Blogs e Colunistas

20/03/2013

às 22:59

Prédios do “Minha Casa Minha Vida” destinados a desabrigados do Morro do Bumba podem desabar

Prédios do “Minha Casa Minha Vida”: nem foram inaugurados e já ameaça cair; construção está atrasada

Do Jornal Nacional:

Cidadãos brasileiros que sobreviveram à tragédia do Morro do Bumba, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, há três anos, ainda não recuperaram um teto. A construção dos apartamentos que eles receberiam parou, simplesmente porque prédios do condomínio que custou R$ 22 milhões correm risco de desabar.

As imagens das rachaduras podem ser vistas do alto. De perto, não deixam dúvidas de que a construção está em risco. Elas aparecem em pelo menos dois dos 11 prédios do conjunto habitacional no bairro Fonseca, em Niterói. São obras do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, para onde irão vítimas das chuvas que atingiram a cidade há quase três anos.

São 454 famílias do Morro do Bumba, uma favela construída em cima de um antigo lixão que desmoronou, matando 47 pessoas. Algumas, até hoje, vivem em abrigos.

As obras deveriam ficar prontas em junho. Mas a empresa responsável informou que neste momento os trabalhos estão paralisados. Um gerente da empresa afirmou que dois prédios vão ser demolidos.

“O grande acúmulo de água acabou levando o solo e acabou causando trincas no empreendimento. A gente vai demolir os prédios e fazer novamente. Não vai nem fazer reforço, não vai fazer nada. Vai colocar o chão para poder fazer de novo essa situação para ter maior segurança”, declarou Waldemar Neto, gerente da Imperial Serviços LTDA.

Cada edifício custou R$ 2 milhões. A Caixa Econômica Federal, que financia o projeto, aguarda um laudo técnico para avaliar quem vai arcar com esses gastos.

“Se se caracterizar como acidente de obra, quem paga é um seguro, porque todas as obras da casa têm um seguro, e essa seguradora será chamada para botar o recurso necessário. Ou se tiver problema de vício da construção, a construtora, como responsável técnica, que paga”, disse José Duarte, vice-presidente de Governo e Habitação.

A Imperial Serviços disse que engenheiros estão avaliando se há riscos em outros edifícios. E ainda não tem um novo prazo para a entrega da obra. A prefeitura de Niterói declarou que três mil famílias que ainda estão sem casa recebem um aluguel social pago pelo governo do estado no valor de R$ 400.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

102 Comentários

  • barbara

    -

    13/1/2014 às 2:12 pm

    que coisa o meu nome nunca e sorteado!!!tem pessoas que tem casa e ainda sao sorteados… eles devem verificar se a pessoa ja tem casa,antes de entrega-lo a moradia.isso e uma injustiça.

  • amauri oliveira

    -

    20/7/2013 às 8:43 am

    no dia em que o dinheiro do povo for bem aplicado e bem fiscalizado corremos o risco do nosso pais mudar de nome mas como isso não vai acontecer numca continua sendo BRASIL.

  • ANDREZA

    -

    14/4/2013 às 9:16 pm

    discaso total com essas pessoas chega ate ser vargonhoso uma situaçao dessas

  • Fernando Villa Alvarez

    -

    31/3/2013 às 4:40 pm

    A solução é desmantelar a rêde montada por eles que estão no poder,A grande maioria do povo brasileiro não sabe votar, e ninguém tem coragem de ensina-los.Aqui vai o conselho:
    “Não reeleger nenhum político nem votar em candidatos dos partidos da situação,principalmente,PMDB e PT”.
    Não adianta dizer que não resolve!Ë alternância de poder!

  • País de banana

    -

    28/3/2013 às 11:51 am

    Banania é uma república de bananas da América Latrina, habitada por 200 milhões de espertos que ficam trapaceando uns aos outros e se dividem e revezam para tocar tambor, rezar, chutar bola e parir para ganhar bolsa família.

  • Anónimo

    -

    25/3/2013 às 1:24 pm

    E alucinadamente gastam milhões em estádios de futebol, e estes pobres coitados ………

  • yoyo

    -

    24/3/2013 às 5:58 pm

    Desculpe digitei errado é Alckimin

  • yoyo

    -

    24/3/2013 às 5:57 pm

    Se isso aconteceesse em SP imagino a gritaria do Lulla e dos petistas contra o Alckmine o PSDB

  • yoyo

    -

    24/3/2013 às 5:55 pm

    O pior que o povo continua votando nelles!
    E a oposoçaozinha que nao pede o impeachment da presidantA?
    pq a oposiçaozinha fica calada? Parece cumplice do PT
    Aff

  • Jorge Luís dos Santos

    -

    22/3/2013 às 11:09 pm

    As instituições democráticas aos poucos estão sendo sabotadas pelo governo do PT. A ideia de sociedade que se tem em mente é aquela representada por favelas e suas condições. Como disse o próprio Reynaldo Azevedo, o Brasil é um país perigoso. Ele tem, infelizmente, razão.

  • Giba

    -

    22/3/2013 às 9:11 pm

    Essa sem vergonha, essa presidenta …, esses politicos corruptos, corja do infernos.Sem contar que essas empreiteiras, ajudam com que seja sonegado todo o dinheiro que vai pra essas construções. Pra encher os bolsos, compram materiais de 5ª como se fosse de 1ª,,,,,e o dinheiro vai pro bolso de muita gente envolvida. E a consiência desses filhas da puta como fica:?? malditos….

  • pedro couto

    -

    22/3/2013 às 3:41 pm

    É isto ai povão! Estes pombais construídos pelo Governo, com nome de “Minha casa minha vida”. Nada mais é do que um pesadelo. Alem do mais são construídos com materiais de péssima categoria, para não onerar o seu valor, pois quanto mais economizar será maior o lucro das Construtoras. E o pobre coitado que sempre sonhou com a sua casinha, ao tomar posse deste imóvel, ai começa a grande decepção. É rachadura aqui, infiltração ali e por ai vai. Agora, como disse a Presidente Dilma Roussef, quando de sua estada em Roma de que “Deus é Brasileiro”, porém não Petista. Posso até acreditar em sua afirmação, pois os pombais construídos pelo PT. Ruíram bem antes de serem entregues ao pessoal. Isto o que está acontecendo podemos atribuir ao Lula, o inventor deste Brasil atual, onde nada funciona pois encontra se num caos total.

  • jjguzera

    -

    22/3/2013 às 2:27 pm

    Isso deveria dar pena de morte para os responsáveis, bandidos que fizeram essa obra, eu também estou pagando para essa safadeza, país de corruptos.

  • O Locutor

    -

    22/3/2013 às 12:46 pm

    O silêncio do CreaRJ é vergonhoso!!!Sera que tem taxa de sucesso?

  • Theresa

    -

    22/3/2013 às 10:33 am

    Terceiro mundo, promovido a segundo pelos números maquiados do IBGE.

  • Narciso

    -

    22/3/2013 às 9:25 am

    E ela gastando exageradamente com um monte de parasitas na visita ao Papa. Pobre ainda vota e dá ibope de 63%.
    este é meu Brasil!!!!!!

  • Edene C. Santana

    -

    21/3/2013 às 10:46 pm

    Esses prédios foram mostrados ontem 20/03, hoje 21/03 foram mostradas casas que foram construidas pelo famigerado minha casa, minha vida, que fotografadas de cima parece que estão em um lugar que a qualquer chuva vai encher, como de fato encheu e as casas estão em grande parte rachadas. Viva o pt, viva o lula e viva a dilma com 63% e ninguém reclama. E em uma UBS aqui de São Paulo já está fazendo 45 dias que não tem kit para fazer exames de glicemia, viva o pt, viva o lula e viva a dilma.

  • Wesley Gomes

    -

    21/3/2013 às 10:17 pm

    Essas “moradias” do projeto “Minha Casa minha Vida” que se encontram em ruína ou pior, em estado de desmoronamento é a falência da moral, da ética, do respeito à família, ao Brasil, às gerações atuais e futuras; o mal-exemplo aos jovens que despertam para a vida adulta. Parte expressiva dos brasileiros não ama o Brasil, não ama a sua própria família, não amará os seus futuros descendentes; enfim, não ama a sua própria vida. Pobre deste País onde vivem muitos que não se amam e não se respeitam. -

  • Lele

    -

    21/3/2013 às 7:10 pm

    Alguem reparou nas casas mostradas ontem na tv, são de paredes pre-moldadas e estão num terreno em encostas, isto é, locais de risco?

  • Angelo

    -

    21/3/2013 às 6:57 pm

    Senhores,Vergonha e Incompetência,é pouco para tamanho
    descaso com a responsabilidade,são verdadeiras armadilhas
    para quem habitará nessas construções mal feitas,o que vale
    mesmo é o alarde da mediocridade sobre o programa,de 5°
    categoria.

  • Dalton C. Rocha

    -

    21/3/2013 às 4:55 pm

    É o jeito petista de se governar!

  • Trè Belle

    -

    21/3/2013 às 4:52 pm

    Vergonha!!!Vergonha!!!!!!Mais parecem casinhas feita de caixas de fósforo!!!
    Esses apartamentos “serão minha casa, minha jazida!!!(isso mesmo que alguém já comentou!).
    CADÊÊÊ AS VIGAS, as colunas DE SUSTENTAÇÃO????? eu, que sou uma leiga nesse assunto, vi logo de cara esse ERRO astronômico!!!! Imaginem agora, os alicerces que ficam escondidos embaixo da terra!!!!Será que existem??? Dou chicabom para quem acertar!!!
    MÃE DO PAC!!!!! Está mais para “mãe da morte”), praticinando tantas mortes, será que o povo está virando zumbi??? que não enxerga um metro após o nariz!!!!!Que absurdo!!!!

  • Marinho

    -

    21/3/2013 às 4:40 pm

    SouzaRJ, o que esperavas de uma guerrilheira de araque? Quando a justiça começar a cobrar os atrazados desta senhora,fazê-la acordar para a realidade,muitas lágrimas serão derramadas. Vamos aguardar para ver se neste país existe realmente justiça.

  • siegmar metzner

    -

    21/3/2013 às 4:18 pm

    A “presidanta” não acaba de dizer que as pessoas morrem soterradas por não quererem sair do Lugar onde correm risco?
    Estas pessoas humildes não tem para onde ir, não tem opção, ou morrem soterradas onde estão Agora, ou morrem soterradas na “MINHA CASA, MINHA MORTE”.
    Finalmente fica claro o que significa PAC ” PLANO DE ACELERAÇÃO DE CADÁVERES”

  • SOUZARJ

    -

    21/3/2013 às 3:10 pm

    Enquanto isso!
    a comitiva dos “ditos socialistas” para ver o Papa gasta R$ 324 mil em três dias. Que vergonha!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    268 pessoas, sendo 144 crianças estão alojadas (abandonadas) na ex-sede do 3 BI, em S. Gonçalo-RJ desde a trajédia no lixão de Niterói, em 2011. Isso é que é ser “EXCLUÍDO”. Acho que deveriam visitarem o “excluidos” em Niterói e ajudá-los destinando essa quantia gasta para compra de alimentos já que está sobrando dinheiro para passeios.
    Obs: Ela não beijou o anel do Papa. Só apertou a mão.
    Falta de respeito que muitos notaram.

  • claudia

    -

    21/3/2013 às 2:17 pm

    Isso acontece também com as obras do PAC. As construções são feitas a toque de caixa, com material de 5ª, sem nenhum projeto adequado, quando não ocorrem em terrenos que os próprios futuros moradores sabem ser alagadiços, como ocorreu aqui no RJ. Tudo é feito, como se diz, nas coxas, por um programa eleitoreiro e nosso dinheiro vai para o ralo. Acho que os moradores, isso já está acontecendo por aqui, tem de denunciar esses ¨malfeitos¨, até porque sentem-se enganados e saem de uma área de risco para outra, fornecida pelo próprio Governo. Alô, Ministério Público!

  • Anónimo

    -

    21/3/2013 às 2:01 pm

    Governo e Prefeitura de São Paulo buscam alternativas para “pancadões”
    Terça-feira, 19/03/13 – 20:28
    Um grupo de trabalho foi criado entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública e a Prefeitura de São Paulo para buscar alternativas aos “pancadões” – bailes de rua não autorizados que geralmente acontecem na periferia da Capital e têm provocado a reclamação por desreseito à lei do silêncio.

    A criação do grupo foi definida em reunião entre o secretário Fernando Grella Vieira e o prefeito Fernando Haddad. A ideia é que o grupo promova alternativas culturais e de lazer nas regiões onde existem os pancadões – mais de 300 pontos na Grande São Paulo, segundo estimativas da PM. E paralelamente, adotem-se medidas preventivas para que os eventos não aconteçam irregularmente.

    Por não serem autorizados, os “pancadões” costumam atrapalhar o sossego dos moradores das regiões, sendo uma das principais ocorrências na Central de Operações da Polícia Militar (Copom). “Essa questão precisa ser estudada, pois além de promover a desordem, os bailes costumam envolver crianças e adolescentes. Por esse motivo, agentes municipais da área social poderão fazer contato com as comunidades para que se construa um alinhamento e os equipamentos públicos de lazer sejam utilizados para esses eventos”, afirmou Fernando Grella.

    Para Haddad, essa é uma questão que precisa ser estudada com cautela, por envolver o acesso a cultura por parte dos jovens. “Nós iremos começar a desenhar um programa de comum acordo, pois não podemos fechar uma porta para os jovens, por mais complexa que ela seja, sem abrir outra”, afirmou.

    A ideia é iniciar um diálogo com os líderes das comunidades, representantes da sociedade civil e do Ministério Público para a formação de um plano de trabalho e assim identificar os principais locais onde hoje são realizados esses eventos.

    Grella e Haddad avaliam ser fundamental oferecer acesso a cultura nos mesmos períodos que os jovens buscam esse acesso. “A ideia é estreitar os trabalhos conjuntos com a Prefeitura para chegar a este objetivo”, explicou o secretário. “Nós vamos referenciar esses locais, verificar os equipamentos públicos próximos, se eles têm iluminação noturna, se é possível abrirmos e em que medidas, para que o jovem possa usufruir desse equipamento e se divertir de maneira saudável, longe do crime e das drogas”, afirmou o prefeito.

    A Prefeitura pretende utilizar os equipamentos públicos já existentes na capital para a realização dos bailes, com a presença do Estado garantindo que as pessoas se divirtam com segurança, sem apologia às drogas ou ao crime. “A nossa ideia é apresentar alternativas. Quando eles acontecem na sexta-feira à noite, também vai ser na sexta-feira à noite. Quando acontecem em um sábado, será no sábado. É a única forma de você trazer essa juventude para algo mais sadio e nós queremos envolvê-los. Nós faremos junto com eles. Entraremos junto com a sociedade civil organizada”, explicou o secretário municipal de Coordenação das Subprefeituras, Chico Macena.

    Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública

  • Ferrabraz

    -

    21/3/2013 às 1:37 pm

    … mas que obra e visão do inferno é esse PAC, saem do lixão para essas arapucas e gaiolas do inferno. Isto sim que é obra do Diabo, ops Dil má.

  • Francisco Magalhães Barros Junior

    -

    21/3/2013 às 1:28 pm

    Minha Casa Minha Vida “MEU TÚMULO”.

  • Um conde

    -

    21/3/2013 às 1:08 pm

    Reinaldão, essa é a classe média que os políticos fazem alarde. Moram em cima de um terreno comprometido. Sem falar que o material empregado deve ser de terceira.

  • Celina

    -

    21/3/2013 às 1:06 pm

    E quem vai dormir sossegado nesses prédios feitos com cuspi, ou melhor, saliva com um pouco de água de poço???

  • Observer

    -

    21/3/2013 às 12:43 pm

    E a Rousseff gastando o dinheiro do cidadao brasileiro em Roma e nao para por ai,pois a lula vai fazer o que no continente africano com (diz ele)passagem financiada por empreiteitas?Mas nao seria o lider da iurd que estaria financiando esta viagem pois esta maldita seita esta exterminando o povo africano em nome de Deus.Mas estes dois individuos nao poreriam sequer sair do Brasil?A Lei Nao é Igual para Todos?Ou no Brasil a Lei é Igual Apenas para o contribuinte?A Rousseff,deveria devolver todo o dinheiro,pois o consulado de Roma existe para isto ou nao??????Ou ela nao se mistura com os funcionarios daquela repartiçao?Ou deveria fazer algo muito escondidinho…

  • Anónimo

    -

    21/3/2013 às 12:40 pm

    As obras do minha casa minha dívida não precisariam nem ruir para serem consideradas escandalosamente ruins. Porém, se os indecentes prédios sub-populares começarem a despencar, não ficará pedra sobre pedra, literalmente.

  • BRITO

    -

    21/3/2013 às 12:35 pm

    Tio Rei, tanto a “presidenta” como o chefe da Turma do Guardanapo deveriam ser enquadrados no art. 171 do Código Penal – usam de ardil (ou seja, palavrório, para prometer, enquanto podem, a recuperação das áreas afetadas pelas intempéries desde 2011 e, neste caso, seguem a Cartilha do Doutor Honoris Causa que só fala, mas fazer, que é bom, “niente”!

  • SidneyCWB

    -

    21/3/2013 às 12:33 pm

    Conseguiram: chegaram às áreas técnicas!!! Meu Deus, que vergonha ser Engenheiro Civil!!!!

  • BETHS

    -

    21/3/2013 às 12:03 pm

    Lembrei daquela personagem da Escolhinha do Professor Raimundo,que sofria nas mãos de um marido cruel mas repetia o bordão “eu gooossstio”. Aprovação altíssima para a gerenta?! O povo gooossstia!

  • A. Soares

    -

    21/3/2013 às 11:57 am

    Para um edifício que custou R$ 2 milhões a Caixa Econômica Federal, ELE NÃO ESTÁ NADA BEM NA FOTO!
    Prédios aparentando péssima qualidade e mau acabamento. Não se tem o mínimo respeito com o ser humano… se é pobre então.
    Com dinheiro público “sobrando” para financiar esse tipo de obra todos os companheiros estão operando uma pequena construtora.

  • Andre

    -

    21/3/2013 às 11:45 am

    BUEMBA, BUEMBA, BUEMBA: DEPOIS DE ELOGIAR O NEURÔNIO SOLITÁRIO AO VIVO NA REDE GROBO, LOURO JOSÉ JÁ RECEBEU UM TELEFONEMA DA PRESIANTA DILLMA DUCHEFF CONVIDANDO-O PARA CHEFIAR O MAIS NOVO MINISTÉRIO, CRIADO EXCLUSIVAMENTE PARA ELE: O MINISTÉRIO DA PAPAGAIADA………… SALVE SALVE, BRAZIÚ PETRALLHA! …………

  • wanda

    -

    21/3/2013 às 11:43 am

    É uma vergonha! Já o terreno escolhido era impróprio para as construções. Se vão fazer moradias para os pobres porque não fazer o melhor! Com esse valor de 2milhões para cada prédio é um absurdo acontecer isso. Vergonha! Vergonha!

  • Sônia

    -

    21/3/2013 às 11:42 am

    E ainda dizem que a “presidenta” tem recorde de aprovação. Entrevistaram 2.002 pessoas no páis todo, sabe-se lá aonde e ela já é a presidente mais bem avaliada que já existiu neste país. Seca no nordeste, enchentes no litoral de São Paulo, na região serrana do Rio de Janeiro, filas de caminhões aguardando no porto, enfim, poderia ficar aqui até amanhã escrevendo que das promessas dela nada aconteceu, nada foi feito. Os hospitais continuam daquele jeito, o ENEM do miojo, mas o Mercadante não deve saber de nada, pois nem aqui no Brasil está, foi ver o Papa e se hospedar com a comitiva presidencial, pois por aqui não deve ter mesmo o que fazer. Mas, como disse a presidenta, o Papa é argentino, mas Deus é brasileiro (devia estar se referindo ao chefe Lulla, claro) que pelas informações também já chegou em Roma. Nossa. O Partido dos Trabalhadores, que iria governar para o povo, gosta mesmo é de mordomia e de fazer de conta que não vê nada. Coisa normal. Outra coisa, o site desta Imperial Serviços na internet consta como empresa de conservação e limpeza, será que também constroi prédios, aliás, faz de conta que constroi já que falaram que vão ter que demolir dois. Dinheiro do povo indo para o ralo, para a cueca, para viagens e sabe-se lá mais para quê. Será que o povo não se cansa de tantas promessas?

  • Filho

    -

    21/3/2013 às 11:38 am

    Esses prédios do Minha Casa Minha Vida são construídos em até quatro andares, apenas sobre uma plataforma de concreto, tipo tapete. Nâo têm fundação (sapatas) nem colunas de concreto. É tijolo, laje, mais tijolo, laje…
    Um amigo meu, que é construtor, ihclusive, desses prédios, me disse que são seguros. Então eu perguntei: sim, mas por que, então, não fazem esse tipo de construção nos prédiso elegantes da Barra da Tijuca. ELE RIU, e não disse mais nada.
    Reinaldo, eu soube que cada morador, ao receber o seu apartamento, assina um termo de responsabilidade, comprometendo-se a não retirar nenhum parede interna, pois a estrutura não suporta retirada alguma. Agora, se isto é verdade, e deve mesmo ser, note a falta de responsabilidade, em que se confia num termo por anos.
    Finalmente, lembre-se do edifício, no centro do Rio, que caiu, levando outros dois menores, porque paredes internas não podiam ser retiradas. Isto merece uma investighação jornalística e uma consequente reportagem.

  • Alencar

    -

    21/3/2013 às 11:35 am

    É a hipocrisia mandando neste país. O povo do morro do bumba, como de todos os outros de Niterói e dos demais municípios do estado, passam pelas mesmas condições. Uma política para ganhar votos sem nenhum respeito com a vida humana.

  • Ioca100

    -

    21/3/2013 às 11:31 am

    Essas são as “contrussões” da Governanta.

  • Jarbas

    -

    21/3/2013 às 11:31 am

    Rei, não é novidade. Há uma obra em Niterói, um mergulhão na Marquês do Paraná-PDT, que é uma vergonha. Dizem até que há um minante no percurso do mergulhão. Uma verdadeira obra de igreja. Um consumidor do dinheiro alheio. Niterói, como boa parte do país, sofre com as mazelas dos administradores públicos que, a bem da verdade, são gananciosos e hipocritas.

  • jaime

    -

    21/3/2013 às 10:54 am

    faltou cimneto nas casas do bumba porque foi usado para a reforma do maracanã que também não será terminado a tempo assim como os outros porque o dinheiro foi desviado.vá morar em algun desses prédios lularapio,dilmaanta e o chorão do seergio cabaral.

  • S.R.

    -

    21/3/2013 às 10:53 am

    Pelos meus cálculos, uma viagenzinha de Dilma et caterva a Roma custa então entre um prédio e meio e cinco prédios. Se gastarem menos com luxos I-M-B-E-C-I-S e extremamente IMPRÓPRIOS (o que obviamente não irão fazer), poderiam construir casas que não caiam.
    Cara Dilma: Seu governo e seu partido têm a mesma qualidade dos LIXOS que vocês entregam com banda de música para os pobres que te elegem (e que estão tendo a recompensa que merecem por votarem em vocês). Como você é cara-de-pau, mulher! Vai a Roma para cuspir na cara do Papa, que orientou a usar o dinheiro de luxos para beneficiar os pobres. Como vocês são indecentes, meu Deus!
    Espero que sua estrutura de mentiras e malfeitos comece a fazer água e rachar como as casas que vocês entregam para os pobres sofredores que te elegem. E que eles caiam em si e vejam que a esmola que vocês dão não vale a tinta que foi usada para pintar uma porta.

  • Galo branco

    -

    21/3/2013 às 10:51 am

    Minha casa minha morte, do Morro do Bumba, pelo que se vê, vem para completar a desdita, tende a eliminar os que restaram sobreviventes da última tragédia de Niterói.

  • lula é o Chefe da QUADRILHA ???

    -

    21/3/2013 às 10:40 am

    … Essas são obras de propaganda do petismo. O dinheiro publico e das estatais como CEF e BB financiando a especulação imobiliaria……….

  • Sargent D

    -

    21/3/2013 às 10:37 am

    Boooooa Claudio 1:10!!!!

    A letra (e a música) INÚTIL do Ultraje A Rigor já tem 28 anos e… CONTINUA ATUALÍSSIMA!!!

    “Inútil, a gente somos inútil…” VIVA A EDUCAÇÃO DO MERCADANTE, VIVA OS PASSEIOS DA DILLMAMATA, VIVA O BEBUM DE ROSEMARY!!!! INÚTEEEEEEEEIIIIIIIISSSSSSSSSS!

  • Rods

    -

    21/3/2013 às 10:32 am

    REI.
    QUEM SE IMPORTA COM MAIS ESSA CONSTATAÇÃO DA PILHAGEM E DA FALTA DA CAPACIDADE GERENCIAL DO ESTADO??
    A STELA, QUE POSA DE FILHA DA “DEUSA” MARIA, ESTÁ COM A POPULARIDADE NAS ALTURAS, O RIO ESTÁ COM OUTRO FARSANTE E GOVERNADOR, PUXA-SACO DE CÁTEDRA DOS PETRALHAS E A GLOBO, POSANDO DE VESTAL, ALTERNANDO SUA SABUJICE À CAUSA COM DENÚNCIAS PONTUAIS, MAS, NA ÉPOCA DO CARNAVAL AJUDA NO PROCESSO DE ALIENAÇÃO, JUNTAMENTE COM SUAS NOVELAS E BBBs. LOGO, TUDO ESTÁ SOB CONTROLE.
    O POVO BRASILEIRO PRECISA URGETEMENTE ACORDAR.
    Rods

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados