Blogs e Colunistas

18/09/2012

às 6:25

O incêndio na favela e a razia jornalística. Ou: Homicida põe fogo em namorado, incendeia favela, mas a culpa é da… Prefeitura!

A imprensa paulistana, já escrevi aqui algumas vezes, fez picadinho da gestão de Gilberto Kassab. É claro que há coisas na Prefeitura que não funcionam bem. Mas outras tantas avançaram bastante. Inútil! Já demonstrei também como essa razia jornalística preparou o caminho de um Celso Russomanno, com sua glossolalia política.

Muito bem! Na favela do Moinho, em São Paulo, o senhor Fidélis Melo de Jesus, de 37 anos, brigou com o namorado, Damião de Melo, de 38. Na luta amorosa dos Melos, quem pagou o pato foram os moradores da favela. Fidélis usou um botijão de gás como maçarico e meteu fogo no companheiro instável, que morreu carbonizado. Só que botou fogo na favela também. Na Folha desta terça, narram Rogério Pagnan, Marina Gama e Pedro Ivo Tomé:

Com apenas três moradores treinados, sem extintores e com hidrantes trancados, o programa da prefeitura para combater incêndios voltou a falhar ontem e não impediu a destruição de cerca de 80 barracos na favela do Moinho, no centro de São Paulo. O fogo, iniciado perto das 7h, deixou um morto, cerca de 300 pessoas desalojadas, paralisou duas linhas de trem da CPTM, interditou o viaduto Engenheiro Orlando Murgel por tempo indeterminado e levou caos ao trânsito. Esse foi o segundo episódio, em menos de 15 dias, em que favelas na capital foram destruídas por incêndios embora tenham o Previn, o plano criado pela prefeitura em 2010. No último dia 3, o fogo destruiu parte da favela Sônia Ribeiro, no Campo Belo (zona sul), berço do programa. A própria Moinho já tinha queimado no final do ano passado. O incêndio de ontem  – o 34º em favelas neste ano – durou quase três horas.
(…)

Voltei
Não há gestão que resista a abordagem assim, dia após dia. Título da reportagem: “Plano da prefeitura volta a falhar e fogo destrói favela”. As palavras fazem sentido. A culpada pelo fogo na favela do Moinho, está claro, é a Prefeitura — de Gilberto Kassab, quem sabe… Fidélis, o que fez torresmo do companheiro, foi apenas a mão que acendeu o maçarico.

Ele, como se vê, não pode ser responsabilizado por nada. A Prefeitura está implementando esses planos de brigadas contra incêndio. Seria interessante saber se há menos ou mais ocorrências agora do que antes. Noto que, se o plano não existisse, então a Prefeitura não poderia ser responsabilizada. Como existe, ela passa imediatamente à condição de culpada. É espantoso! Estupefaciente mesmo! Até porque a Folha só poderia ter estabelecido essa relação de causa e efeito depois de um laudo técnico. Um incêndio naquelas dimensões poderia ter sido evitado com um hidrante ou com uma brigada bem treinada? Especialistas demorariam alguns dias para chegar a uma conclusão. Os três repórteres não precisaram mais do que alguns minutos. Afinal, todos os textos contra Kassab já estão redigidos antes de qualquer ocorrência.  E isso ainda é o de menos.

Há uma nova cultura se plasmando no país — que, não tenham dúvida, nos condena ao atraso eterno. Ninguém é responsável por mais nada. Do Poder Público (lembrem-me, mais tarde, de escrever sobre uma fala de Mitt Romney que está sendo explorada pela turma de Obama) espera-se que dê tudo de graça: casa, transporte, leite, pílula, pílula do dia seguinte, remédio, camisinha, aborto, educação, saúde, cultura, felicidade… A lista só vai aumentando. Em contrapartida, bem…, em contrapartida, nada! Nem mesmo se responsabiliza um maluco que resolve meter fogo no namorado. Afinal, também ele deve ser uma pobre vítima do “plano da Prefeitura” que falhou.

“Ah, o Reinaldo acha que os pobres brasileiros vivem muito bem…” Não! Acho que vivem mal. E continuarão a viver a mal se essa cultura se consolidar. O Poder Público se torna o donatário de benefícios sem fim, e não se cobra dos indivíduos nem mesmo a responsabilidade por seus atos.

É claro que coisas assim prosperam porque há um espírito plasmado nas redações. Essa favela do Moinho — e voltarei ao assunto mais tarde — é, aliás, a evidência do triunfo da demagogia sobre a racionalidade. A Prefeitura tentou removê-la do local. Esquerdopatas das mais variadas tendências se mobilizaram acusando “higienismo”. E agora assistem à tragédia, apontando o dedo acusador para terceiros.

Exploração asquerosa
Ah, sim: os bombeiros ainda realizavam a operação rescaldo, e a equipe de TV de Fernando Haddad já estava lá, explorando a desgraça alheia, como urubus. A conclusão óbvia a que se chega é uma só: o candidato do PT precisa da miséria e da cegueira alheias para crescer. O jornalismo paulistano, com raras exceções, está com ele. Podem aguardar que essa história vai para o horário eleitoral com a chancela da “isenção jornalística”.

Lembram-se de “Domingo no Parque”, de Gilberto Gil? Nestes novos tempos, a coisa seria vista assim: “Polícia de São Paulo falha, e o Zé mata o João”. Os jornalistas ainda mais críticos e independentes, formados na escola moral de Maria Rita Kehl, seriam ainda mais isentos: “Polícia de Alckmin falha, e o Zé mata o João”.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

83 Comentários

  1. lindomar de paula

    -

    27/09/2012 às 16:33

    REINALDO só me pergunto será que esse gay ai que morreu tambem vai entrar pra do jean wylys como morte por homofobia rsrsrsr ? porque todo gay que morre de velho ele poe na estatisca tipo assim ta vendo o BRASIL É HOMOFOBICO temos que aprovar a PLC 122 se nao vao nos matar rsrsrsr fala serio duas bixas velhas se matando e poe fogo na favela o ARTIGO DEVERIA SE CHAMAR BIXAS INCENDIARIAS !

  2. silvia lakatos varuzza

    -

    20/09/2012 às 10:43

    Reinaldo, por favor, qual é a fonte do número de incêndios ano a ano que você consultou? Serei muito,muito grata, se puder me dar essa informação.

  3. hugo

    -

    19/09/2012 às 22:09

    O PT e o jornalismo esquerdopata fazem o de sempre: porcaria.
    Governantes éticos não podem ceder à trapaça melodramática. E mais: a população respalda, sim, a remoção de favelas. Agora, os governos têm de parar de ter medo de jornalista.
    Mas uma coisa… 34 incêndios em favelas em menos de 10 meses demonstra incompetência. Não há desculpa.

  4. Afortunatta

    -

    19/09/2012 às 8:18

    Rei, favela é coisa prá pobreimm o nome politicamente correto é Comunidade !!!

  5. toninho malvadeza

    -

    19/09/2012 às 2:18

    Calma tio.O importante mesmo é que o PT esta reduzido ao pó.

  6. Daniel

    -

    18/09/2012 às 19:37

    Caro Reinaldo,
    Achei bem interessante este seu post, pois lembrou-me de uma passagem com a qual tive alguma proximidade na segunda metade dos anos 80. Naquela época eu morava em Cubatão, e era, também, uma época de grande discussão sobre a situação dos moradores das chamadas “Cotas”, ou as “comunidades” (ainda chamávamos de favela e ninguém ficava ofendido). Esses são bairros localizados nas encostas da Serra do Mar, e à beira da rodovia Anchieta.
    Naqueles tempos o desmatamento e poluição contribuíram para redução da vegetação da Serra, o que, por sua vez, como todos podem imaginar causava vários desmoronamentos de terra.
    Afim de tentar evitar uma catástrofe anunciada, a prefeitura vivia em processo de negociação para retirar os moradores da região e alojá-los na parte plana da cidade. Além disso, devido à localização à beira da estrada movimentadíssima (na havia ainda a segunda pista de Imigrantes no trecho de serra), eram comuns os casos de atropelamento.
    Pois bem, sempre que a prefeitura iniciava um desses movimentos de realocação das famílias, o PT local começava a gritaria: “Querem tirar o direito de moradia dos pobres! Elitistas, higienistas, querem tirar os pobres de suas casas só para que os burgueses que vão à praia não precisem ver a miséria em que os pobres estão abandonados!”… coisas do gênero.
    Acontece, que, quando depois de uma chuva forte alguns barracos vinham abaixo, matando ou desalojando algumas famílias, o mesmo PT começava outra gritaria: “Não cuidam de nossos pobres! Abandonam nossos pobres para morrer em qualquer lugar! Elitistas, só fazem obras para os ricos! Só se preocupam com a burguesia!”.
    Impressionante como permanecem os mesmos. Mais impressionante ainda como tem tanta gente que ainda cai nesse lenga-lenga.

    Grande abraço.

  7. Alberto Farias

    -

    18/09/2012 às 19:17

    Caro, Rei!

    Simplesmente perfeito seu argumento desmascarando a farsa que é a imprensa paulista. Só não entendo como o paulistano trabalhador vai votar num malandro e desonesto ? Acorda, Sumpaulo !!!

  8. mehraldas

    -

    18/09/2012 às 18:25

    DearR; Segundo alguns “jornais” sindicalistas,
    foi o FHC que afundou (sádico aquele velhinho, hein?) a plataforma P-36, a maior plataforma de extração de petróleo , orgulho dos Petroleiros da época. O cara foi lá e apertou
    o botâo AFUNDAR! So like this

  9. "não há cidade que aguente"

    -

    18/09/2012 às 17:44

    O boato que corre solto- contado por eles mesmos-do povão- é que esses incêndios são provocados,de propósito,para forçar a prefeitura a providenciar mais moradias de verdade e/ou auxílios-aluguel.E,se a Prefeitura/governo estadual não der conta (porque não há como dar conta,NINGUÉM daria) então :pau neles ! Provocados por quem ? -Ora,por eles mesmos,favelados , e ‘assessorados’ por ‘gente’ contrária a Kassab/Serra/Alkimin.(vocês sabem muito bem quem).Dizem que até o PCC está no meio.E as FARC.(Pergunta que não quer calar :de onde vem tanto favelado,com tantos filhos ? Isso é próprio de Sâo Paulo(quer dizer São Paulo ‘fabrica’ tanto pobre assim ? Ou São Paulo está se trasformando em uma ‘cidade/reserva/refúgio’ para tudo quanto é gente expulsa de seus lugares de origem e – o que é demoníaco- :Cria-se ,para São Paulo,uma escravidão,um estigma :”São Paulo,você é nosso escravo,se não nos atender bem ,se não nos der-de graça-casa,comida,médico,vacina,escola,condução e etc, nós te destruímos,nós te difamamos, e a seu povo,e a seus governantes, e à sua história…” Ora,pergunto : por que não fazem isso em seus estados de origem ,onde de fato, foram espoliados ?E ainda : Por que não fazem planejamento familiar ? Onde já se viu uma favelada-que não pode nem consigo mesma- ‘fazer’ seis filhos ?? Nem dois,já seria demais.Sei que meu texto não será publicado,mas é o que todo mundo fala,comenta e de fato pensa.Não já passou da hora de as pessoas começarem a raciocinar com a ‘cabeça de cima’ ?

  10. Eduardo

    -

    18/09/2012 às 17:33

    E foi assim que essa imprensa aparelhada e mentirosa conseguiu construir os mitos do PT honesto e incorruptível e do Lula gênio da raça. Simples assim. É o aparelhamento. Eles aparelharam a imprensa como aparelharam os sindicatos, o corpo doscente das escolas e faculdades, as instituições e até o STF. Só que no STF eles não aparelharam o suficiente(ainda). Barbosa e cia sentaram a borduna neles.

  11. Adriano

    -

    18/09/2012 às 17:27

    Já que você pediu: escreva sobre a fala de Mitt Romney que está sendo explorada pela turma de Obama…

  12. O Comentarista

    -

    18/09/2012 às 17:04

    O Comentarista original desde os tempos do Primeira Leitura é o do comentário do dia 18/09/2012 às 16:32 e NÃO o do dia 18/09/2012 às 8:43 que é cópia.

  13. Darazoom

    -

    18/09/2012 às 17:03

    Primoroso o comentário de Jonas – 18/9/2012 às 10:59. Pôs o dedo na ferida sem dó. Se considerarmos que nesse ambiente habitam também pessoas de má índole (sem preconceito, viu?) e outras “teleguiadas” pelos petralhas, teremos o caldo de cultura ideal para ocorrências desse tipo. Vale uma investigação isenta e profunda.
    Sobre a causa da tragédia, não é só a sub-imprensa de São Paulo que é vendida (ou comprada). Vi ontem num site muito bem conceituado de âmbito nacional a notícia de que a Polícia havia descoberto a autoria do crime, como mais tarde foi divulgado. Mas foi um flash: mal tive tempo de ler a notícia (super-resumida, como sói acontecer na Internet) e quando voltei ao site já havia sumido para não mais aparecer. Acho que o “inspetor” agiu bem rapidamente.

  14. silvia lakatos varuzza

    -

    18/09/2012 às 16:58

    Perfeita abordagem!

  15. O Comentarista

    -

    18/09/2012 às 16:32

    Embaixo de viaduto não é lugar para construção de favelas.
    Embaixo de viaduto não é lugar para barracão de escola de samba.
    Hoje as reportagens televisivas já mostravam os esforços do povo que não quer sair debaixo do viaduto para a reconstrução de seus barracos.
    ONDE ESTÁ A RESPONSABILIDADE DOS GOVERNANTES E DA PROMOTORIA PÚBLICA QUE NÃO AGEM PARA ISOLAR A AREA E NÃO DEIXAR MAIS QUE CONSTRUAM EMBAIXO DE VIADUTOS?
    Essa responsabilidade está escondida atrás do medo de serem acusados de higienistas por pessoas tipo “padre” lanceloti, petralhas e assemelhados para os quais morar embaixo de viadutos faz parte do seu trabalho sujo político.
    Onde estão o pai dos operários metalúrgicos da china e a mulher que acabou com a pobreza?
    Porque não construiram conjuntos habitacionais no centro das grades cidades e distribuiram sem custo as moradias?
    AGORA QUEM VAI PAGAR O PATO SÃO OS MORADORES DA ZONA NORTE SEM PODER ACESSAR O CENTRO DA CIDADE POR ESSE VIADUTO.
    VÃO TER QUE GASTAR MUITO TEMPO E COMBUSTÍVEL EM INFINDÁVEIS CONGESTIONAMENTOS.
    OS PETRALHAS E SEUS “MOVIMENTOS SOCIAIS” NO ÚLTIMO INCÊNDIO COMEÇARAM IMEDIATAMENTE MOVIMENTOS PARA A MANUTENÇÃO DAQUELE POVO LÁ NAQUELA FAVELA.
    QUANTO SERÁ GASTO A MAIS EM COMBUSTÍVEL E HORAS PERDIDAS DE TRABALHO PARA MANTER O CAPRICHO DOS PETRALHAS E SUAS FALSAS POLÍTICAS SOCIAIS?

  16. Carlos U. Pozzobon

    -

    18/09/2012 às 15:57

    Mas conhecendo a longa história de exploração dos fatos promovida pela militância petralha, desde as invasões do MST nos anos 90 até esta data, por que o incêndio seria obra de um casal gay em conflito e não deles próprios? Se sabemos que agem como sabotadores de trens e metrôs, por que não duvidar que o tal de casal gay tenha alguma inspiração na militância revolucionária? O fato é que os incêndios são corriqueiros, bem como a paralisação dos transportes. E se a política é hoje exercida por partidos antissociais, não devemos omitir nossa desconfiança (na falta de provas), de que são ações coordenadas com finalidade eleitoral.

  17. BLOG DA CAMBADA DEMOCRÁTICA

    -

    18/09/2012 às 15:39

    COMO DE HÁBITO E OPORTUNISTA DE PLANTÃO O PETISMO INSANO E DOENTE E EM BREVE ERRADICADO PRA SEMPRE ,MANDOU CINEGRAFISTAS CORRENDO PARA INVENTAR CULPADOS E TENTAR GANHAR PONTOS COMO O BOMBEIRO DAS SOLUÇÕES QUE NUNCA CHEGAM E NUNCA PRODUZEM ALGO DE BOM E QUERER CULPAR O KASSAB PELOS SUCESSIVOS INCÊNDIOS NAS FAVELAS É A TESE DO ABSURDO QUE SE CHEGA A JORNALISTAS QUE EM NADA PREZAM A HONRA E MUITOS ACEITAM O CACHE DO PETISMO AO QUAL SOBREVIVEM POR SEREM INCOMPETENTES ,PORQUE O BOM JORNALISMO INDEPENDENTE E TOTALMENTE APARTIDÁRIO DEIXA CLARO TRABALHAR EM DEFESA DO BRASIL E NÃO CONTRA COMO FAZEM OS FRACOS JORNALECOS E COMO JÁ É INVESTIGADO OS SUCESSIVOS INCÊNDIOS E MAIS AINDA EM ÉPOCA ELEITORAL DEIXA CLARO QUE EXISTE SIM UMA INDÚSTRIA DO FOGO ,PORQUE NA MAIORIA DOS CASOS NÃO HÁ VÍTIMAS E ESSE EXISTIU PORQUE HOUVE BRIGA E FOI CAUSADO POR UM TRAVESTI IMBECIL E JÁ ESTÁ PRESO ,MAS ISSO A TAL IMPRENSA IGNORA E AGORA DIZ QUE A PREFEITURA NÃO ESTÁ PREPARADA PARA APAGAR INCÊNDIOS E O QUE SE SABE QUEM APAGA INCÊNDIOS É O CORPO DE BOMBEIROS E TREINA BRIGADAS PARA RETIRAR PESSOAS E NÃO APAGAR FOGO RÁPIDO COMO É DE MADEIRA SECA E MUITO SECA QUE PROPAGA RÁPIDO E SE ALGUÉM FICASSE POR LÁ ,COM CERTEZA MORRERIA E AI OS MESMOS JORNALISTA IRIAM CULPAR O PREFEITO DE TREINAR MORADORES ,O BRASIL VAI SE LIVRAR DE TODOS OS IMBECIS QUE ATRASAM O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL COM AÇÕES REAIS E COBRANÇAS SÉRIAS DE QUALQUER DIRIGENTE INDEPENDENTE DE PARTIDO.

  18. renato bras

    -

    18/09/2012 às 15:07

    como tem petista idiota respondendo……. o jornalista só citou o fato de que um cara matou o namorado. daria na mesma se fosse marido e mulher…. vocês só estão tentando fazer com que (como dito na reportagem), que a culpa não seja que tem ateou fogo na favela, mas sim da prefeitura (como se o kassab tivesse ido lá e acendido o botijão de gás)

  19. Enezio E. de Almeida Filho

    -

    18/09/2012 às 14:32

    Os gays são, na sua maioria, doentiamente homofóbicos!!!

  20. Luiz Andrade

    -

    18/09/2012 às 14:18

    Se o assassino fosse hétero e apenas a vítima homo, todos os jornais estariam estampando a HOMOFOBIA, independente do motivo do crime.

  21. Gabriel

    -

    18/09/2012 às 14:17

    Veja só, Reinaldo, como a homofobia está cada vez mais violenta no Brasil. Agora, os homofóbicos partiram pra queimadas de favelas inteiras!
    .
    PS – Pode ser de mau gosto a ironia, mas é que provavelmente este é mais um homicídio que entrará na conta dos crimes de homofobia dos grupos LGBTTTTTTTTs.

  22. Flávio Milton campos

    -

    18/09/2012 às 13:59

    Sou assinante da folha, cada dia mais se ouve sobre” liberdade da imprensa” o que concordo plenamente, mas sobre “verdade” pouco se vê. A folha esta repleta de. Conys, Martas etc. E tais!!!

  23. Marcos

    -

    18/09/2012 às 13:57

    Reinaldo,
    Mesmo com a força dos agentes lulistas da imprensa, o resultado da eleição não fecha para o PT. A conta parece idiota e simples mas se o Russomano for para um 2º turno contra o PSDB, a petralhada toda vota nele; já se for contra o PT, os peessedebistas é que votam no mano. E ai, infelizmente é assim que a população vota, PRB tem a prefeitura de São Paulo.

  24. Anónimo

    -

    18/09/2012 às 13:55

    Já não se sabe se o incêndio resultou de um crime passional, homofóbico ou homofílico. Na dúvida, culpe-se o governo municipal e acolha-se o criminoso.

    PS: O movimento gay se vende como uma minoria constituída de gente sensível, incapaz de fazer mal a uma mosca. Infelizmente, há os que insistem em desmentir os líderes…

  25. Antonio Carlos

    -

    18/09/2012 às 13:54

    Reinaldo, parabéns um texto muito corajoso e enxuto. Essas verdades não agradam a muitos, com certeza o motivo pelo qual nunca um político da oposição teria coragem de faze-lo, ví agora reportagem da campanha nos EUA, onde o candidato Romney disse a coisa mais sensata nos bastidores, mas agora tenta se justificar mesmo sem pedir
    desculpas. será que o Serra terá coragem de responder essas questões no horário político?. Ontem no debate da TV Cultura o Serra não respondeu como devia ao ataque de Hadad, quando deveria deixar claro que o PT onde esta administrando é péssimo, cidades onde o PT esta tudo é muito pior que SP. então por que em SP o PT será melhor? aparelhamento e incompetência são as marcas do PT.. Se o Serra não fizer isso não ganha, parece que esta com medo de desagradar os eleitores petistas. Um petista nunca votaria nele, não perca tempo com isso Serra. Boa tarde a todos.

  26. CerradoemChamas

    -

    18/09/2012 às 13:48

    Kassab deve, até para defender seu trabalho, lançar uma campanha importante da televisão informando à população as conquistas realizadas e combater o uso politicamente nefasto das perdas de vida com os incêndios nas favelas da cidade.

  27. Norberto Marcher-Mühle

    -

    18/09/2012 às 13:44

    é claro que a petralhada esquerdopata é contra a remoção de qualquer favela.

    senão, como eles fariam para explorar as desgraças que acabarão por ocorrer?

  28. Paulo

    -

    18/09/2012 às 13:34

    É muito fácil enganar enquanto tudo está confortável. Crédito fácil, emprego garantido, Bolsa miséria e muito otimismo.
    Depois vem a inadimplencia, o desemprego, a Bolsa miséria não paga tanto e o otimismo se revela uma fraude.
    Recebi uma mensagem por email dizendo que se mecher (com ch) com Lula Mecheu comigo.
    Pois é. Deve ser legítima, dado que foi escrita com a ortografia lulística…
    Vai faltar batatas…

  29. jerremias

    -

    18/09/2012 às 13:24

    Pois é Reinaldo, quando um homossexual é agredido a REDE GLOBO, faz um escarcel danado a respeito. Mas quando acontece um fato como esse da favela do Moinho, onde um gay toca fogo no seu parceiro e que perdeu a vida, e que atingiu um grande numero de familias que perderam todos o seus bens, ai ela não da a mesma enfase e esconde o assunto.

  30. AsVas

    -

    18/09/2012 às 13:23

    Paulistanos, agradeçam aos jornais como a FOLHA DE SÃO PAULO quando vocês estiverem com um maluco na prefeitura. Certamente a FOLHA está alinhada com a agenda PTralha, mas o tiro está saindo pela culatra. Maluco por maluco, o Russo ou o promotor do kit gay da no mesmo.Este último para felicidade dos quadrilheiros.

  31. Si

    -

    18/09/2012 às 13:12

    Isso não tem nada a ver com a orientação sexual deles. Heteros matam todos os dias, então o argumento orientação sexual não cabe aqui. Caráter não é definido por orientação sexual, se o hetero fosse essa maravilha toda, fosse superior como tanta gente parece achar, não haveria tantos casos de homens que agridem e matam suas esposas e tantas mulheres que matam maridos tb. Obs.: sou hetero e 100% contra discriminação sexual.

  32. Levi

    -

    18/09/2012 às 13:11

    A coisa ainda está boa. Vai ficar pior. Por ora o incêndio foi acidente. Vai piorar porque o próprio PT vai provocar os incêndios, como Nero em Roma, para culpar alguém.

  33. Sô Sampa

    -

    18/09/2012 às 13:06

    Rei,
    Meu pai contava que em SP sempre foi assim…invadem terrenos, constroem as favelas, roubam luz e água aí, acontece alguma desgraça, ganham casa ou apê, vendem e dps voltam pras favelas de novo…mesmo sendo de outros estados, acham que SP tem obrigação de dar casa pre eles!
    A imprensa paulistana deveria ter vergonha na cara e mostrar a verdade! Eles são os maiores culpados por toda essa bandalheira

  34. Winnie

    -

    18/09/2012 às 12:57

    Prezado Reinaldo,

    Seria legal vc comentar sobre a manchete absurda do jornal de rua Metro, que foi pura propaganda politica. Manchete: 41% nao aguentam mais SP, segunda pesquisa.

    Intessante ver na meama edicao na parte de dentro do jornal, a expressiva queda na morte por atropelamentos, que poderia muito bem ser a manchete do jornal.

    Como esse jornal tem uma circulacao enorme e atinge uma grande parte da populacao, acho um absurdo isso e parece claramente propaganda. Nao sei se o “instituto” que fez a tal pesquisa tem ligacoea petralhas, mas eh beeeeeem provavel.

    Abs.

    Winnie

  35. tuca

    -

    18/09/2012 às 12:52

    Reinaldo, continuando o que André Felix escreveu, sei de casos em que um terreno invadido foi retomado, um dos moradores que tem casa própria e voltou a sua casa, recebe auxílio aluguel e vai receber um apartamento a um preço baixíssimo e tem mais alegou que seu filho que morava no barraco com sua, na época, namorada era outra família, portanto dois apartamentos. É revoltante. As pessoas numa área invadida, não pagam água, luz, fazem gatos e possui Tv fechada com inúmeros canais, por isso insistem não querer auxílio aluguel, pois terão que pagar contas como água e luz principalmente.Ninguem mais quer trabalhar.Outro dia uma diarista deu entrevista na Tv, quando prédio no centro da capital foi desocupado, dizendo que iria ficar na rua, pois não teria onde morar.Aqui em São Paulo, uma diarista está cobrando 80,00 a 100,00 fora condução. Mesmo sendo sozinha poderia perfeitamente pagar aluguel ou pensão. Na mesma entrevista estava um professor dizendo a mesma coisa. É um absurdo.

  36. Si

    -

    18/09/2012 às 12:52

    Que coisa horrível, eu não sabia que a causa do incêndio tinha sido essa! Como alguém tem coragem de atear fogo a uma pessoa com quem dividiu sua intimidade? Nós vemos casos de violência entre casais todos os dias, mas isso sempre choca. Enfim, é claro que a culpa não é da prefeitura, mas em ano eleitoral tudo vira culpa da prefeitura, ainda mais qdo na oposição estão os vigaristas do PT.

  37. ferreira

    -

    18/09/2012 às 12:31

    Muito obrigado, Tio Rei!! Só agora lendo sua coluna é que soube da verdade;ontem as TVs disseram apenas que o incêndio foi causado por uma briga entre dois usuários de crack… e deram os nomes como se fossem dois Homens(com H maiúsculo) que teriam saido na porrada!!!Será que essa também vai pra estatística dos crimes “homofóbicos”, como esses??
    http://homofobiamata.wordpress.com/

  38. Adriano

    -

    18/09/2012 às 12:24

    E o texto sobre o Romney, Reinaldo? Não vai esquecer, hein?

  39. Surfista Prateado

    -

    18/09/2012 às 12:23

    “Há uma nova cultura se plasmando no país — que, não tenham dúvida, nos condena ao atraso eterno. Ninguém é responsável por mais nada.”. Foi o teu post mais luminar dos últimos anos! Repito isto há anos. Nem rodar mais de ano se roda, a culpa não é do aluno que não estuda, é o “sistema” que falhou ao não ensiná-lo… É demais. É a cultura da vagabundagem.

  40. alberto santo andre

    -

    18/09/2012 às 12:23

    AQUELES QUE CONHECEM O PT A FUNDO, SABEM QUE OS MESMOS SACRIFICAM A PROPRIA MAE, PARA ATINGIR SEUS OBJETIVOS ESCUSOS ,VIDAS NAO LHES VALEM NADA ,VEJAM O CASO CELSO DANIEL EM SANTO ANDRE E ZECA DO PT EM CAMPINAS.

  41. Jeremias-no-deserto

    -

    18/09/2012 às 12:19

    Os reporteres Rogério Pagnan, Marina Gama e Pedro Ivo Tomé certamente ainda não se deram conta de uma verdade meridiana, percebida até por uma criança de berçário: servir ao lulopetismo, por mais enviezado e camuflado que sejam os atalhos que vocês tomarem, é embarcar numa canoa furada.O fim dessa viagem pode ser percebido nos “paraisos”que hoje desfrutam os nossos hermanitos cubanos, venezuelanos e coreanos do norte.

  42. alberto santo andre

    -

    18/09/2012 às 12:19

    SO ALGUMAS PERGUNTAS, PARA SEREM RESPONDIDAS POR PESSOAS INTLIGENTES E OBVIO ,VISTO QUE OS MEDIOCRES SO SABEM FAZER CONJECTURAS ,POR QUE EM ANOS PARES, PRINCIPALMENTE QUANDO OS PETISTAS ESTAO EM BAIXA NO ESTADO OU CIDADE DE SAO PAULO , COMECAM A TER INCENDIOS INEXPLICAVEIS EM FAVELAS, FALTA DE TRACAO NOS TRENS E METROS ,ATAQUES DO PCC E QUEIMA DE ONIBUS ,SENDO QUE NAS FAVELAS EXSTEM INUMERAS PESSOAS LIGADAS AO PT,O SINDICATO DOS METROVIARIOS E LIGADO A CUT QUE E LIGADA AO PT, E NO PCC NORMALMENTE ALEM DE VOTAREM NO PT, AVISAM OS PRESOS QUE OS FAMILIARES DEVEM VOTAR NO PT ,SERA MERA COICIDENCIA OU BANDITISMO, VISTO QUE NOS ANOS IMPARES ESTES ACONTECIMENTOS SAO ESPORADICOS.
    QUANDO O CACHOEIRA COMECAR A FALAR, COMO DISSE UMA PESSOA LIGADA A ELE ,A GOVERNANCA DO PAIS VAI TREMER ,ESPERO QUE SEJA PARA BREVE.

  43. Nathaniel

    -

    18/09/2012 às 12:16

    .
    Joel Santana é o reflexo da era da mediocridade no marketing político, pra ele vale tudo pra conquistar ou manter o pudê
    .
    PARA UM BRASIL HOJE COM POLÍTICOS QUE VALORIZEM O ELEITOR MAIS QUE O CHEFE DO PARTIDO SOMENTE O VOTO DISTRITAL ONTEM

  44. Oliveira Jr

    -

    18/09/2012 às 12:13

    Por isso mesmo aquele jornaleco recebeu dos leitores o merecido nome de FALHA DE SÃO PAULO. Retiremos os panfletos esquerdistas e o que sobra? Nada, só o título no alto da página.

  45. Rv

    -

    18/09/2012 às 12:07

    Excetuando-se esse caso, onde já há culpado, porque não pensar em incêndios criminosos para lucro eleitoral? Será que incidência em ano de eleição não é maior? Quem já teve oportunidade de ler algo sobre guerrilha urbana, sabe do que alguns são capazes. Aliás, esses problemas constantes no metrô também deveriam ser vistos sob esse ângulo. Inteligência e investigação neles!

  46. lu

    -

    18/09/2012 às 12:06

    Reinaldo, o Pt-dadá, tropeça nas próprias mentiras.Uma das glória de LULA e da Mãe do PAC é de ter levado a maioria da população à classe média? Nunca antes nesse país se construiu tanta MINHA CASA MINHA VIDA: onde estão elas? Pobres de São Paulo não são brasileiros? Quanta falsidade , quanta farsa que já não se sustenta mais.E por falar em mentiras, será erguido o monumento a democracia/Lulista? não seria melhor um museu dedicado ao “MUNDO IMAGINÁRIO DE UM MEGALOMANÍACO-EM -APUROS?

  47. coronel da reserva

    -

    18/09/2012 às 12:02

    A presidente desfeiteou o sr. Civita, em represália à entrevista exclusiva publicada com Marcos Valério. O mesmo fez seu ministro da Fazenda, Guido Mantega. Até quando essa gente vai agir como se mandasse no Brasil?

  48. Herbert

    -

    18/09/2012 às 11:52

    Pois é, Rei.

    Será que esse homicídio entrará para a lista da militância homossexual como crime de homofobia?

    Agora pense só: A gestão pública está na mão de um petista, um pastor maluco (infelizmente os há, manchando o nome dos bons) mata um desafeto qualquer com um maçarico, o incêndio destrói a “comunidade”. Como seria o título isento da matéria? Algo como: “Pastor CRIS-TÃO carboniza um homem e põe fogo na comunidade.”

  49. GEORGE HALLS

    -

    18/09/2012 às 11:49

    Esse negócio de favela, para mim tornou-se um meio de vida.
    Ja experimentaram dar uma voltinha naquelas favelas que ganharam apartamentos e foram urbanizadas pela Prefeitura, desde o tempo do Singapura.
    Pois é, nesses blocos de aptos existem locais para o cidadão que ganhou o apto guardar seu(s) carro(s). Se perceberem só tem carrão, pelo menos a maioria.
    Minha tese é que o cidadão ganha o apto da prefeitura e vende a preço de banana com o dinheiro arrecadado compra madeira e faz barraco em outro lugar e concorre de novo a ganhar uma moradia digna. A falha da prefeitura é não fiscalizar.
    Se alguem tiver curiosidade de confirmar o que eu digo passeie por São Paulo e verifique os locais que um dia era favela hoje é um bairro, e preste atenção nos carrões que estão no patio.
    Pelo menos desconheço que a Prefeitura dê de brinde um carrão aos felizardos que ganham os aptos da COHAB/ CDHU
    É por ai…

  50. Francisco

    -

    18/09/2012 às 11:49

    Na visão esquerdopata socialista o culpado é o FHC !

  51. RHMNK

    -

    18/09/2012 às 11:32

    Mesmo com toda essa propaganda subjetiva, o lulopetismo está com os dias contados. E não vai ser Serra ou Kassab que vão jogar a pá de cal: foi Lula e sua Legião de Aloprados que mergulharam os petralhas num mar de lama sem fim. O julgamento do Mensalão está mostrando o jeito petralha de ser e o eleitor não gosta do que vê. Perdeu, petralha, perdeu!

  52. Jonas

    -

    18/09/2012 às 11:19

    O problema de favelas em SP é monumental. O RJ não deve ficar muito atrás. Há mais do que a população inteira de SC dentro da grande SP morando em favelas ou “sub-bairros” próximos do que é uma favela. Praticamente a totalidade são pessoaxs que n!ao foram assistidas em seus estados de origem. Embora haja sim grandes investimentos tanto do estado de SP, quanto prefeituras e governo federal para urbanizar favelas, é muito difçiil acreditar que tamanho volume absolutamente monumental de favelas será urbanizado. Em SP, isso significaria dar casas a uma população superiorà maioria dos estados inteiros da nação!!!
    Vamos ser realistas!

  53. AI JESUGI

    -

    18/09/2012 às 11:16

    ESSA ATITUDE É BEM A CARA DESSE BANDO DE VAGABUNDOS E LADRÕES DO PT. QUANDO ESTÃO FORA DO PODER, QUANDO MAIS DESGRAÇA MELHOR. ASSIM ELES PODEM ENGANAR O POVÃO DE QUE TUDO VAI MELHORAR. QUANDO ASSUMEM O PODER, JÁ VIMOS O ACONTECE: ROUBALHEIRA, ASSASSINATOS, CORRUPÇÃO, APARELHAMENTO DO ESTADO, ETC. FORA LADRÕES E QUADRILHEIROS DO PT.

  54. Hérbete

    -

    18/09/2012 às 11:11

    Acrescenta-se que este rapaz assassinado poderá, ainda, incorpar as estatísticas da homofobia. Afinal, trata-se de “mais uma” morte violenta de um homosexual.

  55. Livre

    -

    18/09/2012 às 11:04

    Os autores da matéria receberam aulas de vitimização na FFLCH?

  56. sp

    -

    18/09/2012 às 10:59

    No meu comentário anterior, ficou faltando uma frase. Envio novamente com a correção.

    Reinaldo, alguns (Jãnio de Freitas é um exemplo) especulam por que haveria tantos incêndios em favelas de São Paulo – parece que há até uma iniciativa de montar uma CPI a respeito, não sei se na Câmara Municipal ou na Assembléia. No Rio de Janeiro, segue a especulação, isso não seria tão comum, apesar de haver tantas favelas. Bom, existe o fato – óbvio – de que, embora existam em São Paulo favelas que são núcleos consolidados, de alvenaria, como são em sua maioria as do Rio, as favelas que queimam são, em geral, aglomerados muito mais precários, provisórios, enquadrados no estilo tradicional do amontoado de barracos de madeira e papelão. Muitas ficam embaixo de viadutos, à beira de córregos, em encostas, lugares inservíveis para qualquer ocupação, o que torna difícil imaginar que haja interessados nesses terrenos. Mas que tal especular em outra direção: será que, além de maluquices como um amante querer torrar seu companheiro (o outro incêndio da favela do Moinho, em que PMs e bombeiros praticaram atos de salvamento verdadeiramente heróicos, teve origem parecida), algumas das fogueiras não são resultado da ação de moradores inescrupulosos, de olho no auxílio-aluguel da Prefeitura ou na oportunidade de furar a fila do programa habitacional? Embora contrária aos preconceitos que determinam que alguns são sempre culpados, mesmo que não tenham feito nada, e outros inocentes, mesmo que tenham feito tudo, acho que a hípótese deveria ser investigada por quem se ocupa do assunto.

  57. Jonas

    -

    18/09/2012 às 10:59

    Nossa concepção de formação de favelas, invasões, assistências é completamente esquerdista. Primeiro de tudo, os que criam favelas são criminosos! Invadem área particular alheia, arrancam árvores, poluem córregos, roubam água potável com gatos, energia elétrica, e quem paga o pato é quem está certinho com as contas e tributos.
    Um ponto importante aí é que quase a totalidade dessas pessoas não são de SP, largaram suas residências em seus estados de origem e se sentiram no diretio de invadir por aqui. Ninguém na imprensa tem coragem de declarar esta realidade e “comprar” esta briga. Não é justo SP ser esmagado e ter de pagar por isso! SP não tem dinheiro para construir grátis casas para milhões de familias, talvez em várias décadas!
    Precisa-se de justiça e sensatez para encarar este problema.

  58. sp

    -

    18/09/2012 às 10:53

    Reinaldo, alguns (Jãnio de Freitas é um exemplo) especulam por que haveria tantos incêndios em favelas de São Paulo – parece que há até uma iniciativa de montar uma CPI a respeito, não sei se na Câmara Municipal ou na Assembléia. No Rio de Janeiro, segue a especulação, isso não seria tão comum, apesar de haver tantas favelas. Bom, existe o fato – óbvio – de que, embora existam em São Paulo favelas que são núcleos consolidados, de alvenaria, como são em sua maioria as do Rio, as favelas que queimam são, em geral, aglomerados muito mais precários, provisórios, enquadrados no estilo tradicional do amontoado de barracos de madeira e papelão. Muitas ficam embaixo de viadutos, à beira de córregos, em encostas, lugares inservíveis para qualquer ocupação, o que torna difícil imaginar que haja interessados nesses terrenos. Mas que tal especular em outra direção: será que, além de maluquices como um amante querer torrar seu companheiro (o outro incêndio da favela do Moinho, em que PMs e bombeiros praticaram algumas das fogueiras não são resultado da ação de moradores inescrupulosos, de olho no auxílio-aluguel da Prefeitura ou na oportunidade de furar a fila do programa habitacional? Embora contrária aos preconceitos que determinam que alguns são sempre culpados, mesmo que não tenham feito nada, e outros inocentes, mesmo que tenham feito tudo, acho que a hípótese deveria ser investigada por quem se ocupa do assunto.

  59. capixaba atento

    -

    18/09/2012 às 10:52

    Reinaldo, a Folha de São Paulo há muitos anos está dominada pelo ESQUERDISMO mais vagabundo que assola o Brasil. Por isso o jornalismo da Folha é ímpar na produção de matérias que não servem nem para o LIXO. A mentira é a sua marca, só para alavancar o marxismo arcaico e atrasado entre nós, marxismo esse, que nem na Rússia existe mais. São as clássicas viúvas da queda do MURO DE BERLIN … no seu luto choroso, eterno, querendo angariar adeptos incautos e, por que não, B U R R O S !!!

  60. André Felix

    -

    18/09/2012 às 10:49

    Minha cunhada estava para receber a sua casa num conjunto habitacional construído no Jardim Iguatemi, na Zona Leste da capital, financiada pelo “Minha Casa Minha Vida”. Não vai mais pois moradores de favelas incendiadas terão prioridade. Agora corre o risco de acontecer o mesmo em outro conjunto, em Arthur Alvim. Ela e outras pessoas que pagam aluguel, participaram das reuniões das cooperativas, enfim, que fazem tudo direitinho, não têm tanta prioridade quanto essas pessoas que invadem terrenos, roubam energia elétrica e, não poucas, vivem atoladas nos vícios, lícitos e ilícitos, e na ilegalidade. E depois que conseguem o que querem alugam ou vendem os imóveis e retornam para as favelas. Tenho certeza que eles mesmo estão a incendiar as favelas. É negócio lucrativo.

  61. Sherlock

    -

    18/09/2012 às 10:45

    Rei,

    Já que você pediu: não esqueça de escrever o texto sobre o video do Romney.

  62. ana muniz

    -

    18/09/2012 às 10:21

    Você respondeu a uma pergunta que nos fazemos diariamente – o que está acontecendo com os paulistanos? Com essa imprensa de baixo nível a fazer a cabeça dos menos informados, dos desneuronizados, a enganação prospera. Nos jornais da manhã ninguém falou sobre a origem do incêndio. Lógico, como dizer que um homosexual fritou o outro? Não daria para classificá-lo de homofóbico.
    Duas coisas me intrigam, a sucessão de incêndios nas favelas de SP, e os roubos das agência bancárias por esse Brasilzão. Enfim…
    Em 2005, quando um chefe de reportagem me disse que naquele jornal (tentava voltar à ativa) não se falava mal de …e relacionou nomesde vários de políticos, preferi voltar para casa, não sem antes cobrar na JT o que me era devido. A minha consciência é inegociável. Hoje prefiro ser leitora e eventualmente comentarista deste blog de respeito. Inté.

  63. Lauro

    -

    18/09/2012 às 10:16

    ” A Prefeitura tentou removê-la do local. Esquerdopatas das mais variadas tendências se mobilizaram acusando “higienismo”. E agora assistem à tragédia, apontando o dedo acusador para terceiros.” Conclusão: toda esquerda é a culpa-
    da e devem responder por isso se não judicialmente, o que é
    impossivel, então que respondam eleitoralmente. Fala Kassab!!! Use agora o poder da razão e diga quem são os culpados de verdade.

  64. rcabral

    -

    18/09/2012 às 9:49

    A imprensa nunca foi isenta, age ideológicamente ou pior, ao sabor dos interesses de classe ou de grupos que a financiam. O que agrava a situação é que as poucas vozes independentes só se manifestam quanto a esta ilegalidade que corrói a nossa democracia, quando seus próprios interesses são atacados. Políticos como Leonel Brizola, por exemplo, foram desconstruídos pela imprensa com a conivência dos “independentes”, mas afinal era o Brizola populista quem se importava. Collor de certa maneira foi vítima desta imprensa, não que não merecesse, mas foi execrado por muito, mas muito mesmo, menos do que esta aliança PT / PMDB / etc.. já aprontaram no poder. Pois é, pau que bate em Chico, um dia bate em Francisco também.

  65. Nando SP

    -

    18/09/2012 às 9:47

    Sobre o comentário: (será que não tem o dedo das grandes empreiteiras aí no meio, pois seriam as maiores interessadas nos terrenos das favelas?? Queiróz 09:20)
    ——————————————————

    Isso seria impossível de acontecer, pois as construtoras compram os terrenos, em dinheiro, de seus legítimos proprietários! Dinheiros não lhes faltam!!! Não necessitam especular com terrenos invadidos e com documentação tremendamente complicada para serem aprovados, ou incorporados, na prefeitura.
    É possível que os proprietários dessas áreas invadidas possam usar meios escusos para recuperar a posse, mas é mais provável que usem a justiça, mesmo sendo lenta!
    Depois que os proprietários conseguem desocupar uma área que foi favela não conseguem vender para as construtoras, por ser mais difícil, para elas, vender um empreendimento que foi favela. A venda seria muito complicada. Além disso, quase todas as áreas invadidas não são locais ideais para construir empreendimentos imobiliários, por serem áreas de risco, áreas complicadas, áreas de encosta instáveis ou áreas alagadiças.

  66. Marcos F

    -

    18/09/2012 às 9:27

    São os “djiretchius”, onde ninguém vai preso.
    Neste incêndio, se há culpado, foi “o kit-gay” que ensinou maiores possibilidades de fazer amor. Daí, o Damião – que tinha 100% a mais de possibilidades – foi morto por Fidelis, que era mais fiel – como diz o próprio nome.
    Culpa tua, Haddad!

  67. Antonio

    -

    18/09/2012 às 9:26

    Olá
    Reinaldo
    Depois que o nove dedos e sua companheirada assumiram o governo do Brasil, as coisas começaram a piorar, lembremo-nos da posse do Lula, eles quebraram tudo lá em Brasília e ficou tudo como só era a alegria manifestada pelos pobres eleitores e daí em diante ficou assim aos POBRES TUDO, aos da CLASSE MÉDIA nada e RICOS estes com o dinheiro que tem se defendem de tudo e contra tudo.
    A luta para tirar esta gente que constrói favela embaixo de viadutos é uma luta antiga, a Martaxa (PT) quando administrou a cidade até pagava hotéis baratos para tira-los de lá, mas o tiro saiu pela culatra o que se viu foi um aumento nos casos de moradores nos baixos dos viadutos da cidade, todos queriam a moleza de poder morar em hotéis.
    O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER ENXERGAR

  68. Queiróz

    -

    18/09/2012 às 9:20

    Bom dia, Reinaldo.
    Uma pergunta: você não acha “estranho” a imensa quantidade de favelas que pegam fogo em São Paulo nos últimos tempos. Posso estar enganado, mas será que não tem o dedo das grandes empreiteiras aí no meio, pois seriam as maiores interessadas nos terrenos das favelas?? Gostaria que você fizesse um post a respeito. Abraço.

  69. Rods

    -

    18/09/2012 às 8:52

    REI.
    SERÁ QUE ESTE CRIME, PRATICADO POR UM HOMOSSEXUAL, ENTRARÁ NAS ESTATÍSTICAS?? CLARO QUE NÃO; FOSSE O CONTRÁRIO, SERIA UM CRIME HOMOFÓBICO E A CULPA SERIA DA BURGUESIA CONSERVADORA E NAZISTA DE SÃO PAULO.
    Rods

  70. O Comentarista

    -

    18/09/2012 às 8:43

    Mestre, além de tudo, vc nos obriga a buscar em dicionários as palavras que fazem sentido: “glossolalia política” e “Razia”… Muito bem.
    Essa gentalha sabe bem como destruir um dos poucos homens que teve a coragem de mudar a face de Sampa.

  71. Carlos

    -

    18/09/2012 às 8:39

    “…todos os textos contra Kassab já estão redigidos antes de qualquer ocorrência.” Boa essa, Reinaldo.
    Mas, olha, na linha do ‘Estado tem que dar tudo’ um dos candidatos de minha cidade prometeu em debate na TV que irá dar areia, cimento e lajota para quem já tiver um terreno construir sua casa. E não parou por aí. Prometeu as futuras mamães dois meses de fraldas gratuitas. Isso me pareceu uma escancarada compra de votos.

  72. Daladier Santos

    -

    18/09/2012 às 8:31

    Reinaldo, um dos sites do movimento gay (http://homofobiamata.wordpress.com) contou o homicídio como homofobia!? E há mais crimes assim na própria página, contados como se fosse dessa natureza. As estatísticas, ah!, as estatísticas… E o Governo e a mídia ainda compram os números fabricados.

  73. Silvia

    -

    18/09/2012 às 8:26

    A Folha só deixa a desejar. Todo meio de comunicação tem direito de ter suas preferências, o que não pode é mentir e/ou omitir. Levar às pessoas informações equivocadas e tendenciosas é muito grave. Cabe investigação sobre as afirmações. Tem que responsabilizar pois depende das informações jornalíticas o conhecimento do povo. É muito sério isso.

  74. RICARDO

    -

    18/09/2012 às 8:25

    Tio Rei,
    Ontem assisti à coluna política do Jornal da SBT (Sistema Panamericano de Televisão) edição da manhã. Nela, o comentarista José Nêumann Filho crítica o candidato José Serra pelo fato de este haver veiculado em seu programa gratuito eleitoral o julgamento do mensalão; associando-o ao candidato Haddad. Depois de muitos bosquejos finalizou o seu comentário com essa frase: “Se vai perder [Serra], que perca com dignidade”.
    Para ele, como para boa parte da grande “mídia”, assuntos dessa natureza política(?), não devem ser debatidos na seara política. Vai entender.
    Agora fico aqui a perguntar: Será que ele fará o mesmo quando do PT apresentar seu programa sobre aquele cadáver e a destruição provocada pelo incêndio?

  75. Burduna Nelles !!!

    -

    18/09/2012 às 8:24

    uai so nao foi aceita, aprovada a uniao “instavel” dessa rapaziada, agora que estao “legalizados” teremos os melhores horrores em praça pública, é o estado sendo desmantelado e, favor de uma minoria completamente descontrolada e descabelada.

  76. Nando SP

    -

    18/09/2012 às 8:22

    Mais uma vez está provado que os homossexuais são capazes de cometer atos de barbárie que deixariam os nazistas, que comandavam os campos de extermínio, com complexo de inferioridade. Esse traveco Elite petralha é um tremendo monstro! Provavelmente será solto e vamos encontrá-lo, no futuro, depredando trens da CPTM, atacando PM’s, traficando armas e drogas e votando no PuTê!

  77. Paulo Castro

    -

    18/09/2012 às 8:06

    Prezado Tio Rei:

    Infelizmente esta tendência não é nova. Trabalho como médico desde 1999 e desde aquela época já observo a “terceirização” dos deveres: a pessoa tem pressão alta, mas não toma as medicações corretamente, não faz dieta, não para de fumar etc e quando o tratamento não funciona, a culpa é do médico! Não faz a lição de casa, não assiste aula, vai mal na prova e a culpa é do professor! e por aí vai. Acredito que a tendência seja piorar, pois as novas gerações seguem a “cartilha dos direitos”, propalada pelo esquerdismo rançoso que ainda vigora nas escolas e faculdades, mesmo após a queda do Muro de Berlin e dos 10 anos da “nomenklatura” petista. Toda tentativa de delimitação de direitos e deveres é vista como intromissão na vida do cidadão. Mas quando o bicho pega, todo mundo quer uma mãozinha do Estado. Se o cidadão escolhe fumar, beber, usar drogas, transar sem camisinha etc, porque toda a sociedade deve pagar pelo tratamento das consequências desses prazeres individuais? Esses indivíduos não tiveram o livre-arbítrio para escolher e arcar com as consequências? Estamos criando uma verdadeira geração de idiotas, que não são responsáveis por mais nada e que não poderão reclamar depois quando outros decidirem seus destinos.

  78. Flavia

    -

    18/09/2012 às 8:04

    Respeito todas as pessoas, homossexuais ou não, mas o avanço da aceitação do homossexualismo como se fosse natural, a meu ver, é mais uma encalacrada em que a sociedade está se metendo. Tive tio psiquiatra que, por sua experiência clínica, afirmava que homossexualismo é comportamento de pessoas emocionalmente muito desequilibradas, que demandam tratamento.

    Ele sempre dizia que era impossível ter uma vida saudável como homossexual, que, por alguma razão, eram via de regra pessoas perturbadas, dadas a histeria.

    Cada vez mais me convenço de que ele estava absolutamente certo.

    Mas, infelizmente, o preconceito, que de fato é uma alegação justa quando se trata de determinados tipos de discriminação, como a racial, é usada por todo tipo de grupo de pessoas que se organiza em movimento e que muitas vezes se organiza em tais movimentos por preconceito em relação aos chamados bons costumes, destruindo valores como a família.

    Não sei se haverá saída desse buraco, pois, de todos os momentos da história da humanidade, acredito que nunca houve um em que a mentira se camuflasse de verdade como ocorre hoje, levando as pessoas a duvidar dos valores mais nobres pela inversão dos valores.

  79. Leitor atento

    -

    18/09/2012 às 7:52

    Discordo, Reinaldo. Os pobres nacionais têm vida excelente. A partir de 2003, quando o Brasil foi descoberto, estão muito bem. Grande parte mantida pelo bolsa-voto. E se vc não acredita, leia aquele documento registrado pelo 9dedos em cartório, confirmando a existência do Brasil Maravilha. Está tudo lá.

  80. frank

    -

    18/09/2012 às 7:43

    Como sempre mais um crime, homicídio, cometido por um gay contra outro gay. A maioria dos homicídios contra gays é assim, sempre praticado por um dos seus. Caso alguém verifique no próprio site do grupo gay da BAHIA verá as dicas de segurança onde pela leitura dos autos verá quem de fato são os assassinos de gays.

  81. Marcus Meyer

    -

    18/09/2012 às 7:14

    A mediocridade está ganhando terreno com uma velocidade espantosa. Tudo o que acontece no país por fatalidade, em São Paulo só acontece por incompetência dos governantes locais. Tudo o que acontece de positivo em São Paulo só acontece por reflexo das boas políticas do PT em esfera nacional, mesmo quando não acompanhado pela mesma evolução nos outros estados! Durma-se com este barulho!

  82. eli

    -

    18/09/2012 às 6:59

    CARO REINALDO SERIA UM CRIME HOMOFOBICO ESSE? FIDELIS MATA DAMIAO?
    NAO VAI TER MANIFESTAÇÃO NO SHOPPING FREI CANECA?
    NAO VAI TER BEIJAÇO NA USP?
    SE FOSSE UM HETERO QUE FIZESSE ISSO O QUE SERIA?
    COMO SAO 2 HOMOSSEXUAIS QUE CRIME É?
    CADE OS PREGESSISTAS, A ESQUERDA, A OAB ETC ETC ETC.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados