Blogs e Colunistas

05/05/2012

às 8:02

SIM, O JORNALISMO PRECISA TOMAR CUIDADO PARA NÃO SERVIR AO CRIME ORGANIZADO E ÀQUELES QUE QUEREM DESMORALIZAR A DEMOCRACIA

Uma coisa vocês não podem negar a este escriba, não é? Desde o primeiro dia, apontei a ação dos petistas — encabeçados por Lula, José Dirceu e Rui Falcão — para usar as tramoias de Carlinhos Cachoeira e seu grupo para tentar melar o processo do mensalão e para intimidar a imprensa. A coisa agora é escancarada! Ontem, Rui Falcão (ver posts abaixo) perdeu qualquer restinho de pudor e declarou que a “mídia” será o próximo alvo do governo. Tudo indica que falou apenas em nome da banda heavy metal do PT, não do Planalto. Trato do assunto em outro post. Muito bem. “Melar” o mensalão compreende, entre outras coisas, um esforço para desmoralizar ministros do Supremo Tribunal Federal e o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. A imprensa independente — aquela que não é financiada com dinheiro público nem é subordinada a uma rede criminosa montada na Internet (isso ainda vai dar o que falar, anotem aí) — tem de tomar cuidado para não fazer, involuntariamente, o serviço da bandidagem. Infelizmente, aqui e ali, isso está acontecendo. Dado o pano de fundo, exporei aqui um caso emblemático. Antes de fazê-lo, no entanto, é preciso proceder a uma digressão para esclarecer algumas coisas.

Começa a digressão
Já escrevi aqui — e Eurípedes Alcântara, diretor de Redação da VEJA, divulgou uma
Carta de Princípios a respeito da ética no jornalismo — que a qualidade moral da fonte não faz a qualidade da informação. Uma pessoa decente e muito bem-intencionada pode induzir um repórter ao erro. Um bandido pode dar uma informação relevante. O importante é o jornalista saber para quem está trabalhando. Não tenho receio nenhum de debater abertamente o que alguns vagabundos andam dizendo sobre VEJA. O inquérito que veio a público demonstra que o profissional da revista trabalhava a serviço da verdade e do interesse público. Quanto mais isso fica evidente, mais a corja radicaliza na retórica.  A reportagem recebeu informações de Cachoeira? Também dele, a exemplo de uma penca de jornalistas. Ou algum repórter investigativo de Brasília se orgulha de só falar com beatos e beatas??? Matérias foram feitas só com informações do dito-cujo? Isso é uma piada, uma fantasia! Tanto as reportagens de VEJA eram fundamentadas, com dados inquestionáveis, que muitas delas estão, sim, na raiz da demissão de ministros e servidores. Mas atenção! Quem demite é a presidente Dilma Rousseff. VEJA não tem esse poder. Se a primeira mandatária tomou tal decisão, encontrou certamente razões muito fortes para tanto. Não deve ter sido só para não deixar chateada a equipe da revista, certo?

Jornalista não tem de fazer um tribunal de moral e cívica antes de falar com a fonte. Tem é de ter a certeza de que não trabalha para ela, mas para o interesse público. E tem de apurar muito bem os fatos, reitero, para não servir a bandidos, como fizeram, querendo ou não, os que sustentavam a veracidade do Dossiê Cayman. Naquele caso, sim, em vez de apuração, decidiu-se dar crédito à conversa de vigaristas. Tentaram, por exemplo, fazer de Luiz Antonio Pagot uma pobre vítima do inexistente complô VEJA-Cachoeira. Gravações que vieram a público, conforme demonstrei aqui, mostram o ex-chefão do Dnit se entendendo com a turma de Cachoeira. Vale dizer: aquela acusação era só uma vingança dos ressentidos com VEJA. Ressentidos por quê? Alguns porque perderam a boquinha. Outros porque não se conformam com o fato de o Brasil ser uma democracia — não é mesmo, Rui Falcão?

Vale dizer: o que dizem Cachoeira e seus rapazes — ou os seres mais impolutos — não pode ir parar nos sites, revistas e jornais sem que se verifique a veracidade das acusações. Ou se corre o risco de, sob o pretexto de combater a bandidagem, agredir instâncias do estado de direito. Como quer José Dirceu. Como quer Lula, Como quer Rui Falcão. Fim da digressão.

Agora o caso
Ontem, o Estadão Online publicou um
texto de Ricardo Brito, da Agência Estado, cujo título era: “Grupo de Cachoeira tentou interferir em habeas corpus”. O busílis era o seguinte: o prefeito de Piraquê (TO), Olavo Júlio Macedo, estava preso, e a turma o queria solto. Gleyb e Eney, dois homens do esquema do contraventor, conversam a respeito do caso e dizem que será julgado o habeas corpus. Muito bem. Transcrevo em vermelho um parágrafo da reportagem. Leiam com atenção. Volto em seguida:

Às 15h30 daquele dia, Gleyb disse, em telefonema a um interlocutor não identificado pela PF, que estava no Senado para se encontrar com Demóstenes Torres (sem partido-GO), suspeito de envolvimento com Cachoeira. Às 16h44, o integrante do grupo de Cachoeira afirmou, em nova ligação, que iria passar em um ministério e no Supremo.
Um minuto depois, Gleyb pergunta, numa ligação para Eney, se há “mais alguma coisa” para conversar. O advogado responde que é preciso manter contato no Supremo, visando liberar o prefeito cujo habeas corpus estava com Gilmar Mendes.

Voltei
O que o trecho sugere? O óbvio! Que Demóstenes e o tal Gleyb foram falar com Gilmar Mendes em favor do prefeito. Isso se deu no dia 9 de junho do ano passado. O senador ainda era uma referência de severidade e correção até para seus adversários. Ouvido, o ministro diz que ninguém foi procurá-lo. MAS ATENÇÃO! SE ALGUÉM O PROCUROU OU NÃO, ISSO É IRRELEVANTE. O RELEVANTE VEM AGORA!!!

GILMAR MENDES NEGOU DUAS VEZES A CONCESSÃO DE HABEAS CORPUS AO TAL PREFEITO! No dia  29 de junho e no dia 5 de dezembro de 2011. Muito bem! Agora faço a pergunta essencial para que avaliemos os riscos que estamos correndo com certo tipo de apuração e reportagens que andam na praça — mesmo na imprensa que tem compromisso com a seriedade. Lá vai:
E SE GILMAR MENDES TIVESSE RECONHECIDO MOTIVOS TÉCNICOS, JURÍDICOS, PARA CONCEDER O HABEAS CORPUS?
Agora o ministro estaria lascado, e aquela fala serviria como evidência de que ele estaria trabalhando para o grupo de Carlinhos Cachoeira. Por sorte, ele entendeu duas vezes que o pedido de habeas corpus era descabido.

Entenderam?
Vocês entenderam a natureza da questão? Uma coisa é o que a gangue diz entre si, suas bravatas, suas demonstrações de influência. Outra, distinta, são os fatos. O repórter afirma: “Esta é a segunda vez que pessoas ligadas a Cachoeira aparecem em grampos telefônicos comentando casos que estão nas mãos Mendes.” Incrível! Mesmo com a evidência de que a decisão do ministro não atendeu às expectativas da turma, mantém-se a sombra da suspeita. Na primeira vez, num caso envolvendo uma estatal de Goiás, Demóstenes faz referência a um procedimento regular de Mendes, que não teve mérito ainda decidido. Revela apenas a sua expectativa. Mesmo assim, o senador apresenta a coisa como decorrência de sua influência.

Ora, ministros do Supremo, agora, não são mais livres para decidir segundo a lei. Habeas corpus? O jeito vai ser dizer sempre “não”! Vai que surja uma conversa de alguém: “Ah, já falei com o ministro X, está tudo certo!” Cada membro do Supremo teria de ter o seu próprio sistema “Guardião” e grampear o país inteiro. Só assim teriam a certeza de que sua decisão estaria a salvo de ilações.

O mal que Demóstenes fez
Um episódio como esse dá conta do mal que Demóstenes fez à política — muito maior do que ele imagina, acho. Ele era um medalhão do Senado. Um senador manter conversar com ministros do Supremo, do STJ, ministros de estado, autoridades etc. é parte do jogo. Quem lhe recusaria, em princípio, uma audiência? Que diabos, no entanto, ele dizia a seus interlocutores sobre esses encontros? Num outro pleito seu, já nem me lembro sobre qual assunto, não diz ele que mantinha boa conversa com a ministra do Meio Ambiente? Não se relacionou, também, com autoridades dos ministérios da Educação e da Saúde?

Este caso em que o nome de Mendes é citado deveria servir de alerta para os jornalistas que lidam com o material que foi vazado sobre o inquérito — a propósito: suponho que os vazadores sejam as carmelitas descalças, né? O ministro poderia ter concedido o habeas corpus de boníssima-fé. E estaria agora encalacrado.

Não estão por aí os criminosos da Internet a sustentar que as fitas que traziam imagens do “governo paralelo” de Dirceu — fitas do circuito interno do hotel, reitere-se — foram passadas à VEJA por Cachoeira em troca de uma reportagem favorável a bingos eletrônicos? Cadê a reportagem? Se alguém a encontrar, nunca mais escrevo uma linha!

É bom botar essa bola no chão. Jornalistas decentes só querem a verdade. E têm de ter claro que há vigaristas querendo apenas as instituições — para destruí-las.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

85 Comentários

  • Fernão de Almeida Gusmão Gouveia de Alcântara

    -

    8/5/2012 às 8:13 am

    Ó Tio Rei, espero que a Veja, guardiã da moralidade, dos bons costumes e da isenção jornalística não sucumba a mais esse ataque vil da canalha lullo petista. Depois da traição do Demóstenes, que eu acreditei que era o mosqueteiro da ética, o cruzado que viria nos salvar do monstro eneádico de São Bernardo, não poderia aguentar mais uma baixa no sacrossanto time dos homens de ben s. Mas confio que a Veja não dará trégua àqueles que querem a cubanização do Brasil. Caso a Veja sucumba, não me restará outra opção senão me refugiar em Miami. Ai que horror! Que Deus nos proteja. Alvíssaras!

  • Railson Campos

    -

    7/5/2012 às 4:24 pm

    Gostei dos seus comentários, muito bom seu blog, interessante os post´s, em especial o de 05/05/2012 às 15:42.

  • Use o facebook para emagrecer

    -

    7/5/2012 às 4:10 pm

    Os canalhas não tem limite. Não houve reportagem pró-bingo na VEJA. Apenas na Veja Rio e mesmo assim não era pró Caichoeira

  • João Ninguém

    -

    7/5/2012 às 2:50 pm

    O importante é o jornalista saber para quem está trabalhando. – disse tudo!

  • eve

    -

    7/5/2012 às 2:28 pm

    Só nos resta a imprensa, já que não existe mais oposição,para combater e alertar ao povão dos perigos que nossa democracia está passando

  • agente secreto

    -

    7/5/2012 às 2:10 pm

    Sabe, Reinaldo, eu me divirto com os militontos virtuais escrevendo besteiras na página do Facebook de VEJA…
    Gente que chama a revista de mentirosa , mas é capaz de acreditar num site e numa emissora tão mentirosa quanto a ”record” , movida por interesses mesquinhos, visando o poder…
    Esta com certeza será a eleição mais suja de todos os tempos e eu disse isto em 2010… e com o ”pt” na parada, o negócio tende a piorar, já que na busca do poder, para eles vale abssolutamente tudo. Manipular, subjugar, ameaçar, comprar, roubar …. isto é pt, e o resto é conversa fiada.
    Que a VEJA não recue e enfrente os verdadeiros inimigos da Pátria, que não esmoreça, que continue a mostrar tudo aquilo que a imprensa comprada, subserviente e ”linguapreta” (pois vive de lamber as botas dos petraalhas criminosos)não quer mostrar por ser conivente com o crime.
    Tem é que meter a caneta e ver a petralhada gritar mesmo, a rataria está furiosa, pois saba que não terá chances em muitas prefeituras.

  • Fernando Alfredo Faria

    -

    7/5/2012 às 12:27 pm

    Caro Reinaldo.
    Você viu o documentário (daquele jornalista comprado pelo PT/governo), sobre o jornalista Policarpo Júnior (VEja Brasília) de ontem à noite (6/5/12), na TV.Record? Acho que a emissora está querendo acabar com a Veja/Editora Abril.

  • renato

    -

    7/5/2012 às 12:00 pm

    Prezado Reinaldo, bom dia.
    Abaixo presto algumas informações que, talvez, sejam relevantes para seu trabalho.
    Via reportagem da carta capital nas bancas, na qual acusa a veja de ser o “murdoch” brasileiro.
    Entrei no site da indigitada revista e verifiquei que um de seus colunistas é o “doutor” Pedro Estevam Serrano.
    Quem é este senhor? Digo. É advogado da Dona Marta Suplicy e de outros tantos petralhas, também, é irmão do assessor do deputado estadual e presidente do PT, Rui Falcão (Antonio Carlos Alves Pinto Serrano).
    Não bastasse, é sócio do “adevogado” Luiz Tarcisio Teixeira Ferreira, irmão do deputado Paulo teixeira, e antigo secretário de negócios jurídicos no mandato da prefeita Marta Suplicy. Destaca-se que em consulta ao google, o nome do mencionado advogado vem acompanhado, na maioria das vezes, do termo “improbidade administrativa”.

  • ana soriano

    -

    7/5/2012 às 11:48 am

    O Brasil depende de nossos jornalistas idôneos.
    Não podemos confiar em nossos políticos.
    A imprensa não pode ser calada.
    Tem que ser responsável e para isso já existe legislação.
    Fico imaginando o que “eles” fariam sem imprensa.
    Se são safados desse jeito com as publicações diárias de maracutais como seriam livres, leves e soltos?

  • RASPUTIM

    -

    7/5/2012 às 9:30 am

    UM BANDIDO DAR UMA INFORMAÇÃO É UMA COISA.
    AGORA A UNIÃO SIAMESA DO REPORTE COM BANDIDO ???????????

  • Carlos U. Pozzobon

    -

    7/5/2012 às 1:28 am

    Na hora de divulgar uma notícia todos querem que a reportagem diga a opinião dos 2 lados da questão. Mas então com que diabos o jornalista vai falar do crime se não fizer perguntas ao criminoso? E assim procedendo e sendo gravado o torna cúmplice do assassinato?

  • celso

    -

    6/5/2012 às 7:14 pm

    É isso aí. Pau na canalha. O livro de Umberto Eco, “Cemitério de Praga” , mostra que as práticas do PT já aconteciam há muito tempo.
    Saudações e apoio.

  • Revoltado

    -

    6/5/2012 às 1:35 am

    Essa presidente e o Partido dos Trapaceiros não desmoralizam apenas a democracia, mas tambem, e a todo instante, a língua portuguesa, inclusive sancionando lei para isso. MAIS UM ABSURDO PROPORCIONADO POR ESSA PRESIDENTa, com letra minuscula mesmo. CONSEGUIU FAZER COM QUE A ESTUPIDEZ, A IGNORÂNCIA E IMBECILIDADE SE TRANFORMASSEM EM LEI, ESTUPRANDO A LÍNGUA PÁTRIA!
    A partir de 03 de abril de 2012 acabou a moleza. Quem relutava, se negava ou criticava o pedido meigo de Dilma ser tratada como presidentA, pode prepare-se para não ser pego fora da lei. No último dia 3 de Abril, a presidentA sancionou a Lei 12.605/12. Pra quem ainda duvida, está lá no site da PresidentA(link abaixo). A lei determina a obrigação da flexão de gênero em profissões. Ou seja, agora é presidentA, gerentA, pilotA, etc…
    E isso é discriminação!!! Vou aproveitar para exigir que os outros sejam tratados a partir de agora como jornalistO, dentistO, motoristO, etc… Governo escrôto!
    É impossível, com votos ou dinheiro, adquirir caráter, classe, inteligência, decência, sabedoria, sensatez, honra, cultura, simpatia, habilidade, competência, respeito e dignidade!
    http://www2.planalto.gov.br/imprensa/noticias-de-governo/dilma-sanciona-lei-que-obriga-a-flexao-de-genero-em-diplomas
    P.S.: HOJE EU VOU AO OCULISTO, DEPOIS DE PASSAR NO DENTISTO, E VOU COM UM MOTORISTO QUE JÁ FOI UM MAQUINISTO

  • fred

    -

    6/5/2012 às 12:54 am

    Não é democracia. Divulgue o audiu de escuta que demonstra a ligação de Cahoeira e Demóstenes e deixem os leitores chegarem a própria conclusão. Quem tem vergonha do conteúdo? http://youtu.be/JBPhDn9dPVg

  • Matheus

    -

    6/5/2012 às 12:33 am

    Seja como for será o fim da imprensa livre e profundas mudanças no sistema democrático. Em países vizinhos isso já aconteceu e o Brasil é apenas uma das últimas peças a cair.
    A última chance para isso não acontecer foi 2010 mesmo sendo com um outro candidato que não achasse grande coisa. Pra invadir a redação de vocês não vai levar muito tempo.
    A doutrinação contra a imprensa livre é percebida em vários ambientes por uma minoria, seja ele profissional, escolar ou recreativo. Quem ousar discordar é coagido pelas lideranças desses ambientes, colegas que gostariam de discordar se sentem desconfortáveis e preferem se calar. Se for necessário te ameaçar indiretamente e difamar enquanto você não está por perto, eles vão. Os mais jovens são os que se sentem mais intimidados por esses elementos, talvez por não perceberem a força que tem. Falam as mesmas palavras, frases prontas, como se estivesse em uma cartilha ou definida em uma palestra. Tudo está orquestrado e é explícito que alguns setores da mídia também entraram nessa dança.
    Não sei se minhas palavras ficaram claras mas é isso que estão fazendo. Acredito que não seja o único a perceber que estamos vivendo um momento crítico do país, talvez o maior nas últimas décadas. O fim de uma liberdade é o início do fim de outras.

  • byMel

    -

    6/5/2012 às 12:09 am

    O Quid Novi traz mais fatos, imagens e grampos…

    A arapongagem do hotel Naoum só PROVOU que o governo paralelo de Dirceu tramou pra derrubar Palocci!
    Fica cada vez mais claro quem são os bandidos ‘deztepaíz’ – fica escancarada a conspiração do ZÉ Caroço (chefe da quadrilha, segundo o PGR, dos MENSALEIROS) contra Palocci… do governo Dilma -

    Zé Dirceu arapongado
    http://www.youtube.com/watch?v=JBPhDn9dPVg

    Aguardem que o FILME vem aí!

  • Premeditando o Breque

    -

    5/5/2012 às 11:40 pm

    Desmoralizados o Legislativo e o Judiciário, com a confirmação de poder centralizado no Executivo, o que mais pode desejar um partido que tudo faz para ser partido único? E é a isso que tanta gente insiste em designar como luta pela democracia? É essa destruição pela dissolução moral que chamam de método de construção de uma nova sociedade? Fatiar a sociedade em minorias através de leis específicas criando direitos espeicias ou cidadãos “diferenciados” é constuir alguma coisa?

  • David

    -

    5/5/2012 às 11:05 pm

    O pessoal do PT de uma determinada estatal foi recrutado para acompanhar a mídia e vigiar os colegas.

  • glauco

    -

    5/5/2012 às 11:02 pm

    vale apena ver isto: http://www.pannunzio.com.br/archives/9949

  • David

    -

    5/5/2012 às 10:58 pm

    Como tem canalha nesse partido.

  • gaúcha indignada

    -

    5/5/2012 às 10:34 pm

    VOLTEI. Especialmente para falar da “Silvana Coelho” – 15.42hs – “ella”(???) estudou (???) na mesma universidade do falecido 51. Cai fora analfabeta, gentalha.

  • marina

    -

    5/5/2012 às 10:23 pm

    este viradão está afetendo minha sanidade !!!!!!!!!! help !!
    isso e mais marcha da maconha é DEMAIS !!

  • marina

    -

    5/5/2012 às 10:21 pm

    ohh…o leite derramou ! vamos pagar pela tradução em coreano do livro do brother da ministra !!! ai meu bolso !!!

  • Marcela do Couto

    -

    5/5/2012 às 9:44 pm

    É isso aí , Tio Rei : caneta neles.Esses petralhas pensam que pode derrubar nossa querida Veja.Uma revista que dá aula de Educação Moral e Civita…

  • Rivadávia Rosa

    -

    5/5/2012 às 9:31 pm

    Esse é o ‘partido’ que se auto identificava como ‘ético, democrático e transparente’ e que agora teme a imprensa livre – como o vampiro teme a luz. E isso revela seu desprezo pelo Estado Democrático de Direito que significa: o império da lei e da liberdade; da LEI que não privilegia nem discrimina, que é geral, abstrata e prospectiva, a qual todos somos submetidos; e da LIBERDADE não é a que invocam os tiranos e terroristas quando oprimem e matam pessoas inocentes, mas a LIBERDADE e as GARANTIAS FUNDAMENTAIS asseguradas em todas as constituições modernas.
    A liberdade de imprensa está consagrada constitucionalmente (no Brasil) pela vontade do legislador constituinte, representando a soberania popular, nestes termos:
    “Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição. § 1º – Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV. § 2º – É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística”.

  • jgoliva

    -

    5/5/2012 às 9:11 pm

    Reinaldo,
    falando sobre jornalismo sério, a matéria que está publicada na Isto É (vi no site do Yahoo à´pouco), sobre relações de Cachoeira, Delta e os governos municipal e Estadual de SP, serve como luva para os interesses do JEG e da BESTA. Sendo a Isto É o que é, pode ser exatamente o que você, brilhantemente, defende sobre o jornalismo a serviço do interesse público. Chapa branca a serviço da quadrilha.
    Torço para que Serra não seja mais um arrastado pelas águas do Cachoeira e seu esquema. Os inimigos da democracia, Falcões, Consultores e Doutores Honoris Causa, teriam farta munição para seus objetivos de melar o Mensalão e afundar de vez, o resquício que existe de Oposição aos quadrilheiros. O Brasil não merece.
    Abraço,
    Jgoliva

  • Emmanuel Fonseca

    -

    5/5/2012 às 8:47 pm

    Realmente o que os corruPTos querem mesmo é dominar o País, controlar as mentes não formadas e controlar a sociedade como um todo (o sistema, os cartões, as contas, os caminhos, etc.). A verdade mesmo que não pode calar é que o Brasil está mesmo reforçando a idéia de um País dos frouxos, dos tolos, de que tudo pode fazer em benefício dos (des)governos, do poder, dos dominantes. Pra não deixar de falar das altas taxas de violência, de homicídio no Brasil, sobretudo nos últimos 20/30 anos…Ainda querem descriminalizar a maconha…Já existe o casamento de bicha com bicha, de sapatão com sapatão. Já se pode ver cenas dessa tribo nas tv abertas…Já há cenas do nu nos horários diurnos…Logo, logo serão os casais de homens/mulheres com cachorros, jumentos, antas, etc. Todos verão que é uma questão de tempo. É o Brasil recente! Num País onde um senador (minúsculo mesmo!) envolvido em crimes de desvio de verbas do Min Saúde – lembram dos sanguessugas? -,é o relator contra outro corrupto…Quem se incomodaria de ver a CCJ do senado/câmara tendo Fernando Collor, Jader Barbalho, José Sarney, Renan Calheiros e outros tantos políticos onestos (com “o” mesmo) julgando os outros ? O que falta ao Brasil?! O POVO, o povo mesmo não entende ou não quer saber de câmbio flutuante, de lei de responsabilidade fiscal, de lei de licitação, etc… Ou acham que os que sonham com “minha casa, minha vida” pensam nisso? Os que esperam o fim do mês para receber o “bolsa família”…Os que recebem “auxílio reclusão”… O STF devia de uma vez por todas acabar com o devido processo legal – quem atirar para se defender ou a outrem…tudo bem. Existe a “marcha da maconha”, por que não existir a “marcha dos justiceiros” (lembremos dos terroristas, inclusive que estão no poder, hoje; a “marcha do aborto generalizado”; a “marcha para andar livremente armado”; a “marcha para poder se casar com criancinhas”; e vai por aí a fora…É o Brasil marchando para o futuro… O País para nossos filhos…

  • Leitor

    -

    5/5/2012 às 8:32 pm

    O tempo passa e o sistema feudal implantado pelo PT, oriundo do sindicalismo carismático, que na época das crises econômicas atuava no vácuo político no país, está no auge das conquistas dos despojos que se tornaram nossas instituições políticas, administrativas e judiciárias. O sistema continua solapando a sociedade e a República, brasileiras. O governo sustendo por nós, contribuintes, não cumpre sua finalidade. Está completamente abduzido dos governados. Faz prevalecer o conceito de que dinheiro público é para ser manipulado por amigos, comparsas e cumplices. Atualmente praticam a guerrilha, e o terrorismo, munidos de poderes financeiros. Compram os meios de comunicação social com financiamento de origem estatal. A notícia e as opiniões divulgadas na imprensa escrita e nos meios eletrônicos são armas potentes de ataque aos que ousam desmascara-los dos malfeitos, e as usam para defender os bunkers onde se escondem com a rapinagem. Quando fiscalizados, e descobertas as falcatruas, põem a tropa na rua para negar e desmoralizar os acusadores e usam as mais absurdas justificativas, muitas vezes tentando falsificar as provas, imputando ao acusador a autoria do malfeito. Eles têm certeza da impunidade que compram com seu poder econômico estatal. Por enquanto eles estão acobertados pela boa situação da economia. Mas nem sempre o tempo de vacas gordas perdurará. Quando chegar o tempo das vacas magras o atual sistema de coisas começará a desmoronar. Até lá quantos anos perdidos teremos?

  • Teresinha

    -

    5/5/2012 às 7:46 pm

    Para este delírio que prestou aquela pesquisa encomendada de popularidade, os 44% não são de pessoas manipuláveis, é bom lembrar o Rui Falcão, José Dirceu e Lula.
    O jornalismo em geral anda cauteloso e evita manifestação crítica, o que alimenta a sensação de apoio ao governo, mas é bom ficar alerta porque a BESTA* solta pode ser apocalíptica. (*Fábio Pannunzio)

  • samuel

    -

    5/5/2012 às 7:41 pm

    MAIS NA VERDADE NÃO É SÓ O PT TEM MUITOS PARTIDOS ALEM DO PT.

  • Felix

    -

    5/5/2012 às 7:35 pm

    Tio Rei, no twitter …. são utilizadas para ataques contínuos a Veja. A segunda tag muda toda semana é uma verdadeira guerra sempre renovando o arsenal de mentiras. E o https://twitter.com/#!/Jose_de_Abreu que apresenta a foto do ator de mesmo nome também faz parte do mesmo grupo sempre desferindo ataques a revista. Elegeram o twitter como frente de batalha na guerra contra a imprensa livre.

  • Esperança

    -

    5/5/2012 às 7:29 pm

    Mudez estranha – Há na Esplanada dos Ministérios um clima de tensão, em decorrência do escândalo de Carlinhos Cachoeira, que parece ter afetado algumas autoridades de primeira grandeza. O grande motivo para essa inquietude repousa sobre informações, ainda não confirmadas, que vazam do inquérito que resultou na Operação Monte Carlo e circundam o submundo do escândalo.

    Sob o temor de que algum colaborador do atual governo, da presidente Dilma Rousseff, tenha mantido qualquer tipo de contato com o contraventor goiano, a ordem é para que esses graduados apareçam o menos possível, pois a usina de maldades e ilações está trabalhando a todo vapor.

    Com gravações de áudio e vídeo em quantidade capaz de derrubar a República, Carlinhos Cachoeira vem enviando mensagens cifradas a diversas instâncias do poder. Do Executivo ao Legislativo, passando pelo Judiciário, muitos dos integrantes desses três Poderes já sentiram a terra tremer, mesmo que por alguns instantes.

    O problema é que ficar no esconderijo suscita polêmicas e desconfianças. Ex-articulador do governo Lula, frequentador assíduo do staff da campanha de Dilma Rousseff e atual ministro da Saúde, o petista Alexandre Padilha simplesmente saiu de cena. A um dia do início da campanha nacional de vacinação contra a gripe, Padilha não deu o ar da graça. Só falta o ministro da Saúde ter sido infectado pela mais nova virose do mundo político verde-louro, a Cachoeirite. Conjecturas à parte, a mudez de muitos é no mínimo estranha.

  • Sérgio Barros

    -

    5/5/2012 às 7:11 pm

    Caro Reinaldo,

    Viu a capa da revista Carta Capital desta semana? Uma vergonha. Não sabia se ria ou se chorava. Grato.

  • eduardo

    -

    5/5/2012 às 6:59 pm

    Quanto é que o PT paga para o pessoal tuitar contra a Veja? hoje estão assanhados…

  • mara

    -

    5/5/2012 às 6:52 pm

    percebe-se claramente, armação do PT para aniquilar de vez a oposição

  • Democracia Vacina Anti-Petralha

    -

    5/5/2012 às 6:24 pm

    TEM IMBECIS QUE FICAM TENTANDO INVENTAR PUXA SAQUISMO EM FAVOR DA DILMA , O QUE OCORRE QUE A DILMA ,NUNCA FOI BEM VISTA E ACEITA PELOS PETISTAS E ELA ERA ORIUNDA DO PDT DE BRIZOLA E O LULA MANDOU O PETISMO ACEITAR A DILMA ,PORQUE O PETISMO NÃO TINHA NINGUÉM QUE PUDESSE SER CANDIDATO A PRESIDÊNCIA ,OUVIRAM NINGUÉM ,PORQUE ALÉM DA INCOMPETÊNCIA NATURAL ,A MAIORIA DOS DEUSES SEM OLIMPO ,NÃO TINHA FICHA CORRIDA CONDIZENTE E NESSE CASO A DILMA NÃO TINHA RABO PRESO COM NINGUÉM ATÉ PROVA CONTRÁRIA ,NUNCA APARECEU O NOME DELA COM ALGUM PROBLEMA NA ÁREA PÚBLICA A NÃO SER A MESMA INCOMPETÊNCIA QUE É UMA DOENÇA DO PETISMO E POR ISSO QUE OS VASSALOS DE LULA FICAM OURIÇADOS ,PORQUE O REINALDO COMENTA OS FATOS POSITIVOS ,PORQUE UM BOM JORNALISTA SABE SER ISENTO ,SABE SER DEMOCRÁTICO E NÃO CONFUNDE INFORMAÇÕES E CHECA AS INFORMAÇÕES RECEBIDAS E POR ISSO QUE OS BOBALHÕES QUE ACHAM QUE PODEM ATAZANAR NO BLOG ,ESTÃO FORA DE RUMO E IRÃO FOCAR MUITO MAIS E A MOÇA QUE FALA MAIS ASNEIRAS DEVE SER ANALFABETA IGUAL AO LULA E POR ISSO NÃO LÊ A VEJA ,A MAIOR VIRADA JORNALISTICA DO BRASIL ,A MAIS DEMOCRÁTICA , A MAIS SÉRIA ,A MAIS RESPONSÁVEL E POR ISSO A MOÇA DEVE ACORDAR ,VOLTAR PARA A ESCOLA E DEPOIS COMEÇAR A LER A VEJA ,QUE VAI TE INFORMAR SOBRE TODOS OS MAIORES LADRÕES QUE A NOSSA REPÚBLICA NUNCA IMAGINOU TER NESSA GIGANTE ESCALA ,BRASIL DEMOCRÁTICO É UM BRASIL QUE LÊ A VEJA ,A NOSSA LUZ , A NOSSA LUTA POR RESPEITO AO NOSSA BRASIL E AS INSTITUIÇÕES QUE FORAM TOTALMENTE CORROMPIDAS POR ESSA QUADRILHA DE PARASITAS PETISTAS.

  • Sandra R.

    -

    5/5/2012 às 5:53 pm

    Excelente texto Rei!Agora a Silvana Coelho às 15:42.Eu tam-
    bém estudei,sei ler e só leio a Veja.E daí?

  • To de olho

    -

    5/5/2012 às 5:46 pm

    Reinaldo,

    Uma aula de democracia o artigo do Dr. Ali Mazloum, Juiz Federal, publicado no Estadao de hoje:

    ttp://www.estadao.com.br/noticias/impresso,o-valor-de-uma-conversa-telefonica-,868932,0.htm

  • ClaudioSP

    -

    5/5/2012 às 5:42 pm

    Outro bom retrato do jornalismo rampeiro que é praticado por boa parte hoje em dia são duas matérias da Folha, cujos links estavam um abaixo do outro:
    “Manifestantes fazem Marcha da Maconha no Rio” (nessa matéria o título não revela o principal dela: os manifestantes não pediram autorização para a CET/RJ, mas meteram um carro de som fechando pistas de uma importante avenida de lá). Logo abaixo dessa matéria estava outra: “Evento religioso interdita ruas da zona norte de SP neste domingo”. O detalhe é que nesse evento religioso os organizadores pediram, com antecedência, como manda a lei, autorização para a CET/SP. Perceberam a diferença de tratamento? Depois essa vagabundada, que torna parte do jornalismo uma imundícia, quer ajuda para livrá-los da coleira do PT. Ou será que é essa a parte que comunga com o partido?

  • Por caridade, censure!

    -

    5/5/2012 às 5:23 pm

    Reinaldo, posso fazer um pedido? O 247 está fazendo audiência às suas custas.Deixa para lá! Ou mande uma foto mais recente para aquele pulgueiro, pelo menos.

  • ClaudioSP

    -

    5/5/2012 às 5:18 pm

    “Tráfico chega a 5 flagrantes/hora em SP e é o crime que mais cresce desde 2000. Nº de apreensões é 4 vezes maior do que há 12 anos, mas há droga à vontade em circulação” (do Estadão). Tem uma maneira fácil de ajudar a acabar com isso, basta que boa parte dos jornalistas parem de combater igrejas cristãs, que tiram centenas de drogados do vício todo anos, e deixem de encher o focinho de cocaína e maconha. Já ajudaria, não?
    Se o Gilmar Mendes é suspeito apenas porque foi indicado pelo FHC o que eu devo pensar dos outros 8 que foram indicados pelo Lula? Aliás, o mensaleiro João Paulo Cunha foi procurar ministros do STF, indicados pelo PT, dias atrás. E se ele for absolvido? O que eu devo supor? Pau que dá em Chico dá em Francisco também.

  • anonimo

    -

    5/5/2012 às 4:53 pm

    TIO REI,
    Olha aí o começo do cerco, no BLOG DO GAROTINHO;
    CARLOS EMANUEL era o homem que recebia propina da CAMARGO CORREA atraves de doleiro é sócio de SERGIO CABRAL. No fim da denuncia; CABRAL provavelmente usava a empresa para LAVAR DINHEIRO QUE RECEBIA DE PROPINA. Não significa que eu goste do GAROTINHO, muito pelo contrário, mas é uma INFORMAÇÃO IMPORTANTE. FONTE http://www.blogdogarotinho.com.br

  • ocidental

    -

    5/5/2012 às 4:45 pm

    Isto porque o Ministro Gilmar Mendes foi indicado por FHC .Agora , se fosse da indicação de Lula e dos petralhas, um Ministro Joaquim por exemplo,aí meus queridíssimos ,a história nem ‘vazaria’ .É neste ponto em que estamos :total desnível da balança !! Muita injustiça, muita safadeza, muita desonestidade, muita turbidez.

  • Nancy

    -

    5/5/2012 às 4:36 pm

    Reinaldo, parece que eles seguem o exemplo do chefe: querem ser mais importantes do que são.Para mim não valem nada.VocÊ vai nos dar o prazer de vê-lo aqui em BH na Bienal do Livro? Espero que sim.Abraços,

  • silvana coelho

    -

    5/5/2012 às 3:42 pm

    Sabe por que eu não leio a Veja? Por que SEI LER!Estudei Sociologia,História,Geopolítica,aliás,em QUATRO IDIOMAS!

    REINALDO RESPONDE
    É mesmo, orelhuda? E ainda não sabe a diferença entre “por que” e “porque” em português mesmo? Não dúvido de que você seja uma especialista em línguas… Há muitas por aí!

  • esther correa

    -

    5/5/2012 às 3:36 pm

    Tio
    Parece que, como todo elemento fora da lei, o Demóstenes gostava de contar prosa para a sua quadrilha, inclusive fazendo crer que sua influência era maior do que efetivamente era.
    Penso que restou claro que os petralhas querem e farão de tudo para difamar os ministros do Supremo, afim de que não tenham moral para julgar o Mensalão. Foi o que depreendi deste artigo. Eles é que se cuidem. “Eles” continuam querendo agora convocar o PGR, afim de desacreditá-lo, o que não falta muito. Até eu acho que o Gurgel agiu de forma errada e suspeita. Vamos ver o quanto esse rolo terá o potencial de melar o mensalão, digo, o seu julgamento.Finalmente entendi a finalidade dessa CPMI, pelo menos penso que entendi.

  • ROSANA

    -

    5/5/2012 às 3:35 pm

    Reinaldo a coisa tá ficando feia para os petistas, essa cambada não tem mais como se sustentar, as mentiras e a indecência deles chegou ao limite. Eles estão apavorados, arranjando cortina de fumaça a torto e a direto. Essa questao do cerceamento da imprensa é para despistar o julgamento do mensalao que está próximo e eles sabem que vão ser desmoralizados (creio eu). Dirceu e Sérgio Cabral parecem que são sócios e um segundo mensalão (DELTA) está para ser desmascarado. E Lula está cada dia pior, eles sabem que não vão mais poder contar com ele e assim o PT já era. É desespero puro.

  • Romário dos Santos

    -

    5/5/2012 às 3:16 pm

    Perfeito, texto e seqüência, daí ser leitor fiel das vossas opiniões. É preciso cuidado, jornalistas, e principalmente a sociedade, nós eleitores não podemos ficar refém de pesquisas. Existe, alguns acertos na administração atual, porém os “aloprados” estão a espreita……

  • andrez

    -

    5/5/2012 às 3:08 pm

    estou indignado: os petralhas, a petralhada – e seus aliados- tiraram o blog do Garotinho do ar!!!

  • paulo

    -

    5/5/2012 às 2:38 pm

    A “CARTA DE UBERLÂNDIA” É UMA EXCRECÊNCIA COMPRADA POR PETISTAS E PETRALHAS!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados