Blogs e Colunistas

07/02/2012

às 20:38

Projeto “TAMAR” em vez do projeto “MATAR”

Do leitor Marc, sobre a ironia que fiz com a equiparação de fetos humanos a ovos de tartaruga:

“É o velho binômio: Projeto TAMAR vs Projeto MATAR”

Eu diria, meu caro Marc, que não é “versus”. Vamos pedir que o projeto “TAMAR” tome o lugar do projeto “MATAR” e proteja também os fetos humanos

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

14 Comentários

  • Sérgio

    -

    22/2/2012 às 10:12 am

    Quais serão as políticas publicas estão destinadas às mulheres que estão sendo e continuarão sendo abortadas? Caso não tenham sido aventado, 50% dos abortos são de mulheres. Qual a proteção que será destinada a essas mulheres? Terão uma lata de lixo com rendinhas cor-de-rosa? Que o Criador nos proteja das incoerências dos nossos governantes. Parabéns, Reinaldo.

  • Mauri

    -

    8/2/2012 às 10:30 pm

    Reinaldo, quero parabenizá-lo por seu trabalho. Normalmente, a gente se esquece de agradecer às pessoas que genuína e desinteressadamente se dedicam à causa do Brasil. Você é uma dessas poucas pessoas que há neste país, um verdadeiro patriota, a quem muito devemos. Obrigado por existir. Obrigado por ser jornalista. E meus sinceros parabéns!
    Que Deus lhe dê forças cada vez mais!!!!

  • Maria Isabella Gedeon Izar

    -

    8/2/2012 às 5:36 pm

    Parabéns Reinaldo Azevedo pela defesa da vida. Concordo com você referente ao Projeto Itamar… Que triste as tartarugas e os seus ovos terem maiores valores que o feto humano. Que Deus vos abençoe e ilumine seu caminho para continuar nessa defesa a Favor da Vida.

  • Ricardo Acera

    -

    8/2/2012 às 3:10 pm

    O projeto Tamar hoje, é muito mais comercial do que você possa imaginar. Eles não estão mais qualificados para proteger fetos humanos, a não ser que role uma boa grana com isso, ai sim, ele protegem até a mãe do guarda.

  • toninho malvadeza

    -

    8/2/2012 às 2:58 pm

    Tio Reinaldo que tal criarmos o “DEFESO EM PROL DOS FETOS ?”

  • Messias

    -

    8/2/2012 às 7:44 am

    Há alguns anos, o advogado Cícero Harada escreveu um artigo sobre o mesmo assunto e foi feito até um blog, já que o artigo gerou polêmica.

    Aqui está o blog: http://tamarmatar.wordpress.com/o-debate/

  • Ricardo

    -

    8/2/2012 às 7:15 am

    Esse governo está mais é para Projeto “TÁ MAR” (sic)…

  • Lis

    -

    7/2/2012 às 11:22 pm

    O poeta Mário Quintana escreveu: “O aborto… é um roubo… Nem pode haver roubo maior. Porque, ao malogrado nascituro, rouba-se-lhe este mundo, o céu, as estrelas, o universo, tudo!”

  • suely

    -

    7/2/2012 às 10:37 pm

    Reinaldo,
    O PT, Dilma, Eleonora, alguns artistas e parte da sociedade querem determinar às mães inconseqüentes que exterminem suas crias a terem de fazer eles mesmos.

  • tomas de jesus

    -

    7/2/2012 às 10:32 pm

    Reinaldo,
    Você viu a proposta de reforma de código penal que está sendo engendrada nos bastidores do governo petista? é o plano nacional-socialista de direitos humanos consolidadndo-se em código penal. Veja só um trechinho:
    Eutanásia

    Art. 122. Matar, por piedade ou compaixão, paciente em estado terminal, imputável e maior, a seu pedido, para abreviar-lhe sofrimento físico insuportável em razão de doença grave:

    Pena – Detenção, de dois a quatro anos.

    § 1º O juiz deixará de aplicar a pena avaliando as circunstâncias do caso, bem como a relação de parentesco ou estreitos laços de afeição do agente com a vítima.

    Exclusão do crime (de aborto)

    Art. 128. Não há crime se:

    I – se houver risco à vida ou à saúde da gestante.

    II – a gravidez resulta de violação da dignidade sexual, ou do emprego não consentido de técnica de reprodução assistida;

    III – comprovada a anencefalia ou quando o feto padecer de graves e incuráveis anomalias que inviabilizem a vida independente, em ambos os casos atestado por dois médicos.

    IV – por vontade da gestante até a 12ª semana da gestação, quando o médico constatar que a mulher não apresenta condições psicológicas de arcar com a maternidade.

    § 1º Nos casos dos incisos II e III, e da segunda parte do inciso I, o aborto deve ser precedido de consentimento da gestante, ou quando menor, incapaz ou impossibilitada de consentir, de seu representante legal, do cônjuge ou de seu companheiro.

    Ou seja, pretende-se que o novo Código permita aos filhos matarem os seus pais, e aos pais matarem os filhos. Sentiu firmeza? Não é bom você denunciar isso não?

  • FlávioAugusto

    -

    7/2/2012 às 9:48 pm

    Reinaldo, quero parabenizá-lo por seu trabalho. Normalmente, a gente se esquece de agradecer às pessoas que genuína e desinteressadamente se dedicam à causa do Brasil. Você é uma dessas poucas pessoas que há neste país, um verdadeiro patriota, a quem muito devemos. Obrigado por existir. Obrigado por ser jornalista. E meus sinceros parabéns!

  • Anderson

    -

    7/2/2012 às 8:59 pm

    Reinaldo, digite Tamar Matar no Google e encontrarás um blog que trata do antológico artigo “O Projeto Matar e o Projeto Tamar: o Aborto” de autoria do Dr. Cicero Harada, cuja repercussão foi muito grande na época.

  • @MauroVS

    -

    7/2/2012 às 8:58 pm

    Eu apoio o projeto TAMAR.

  • Joel Xavier de Macedo Jr.

    -

    7/2/2012 às 8:56 pm

    Reinaldo,

    Quando tiver um tempinho, dê uma conferida nessa excelente entrevista com o Padre Lodi. Ele é um vigoroso lutador pelos direitos dos nascituros:

    http://www.veritatis.com.br/inicio/blog/816-o-aborto-gera-cobaias-humanas

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados