCONFUNDÍVEL INTERATIVIDADE

    E principalmente

    onde está tão bem centrada
    essa e toda sua
    RARA INTELIGÊNCIA

    H O N E S T I D A D E

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 6:32 pm

    Parabéns Reinaldo!
    Parabéns à Veja!
    Sem a menor dúvida, uma grande lição.

  • Publius

    -

    14/1/2008 às 6:32 pm

    De positivo sobre Obama, a Veja trouxe que ele é formado em Harvard e é professor de Direito Constitucional, o que não é pouco nos EUA, principalmente depois de um bronco jeca como Bush.

    Fora isso, continuo sem saber quais são as idéias e propostas concretas desse simpático cidadão.

  • adrianoaure@gmail.com

    -

    14/1/2008 às 6:26 pm

    Taí Rei.Por isso leio vc .E assino Veja! Tá explicado?

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 6:24 pm

    Vocês conhecem a expressão… ” rasgando sêda”, tai!!!

  • Nicão

    -

    14/1/2008 às 6:19 pm

    Os “noços republicanos” não devem estar cabendo na cueca! Devem estar soltando fumaça, “encafifados” com essa maldita “imprensa neoliberal” da “elite branca”.
    Estou curioso para ver a explicação das viúvas. Imagino que você esteja curioso, também, né não?
    Eu não esperava outra coisa da Veja.
    Parabéns, Reinaldão.

  • mac z

    -

    14/1/2008 às 6:13 pm

    Ora, então são mais de meia duzia de gatos pingados os brasileiros dignos. Aos poucos começamos a conhecer os seus nomes. Anota aí: MARIO SABINO.

  • simplesmente maria

    -

    14/1/2008 às 6:10 pm

    Este o valor da Veja, oferecer pluralismo.

    E lucra quem hospedar o Blog do Reinaldo. Parabéns, pois, à Veja.

    Eu assino a revista e leio diariamente o Reinaldo, com o que dispenso todos os demais meios informativos nacionais.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 6:09 pm

    Petralha, olhe para o alto, para os lados, dê um passo para trás e saia de fininho seu vagabundo ordinário.

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 6:05 pm

    É…

    Não é pra qulquer um.

  • marc jaguar

    -

    14/1/2008 às 6:02 pm

    Mestre

    Desculpe, mas essa vai no “popular”:

    CHORA PATRALHADA!!!!….kkkkkk

    Um abraço, Reinaldo!

  • Anônimo

    -

    14/1/2008 às 5:59 pm

    Caríssimo Admirável,

    Por essas e por outras qualidades é que ambas as publicações (Blog e VEJA) merecem minha leitura atenta e assídua.

    Recebam meus agradecimentos.

  • paulo

    -

    14/1/2008 às 5:49 pm

    Tio Rei.
    O que ocorreu hoje foi e será um exemplo de profissionalismo da veja e seu, uma discussão sobre divergências no mais alto patamar de democracia, evidenciando assim, o porque ambos são formadores de opinião e o porque são respeitados pela grande maioria.
    Parabens.
    Paulo Lima

  • Lila

    -

    14/1/2008 às 5:44 pm

    Uauuuuu!!! Adorei!!!
    Reinaldão,
    agora agradeça novamente à gente,
    vai… que não arredamos pé aqui,
    chova ou faça sol, hehehe.
    Beijokinhas,
    lila

  • Marcos

    -

    14/1/2008 às 5:35 pm

    O Mario é Sabido.

  • gabriel

    -

    14/1/2008 às 5:28 pm

    Por essas e outras que sou assinante da revista e leitor do blog.
    Parabéns

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados