Blogs e Colunistas

20/03/2013

às 22:59

Prédios do “Minha Casa Minha Vida” destinados a desabrigados do Morro do Bumba podem desabar

Prédios do “Minha Casa Minha Vida”: nem foram inaugurados e já ameaça cair; construção está atrasada

Do Jornal Nacional:

Cidadãos brasileiros que sobreviveram à tragédia do Morro do Bumba, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, há três anos, ainda não recuperaram um teto. A construção dos apartamentos que eles receberiam parou, simplesmente porque prédios do condomínio que custou R$ 22 milhões correm risco de desabar.

As imagens das rachaduras podem ser vistas do alto. De perto, não deixam dúvidas de que a construção está em risco. Elas aparecem em pelo menos dois dos 11 prédios do conjunto habitacional no bairro Fonseca, em Niterói. São obras do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, para onde irão vítimas das chuvas que atingiram a cidade há quase três anos.

São 454 famílias do Morro do Bumba, uma favela construída em cima de um antigo lixão que desmoronou, matando 47 pessoas. Algumas, até hoje, vivem em abrigos.

As obras deveriam ficar prontas em junho. Mas a empresa responsável informou que neste momento os trabalhos estão paralisados. Um gerente da empresa afirmou que dois prédios vão ser demolidos.

“O grande acúmulo de água acabou levando o solo e acabou causando trincas no empreendimento. A gente vai demolir os prédios e fazer novamente. Não vai nem fazer reforço, não vai fazer nada. Vai colocar o chão para poder fazer de novo essa situação para ter maior segurança”, declarou Waldemar Neto, gerente da Imperial Serviços LTDA.

Cada edifício custou R$ 2 milhões. A Caixa Econômica Federal, que financia o projeto, aguarda um laudo técnico para avaliar quem vai arcar com esses gastos.

“Se se caracterizar como acidente de obra, quem paga é um seguro, porque todas as obras da casa têm um seguro, e essa seguradora será chamada para botar o recurso necessário. Ou se tiver problema de vício da construção, a construtora, como responsável técnica, que paga”, disse José Duarte, vice-presidente de Governo e Habitação.

A Imperial Serviços disse que engenheiros estão avaliando se há riscos em outros edifícios. E ainda não tem um novo prazo para a entrega da obra. A prefeitura de Niterói declarou que três mil famílias que ainda estão sem casa recebem um aluguel social pago pelo governo do estado no valor de R$ 400.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

102 Comentários

  1. barbara

    -

    13/01/2014 às 14:12

    que coisa o meu nome nunca e sorteado!!!tem pessoas que tem casa e ainda sao sorteados… eles devem verificar se a pessoa ja tem casa,antes de entrega-lo a moradia.isso e uma injustiça.

  2. amauri oliveira

    -

    20/07/2013 às 8:43

    no dia em que o dinheiro do povo for bem aplicado e bem fiscalizado corremos o risco do nosso pais mudar de nome mas como isso não vai acontecer numca continua sendo BRASIL.

  3. ANDREZA

    -

    14/04/2013 às 21:16

    discaso total com essas pessoas chega ate ser vargonhoso uma situaçao dessas

  4. Fernando Villa Alvarez

    -

    31/03/2013 às 16:40

    A solução é desmantelar a rêde montada por eles que estão no poder,A grande maioria do povo brasileiro não sabe votar, e ninguém tem coragem de ensina-los.Aqui vai o conselho:
    “Não reeleger nenhum político nem votar em candidatos dos partidos da situação,principalmente,PMDB e PT”.
    Não adianta dizer que não resolve!Ë alternância de poder!

  5. País de banana

    -

    28/03/2013 às 11:51

    Banania é uma república de bananas da América Latrina, habitada por 200 milhões de espertos que ficam trapaceando uns aos outros e se dividem e revezam para tocar tambor, rezar, chutar bola e parir para ganhar bolsa família.

  6. Anónimo

    -

    25/03/2013 às 13:24

    E alucinadamente gastam milhões em estádios de futebol, e estes pobres coitados ………

  7. yoyo

    -

    24/03/2013 às 17:58

    Desculpe digitei errado é Alckimin

  8. yoyo

    -

    24/03/2013 às 17:57

    Se isso aconteceesse em SP imagino a gritaria do Lulla e dos petistas contra o Alckmine o PSDB

  9. yoyo

    -

    24/03/2013 às 17:55

    O pior que o povo continua votando nelles!
    E a oposoçaozinha que nao pede o impeachment da presidantA?
    pq a oposiçaozinha fica calada? Parece cumplice do PT
    Aff

  10. Jorge Luís dos Santos

    -

    22/03/2013 às 23:09

    As instituições democráticas aos poucos estão sendo sabotadas pelo governo do PT. A ideia de sociedade que se tem em mente é aquela representada por favelas e suas condições. Como disse o próprio Reynaldo Azevedo, o Brasil é um país perigoso. Ele tem, infelizmente, razão.

  11. Giba

    -

    22/03/2013 às 21:11

    Essa sem vergonha, essa presidenta …, esses politicos corruptos, corja do infernos.Sem contar que essas empreiteiras, ajudam com que seja sonegado todo o dinheiro que vai pra essas construções. Pra encher os bolsos, compram materiais de 5ª como se fosse de 1ª,,,,,e o dinheiro vai pro bolso de muita gente envolvida. E a consiência desses filhas da puta como fica:?? malditos….

  12. pedro couto

    -

    22/03/2013 às 15:41

    É isto ai povão! Estes pombais construídos pelo Governo, com nome de “Minha casa minha vida”. Nada mais é do que um pesadelo. Alem do mais são construídos com materiais de péssima categoria, para não onerar o seu valor, pois quanto mais economizar será maior o lucro das Construtoras. E o pobre coitado que sempre sonhou com a sua casinha, ao tomar posse deste imóvel, ai começa a grande decepção. É rachadura aqui, infiltração ali e por ai vai. Agora, como disse a Presidente Dilma Roussef, quando de sua estada em Roma de que “Deus é Brasileiro”, porém não Petista. Posso até acreditar em sua afirmação, pois os pombais construídos pelo PT. Ruíram bem antes de serem entregues ao pessoal. Isto o que está acontecendo podemos atribuir ao Lula, o inventor deste Brasil atual, onde nada funciona pois encontra se num caos total.

  13. jjguzera

    -

    22/03/2013 às 14:27

    Isso deveria dar pena de morte para os responsáveis, bandidos que fizeram essa obra, eu também estou pagando para essa safadeza, país de corruptos.

  14. O Locutor

    -

    22/03/2013 às 12:46

    O silêncio do CreaRJ é vergonhoso!!!Sera que tem taxa de sucesso?

  15. Theresa

    -

    22/03/2013 às 10:33

    Terceiro mundo, promovido a segundo pelos números maquiados do IBGE.

  16. Narciso

    -

    22/03/2013 às 9:25

    E ela gastando exageradamente com um monte de parasitas na visita ao Papa. Pobre ainda vota e dá ibope de 63%.
    este é meu Brasil!!!!!!

  17. Edene C. Santana

    -

    21/03/2013 às 22:46

    Esses prédios foram mostrados ontem 20/03, hoje 21/03 foram mostradas casas que foram construidas pelo famigerado minha casa, minha vida, que fotografadas de cima parece que estão em um lugar que a qualquer chuva vai encher, como de fato encheu e as casas estão em grande parte rachadas. Viva o pt, viva o lula e viva a dilma com 63% e ninguém reclama. E em uma UBS aqui de São Paulo já está fazendo 45 dias que não tem kit para fazer exames de glicemia, viva o pt, viva o lula e viva a dilma.

  18. Wesley Gomes

    -

    21/03/2013 às 22:17

    Essas “moradias” do projeto “Minha Casa minha Vida” que se encontram em ruína ou pior, em estado de desmoronamento é a falência da moral, da ética, do respeito à família, ao Brasil, às gerações atuais e futuras; o mal-exemplo aos jovens que despertam para a vida adulta. Parte expressiva dos brasileiros não ama o Brasil, não ama a sua própria família, não amará os seus futuros descendentes; enfim, não ama a sua própria vida. Pobre deste País onde vivem muitos que não se amam e não se respeitam. -

  19. Lele

    -

    21/03/2013 às 19:10

    Alguem reparou nas casas mostradas ontem na tv, são de paredes pre-moldadas e estão num terreno em encostas, isto é, locais de risco?

  20. Angelo

    -

    21/03/2013 às 18:57

    Senhores,Vergonha e Incompetência,é pouco para tamanho
    descaso com a responsabilidade,são verdadeiras armadilhas
    para quem habitará nessas construções mal feitas,o que vale
    mesmo é o alarde da mediocridade sobre o programa,de 5°
    categoria.

  21. Dalton C. Rocha

    -

    21/03/2013 às 16:55

    É o jeito petista de se governar!

  22. Trè Belle

    -

    21/03/2013 às 16:52

    Vergonha!!!Vergonha!!!!!!Mais parecem casinhas feita de caixas de fósforo!!!
    Esses apartamentos “serão minha casa, minha jazida!!!(isso mesmo que alguém já comentou!).
    CADÊÊÊ AS VIGAS, as colunas DE SUSTENTAÇÃO????? eu, que sou uma leiga nesse assunto, vi logo de cara esse ERRO astronômico!!!! Imaginem agora, os alicerces que ficam escondidos embaixo da terra!!!!Será que existem??? Dou chicabom para quem acertar!!!
    MÃE DO PAC!!!!! Está mais para “mãe da morte”), praticinando tantas mortes, será que o povo está virando zumbi??? que não enxerga um metro após o nariz!!!!!Que absurdo!!!!

  23. Marinho

    -

    21/03/2013 às 16:40

    SouzaRJ, o que esperavas de uma guerrilheira de araque? Quando a justiça começar a cobrar os atrazados desta senhora,fazê-la acordar para a realidade,muitas lágrimas serão derramadas. Vamos aguardar para ver se neste país existe realmente justiça.

  24. siegmar metzner

    -

    21/03/2013 às 16:18

    A “presidanta” não acaba de dizer que as pessoas morrem soterradas por não quererem sair do Lugar onde correm risco?
    Estas pessoas humildes não tem para onde ir, não tem opção, ou morrem soterradas onde estão Agora, ou morrem soterradas na “MINHA CASA, MINHA MORTE”.
    Finalmente fica claro o que significa PAC ” PLANO DE ACELERAÇÃO DE CADÁVERES”

  25. SOUZARJ

    -

    21/03/2013 às 15:10

    Enquanto isso!
    a comitiva dos “ditos socialistas” para ver o Papa gasta R$ 324 mil em três dias. Que vergonha!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    268 pessoas, sendo 144 crianças estão alojadas (abandonadas) na ex-sede do 3 BI, em S. Gonçalo-RJ desde a trajédia no lixão de Niterói, em 2011. Isso é que é ser “EXCLUÍDO”. Acho que deveriam visitarem o “excluidos” em Niterói e ajudá-los destinando essa quantia gasta para compra de alimentos já que está sobrando dinheiro para passeios.
    Obs: Ela não beijou o anel do Papa. Só apertou a mão.
    Falta de respeito que muitos notaram.

  26. claudia

    -

    21/03/2013 às 14:17

    Isso acontece também com as obras do PAC. As construções são feitas a toque de caixa, com material de 5ª, sem nenhum projeto adequado, quando não ocorrem em terrenos que os próprios futuros moradores sabem ser alagadiços, como ocorreu aqui no RJ. Tudo é feito, como se diz, nas coxas, por um programa eleitoreiro e nosso dinheiro vai para o ralo. Acho que os moradores, isso já está acontecendo por aqui, tem de denunciar esses ¨malfeitos¨, até porque sentem-se enganados e saem de uma área de risco para outra, fornecida pelo próprio Governo. Alô, Ministério Público!

  27. Anónimo

    -

    21/03/2013 às 14:01

    Governo e Prefeitura de São Paulo buscam alternativas para “pancadões”
    Terça-feira, 19/03/13 – 20:28
    Um grupo de trabalho foi criado entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública e a Prefeitura de São Paulo para buscar alternativas aos “pancadões” – bailes de rua não autorizados que geralmente acontecem na periferia da Capital e têm provocado a reclamação por desreseito à lei do silêncio.

    A criação do grupo foi definida em reunião entre o secretário Fernando Grella Vieira e o prefeito Fernando Haddad. A ideia é que o grupo promova alternativas culturais e de lazer nas regiões onde existem os pancadões – mais de 300 pontos na Grande São Paulo, segundo estimativas da PM. E paralelamente, adotem-se medidas preventivas para que os eventos não aconteçam irregularmente.

    Por não serem autorizados, os “pancadões” costumam atrapalhar o sossego dos moradores das regiões, sendo uma das principais ocorrências na Central de Operações da Polícia Militar (Copom). “Essa questão precisa ser estudada, pois além de promover a desordem, os bailes costumam envolver crianças e adolescentes. Por esse motivo, agentes municipais da área social poderão fazer contato com as comunidades para que se construa um alinhamento e os equipamentos públicos de lazer sejam utilizados para esses eventos”, afirmou Fernando Grella.

    Para Haddad, essa é uma questão que precisa ser estudada com cautela, por envolver o acesso a cultura por parte dos jovens. “Nós iremos começar a desenhar um programa de comum acordo, pois não podemos fechar uma porta para os jovens, por mais complexa que ela seja, sem abrir outra”, afirmou.

    A ideia é iniciar um diálogo com os líderes das comunidades, representantes da sociedade civil e do Ministério Público para a formação de um plano de trabalho e assim identificar os principais locais onde hoje são realizados esses eventos.

    Grella e Haddad avaliam ser fundamental oferecer acesso a cultura nos mesmos períodos que os jovens buscam esse acesso. “A ideia é estreitar os trabalhos conjuntos com a Prefeitura para chegar a este objetivo”, explicou o secretário. “Nós vamos referenciar esses locais, verificar os equipamentos públicos próximos, se eles têm iluminação noturna, se é possível abrirmos e em que medidas, para que o jovem possa usufruir desse equipamento e se divertir de maneira saudável, longe do crime e das drogas”, afirmou o prefeito.

    A Prefeitura pretende utilizar os equipamentos públicos já existentes na capital para a realização dos bailes, com a presença do Estado garantindo que as pessoas se divirtam com segurança, sem apologia às drogas ou ao crime. “A nossa ideia é apresentar alternativas. Quando eles acontecem na sexta-feira à noite, também vai ser na sexta-feira à noite. Quando acontecem em um sábado, será no sábado. É a única forma de você trazer essa juventude para algo mais sadio e nós queremos envolvê-los. Nós faremos junto com eles. Entraremos junto com a sociedade civil organizada”, explicou o secretário municipal de Coordenação das Subprefeituras, Chico Macena.

    Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública

  28. Ferrabraz

    -

    21/03/2013 às 13:37

    … mas que obra e visão do inferno é esse PAC, saem do lixão para essas arapucas e gaiolas do inferno. Isto sim que é obra do Diabo, ops Dil má.

  29. Francisco Magalhães Barros Junior

    -

    21/03/2013 às 13:28

    Minha Casa Minha Vida “MEU TÚMULO”.

  30. Um conde

    -

    21/03/2013 às 13:08

    Reinaldão, essa é a classe média que os políticos fazem alarde. Moram em cima de um terreno comprometido. Sem falar que o material empregado deve ser de terceira.

  31. Celina

    -

    21/03/2013 às 13:06

    E quem vai dormir sossegado nesses prédios feitos com cuspi, ou melhor, saliva com um pouco de água de poço???

  32. Observer

    -

    21/03/2013 às 12:43

    E a Rousseff gastando o dinheiro do cidadao brasileiro em Roma e nao para por ai,pois a lula vai fazer o que no continente africano com (diz ele)passagem financiada por empreiteitas?Mas nao seria o lider da iurd que estaria financiando esta viagem pois esta maldita seita esta exterminando o povo africano em nome de Deus.Mas estes dois individuos nao poreriam sequer sair do Brasil?A Lei Nao é Igual para Todos?Ou no Brasil a Lei é Igual Apenas para o contribuinte?A Rousseff,deveria devolver todo o dinheiro,pois o consulado de Roma existe para isto ou nao??????Ou ela nao se mistura com os funcionarios daquela repartiçao?Ou deveria fazer algo muito escondidinho…

  33. Anónimo

    -

    21/03/2013 às 12:40

    As obras do minha casa minha dívida não precisariam nem ruir para serem consideradas escandalosamente ruins. Porém, se os indecentes prédios sub-populares começarem a despencar, não ficará pedra sobre pedra, literalmente.

  34. BRITO

    -

    21/03/2013 às 12:35

    Tio Rei, tanto a “presidenta” como o chefe da Turma do Guardanapo deveriam ser enquadrados no art. 171 do Código Penal – usam de ardil (ou seja, palavrório, para prometer, enquanto podem, a recuperação das áreas afetadas pelas intempéries desde 2011 e, neste caso, seguem a Cartilha do Doutor Honoris Causa que só fala, mas fazer, que é bom, “niente”!

  35. SidneyCWB

    -

    21/03/2013 às 12:33

    Conseguiram: chegaram às áreas técnicas!!! Meu Deus, que vergonha ser Engenheiro Civil!!!!

  36. BETHS

    -

    21/03/2013 às 12:03

    Lembrei daquela personagem da Escolhinha do Professor Raimundo,que sofria nas mãos de um marido cruel mas repetia o bordão “eu gooossstio”. Aprovação altíssima para a gerenta?! O povo gooossstia!

  37. A. Soares

    -

    21/03/2013 às 11:57

    Para um edifício que custou R$ 2 milhões a Caixa Econômica Federal, ELE NÃO ESTÁ NADA BEM NA FOTO!
    Prédios aparentando péssima qualidade e mau acabamento. Não se tem o mínimo respeito com o ser humano… se é pobre então.
    Com dinheiro público “sobrando” para financiar esse tipo de obra todos os companheiros estão operando uma pequena construtora.

  38. Andre

    -

    21/03/2013 às 11:45

    BUEMBA, BUEMBA, BUEMBA: DEPOIS DE ELOGIAR O NEURÔNIO SOLITÁRIO AO VIVO NA REDE GROBO, LOURO JOSÉ JÁ RECEBEU UM TELEFONEMA DA PRESIANTA DILLMA DUCHEFF CONVIDANDO-O PARA CHEFIAR O MAIS NOVO MINISTÉRIO, CRIADO EXCLUSIVAMENTE PARA ELE: O MINISTÉRIO DA PAPAGAIADA………… SALVE SALVE, BRAZIÚ PETRALLHA! …………

  39. wanda

    -

    21/03/2013 às 11:43

    É uma vergonha! Já o terreno escolhido era impróprio para as construções. Se vão fazer moradias para os pobres porque não fazer o melhor! Com esse valor de 2milhões para cada prédio é um absurdo acontecer isso. Vergonha! Vergonha!

  40. Sônia

    -

    21/03/2013 às 11:42

    E ainda dizem que a “presidenta” tem recorde de aprovação. Entrevistaram 2.002 pessoas no páis todo, sabe-se lá aonde e ela já é a presidente mais bem avaliada que já existiu neste país. Seca no nordeste, enchentes no litoral de São Paulo, na região serrana do Rio de Janeiro, filas de caminhões aguardando no porto, enfim, poderia ficar aqui até amanhã escrevendo que das promessas dela nada aconteceu, nada foi feito. Os hospitais continuam daquele jeito, o ENEM do miojo, mas o Mercadante não deve saber de nada, pois nem aqui no Brasil está, foi ver o Papa e se hospedar com a comitiva presidencial, pois por aqui não deve ter mesmo o que fazer. Mas, como disse a presidenta, o Papa é argentino, mas Deus é brasileiro (devia estar se referindo ao chefe Lulla, claro) que pelas informações também já chegou em Roma. Nossa. O Partido dos Trabalhadores, que iria governar para o povo, gosta mesmo é de mordomia e de fazer de conta que não vê nada. Coisa normal. Outra coisa, o site desta Imperial Serviços na internet consta como empresa de conservação e limpeza, será que também constroi prédios, aliás, faz de conta que constroi já que falaram que vão ter que demolir dois. Dinheiro do povo indo para o ralo, para a cueca, para viagens e sabe-se lá mais para quê. Será que o povo não se cansa de tantas promessas?

  41. Filho

    -

    21/03/2013 às 11:38

    Esses prédios do Minha Casa Minha Vida são construídos em até quatro andares, apenas sobre uma plataforma de concreto, tipo tapete. Nâo têm fundação (sapatas) nem colunas de concreto. É tijolo, laje, mais tijolo, laje…
    Um amigo meu, que é construtor, ihclusive, desses prédios, me disse que são seguros. Então eu perguntei: sim, mas por que, então, não fazem esse tipo de construção nos prédiso elegantes da Barra da Tijuca. ELE RIU, e não disse mais nada.
    Reinaldo, eu soube que cada morador, ao receber o seu apartamento, assina um termo de responsabilidade, comprometendo-se a não retirar nenhum parede interna, pois a estrutura não suporta retirada alguma. Agora, se isto é verdade, e deve mesmo ser, note a falta de responsabilidade, em que se confia num termo por anos.
    Finalmente, lembre-se do edifício, no centro do Rio, que caiu, levando outros dois menores, porque paredes internas não podiam ser retiradas. Isto merece uma investighação jornalística e uma consequente reportagem.

  42. Alencar

    -

    21/03/2013 às 11:35

    É a hipocrisia mandando neste país. O povo do morro do bumba, como de todos os outros de Niterói e dos demais municípios do estado, passam pelas mesmas condições. Uma política para ganhar votos sem nenhum respeito com a vida humana.

  43. Ioca100

    -

    21/03/2013 às 11:31

    Essas são as “contrussões” da Governanta.

  44. Jarbas

    -

    21/03/2013 às 11:31

    Rei, não é novidade. Há uma obra em Niterói, um mergulhão na Marquês do Paraná-PDT, que é uma vergonha. Dizem até que há um minante no percurso do mergulhão. Uma verdadeira obra de igreja. Um consumidor do dinheiro alheio. Niterói, como boa parte do país, sofre com as mazelas dos administradores públicos que, a bem da verdade, são gananciosos e hipocritas.

  45. jaime

    -

    21/03/2013 às 10:54

    faltou cimneto nas casas do bumba porque foi usado para a reforma do maracanã que também não será terminado a tempo assim como os outros porque o dinheiro foi desviado.vá morar em algun desses prédios lularapio,dilmaanta e o chorão do seergio cabaral.

  46. S.R.

    -

    21/03/2013 às 10:53

    Pelos meus cálculos, uma viagenzinha de Dilma et caterva a Roma custa então entre um prédio e meio e cinco prédios. Se gastarem menos com luxos I-M-B-E-C-I-S e extremamente IMPRÓPRIOS (o que obviamente não irão fazer), poderiam construir casas que não caiam.
    Cara Dilma: Seu governo e seu partido têm a mesma qualidade dos LIXOS que vocês entregam com banda de música para os pobres que te elegem (e que estão tendo a recompensa que merecem por votarem em vocês). Como você é cara-de-pau, mulher! Vai a Roma para cuspir na cara do Papa, que orientou a usar o dinheiro de luxos para beneficiar os pobres. Como vocês são indecentes, meu Deus!
    Espero que sua estrutura de mentiras e malfeitos comece a fazer água e rachar como as casas que vocês entregam para os pobres sofredores que te elegem. E que eles caiam em si e vejam que a esmola que vocês dão não vale a tinta que foi usada para pintar uma porta.

  47. Galo branco

    -

    21/03/2013 às 10:51

    Minha casa minha morte, do Morro do Bumba, pelo que se vê, vem para completar a desdita, tende a eliminar os que restaram sobreviventes da última tragédia de Niterói.

  48. lula é o Chefe da QUADRILHA ???

    -

    21/03/2013 às 10:40

    … Essas são obras de propaganda do petismo. O dinheiro publico e das estatais como CEF e BB financiando a especulação imobiliaria……….

  49. Sargent D

    -

    21/03/2013 às 10:37

    Boooooa Claudio 1:10!!!!

    A letra (e a música) INÚTIL do Ultraje A Rigor já tem 28 anos e… CONTINUA ATUALÍSSIMA!!!

    “Inútil, a gente somos inútil…” VIVA A EDUCAÇÃO DO MERCADANTE, VIVA OS PASSEIOS DA DILLMAMATA, VIVA O BEBUM DE ROSEMARY!!!! INÚTEEEEEEEEIIIIIIIISSSSSSSSSS!

  50. Rods

    -

    21/03/2013 às 10:32

    REI.
    QUEM SE IMPORTA COM MAIS ESSA CONSTATAÇÃO DA PILHAGEM E DA FALTA DA CAPACIDADE GERENCIAL DO ESTADO??
    A STELA, QUE POSA DE FILHA DA “DEUSA” MARIA, ESTÁ COM A POPULARIDADE NAS ALTURAS, O RIO ESTÁ COM OUTRO FARSANTE E GOVERNADOR, PUXA-SACO DE CÁTEDRA DOS PETRALHAS E A GLOBO, POSANDO DE VESTAL, ALTERNANDO SUA SABUJICE À CAUSA COM DENÚNCIAS PONTUAIS, MAS, NA ÉPOCA DO CARNAVAL AJUDA NO PROCESSO DE ALIENAÇÃO, JUNTAMENTE COM SUAS NOVELAS E BBBs. LOGO, TUDO ESTÁ SOB CONTROLE.
    O POVO BRASILEIRO PRECISA URGETEMENTE ACORDAR.
    Rods

  51. Curumim

    -

    21/03/2013 às 10:32

    Seja quem for o responsável, quem vai pagar pelo prejuízo é o povo brasileiro.

  52. Adriano

    -

    21/03/2013 às 10:17

  53. Anouk

    -

    21/03/2013 às 10:07

    Os monstros pouparam cimento nas fundacoes. Eu nao arriscaria morar em nenhum desses prédios se me encontrasse na situacao dessas famílias.

  54. Aaron Spelzer

    -

    21/03/2013 às 10:03

    Reinaldo, Dilma e todos os sanguessugas que a acompanharam ao Vaticano deveriam ficar hospedados uma semana em um desses ‘confortáveis’ prédios só para mostrar ao povo de que não há o menor risco de desabamento.

  55. carlos anistiado

    -

    21/03/2013 às 10:03

    como diria casoi, isto é uma vergonha, naõ dá para remediar mais, esta chaga no corpo do estado brasileiro, a população tem que criar novos meios administrativos para sobreviver a tantos assaltos providos pela gestão administrativa, só visam o dinheiro sob toda e qualquer circustancia, roubam da saude, vendem vereditos judiciais, desviam verba da merenda escolar, superfaturam tudo, são todos bandidos?,que sheet é esta?

  56. SILVIO

    -

    21/03/2013 às 9:43

    ESSES ENGENHEIROS TIRARAM NOTA 1000 NA REDAÇÃO DO ENEM !
    ERROS DE CONSTRUÇÃO, PÉSSIMOS ACABAMENTOS, JÁ SÃO COMUNS EM TODOS OS EMPREENDIMENTOS NO BRASIL. AS EMPRESAS NÃO CUMPREM CONTRATOS. PRAZO PRA ENTREGA, VIROU LETRA DE SAMBA…
    TCU ESTÁ AUDITANDO ESTRADA QUE O ASFALTO SÓ DUROU 30 DIAS, SÓ ISSO JÁ BASTA PARA MOSTRAR O EMBUSTE DESSE TAL DE PAC. E AQUELES CANAIS QUE O LUIZ INÁCIO GASTOU MILHÕES, NUNCA TRANSPORTARAM NADA, AS PLACAS DE CIMENTO ESTÃO TODAS QUEBRADAS E DILMA VANA MANDOU REFAZER, GASTANDO OUTRA PARCELA DE MILHÕES ? É O CAOS NO CAOS !

  57. Célio

    -

    21/03/2013 às 9:38

    Recalque diferencial das fundações que evidencia erros de ordem vária, sendo os principais a má localização da obra, no pé duma encosta, e a escolha inadequada dum tipo de fundação suscetível ao encharcamento não uniforme do solo.

  58. Luiz

    -

    21/03/2013 às 9:34

    E, ontem, na Globo News, a senhora Eliana Catanhêde falando da tragédia causada pelas chuvas disse a seguinte frase: ERRO clássico de desvio. Meus protestos: DESVIO não é erro clássico coisíssima nenhuma. DESVIO é roubo e, portanto, crime. O Brasil está nessa “pindaiba” sem fim graças aos omissos e aos que ficam em cima do muro até para dar nome certo as coisas. Lastimável.

    Outro dia, via uma reportagem, a respeito de apartamentos entregues no programa minha casa, minha vida na cidade do interior de São Paulo chamada Barretos, onde tem um hospital famoso que atende pessoas com câncer. A moradora morando e jorrando água pelas paredes: tudo infiltração, as paredes pretas. E, a senhora dizia: esperei uma vida inteira para ter o meu teto e olha o que recebi de moradia. Irresponsabilidade das construtoras, mais falta de fiscalização, mais crimes de corrupção e desvios de dinheiro, materiais, etc. Além de aquisição de materiais de quinta alegando ser de primeira. Alguém embolsando a diferença. Cadê os consultores ou o consultor? E as construtoras financiando os políticos? Sei.

  59. André Renato

    -

    21/03/2013 às 9:30

    As empreiteiras cobram o preço de material de construção de primeira linha,mas usam material de terceira.Casas mal feitas a tendencia é mesmo desabar.Quanto aos culpados,se acharem,não serão penalizados.e como sempre a conta fica para o contribuinte,e o povão a eleger os petralhas e aliados. ARW SMSul PR

  60. Cagliostro

    -

    21/03/2013 às 9:26

    Seria uma obra só para enganar os trouxas? Ou seria um projeto superfaturado? Ou seria tudo isso junto? Ou esperam a obra desabar para depois criar outro projeto idêntico?

  61. Ana

    -

    21/03/2013 às 9:13

    Reinaldo:

    PROJETO MINHA CASA, ETERNA DÍVIDA, é um fiasco sem tamanho, vejamos: No Brasil inteiro, as construções de casas e apartamentos quando estão PRONTOS?? CHOVE MAIS DENTRO QUE FORA?? PORTAS EMPENADAS?? RACHADURAS NAS PAREDES?? ou seja, as empreiteiras(sic) e a CEF ESTÃO VENDENDO GATO POR LEBRE?? Agora a culpa é do SOLO?? Mas será que o SOLO DO BRASIL INTEIRO ESTÁ PODRE?? OU ESTÃO USANDO(PARA LUCRAR)MATERIAL DE 5ª CATEGORIA?? E, o consumidor da tal ### CRASSE C E D VÃO PAGAR A CONTA ###??

  62. Observadordepirata

    -

    21/03/2013 às 9:01

    Mais tragédia que as inundações, é o que se faz com o dinheiro público no Brasil! Mas cadeia que é bom , NADA. Rouba-se como que toma um sorvete! Alô STF!!!!! E a cadeia pra quem foi CONDENADO? Só em 2019?

  63. RONALDE

    -

    21/03/2013 às 8:50

    Então, a água da chuva levou o solo das fundações? Por acaso essas fundações não foram exeutadas muito rasas para se fazer economia? Com os outros prédios não pode acontecer algo parecido dentro de algum tempo? É uma desculpa do tipo Sérgio Cabral, ou seja, morreu gente porque choveu muito.

  64. ricardo

    -

    21/03/2013 às 8:48

    jezuiz, onde eu moro ha prédios e igrejas construídos em 1600 (!!!) e estão todos inteiros, firmes e fortes…esses ai já estão caindo aos pedaços antes mesmo de terem sido finalizados!

  65. Observer

    -

    21/03/2013 às 8:46

    Eu gostaria de saber o que funciona bem no Brasil? Nadaaa!!!
    Seria interessante que o governo brasileiro,desse material e engenheiros qualificados para a supervisao para um total (a ser estipulado),de familias as quais tem direito a estas casas e os proprios beneficiarios construissem as proprias casas.Pagar a mao de obra aos beneficiarios construtores e tenho certeza que,tudo sera bem feito.Para que pagar construtoras deshonestas?Um verdadeiro trabalho de equipe com os proprios beneficiarios nao seria uma idéia a ser levada em consideraçao.

  66. Ferreira Pena

    -

    21/03/2013 às 8:45

    Mas aonde isso não acontece em todo o Brasil? O governo e seus programas é uma empulhação sem limites. E a tal oposição calada.

  67. Gaudêncio Sette Luas

    -

    21/03/2013 às 8:18

    Dois fatos extremamente graves:
    – o (des)governo Federal, Estadual e Municipal terem permitido que uma favela – ou comunidade, no tacão do politicamente correto – ocupasse uma área de aterro sanitário (lixão), com as previsíveis conseqüências decorrentes;
    – a incompetência dos “profissionais” que construíram o condomínio de prédios que ora começa a esfarelar-se. Parece que eles deram o azar de as rachaduras terem aparecido antes de colocarem o reboco, que as esconderiam, por tempo suficiente até a entrega dos imóveis. Depois…
    Diante de mais esse descaso do serviço público para com os cidadãos brasileiros vitimados pela tragédia do Morro do Bumba, resta perguntar, mais uma vez, por que a imprensa cooptada e aliada do PT não denunciou isso antes? E por que os cidadãos em questão não promoveram passeatas reivindicando os seus direitos e a atenção do poder público para o caso?
    Conformismo ou conivência com a guerrilheira Estela – ou Dilma do PAC?

  68. Basta

    -

    21/03/2013 às 7:53

    Hah, hah! O que poderiamos esperar de uma obra encomendada pelo prefeito Jorge Roberto Silveira?

  69. jotasilvestre

    -

    21/03/2013 às 7:48

    O governo deve explicações ao contribuinte!
    Roubar é crime? e roubar oficialmente?

  70. Sargent D

    -

    21/03/2013 às 7:43

    Imaginem se fosse o FHC q estivesse viajando à Roma com uma comitiva de puxa-sacos enquanto a região de Petrópolis estivesse desabando!?? Imagine se ele tivesse prometido 6 mil casas lá e levantado nenhuma!!!? Seria fuzilado na rampa do Palácio do Planalto pela escumalha PeTralha!

    Mas parece q a diLLma e o muLLa têm salvo conduto para defecar no Brasil… ÊTA POVINHO ‘INGUINORANTI’!!!!!

  71. Luiz Fernando

    -

    21/03/2013 às 7:18


    Rodrigo Neves é eleito prefeito de Niterói, no RJ
    Candidato do PT teve 52,55% dos votos válidos, contra 47,45% de Peixoto.
    Ele já havia sido o candidato mais votado no município no primeiro turno.”
    Pelo visto os habitantes do município de Niterói estão satisfeitos com o governo federal, com o governo estadual, e também com o governo municipal, haja vista que o atual prefeito, do PT< substituiu um prefeito do PDT que faz parte da base do governo federal e estadual.
    Então, digo cá para os meus botões, se eu sou péssimimente mal servido em um restaurante, e mesmo assim eu permanece no estabelecido e volto posteriormente, isso significa que estou satisfeito com o serviço, posto que tenho a opção de me levantar e ir embora, e de nunca mais voltar a esse restaurante. Pergunto então, exite razões para os pessoas ficarem com pena de mim ? Existe razões para as pessoas falarem mal do dono do restaurante ? Afinal onde está o maior erro, no dono do restaurante que presta um serviço de décima quinta categoria, ou o erro maior é meu que concordo e pago para ser mal servido ?

  72. Marcus Meyer

    -

    21/03/2013 às 7:13

    Não há nenhuma surpresa aí, não é mesmo? O programa “Minha Casa Minha Vida” é só uma desculpa para o real “Uma Empreiteira Meu Financiamento de Campanha”! De resto, basta mostrar, de longe, imagens das “obras” de construção no horário eleitoral para o rebanho, ou eleitorado, acreditar no mar de rosas que está sendo vendido!

  73. Indignado

    -

    21/03/2013 às 6:38

    Seguindo a cartilha do professor Mercadante, Tio Rei? Não seria “…já ameaçam cair…”?
    Ninguém fiscaliza a construção desses prédios? Depois ocorrem outras tragédias e vão colocar a culpa nas chuvas…
    E a “presidenta” com 2.000% de aprovação…

  74. Carlos Aurélio

    -

    21/03/2013 às 6:29

    Sem problemas, a turma do Morro do Bumba já estão acostumados com desabamentos mesmo. O BNDES e a Caixa Econômica tiveram suas notas rebaixadas pela Agência Moody’s devido a excelente gestão do governo. Mais 2,5 milhões de famílias saíram da pobreza absoluta com os R$2,34 por dia de ajuda do governo. E as pesquisas não mentem, o índice de aprovação da presidente é excelente. O voto obrigatório é uma bomba atômica na mão governo. Tia Dilma curte uma viagem milionária para pedir perdão por sangrar nosso país ao novo Pontífice no Vaticano. ESSA É A NOSSA PÁTRIA AMADA BRASIL.

  75. Afrânio Roberto Fernandes Ribeiro

    -

    21/03/2013 às 6:19

    Sr. Reinaldo bom dia,são muitos bodes na sala ao mesmo tempo nos últimos dias!Tentativa de garfar os royalties,tragédia na região serrana,deslumbramento dos pentelhos na posse papa etc.Ai vão passando ao largo,os mensaleiro!

  76. ricardo

    -

    21/03/2013 às 5:25

    “A Caixa Econômica Federal, que financia o projeto, aguarda um laudo técnico para avaliar quem vai arcar com esses gastos.…no final de tudo quem vai pagar eh o otário de sempre, o contribuinte! a mãe-Caixa provavelmente vai dar um jeitinho de contabilizar de maneira criativa o prejuízo da construtora…

  77. ricardo

    -

    21/03/2013 às 5:22

    agora me pergunta se a oposição vai ter coragem de colocar isso na tv?

  78. Ernesto

    -

    21/03/2013 às 3:54

    É uma cambada de corruptos!!!
    Já cansei de demonstar e tem gente que acredita na honestidade desse desgoverno: a mega sena do dia 20/3/2013 acumulou!!! Quanto mais grana mais otários jogam. Também, repetiu um terno do penúltimo concurso: 10-37 e 47. Isso é “fácil” de acontecer, pois são apenas 34.220 existentes. O difícil é apostar um número num dadinho e acertar, pois são muitas probalidades de erro: 5 em 6 números existentes. Se a aposta for dois a dois números a chance de 1 em 6 passa para 1 em 15.
    Tirem suas conclusões por que esses resultados de duques repetidos, ternos recém sorteados e cidadezinhas miseráveis apresentam amis ganhadores do que grandes metrópolis. Catões fabricados???

  79. The Wall

    -

    21/03/2013 às 3:21

    Chama a gerentona e o chefe…

  80. naldig

    -

    21/03/2013 às 2:07

    A baixa qualidade das construções beira o crime!
    Prédios cairão por todo o país! Rachaduras, infiltrações e inclinações fazem parte do pesadelo chamado de Minha Casa Minha Vida! Agora que entendi o minha vida’ O cidadào corre risco dentro de casa!

  81. Tontini

    -

    21/03/2013 às 1:45

    Sobre a isenção da taxa de inspecção veicular trasncrevo este trecho do estadão: “Apresentada pelo vereador Paulo Frange (PTB), a emenda foi defendida pelo vice-líder do governo, Orlando Silva (PCdoB)”
    A peça que estava faltando, o ex-ministro dos esportes demitido por suspeita de roubo de dinheiro da merenda escolar de crianças agora é vice-lider da câmara! Ele foi eleito vereador ou algum companheiro deixou a vaga para ele?

  82. mauro.issomoto

    -

    21/03/2013 às 1:36

    extranho………muito extranho!
    por que a globo que vive de verba estatal e é do RJ vai se meter num vespeiro carioca?
    Por que não falar do petroleiro João Candido ou do trem-bala que nem projeto tem?
    EXTRANHO MUNDO………..

  83. Claudio

    -

    21/03/2013 às 1:10

    Reinaldo

    Com o ensino que temos, nada mais natural , como na música do Ultraje a Rigor :

    A gente não sabemos
    Escolher presidente
    A gente não sabemos
    Tomar conta da gente
    A gente não sabemos
    Nem escovar os dente
    Tem gringo pensando
    Que nóis é indigente…

    “Inúteu”!
    A gente somos “inúteu”!

    A gente faz carro
    E não sabe guiar
    A gente faz trilho
    E não tem trem prá botar
    A gente faz filho
    E não consegue criar
    A gente pede grana
    E não consegue pagar…

    “Inúteu”!
    A gente somos “inúteu”!

    A gente faz música
    E não consegue gravar
    A gente escreve livro
    E não consegue publicar
    A gente escreve peça
    E não consegue encenar
    A gente joga bola
    E não consegue ganhar…

    “Inúteu”!
    A gente somos “inúteu”!

    Agora Complementado e atualizando com a evolução PETRALHA

    A gente faz escola
    e não consegue ensinar
    A Gente faz prédio,
    só para desabar
    A Gente forma Doutor
    que dá injeção de bolor

    Agente cria Ministério
    que sua função é um mistério

    Um grande abraço

  84. Marcos F

    -

    21/03/2013 às 1:04

    Esta foto está bem ultrapassada. No mínimo, toda Niterói já sabia que os prédios estavam caindo, há tempo.
    Nós não temos Governo. O Rio muito menos – federal, estadual ou municipal.
    Não há uma só pessoa para, de manhã, dar uma passadinha nas obras de milhões, e constatar as enormes rachaduras nas paredes ou/e principalmente, verificar que o solo era horrível para a construção.
    Dane-se, pessoal! O que interessa são os votos – e eles já vieram.

  85. Josafá

    -

    21/03/2013 às 1:03

    Como é que se consegue ser tão incompetente? Construir prédios não é propriamente uma novidade para engenheiros civis minimamente competentes.

  86. Zebrasil10

    -

    21/03/2013 às 0:49

    O programa minha casa,minha vida,só terá um perdedor-,o cidadão brasileiro e em particular,os postulantes à proprietários dos “imóveis”!-Pois,coisa inventada e feito nas “coxas”,só poderia dar nisso.Prato mal “feito”,incompetência idem,comercialização idem,interesses incontáveis idem,qualidade e concepção idem!Ao final e a cabo,sobrará a herança maldita,por imposição desonesta, á construtora,e,se esta for amiga do rei,ao contribuinte!É fato que neste projeto,empresa que executa o contrato com louvor,pouquíssimas,declinam em aceitar outra obra similar,dado o risco de prejuízo eminente,devido as características globais de concepção!-A oposição política,caso ela exista,tem um prato transbordante de oportunidades,ao visitar estes pardieiros,cheios de vícios e erros de construção!

  87. Iara

    -

    21/03/2013 às 0:46

    Aposto que o governo da D.Dilma, vai agora ser aprovado por 95% da população.

  88. vítima comunizada pelo PT

    -

    21/03/2013 às 0:33

    Cadê a dilmá e o cabral diante dessa desgraça com mortes devido as fortes chuvas no estado RJ? Não apareceram para consolar o povo em estado de calamidade. Quanta frieza dos nossos governantes…

  89. Dan

    -

    21/03/2013 às 0:31

    E agora é culpa da gest?o anterior?

  90. Aaron Spelzer

    -

    21/03/2013 às 0:30

    “Minha Casa, Minha Jazida”

  91. anônima-RJ

    -

    21/03/2013 às 0:22

    Retrato fiel do Brasil nas mãos do PT!!!

  92. Ratão do Cerrado

    -

    21/03/2013 às 0:16

    Pois é, os desabrigados recebem 400,00 reais de aluguel social e a incompetenta, gerenta de araque passeia pelaszoropa, não aceitando uma suite que não seja “prisidencial”, pela bagatela de 7.700,00 reais, enquanto o verdadeiro “ratão do cerrado”, a múmia paralítica que governa o DF passeia por “uoshiton”, em busca de trazer um parque temático para a cidade. Até parece que eles vão cair na lábia desse ladravaz! Só mesmo sendo muito pateta para votar nessas pestes!

  93. Dalton Torres Ladeira

    -

    21/03/2013 às 0:14

    Procurem no prédio à esquerda uma coluna ou uma viga. Não existem !

    Eles chamam isso de tijolo estrutural que, obviamente, só são usados nas casas do Sua vida que se Fida.

    Mais uma colaboração do governo petista para esse descalabro chamado Brasil.

  94. Etiene

    -

    21/03/2013 às 0:06

    ISSO NÃO PODE ESTAR CERTO!

    R$400,00/mensais, multiplicado por 3.000 famílias = R$1.200.000,00 (1,2 milhões mensais)
    R$1,2 milhões multiplicado por 36 meses (3 anos desde a tragédia) = 43,2 milhões
    Se tiverem que demolir os prédios, e depois reconstruí-los, o prejuízo será de 22 milhões, mais o custo em aluguel até agora de 45,2 milhões, mais o custo de demolição/remoção/reconstrução/brigas na justiça para ver quem paga o prejuízo, etc; etc…
    Quando isso acabará e qual será o custo?
    Desculpem, estou SURTANDOoooo…

  95. ...i eu qui tudo o çei é qui nada çei...

    -

    20/03/2013 às 23:46

    Ah,REInaldo…é o çimento.

    O terceiro maior PTerossauro já descoberto no mundo — e o maior do hemisfério sul,foi encontrado na Bacia do Araripe,entre o Piauí,Ceará e Pernambuco.
    Qualquer coincidência,é mera coincidência.

  96. Tertuliano

    -

    20/03/2013 às 23:43

    Esse programa deveria se chamar Minha Casa Minha Sepultura!

  97. Lili

    -

    20/03/2013 às 23:32

    Enquanto isso, no link do “Canal Piloto”, há a notícia de que “Exército reforma pista de Guarulhos e devolve R$ 150 Milhões economizados”.

  98. bereta

    -

    20/03/2013 às 23:32

    Do que se mostrou na tv, a impressão que se tem é que não há amarração de concreto nas paredes. Apenas tijolos sobre tijolos. Não quero estar errado, mas foi o que vi.

  99. Martha

    -

    20/03/2013 às 23:28

    E não são só estes que estão desabando, não. Há muitos outros na mesma situação e já com moradores.

  100. FM

    -

    20/03/2013 às 23:19

    Nessa conversa de rato enganando gato, adivinhem o que vai acontecer. Claro, como sempre, sem sermos convidados, pagaremos todos. Enquanto prédios caem no Bumba, Dona Dilma com seu marqueteiro vão tocando o bumbo.

  101. Antonio

    -

    20/03/2013 às 23:19

    É o fim da música do Ari Toledo:
    “Pobre só leva na Bumba”

  102. Solteirona do Meiér

    -

    20/03/2013 às 23:15

    Igual ao governo.

    Desabando

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados