Blogs e Colunistas

11/03/2014

às 5:30

Os mistérios também técnicos do avião que está desaparecido. Crescem indícios de uma ação terrorista

Gonçalo Osório, leitor habitual deste blog, é especialista em muita coisa, inclusive aviões. E me manda a seguinte mensagem. Volto em seguida:

Rei,
eu sei que você detesta avião, por isso vão aqui algumas coisas intrigantes para quem não gosta de avião.

1) Todo bicho desse porte (imagine: 350 toneladas de peso de decolagem, dependendo do modelo) tem uma coisa chamada ELT — emergency locator transmiter. Como o nome em inglês diz, é um sinal de rádio de emergência, que é acionado sem interferência do piloto e que pode ser captado por outros aviões, navios e satélites. Ninguém captou nada. Como assim? O ELT não funcionou? Não se sabe.

2) Esses aviões ultramodernos têm outra coisa: caixas-pretas que “falam”. Depois de um acidente, elas transmitem também um sinal, que aviões como esses que os americanos usam para achar submarinos no Mar da China são capazes de captar. Como assim? Ninguém captou nada até agora?

3) O Boeing 777, assim como aquele Airbus da Air France que se acidentou na rota Rio-Paris, dispõe de um treco chamado ACARS (outra sigla em inglês). Para compreensão do leigo, é como a telemetria de carros de Fórmula 1: sensores a bordo detectam tudo o que acontece com motores, equipamentos de navegação, atitude do avião em voo, o escambau, e transmitem a intervalos de segundos essas centenas de informações para o fabricante (a Boeing) e para o operador (a Malaysia). No caso do Air France, por exemplo, sabia-se, durante os sete minutos entre o avião sair da altitude de cruzeiro e se espatifar na água, que várias coisas estavam ocorrendo: não eram defeitos técnicos, mas o ACARS transmitiu a rápida perda de altitude, por exemplo, e as diversas configurações dos computadores de bordo. Cadê as informações do ACARS do B777 da Malaysia? A Boeing e a companhia até agora nada disseram.

Meu palpite é terrorismo. O pessoal do setor (pilotos, instrutores e chefes de operação de grandes companhias) acha que terroristas de alguma maneira tomaram conta do avião e teriam conseguido, inclusive, interferir na operação do transponder. Muito esquisito mesmo!

Retomo
Pois é… As semelhanças com o caso da Air France vão ficando para trás, e uma outra tragédia vem à memória: o ataque terrorista ao voo 103 da Pan Am, em 21 de dezembro de 1988, que matou 270 pessoas — 259 ocupantes do avião e 11 moradores da pequena Lockerbie, na Escócia, onde caíram os destroços. A aeronave partira de Londres com destino a Nova York.

Terroristas líbios, a mando de Muamar Kadafi, introduziram uma pequena bomba no avião — sim, pequena, escondida numa maleta. Naquela altitude, basta um rombo de pequenas proporções na fuselagem para a aeronave se espatifar no ar.

A Malásia, de onde partiu o avião, é outro celeiro do extremismo islâmico, mas a China, até onde se sabe, não está na mira desse tipo de terrorismo. Chama ainda a atenção a reação irritada da China.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

145 Comentários

  • HEBER

    -

    17/11/2014 às 12:10 pm

    Boa tarde,possivelmente tenho uma ideia de algo que tornaria a viação mais segura aos interessados da boing entrar em contato.

  • Anonimo

    -

    21/8/2014 às 12:28 pm

    Gente o hamas e israel estao em guerra os e.u.a tem a (onu) organizaçoes das naçoes unidas) os e.u.a estao interferindo na guerra e com isso o brasil tbm vai entrar e outros paises tambem, e isso pode ser uma nova guerra mundial, e ainda mais some esse aviao, essa e uma possibilidade

  • Adriana

    -

    3/4/2014 às 4:06 pm

    Eu acho que esse avião foi parar no triangulo das bermudas.

  • Enio de Andrade

    -

    1/4/2014 às 10:32 pm

    Por que um piloto desligaria um transponder? Porque existe esta chave? o fabricante projetou para o avião esconder?

  • Regivan Chaves

    -

    29/3/2014 às 6:11 am

    devem começar a investigar a empresa onde trabalhavam os 20
    funcionários de alta patente de projetos militáres de guerra
    que coencidentimente estavam no aviao,alem na vantágem de morte dos funcionários para essa empresa;eles levávam projetos valiósos para a elite ou seja,para o governo secreto eua e outros..

  • Ricardo

    -

    26/3/2014 às 7:38 pm

    O certo é que esperar 2 semanas pra se ter uma idéa do que ocorreu com uma aeronave comercial hoje em dia é INACEITAVEL !

  • Ricardo

    -

    26/3/2014 às 7:30 pm

    Boa noite Reinaldo Azevedo .
    Eu apenas queria deixar umas idéias , acredito que sejam bem legais .
    1ª Aquela região do oceano é infestada de submarinos militares brincando de quem rouba informações de quem ( sabemos que nas procimidade de cidades com alta tecnologia , fica muito mais facil decodificar sinais entre emresas governos etc. etc. ) Então estes submarinos não captaram nada ?
    2ª Por que , em nome de Deus , até hoje não se colocam BOIAS ! Muitas Boias montadas dentro das asas de aviões comerciais equipadas com algum tipo de radi transmissão ?
    Elas serviriam como pista tanto em caso de acidentes no mar como em terra …
    O ser Humano consegue inventar coisas fantásticas e gasta-se Bilhões em engenhocas que podem falhar e não pensaram até hoje numas BOIAS SINALIZADORAS ? …

  • Jonh

    -

    24/3/2014 às 11:27 am

    queria saber uma coisa, é possivél o avião ter voado alem da atmosfera???? só é uma pergunta curiosa….

  • anonimato

    -

    17/3/2014 às 11:00 am

    A mais pura verdade é que esta aeronave por razões incertas e não conhecidas, perdeu o seu controlo, mas conseguiu voar fora dos radares, que possivelmente foi forçado haver pouso de emergencia,com todo cuidado e cautela, sobre estas aguas que sobrevoavam estando calmas neste momento oportuno desta descida sem desintegrar-se, manteve certo periodo flutuando nas aguas até afundar o avião, ficando alguns passageiros, aguardando por socorro, não sabe se existe sobrevivente.

  • Valmir Varejao

    -

    17/3/2014 às 8:46 am

    Eu tenho medo do que possa acontecer.
    Pois estamos a poucos dias da Copa do Mundo e acontece algo como isso.
    Estou com medo desse avião possivelmente sequestrado ser usado para algum atentado terrorista aqui no BRASIL.
    Espero que encontrem esse avião desaparecido logo, e espero mais ainda que estejam todos bem de saúde.

  • carlos andre

    -

    16/3/2014 às 2:21 pm

    o arrebatamento onde pessoas recebem aterra prometida deus esta voutano muitas acartrafores ira acontecer emuitas almas sebosas ira paga opecado e aqui natera mesmo quantos de nos so lembra de deus guando estamos doenten ou com dividas deus eprase lem brado endodos momentos ofim dos tepos ta masprosimo do que vocês enmagina deus da dano ajanse denos nos redimi mas mundo tem muitas almas sebosas orebatamento já comesou

  • carlos andre

    -

    16/3/2014 às 2:08 pm

    caros leitores nos tamos nos fim dos tempos a onde nessa terá so tem maldade muita gemtem tem de mas emguanto muitos amanhese odia não tem oque come emuitos pagano caro ate prair alua nesse mundo niguem tanem ai poprosimo deus esta voutano esse de saparesimento se chama oarepatamento esse eso um aviso que atera que deus criou não ta da maneira coreta deus vai da umfim nisso eaterra prometida ira chega onde todos sera de igual pra ingual sem fome sem guerra sem ohmes de puder que so emche osbousos de dinheiro se preparem deus já esta entre nos muito mas ira acontercer

  • celio sidney vidal

    -

    16/3/2014 às 1:27 am

    todos os depoimentos tecnicos ja esgotaram-se,para mim ou avião penetrou em portal de outra dimensão ou realmente foi abduzido para pesquisas de seres de outros mundos ou dimensional ou planetario. célio vidal

  • Iara

    -

    15/3/2014 às 3:29 pm

    Bem conhecemos os tipos de bandidos que matam e não ligam para a sua exposição, e me assusta mais ainda para um Serial Killer que o faz minuciosamente e calcula friamente no anonimato para conseguir mais e mais o que se almeja, esse me assusta……e neste caso o frisson das cortinas fechadas pode ser um sinônimo de grande bilheteria ou o “Best terrorism”, infelizmente não acreditamos na tese em que os grandões dizem não saber de nada, como uma aeronave deste porte sobrevoa um espaço aéreo e não é identificado sua presença, como suas informações contraditórias passam a dizer que o avião saiu da rota e não se sabe para aonde foi? Fiz uma viajem de avião de porte pequeno tbm e lá se percebe que pela torre quando se entra em um espaço aéreo qualquer é solicitado identificação e não sei em que circunstância este se encontrava mas impossível se perder sua rota assim infelizmente somos leigos e os expert no assunto se fazem de desentendidos só pode ser!!

  • Luis Henrique

    -

    14/3/2014 às 11:55 pm

    Cont… e por falar em vírus nos equipamentos, com certeza estão pedindo recompensa para não sumir com mais aeronaves já infectadas e em perigo as colocando em rotas aleatórias e perigosas. Isso justifica esta confusão generalizada que ninguém se entende, isso é para ganhar tempo. Luizão

  • Luis Henrique

    -

    14/3/2014 às 11:38 pm

    Luizão voltou.
    Isso é vírus nos equipamentos eletrônicos, ninguém levantou esta hipótese, visto que é super possível imagine o valor de um antivírus deste calibre.

  • kalil

    -

    14/3/2014 às 10:08 pm

    Aparentemente todos aparelhos de localização do aviao foram desligados intencionalmente ou por uma pane eletrica geral, e se depois disso, o aviao ¨pousou¨, no mar lentamente, sem grande impacto e nao conseguiram abrir as portas (devido a pane eletrica), e afundou lentamente sem danificar nada? Os navios conseguiriam detectar mesmo assim? porque nao vasculham as areas provavel com submarinos?

  • darwin

    -

    14/3/2014 às 9:34 pm

    Uma coisa eu digo com certeza, o MAS-370, não caiu perto de sua rota original,se é que caiu…Esta tudo apontando para pirataria, sequestro, ou seja la o que for.Sem sinal de comunicação de forma alguma, sem destroços nem incendios,sem clareiras na mata.Na minha opinião esse Avião pousou em algum lugar por algum motivo e interesse de algum radical desses espalhados pelo mundo.Falei…

  • rogerioc20

    -

    14/3/2014 às 4:22 pm

    Ainda é cedo para tirarmos uma conclusão, mas com o passar dos tempos se não aparecer, pode ter certeza que foram os extraterrestres que levaram o avião.Eles tem tecnologia muito superiores.

  • roger thiago

    -

    14/3/2014 às 1:14 am

    esse aviao foi sequestrado por alienigenas. só pode ter sido abduzido isso é um grande misterio.

  • Rafael de jesus almeida

    -

    13/3/2014 às 10:29 pm

    eu acho que o oceano e muito grande e complexo, em algumas partes como ex: triangulo das bermudas, o fluxo imenso de bactérias e seres do oceano que ao se decompor forman camadas de gás metano que se elevam a níveis altíssimos formando imensas paredes de gás metano sobre o oceano, assim quando avião passa por essas paredes de metano as turbinas pegam fogo o avião se desabilita ocorrendo uma mega explosão de metano que faz a aeronave se auto insinerar e depois e puxado seus destroços ao fundo do oceano .rfl…

  • francisco

    -

    13/3/2014 às 11:16 am

    A aeronave entrou em vórtiçe e foi sugada para outra dimensão

  • Fabrício

    -

    12/3/2014 às 8:03 pm

    Abduzido. Como disse Mauro Cunha.
    The Truth Is Out There!

  • Mauro Cunha

    -

    12/3/2014 às 4:13 pm

    Abduzido. A verdade está lá fora.

  • leonardo serpa da cidade da bahia

    -

    12/3/2014 às 4:06 pm

    como nao poder dizer que eles podem ter poblemas ou foram buscar negocios por favor eu pesso ue tragam as pessoas inoscentes nao sou parente mas nao quero o mal de niguem

  • Aloizio V. Corrêa

    -

    12/3/2014 às 4:02 pm

    Também sou um apaixonado por aviões, mas com poucos conhecimentos técnicos, parabéns aos senhores: Reinaldo e Almeida. De fato não entendo, no caso de roubo de um automóvel, há o rastreamento por satélite que permite inclusive bloquear as funções do veículo. Falamos de um boeing 777, um dos mais modernos e seguros aviões em operação, como não há vestígios. Na minha opinião tomaram sim este avião, desligaram suas funções vitais de identificação. Mas, me doí também, pensar nos familiares em busca de notícias ou pelo menos dos corpos de seus ente queridos. Luto desde 2010 para que as autoridades brasileiras possam analisar com atenção e carinho uma invenção(Projeto) de minha autoria que permite em casos de acidentes com vítimas fatais, fazer o reconhecimento instantâneo (Tempo real/Minutos), mesmo que a vítima esteja parcialmente carbonizada ou que somente o esqueleto seja resgatado, ainda que anos depois ou submerso em águas profundas direi: Nome, endereço, filiação, tipo do sangue, idade, altura, profissão, marcas de nascimento, telefones uteis, cidade ou país de origem e etc. Lembro frustado por não ter sido útil a minha invenção, por ocasião do acidente com o Boeing da Air France, onde 60 corpos ficaram submersos nas profundezas oceânicas, correndo o risco de não serem resgatados pelo precário estado em que se encontravam(Somente esqueletos), confesso que se a minha técnica estivesse já em atividade o problema da identificação destas vítimas não haveria. O Projeto é fruto de pura criatividade de um brasileiro que não tem QI(Quem Indique) e talvez será mais um produto largado de mão, pois no Brasil mais se valoriza a bunda, o silicone do que, a criatividade, a inteligencia, os nossos cientistas e capacidade dos nossos técnicos, haja visto as verbas destinadas a educação. Mas quem sabe, ainda possam dar atenção a este humilde cidadão brasileiro. Obs: O Almeida me parece fera na matéria da História política, muito legal seus comentários e o Reinaldo, manja da parte técnica mecânica. Abraço a todos e que Deus possa dar um desfecho bom para esta gente sofredora.

  • Raniel

    -

    12/3/2014 às 3:43 pm

    Foram Alienígenas que abduziram esse avião.

  • OrlandoB

    -

    12/3/2014 às 10:29 am

    Me desculpem, mas há várias semelhanças com o vôo da Air France sim.
    Os equipamentos citados pelo colega registram acontecimentos a bordo e os enviam para o fabricante mas de uma maneira ampla.Detalhes, só com a caixa preta do avião.
    Muitas vezes, a semelhança do vôo da Air France, pilotos não transmitem sinais de stress (May day, 7500 no transponder etc) por estarem envolvidos com atitudes ou movimentos da aeronave que tomam o tempo da tripulação sem, contudo, parecem que são falhas que provocarão a queda da aeronave.
    O sinal emitido pela caixa preta é relativamente fraco, quando o avião mergulha em oceanos profundos.Daí a dificuldade e a demora em encontra-la.
    Pode ter sido ato terrorista.Mas, muitas vezes, falhas estruturais em aeronaves postas (em termos aeronáuticos) recentemente na linha de vôo (caso do 777) podem causar acidentes que surpreendem pelo inusitado.São falhas que só serão conhecidas após a análise das caixas preta, devido a não semelhança com nenhum outro caso já conhecido por companhias aéreas, fabricantes e investigadores aeronáuticos.
    Ainda acho que precisamos aguardar.

  • rafael

    -

    12/3/2014 às 3:00 am

    Fica tudo com deus.

  • Quaker

    -

    11/3/2014 às 10:03 pm

    SÓ HÁ UMA AERONAVE QUE NÃO FAZ SENTIDO TER ESTE TIPO DE EQUIPAMENTO. É O AERODILMA ANTIGO AERO LULA.
    A HIPÓTESE DE LOCALIZAÇÃO SERIA PELA MALA OO7 DA ROSE QUE SEMPRE ESTÁ A BORDO APARECER BOIANDO NO OCEANO.

  • Quaker

    -

    11/3/2014 às 9:59 pm

    NAVIOS TAMBÉM TÊM SISTEMA DESTE TIPO QUE CHAMAMOS DE EPIRB. NO CASO DE UM NAUFRÁGIO, O DISPOSITIVO QUE FICA NO CONVÉS EXPOSTO É LIBERADO PPELA PRÓPRIA FORÇA EXERCIDA SOBRE ELE (QUE É UMA BOIA), COMEÇA A EMITIR SINAIS IMEDIATAMENTE DECODIFICADO DANDO A POSIÇÃO DO NAVIO. AFUNDAMENBTO. TUDO COORDENADO VIA SATÉLITE.

  • j.rogério

    -

    11/3/2014 às 8:22 pm

    Reinaldo, o Boeing 777 é uma aeronave altamente sofisticada, com diversos sistemas aptos a darem informações em tempo real sobre todas as atitudes da tripulação. A inexistência destas informações sugere o desligamento destes sistemas. Veja que a tripulação alterou o curso(e isto teria que ser autorizado ou comunicado se em emergência), da mesma forma houve alteração de altitude. Bom, qualquer conclusão no momento seria mera especulação. E, especulando, me parece que se trata de uma atitude deliberada de quem, naquele momento, comandava a aeronave.

  • francisco

    -

    11/3/2014 às 7:44 pm

    Se houve emergência, o piloto deveria ter acionado no transponder o código respectivo,7700. Se foi sequestro seria o 7500, ou foi impossibilitado. Não houve, via rádio nenhum transmissão de “MAY DAY”, então explodiu ou foi jogado no mar ou terra? Onde estão os destroços e corpos? Accho que a empresa sabe de alguma informação recebida via satélite e não quer divulgar, ou, foi algum OVNI. Torço pelas famílias para que as esperanças de sobrevivente permaneçam.

  • RHMNK

    -

    11/3/2014 às 7:31 pm

    Tudo está indicando que uma explosão muito forte a bordo do 777 espatifou todos os sistemas citados. Porém, peças leves e resistentes deveriam estar boiando se fosse este o caso mas, não foi encontrado nada até o momento. Quando todas as teorias não explicam nada, a mais simples prevalece.

  • Luiz Luccas

    -

    11/3/2014 às 7:21 pm

    Se foi um ato terrorista provavelmente não cumpriu seu objetivo, pois não houve sequer algum grupo reivindicando a autoria (não queriam explodir só o avião). Se fosse, meu palpite é que este desvio de rota pouco depois da decolagem, mostra que os terroristas queriam ir longe, em uma rota bem distinta. Aí faria sentido desligar o transponder. O alvo poderia ser uma das bases americanas no Japão, Okinawa por exemplo. Poderiam ter ainda desligado o ELT e o ACARS ainda em solo?

  • Ricardo Cubas

    -

    11/3/2014 às 7:17 pm

    O seriado Lost que era ficção, tornou-se realidade em alguma dimensão que não é a nossa.

  • Renato

    -

    11/3/2014 às 7:01 pm

    no próprio site da veja tem uma matéria sobre estas questões técnicas.

  • Dalton C. Rocha

    -

    11/3/2014 às 6:22 pm

    Dei-me um país islâmico e eu lhe darei três coisas:
    1- Um país pobre.
    2- Uma cleptocracia.
    3- Uma ditadura.

  • Fagundes

    -

    11/3/2014 às 5:57 pm

    Como tudo é possível, pode ser que a aeronave SUBIU em vez de descer em direção ao solo.
    Nesse caso certamente seria desintegrada em certa altitude.
    Talvez ainda tenho sido vitimada pelo choque com algum corpo celeste.
    Parabéns pela profundidade das explanações. Todas elas são possibilidades concretas.

  • Nilton

    -

    11/3/2014 às 5:53 pm

    É evidente que a hipótese mais provável é a apontada pelo amigo neo-reaça aí embaixo…eheh

    Mas uma coisa não é hipótese: o que o amigo Igor disse é a pura verdade, a imprensa tupiniquim, só pra variar, escamoteia a questão islâmica, por ignorância e/ou má-fé.

  • Beto gaúcho

    -

    11/3/2014 às 5:04 pm

    Colega Regina – 8:05, se acontecer algo do tipo durante a copa estamos ferrados (digo, organização, governo, imagem do pais)
    .
    (o que é muito perigoso, dadas as deficiências apresentadas de estrutura no Brasil e por tabela, de segurança)

  • Stolf

    -

    11/3/2014 às 4:59 pm

    Ainda existe a possibilidade do avião ter sido atingido por um raio da morte disparado por um satélite, ou devorado por langoliers.

  • Luciano

    -

    11/3/2014 às 3:54 pm

    Mas se foi ataque terrorista, porque ninguém assumiu a autoria ainda?

  • Almeida

    -

    11/3/2014 às 3:50 pm

    Reinaldo, permita-me lhe corrigir nesse trecho:
    “A Malásia, de onde partiu o avião, é outro celeiro do extremismo islâmico, mas a China, até onde se sabe, não está na mira desse tipo de terrorismo. Chama ainda a atenção a reação irritada da China.”
    Não sei se você ficou sabendo, mas ocorreu um ataque terrorista na China no fim de fevereiro, no qual homens armados com facas (isso mesmo, apenas com facas comuns) atacaram dezenas de pessoas em uma estação de trens, matando quase 30 pessoas a facadas.
    Esses terroristas eram, ao que tudo indica, do Turquestão chinês, a região de Sinkiang, região no oeste da China e ao norte do Planalto Tibetano habitada por muçulmanos de origens étnicas dos povos da Ásia Central (totalmente diferente dos chineses, sendo muito mais próximos dos turcos, daí o nome Turquestão) e que até o século 20 não era totalmente controlada pela China, sendo muito mais um Estado autônomo tributário. Depois da Revolução Comunista de 1949 e o domínio da China comunista se estender completamente para o Sinkiang e o Tibet, os habitantes do Sinkiang lutam para se libertar do domínio da China comunista.
    A China reprime qualquer anseio separatista com mão de ferro. E os turco-muçulmanos do Sinkiang recorrem às vezes ao terrorismo.
    Assim, há terrorismo, sim, na China, especialmente terrorismo muçulmano, que é o que você, Reinaldo, deve ter pensado – pois também se pode praticar terrorismo por outras causas que não só a militância islâmica ou islamista.
    Talvez seja esse um dos motivos que tenha irritado a China comunista, com a memória ainda bem fresquinha do ataque dos terroristas esfaqueadores do fim de fevereiro.
    Mas o ocorrido não parece ser uma ação de terrorismo, principalmente uma que visasse a China, pois os vetores dos radares indicaram claramente que o avião deu “meia-volta” após passar pela Malásia e se aproximar do Vietnam.
    Se o avião saiu da rota em direção à China, então, ou ele enfrentou um problema técnico e tentava retornar à Malásia ou ele foi sequestrado por terroristas que queriam desviar o vôo para outro lugar.
    E para onde desviariam o avião?
    Não sei. Mas, talvez, apenas como especulação, os terroristas possam ter tido a idéia de atacar a Birmânia/Miamar, onde os muçulmanos são perseguidos, atacados e mortos pelos budistas (na Birmânia, os muçulmanos são minoria e lá esses são as vítimas de milícias budistas do páis, contando inclusive com a participação de monjes nos atos de violência).
    Assim, caso o desaparecimento (queda) do avião tenha realmente alguma relação com terrorismo, eu apostaria muito mais em uma tentativa terrorista de tomar o avião e desviá-lo para a Birmânia – e que provavelmente resultou na queda do avião.
    Até porque, os suspeitos são iranianos, e o Iran tem boas relações econômicas com a China comunista. Dificilmente algum terrorista iraniano praticaria atentados terroristas contra a China, ameaçando essa boa relação entre os dois países.
    É claro que eu posso estar errado e, caso se trate mesmo de ação terrorista, os terroristas terem como alvo a China.
    Não se pode esquecer que quase todos os terroristas do 11 de setembro eram da Arábia Saudita, que os Estados Unidos consideram um país “aliado”.

  • Anônimo

    -

    11/3/2014 às 3:31 pm

    E se o avião foi sequestrado e levado para alguma ilha ou país? O avião estava mudando de rota da úlitma vez que foi detectado. E se os sequestradores quisessem usar esse avião para algum atentado terrorista, ou mesmo para uso próprio? Nada mais barato do que roubar um.
    Em um pedaço de mar tão pequeno não achar nenhum pedacinho de nada é muito esquisito.

  • macz

    -

    11/3/2014 às 3:17 pm

    Um alvo simbólico seria as torres Petronas, em Kuala Lampor.

  • macz

    -

    11/3/2014 às 3:12 pm

    “Atentado terrorista seria reinvidicado por algum grupo.” OLHA PESSOAL, FOI MAL…FALHA NOSSA! Ora…

  • Anderson Silva

    -

    11/3/2014 às 3:08 pm

    Existe ato terrorista atualmente sem PLATÉIA? Qual sentido de praticar tal ato sem que este não ecoe na opinião pública escravizada pelas imagens de TV e celulares?

  • rastilho

    -

    11/3/2014 às 3:04 pm

    Estão fazendo uma copia do avião pra depois devolver.
    Não é a toa que Aviões são os queridinhos de Estudiosos,ao qual se dedicam muito tempo de sua vida pra estudar.
    Os designer,pegam as medidas certinhas para que depois eles tenha um voo tranquilo.Os aviões com asas dobradas mais para cima Garante um voo mais alto.Também se usa muito conceitos da física. A partir disto é possível deduzir que o movimento do O Boeing 777 foi interrompido subitamente com uma força mais de 36 vezes superior àquela da gravidade.ah mas onde esta o avião então?
    o Airbus A330-203, prefixo F-GZCP, da Air France, uma aeronave que entrou em operação em fevereiro de 2005. Com quatro anos e três meses de uso está na condição de avião novo. Tudo segue o plano de voo anotado tudo,As equipes de solo colocam aproximadamente dez mil toneladas de volumes,juntamente com as bagagens dos passageiros.no compartimento de carga do avião. Dubois verificou que mais de 70 toneladas de querosene foram bombeados para os tanques de combustível. Isso parece muito, mas não é, já que o avião consome até 100 quilogramas de querosene por minuto e as reservas de combustível não proporcionam muita autonomia extra.É somente por meio de um truque que o capitão é capaz de alcançar Paris com mais do que as reservas legais mínimas de querosene que precisam estar nos tanques do avião no momento da chegada à capital francesa. Uma brecha na legislação permite que ele anote a cidade portuária de Bordeaux, ao sul da França – que fica várias centenas de quilômetros mais perto do que Paris –, como o destino fictício durante os seus cálculos de combustível. O experiente piloto sabia que, voando com o combustível no limite, não não seria possível fazer nenhum grande desvio. Numa situação de urgência, ele teria que parar e reabastecer o avião em Bordeaux, ou, talvez, até mesmo antes, em Lisboa. Obviamente, Dubois espera um voo sem sobressaltos e nem cogita essa escala técnica, pois sabe que isso encarece o voo, provoca atrasos e desagrada os diretores da companhia aérea.
    O IMPACTO. Às 23h14min (horário de Brasília), 02h14min (UTC), o A330 mandou automaticamente sua última mensagem, um aviso sobre a velocidade vertical de cabine, o que significa que o ar externo havia penetrado na aeronave, o que pode indicar despressurização ou mesmo que, a essa altura, o Airbus já estivesse em queda livre na localização 3° 34? N 30° 22? W (cerca de 100 km do waypoint TASIL e a cerca de 1.228 km de Natal).

    Mais de 200 toneladas de metal, plástico, querosene e corpos humanos chocaram-se contra o mar. A enorme intensidade do impacto é descrita no relatório pericial, que descreve com detalhes gráficos como pulmões foram dilacerados e ossos fragmentados em toda a extensão. Alguns passageiros foram cortados ao meio pelos seus cintos de segurança.

    Grande parte dos destroços que foi recuperada tem no máximo um metro quadrado. As linhas de fissura tem um ângulo bem visível. Isso demonstra que o avião não mergulhou verticalmente no mar, mas sim que se chocou contra a água como uma mão aberta, com o nariz da aeronave elevado em um ângulo de cinco graus. Especialmente interessante é a grande cauda do avião, que foi retirada do oceano pela Marinha brasileira. Ela foi arrancada da sua base e arremessada para frente. A partir disto é possível deduzir que o movimento do A330 foi interrompido subitamente com uma força mais de 36 vezes superior àquela da gravidade, ou 36 G.
    Voltando ao voo do O Boeing 777, uma hipótese é que,esse voo pode não ter Acontecido já que sua distancia percorrida esta próxima de sua decolagem,ou ter desaparecido sem deixar vestígios no ar,igual com o avião da Air France que caiu no Oceano Atlântico em junho de 2009 que partiu do Rio de Janeiro com destino a Paris, na França. Todas as 228 pessoas a bordo morreram no acidente.Ou uma fuga com dados industriais de alto valor.

  • Observer

    -

    11/3/2014 às 2:42 pm

    Belíssima explicação. Mas (no meu achismo)acredito que o piloto desligou todos os recursos a que ele tinha acesso, como o transponder por exemplo. Todo mundo sabe o que um gerente de banco pode fazer quando sua família está em risco. Se uma tripulante sofreu esse tipo de ameaça é muito mais fácil tomar o avião e leva-lo para algum local previamente escolhido. Há indícios que alguns telefones de passageiros estão conectados à rede celular mas isso pode ser só um defeito de roaming.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados