Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

Resposta a Olavo de Carvalho – É preciso aprender a ser mestre

Há modos de discordar das pessoas. Pode-se ser muito duro qualificando o debate e o interlocutor. Mas, para tanto, é preciso que a nossa atenção esteja voltada para o objeto em análise e, no caso de um mestre, para os que podem aprender com a experiência. Desde quando a vaidade do pregador conduziu a um bom lugar? Eu poderia classificar essa pergunta de um “princípio elementar das ideias bem-sucedidas”

Por: Reinaldo Azevedo

Olavo de Carvalho enviou o seguinte comentário:

Dividir a direita em “democratas” e “golpistas” é um simplismo indigno da sua inteligência, caro Reinaldo. Ademais, é um princípio elementar de ciência política não julgar movimentos políticos somente pelos “valores” que eles dizem representar, – isto é, pela imagem que buscam ostentar –, mas pela substância das suas ações e pela qualidade da sua estratégia. Escreverei algo mais detalhado sobre isso, e espero que possamos trocar umas ideias a respeito.

Comento
A área de busca do meu blog é bastante eficiente. Coloquem lá o nome “Olavo de Carvalho”, sem aspas, e vocês verão o que vem. Mesmo divergindo, sempre expressei meu reconhecimento a seus dotes intelectuais. E o defendi, sim, de ataques que considerei injustos. Olavo pode passar a dizer o que quiser a meu respeito. Mas nunca terá uma vírgula a opor à minha fraterna lealdade. Nem ele nem ninguém. Nem os que me amam nem os que me odeiam, ainda que por pragmatismo. Que empreste agora o peso do seu nome para correntes que buscam me desqualificar dá testemunho do que ele decidiu fazer dessa lealdade. Isso é com ele. Constato um fato.

Mas não se espere uma guerra. Não vou cair nessa. Tenho mais o que fazer. E Olavo também. Seus ataques a lideranças de grupos pró-impeachment já haviam chegado a mim. Ignorei o assunto porque as pessoas a que ele se refere dispõem dos próprios meios e de competência para responder — se julgassem conveniente. Rompi o silêncio quando vi meu nome tragado pela baixaria dos acólitos.

Escreve Olavo: “É um princípio elementar da ciência política…”. Bem, Olavo, tal assertiva não é igualmente digna da sua inteligência. É uma tática elementar da tentativa de desqualificação do outro transformar uma opinião ou uma platitude num “princípio elementar”, como se o oponente já estivesse vencido no debate antes mesmo de começar. Afinal, se o sujeito ignora que dois mais dois são quatro, as suas considerações sobre aritmética já estão prejudicadas. Sugiro que você releia “Como Vencer um Debate Sem Ter Razão”, de Schopenhauer. Há uma edição excelente, com comentários muito lúcidos de um certo… Olavo de Carvalho.

Olavo sabe muito bem que isso não é “princípio elementar” de coisa nenhuma. Ele apenas procurou me atribuir o que não escrevi. Não julguei nem julgo o MBL e o Vem Pra Rua apenas a partir do juízo que fazem de si mesmos. Ao contrário: já demonstrei apreço pela substância, sim, de suas ações. E por sua estratégia. E, nesse particular, eu e Olavo divergimos radicalmente.

Mas não é só divergência. Lamento profundamente os termos a que ele tem apelado para se referir aos rapazes e moças do movimento. Seus livros evidenciam que ele é capaz de muito mais. Não serei eu a propor a Olavo, aos 68 anos, que cuide da sua “De Senectude”, como, aos 54, já cuido da minha. Ah, Olavo! Você se fez professor de filosofia. Chegou a hora de aprender a ser mestre. E o bom mestre não é feito pelos discípulos. Os bons discípulos é que são feitos pelos mestres. Eu poderia chamar isso de um “princípio elementar da convivência civilizada”. Mas é só uma opinião.

Há modos de discordar das pessoas. Pode-se ser muito duro qualificando o debate e o interlocutor. Mas, para tanto, é preciso que a nossa atenção esteja voltada para o objeto em análise e, no caso de um mestre, para os que podem aprender com a experiência. Desde quando, Olavo, a vaidade do pregador conduziu a um bom lugar? Eu poderia classificar essa pergunta de um “princípio elementar das ideias bem-sucedidas”. Mas, de novo, é só uma opinião.

Sempre preferi que Olavo estivesse participando do debate público, não o contrário. Na medida das minhas possibilidades, sempre procurei dar visibilidade às vezes em que contribuiu para elucidar conceitos, posições, contraposições. Mas, a partir de certo ponto, ele perdeu a mão. E resolveu emprestar seu nome a depredadores do debate civilizado.

Pretendo esgotar aqui essa questão. Olavo não é notícia. Eu não sou notícia. O MBL, o Vem Pra Rua e outros movimentos é que estão por aí, afrontando as dificuldades para fazer valer alguns princípios civilizatórios. Já concordei com eles. Já discordei deles. Mas faço uma coisa e outra qualificando-os como interlocutores, não o contrário. E os defendi, sim, da baixaria, como já fiz antes quando o próprio Olavo de Carvalho era o alvo. Ou não fiz, Olavo?

E, por óbvio, Olavo não me deve nada por isso. A não ser o respeito devido a pessoas das quais discordamos, quando reconhecemos que estão na luta das ideias de boa-fé.

Eu não perdi a esperança, Olavo, de aprender um pouco mais. Faça o mesmo. É uma sugestão sincera. E não escrevo isso porque quero parecer bonzinho. Eu também sei ser mauzinho. Mas já estou naquela altura da vida em que acho o exemplo tão importante quanto as palavras.

É um princípio elementar da sabedoria.

Olhe pela janela, Olavo… Os adversários reais ainda estão entre os girassóis. Depois se volte para os lírios, que não fiam nem tecem. São citações, como você sabe. Não servem para excitar a fúria circense dos Bolsonaros da vida.

Você pode muito mais.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

223 comentários
  1. IVAN DE ASSIS FIGUEIREDO

    ReinaldoXXXXXXX na cascuda!

  2. PhaDupret

    PUTZ!!!! Excelente comentário!!!! Não sou de esquerda, apesar de ter tido (tempos atrás) ilusões de melhoria com um governo trabalhista. Mas com certeza fui bem educado nos princípios da civilidade. Adorei seu comentário. Esta seria a atitude de um mestre (longe de mim querer lhe deitar aos ombros tal responsabilidade) esclarecido.

    Vou ler com MUITO mais atenção seus artigos a partir de agora.

  3. Adonias-PB

    Não merece meu respeito esses ditos conservadores que se esgoelam na frente de um teclado de computador, chamam os outros de frouxos, arrotam palavrões, posam com um ar de superioridade divina, mas se recusam a fazer a luta política diária dentro do nosso país… a promover o bom combate ao lulo-bandilmismo no Brasil, enfrentando a fúria dos governistas a soldo in loco. Querem dá lição de luta política, mas se esquivaram (e se esquivam) quando o país mais precisa deles. Quando o país está tomado por uma quadrilha larápia comunista, eles preferem o conforto de viver num longínquo grotão de um país desenvolvido, querendo ensinar alguma coisa a quem ficou aqui e está lutando com as armas que dispõem contra esse estado de coisas. Por isso, estou nessa luta junto com vc, Lobão, Gentili, Sheherazade, os jovens do MBL etc. Força, Rei!

  4. Olívio

    Reinaldo tem razão!

  5. Alexandre

    Ótima resposta para um ótimo, mas destemperado, pensador.

  6. Goncalves Pereira

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  7. Dávio

    Gosto muito do Olavo de Carvalho, no geral, apesar de discordar de alguns posicionamentos dele. O mesmo se dá com o Reinaldo de Azevedo. Acho que os dois trabalham pelo mesmo objetivo – contra o comunismo lulo-petralha -, embora de formas diferentes. O que não se pode perder de vista é a justa indignação em face dos fatos que afrontam tudo o que é de acordo com a lei, a moral e os bons costumes. E, nesse sentido, o Reinaldo tem feito um excelente trabalho daqui do Brasil. Os adjetivos esquerda e direita perdem sentido diante do problema das classificações, pois, afinal, eles vem sendo empregados pela própria mídia esquerdista que não sabe mais diferenciar o certo do errado, por terem a consciência mutilada. E, nesse ponto, o Reinaldo está ajudando e muito o Brasil. Já elogiei, por outro lado, o Olavo em outras ocasiões. É hora dessas forças se unirem, Olavo e Reinaldo, e não divergirem. A discussão pública dos dois apenas faz o diabo rir. Pessoalmente, penso que a raiva por vezes manifestada pelo Olavo de Carvalho recentemente está ligada à observação de que as mudanças no Brasil, sobretudo políticas, irão durar mais tempo do que ele mesmo supunha. No mais, Reinaldo, continue sua luta contra o mal, como sempre. Fora Sapo Barbudo!

  8. Rodrigo


    Parabéns, Reinaldo. Você foi brilhante. Assim como você, também reconheço que Olavo publicou ótimas obras, mas o modo como ele tem se comportado, xingando o pessoal dos movimentos pró-impeachment feito uma criança birrenta, não condiz com o intelecto que ele mostra ter sem suas obras. É uma contradição bastante triste.
    Repito o que disse no outro post: você que é o mito!
    Abraço.

  9. Fernando Vieira

    Realmente Rei, você atingiu o nível de mestre. Sinto me feliz de te seguir na internet (desde o primeira leitura), de ler e de gostar de seus textos, mesmo nos poucos dos que discordo!

  10. Carol

    Brilhante!

  11. Danil

    O Brasil precisa de vocês dois sempre unidos informando e alertando os acontecimento perniciosos das esquerda.

  12. mauricio

    Ele vai achar a mensagem meio afetada mas, se tiver discernimento pode extrair algo engrandecedor. Se lho interessar, óbvio.

  13. Leal

    O Olavo, a quem admiro, foi infeliz ao tentar mensurar a sua inteligência no trecho que reproduzo aqui: “…é um simplismo indigno da sua inteligência, caro Reinaldo…”. A afirmação Soa, SIM, como um um passa-fora-menino, apesar de intrínsecamente parecer ser elogioso. Eu, com este nickname, já fiz críticas enfáticas aos seus artigos e, sistematicamente retorno aqui para me nutrir de informação e análise. Aprendi muito contigo. Você é o melhor jornalista do Brasil, escreve como se estivesse flutuando… Admiro não só o estilo, bem como a substância dos seus escritos! Discordo inúmeras vezes, mas com profundo respeito! No caso em análise, acredito que a sua resposta ao Olavo foi igualmente infeliz, não obstante compreendo a sua vontade de “dar o troco, Não vim aqui para botar ” panos quentes”, mas para tentar entender o que aconteceu. Vou continuar lendo a sua coluna e espero que você não modere as minhas críticas; seria indigno da sua inteligência…. Brincadeira!!!! Forte abraço do fanático por mentes brilhantes que têm o que acrescentar ao nosso confuso Brasil. Enviada do iPhone 4. Desconsidere pequenos erros.

  14. Rodney Randolfo Rezende

    Agora que as coisas desandam, quanto mais o lado das trevas se unem o lado que poderia clarear ofusca!

  15. Cristovam Ruiz Junior

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda petralho-pixuleca!

  16. Hugo

    Tolice acreditar que duas pessoas possam pensar sempre o mesmo, e mais tolo pensar que não sejam sábias por isso.

  17. Claudio F

    Você colocou as coisas em seus devidos lugares e cortou cerce esse debate estéril. Parabéns.

  18. Dení

    Rui Barbosa, ao chegar em casa, ouviu um barulho estranho vindo do seu quintal. Chegando lá, constatou haver um ladrão tentando levar seus patos de criação. Aproximou-se vagarosamente do indivíduo e, surpreendendo-o ao tentar pular o muro com seus amados patos, disse-lhe:
    – Oh, bucéfalo anácrono! Não o interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo ato vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares da minha elevada prosopopéia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com minha bengala fosfórica bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada.
    E o ladrão, confuso, diz:
    “- Dotô, eu levo ou deixo os pato?”

  19. Jesus Gonçalves

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  20. Felipe Carrasco

    Penso que como eu, a Carolina (3:16 pm) e tantos outros brasileiros honestos e bem intencionados estão lamentando que dois pensadores brilhantes tenham se envolvido imotivadamente nessa controvérsia imotivada cujo cerne é nebuloso. A essa altura os PTralhas estão nadando de braçada.

  21. Fernando Albuquerque

    Sempre nutri um misto de admiração e estranheza pela atuação do Sr. Olavo. Admiração pela erudição e pela proficuidade de seu trabalho, pela originalidade de algumas – muitas – idéias ; estranheza pela facilidade com que se engalfinha com interlocutores contra ou a favor, numa “pirraça” eloquente, por migalhas e tolices que fariam ruborizar uma criança, pela futilidade a gerar tal despautério. Temos de nos desviar desses faniquitos pra desfrutar de sua capacidade, mas vai ficando cada dia mais desgastante.

  22. Daniel Biluca

    Exercito dividido é exercito derrotado. Vamos seguir unidos porque é a forma mais possível de vencer. E para vencer precisamos ganhar a eleição. Para ganhar a eleição precisamos de um candidato. Se não é o Bolsonaro quem será um nome viável e a tempo?

  23. Tomás

    É hora de nos unirmos. Deveríamos deixar essas questões para depois de derrubar a esquerda que está no poder. Prioridades. A esquerda deve estar adorando essa briga.

  24. Andrew

    Caro Reinaldo, acompanho a tempos sua coluna na revista bem como seu programa no rádio e felizmente não concordarei sempre com suas opiniões ou de quem quer que seja. Também, não adianta atacar quem quer que seja a fim de justificar a sua defesa aos aos crimes que o MPL e BVPR são responsáveis durante suas manifestações. Responsáveis sim, pois se não coadulam com a presença e conduta de tais grupos criminosos, também nada fazem no sentido de os proibirem em seus protestos ou os identificarem às autoridades policiais para que sejam responsabilizados por suas ações criminosas.
    E aos demais fanáticos de pensadores x ou y, quem ganha com a discussão saudável e no debate de opiniões contrárias é o estado democrático de direito e não PT ou qualquer grupo de esquerda, na verdade, foi exatamente neste ponto em que eles falharam.

  25. Carolina

    Fico triste ao ver os principais personagens do pensamento de direita brasileira brigando publicamente quando é o momento que o pais mais precisa de convergência para eliminar o projeto bolivariano do Brasil.

  26. valren da luz

    Reinaldo,
    Sei que provavelmente não aprecia comparações deste tipo, por isto escrevo por necessidade minha de expressar esta opinião e não para agradá-lo. Depois deste seu texto, tenho a convicção que você se tornou muito maior e melhor que Olavo de Carvalho.

  27. Néia

    É incontestável a qualidade crítica de Olavo e seu raciocínio lúcido. De igual modo, o Reinaldo. O que se observa é que o MBL e o Vem pra Rua, o Reinaldo, o Bolsonaro e o Olavo convergem no sentido único para a conscientização da população em algum aspecto relativo. Todos idealizam um Brasil administrado, não por políticos, mas, acima de tudo, por tecnocratas sérios e altamente qualificados em suas respectivas áreas, pessoas inteligentes, racionais e capazes de enxergar longe. Todos concordam que o Brasil, em um futuro próximo tenha em sua gestão uma equipe de liderança, cujos princípios sejam pautados, basicamente, na moral, na ética, e no parâmetro da justiça. Ou não?

    Creio que a faixa de leitores mais inteligentes não se compraz em ver seus palestrantes se digladiando entre si (‘guerrinha fria’). Isso é absolutamente desagradável, denota imaturidade e cria uma cisão no raciocínio em questão. Além disso, não acrescenta nada e, apenas nos remonta à época do Prezinho (quando a tia vinha aplacar os ânimos agitados dos ‘encrenquinhas’). Quando os canalhas políticos e seus associados veem seus antagonistas se confrontando entre si, eles se sentem ‘invencíveis’!

    Divergências de ideias são sempre bem-vindas e representam sempre um desafio, nunca uma ameaça quando estamos atentos a nós mesmos. Temos o poder de discernimento. O conteúdo pode ser proveitoso como questionamento para repensar novas teses. Quem sabe? Ou no máximo, rejeitá-lo. Quando há discordância e a questão é levada às últimas consequências, então surge um enredamento conflituoso entre os grupos. Perde-se o direcionamento e retarda-se o avanço. Portanto, é imprescindível atenção aguçada para saber dimensionar os limites.

    O Olavo e o Reinaldo expõem, com frequência, o debate crítico de ideias relevantes e esclarecedoras para uma sociedade mais coerente. O MBL e o ‘Vem pra Rua’ iniciaram uma atuação importante de caráter informativo na politização dos jovens. Analiso, sempre que disponho de tempo, vários discursos relacionados e muitos outros afora. Por vezes, discordo de alguns e, como um ser pensante, me atenho a análise pessoal e mantenho o meu sensor sempre ativo para processar as informações recebidas. Temas pertinentes têm sido defendidos por todos esses colaboradores como o combate sistemático à erotização precoce de criancinhas com o agravante aliciamento ao homossexualismo; a erradicação imediata do doutrinamento político em todas as esferas educacionais (escolas, faculdades, universidades); o expurgo dos canalhas nos três poderes; aluir o aparelhamento do Estado, extinguir o patrimonialismo da gestão pública, etc…

    Entretanto, a mudança só se consolidará quando houver coesão e disposição para somar conhecimento e forças para enfrentar à tirania hegemônica, seja ela de direita ou esquerda, e destituir, definitivamente, de seus ‘cargos’ públicos, essa elite de decrépitos e decrépitas delinquentes arraigados no poder (apesar do envelhecimento, só evoluíram mesmo nas rugas!) e substituí-los por uma liderança de novos gestores (com inclusão de jovens) que agreguem novos valores e que sejam qualificados, providos de capacidade e sensibilidade para introduzir um modelo de governo mais humanizado, organizado e responsável semelhante aos países mais evoluídos.

  28. Mauro Carvalho

    O inimigo é outro! E se defendem muito bem escorando no aparelhamento.

  29. paulo bel cristovão

    Estamos em guerra…..E é assim mesmo!
    Enquanto uns jogam granadas, outros preferem envenenar a água toda!
    O importante é a queda do sistema comuna-larápio!

  30. RGS(Pesquisador)

    É fato,o filosofo Olavo de Carvalho,tem apresentado com discursos bem diferente há um bom tempo!.Será que se trata de alguma “MANDINGA” feita por membro do PT,contra o baluarte do direito e da democracia brasileira ().

  31. Igor Damaso de Camargo

    Ambos, Olavo e Reinaldo são de um esclarecimento raro, não consigo entender como pode haver divergências entre pessoas que basicamente tratam dos mesmos assuntos e com visões semelhantes. É quase como um casal de novela que agente torce para dar certo, mas que por causa de um detalhe qualquer passam a trama toda em lados opostos.

  32. Paulo Abrantes

    Reinaldo,
    Obrigado pelos esclarecimentos lúcidos e fraternos ao Olavo. Ele merece isso pela sua inteligência, cultura e vontade de acertar.

  33. Rebecca Aguiar EUFROSINO da Silva de Carvalho

    Apenas para coplementar o comentário anterior…
    O PT só é o que é hoje é só tem o poder que tem hoje pq eles aprenderam muito bem que Exército forte é Exército unido. 300 de Esparta Senhores!!!

  34. Rebecca Aguiar EUFROSINO da Silva de Carvalho

    Senhores, Olavo e Reinaldo, tudo o que os corruptos do país precisam é a divisão do exército daqueles que lutam por um país melhor.
    Exército dividido é Exército derrotado.
    Viremos a página, deixemos os mau-entendidos que os textos geram de lado e peçamos a Deus SABEDORIA para continuar lutando pela democracia e pelo crescimento do país.

  35. Francisco Marques

    Não haveria nenhuma graça, muito menos aprendizado se todos comungassem das mesmas ideias e pensamentos só de Olavo, ou só de Reinaldo, ou só de Bolsonaro e outros ocultos.

  36. Márcio

    Consigo discordar de pontos de vistas de um e de outro, mas permaneço amigo de ambos. Sigamos em frente, pois o bom combate continua. Saúde e vida longa a Reinaldo e Olavo.

  37. Heitor

    Sinto falta de uma gotinha de Paulo Francis no estilo de escrever dos dois. Seria perfeito. Presto atenção nisso. No resto não. Os fatos, MBL etc. Praticamente nada do que diz respeito ao Brasil me interessa. Aliás, o Brasil tem jeito? Jura? Agora, gente inteligente e culta discutindo é bom, a gente aprende.

  38. marcos

    Parodiando: se estamos todos em lados opostos, a favor de que vamos lutar?

  39. ps

    Tio Rei,…Vamos centrar no que interessa, ou seja, defenestrar a petralhada do poder!

  40. Indignado

    Sou mais velho do que Reinaldo e mais jovem do que Olavo. Aliás, estou exatamente na média dos dois (61 anos). Aprendi, e continuo aprendendo muito com ambos, são luzes na escuridão política em que a esquerda mete-nos a todos. Agora, na minha modesta opinião, entendo que neste momento Reinaldo está certo. O professor Olavo, principalmente nos hangouts da Terça Livre no Youtube, está se excedendo nas críticas ferozes e mal-educadas que faz a pessoas que assim como ele, mas de forma diferente, lutam para derrubar a canalha atualmente no poder. Também penso que ele pode muito mais, sem precisar agredir outros que na verdade estão do mesmo lado que ele. Reinaldo, por seu turno também poderia ser menos ácido com Bolsonaro, ele não é o monstro que pinta, e quer atuar dentro da Lei, sem saudades dos militares.

  41. jose dailton barbieri

    Parabenizo os três: Reinaldo, Olavo e Bolsonaro. Cada um expõe sua opinião e o leitor consciente extraí do referido debate mais conhecimento. Penso que todos saem “ganhando”. As mistificações esquerdopatas merecem ser desconsideradas.

  42. Alice no País...

    Olavo escreve bem. Ainda que o leitor não esteja de acordo com o que ele escreve é inegável que ele escreve bem: expõe um tema com sequencia lógica e de forma didática (mas se as suas conclusões são certas ou não – isso é discutível). Aliás, é perfeitamente possível reconhecer que uma pessoa tem boa oratória, boa escrita, etc., sem concordar com o que ela escreve ou fala. Porém, em alguns vídeos da internet o Olavo acabou se “empolgando” demais. Não tenho conhecimento do caso em questão, objeto desta coluna (o tal ataque verbal de Olavo contra os dirigentes do MBL, do Vem pra Rua e afins).

    Quanto ao Bolsonaro, ele parece que vai continuar sendo (sempre) um deputado federal, pois tem um eleitorado garantido, mas nenhuma chance num cargo do Poder Executivo porque ele precisar falar, de tempos em tempos, pequenas sandices para animar o seu eleitorado e garantir mais votos. Será? De qualquer forma, enquanto constituírem uma minoria ruidosa, mas sem poder de fogo efetivo, o que seria de nosso Legislativo sem Bolsonaros, Tiriricas, Jean Willys e outras figuras para animar um pouquinho os brasileiros?

  43. Wagner Pereira

    Em um aspecto o PT e sua linha auxiliar (PSL, PSTU, PCO, PC do B, etc.) são eficientes no que fazem porque não costumam discordar nos seus métodos. Já a turma do bem fazem isso constantemente e em público. Vamos nos unir em torno do objetivo maior e deixar de lado a vaidade — que, segundo o Eclesiastes, é o maior dos males a contaminar o ser humano.

  44. Olivia

    Olha o que faz, o rancor quando se junta com a vaidade! Destrói princípios elementar de sabedoria!Fato!

  45. Marcelo

    Não é hora de brigas entre pessoas que estão atrás do mesmo objetivo maior. Falou tudo Reinaldo!

  46. ILLA

    Excelente!É sempre uma aula de sabedoria!Você sempre me faz pensar com seus comentários!E sempre chego a uma conclusão:Sempre tem razão!Às vezes chego a descordar no momento,até fico brava,acho que você está bandeando para a lado de lá.Depois…

  47. John

    Muito bom Reinaldo. Infelizmente, o Olavo se mostra cada dia mais pretensioso e ranheta…

  48. Dourado dos Santos Pereira

    Reinaldo, sempre elucidativo! Texto impecável. Muitos dos comentários à altura do texto. Destaco o de Ribeiro: vamos manter nossa coerência e combater os petralhas dentro da ordem. E continuo sem entender como os homens de bem têm tanta dificuldade em se unir enquanto os malévolos se juntam em bandos com facilidade.

  49. Edson

    Olha estou surpreso com o olavo por nesse texto,ele não escrever que faz 30 anos que ele estuda sobre o assunto.
    Na maioria do vídeo ou texto que ele faz ele fala isso ou escreve.

  50. Carlos Gomes

    Aconselhar mestres somente mestres Reinaldo. Lute do seu jeito e Olavo, Bolsonaro e os movimentos de rua cada um do seu modo. Esta discussão está ficando chata,.