Blogs e Colunistas

03/09/2012

às 5:55

O caso BMG e a pergunta: por que Lula não é réu do processo que corre em primeira instância?

O ministro Joaquim Barbosa conclui hoje o seu voto sobre o envolvimento de diretores do Banco Rural com o mensalão. Deve pedir a condenação de todos eles. Em seguida, Ricardo Lewandowski, o revisor, dá início à leitura de seu cartapácio. Muito bem! Há um grande ausente nesse julgamento — ou dois: o BMG e o senhor Luiz Inácio Lula da Silva.

Sim, diretores do banco estão sendo processados, mas na primeira instância. Como se nota, o caso avançou mais depressa no STF — e “mais depressa”, destaque-se, não quer dizer “rapidamente”. À época, o Ministério Público decidiu esperar para analisar mais detidamente a situação do BMG. A mim, confesso, soa incompreensível. Se sobram evidências — e sobram — contra o Banco Rural, elas são verdadeiramente escandalosos no caso do BMG.

Abaixo, reproduzo um excelente texto publicado pelo site Consultor Jurídico sobre o envolvimento do BMG com o mensalão e a atuação pessoal de um certo Luiz Inácio Lula da Silva. Se hoje há um debate torto sobre a suposta falta de “ato de ofício” para condenar alguns patriotas, no caso do BMG, não falta nada: Lula praticou ato de ofício para beneficiar o banco. Leiam o texto. E se deve fazer a pergunta óbvia: por que o ex-presidente não é um dos réus? Lembro que, hoje, ele não tem mais prerrogativa de foro e pode ser processado na primeira instância.

O caso é impressionante. Vocês verão que nada menos do que TCU, Polícia Federal e Banco Central foram unânimes em apontar irregularidades.

Ah, sim: o BMG deu um emprego a Maria Ângela Saragoça, ex-mulher de José Dirceu. Ela também conseguiu um empréstimo de R$ 43 mil do Banco Rural e, quando vendeu um apartamento, encontrou um comprador muito especial: Rogério Tolentino, sócio de Marcos Valério. O emprego no BMG era de meio período (já que ela era funcionária pública em São Paulo). O presidente do BMG confessou que contratou Maria Ângela a pedido de… Marcos Valério!  

*
Quatro diretores do BMG foram denunciados pela Procuradoria da República por gestão fraudulenta e falsidade ideológica. Na ação, Ricardo Guimarães, João Batista de Abreu, Márcio Alaôr de Araújo e Flávio Guimarães, os diretores do BMG, são acusados pelo Ministério Público Federal de liberar mais de R$ 43 milhões “mediante empréstimos simulados” ao PT e às empresas de Marcos Valério. As informações são da revista Época, que publicou reportagem sobre o assunto. O processo corre em segredo de Justiça na Justiça Federal de Minas Gerais.

O banco não entrou na denúncia do mensalão, feita pelo então procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, porque o Ministério Público considerou que deveria investigar melhor as relações do banco com o governo petista. “O BMG foi flagrantemente beneficiado por ações do núcleo político-partidário, que lhe garantiram lucros bilionários na operacionalização de empréstimos consignados de servidores públicos, pensionistas e aposentados do INSS, a partir do ano de 2003”, diz Souza.

Na denúncia, o Ministério Público concluiu que os quatro dirigentes do BMG cometeram crime de gestão fraudulenta, na forma de “pretensos empréstimos, irregularmente autorizados pelos diretores da instituição financeira, a empresas com situação econômico-financeira sabidamente deficitária, incompatível com o montante emprestado e com frágeis garantias”, nas palavras do procurador Patrick Salgado Martins.

O MP afirma que o BMG emprestou dinheiro de modo displicente, sem esperar que o PT ou Marcos Valério pagassem a dívida. Salgado Martins se convenceu disso porque o BMG perdoou altos valores na rolagem das dívidas e pela falta de registro contábil dos empréstimos nas empresas de Valério. É incomum que bancos concedam mais prazo ou mais dinheiro sem receber uma parte do pagamento. O comportamento do BMG fugia ao padrão dos conservadores bancos brasileiros. O banco só começou a cobrar o PT em junho de 2005, quando já havia estourado o escândalo do mensalão.

De acordo com os autos do processo do mensalão, Marcos Valério conquistara a confiança do tesoureiro petista Delúbio Soares, principal encarregado de arrecadar dinheiro para o PT. Depois da eleição de Lula a presidente, afirma o processo, Delúbio dera a Valério aval para fechar negócios em nome do PT, com a garantia de que o governo petista honraria os acordos. Ainda em janeiro de 2003, antes que o governo Lula completasse um mês, Valério já iniciava as tratativas com o BMG e o Rural.

O contato de Valério e Delúbio no BMG era, segundo o inquérito, Ricardo Guimarães, presidente do banco. De acordo com os autos, primeiro Delúbio foi à sede do BMG, em Belo Horizonte, pedir dinheiro a Guimarães. Depois, Valério reforçou o pedido — e se ofereceu como avalista. Logo depois das primeiras reuniões, o processo registra que o BMG começou a liberar dinheiro para o PT e Valério. Em 17 de fevereiro de 2003, o BMG acertou um empréstimo de R$ 2,4 milhões para o PT.

A ação também aponta que cinco dias depois de uma reunião entre José Dirceu, Guimarães e Marcos Valério, o BMG liberou um segundo empréstimo, desta vez para a SMP&B, uma das agências de Valério, no valor de R$ 12 milhões.

Ainda em 2003, o BMG empregou a ex-mulher de Dirceu, Maria Ângela Saragoça, na área de recursos humanos do banco. Ângela já tinha emprego. Dava expediente até as 5 da tarde no serviço público em São Paulo. Ela afirmou mais tarde que trabalhava para o BMG à noite e nos fins de semana. “Minha obrigação era atender, atender não, trabalhar lá meio período bancário. Três horas por dia”, disse.

Facilidades com o INSS
Em 2004, cinco dias após o presidente Lula assinar o Decreto 5.180, que abriu a todos os bancos o mercado de crédito consignado a aposentados e pensionistas do INSS, o BMG pediu oficialmente para entrar nesse mercado. Oito dias depois, recebeu autorização do INSS. Outros dez bancos fizeram pedido igual, na mesma época. Todos levaram pelo menos 40 dias para receber a mesma autorização.

Com condições favoráveis, o BMG operou com pouca concorrência num mercado em que a demanda era abundante. Sua carteira de crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS engordou e, três meses depois, o BMG a vendeu à Caixa Econômica Federal por R$ 1 bilhão. O BMG, que já operava com crédito consignado desde 1998, tornou-se um gigante nesse mercado. Fechou o ano de 2004 com lucro de R$ 275 milhões — um crescimento de 205% em relação ao lucro de R$ 90 milhões no ano anterior. No ano seguinte, o lucro foi de R$ 382 milhões.

Àquela altura, o BMG se tornara o 31º banco do país. (Em 2002, antes do governo Lula, o BMG não estava entre as 50 maiores instituições financeiras brasileiras.) No ano passado, o BMG lucrou R$ 583 milhões, comprou outro banco e se tornou o 17º do país em ativos totais. No mês passado, enquanto o Rural se preparava para o julgamento do mensalão no Supremo, o BMG se tornava sócio do Itaú Unibanco, o maior banco da América Latina, cedendo a ele 70% de suas operações no mercado consignado.

Em 2005, após o chamado escândalo do mensalão, o Tribunal de Contas da União examinou a entrada do BMG no mercado de empréstimos consignados do INSS. A Polícia Federal investigou as operações de lavagem de dinheiro do mensalão envolvendo o BMG. O Banco Central analisou a lisura dos empréstimos liberados pelo BMG ao PT e a Marcos Valério. A CPI dos Correios e a Procuradoria-Geral da República centraram-se no nexo entre a concessão desses empréstimos e as vantagens obtidas pelo BMG no crédito consignado do INSS.

Multas e condenações
O TCU, concluiu que “não se encontram razões para a prioridade [à concessão de crédito] dada ao pedido do BMG”. O voto do ministro Augusto Sherman afirmou: “As irregularidades encontradas nos procedimentos adotados pelo ex-presidente do INSS e o tratamento desigual (…) denotam explícito e indevido favorecimento (…) A situação é gravíssima, porque houve a participação direta do então presidente do INSS no atendimento privilegiado e fora dos procedimentos usuais e legais”. Por causa desse caso, o então presidente do INSS, Carlos Bezerra, foi multado em R$ 15 mil.

A PF e o Banco Central investigaram os empréstimos do BMG ao PT. “Restou comprovado que os empréstimos concedidos ao PT e às empresas de Valério foram aprovados pela diretoria sem observância de normas do Banco Central nem tampouco das normas internas do banco”, diz um laudo da PF.

Os peritos apontam três problemas nos empréstimos: o BMG não fez verificações suficientes do PT e das empresas de Valério; as garantias dadas em troca eram frágeis; os relatórios das operações demonstravam que tanto o PT quanto as empresas de Valério não tinham dinheiro suficiente para pagar. O BC concordou e, em novembro de 2007, puniu o BMG e seus principais dirigentes por infrações na condução do banco.

O BMG recorreu da decisão do BC ao Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional, ou Conselhinho, órgão de fiscalização do Ministério da Fazenda. No dia 6 de dezembro do ano passado, o recurso do BMG foi julgado. O relator do caso foi o advogado Francisco Satiro, representante da Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (Ancord). Satiro livrou os dirigentes do BMG da inabilitação. Em seu voto, disse que as operações condenadas pelo Banco Central não ofereceram “efetivo risco ao Sistema Financeiro Nacional”. Com a reforma da decisão do BC, restou-lhes pagar uma multa de R$ 100 mil.

O BMG afirma que todos os empréstimos concedidos ao PT e às empresas relacionadas a Marcos Valério foram precedidos de criteriosa análise de crédito do banco a partir de farta documentação, levando em consideração o conjunto de vários fatores, entre eles situação financeira do tomador, capacidade de pagamento, perspectivas futuras de crescimento, total de endividamento, levantamentos efetuados através do Serasa e Equifax, apontando baixo risco de crédito qualidade e suficiência das garantias apresentadas.

“Todos os depósitos oriundos dos empréstimos foram feitos nas contas dos favorecidos em outras instituições financeiras onde mantinham conta, não cabendo ao BMG o acompanhamento da destinação do próprio”, disse o banco, em nota.

Quanto à acusação de favorecimento no convênio com o INSS, o BMG diz ter seguido os trâmites burocráticos da autarquia, sem qualquer interferência de terceiros. O banco foi a primeira instituição não pagadora de benefício a requerer o credenciamento junto ao órgão, apresentando de plano toda a documentação exigida, pois sempre esteve preparado para se conveniar, diz o banco.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

143 Comentários

  • Antonio Ribeiro Guimarães

    -

    4/5/2014 às 6:40 pm

    Todos essas negociatas acima mencionadas,envolvendo bancos e
    o tesouro nacional,com a anuncia do presidente da República
    do Brasil,o ex excelentissimo Luiz Ignácio Lula da Silva,
    merece toda àtenção do Procurado Geral da República do Brasil e de todos os magistrados bem intencionados com a
    coisa pública.

  • Marcela Bittencourt

    -

    20/2/2014 às 4:56 pm

    Nossa!!! Esqueceram o BMG e o Lula!!!

  • WURGUE MAIA

    -

    20/2/2014 às 2:37 pm

    MAIS UMA VEZ… ONDE TEM PTralha TEM ROUBALHEIRA. ESSA CAMBADA DEVERIA ESTAR FAZENDO COMPANHIA PARA OS QUADRILHEIROS MENSALEIROS…

  • antonio fielo cruz

    -

    28/6/2013 às 5:07 pm

    PARA O SENHOR LULA APRONTAR TANTAS E NÃO SER PUNIDO;LEMBRA-ME O SENHOR THOMAS BASTOS QUE DEIXOU SEU ESCRITÓRIO EM SÃO PAULO DE ONDE TINHA UMA RETIRADA MENSAL DE R$200.000,00 MENSAIS SEGUNDO ENTREVISTA NA REVISTA “VEJA” E FOI SER MINISTRO DA JUSTIÇA GANHAR MENOS DE R$ 10.000,00 MENSAIS ATENDENDO AO CHAMADO PARA SERVIR A PÁTRIA, NÃO É MUITO PATRIOTISMO?. E QUAL FOI O PERÍODO EM QUE O LULA PRECISOU TANTO DE UM ADVOGADO? LAMENTO PROFUNDAMENTE SER QUASE ANALFABE. POREM, SOR FELIZ POR NÃO ME ACHAR TÃO BURRO. SENHOR REINALDO, NÃO ESTARIA AÍ A SENHA DO MISTÉRIO.

  • Israel Santos

    -

    10/1/2013 às 6:28 pm

    Muito triste isto ocorrendo com nosso Brasil, em que pessoas se acham donas do país, fazem o que querem, e o pior de tudo, devido a ter “auxiliado” várias pessoas, ele é defendido a unhas e dentes por seus ajudados.

  • 100destino

    -

    10/1/2013 às 1:01 pm

    Lula não é réu porque o dinheiro fala mais auto .

  • Anónimo

    -

    6/11/2012 às 9:31 pm

    LUGAR DE BANDIDO E CADEIA…PT

  • DELEGACIA DO CONSUMIDOR

    -

    28/10/2012 às 12:16 pm

    LUIZ INACIO LULA DA SILVA RESPONDE PROCESSO CRIMINAL NA JUSTIÇA COMUM DO DISTRITO FEDERAL POR NAO POSSUIR IMUNIDADE PARLAMENTAR

    A IMPRENSA PRECISA – A IMPRENSA TEM O DEVER DE DIVULGAR O ” SAMBA DO CRIOULO DOIDO ” – QUE ESTE SANTO DO PAU OCO, CRIOU NO CONGRESSO NACIONAL – PALACIO DO PLANALTO
    LULA E O MENTOR INTELETUAL – ADMINISTRADOR E MAIOR BENEFICIADO DO MENSALAO

    POR SER (QUASE) ANALFABETO TEM QUE IR PARA CELA COMUM.
    BANDIDO NAO TEM DIREITO A CARCERAM ESPECIAL
    BANDIDO BOM, É BANDIDO PRESO

    ANTONIO GILSON DE OLIVEIRA

  • DELEGACIA DO CONSUMIDOR

    -

    28/10/2012 às 12:07 pm

    O EX-PRESIDENTE LULA É REU INDICIADO SIM NO PROCESSO DO MENSALAO OORRE QUE POR NAO SER E NAO TER IMUNIDADE PARLAMENTAR RESPONDE NA JUSTIÇA COMUM DO DISTRITO FEDERAL PROESSO RIINAL E TERÁ QUE RESTITUIR AO ERÁRIO PUBLICO ALGUNS MILHOES DE REAIS DESVIADOS DA UNIAO FEDERAL
    GOSTARIA EU DE SABER PORQUE A IMPRENSA NAO NOTICIA ISTO

    SERÁ QUE ESTÁ ROLANDO FAVORES – GENTILEZAS – TROCA-TROCA?
    QUE PROMISCUIDADE É ESTA?

    ANTONIO GILSON DE OLIVEIRA

  • roberto

    -

    26/10/2012 às 9:21 am

    o lula o chefe de toda esta quadrilha e manipula pobres e miseraveis para o beter votos com bolsa e vales nos so seremos nacao novamente se acabarmos com os policos de carrera vivem so de fazer polica como lula.sarney e muintos outros e pricipalmente acaba com o pt no brasil e junto com ele os sindicados

  • Emmanuel Fonseca

    -

    28/9/2012 às 11:22 pm

    20120928 – Preciso fazer uma denuncia, a polícia federal, no link http://www.dpf.gov.br/, mas só dá que está fora, haja corrupção…
    É apenas assédio, do BMG, de Brasília, (61-8419-6050) a uma aposentada, para fazer empréstimo, queria saber, como descobriram o telefone de casa… Não vou descansar, enquanto não descobrir essa GANG…

  • james

    -

    7/9/2012 às 9:21 pm

    ESSA É A VERDADEIRA “CARA” DO BRASIL, E NÓS (CIDADÃO)SOMOS OS CARA-DE-PAU DO BRASIL.

  • Aldo

    -

    4/9/2012 às 9:56 pm

    O Sr. LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, escapa da lista deixando de ser o 39º mas não escapará de sua CONSCIÊNCIA.

  • Paulo

    -

    4/9/2012 às 4:42 pm

    Posso estar errado mas será que a atuação destes Procuradores da República que se furtaram de colocar o lulalau nesta denúncia não se enquadraria no crime de “PREVARICAÇÃO”?

  • jarbas p. dos santos

    -

    4/9/2012 às 9:38 am

    Para que julgamento? todos sabemos o que vai dar isso tudo. Somente os menores serão culpados, os maiores, como o ex que continua atuando indefinidamente estão imune a tudo e a todas…ah Brasil nosso de cada dia… precisamos mudar nossas atitudes…

  • João Roberto Moraes

    -

    3/9/2012 às 6:38 pm

    Pela simples razão de que ele, o Luis Inácio Lula da Silva, é o sujeito oculto de todas as falcatruas praticadas desde o dia em tomou posse como “imperador” do Brasil até o último dia em que passou o bastão para sua sucessora,simples assim !

  • Se-Gyn

    -

    3/9/2012 às 6:14 pm

    Assim como faltou culhões às oposições para abrir o processo de impichamento contra o principal beneficiário do Mensalão, parece ter faltado coragem à PGR para incluí-lo no processo, justamente pela vantagem que deduzia da incrível rede de atividades mensalísticas…

    Pois é, seu Zé. E fica assim.

    Segue o julgamento do processo, com sabor de bolor e toffee – me entendem, é claro.

  • Afrânio Roberto Fernandes Ribeiro

    -

    3/9/2012 às 5:14 pm

    Sr. Reinaldo oposição no Brasil e nada é chover no molhado,lembra o personagem bento carneiro do Chico Anísio vampiro brasilero plut,é como o comunista brasileiro,dizem que o tal cavalheiro deles (devia ser p/ tanger éguas)pegava grana dos russos e torrava no bem bom.A mais valia é p/camaradas.

  • Raissa pedra

    -

    3/9/2012 às 5:08 pm

    Reinaldo, deve ser pelos motivos expostos pelo procurador Manoel Pestana,www.manoelpestana.com.br (Mensalão,o que poucos sabem e o Brasil deveria saber).
    Se a busca de provas ao que foi acusado de chefiar a quadrilha do mensalão, SOFREU BLINDAGEM, imagina,com relação ao poderoso chefão, maior beneficiário do esquema?

  • RHMNK

    -

    3/9/2012 às 4:53 pm

    Será que o ministro relator deixou escapar todos esses fatos?

  • João Carlos

    -

    3/9/2012 às 4:39 pm

    Marcos Valério conseguiu empréstimos em dois bancos privados, na casa dos milhões, dando em garantia a própria careca e a barba de Delúbio Soares. Essa foi a gorjeta que o banco pagou em troca de favores do governo Lula. Ficou barato, em relação à carteira de crédito dos aposentados. Essa maracutaia é parte do mensalão, desculpem, do processo número 470, como quer o Vacarezza, e não se entende porque não estão juntos. Com a voz rouca e sem barba, ele deveria estar no banco dos réus.

  • Affonso Sampaio

    -

    3/9/2012 às 4:32 pm

    Acima do Dirceu estava o Lula;ambos maquinavam contra a república(res publica=coisa pública)Já o disse aqui algumas vezes,e repito:os afins se atraem.Que ato de ofício ,que nada.A sujeira de um,se mistura à sujeira do outro.Falo em tese,não especificamente aos dois;eles são boa gente…Probus administrator.,eles são.

  • Ratazana Irritada em Pedro Oliveira - 03/09/2012 às 14:58

    -

    3/9/2012 às 4:15 pm

    Reinaldox Nela!!

    Reinaldox na cascuda!

  • CLAUDIUS

    -

    3/9/2012 às 3:35 pm

    Desde quando Partido Político tem capacidade creditícia?

  • Jayme Ferrari

    -

    3/9/2012 às 3:34 pm

    Sei lá pessoal, dêem uma olhada em: chrome://newtabhttp//www.midiasemmascara.org/artigos/governo-do-pt/13348-mensalao-o-que-poucos-sabem-e-o-brasil-deveria-saber.html. Pode ser meio “teoria da conspiração”, mas que é assustador é. No site do “Mídia sem Máscara”.

  • Eustaquio Barbosa

    -

    3/9/2012 às 3:06 pm

    Caro Reinaldo,
    eu também me pergunto qual será o motivo de terem deixado o Lula de fora desses processos. Não é preciso ir longe para concluir que ele é tão responsável, ou mais, que o Zé. Até o Roberto Jefferson fez questão de “aliviar a barra” pro Lula. Não sei qual é o motivo dessa blindagem. Por quê o Apedeuta é um cidadão especial, acima de qualquer suspeita?

  • Pedro Oliveira

    -

    3/9/2012 às 2:58 pm

    ReinaldoXXXXXXXXXXXXXX na cascuda!

  • Afrânio Roberto Fernandes Ribeiro

    -

    3/9/2012 às 2:57 pm

    Sr, Reinaldo boa tarde.
    Só se justifica à não inclusão, pela tibieza da da esquerda + abulia dos brasileiros.Vamos continuar confiando no STF.

  • conan

    -

    3/9/2012 às 2:50 pm

    E foi ai quando lula pediu descupas.no que quando uma bandidagem tomou conta.mas d´[a noticia. eu sei o terceiro segredo e creio que alguns muitos sabem.o que ouve nada mais de um prevalicimento de um povo humilde,no que contribuia para que o Trabalho segui-se sendo o ponto da verdeira igualdade.deus, isso era uma arte de um povo que teve uma luta terrivel contra o marasmo anteriores da nossa sobrevivencia de uma patria vitoriosa,educada,com aspirações contra a imobilidade,de não fuga e qualidade.ah,tendo percebido e infelizmente rolando muito dinheiro,foi lula dando pra turma o que era nosso.destruiu em querer movimentar ,assim em segundos aquilo no que tentamos contruir a muitos e muitos anos.hoje guerreiam-se pelo o que é nosso por direito e por lei,mas querido e barbaramente destruido,até por vagabundo,traficantes,nos que nunca alenvataram um palito do chão.suprende quando ninguem ouve escreve ou fala s´r Reinaldo,mas mostra a qualidade do jornalista.

  • Anônimo

    -

    3/9/2012 às 2:34 pm

    Porquê não é réu?
    Porque nesta tramoia estão todos os atos de oficio dos mandantes da tramoia, que a oposição diz não existirem na ação do Mensalão.

  • Nausícaa

    -

    3/9/2012 às 2:33 pm

    Ora, ora, Reinaldo! Você vai ofender os sacerdotes do “estado laico”, hein!?

    A maravilha não só nacional, mas internacional: cada um e todos, cidadãos e países estão atolados em dívidas astronômicas. Todos prestando culto e/ou servindo a Mamom.

    Que beleza de prosperidade… Mas só para os membros, né?

    No mais: Viva Cristo Rei!

  • "Presentes de uma amigo"

    -

    3/9/2012 às 2:29 pm

    >>

    Em outubro de 2003, o jornalista Hugo Studart chamava a atenção para a pujança financeira do PT conquistada em menos de um ano no poder.

    Ninguém sabia da existência de uma “sofisticada organização criminosa”.

    Fumando charutos cubanos carissimos, as vezes dois ao mesmo tempo, Delúbio dizia que eram “presentes de um amigo”.

    Quem seria esse amigo?

    Veja a reportagem na Isto é Dinheiro:

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/11577_TESOURO+VERMELHO

    <<

  • ali

    -

    3/9/2012 às 2:26 pm

    Reinaldo, tá na cara que o apedeuta não é processado porque é “dono” da maioria dos juízes do STF e que só não fizeram voto de “vaquinha de presépio” porque a opinião pública tá de olho, se não…

  • José Carlos Colodette

    -

    3/9/2012 às 2:20 pm

    O articulista esqueceu de informar que, à época, o BMG não poderia fazer empréstimo consignado, e que Lula muito depois enviou um projeto de lei regulando a situação ilegal.

  • ilson

    -

    3/9/2012 às 2:18 pm

    MENSALÃO+CORRUPÇÃO=LULA
    HA SE O SERVIÇO DE INTELIGENCIA DO PLANALTO ABRIR O BICO

  • Gilson Azevedo

    -

    3/9/2012 às 2:13 pm

    Caro Reinaldo
    Quando o candidato, entao senador Barak Obama,deixou o senado para tentar a presidencia, o governador democrata do estado de Illinois tentou negociar a cadeira democrata do senado vaga e foi processado e punido com tres vidas na cadeia.Como brasileiro sinto-me envergonhado por ler e tratar um ex presidente como um zero de carater.Ele vai morrer professando que nuuuuunnnnccca soube de nada.Sera que se continuar nessa mentira nos vamos acreditar nele Reinaldo?O protecionismo e repugnante.Cadeia para essa turma.
    Abracos

  • M.

    -

    3/9/2012 às 2:11 pm

    Lula não foi réu no Supremo Tribunal Federal pelo caso BMG por ato de vontade do Procurador-geral Roberto Gurgel.
    Gurgel recebeu uma representação em abril de 2011, protocolada pelo Procurador da República Manoel Pastana, sobre a prática de crime por Lula no caso BMG e empréstimos consignados. Manoel Pastana pedia que fosse denunciado e incluído no processo do mensalão.
    A LEI dá 15 dias para: a) oferecer denúncia; b) requerer diligências; c) arquivar a representação, o que é feito perante o Poder Judiciário. Quem determina o arquivamento é o Judiciário.
    GURGEL NÃO TOMOU NENHUMA DAS TRÊS ATITUDES.
    O Procurador Manoel Pastana tem escrito sobre isso, a omissão de Roberto Gurgel e seu grupo no Ministério Público Federal http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/grupo-tuiuiu/
    Dr. Luiz Francisco Correa Barbosa, advogado de Roberto Jefferson, falou sobre o caso BMG e a ausência de Lula no caso do mensalão, e tratou abertamente da tribuna do STF sobre a omissão do Procurador-Geral, diante dele. Houve gente que achou que ele foi agressivo, como Eliane Cantanhêde. O fato é que Gurgel não agiu dentro da lei, em 15 dias não tomou nenhuma das três atitudes, e engavetou a representação do Procurador Pastana contra Lula.
    E achavam que o Dr. Barbosa devia ficar quieto…….
    Esta pergunta tem que ser feita para Roberto Gurgel, com as três hipóteses que a lei lhe dá.
    Se ele achava que a representação era consistente, devia denunciar Lula.
    Se carecia de elementos, devia pedir diligências.
    Se não tinha fundamento, devia pedir arquivamento, ao STF.
    Tudo em 15 dias.
    Roberto Gurgel nada fez. E não querem que se diga que ele foi omisso? Ora, francamente!
    Está tudo documentado, e a história dirá quem tem razão.

  • carlos augusto

    -

    3/9/2012 às 2:03 pm

    Que falta faz a oposição não ter os procuradores,já imaginaram, se a oposição tem um o Antonio Francisco,o Lula já tava depondo.

  • Alex

    -

    3/9/2012 às 2:03 pm

    O mensalão não ocorre do nada alguém chamado LULA e comparsa Dirceu ,pagaram deputados federais que já ganham pra trabalhar muito bem ,pra aprovar obras do governo . Criando uma organização de desvio de dinheiro publico ,onde o leque aumento até pra pagar campanha de politico da base aliada. Se fosse para ampliar hospitais, aumentar o efetivo de policiais , arrumar as rodovias que roubassem sempre. A justiça é igual pra todos, os testas de ferro do mensalão não devem passar impunes ,cadeia neles só assim terá justiça de verdade

  • Adelinha Aguiar

    -

    3/9/2012 às 1:59 pm

    Repito, Reinaldo. No no seu blog, entra um monte de advogado aqui para ler. Voce é um formador de opinião. Pois comande o povo a entrar com Ações Populares e nos ensine como pedir formalmente a esses políticos preguiçosos, que aceitem nossos pedidos de ação por crimes de responsabilidade contra o Presidente Lula e a Governanta.
    E como aqui tem leitores de todos os tipos, que eles possam nos ajudar a fazer essas ações. Voce pode destinar um dia da semana ou dois, para orientar como vamos fazer isso.
    É nosso dever, nossa salvação, porque o Mensalão, é apenas a ponta mínima de um iceberg de roubos trilhionários que estamos assistindo, para financiar o o único projeto do PT e de sua base aliada, o perpetuamento de poder. Sabe-se lá quantos bilhões já foram retirados dos cofres do BNDES, Caixa, Petrobrás, BB, e outras estatais e autarquias!
    O Mensalão, é mixaria.
    Então? O que vai ser?
    Vamos apenas deitar falação? Como sempre?
    Nós somos a oposição de fato! E estamos apenas nos indignando, falando muito e pouco tem sido feito, com raras excessões que é o seu caso, que é lido por todos, inclusive e religiosamente pela situação, pelos ministros do STF, por quem deseja saber qual vai ser o próximo passo. Voce, inclusive acaba beneficiando com lógica e clareza, o próximos passos que os mensaleiros vão dar. Os caminhos que os ladrões vão tomar para criar novas idéias, quem vão pagar para mentir e escrever por eles em jornais sérios, inclusive. Não me espantaria de saber amanhã, que jornalista tal, famosão, postou uma pauta como se ele estive escrito, a mando dos petralhas.
    Está cheio de gente safada SE FAZENDO de séria nas grandes redações. Eu já ví isso no NYT, aqui então, nem se fala.
    Vamos ou não aprender como se faz uma Ação Popular para enquadrar o meliante Lula da Silva como réu e responsável por todos os roubos aos cofres públicos?

  • Ana Lúcia

    -

    3/9/2012 às 1:49 pm

    Realmente não dá para entender por que lula e o bmg estão fora do julgamento do mensalão. Será que ainda há tempo?
    Vale a pena ler o “RELATÓRIO FINAL DA CPMI DOS CORREIOS”.
    Está tudo lá!, com nomes, datas e valores recebidos. Pelos depoimentos e provas levantadas pela CPMI não salva ninguém! Fiz isso ontem e estou horrorizada com o volume de dinheiro que circulou entre os corruptos.
    É inacreditável! Uma vergonha!
    Cadeia é pouco!
    FORA pt! FORA CORRUptOS!

  • Hinterneto

    -

    3/9/2012 às 1:39 pm

    O apedeuta está sendo condenado por uma lei maior, basta reparar naquela voz de pato com disenteria que ficara cada vez mais fina.

  • Silvia

    -

    3/9/2012 às 1:35 pm

    O que mes espanta é que somente agora vários colunistas ou bloguistas descobriram que caixa dois é crime. Tem gente afirmando (Everaldo Maciel, se não me engano) disse que ficou espantando quando Lula por ocasião da denúncia do Mensalão, Lula alegou ser somente caixa dois. Aí eu pergunto, por que ninguém na época comentou? Por que somente agora todo mundo está chocado com a revelação do apedeuta? Simples, porque na época Lula era o Presidente e, somente nós os inconformados e frequentadores do blog do Rei éramos os loucos?

  • QQISSO

    -

    3/9/2012 às 1:03 pm

    Onde está a OPOSIÇÃO?

  • Fjits

    -

    3/9/2012 às 12:55 pm

    O julgamento do mensalão será incompleto se Lula da silva não responder por seus atos. O Supremo precisa passar essa mensagem para os pilantras que se agarram ao poder como carrapatos. Os homens decentes desse país tem que mostrarem seus rostos, fazerem ouvir suas vozes e tomar as rédeas da nação.

  • Lima

    -

    3/9/2012 às 12:47 pm

    Vc já sabem o que o Lula vai deizer ?
    Ele não sabe de nada sobe o BMG , empréstimo a pensionistas e etc ….
    BMG se transformou em um dosi maiores bancos do Brasil ….
    Pega, pega….

  • Gilberto Magalhães

    -

    3/9/2012 às 12:32 pm

    GOVERNO DO PROFESSOR LULA LÁ! FOI GOVERNO TODA HISTÓRIA POLÍTICA BRASILEIRA FOI O MAIS CORRUPTO! LULA NADA SABE!

  • Dercio Conceicao

    -

    3/9/2012 às 12:24 pm

    Reynaldo, intrigante mesmo sua pergunta “por que Lula não é réu do processo (Caso BMG) que corre em primeira instância”?

    a resposta deve ser: por causa das manobras do Grupo Tuiuiu. Simples assim.

    Quem ainda não sabe o que é esse grupo (a coisa mais impressionante que já se viu em termos de corrupçãop e proteção de malandragens republicanas), leia:

    Revista Veja – 28.Ago.2012
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/grupo-tuiuiu/

    Mensalão: o que poucos sabem, e o Brasil deveria saber
    Por Manoel Pastana, procurador da República.

    Procurador da República em atividade denuncia Ministério Público por supostamente proteger Lula do escândalo.

  • Rábula

    -

    3/9/2012 às 12:09 pm

    Reinaldo,

    Seu questionamento tem razão de ser no que se refere à ação penal do “mensalão”, na qual deveria ter sido também denunciado juntamente com Zé Dirceu, como os chefões da quadrilha petista, mas o Luis Inácio Lula da Silva, nosso velho conhecido, juntamente com Amir Lando e Luciana Loureiro Oliveira, é réu na Ação Civil Pública (Processo nº 0007807-08.2011.4.01.3400) proposta pelo Mistério Público Federal, objetivando o ressarcimento de prejuízos causados ao erário no valor aproximado de R$ 10.000.000,00, fato que, certamente, enseja também a propositura de uma ação penal.

  • LABOR

    -

    3/9/2012 às 12:07 pm

    Quando refletimos um pouco mais constatamos que o luisinácio aprontou bastante. Seus abusados atos são uma ofensa ao povo brasileiro. É, sem dúvida alguma, uma figura merecedora de todo o nosso desprezo.
    Recebi e.mail com artigo atribuído ao Geraldo Almendra (pesquisar no Google) que nos dá conta da fortuna acumulada pelo inácio, aí por volta de 2006, segundo a revista Forbes: dois bilhões de dólares, aproximadamente.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados