Blogs e Colunistas

24/02/2011

às 6:27

Molestados e molestadores escrevem o que pensam! Ou: depois de falar aos pais dos alunos de escolas particulares, falo agora aos diretores

Estou convencido de que abri uma espécie de Caixa de Pandora ao denunciar aqui que o Movimento Passe Livre está recrutando estudantes nas escolas particulares mais caras de São Paulo — gente que não tem nem mesmo noção de como funciona o sistema público de transportes —, usando a moçada cheia de disposição como massa de manobra de sua “luta”. Pior: muitos professores dessas escolas estão incitando os estudantes a participar de confrontos de rua e tentativas de ocupação de prédios públicos como forma de exercitar a “cidadania”. Na manifestação da semana passada, os vereadores do PT, diligentes como sempre, estavam lá dando suporte à “manifestação”. Quando rojões começaram a ser lançados contra o prédio da Prefeitura, a Polícia — que, no estado de democrático e de direito é a democracia de farda — reprimiu os “baderneiros do papai”. Cuidado com as camisetas da Hollister e os jeans da Diesel, crianças…

Ontem, eu me dirigi aos pais que pagam a farra. Hoje, dirijo-me aos diretores dessas escolas e coordenadores pedagógicos. Sim, vocês têm responsabilidades técnicas, profissionais e morais. É preciso saber a forma que o “discurso da cidadania” está tomando na sala de aula. “Educação crítica”, como dizem por aí, vá lá: partidarização da sala de aula é outra conversa e caracteriza, reitero, uma forma de assédio moral. O professor exerce  uma liderança intelectual em sala. Em muitos casos, torna-se uma referência. Já bastam as quantidades industriais de bobagem contidas nos livros didáticos, boa parte deles produzida também por prosélitos. Aulas de história, geografia, sociologia e filosofia são, com freqüencia, verdadeiros manuais de militância petista, em que a verdade costuma ser a primeira vítima. Se pouco se pode fazer — a dificuldade realmente é imensa — para evitar a distorção, o incitamento à ação direta tem como ser contido.

Os molestados
Uma verdadeira corrente resolveu invadir o blog. Um sujeito que se assina RFF admite que seus professores fazem pregação política em sala. Escreve (segue com a gramática que veio):

“Os professores que nos dão aula e ‘assediam nossas mentes com ideias petistas’ além de nos ensinarem o que é preciso para passar no vestibular, nos ensinam também a abrir nossas cabeças para além de nossas vidinhas de filhinhos de papai. Não somos menos favorecidos de sabedoria ou de opinião porque estudamos em escolas particulares. Até porque se o ensino público fosse decente em todos os aspéctos necessários, nós não precisariamos das benditas escolas particulares. Acho que o problema é mais embaixo né?!”

Eis aí. Trata-se de uma confissão. Em seguida, ele especula sobre a minha vida de nababo:
“Então não venha com esse humor cínico infantil, ridicularizando todos os estudantes e nos colocando em uma posição como se tentar mudar um pouco o país é a atitude mais imbecil, se olhe no espelho quando acordar e veja o quão triste é sua vida (…). Depois vá tomar seu belo café da manhã no qual sua empregada teve de acordar as 5h da manhã, pegar 3 ônibus e um trêm para prepará-lo. Quando terminá-lo, leve seus queridinhos filhos (…)  à escola (…) em seu carro que trocou mês passado. Depois vá para seu trabalho onde um homem irá abrir a porta para você, uma mulher irá colocar seu café importado na mesa. Ah! depois sente em sua deliciosa cadeira, ligue seu computador e faça mais uma de suas esdrúxulas ‘análises políticas’.”

Esse é um daqueles com a cabeça cheia da titica contra “a sociedade de consumo”, ainda um hit de 10 entre 10 esquerdistas pés-de-chinelo que infestam as salas de aula. Huuummm… Ele exagera um pouco. Acertou no meu café: de fato, é importado! E é pago com o mesmo dinheiro que paga o café dos petistas: O MEU. Fui muito sutil?

Outro abduzido, este se identifica como “Chico” — manda e-mail e tudo —, repete a cascata lulo-petista sobre a “mídia”. Vejam que primor:
“(…) quase toda a mídia de massa é comandada por indivíduos ou grupos que apoiam a direita e estão muito acomodados em sua riqueza sem ao menos considerarem as pessoas de classe social, mais baixas e, portanto, as mais afetadas pelo aumento da tarifa.
Nos primórdios do partido, o PT era sim um partido focado na esquerda com um discurso lindo e cheio de promessas, porém é impossível que a esquerda assuma o governo pela votação pois TODOS (ou quase todos) OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO ÀS MASSAS SÃO PRÓ DIREITA, por decorrência disso, para chegar ao poder foram provavelmente necessários acordos com quem possui enormes quantias de capital, pois elas mandam e desmandam nas mentes populares, que são, em sua maioria, alienadas devido o histórico de governos corruptos e defensores dos direitos da elite.”

O Chico também confessa o assédio moral:
“Em relação as manifestações contra o aumento da tarifa do ônibus, são realmente organizadas, em sua maioria, pela elite estudantil que realmente frequenta colégios caros. Porém não são jovens desocupados que resolvem badernar no centro, mas sim pessoas, que estão indignadas com a desigualdade social e com as péssimas condições de vida das outras pessoas. Serem pessoas ricas ou de classe média alta não significa não se importar com os mais pobres, é exatamente pela classe social avantajada dos manifestantes, que esperam ter mais aparição e com isso conquistar os direitos que todos devemos ter: liberdade para transitar para onde quisermos e isso deve também ser garantido pelo Estado.”

O truque consiste em fazer com que a garota e o garoto se sintam pessoalmente responsáveis — ou culpados — pelas mazelas do mundo. Não! Isso nada tem a ver com consciência e responsabilidade sociais. Trata-se apenas de uma variante rebaixada, vigarista e cretina de uma estupidez maior, que é a suposição de que a luta de classes move o mundo, uma idéia bastante ousada para… o século 19!

O Chico, tadinho, segue adiante, num comentário de um três quilômetros:
“Eu, assim como creio que a maioria dos manifestantes que são avantajados em relação à classe social a que pertencem, o que nos permite mais acesso a cultura dentre outros conhecimentos que constroem o caráter de alguém, não tenho a função nem vontade de abaixar o preço do ônibus para mim, mas para as outras pessoas que sofrem mais com questões financeiras a fim de pelo menos, em um mínimo grau aumentar a igualdade social que afinal de contas, toda população merece.”

Como se nota, ele só quer ser bom. É o menino bom dos homens maus…

Os molestadores
Até agora, citei trechos de comentários dos molestados. Agora eu os colocarei em contato com os molestadores. Um certo “Diego” escreve:

“Pelo menos um professor de filosofia conhece, baseado no bom senso ou, se preferires, razão, a noção de direito de opinar sem oprimir a opinião do outro. Se você tiver realizado as leituras fundamentais que qualquer pessoa desse mundo com voz na opinião pública deveria conhecer, com certeza terá lido Descartes. Se você leu Descartes, posso afirmar, com base na leitura do seu texto, que ou você discorda das idéias do pai da filosofia moderna ou você simplesmente as ignora motivado por alguma ideologia pessoal, pois não respeita a opinião do seu semelhante e a ataca com tréplicas que se fundamentam em falácias informais clássicas do medievo.”

Andei lembrando Paulo Francis esses dias e o faço de novo. Diante de textos assim, ele só pedia uma coisa: “chicote” — metafórico, claro (que peninha!). Descartes “pai da filosofia moderna”? “Falácias informais clássicas do medievo”? Esses analfabetos estão dando aulas para nossos filhos!!!

O Diego achou que não tinha barbarizado o bastante nos conceitos, já em língua trôpega, e decidiu exagerar:
“Se você puder ‘provar’ que os alunos (menores de idade) estão sendo incitados a participar dos protestos e não os aderindo por vontade própria, então me calarei; do contrário, use a propriedade singular que a natureza te concebeu, a razão, para opinar de maneira construtiva e não para desmerecer os argumentos dos outros por meio de chulas falácias informais.”

“Aderir” até suporta um objeto direto, mas não nessa acepção. O Diego precisa parar de molestar adolescentes e pegar correndo um livro. Qual livro? Qualquer um! Serve até um de poemas do neoesquerdista Gabriel Chalita!!!

O presunçoso
O Pedro — não publico o sobrenome, assim posso esculhambá-lo à vontade — resolveu posar (Emir Sader escreveria “pousar”) de sábio pra cima de mim:

“Vá ter você uma aula de História que te explique os princípios da revolução francesa pra depois vir falar alguma coisa a respeito de como a sociedade progride ou regride de acordo com a sua perspectiva absurda e hipócrita. Volte você à alfabetização e se desprenda do estruturalismo passando à decência. Absurdo é o Brasil ter de ver, publicada em uma revista de tão alto renome, a representação VIVA da ignorância que ronda os locais onde o poder está centrado. Eu sou um educador e não admito, definitivamente não admito que um profissional tão despreparado fale o que você está falando. Você, sim, é exemplo de vergonha. E espero que pai nenhum deixe filho algum ler esta maldita reportagem, sob o risco de crescerem jovens que venham a ser INSANOS como você.”

Esse é do tipo ignorante valente! Taí! Eu gosto da Revolução Francesa! É um dos temas que estudo regularmente. Se há tarado sanguinário cujo traseiro chuto com gosto é Robespierre. Ele até inspirou, pelo avesso, um artigo de quatro páginas que escrevi na última VEJA de 2010. Gosto tanto do período que chamo “A Marselhesa” de “banco de sangue em versos”…

O seu problema, Pedro, é menos a arrogância do que a ignorância. Eu poderia considerar que a salada que você faz entre a segunda e a terceira pessoas é só a opção pela informalidade. Mas não é, não! É coisa de gente xucra mesmo. O emprego da palavra “estruturalismo” em seu comentário evidencia que você não tem a menor noção do que está falando. Você é um “educador”? NÃO, PEDRO! VOCÊ É UMA PROVA DO QUE ESTOU DENUNCIANDO! Nunca antes na história do pensamento alguém havia oposto o “estruturalismo” à “decência”. É de tal sorte boçal que é irrespondível! E olhem que eu jamais fui um admirador dos estruturalistas — mas nunca me ocorreu chamá-los de “indecentes”. Você não sabe o que diz! Tire as duas mãos do chão e vá estudar. Renuncie a essa mistura desagradável de prepotência e burrice.

Para encerrar
Já o França decidiu apelar ao capeta para justificar as Santas Escrituras. Chamando-me de “esse cara”, escreve:

“Se esse cara se desse o trabalho de olhar o site do mec, veria que em determinada seção dele, há uma seção chamada “mobilização social pela educação”, dentro da qual vêm contempladas as bandeiras da diversidade, dos movimentos sociais do campo, dos pais de alunos, dos movimentos estudantis, das instituições sindicais e das confederações sindicais e patronais.”

Sentiram o cheiro, não? Esse é do tipo que considera que a escola é mero pretexto — apenas um lugar — para o exercício da militância. Imaginem! Ele vem me oferecer o MEC de Fernando Haddad como referência. Haddad é aquele agora ministro da Educação, antes suposto intelectual, que escreveu um livro provando as virtudes do sistema soviético pouco mais de um ano antes de a União Soviética acabar! Eu juro!

O França tenta nos explicar:
“Os mais enfezados (no melhor sentido que essa palavra pode ter) podem alegar que as manifestações ferem seu direito de ir e vir. Mas podemos comparar situações de exceção (como parar uma rua para uma manifestação) à impossibilidade completa de se locomover de uma parte a outra da cidade, enfrentada por boa parcela da população? E mais: há uma boa diferença entre falar dos movimentos sociais em sala de aula e obrigar os alunos a irem a uma manifestação. Ou seja, é do desejo do aluno aderir ou não a uma causa, bem como é facultado ao professor seu direito de opinião.”

Qual será a disciplina ensinada pelo bruto? Seja lá qual for, aposto que ele é do tipo que deixa de lado o conteúdo a ser ensinado para ministrar “aulas de cidadania”, como se fosse esse o seu papel. Bem, o vocabulário dele não engana, querem ver?
“Dando uma de showman, Azeredo conseguiu foi desmerecer os esforços de estudos e a inteligência de todo um grupo de trabalhadores da educação que simplesmente pensa diferente dele. E essa intolerância à diferença, caracterizada justamente pela maneira como se reporta à área de humanas, tratando-a como se pudesse ser ocupada por qualquer “idiota”, é que é lastimável e antidemocrática.”

O “Azeredo” sou eu! Chamou “professor” de “trabalhador da educação” já entrega o serviço. É militante do PT e e é sindicalista. Eu agora vou me identificar como “trabalhador do jornalismo”. Os médicos serão “trabalhadores da saúde”; os faxineiros, trabalhadores da limpeza; e os esquerdistas, aproveitadores do trabalho alheio!

Eis aí, leitores! O que vai acima, como vocês notam, são confissões de um crime continuado. E esse assunto está longe de acabar. Eu mal comecei.

Por uma escola sem partido!

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

391 Comentários

  1. Rodrigo Mazzarella

    -

    01/03/2011 às 11:13

    Bom já que esses pobres coitadinhos da classe alta estão incomodados com a situação dos “menos favorecidos” e, para “ajudá-los”, resolveram fazer baderna como forma de um movimento estudantil organizado porque, não adotam um ou dois “menos favorecidos” e bancam a sua passagem. Pois se entendi bem vocês não utilizam transportes públicos.

  2. Almirante Kirk

    -

    26/02/2011 às 12:44

    RESPOSTA AO mequetrefe “Arepo”
    - 25/02/2011 às 16:57:

    Você sequer sabe se comportar em casa alheia!E este blog é uma extensão da casa do estimado Jornalista Reinaldo Azevedo!
    Discordar civilizada e educadamente das idéias do Jornalista Reinaldo Azevedo em seu blog é uma coisa;agora,fazer mofa de seus involuntários lapsos ortográficos,presentes em alguns textos,francamente,assim não dá!
    Não é educado criticar dessa maneira alguém que nos recebe de braços abertos em sua casa!
    Peço respeito para com o nosso anfitrião!
    Grato!
    Boa reflexão!

  3. Peredo

    -

    26/02/2011 às 10:42

    Então está tudo certo pelos R$ 3,00 cobrados na passagem de ônibus.? É essa a sua opinião? As pessoas devem fazer o quê, encaminhar um ofício de indignação à prefeitura?

  4. Danilo Reis

    -

    26/02/2011 às 10:08

    Os irmãos Kassab agora tem convênio com a Veja e difamador oficial. Cão que ladra não morde.

  5. Leitor

    -

    25/02/2011 às 19:27

    “O Chico, tadinho, segue adiante, num comentário de um três quilômetros”

    Não é uma sentença muito boa para quem se utiliza do português para desmerecer os argumentos dos outros.

  6. Tulio

    -

    25/02/2011 às 18:17

    “O Chico, tadinho, segue adiante, num comentário de um três quilômetros” Parece que o senhor também sofre com a concordância.

  7. Arepo

    -

    25/02/2011 às 16:57

    Caro Reinaldo,

    Não vou me dedicar a nossas discordâncias – são muitas -, mas me chamou a atenção ver que vc praticamente não argumenta contra aqueles que pretende vencer. A maior parte do tempo vc se limita a ridicularizar o que os outros disseram e frequentemente apontando deficiências no português. É verdade que, encontrados em textos escritos por professores, tais erros são ainda mais preocupantes – o que só mostra como a situação toda está complicada. Mas aí é que está o ponto: a situação está complicada por causa do que o Estado tem deixado de fazer. E como se pode retificar isso? Exigindo do Estado! E como a população pode fazer para exigir algo do Estado? Indo às ruas. Logo, não consigo entender a razão da sua condenação às manifestações contra o aumento das passagens. Entendo que o ponto principal do seu texto é o que vc vê como um proselitismo de esquerda, mas percebo também nele uma desqualificação da demanda que originou tal proselitismo neste caso. De fato, esse proselitismo talvez exista mesmo nas escolas, mas não vejo isso como tão problemático assim, embora não seja o ideal.
    Gostaria de saber de vc como seria possível um ensino imparcial. O seu texto não é. O meu também não. O de alguém pode ser?
    Por último, acho que vc poderia ter um pouco mais de compreensão em relação aos erros de português que os outros cometem. Muitas vezes são fruto da pressa e das emoções que movem as pessoas a escrever. Pior ainda são os que vc mesmo cometeu em seu texto, que imagino ter sido escrito refletidamente e com calma. É verdade que não são muitos, mas existem. Vou citar somente um: “a Polícia — que, no estado de democrático e de direito é a democracia de farda”, que contém dois erros. Um está na cara: “estado de democrático” e deve ter sido fruto de distração. O outro é a falta de uma vírgula após “direito”. Afinal de contas, simplificando a estrutura, “no estado democrático e de direito” é um elemento intermediário que divide a oração principal, que seria “(a polícia), que é a democracia de farda”. Logo, se divide a frase ao meio sem prejudicar-lhe o sentido, deveria vir entre vírgulas (tal como acabei de construir aqui) – achei melhor não ser muito sutil na explicação “for clarity’s sake”…

  8. Almirante Kirk

    -

    25/02/2011 às 14:49

    CORREÇÃO,”KUTUKA COMATAQ”
    - 25/02/2011 às 11:04:

    Provavelmente,você não é católico,o que explica equívocos como os seus!
    Deve-se tomar cuidados ao se acusar a Santa Igreja Católica Apostólica Romana!Atribuir à Igreja Católica,como INSTITUIÇÃO,ou seja,como ORGANIZAÇÃO milenar,responsabilidades que fogem à missão confiada a ela pelo próprio Jesus Cristo,fundador da Santa Igreja Católica Apostólica Romana,revela desconhecimento acerca do que FOI,É e REPRESENTA a MAIOR e MAIS ANTIGA organização caritativa e civilizacional já surgida no Universo!
    INFELIZMENTE,toda pessoa esclarecida sabe – e compreende – a Santa Igreja Católica sofreu e sofre – e sofrerá – ataques internos e externos,via infiltração de marxistas/socialistas/comunistas etc.,que tentam usá-la como caixa de ressonância para o movimento revolucionário!Por isso que todo católico tem o DEVER de estudar sobre as táticas e estratégias usadas pelos inimigos da Igreja Católica – e,por extensão,do Cristianismo!Desnecessário dizer que todos os eventuais membros do clero que abraçaram o esquerdismo estão AUTOMATICAMENTE excomungados!
    O maior perigo,dentre outros, é a eventual utilização da Igreja Católica,via infiltração de marxistas /socialistas/comunistas em regiões pobres,onde o devoto católico não tem como se proteger do veneno,doutrinariamente falando,posto junto com a comida,como é o caso envolvendo a HERÉTICA “Teologia da Libertação”*,por exemplo,dentre outros ardis e perversos expedientes** usados pelos marxistas culturais para engambelar os católicos de baixa ou precária formação cultural e doutrinal católicas!
    * – “Cardeal Ratzinger e a Teologia da Libertação”
    http://padrepauloricardo.org/audio/cardeal-ratzinger-e-a-teologia-da-libertacao/

    ** – “Marxismo Cultural”
    http://padrepauloricardo.org/audio/marxismo-cultural/

    Boa reflexão!

  9. KUTUKA COMATAQ

    -

    25/02/2011 às 11:04

    Temos que lembrar que, por equívo, a Igreja Católica Romana “lotou” pequenas paróquias, a maior parte delas no interior do País, de ‘freis petistas’. Pode-se observar que a chaga está desaparecendo das cidades médias e maiores, e surgindo nas pequenas comunidades, onde as pessoas são mais suscetíveis às “lavagens cerebrais” que essa gente faz na cabeça dos incautos. Enfim, caso não possam ir às reuniões das associações de pais e mestres (cheias de petralhas), os pais devem enviar mensagens, imagino que por e-mail, às direções dos colégios externando tais preocupações. Sugiro redirecionarmos suas matérias;

  10. AnÔnImA

    -

    25/02/2011 às 10:18

    A pergunta que fica entalada na garganta é: que espécies de indivíduos o Brasil terá daqui para a frente com toda essa doutrinação, com toda essa burrice, com toda essa visão torta dos fatos, com toda essa falta de amor pela verdade?

  11. Claudio

    -

    25/02/2011 às 10:04

    Que bom saber que os filhos das “classes mais avantajadas” (que é isso?) estão preocupados com os pertencentes às “classes menos avantajadas”.
    Tio Rei não devia se irritar com eles, mas dar um incentivo para que a preocupação passasse à ações reais. Por ex: O RFF, que conhece tão bem a condição da empregada que acorda às 5h e utiliza 3 conduções, poderia ser incentivado a fazer greve de fome até que seus pais pagassem um salário digno à empregada, p.ex. o valor do teto da previdência, ou coisas mais simples, como verificar se o papai dele paga o vale transporte corretamente e, ele próprio, renunciar a uns McDonald’s e devolver à empregada os 6% que devem ser descontados do salário a título de VT (eu, particularmente, entrego os VT integral e não desconto do salário da minha). Poderia aproveitar e ver se o INSS é devidamente recolhido. Seria de bom alvitre que o RFF brigasse com os pais dele para que pagassem para os filhos da empregada frequentar a mesma escola que ele, a fim de que tivessem as mesmas oportunidades no futuro. Aliás, todos eles poderiam brigar para não mais estudar em escola particular, mas em escolas públicas, pois assim todos teriam as mesmas oportunidades, não é isso o que pregam os socialistas?
    Aos prof., o tio Rei deveria recomendar que não lecionassem mais em escolas particulares. Sim, pois as classes menos favorecidas necessitam mais de suas “luzes” nas escolas públicas e esse negócio de escola particular só mantém a separação de classes e eles se estando a trabalhar ali só alimentam alienadamente esse “sistema perverso”.
    Enfim, esquerdistas para inglês ver. Querem mudar tudo, desde que não os afete ou que lhes tragam mais benefícios. Fazem o que fizeram por mero descargo de consciência, para parecerem esclarecidos, pois é chique ser de esquerda e ser rico no Brasil, mesmo trabalhando duro, sempre foi pecado. Só querem fazer baderna para depois poder almoçar no McDonald’s, usar roupa de marca, viajar para Disneu, etc, com consciência tranquila e dizer “fiz algo pelo meu povo necessitado… Não sou desses daí, alienados, que nem ligam para o semelhantes.”.

  12. Anónimo

    -

    25/02/2011 às 3:31

    é assustador o post mas não estou surpreso
    vi muito disso em minha época de colégio , nos anos 80, em escola pública no interior de Minas
    mas era uma escola pública, numa época em que havia uma coisa chamada URSS
    o que me espanta é essa mediocridade em pleno século 21, esse discurso tosco e ultrapassado
    em escolas caras e particulares de SP com jovens abastados com amplo acesso à informação, isso é um crime meu Deus
    Parabéns Reinaldo
    Vou salvar esse post nos meus favoritos e divulgar aos meus amigos

  13. Raskol: ptralhismo, uma variante ebola do comunismo

    -

    25/02/2011 às 3:21

    Estranho é que nessas “aulas de cidadania” os madraceiros ptralheiros não discutam por que a URSS acabou ou quem foi Pol Pot ou quantos russos foram para os gulags morrerem de fome e frio ou quanto cubanos ainda estão na cadeia, mesmo depois de toda matança ou quantos são livres na Libia do socialista Kadafi, amigo de lulla ou quanta liberdade de imprensa existe na Coreia do Norte….
    Esses menimos molestados – e essa é a palavra! – não sabem o que falam.
    Mas posso lembrar que, ainda que menos agressivo, isso já existia lá por idos antanhos. Eu, que estudei no início dos anos 1970, tive professores com essa mesma intenção. Só depois de muito tempo e de leitura pude ver quantas coisas deixei de aprender e quantas outras bobagens lí por indicação de professores. E nem digo que o fizessem por mal. Vivíamos na ditadura e isso os tornava um pouco menos agressivos que os saderentos e marxilentos de hoje, que não suportam a democracia. Mas essa MOLESTAÇÃO mental iniciou-se naquela época, nos anos 1960.
    Pois os comunistas não achavam que podiam fazer uma revolução usando e manietando o jango? O povo nem sabia o que se passava. As manifestações eram coisa de meia dúzia de comunistas pedindo, com suas arruaças, uma ditadura e depois mais meia dúzia de dirceus pedindo que esta se aprofundasse nos anos de chumbo.
    Enquanto isso, o povo permeneceu trabalhando, estudando… até que nasceu o ptralhismo, uma variante muito mais perigosa do comunismo, pois usava como sua a linguagem dos cristãos e travestia-se no manto de liberdades dos liberais. Foi assim que eles conseguiram implantar a madraça mental que levou os brasileiros a elegerem o mandião manguaça51 e, agora, o poste mudo.
    Mas a dor de cotovelo deles é sp, onde eles gostariam de promover um terremoto e ainda não conseguiram.
    O objetivo desses fracassados da revolução que nunca houve é quebrar São Paulo, pois aqui ainda temos gente que acredita na democracia, na segurança pública, ao contrário do comunista ptralha da Bahia (manguaça wagner) que acabou com a segurança naquele Estado. Acho que os baianos devem estar sentindo muita falta dos Magalhães. Antes um corrupto liberal que um comunista prepotente à la Kadafi.

  14. pericles

    -

    25/02/2011 às 0:44

    1 – Aulas de história, geografia, sociologia e filosofia são, com freqüência, verdadeiros manuais de militância petista, em que a verdade costuma ser a primeira vítima. Se pouco se pode fazer — a dificuldade realmente é imensa — para evitar a distorção, o incitamento à ação direta tem como ser contido.
    NÃO É DE HOJE! EM VEZ DE ENSINAR O CONTEÚDO DA DISCIPLINA FICAM ENSINANDO IDEOLOGIA PODRE. OS LIVROS DIDÁTICOS DESSAS DISCIPLINAS SÃO VERDADEIROS MANUAIS DE MARXISMO PARA A LAVAGEM CEREBRAL DOS ALUNOS.
    2 – Do Chico.
    O que ele quer dizer com “classe social avantajada dos manifestantes”? Será algo erótico? E onde há “aparição”? Fátima? Lourdes?
    Já para escrever é uma lástima! Concordância zero, sentenças longas e vai por aí.
    3 – Do Diego.
    Por isso que os alunos escrevem mal; porque os professores também não sabem. Só sabem ideologia de Hobsbawn, o máximo do século XIX!
    Mas ele gosta mesmo é da falácia: falácias informais clássicas do medievo, chulas falácias informais. Esse cara é louco!
    4 – Do Pedro.
    O que esse estruturalismo está fazendo aí?
    5 – Do França.
    Ele está falando do MEC (em maiúsculas) de D. Hadad, o Inepto? Então está certo! Lá deve haver mesmo “uma seção chamada mobilização social pela educação”.
    Esse França me lembra uma história. Diz-se do professor que quem não sabe, ensina. E do pessoal de humanas que quem não sabe nada, ensina a ensinar.
    6 – Ficou faltando um puxão de orelhas nos responsáveis pelas escolas! O que acontece se um aluno sai de casa e vai à escola, mas ao invés de estudo, vai participar de manifestações e volta para casa de cabeça quebrada. Quando os pais colocam os filhos em determinada escola, é porque existe com essa escola uma relação de confiança! Se ocorrer qualquer acidente os responsáveis pela escola são moral e legalmente responsáveis pelas conseqüências

  15. martha

    -

    25/02/2011 às 0:08

    Reinaldo, você não deve perder tempo em mostrar como pensa essa petezada. Eles simplesmente não pensam. O que fica claro é que apesar de acharem que você é analfabeto,idiota, insano, etc. eles adoram ler o que você escreve porque estão sempre aqui. Melhor ignorá-los. Eles não são capazes de surpreender ninguém com as asneiras que escrevem. Os petralhas se deixam conhecer logo, mesmo quando tentam se disfarçar.

  16. HENRICÃO

    -

    24/02/2011 às 23:43

    na condição de trabalhador da leitura, me sinto na obrigação de prestar meu depoimento: este foi um dos melhores posts que eu li neste blog. divertidíssimo. muito bom!

  17. Iossi

    -

    24/02/2011 às 23:19

    Ninguém no Brasil pode com vc, Reinaldo. Garra e inteligência nunca foram tão próximas como em vc, parebés.

  18. Ratoeira

    -

    24/02/2011 às 23:12

    Um recadinho às mafaldas e remelentos: SEUS VAGABUNDOS, VÃO ESTUDAR E PAREM DE ENCHER O SACO EM NOME DO PT! Por que vocês não pegam o dinheiro do papai e não vão para Brasília RECLAMAR DO SALÁRIO MÍNIMO DE MISÉRIA QUE FOI APROVADO?

    SUA CAMBADA DE VAGABUNDOS!

  19. Almirante Kirk

    -

    24/02/2011 às 22:29

    AO “Snitram”:
    Parabéns pelos seus comentários!
    Aproveito o ensejo para sugerir um excelente e esclarecedor site: http://www.escolasempartido.org/

  20. Almirante Kirk

    -

    24/02/2011 às 22:00

    Subscrevo,caro “Pedro”
    - 24/02/2011 às 21:24!

  21. ALBERTO SANTO ANDRE

    -

    24/02/2011 às 21:39

    APENAS ATITULO DE INFORMACAO ,A UNICA ESCOLA DE NIVEL SUPERIOR QUE AINDA MANTEM ESTATUS FORA DO PAIS E O ITA,VISTO QUE NEM OS PROFESSORES E TAMPOUCO OS ALUNOS CONSEGUEM TER ESTA MEDIOCRIDADE LA ,VISTO QUE O REGIME E MILTAR.[DE CADA DEZ FORMANDOS DO ITA OITO SAO RECRUTADOS PELA NASA OU BOING]PORTANTO LA ESTA A CAPACIDADE QUE FALTA A ESTES MEDIOCRES.

  22. Cristina

    -

    24/02/2011 às 21:35

    Olá meu Rei e olá Dona Reinalda

    A escola em que minha filha estuda resolveu adotar o livro de filosofia escrito por Marilena Chaui. É simplesmente lamentável!!!! Além de ser mal escrito ele é confuso e carregado de “raciocínios” rocambolescos.
    Pior de tudo é que o professor é fã assumido da autora e impede que os alunos manifestem opiniões diferentes das dela! Para as colegas de minha filha a filosofia “é uma decoreba só” que “é melhor não precisa pensar”!
    Realmente o professor alcançou os objetivos da Disciplina!

    Abraços

  23. ALBERTO SANTO ANDRE

    -

    24/02/2011 às 21:34

    COM TODA A CERTEZA ,CASO TIVESSE ESTES ESTUDANTES COMO ESTAGIARIOS EM MEU RAMO DE MANUTENCAO ,COM TODA ESTA MEDIOCRIDADE FILOSOFICA QUE MOSTRARAM, EU TERIA QUE OS DISPENSAR ,VISTO QUE TECNICAMENTE TODOS OS QUE PASSARAM PELAS MINHAS MAOS, COM ESTES PENSAMENTOS MOSTRARAM SEREM AINDA MAIS MEDIOCRES TECNICAMENTE, TALVEZ SEJA POR ISTO QUE ESTAMOS TOMANDO UM BANHO NA AREA DE TI DE ESTUDANTES DA INDIA E CHILE ENTRE OUTROS.

  24. Pedro

    -

    24/02/2011 às 21:24

    O imbecil ainda cita Descartes para argumentar. Minha Nossa Senhora, esse idiota deve considerar a escolástica uma coisa muita atrasada, coisa medieval, seguindo a linha daquela falácia histórica chamada Idade das Trevas.

    Reinaldo, faça como o Olavo de Carvalho, não perca tempo com esses professores de botequim, manda eles tomarem naquele lugar que assim eles ficam quietos e param de encher o saco.

  25. MLS

    -

    24/02/2011 às 20:52

    E ainda estão espalhando pelos ônibus da cidade de São Paulo uns panfletos em que acusam o Serra (juntamente com o Kassab) pelo aumento. Será ignorância ou canalhice? Os dois!!!!…

  26. Philemon

    -

    24/02/2011 às 20:43

    Essa gente nunca viu pobre mesmo. Aqui na minha cidade há um movimento permanente contra o transporte coletivo privado. Em uma das últimas manifestações que essa gente promoveu haviam cartazes que conclamavam os usuários do transporte coletivo a irem (e naturalmente voltarem) do trabalho de bicicleta, para com isso levarem as empresas privadas ao colapso. Os filhinhos de papai e as filhinhas de mamãe que,provavelmente, nunca levantarem de madrugada para pegar no pesado acham que pedalar por quilometros diariamente, com calor, com frio, com chuva, como vento é a mesma coisa que curtir um passeio de “bike”. É uma gente horrível e o pior é que se multiplicam de maneira espantosa.

  27. Guilherme

    -

    24/02/2011 às 20:42

    Fazia tempo que eu não ria tanto de suas chineladas! Para de bater Reinaldo….

  28. Yvonne Magrini

    -

    24/02/2011 às 20:30

    Esses garotos não tem nada de revolucionários.
    Quem é a elite econômica do país atualmente ? Quem não corre risco de ficar desempregado ?
    Os espertinhos perceberam que a melhor maneira de garantir suas roupas de grife é aderir a um movimento fomentado por…petistas.
    Ah,como não vi,tem trilha sonora do Vandré nas manifestações ?

  29. Sofia no mundo sul real

    -

    24/02/2011 às 20:13

    VC conhece a piada do sujeito que depois de mil juras de amor e transar a noite toda com um travesti, sem o saber, levanta na manhã seguinte de ressaca e vê o malandro fazendo xixi em pé. E sem muito entender o que estava ocorrendo reclama, “amor, aquela 51 de ontem me deu uma baita dor no c.”.
    Alguns professores esquerdopatas molestadores de criancinhas são tão ignorantes e tontos que se fossem o sujeito da piada e o dito travesti se virasse de frente para elas com o salame na mão seriam capazes de dizer “oh! perdão entrei no banheiro errado”.
    Na atual conjuntura como na situação da piada, o remédio é chorar na cama que é lugar quente.

  30. Marcos Amendola Zaidan

    -

    24/02/2011 às 20:07

    Prezado Reinaldo,

    Lendo esse seu post,me deixou ainda mais feliz por ter iniciado a leitura do livro “A REVOLTA DE ATLAS’.
    Abçs

    Marcos Amendola Zaidan

  31. schirley

    -

    24/02/2011 às 20:02

    GENTE ! Li tudo outra vez saboreando cada letra, cada vírgula, cada ponto – claro que do tio Rei.
    Se com estas argumentações o Chico, o Pedro e a petralhada toda querem justificar e defender “igualdade social” começem a cobrar isso de quem aprovou este salário mínimo sem ganho real. Mas isso já é assunto para outra matéria.
    Rei, vc foi bárbaro.
    Movimento POR UMA ESCOLA SEM PARTIDO.

  32. Leopoldo Dogher

    -

    24/02/2011 às 19:50

    Bando de vagabundos!
    Professores do tipo França não estão apenas nas escolas particulares. Nas públicas, gente assim é o que não falta. A campanha pela prefeitura de São Paulo já começou. O PT já botou seu bloco na rua. É Marta de novo.

  33. Corinthians

    -

    24/02/2011 às 19:37

    CW – 24/02/2011 às 18:01
    Fico feliz de que exista pelo menos alguns qu não seguem a cartilha esquerdopata e se colocam para ensinar a matéria ao aluno.
    Parabéns.

  34. Mycroft Holmes-Diogenes Club

    -

    24/02/2011 às 19:05

    Caro Reinaldo: ao ponto!

    Quem tiver capacidade, por favor, transforme-se em vigia e tutor do ensino ministrado aos familiares e filhos de amigos…uma colaboração a título de ajuda, de reforço, curiosidade, querer bem, tio chato, tio crânio, tio legal etc e tal, não importa, eles tendem a evitar no início, por timidez ou aborrescência, mas acabam aceitando e interagindo. Homeschooling pode ser um exagero, mas é infinitamente preferível ao molestamento subliminar ou escancarado de hoje. Ao menos os pais e colaboradores precisam revisar as correções das lições de seus filhos feitas pelos professores, verificar erros de impressão, de cálculo, de escrita, de lógica etc em livros, apostilas e cadernos. Há absurdos inimagináveis nas coisas mais simples, podem comprovar… E a ideologia está escamoteada nos assuntos mais ingênuos…

  35. Jose Preto de Oliveira

    -

    24/02/2011 às 18:50

    Creio que esta discussão deve ser dicotomizada.
    1. proselitismo político em sala de aula, já foi definido precisamente como CRIME.
    2. o custo do transporte coletivo em São Paulo. Este assunto deve ser ampliado para âmbito nacional, pois o custo dos transportes em geral é muito alto no país. As razões deste alto custo devem ser discutidas em nível nacional, pois sabemos da indecorosa carga tributária que incide em todas as etapas da composição do valor da tarifa.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  36. victor cavalheiro

    -

    24/02/2011 às 18:12

    Um comentário… Nota dez!!

  37. Orlando

    -

    24/02/2011 às 18:03

    Tio Rei,
    que bom saber que a grande maioria dos jovens são centrados,e coerentes e que são assistidos por verdadeiros professores,e que não são manipulados,e sabem diferenciar o certo do errado.Se não fosse assim…coitado do Brasil.

  38. CW

    -

    24/02/2011 às 18:01

    Reinaldo e colegas, concordo com tudo que foi dito aqui. Só gostaria de lembrar e esclarecer , que a oposição a isso tudo ocorre, e só ocorre justamente dentro de sala de aula. Existem professores, a qual me incluo, que não foram abduzidos pela linha monolítica ideológica, pela visão monocular da história. Ainda existem professores, que enxergam o mundo com os próprios olhos e não com a lente distorcida de uma cartilha ou manifesto. Nó passamos por dois momentos no século 20,em que duas ideologias tentaram mudar a natureza humana, o nazismo e o comunismo. Infelizmente, o segundo estava do lado vitorioso na guerra, mas só no seu final. Ambos no início, caminhavam de mãos dadas, pois são gêmeos heterozigóticos. Perdemos uma grande e talvez única chance de matar dois monstros com uma bomba só!

  39. Semperdestro

    -

    24/02/2011 às 18:01

    Pior de tudo é que boa parte das nossas escolas está dominada por esse tipo de “trabalhadores em educação”. Não sabem escrever direito, seu pensamento é uma salada de conceitos mal coordenados. Como podem querer dar lições a alguém? São arrogantes, sem consciência da própria ignorância. Pobres dos seus alunos!

  40. Fernanda

    -

    24/02/2011 às 17:56

    Escola sem partido? Você não acha complexo a tarefa de dizer aos professores que deixem em casa sua própria opinião sobre o mundo, a vida, etc e tal? E a escola não detém a exclusividade sobre a formação do indivíduo. Eu cursei escola secundária durante a ditadura,e nem por isso por tornei partidária da mesma por causa das aulas de EMC e das promessas do “Brasil, país do futuro” sobejamente propagadas na ocasião.

  41. sandro rocha

    -

    24/02/2011 às 17:52

    Essas “marionetes de petralha” devem estar na rua SIM,
    pois como eles “estão indignados com a desigualdade social e com as péssimas condições de vida das outras pessoas” deveriam estão aos berros e com faixas na mão, fazendo passeatas, na frente do planalto e congresso LUTANDO POR UM SALARIO DE R$ 600,00 pelas “pessoas menos favorecidas”.
    Não vou pedir para “eles” lutarem por temas complexos, como exemplo:
    -Juros estratosféricos (que vai aumentar ainda mais)
    -PIB Decrescente
    -Inflação de volta
    -Aparelhamento do Estado
    -Escândalos FUNASA, FURNAS, ONGs, ENEM, Min dos Esportes, Casa Civil, Taxas de Sucesso, …
    -Melhor desempenho no IDH
    -Desindustrialização do Brasil
    -Infraestrutura em colapso
    -Reforma politica
    -Saude Publica
    -Segurança (menos Cabral)
    porque para muitos além de não terem tempo, não sabem do que se trata.
    Bras”vil”, um pais de TROUXAS!!!

  42. LAFC

    -

    24/02/2011 às 17:49

    Reinaldo
    Na realidade, mais do que abrir uma Caixa de Pandora, você tirou a tampa de mais um dos esgotos morais que infelizmente nos cercam. Prova disso é o mau cheiro inconfundível e característico das defuntas ideologias e esquerdopatias ainda em decomposição que dali exala.
    Parabéns pelo seu texto!

  43. Rita Rafaeli

    -

    24/02/2011 às 17:39

    guima
    -

    24/02/2011 às 17:32

    Rato vermelho detectado

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  44. guima

    -

    24/02/2011 às 17:32

    vejam a vingança maligna de um homem maduro que não prepara nem o próprio café (importado): o cara ficou sentido com os e-mails da meninada e veio se vingar no blog… não esquece de XINGAR MUITO NO TWITTER

  45. Humberto

    -

    24/02/2011 às 17:24

    O mais engraçado é que eles reclamam do Reinaldo evocando o direito de pensar diferente, como se o simples fato do Reinaldo apontar as incoerências do pensamento deles raptasse-lhes o direito de pensar o que pensam.
    Acho que não percebem que são eles que querem calar qualquer divergência.
    Gente autoritária.

  46. CW

    -

    24/02/2011 às 17:19

    ….conto com todos. Cordialmente, Gervásio.

  47. cef

    -

    24/02/2011 às 17:16

    Ineteressante a falta de indignação desses “valentes” com o valor do novo mínimo, de onde os menos favorecidos, como dizem, devem tirar não só a passagem do ônibus, mas também alimentação, remédios, vestuário, educação, lazer…, que o mínimo, no mínimo, deveria garantir.

  48. João Anaildo

    -

    24/02/2011 às 17:13

    Nobre Reinaldo Azevedo,
    Nao me contive. Os riquinhos indignados com o preço da passagem de ônibus deveriam ir para a rua protestar contra o reajuste do salário miníno sem ganho real. Esse povo toma tanta botinada no queixo e não arreda. Isso me parece psicopatia, uma degenerescência da esquerdopatia.

  49. PACATO

    -

    24/02/2011 às 17:04

    Caro REInaldo. Quero aproveitar esse espaço e momento para fazer uma pergunta: Já que esses “defensores” da cidadania estão com tanta vontade,porque não fazer passeatas contra o salário de 545 reais;a volta da CPMF;falta de segurança pública,etc..?

  50. margot

    -

    24/02/2011 às 17:03

    Rei, querido: não fosse a credibilidade da fonte, me negaria a acreditar no que leio. Em pleno século XXI, quando se vive a pós-modernidade – quer dizer, um presente futurista ou um futuro presente, sei lá – professores se prestando ao papel de “doutrinar” rebeldes sem causa à baderna, Santo Deus!, que intelectos mesquinhos! É realmente preocupante “a onda” petista que se alastra pelos meandros da vida nacional… Mas você desconstitui, bonitinho, o dicurso falso deles. Isso é ótimo!

  51. FERNANDO

    -

    24/02/2011 às 17:02

    É isso aí, nobre Reinaldo! De paulada em paulada, de corte em corte e, de cascudo em cascudo nas cabeças de bagres e anencéfelas deles, você conseguiu ” DISSECAR E DISSERTAR ” essas MÚMIAS PTralhas travestidos de docentes e universitários. Parabéns!

  52. Corinthians

    -

    24/02/2011 às 16:59

    “Por uma escola sem partido!”
    É isso mesmo, não deixe de denunciar estes seres irracionais que infestam o Brasil.
    Quem me dera poder abdicar do meu trabalho, dos objetivos que devo atingir para proferir insanidades em nome do “social”.
    Este movimento é de tal forma absurdo que me deixa espantado. Hoje vi o tipo de “pensamento” destes seres – levando minha esposa grávida ao médico, passando pela avenida Paulista, pude verificar (e quem quiser pode ir ver também) que em alguns canteiros laterais existem pixações na cor vermelho PT com os dizeres “quem lucra com o transporte público ?” e “transporte público ñ é mercadoria” (esta última coisa de gênio, fico imaginando por quantos anos o vândalo demorou para descobrir a diferença entre serviços e mercadorias). Ou seja, eles não tem dinheiro para comprar passagem de ônibus, mas possuem o suficiente para comprar tinta para pixações, tempo para vandalizar o espaço público causando mais gastos para a prefeitura que agora terá que limpar o local.
    Quero lembrar aqui que apesar dos pseudo-professores dizem que os alunos estão aderindo por sua própria vontade, a maioria é menor de idade e portanto não pode ser responsabilizada pelos seus atos. Os pseudo-professores estão usando táticas do crime organizado – para cometer o crime, levem alguns menores de idade pois se forem pegos não responderão por seus atos.
    Quanto ao direito de ir e vir, é a mais ridícula das alegações. Falam como se o governo tivese mobilizado policiais que impedissem as pessoas de transitar pela cidade. Não ter dinheiro para pagar o transporte não significa que seu direito de ir e vir foi violado (imagino aqui minha esposa paraense estaria processando as empresas aéreas por não poder ir visitar seus pais nos finais de semana).
    A esquerda irracional (desculpe o pleonasmo) deve sofrer de alucinações – em nenhum lugar do mundo o socialismo deu certo.
    Infelizmente acho muito difícil algum diretor tomar alguma atitude contra estes vândalos. O Brasil é terra de vagabundos – pois quem trabalha não tem tempo de protestar, montar manifestações públicas, depredar o bem público, chorar por direitos especiais… isso é coisa de vagabundos. Estes mesmos vagabundos que insistem em dividir o mundo entre esquerda e direita… ora, vá ler alguma pseudo-publicação com pseudo-notícias para satisfazer seu esquerdismo molestador. Aqui vem os que gostam da verdade. Vé ler sei lá, Carta Capital ou algum blogueiro “progressista” enquanto admira a foto do Lulla e de Stalin.
    E mais uma vez, temos problemas de educação sim, mas o pior deles são os professores.
    Metas e meritocracia neles já!

  53. Professor

    -

    24/02/2011 às 16:56

    Caro Reinaldo,

    Fui, durante o período do curso de história, feito de massa por muito tempo. Sempre participava de “manifestações” e cheguei à “ocupar” a reitoria de minha universidade. A chamada pulga, contudo, a trás da orelha sempre me dizia que algo estava errado, mas eu pensava que era o “sistema”. Hoje, compreendo todo o mal que fiz a mim mesmo e que não desejo aos alunos, que de certa forma, educo. hoje, vejo todo o mal que professores doutrinadores fizeram com crianças, a fazendo acreditar em lutas de clases e em destruição da igreja Católica, Capitalismo e Liberalismo.

  54. Ana Paula

    -

    24/02/2011 às 16:52

    Reinaldo, aqui no meu trabalho existem esse tipo de militante também… é triste pois eles realmente acreditam em toda essa baboseira, parece que sofreram uma lavagem cerebral, é de assustar!
    São pseudo-esquerdistas que nunca viram um pobre na vida, nunca pegaram um ônibus na vida, nunca fizeram uma doação para a caridade, para a Igreja, para um orfanato…
    Se eles são de uma classe mais avantajada, tem condições, então pq não pagam do bolso deles a passagem?!?!?! Não são socialistas?
    Fazer pseudo-socialismo andando de carro Zero, morando na Berrini é fácil demais, né…

  55. adorovoce

    -

    24/02/2011 às 16:39

    Porque esses ricos valentes não protestam contra a falta de eleições diretas para a UNE? Bem simples e fundamental demanda estudantil que deveria ser levantada por esses mais ricos e portanto mais ouvidos valentinhos.

  56. adorovoce

    -

    24/02/2011 às 16:37

    Aonde estavam esses ricos valentes que não protestaramem nenhum momento às lambanças petistas?

  57. Luz no Fim

    -

    24/02/2011 às 16:34

    Boa tarde Reinaldo,

    Só para não perder a viagem, comento. Ler o que você escreve cada dia, vale bem mais que ler A Folha e o Estadão juntos. E nem é puxa saquismo por quê para ser puxa saco tem que haver algum interesse em jogo. É simplesmente o reconhecimento pelo competente favor que você, SOZINHO, faz ao Brasil em geral, e a mim em particular.

    Ao Brasil porque é dos pouquíssimos lugares onde se pensa de forma inteligente. Para mim, é uma lufada de ar fresco diário, necessária para que não nos tornemos silenciosos bois de piranha deste governo desgovernado.

    Estou seguro que a semnete que você planta com coragem dá e dará frutos. Penso também como deve ser difícil aguentar tanta gente imbecil e arrogante disparando as maiores barbaridades cada dia, sem o mínimo de respeito.

    É necessário ter coragem. Não pare, você tem muitos aliados, anônimos, mas aliados.

    Luz no Fim

  58. ANTI-PETISTA

    -

    24/02/2011 às 16:33

    COMO DIRIA O NARRADOR DE APURAÇÃO DAS NOTAS DE ESCOLAS DE SAMBA DO RIO É 10 NOTA 10,REINALDO CONTINUE MOSTRANDO A INSIGNIFICÂNCIA DESSES MILITONTOS E MOSTRE A ESTE PAÍS O QUANTO ESTÁ ENGANADO Á RESPEITO DESTES COMUNISTAS IDIOTAS.

  59. Leonardo Brandão

    -

    24/02/2011 às 16:33

    Pô, Azevedo, mas isso é lindo! Dá gosto de ler as barbaridades que esse povo escreve. Quer dizer, dá gosto por que eu não tenho filhos e por que, ainda na escola, já havia me dado conta do proselitismo dos “educadores(?)”.
    No entanto, o que mais esperar quando uma Faculdade de História, como a da UFRGS, ostenta, em sua sala dos professores, um enorme painel com a figura do Sr. K.Marx. Bom, poderia ser pior… poderia ser Stálin.

  60. titonio

    -

    24/02/2011 às 16:30

    Já que os previlegiados da “elite estudantil” querem fazer algo de bom pelos menos favorecidos, porque não vão protestar contra o salário mínimo imposto pelo governo ou contra o estupro que está sendo feito à nossa constituição? E a volta da CPMF? E a volta da inflação em um país que a três meses atrás se dizia estar em um “mar de prosperidade”? Mas isso não pode porque isso não vai desestabilizar o governo de São Paulo (que é o que está na pauta do professores).

  61. Mako

    -

    24/02/2011 às 16:19

    Creio que RFF, o Chico, o Diego, o Pedro e o França poderiam dedicar um dia por semana a trabalho social gratuito numa escola da periferia para saber o que realmente é importante para os estudantes (e professores) pobres. Um choque de realidade ajudaria dar mais foco e quem sabe os que não forem ainda Petralhas possam ter salvação.

  62. JULIANO

    -

    24/02/2011 às 15:59

    Para nossa sorte temos o PT assim temos uma piada por dia para escutar

  63. NaSala

    -

    24/02/2011 às 15:57

    Fez picadinho do Pedro, o presunçoso,o chico,tadinho,o frança,o apedeuta, misturou tudo no liquidificador e despejou no esgoto.Só deixou de dar o endereço da escola do “trabalhador da educação”,para eu não recomendar passar na rua do “educandário”.

  64. Marcos

    -

    24/02/2011 às 15:51

    Coeh, é uma boa balada, programão, vai lá, reclama dos políticos, faz um escarcéu.. que importa consistência, legitimidade, partidarização?

    ALém do que é um dos únicos protestos de rua que restaram, o governo pode vender o país todo, mas se o buzu aumentar, saem do tuiter pras ruas..rs

  65. Bianca

    -

    24/02/2011 às 15:50

    Não posso deixar de dar a minha opinião sobre algumas das coisas ditas. Não discordo em nenhum momento de que há muitos participantes das passeadas que são filinhos de papai, não andam ou andaram muito pouco de ônibus e tem roupas de marcas, mas ao contrário do que muitos estão falando e caindo em cima deste assunto, não vejo isto como uma coisa tão ruim. Não é bom ver que mesmo os burguesotes (palavra usada pelo amigo Reinaldo) estão saindo de seus carros com ar e motoristas no volante e indo para a rua manifestar por aqueles que precisam? É bom lembrar também que muitas vezes nos referimos a esta parte dos participantes do movimento mas esquecemos que eles vão muito além disto. Estudantes de faculdade, escolas públicas, trabalhadores e gente de classes mais baixas também participam em massa nos atos. Nós, estudantes de escolas particulares onde se pagam mensalidades que beiram os 2 mil reais, conhecemos esta parte de pessoas que comparecem ao ato, mas aqueles que participam e vão nos atos sabem que não são apenas esta galera que comparece neles. E além de tudo isso, os tais burguesotes com certeza devem estar tendo uma boa vivência convivendo com pessoas de outras classes econômicas, outros interesses e que lutam, sim, por ideias sociais.

  66. Michele Gastão

    -

    24/02/2011 às 15:31

    Passar férias, pagas com o nosso dinheiro, no Guarujá pode, né?!

  67. RitaB

    -

    24/02/2011 às 15:21

    Reinaldo,
    Parabéns vc me faz acreditar que nem tudo esta perdido neste Pais, continua nessa força:

    Concordo seria muito importante manter o post para alertar os pais e jovens verdadeiramente comprometido com a sociedade não esse “bando” de vandalos discipulados por essa ptralhada baderneira acostumada a conquistas com sangue, destruição, ignorância e horror.

  68. Rex

    -

    24/02/2011 às 15:17

    “há uma boa diferença entre falar dos movimentos sociais em sala de aula e obrigar os alunos a irem a uma manifestação”.
    Há uma enorme diferença entre “falar” e “falar”. Um aluno cooptado para a causa pode convencer todos os outros. Até porque nessa idade “tudo é festa”.
    —————————————————-

    Essa expressão “definitivamente não admito” tá supimpa.

  69. Gustavo

    -

    24/02/2011 às 15:15

    Aqui em floripa é a mesma coisa. Os “filhos de papai” que estudam na federal e fora dela saem por aí depredando a cidade e fazendo algazarra. Eles não sabem pelo que estão lutando, mas gostam de serem os “revolucionários” e sei lá o que.
    O que falta pra essa gente é ir estudar.
    E para os petralhas professores, acho que a solução é nascer de novo.Ou nem nascer
    Abraço

  70. Caio Frascino Cassaro

    -

    24/02/2011 às 15:15

    Prezado Reinaldo:
    Li o texto e fiquei preocupado. Como Engenheiro, Mestre em Engenharia, esses caras me qualificariam do que? Trabalhador da Construção Civil? Pensando bem, teria uma certa lógica. Pela maneira petralha de pensar(?), engenheiro ou pedreiro, é tudo a mesma coisa. Como Luiz Inácio, que vem a ser o paradigma desses energúmenos, nunca leu nem gibi, o ato de educar para essa gente é sub-produto da “verdadeira” função da escola – formar “cidadãos” – não importa que sejam cidadãos que andem sobre quatro patas e com estranhos hábitos alimentares, como o de consumir braquiária…

  71. Jeremias-no-deserto

    -

    24/02/2011 às 15:13

    Chamou-me a atenção, em especial, o texto do primeiro molestado que se mostra inconformado com as suas regalias “burguesas”: delicioso café da manhã importado,levar seus filhos à escola em carro novo, sentar-se em cadeira confortável em frente ao computador são luxos só permitidos pelo pessoal da nomenklatura petista;a alguém de “direita”, nunca! aliás, os privilégios petistas são auferidos com o nosso dinheiro,o qual invariávelmente resulta do nosso trabalho.O que constrange essa chusma petralha é a sua incompetência em prover os meios decentes da sua sobrevivência e através do labor honesto e, por isso, atacam os que conseguem fazê-lo pelos seus méritos próprios. Essa patota deve sonhar ardentemente com um café da manhã importado com croissant e frutas sêcas, sucos variados de fruta e petit fours a granel. Mal sabem que os seus chefões petralhas lá em Brasilia já estão usufruindo dessa delíciosa vidinha há muito tempo.E às nossas custas.

  72. Titus Petronius

    -

    24/02/2011 às 15:13

    Tenho duas sugestões…
    1) Dar trabalho, emprego mesmo, aos jovens cheios de testosterona e ideias revolucionárias – tamanha concentração de energia não pode ser desperdiçada com estultices.
    2) Tirar o emprego dos “trabalhadores da educação”.

  73. Arthur

    -

    24/02/2011 às 15:13

    Sempre que aparece algum assunto relacionado a educação aparece algum cretino reclamando da diferença de qualidade entre ensino público e privado. Neste caso, o tal RFF enaltece os prefessores que abrem sua cabeça, o que evidentemente não é sinônimo de pensar, provavelmente com uma picareta.

    Só há uma maneira de oferecer um serviço gratuito melhor ou com a mesma qualidade de um serviço pago: restringir acesso. Assim era o ensino público quando meus pais estudavam – o ensino público não atendia todo mundo, quem sobrava ia para a escola particular ou ficava analfabeto. É assim ainda com o ensino superior no Brasil. A partir do momento que o governo decidiu universalizar o serviço de educação, ninguém em sã consciência manteria um filho numa escola particular pagando por algo que o governo oferece gratuitamente. Por isso, os donos de escolas particulares têm como opções oferecer algo melhor do que o ensino público ou falir.

    Mas, atenção, melhor do que o ensino público não significa que seja bom. Pode ser só… menos ruim. Melhores escolas públicas impediriam as particulares de produzir RFFs.

  74. Peter W. Rosenfeld

    -

    24/02/2011 às 15:12

    Excelente texto !! O linguajar desse “trabalhador da educação” deveria, antes de mais nada, aprender português. Por enquanto é, apenas, um aprendiz (que não aprendeu !!). Bravos, Reinaldo !

  75. Maria

    -

    24/02/2011 às 15:10

    reinaldo,
    Sugiro o destaque deste post até o domingo (27) para alertar os pais internautas (de final de semana).

  76. F. Franco

    -

    24/02/2011 às 15:08

    Aposto que a maioria que comenta aqui jamais leu um livro de sociologia ou filosofia!

  77. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 15:07

    Mais um post a demonstrar que a mente esquerdista é movida a ignorância e/ou má-fé.

  78. Heloah

    -

    24/02/2011 às 15:04

    Uma coisa é ler um livro.
    Outra, é assimilar,compreender o seu conteúdo.
    Uma terceira, é ser capacitado à transmitir o estudo adquirido.
    Dicas para que as três etapas sejam atingidas: deixar de lado a paixâo que cega, a arrogância que embrutece e a ilusão que distorce a realidade.

  79. Gino/SP

    -

    24/02/2011 às 15:03

    Reinaldo,

    Os revolucionários do McDonald´s (eles ainda vão resolver o problema da fome no mundo com Big Mc e Coca-Cola) tem que estender suas manifestações para outros municípios da região metropolitana de SP.
    Vamos ver, São Paulo aumentou a tarifa dos ônibus de 2,70 para 3,00 (11%); São Bernardo do Campo, terra do babalorixá de banânia governada pelo PT, aumentou de 2,50 para 2,90 (16%). Diadema, também governada pelo PT, aumentou de 2,50 para 2,80 (12%), o menor aumento foi de São Paulo.
    São Bernardo tem cartão igual São Paulo, porém paga-se todas as viagens, em São Paulo uma tarifa vale por por 3 horas e até 4 viagens, e ainda tem integração com o Metro e CPTM, quem embarca nos ônibus intermunicipais do terminal Sacomã só para a diferença da tarifa.
    Se os vereadores do PT de São Paulo apoiam o movimento então tá na hora de ir e nos municípios governados pelo PT e implantar imediatamente todas suas ideias maravilhosas.
    Por hora São Paulo tem uma tarifa muito mais justa que esses municípios da região governados pelo PT.
    Vão a luta garotos, com o apoio do PT e com o PT no governo as conquistas serão certas.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  80. João Batista

    -

    24/02/2011 às 15:01

    Gostaria de saber dos ilustres educadores se eles debateram em sala de aula, já que são tão preocupados com cidadania, o mensalão do PT e suas consequências perversas para o país; o aparelhamento da Administração Pública no governo anterior e seus efeitos deletérios; a relação promíscua PMDBxPTxcorrupção no governo federal; o aumento da dívida pública no governo PT. Sem muito esforço seria possível achar bons temas para debate em sala de aula que muito poderiam ajudar a fomentar a análise crítica desses jovens quanto a políticas públicas.

  81. Anónimo

    -

    24/02/2011 às 14:59

    Caramba, Ronaldo Azeredo, você deve ter um estômago de aço inox para aguentar as porcarias que os petralhas lhe mandam todos os dias! Mil vezes, parabéns! Sendo o meu aparelho digestivo um pouco capenga, eu jamais poderia ser um trabalhador do jornalismo. Cada um na sua, não é mesmo?

  82. F. Franco

    -

    24/02/2011 às 14:59

    Divisão de poderes?
    Republica?
    Ideias extremamente avançadas para a época que surgiram… Qual mesmo? Me lembrei, século 18.
    Rousseau e Montesquieu já forma importantes, agora é necessário os novos revolucionários!
    Conservadores antes: Escravocratas.
    Revolucionários antes: Abolicionistas!
    Conservadores hoje: Direita neo-liberalista.
    Revolucionários hoje: Socialistas!

  83. Rex

    -

    24/02/2011 às 14:57

    “Se você tiver realizado as leituras fundamentais que qualquer pessoa desse mundo com voz na opinião pública deveria conhecer”.
    No doutorado, leem (qualquer pessoa pode ler) leem uma dezena de livros indicados pelo orientador e pronto: se acham. O problema é que geralmente o orientador (também) é um pernóstico.

  84. JOAO J. AUGUSTO

    -

    24/02/2011 às 14:57

    Reinaldo,
    Cuidado com os “professores”. Hoje, ser consciente e aderir à midia petista. A continuar assim eles pedirão seu enquadramento, nem que para isso tenham que utilizar da ANVISA. Afinal, questionar, pensar, ler, refletir, discordar, ler, estudar, aprender, pode fazer mal terrivel à saude desta “brava gente medíocre”

  85. David

    -

    24/02/2011 às 14:52

    Caríssimo “Aprendiz de Lógico”,

    Parabéns pelo seu comentário, a justiça é muito grande para ser adjetivada. A cada adjetivo uma perda de valor.
    Estou com você, parabéns.

  86. Sherlock

    -

    24/02/2011 às 14:50

    Rei,

    Quando entrei na faculdade, logo nos primeiros dias de aula tínhamos a chamada “aula magna”. O professor convidado começou a palestra mais ou menos assim: “quando eu tinha dezoito anos era um idiota, como todo jovem de dezoito anos…”
    À época, eu e meus amigos, com dezoito anos, ficamos emputecidos… demorou algum tempo até perceber que aquele professor tinha toda a razão. Mas ao menos percebi… já estes molestadores esqueceram de amadurecer as idéias, coitados! E juntam sua idiotia tardia à idiotia (quase natural) dos jovens.

  87. Melo

    -

    24/02/2011 às 14:47

    muita vergonha alheia pelos “molestados”… nem fazem ideia…

  88. Marcelo

    -

    24/02/2011 às 14:44

    A comunistada ficou assanhada com o texto do reinaldo. Pisou direitinho no calo dos vermelhos. kkkk. Estamos de olho nesses vigaristas e molestadores de crianças.

  89. Mãe preocupada

    -

    24/02/2011 às 14:43

    Aqui em minha cidade,há alguns anos e ,coincidentemente,logo após um prefeito petralha tomar posse(o governador já era um aliado do PT )houve ,assim como se saísse do nada,um aglomerado de jovens que começou a abraçar ônibus no intuito de impedi-los de transitar,alegando que os preços das passagens eram muito elevados/ou que o aumento era alto.(Esse assunto já vinha sendo ‘discutido’ pelos ocupantes dos cargos competentes).Assistindo TV,qual não foi o meu horror ao ver meu filho (incapaz) fazendo corrente humana para ajudar a segurar os ônibus .Houve enfrentamento com a polícia ,e não me lembro como,um jovem acabou morrendo em decorrência de estar ali,’lutando’ em sua ‘militância social’.Após,constatou-se que tratava-se de um pobre de um ‘inocente útil’,aliás,também era incapaz,deficiente físico e/ou mental.Após essa tragédia o assunto foi abafado,nem sei se alguém foi responsabilizado pelo homicídio-sim,porque foi um homicídio! ‘Apertei’ meu filho de todas as maneiras para que ele me contasse quem o cooptara (ele não tinha e nem tem ainda noção do que seja ‘militância’,aliás sempre foi muito ‘burguês’ segundo as falas da petralhada.) Pois bem ,ele não confessou,mas à época ele frequentava essa igreja do Edir Macedo,queria ser muito aceito por umas frequentadoras jovens que o teriam ‘convidado’para tal enfrentamento. E ele aceitou na hora.Não morreu no ‘confronto’ porque não era a sua vez.Uma emissora de TV (acho que a Band) mostrava em suas chamadas,até pouco tempo atrás,as cenas dos valentes ‘inocentes úteis’ fazendo corrente humana para segurar os ônibus,e meu filho aparecia em 1º plano…Deus o protegeu .Aos pais e mães,famílias,responsáveis de qualquer espécie:conselhos tutelares,MP,escolas em todos seus segmentos,imprensa,igrejas,etc e etc,peço que ajudem a proteger nossos jovens e crianças.Mesmo os ‘normais’ são muito ingênuos e indefesos.Tragédias acontecem.Os inocentes são sacrificados como ovelhas.Devem ser orientados no sentido de não se envolver nesses ‘movimentos de fazer justiça com as próprias mãos’.Mas,os maiores e capazes,eu acho que devem ,sim,ser punidos na forma da lei -e em casa,na forma normal que pais e mães usam para punir,sim,seus rebentos,e mostrar que quem manda é quem paga as contas.

  90. FABRICIO

    -

    24/02/2011 às 14:41

    Reinaldo
    Sera que nossos estudantes tambem querem ser Presidentes da Republica daqui 50 anos?
    Aconselho os pais a presentearem seus filhos com uma micro-empresa.Podem até quebrar,mas consertam a cabeça.

  91. Felipe Bentes

    -

    24/02/2011 às 14:39

    Reinaldo. Apenas pergunte a esses jovens o que eles acham do partido deles na aprovação do salário minimo no congresso? Afinal tem algo errado ai… O PT defendendo um salário menor? Acho que esses estudantes erraram o alvo dos protestos. Deveria ser a camara dos deputados e Senado, especialmente seu partido e sua base governista.

  92. Rex

    -

    24/02/2011 às 14:34

    Reinaldo, boa tarde: Parabéns pelo excelente texto; pau nesses comunistas.

    Desde os primórdios os assassinos Marx, Lenin, Fidel, Kadafi, Mao, Pol Pot fingiam ser “pessoas, que estão indignadas com a desigualdade social e com as péssimas condições de vida das outras pessoas”. Inclusive o ex-presidente Bravateiro. No poder (e mesmo antes de nele adentrar) deu no que deu: vinhos caríssimos, uísque 12 anos, comidas idem, lençóis de linho egípcio, charutos cubanos de 60 reais a unidade. Sem contar os 11 (onze) caminhões levados do Palácio para São Bernardo. Inclusive caminhões frigoríficos. Todos abarrotados. Claro, abarrotados com produtos usados para atenuar “a desigualdade social e as péssimas condições de vida das outras pessoas”.

  93. molina

    -

    24/02/2011 às 14:33

    estava a caminho da rua são bento indo da xavier de toledo, fui brecado pela turba de desocupados que não devem conhecer um ônibus, o gás lacrimogênio começou a chegar e quem me avisou para colocar o lenço no rosto foi um desses probres necessitados que trazia à mão o que parecia ser (tenho um pequena noção) uma Canon EOS 50D SLR de 15.1 Megapixels (custa perto de 4 mil reais). um bando de desocupados de cabeça vazia provavelmente a maioria de usuários de d…., com lenços cobrindo o rosto, como os antigos bandidos de gibis. tomara que os trabalhadores da segurança pública ajam duramente.
    já nos basta o grande ban… empoleirado nos executivos, judiciários e legislaslivos.

  94. Sidney

    -

    24/02/2011 às 14:32

    Tenho 52 anos e fiz minha faculdade (engenharia) na PUC. Pois bem, desde aquele tempo já haviam professores tentando colocar estas idéias petralhas nas nossas jovens cabeças. Tínhamos aulas de Filosofia, apesar do curso em exatas, mas não era o professor desta disciplina que “fazia nossa cabeça” e sim das disciplinas próprias do curso, como Transportes por exemplo. Vejam bem, meu pai pagando caro um curso de engenharia numa universidade Católica e lá estavam tentando “implantar” idéias esquerdistas na minha cabeça. Foi por este motivo que enviei um e-mail para a CNBB quando das últimas eleições criticando a grande ajuda que sempre deram aos esquerdistas e, agora, parece que estão começando a ver a grande burrada que fizeram (vide idéias da esquerda sobre aborto).

  95. John

    -

    24/02/2011 às 14:30

    Lixo total.
    .
    Um monte de titica, filhinhos de papai metidos a revolucionários.
    .
    Tem um filme que relata isso. Duas mocinhas achavam bonito ser revolucionarias, acharam interessante ir pra o gueto americano, onde hispânicos viviam vendendo drogas e conversando essas baboseiras, sabe o que acabou acontecendo? Foram estupradas por eles.
    .
    A vida real não dá espaço pra isso, isso nada mais é do que falta do que fazer, cabeça vazia e garotos e garotas mimadas, que não sabem o que é a vida real.
    .
    Vão estudar e trabalhar, assim irão parar de pensar besteira.
    .
    O muro de Berlim já caiu faz mais de vinte anos.

  96. Anónimo

    -

    24/02/2011 às 14:28

    Eu como jovem me sinto envorgonhado dessa mentalidade de certos jovens brasileiros. Se depender de alguns professores nos estamos perdidos, e olha que ciências humanas sempre foi algo com o qual me identifico. Mas não me deixei poluir por preferencias politicas de certos professores. Se você ler meu comentario reinaldo, gostaria de pedir só uma coisa em nopme dos jovens desse país. Pergunte a eles o que acham dessa votação do salário minimo no Congresso. Qual o desempenho do Partido que muitos deles tanto adoram.

  97. Valder Luiz Palombo Alberto

    -

    24/02/2011 às 14:26

    Só um pequeno reparo, Prof. Reinaldo: os textos transcritos como dos molestados são dos molestadores que se passam por aqueles.

  98. MRT

    -

    24/02/2011 às 14:23

    SP cai do 5.º para o 25.º mais violento e é exemplo de contenção de mortes
    Taxa de homicídios caiu de 39,7 para 14,9 a cada 100 mil habitantes na década 1998-2008, segundo estudo.

    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,sp-cai-do-5o-para-o-25o-mais-violento-e-e-exemplo-de-contencao-de-mortes,683968,0.htm

  99. Junior - BH

    -

    24/02/2011 às 14:22

    Aqui em BH, alem de um lindo kit escolar o município vai dar uniforme que inclue um par de tenis. A merenda se transformou num almoço coletivo. Agora vem ai o meio passe para estudantes de escolas públicas. CPMF é pouco para remunerar os gastos “sociais” que proliferam no Brasil. Cada governante quer doar alguma coisa a mais.porque só a doação consagra. O espírito doador precisa de outro espírito financiador. É aí que eu entro: servidor público, pai de duas filhas, com todas as contas para pagar, e financiador de campanhas de doação de governos de todas as esferas. NÃO MEREÇO O TROFÉU DE FINANCIADOR DO ANO? Parabens pelo blog

  100. Aparecido f.

    -

    24/02/2011 às 14:20

    Qualquer pessoa que estudou na USP conhece de perto o assédio moral.. E olhe que eu tive assédio moral de gente que hoje é prá lá de grauda no petismo… ninguém menos que o Dr. Palocci, vi ele, pobre, aos vinte anos, no palanque em Ribeirão, defendendo os trabalhadores, igualzinho a essa molecada hoje…Se bem que o Dr. Palocci poderia hoje nos ensinar a receita, de como ficar riquissimo, defendendo os pobres…Ele guarda a receita para seu proprio uso…

  101. Daniel Aço

    -

    24/02/2011 às 14:20

    Já passei pela escola e fui aluno de bacharelado e mestrado em Filosofia. Não obstante o fato de deparar-me com tudo quanto é tipo de professor despreparado, desequilibrado, massificado e perturbado, meus títulos universitários de nada me servem porque jamais consegui emprego de professor em lugar algum. Tal fato, seguramente, é deveras compreensível, posto que não integro nem patotas religiosas, nem estatais e nem ideológicas. A você que está lendo este comentário: “abra os olhos, o ensino da Filosofia é um perigo para a nossa sociedade.” Eu tenho autoridade para falar isso. Doutrinadores desonestos e calhordas fazem uso da sala de aula para fins políticos e para a deturpação de verdades metafísicas e históricas. Se você é pai, redobre sua atenção quanto ao colégio onde seu filho estuda. Parabenizo o Reinaldo Azevedo sobre suas denúncias quanto a esses marginais travestidos de mestres. Leiam “A Rebelião das Massas” – livro do filósofo José Ortega y Gasset (1883-1955) -, e vejam em que consiste a psicologia e as práticas de ideólogos massificados a serviço dos instintos multitudinários.

  102. Sergio - SJC - SP

    -

    24/02/2011 às 14:19

    Reinaldo, eu não me esqueço de um fato ocorrido em uma reunião dos esquerdopatas no ano passado em Porto Alegre para lançamento da candidatura do Tarso Genro para governador do RS. Naquela ocasião o Pedro Stedile, convidado de honra do anfitrião defensor de Cesare Battisti, deu uma entrevista para uma rádio gaucha declarando que o movimento social na zona rural estava exaurido e que a nova estratégia de luta social teria que se voltar para a zona urbana. Alguma relação com a algazarra promovida pelos mauricinhos molestados?
    Depois de tantos depoimentos de molestadores esquerdopatas urbanos aqui em seu blog me convenci de que o dinossauro líder do MST, que anseia pela revolução comunista no Brasil, não estava brincando em serviço.
    A pergunta que não quer calar é onde está a oposição para lembrar a população brasileira sobre este engodo de movimento social urbano e desmascarar a real motivação da algazarra deste bando de mauricinhos teleguiados?
    O Reinaldo precisava fazer o papel de psicanalista de comunista e desnudar estes inocentes molestados e seus molestadores petralhas para a oposição? Acorde oposição, antes que seja tarde para que estes baderneiros molestados se convençam que vale a pena viver nababescamente das gordas verbas públicas alimentadas pelo governo petralha.

  103. Marco Antonio

    -

    24/02/2011 às 14:19

    Talvez minha colaboração seja pequena, mas talvez interessante. Moro em Caxias do Sul/RS e quando um desses “trabalhadores da educação” em uma de suas aulas de história usou a palavra “achamento” para a descoberta do Brasil. Quando a minha filha comentou esse fato, fiquei preocupado e concordo em genero, número e grau com o texto. Infelizmente os professores ou melhor “trabalhador da educação” estão muito preocupados em greves, e muitos não escondem sua militancia, aqui, o sindicado é contra a meritocracia, imagino o motivo, pois muitos professores voltariam as salas de aulas para aprender…

  104. Wilsonn

    -

    24/02/2011 às 14:18

    Reinaldo, estes ptistinhas deveriam tomar conhecimento de quem e paulo paim. O unico brasileiro que viveu nababescamente com o salario minimo (quer dizer, as custas do SM). Passou a vida inteira sendo um critico feroz do baixo SM. Qdo seu partido (pt)assumiu o poder, deveria fazer valer a sua determinaçao. Que nada ! Era tudo farsa ! E ontem votou com convicçao que o SM nao pode ser mais que 545. Um canalha !! Repito, canalha !Garotada, nao permitam que a escoria da “area de humanas” façam de suas mentes verdadeiro penico. Como ja disse Florestan Fernandes, esse pt nao e favor do povo. Sao a favor da corporaçao sindicalista deles e querem se dar bem na vida. O resto que se dane ! Garotada, acordem ! E mais: o farsante qdo morava em POA tinha uma empregada domestica que nao era registrada e recebia menos que o SM da epoca ! Pesquisem e encontrarao ( foi materia de jornal). E o fim da picada !

  105. Sidney

    -

    24/02/2011 às 14:15

    Só uma pergunta. Por quê os estudantes das cidades governadas por petistas não fazem uma “revolução” igual em suas ruas?

  106. Elah

    -

    24/02/2011 às 14:12

    “pessoas, que estão indignadas com a desigualdade social e com as péssimas condições de vida das outras pessoas”

    Chico, aconselho seguir o exemplo de um xará teu que possuía a mesma angústia que te corrói: Francesco Bernardone. Duvido que você tenha a mesma coragem! Babaca!

  107. Cris Azevedo

    -

    24/02/2011 às 14:09

    ATENÇÃO, DIRETORES DE ESCOLAS

    A responsabilidade maior pelo que está sendo feito com nossas crianças e jovens dentro das suas salas de aula, é sua!
    Fosse eu, tratava de conter os aliciadores de menores em classe.

  108. Marcílio Henrique

    -

    24/02/2011 às 14:06

    Gramscismo puro assentado nas nossas escolas. Prossiga, Tio Rei!

  109. luiz

    -

    24/02/2011 às 14:06

    Se os comunistaS gostam tanto de educação, liberdade e livre expressão da consciencia, PQ ELES NÃO REIVINDICAM LIBERAR A INTERNET NA CHINA E EM CUBA???

  110. Cris Azevedo

    -

    24/02/2011 às 14:04

    Em tempo: em tudo e por tudo, os falklanders são BRITÂNICOS até a raiz dos cabelos.

  111. olhos azuis

    -

    24/02/2011 às 14:04

    não buscar sabedoria e tentar igualar todos é como tentar enxugar Gelo;não falo a respeito de todos,mais sem ensino sempre havera traidores…os aproveitadorese e depois acham ser dignos de vigilancia de uma igualdade social;coisas como educação escolar sempre cresce plantadas em boas terras;porque querer ser outros ou igual,nós tratamos bem o nosso cerebro e ampliamos a nossa inteligencia com os nossos esforços.uns gritavam de uma forma e outros de outras,mais a sua maior parte ficara em silencio..eles nem sabiam porque estavam alí.

  112. Cris Azevedo

    -

    24/02/2011 às 14:02

    Rei

    Sabe como funciona essa gente? hahahaha Vou contar uma:

    O TCC do Paulo e seu colega era uma reportagem em video sobre os apectos culturais dos Falklanders, os habitantes das falklands.
    O que Paulo queira evidenciar é que a Argentina não tem NADA a ver com as Falklands e mostrar como aquele povo, tão desconhecido por nós, vive.
    Bem, na apresnetação do trabalho, o “mestre” da banca pergunta: “Mas vocês não perguntaram o que eles acham do Brasil? Vocês tinham que ter perguntado o que eles acham do Brasil, se conhecem o país”

    … OI!? CUMA? Percebeu, Rei? O Pt e Lula conseguiram formar uma turma de umbigocêntricos, que vêem o mundo girando em torno do Brasil de Lula. Olha o niiiiiiiiiiiiiiiiiiiiveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeel!

  113. Snitram

    -

    24/02/2011 às 14:02

    Comunistas fora do poder parecem bacanas. Afinal eles reclamam de tudo que está errado. Só que uma vez no poder, eles destroem tudo que funcionava e oferecem apenas opressão e miséria para colocar no lugar. E claro, mentiras, tantas e tais, que são capazes de convencer a alguns coitados que uma ilha prisão paupérrima “é um paraíso”. E quê, apesar de “ser um paraíso”, é ruim (por culpa dos EUA, claro).

  114. Luiz Eduardo

    -

    24/02/2011 às 14:01

    Minha (parca) esperança é saber que o inferno de boas intenções acaba cedo. Mesmo o mais indignado com a desigualdade social e etc etc etc baixará a bola ao se formar e notar que as coisas não são transformáveis ao estalar de dedos.
    Vendo pelo lado prático, a doutrinação exige esforço quase zero. Montar aula, ler livros, preparar apostila e avaliações são coisas trabalhosas. Chegar na aula com uma Veja debaixo do braço, sentar e criticar é muito mais fácil e granjeia a simpatia dos alunos…

  115. Mauro Reis

    -

    24/02/2011 às 14:00

    Acredito que em médio prazo, com o aumento da velocidade dos meios de comunicação, os bons brasileiros, ou seja, “os não-petralhas” … poderemos dar exemplos de democracia, respeitando as diferenças naturais e ao mesmo tempo não impondo políticas de perpetuação de poder travestida de políticas democráticas. É bom saber que o Sr mal começou. ATENTOS SALUDOS!!!

  116. l silva

    -

    24/02/2011 às 13:59

    Reinaldo, peça pra esses defensores do povo organizarem um grande movimento cívico contra a volta da CPMF.

  117. Snitram

    -

    24/02/2011 às 13:58

    Comunistas fora do poder parecem bacanas. Afinal eles reclamam de tudo que está errado. Só que uma vez no poder, eles destroem tudo que funcionava e oferecem apenas opressão e miséria para colocar no lugar. E claro, mentiras, tantas e tais, que são capazes de convencer a alguns coitados que uma ilha prisão paupérrima “é um paraíso”. E que, apesar de “ser um paraíso”, é ruim por culpa dos EUA (claro).

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  118. luiz

    -

    24/02/2011 às 13:57

    Rei, meu comentário vai p galera que lê aqui.
    Pulem fora dessas idéias comunistas, elas atrasam a vida da gente.
    _
    A igualdade que eles pregam não é justa, imagine se não houvesse a possibilidade de dar méritos ao talento, todos iriam ser igualmente medíocres. A russia até hj não alcançou o tempo perdido e foi um dos países mais ricos da história, e riqueza não é dinheiro – é cultura, amizade, futebol,…

  119. Mário Sérgio Mendes

    -

    24/02/2011 às 13:57

    Reinaldo, há algum tempo eu costumava acessar um site “escolasempartido.org.br” administrado por Miguel Nagib.
    Infelizmente, talvez por compromissos pessoais do Miguel, este site parece ter sido descontinuado. Uma pena e uma grande perda para a sociedade livre.
    Espero que esta tua luta ajude a reativar aquele trabalho.
    Se tiver chance ou tempo, pesquise a respeito. Tem muita coisa interessante.
    Abraços.
    ms

  120. Chacon

    -

    24/02/2011 às 13:55

    Por que os de exatas não entram nessa? Por que usam a lógica. Abraço

  121. Paula

    -

    24/02/2011 às 13:52

    Aliás, essa sua denúncia é muito interessante. Quando o PT ainda não era a Zelite, a doutrinação era feita nas escolas públicas. Era uma coisa pesada mesmo, quase religiosa, inescapável. Olho pra trás e me sindo molestada, mesmo. Serviram-me lixo como se fosse conhecimento, mentiras como se fossem fatos. Muitos livros e vivência depois, sinto nojo do q um dia me orgulhava.

  122. joao alberto

    -

    24/02/2011 às 13:49

    PAULO ROBERTO URBANO DA CRUZ, se bem entendi, voce se referiu a nós (os 5% e que são 99% dos assiduos comentáristas do blog) quando desandou sua diarréia verbal. A récua daqui é a mesma dos 110 milhões assassinados no mundo inteiro pelos vermelhos. Sim, somos umas bestas, pois deveriamos fazer tal qual seus irmãos e aniquilar toda a corja que infesta este país, mas como voce bem o define, nós somos umas bestas, por isso seguimos a lei e a ordem, mas tudo tem limite, basta ver o Egito, a Libia, o Marrocos e daqui a pouco a China, a Coréia, esses povos também são récuas, mas estão se livrando dos cabrestos e metendo o chicote no lombo dos tiranos.
    Caro amigo, o que talvez lhe sobeje de cultura lhe falta em discernimento, a não ser que sejas mais um militante sustentado a pêso de ouro.

  123. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 13:48

    Correção: “Vocês não são, nem seus pais, culpados pelo infortúnio dos que têm menos grana.”

  124. MariaC

    -

    24/02/2011 às 13:47

    Ai, a estória sempre se repete. Os universitários de hoje, filhinhos de papai ou não, metidos a revolucionários, defensores dos pobres, amanhã serão os que – se bem sucessidos em suas carreiras – “pisarão” e esfolaram vivos seus empregados para ter a boa vida que hoje criticam. Nunca vi ser diferente. Como dizia meu pai,esse tipo de protesto, na maioria das vezes é coisa de quem não quer estudar e nem trabalhar e tem as “costas quentes”.

  125. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 13:46

    Remelentos e Mafaldinhas, eu já fui como vocês. Já acreditei nessa bobajada toda que vocês repetem sem nem saberem o que significa.
    Não esperem chegar aos 30 anos, como eu fiz, pra se livrarem da alienação. Pensem com suas cabeças, não decorem o pensamento pronto que o professor comunista lhes dá.
    Vocês, nem seus pais, são culpados pelo infortúnio dos que têm menos grana.
    E leiam sobre Stálin, Lenin, Marx, Fidel, Che etc. Mas leiam em livros sérios. Não vale buscar informação em cartilhas comunistas travestidas de livros de história.
    Esquerda é sinônimo de morte, opressão, miséria, atraso, mentira e mais mortes… muitas mortes.

  126. Blumenau

    -

    24/02/2011 às 13:45

    Rei.
    Que Deus te dê muita paciência e sabedoria,pois aturar comunista ignorante é dose.
    Quanto aos papais que pagam e não sabem dos filhos,eles que trabalhem bastante,pra ganhar bastante dinheiro.Em breve terão que investir em psicólogos,advogados e clínicas para drogrados.Esses infelizes que não tem uma orientação familiar,vão cair como moscas na sopa,na conversa típica de petista folgado.Falam,blá,bla´,blá e trabalhar nadica de nada.
    Geralmente esses idiotas chegam numa velhice precoce,enfiados num sofá velho,tomando cerveja ,com cigarro do Paraguai pendurado nos dedos amarelos,e se tiverem sorte um cachorro pulguento fiel.O único amigo que aguenta ficar perto de alguém que passou a vida tentando convencer as pessoas de como os petralhas são perfeitos,só cachorro mesmo.E garanto que vai ter vaga canina no céu esperando por ele.Já o petralha o caminho será outro,bem caliente.
    Será que algum aluno inteligente de pai e mãe poderia se levantar e dar sua opinião ,quando um professor petralha ousar abrir a boca para desensinar a viver?Aqui em casa é assim que funciona.Tudo bem explicadinho.Depois a gente vai pra piscina e faz um lanche com chocolate suíço.E a nossa empregada participa de tudo.Ah! e somos muito felizes sempre ,usando a verdade e a boa vontade como meta a favor de todos.Parabéns Reinaldo, o melhor jornalista do mundo.

  127. Rodolfo

    -

    24/02/2011 às 13:44

    Reinaldo,
    Sério, passei mal de tanto rir!
    Guardarei esse link nos meus favoritos!
    Parabéns!

  128. Daniel

    -

    24/02/2011 às 13:43

    Entrei em uma faculdade de economia, mas lá logo percebi que era um curso de Marxismo.

  129. Snitram

    -

    24/02/2011 às 13:42

    O problema dos esquerdopatas que dão aula é que eles conseguem convencer a alguns pobres alunos de que seu ódio é amor. Eles odeiam tudo que deu certo. A Globo, os USA, o capitalismo. Aí eles dizem: mas a que preço deram certo o USA e o capitalismo? Ora, a um preço muitíssimo menor, infinitamente menor, que o preço pago pelas populações de Cuba, Urss, China, Camboja e tantos outros para ver o socialismo real acontecer. E digo mais, eles sabem o que querem destruir, o capitalismo e cada conquista da humanidade até agora. Mas não conseguem oferecer nada decente para colocar no lugar.

  130. Rodolfo

    -

    24/02/2011 às 13:42

    Essa molecada “revolucionária” do século XXI, que tomam muita “balinha” em festinhas raves, passeiam no iate do papai, usam camisas do Che Guevara se achando o máximo, deixam o cabelo e a barba pr fazer, usam iPads, iPhones, iMacs, etc…… depois, logo ali na esquina, quando se formam vão fazer o quê?

    Procurar emprego na iniativa privada, claro!

    Aí, começarão a pagar IRRF, INSS, recolher FGTS, etc…., vão cobrar do patrão bônus no final do ano, bônus por produtividade, etc….

    Daí, sem mais nem menos, perceberão que estão num mundo CAPITALISTA! E como o CAPITALISMO é bom!

  131. Cris Azevedo

    -

    24/02/2011 às 13:41

    Rei

    Essa meninada sofre os efeitos dos raios “ultraviolentos” (do ENEM) a que se expuseram em Boiçucanga.

  132. Chacon

    -

    24/02/2011 às 13:41

    Salomão no alto de sua sabedoria dizia que tua embaixo do céu, é vaidade, mas acho que ele nunca imaginou que também poderia ser pura imbecilidade. Reinaldo, acho que vc vai ganhar o prêmio, Ceratti de 2011, por vou te dizer, tem que ter um saco do tamanho de uma mortadela para aguentar, mas eu sei, sua bandeira é a democracia e voc^está correto. Me lembro que você sempre diz que o Brasil ainda tm instituições democráticas que seguram a onda, pois o teste vai ser agora com o decreto do mínimo no STF. Vamos ver se as instituições não desmoronaram. Abraço.

  133. Paula

    -

    24/02/2011 às 13:40

    Deus de misericórida!!!
    Meu caro Reinaldo, mesmo nos tempos em q eu, como Humprey Bogart, era apenas idiota de militar na União da Juventude Socialista eu tinha uma redação melhor q a desses ‘educadores’. E olhe q a minha escola era pública, na década de 1980! Por graça de Deus, eu creio, eu, apesar de socialista, achava q estava na escola para estudar.
    Como é q esse povo passa na prova de redação do vestibular?

  134. Sugiro isso como Hino para Os Jovens Revolucionários da Classe "A"

    -

    24/02/2011 às 13:40

    Não é à toa que “sertanejo universitário” sacia a sede por cultura dessa juventude manipulada e transformada em zumbis pelos profs petralhas.
    ¨
    ¨
    Aí Nóis Bebe
    (César e Paulinho… ligão não por ter copiado a letra aqui… kkk…)
    ¨
    ¨
    Se a coisa está feia e melhorar nóis não consegue
    Aí nóis bebe, Aí nóis bebe
    Se a saudade aperta o peito e não tem nada que sossegue
    Aí nóis bebe, Aí nóis bebe
    Se a pescaria ta ruim, é o azar que nos persegue
    Aí nóis bebe, Aí nóis bebe
    E se acabar a moda caipira e só virar no rock e reggae
    Aí nóis bebe, Aí nóis bebe
    ¨
    Aí nóis bebe por paixão ou por despeito
    Nóis mete pinga no peito, bebe mesmo pra valer
    Diz que a bebida mata bem devagarim
    Então nóis bebe o dia interim
    Nóis não tem pressa de morrer
    ¨
    Se tá frio, nóis bebe pra esquentar
    Se ta calor, nóis bebe pra esfriar
    Bebe se está alegre ou se está na fossa
    Nóis bebe de qualquer jeito, bebe mesmo é porque gosta
    Bebe se está alegre ou se está na fossa
    Nóis bebe de qualquer jeito, bebe mesmo é porque gosta
    ¨
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    Mas aí nóis bebe, aí nóis bebe
    ¨
    Nóis só quer mulher bonita mas as feias nos persegue
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    Nóis torce barbaridade, nosso time sempre perde
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    Nóis ganha uma mixaria e as vez nóis não recebe
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    Nóis bebe até sem motivo e se tiver motivo aí vixi
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    ¨
    Aí nóis bebe por paixão ou por despeito
    Nóis mete pinga no peito, bebe mesmo pra valer
    Diz que a bebida mata bem devagarim
    Então nóis bebe o dia interim
    Nóis não tem pressa de morrer
    ¨
    Se tá frio, nóis bebe pra esquentar
    Se ta calor, nóis bebe pra esfriar
    Bebe se está alegre ou se está na fossa
    Nóis bebe de qualquer jeito, bebe mesmo é porque gosta
    Bebe se está alegre ou se está na fossa
    Nóis bebe de qualquer jeito, bebe mesmo é porque gosta
    ¨
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    Mas aí nóis bebe, aí nóis bebe
    ¨
    Aí nóis bebe por paixão ou por despeito
    Nóis mete pinga no peito, bebe mesmo pra valer
    Diz que a bebida mata bem devagarim
    Então nóis bebe o dia interim
    Nóis não tem pressa de morrer
    ¨
    Aí nóis bebe, aí nóis bebe
    Mas aí nóis bebe, aí nóis bebe

  135. Angela

    -

    24/02/2011 às 13:39

    Olha, Reinaldo, não se dê ao trabalho de considerar esses comentários. chegam a beirar o surrealismo. Por outro lado, se eles se importam tanto em tentar destruir você, é porque você incomoda, não é?
    Mas com essa ação toda, precisamos de milhares de “reinaldos”, eles estão tomando posse de quase tudo, é assustador.
    Força! aliás, quando quero me posicionar diante de algum petrália, informo logo que minha leitura preferida é Reinaldo Azevedo.
    Abraço

  136. PETISMO = BANDITISMO

    -

    24/02/2011 às 13:39

    … A questão é: PORQUE OS PROFESSORES PETRALHAS QUEREM SÃO PAULO ????????

  137. malu campos

    -

    24/02/2011 às 13:36

    Será que haverá algum “movimento” aqui no Rio!?
    O Metrô anunciou um aumento para 01/Abril, R$ 3,10.

  138. Cris Azevedo

    -

    24/02/2011 às 13:36

    24/02/2011 11h41 – Atualizado em 24/02/2011 13h03
    Homicídio é causa da morte de quase 40% dos jovens, diz pesquisa
    Estudo do Ministério da Justiça considera juventude período de 15 a 24 anos.
    Entre 1998 e 2008, 1,8% dos óbitos de adultos foi causado por homicídios.

    TERIA A VER COM O QUE ELES “APRENDEM” nas aulas dos prfessores revolucionários?

  139. Joca

    -

    24/02/2011 às 13:34

  140. mrbooz

    -

    24/02/2011 às 13:33

    Achei falta da conjunção “enquanto” nas mal traçadas linhas de alunos e professores, Azeredo, digo, Azevedo.Enquanto eu acho falta dos mestres de antigamente; enquanto prolifera a boçalidade; enquanto eu não encho de vez e aponto, por aqui,um lugar melhor para os futuros petralhas irem.Com dinheiro ou (ainda) não.

  141. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 13:30

    É por “trabalhadores da molestação ideológica” como o Pedro e o França que, no fim da adolescência, eu virei petista. E olhem que estou falando do fim dos anos 70. Já naquela época, essa corja assombrava as escolas, principalmente as públicas. Lembro que, lá por 78 ou 79, queríamos fazer eleições diretas para o cargo de secretária. E eu achava que estava abafando!!!

  142. malu campos

    -

    24/02/2011 às 13:30

    Recomendo aos “garotos concientes” a se envolverem em trabalhos comunitários em hospitais, creches, escolas municipais, abrigos para idosos, é muito mais gratificante, abre a cabeça, promove a justiça social e realmente faz com que vocês vivam no mundo real.

  143. Cassio

    -

    24/02/2011 às 13:23

    Putz! Dois “sala de aula” em duas frases é sinal de que eu devia voltar pra lá, se lá houvesse ensino.

  144. Chacon

    -

    24/02/2011 às 13:23

    Como sempre digo: o Brasil é um país subdesenvolvido, e o pior, entrou em estado de degeneração. Abraço

  145. Beatriz

    -

    24/02/2011 às 13:22

    Esse assunto é muito importante e espero que todos façam um debate à altura da educação e cultura, é srs. professores do pt, para que é mesmo que vossasexcelencias se formaram em educação? para ensinar?para dar aulas? ou simplesmente simplesmente receberseus salários através de atestado médico ficar em casa com depressão ou outros quetais e receberem do estadode forma integral, e depois ir para as ruas juntamente com BEBEL e reinvidicar melhores salarios e falar mal do governo do estado! ESTAMOS ESPERTOS, VIU!nÃOACREDITAMOS MAIS EM VOCÊS

  146. pericles

    -

    24/02/2011 às 13:20

    1 – Aulas de história, geografia, sociologia e filosofia são, com freqüencia, verdadeiros manuais de militância petista, em que a verdade costuma ser a primeira vítima. Se pouco se pode fazer — a dificuldade realmente é imensa — para evitar a distorção, o incitamento à ação direta tem como ser contido.
    ISSO VEM ACONTECENDO NÃO É DE HOJE. A LAVAGEM CEREBRAL ESTÁ FUNCIONANDO. EXEMPLO? OS TEXTOS QUE VOCÊ RECEBEU E TRANSCREVEU.
    2 – Em vez de incitar a meninada a participar de passeatas, ou coisa que o valha, porque não ensinam a escrever um português correto? Frases quilométricas, palavras, com sentido duvidoso. Há momentos que parece redação de D. Dilma I sobre fabricação de calças no Nordeste.
    3 – Olha só esse Chico.
    O quer dizer com o trecho: é exatamente pela classe social avantajada dos manifestantes. Uma classe social erótica?
    Este outro: que esperam ter mais aparição. Aparição? Onde? Fátima? Lourdes?
    4 – Olha o professor Diego. Seu português é tão ruim quanto o dos alunos. Já que não pode ensinar português, via ensinar ideologia podre! Ele gosta mesmo é da falácia: “falácias informais clássicas do medievo” e “chulas falácias informais”. É muito engraçado!
    5 – Com relação ao Pedro o estruturalismo está para ele assim como Pilatos está para o Credo.
    6 – Do França.
    Lógico cara. No MEC (em maiúsculas) de D. Hadad, o Inepto, deve haver, com todo a certeza, uma seção intitulada “mobilização social pela educação”.
    7 – Faltou uma coisa. Puxar diretamente as orelhas dos responsáveis pelas escolas.
    Se essa meninada vai para a rua levada por esses professores irresponsáveis e volta para casa de cabeça quebrada, quem vai ouvir as reclamações dos pais?
    Eles não podem sair fora. Os alunos que eles recebem e pelos quais cobram caro, lhes são entregues em confiança. Sua responsabilidade é enorme!

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  147. Terrano

    -

    24/02/2011 às 13:17

    Por uma escola sem partido!

  148. ra

    -

    24/02/2011 às 13:12

    Para Nevermore,

    Isso mesmo. É uma doença que só pode ser curada com um choque. Qual choque? Isso que Reinaldo está fazendo é um bom e necessário começo. Professores!, leiam Gustavo Ioschpe,afim de compreender melhor a realidade escolar.

  149. Nicolai

    -

    24/02/2011 às 13:11

    Hoje a política do PT é “faça o que digo, mais não faça o que eu faço”, por que não houve manifestação na votação do salário mínimo?, será que não pensaram naquele trabalhador que sai as cinco horas de casa para servir o cafezinho petista! Ora, onde estão os professores idealistas? o incrível é que esta “Elite” de idéias e concepções na defesa dos fracos e oprimidos não faz uma simples analise crítica do faz e pensa, e, pior, atribuir aos que discordam de seus procedimentos, muitas vezes ilegais, a “defensores da Elite dominante”, é para rir ou chorar? penso que o Estado ao invés de tá censurando Montero Lobato deferia está criando critérios para evitar que o alunado sofresse influência política de professores, ora a concepção política é pessoal e devemos permitir que cada um possa alcançá-la sem indicações ou influências parciais de pessoas que exercem autoridade e são “a priori” exemplos, como os professores em relação ao aluno.

  150. Patricia

    -

    24/02/2011 às 13:09

    Infelizmente, aqui em BH (aonde só tem escola de padre e freira!!!) meus filhos sofrem esse tipo de “assédio petista”- é um absurdo! Como se não bastasse eles serem obrigados a ter “Educação Religiosa” e a levar um Bíblia p/ escola!!!!!!!! E ai de quem reclamar – já fui aconselhada a ficar quieta para meus filhos não serem hostilizados!!! Phoda! (Estou falando de uma das “mehores” escolas de BH, aonde a mensalidade cobrada é de quase R$1000/mês.

    P.S.Sabem como começa uma reunião de Pais e Professores na escola do meu filho??? REZANDO AVE MARIA E PAI NOSSO!!!!!! MINHA VONTADE É ARMAR UMA MACUMBA E BAIXAR A POMBA-GIRA. Desculpem, mas esse assunto me tira do sério… A educação (privada) no Brasil vai de mal a pior. E a pública é inexistente.

  151. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 13:06

    Ótima ideia a da profa. Helena, das 11:49. Duvido que o fervor revolucionário resista a um dia como “desfavorecido”.

  152. Anónimo

    -

    24/02/2011 às 13:06

    Nem tudo está perdido: eu já tive minha fase estudantil comuninha. Hoje, eu ODEIO as esquerdas e o pt.
    Muitos destes jovens acharão o caminho da luz e sairão das trevas esquerdistas.

  153. celeraman

    -

    24/02/2011 às 13:03

    – Atentai, Reinaldo! Atentai!

    Eles também molestam seus próprios colegas professores, mas só aquela gente de bem que apenas quer ensinar Língua Portuguesa e Matemática para os nossos filhos.

  154. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 13:03

    Nessas horas, penso que seria melhor essa molecada estar enterrada num sofá jogando videogame.

  155. Carlos Emiliano

    -

    24/02/2011 às 13:02

    Dá licença, tio Rei, que vou dar minha opinião, pois sou do ramo. Sou professor e atualmente estou rebaixado a diretor de escola. Não só acho como tenho certeza de que qualquer idiota pode ser professor neste país, assim como pode ser deputado ou senador, ou presidente. E essa história de proselitismo político na sala é mesmo velha. Conheço professores de história que amam Marx, mesmo que nunca tenham feito uma análise, ou lido, o texto dele. É pobreza que não acaba mais. E o pior é que é muito difícil tirar os idiotas da sala.

  156. Ex-petista

    -

    24/02/2011 às 13:02

    Reinaldo,

    não faltou colocar em vermelho o perágrafo que começa em “Se você puder ‘provar’…” e termina em “…por meio de chulas falácias informais.”?

  157. EMERSON

    -

    24/02/2011 às 13:01

    Proponho que estes “pensadores” parem de viver ‘na teoria” e passem a viver “na prática” o que pregam. Matriculem-se em escolas da periferia; Parem de usar seus i-phones para filmar suas “manifestações” e depois divulgá-las no Youtube; Que cortem suas viagens anuais a Disney, exigindo que seus Papais doem a grana gasta nestas viagens a “causa”; Que abandonem os jeans de R$ 200,00, as baladas na Zona Sul, as férias em Maresias…
    Fosse este um país sério esta gente seria tratada “no reio” como se diz lá no Sul!
    Comportam-se apenas para satisfazer seus egos dementes!

  158. José

    -

    24/02/2011 às 13:00

    Reinaldo, já estudei em escola pública e particular. A única coisa em comum é justamente o fato de não haver nenhum professor de humanas não-esquerdista. É vergonhoso o que fazem com os estudantes, nos seus 16, 17 anos. Mudar o mundo é muito bacana, mas que tal arrumar o próprio quarto?

  159. Pedro Couto

    -

    24/02/2011 às 12:57

    Com toda a certeza, tem gente do PT. metido nesta história ai. Digo isto porque, pelo linguajar da garotada, percebe-se que tem alguem direcionando o conteúdo dos textos apresentedos. Sendo que os professores que fazem parte da militãncia, os quais usam de certos artifícios para fazer a cabeça dos alunos. Só pode ser coisa do Regime do Fidel Castro, o defunto ambulante, e executado pelo pessoal do PT. Porque baderna é com eles mesmo. Portanto, a Policia tem que descer o cacete neste pessoal, sempre preservando o estudante, pois este é influenciado pela corja de vagabundos, ligados ao PT.Todavia tambem este pessoal é tão covarde que se esconde e ficam usando os estudantes para promoverem a baderna, enquanto isto ficam na moita para ver o que acontece. Coisa de baderneiros mesmo!…

  160. Roberto P. Pedroso

    -

    24/02/2011 às 12:56

    Eu leio as coisas e fico muito intrigado???!
    Se isso verdade for, meu posicionamento é que isto é “caso de Policia” e deve receber este tratamento, pois aliciamento de menores é crime e este fato deve ser denunciado para a Policia para que ocorra o cumprimento da lei.
    Caso contrário será igual caixa dois partidários, onde todos os políticos afirmam em entrevistas existir e, fica por isso mesmo. É a legalização de diversos crimes.

  161. Gustavo

    -

    24/02/2011 às 12:56

    Tio Rei! Como vai, tudo bem?
    Alô aos leitores…
    Pois é, como o cidadão intitulado como RFF disse: tomar o café da manhão elaborada pela empregada doméstica que pegou três ônibus para prepará-lo, levou seus filhos à escola no seu carro trocado no mês anterior, alguém lhe abriu a porta e sua secretário lhe trouxe seu café predileto importado….
    Agora vamos perguntar aos PeTralhas como é a vida deles hoje? Onde seus filhos estudam? Nas melhores escolas particulares deste país ou exterior com bolsa integral? Onde eles passam férias? Onde eles moram, periferia? Nada! Hoje usufruem do bom e do melhor…se fosse através do trabalho honesto seria ótimo para nosso país, mas infelizmente é dinheiro nosso, é sob ameaças à empresas, empresários e outros. NUNCAANTESNESTEPAIZ tivemos uma judiciário/legislativo/executivo tão complacentes. Por este e outros pontos nestes país que oro: “DEUS TENHA PIEDADE DE NÓS 4% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA QUE LUTA CONTRA A CORRENTEZA”. ESPERO NÃO PERDER A ESPARANÇA, POIS AGORA ATÉ ESCOLAS TRADICIONAIS DO BR, ESPECIALMENTE DE SP, ELES ESTÃO ATINGINDO.

  162. Tarso

    -

    24/02/2011 às 12:55

    A culpa é dos pais, completamente alienados sobre o que se passa de verdade dentro da escola.

    Se eu for confrontado com uma situação dessas na vida real, na escola do meu filho, certamente saberei como agir.

    Deixa vir um professor petralha com doutrinação esquerdizóide barata pra ele ver, deixa só.

  163. Patricia

    -

    24/02/2011 às 12:53

    Talvez fosse bom que os pais desses jovens “bem-nascidos” deixassem de levar seus filhos em seus carrões poderosos para que os alunos realmente entendessem o que é pegar um ônibus.
    Tirando esses carros (maravilhosos que não cabem na faixa) das ruas, talvez o trânsito da cidade ficasse melhor e o verdadeiro trabalhador conseguisse que seu bilhete único desse para duas conduções.
    Tanta coisa poderia ser feita na prática por esses garotos que não a baderna… Fazer faculdade e realizar estágio nos sertões do País. Ou só dar lugar a uma pessoa de idade ou com deficiência física no metrô. Isso já seria ótimo. Uma senhora outro dia me disse que o que precisa voltar às escolas é a disciplina de Educação Moral e Cívica.

  164. ra

    -

    24/02/2011 às 12:53

    Reinaldo,

    Isso é um absurdo. É surrealismo. Professores e alunos totalmente fanatizados, distante da realidade,argumentações insólitas, pegajosas e altamente mentirosas e desequilibradas. Como os pais e os diretores deixam passar esse discurso asqueroso nas aulas? Olha, nunca tinha lido tanto disparate:tréplicas que se fundamentam em falácias informais clássicas do medievo.”Jesuisssss, como diria a filosofia da esquina. Já envie todos os seus textos para minha irmão que paga do seu próprio bolso (e caro) para manter seus dois rebentos em escolas particulares. Deletem os molestadores.

  165. Dario

    -

    24/02/2011 às 12:51

    Reinaldo, o ensino público no Brasil está em uma situação lastimável. E acho que tem dedo dos donos de escolas particulares que junto com sindicatos promovem a degradação da escola pública, o que significa mais alunos migrando para escolas particulares. E com a ajuda do PT, faculdades de 5ª categoria se mantém com a ajuda do ministério do ensino, através de programas como pró-uni e outros que transferem a obrigação do Estado para a Educação privada, gerando alto lucro para esses empresarios. Lamntável a realidade que estamos vivendo e fico imaginando como serão estes jovens daqui a 10 anos…

  166. Esperança

    -

    24/02/2011 às 12:51

    Fim do caminho – Tão logo o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, externou sua preocupação com as condições dos aeroportos brasileiros, o então presidente Luiz Inácio da Silva acionou o seu conhecido besteirol e chamou de “idiotas” aqueles que acreditavam que a Copa do Mundo de 2014 seria um enorme fiasco por conta da precária infraestrutura do País.

    Como se sabe, Lula, o messiânico, é um bravateiro que tem reconhecida capacidade de enganar as multidões. E foi a bordo desse detalhe que o ex-líder sindical chegou ao poder e comandou o período mais corrupto da história política nacional.

    Sem que nenhuma providência tenha sido tomada até então para preparar o Brasil para o maior e mais badalado evento futebolístico do planeta, o diretor de Operações do Comitê Organizador da Copa, Ricardo Trade, disse na terça-feira (22) que o órgão e o Ministério do Esporte preparam um projeto alternativo de atendimento nos aeroportos durante o evento.

    Um dos principais pontos de vulnerabilidade do País, os aeroportos serão ampliados no limite da necessidade corriqueira das cidades-sede. A demanda adicional que correrá nos dias de jogos da Copa terá de ser absorvida por ações pontuais e complementares, assunto que já está sendo discutido com o governo da presidente Dilma Rousseff.

    “De repente, posso fazer uma estrutura temporária, em que as pessoas não passem aperto naquele dia, mas que não precisa ser uma intervenção definitiva, porque não vai deixar um legado. Vai ser um investimento que não se justifica”, afirma Ricardo Trade, citando o exemplo do Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte.

    Quando messiânico Lula alcançou altos índices de popularidade, a imprensa brasileira se encantou com o feito e passou a noticiá-lo de forma chicaneira e irresponsável, como se o petista fosse a única solução para os problemas do mundo. Na ocasião, os jornalistas do ucho.info afirmaram que seriam necessárias pelo menos duas décadas para saber se de fato Luiz Inácio da Silva entrou para a história ou se é mais um embusteiro no secular e contumaz espetáculo de embustes que somos obrigados a assistir todos os dias.

    Para a sorte do País, Lula conseguiu nos desmentir, pois bastaram dois meses para que os brasileiros soubessem que aquele discurso profético, recheado de “solucionáticas”, não passava de uma monumental mentira, que serviu para garantir a vitória de Dilma Rousseff nas urnas e garantir o avanço do projeto totalitarista que o PT insiste em implantar em nossa querida e tresloucada Botocúndia.

  167. AgaJota

    -

    24/02/2011 às 12:49

    Reinaldo,

    Quando ví no texto do Diego as palavras ” se preferires,…”, pensei: em dois segundos ele vai mostrar o nível intelectual – batata! meteu um “VOCÊ” na linha logo abaixo.
    E esse cara é professor!!! Cruz credo!

  168. gaúcha indignada

    -

    24/02/2011 às 12:49

    ” A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, enfatizou a crescente “liderança internacional” do Brasil, depois de uma reunião em Washington com o chanceler Antonio Patriota, para preparar a futura viagem do presidente Barack Obama ao país ” E agora petralhada ? Tomaram ? Bando de trouxas…

  169. Malur

    -

    24/02/2011 às 12:47

    Se os professores estão incitando a meninada, por certo o estão fazendo em sala, dentro da escola, portanto. E aí, direção? E aí, Secretaria da Educação? E aí, Governo do Estado? Vão esperar que a corja faça em São Paulo o que fez em Porto Alegre, onde acabou com a governadora que, se tinha pecadilhos, mostrava mais virtudes? Olho na cambada, governador Alckmin!!

  170. Surfista Prateado

    -

    24/02/2011 às 12:45

    Sobre a idéia da Prof. Helena, além de assinar embaixo, sugiro que uma turma de sala de aula fosse fixa até chegar à Universidade e depois ao mercado de trabalho. Dividem as notas por média aritmética sempre, e depois os salários por média aritmética também, quando estiverem trabalhando… SERIA ÓTIMO!

  171. simone

    -

    24/02/2011 às 12:45

    Perfeito Reinaldo. Foi direto ao ponto. Porém sabe por que essa moçada fica com esse tipo de pensamento ? Porque quando eles vem aqui, por exemplo, um blog de direita, vêem o seu coemntário sendo censurado ou excluido pela pressão dos participantes e a sua intolerãncia de conviver com uma opinião diferente. Aí ele vai ao nassif, por exemplo, e pode trocar uma idéia de forma civilizada, mesmo se não for um petista fanático. Você acha que esse jovem vai ser de direita ? Não tem como…

  172. Dario

    -

    24/02/2011 às 12:44

    Reinaldo, não sou contra manifestações desde que sejam pacíficas e tenham algum sentido. Esses estudantes são claramente usados pelos sindicatos e partidos políticos (PT e aliados) para criar problemas para a Administração Pública. Muito provavelmente esses sujeitos que escreveram nem estudante são. E

  173. Zezão

    -

    24/02/2011 às 12:44

    O pior disso tudo é o risco de vermos nossos filhos enveredar por caminhos obscuros, torpes, degradantes. Imaginem – Deus nos livre a todos!! – se eles viram… DEPUTADOS?!!

  174. Robsond de Oliveira

    -

    24/02/2011 às 12:42

    Olá Reinaldo! Agora estão colhendo os frutos de campanha no nordeste sobre a violência assustadora que começa a “frutificar” por lá!

    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/em+10+anos+nordeste+tem+escalada+de+mortes+violentas/n1238110883035.html

  175. Surfista Prateado

    -

    24/02/2011 às 12:42

    Eu tenho uma sugestão simples para esta turma toda: quando estiverem no ônibus, ou se não o usam, que dêem uma passada na parada mais próxima, paguem a passagem para alguns passageiros pertencentes ao “povo pobre e sofrido”, já que eles tem bastante, e se não tiverem, deixem de gastar em balada para fazê-lo, ao invés de praticar a depredação do patrimônio público ou ferir os direitos constitucionais de quem não concorda com eles. Que tal? O mesmo vale para os que trabalham e concordam… Dividam os seus salários (e não o meu, à força como é hoje, através das “políticas públicas”, que fique bem claro!), com o “povo pobre e sofrido” também….

  176. Gilson Gaúcho

    -

    24/02/2011 às 12:40

    Parece que o Brasil revogou a Lei de Darwin e somos incapazes de evoluir. Os “professores” esquerdistas e os filhinhos de papai de 2011 agem e pensam como se estivessem nos anos 80, quando entrei na faculdade. Muita teoria, muita dialética e pouco estudo. Muita inspiração e nenhum suor. Enquanto isso, os estudantes coreanos, indianos e chineses fazem o básico: ESTUDAM. Nossos índices educacionais são vergonhosos. O MEC é uma fraude. A escola pública é um NOJO. As escolas privadas, em sua maioria, são fábricas de analfabetos funcionais. Esses filhinhos de papai querem discutir filosofia, mas não sabem resolver regra de três, nem interpretar um texto. Não os chame de massa de manobra. São, infelizmente, buchas de canhão. Teleguiados por professores vagabundos e cuja independência custa menos que o preço de uma passagem de ônibus…

  177. Niltão

    -

    24/02/2011 às 12:40

    Agora quero ver a cara desses idiotas uteis, pois se o Kassab ir para um partido da base petista, a tarifa passará de abusiva a social. Dirão isto com a maior cara depau e os idiotas úteis vão cair novamente na farsa.

  178. bastião

    -

    24/02/2011 às 12:38

    A hora que um boy desses for pra cadeia por causa da cocaína que COMPRA dos MENOS FAVORECIDOS QUE VENDEM esses menininhos vão ver o tamanho da justiça social.

  179. Cesar Antonio

    -

    24/02/2011 às 12:37

    Caro Reinaldo, o que se pode esperar hoje tendo o PT como governo e Haddad como ministro da Educação. Como professor universitário que fui, constatei que hoje o interesse não é o ensino e sim as boas relações entre professores e alunos. O ensino é coisa secundária ou muito menos que isso. Professores deste naipe existem aos milhares e, nós pais e trabalhadores, não aproveitadores do trabalho dos outros, temos agora que vigiar nossos filhos até mesmo dentro da escola. O que será que o futuro nos reserva e a nossos filhos?????????

  180. nedinho

    -

    24/02/2011 às 12:37

    Reinaldo:
    diz pro Chico que classe ‘avantajada’ é a dos pobres e remediados, pela sua quantidade

  181. Eduardo Barbosa

    -

    24/02/2011 às 12:36

    Viva Rei! És o Paulo Francis de toda uma geração que, como eu, não pôde lê-lo quando ainda estava vivo. Abraços!

  182. Jorge

    -

    24/02/2011 às 12:35

    Parabéns pelo seu admirável senso (faro) investigativo.

  183. Gomes

    -

    24/02/2011 às 12:33

    DO RESPEITADO ESCRITOR AMERICANO PHILLIP RHOTH
    “…o nosso sistema(capitalista)funciona porque se baseia na verdade do egoismo humano,e o deles(comunista) não funciona porque se baseia num conto de fadas sôbre a fraternidade do povo.É um conto de fadas tão maluco que êles tem que pegar as pessoas e levar para a Sibéria para ver se acreditam nele”
    Programas como BBB tem um papel educativo porque mostram as pessoas como elas são:competitivas e deixando de lado hipócritas posições politicamente corretas quando sob pressão.
    A solidariedade existe em certos momentos(ver tragédia da serra do Rio) mas não é a regra.
    O capitalismo aproveita características humanas pouco conceituadas em benefício de todos.
    A luta capitalista no Brasil tem que deixar de ser mero anticomunismo e passar apregoar os méritos do sistema

  184. Anónimo

    -

    24/02/2011 às 12:31

    Pois é… imaginem se o PT tivesse perdido a Eleição, não ia sobrar copo de papel descartável, pó de café e nem um clipe de papel na Esplanada dos Ministérios; a julgar pelas notícias do butim ocorrido no Palácio do Planalto praticado pelo Insidioso-Mor. Eles acham que o Patrimônio Público é deles, coisa de ignorante-safado. O que está ocorrendo nas salas de aula do ensino público é o que já acontencia nas escolas públicas dos acampamentos do MST. Um absurdo! O PT é um partido fundamentalista a fim de dividir o país. Usam o povo, que não ganha nada, para se loclupetarem financeiramente do poder. No futuro essa época será conhecida como a Duo-Década Perdida.

  185. José Carlos Colodette

    -

    24/02/2011 às 12:27

    Tai, não consigo entender porque esses defensores da supremacia da igualdade não vão à Cuba de Fidel – o comaandante – desfrutar as delícias dos transportes totalmente garantidos e financiados pelo estado. Em Cuba o metrô é um luxo, os ônibus tem poltronas dignas de reis, os taxis são equiparáveis a Rolls Royces. Ah!, eles podem aproveitar para ver o conforto do qual os presos (verdadeiros facínoras que se dedicam, injustamente, a falar mal do regime e seu governante)desfrutam. As cadeias cubanas não tem similar no mundo (nem mesmo as de Mônaco se igualam).

  186. joão carlos

    -

    24/02/2011 às 12:26

    Ainda temos pessoas corajosas, como você, para denunciar tais abusos! Obrigado!

  187. Marcelo

    -

    24/02/2011 às 12:24

    “trabalhadores da educação”
    Nada como empacotar o ser humano talhado ao ensino dentro de uma lata de conserva marxista.
    Os professores se transformaram em massa de manobra dos esquerdopatas. Essa profissão já foi gloriosa. Hoje está na mão dos sindicatos.

  188. Anderson Soares

    -

    24/02/2011 às 12:22

    “e os esquerdistas, aproveitadores do trabalho alheio”: Essa foi boa, muito boa mesmo…..

  189. Chris-SP

    -

    24/02/2011 às 12:19

    Reinaldo,
    Não tenho filhos, mas posso sentir o drama de certos pais, que aqui comentam, que têm filhos nas escolas sendo educados por estes esquerdopatas ignorantes ditos trabalhadores da educação. É o fim da picada! Não deixe barato, vá pra cima deles e não deixe pedra sobre pedra. São tão burros que nem o seu nome sabem escrever. Nota 1.000 pelo texto.

  190. ronaldo

    -

    24/02/2011 às 12:16

    Minha nossa… um chama Descartes de “pai da filosofia moderna” o outro manda alguém estudar os “princípios da Revolução Francesa” como modelo de vanguarda do pensamento político.

    A coisa está bem ruim. E olha que no meu tempo eu tive um professor de filosofia que parava a aula para exaltar os feitos da prefeitura da Marta.

    Lembro que, assim como o comentarista Gramsci mais abaixo, eu queria tirar nota alta na última prova do semestre, então sai repetindo o discurso “esquerdofrênico” contra a “racionalidade do neoliberalismo e a sociedade de consumo como expansão do imperialismo estadunidense”.

    Não deu outra: nota dez.

    Gramsci
    -

  191. Mari Venturini

    -

    24/02/2011 às 12:11

    Pobres desses estudantes!…A droga “vermelha”,a mais pesada,está sendo distribuída nessas faculdades. O efeito é devastador!

  192. Eduardo

    -

    24/02/2011 às 12:04

    A minha geração brigou pela redemocratização do país. Eu, inclusive, participei do comício pelas Diretas Já, ocorrido no Vale do Anhangabaú, São Paulo. Era,sim,uma causa nobre a ser defendida. Agora a causa do “passe livre nas catracas” é de amargar, será que não existe mais nada de relevante a ser objeto de uma “causa”. Que tal o respeito à independência dos poderes, ou a exigência da lisura e a verdade nos pleitos eletivos?

  193. nilson

    -

    24/02/2011 às 12:03

    A corrente elétrica que conecta os neurônios do Sr. Reinaldo não deve ser desprezada pois tem muito a oferecer.
    Não considero produtivo uma disputa de égos intelectuais entre quem é pago para criticar e outro que o faz por iniciativa.
    O mundo é dos nossos ascendentes, por isto louvo a iniciativa de nossos jovens em exporem suas posições, pois eles são os predecessores de nosso existência.
    Não condeno quem o segue pois desvendei o grande enigma do efeito manada do animal humano, que sempre precisou de um alfa , seja este ” intelectual” ou não. Tudo é extremamente orgânico: Se o “indesprezível” Sr Reinaldo elogiasse tudo o que ele critica, teria da mesma forma muitos seguidores. Porque? Porque somos como os cachorros, eles precisam do alfa chamado dono.
    Não passamos de meros seguidores de pensamentos alheios e papagaimos aquilo que admiramos, sem nos darmos conta que estamos sendo usados para alimentar o ego de alguem.
    Mantenho minha mente aberta e isto me proporciona a premissa de que devemos nos vangloriar e dar estímulo aos ascendentes que venceram a tentação do mundo corruido pelas drogas. Por este norte a despeito da admiração pelo intelecto do Sr. Reinaldo, absolutamente julgo haver uma predisposição à desconstrução egoista do pensamento.

    ” Agravo aos que falam”
    ” Desagravo aos que se calam”

  194. Snitram

    -

    24/02/2011 às 12:02

    O arquétipo do jovem que é massa de manobra de esquerdista é a mesma de quando eu era novo: muita vontade de melhorar o mundo e pouco conhecimento. E eles não tem muita chance pois quem deveria orientá-los, na busca pelo conhecimento, usa o tempo que tem com eles para contar as mentiras e distorções esquerdopatas que não mudaram nos últimos 40 anos. Sempre a mesma balela e um certo sentimento de que as coisas poderiam se resolver por simples vontade, como num passe de mágica. Esquerdistas, estes que doutrinam alunos, são perdedores cheios de mágoa e raiva. Mesmo que pareçam muito legais. Mas não é difícil parecer charmoso e muito legal, mesmo sendo um ser humano cheio de frustração. Até os psicopatas conseguem parecer charmosos quando querem.

  195. Chacon

    -

    24/02/2011 às 12:01

    A DO REI !!!! Me diverti. ainda vou comentar. Agora volto ao trabalho, sou o trabalhor das… consultorias? Sei lá, alguma coisa assim. Abraço

  196. Robes Mendes

    -

    24/02/2011 às 11:58

    REPITO:

    Essa doutrinação ideológica nas nossas escolas não pode ser vista como uma questão pontual, localizada – mas como um sintoma de um fenômeno cultural maior. E esse fenômeno se assemelha em muito com um passado conhecido por todos: em que todas as manifestações culturais tinham que se sujeitar aos dogmas religiosos.

    Parece claro que o pensamento filosófico ocidental, que levou séculos para gradativamente adquirir alguma independência em relação ao Cristianismo, com Hegel e Marx se transforma a si mesmo em uma nova religião dominante em substituição àquela. A metafísica delirante de Hegel/Marx não só incorpora os dogmas de crenças religiosas sob uma roupagem pseudo- científica como assume, em lugar daquelas, a posição de uma nova religião dominante.

    Vale citar, aqui, Raymond Aron:
    “The Marxist prophetism, as we have seen, conforms to the typical pattern of the Judeo-Christian prophetism. Every prophetism condemns what should or will be; it chooses an individual or a group to cleave a path across the no-man’s land which separates the unworthy present from the radiant future.”
    (The Opium of the Intelectualls, pág 267).

    E este predomínio é muito claro de se ver no grosso de todas as manifestações culturais do mundo ocidental, notadamente no século 20 – mais acentuadamente na sua segunda metade.Quase toda manifestação artística, literária, filosófica, jornalística, etc, produzida então, tinha que ser coerente com os dogmas da nova religião, sob pena de ser estigmatizada como herética( reacionária, de direita, conservadora..).

    A queda do Muro de Berlim, desnudando mais claramente os horrores do mundo comunista, representou um marco de um novo renascimento.Mas, infelizmente, ainda não para as culturas mais atrasadas como a nossa, onde um sub-marxismo persiste como religião dominante no meio acadêmico-cultural.

  197. ÁLVARO JUNQUEIRA

    -

    24/02/2011 às 11:58

    Caro amigo,
    Há quanto tempo!!!
    Você anda meio sem memória ou está com peninha de bater nessa raça sem vergonha?
    Esqueceu-se que a Marta (ou foi a Erundina?) se elegeu prometendo TARIFA ZERO? E o que foi que ela fez? Nada. ZERO!

  198. Aprendiz de Lógico

    -

    24/02/2011 às 11:57

    “Justiça social” é uma expressão oca e sem sentido, além de geradora de injustiças reais individuais. Justiça real, autêntica, é dar a cada um o que lhe é devido, segundo o mérito (recompensa) e o demérito (punição) de cada um. “Justiça social” é uma locução inventada pelas esquerdas como sinônimo de “igualdade social” que, por sua vez, é um eufemismo para “socialismo”.

    Acreditar em “justiça social” é apoiar, consciente ou inconscientemente, o socialismo, o comunismo.

    Estudantes e profissionais sérios do Direito, não se deixem enganar com esse palavrório dos esquerdistas inimigos da liberdade individual!!!

    Digam não à “justiça social”!!!!!!

    Está lançada a campanha:

    PELA LIBERDADE INDIVIDUAL, DIGA NÃO À “JUSTIÇA SOCIAL”!!!!!!

  199. São Todos Professores

    -

    24/02/2011 às 11:57

    Reinaldo publica alguns comentários que seriam de alunos e outros de professores. Mas os comentários são todos de professores, alguns falando como se fossem alunos.

  200. Sorumbático

    -

    24/02/2011 às 11:56

    Ótima esta de chamar todos por “trabalhadores”.
    No pt há vários : “trabalhadores do mensalão”; “trabalhadores da censura”; “trabalhadores da mentira”; “trabalhadores da queima de livros”; “trabalhadores do não-trabalho”; “trabalhadores do trabalho alheio”; e o grupo maior de trabalhadores da ignorância.

  201. SIDNEY

    -

    24/02/2011 às 11:55

    Reinaldo, fui aluno de escola pública de 1985 à universidade, ali, aprendi a ser “militonto”, verborragiar sobre estatizações, calotes na dívida externa, satanizar a ALCA, o FMI e a denunciar, aos quatro quantos, sobretudo, o entreguismo de FHC.

    Contudo, hoje, aos 36 anos, considero-me livre da cartilha vermelha. Creio, pois, que a escola deveria ensinar análises morfosintáticas, resolver expressões numéricas, entender, ao menos, as diferençass entre vírus e bactérias, bem como ler: Graciliano, Machado, Augusto dos Anjos, Baudelaire e Mario de Andrade… Sofri, saiba, durante anos, a influência da patrulha vermelha, bem como das Comunidades Eclesiais de Base, verborragiava, sempre, sobre distribuição de renda, reforma agrária e “universidade pública gratuita e de qualidade”, era eu um militante? não, na verdade, um verdadeiro militonto, inocente útil , talvez. Hoje, em vez de distribuição de renda, creio no fomento à produção, no livre mercado, na concorrência, no mérito; em vez de crer em pequenas prpriedades como forma de desenvolvimento, creio que não podemos prescindir de produzirmos mais e melhor, precisamos fomentar, pois, o comércio com a produção em larga escala, Assim, teremos sempre alimentos a preços módicos.

    Abraços e continue sempre a nos nortear com seus textos que nos impulsionam à liberdade.

  202. Victor

    -

    24/02/2011 às 11:55

    Reinaldo, tenho um colega de trabalho que se formou em curso técnico. Coisa de um ano e meio atrás, ele ingressou no curso de Filosofia de uma universidade federal. Eu, que o conheço de longa data, ando espantado com a quantidade de asneiras que ele nada falando ultimamente, e todas pronunciadas com ar superior e grande solenidade, como se ele tivesse sido iniciado numa sabedoria a que os comuns, os “acríticos”, não têm acesso. Enfim, virou uma anta esquerdóide. Anda até usando o bendito adjetivo “estadunidense”. Ele anda lendo uma coisinha ou outra de filósofos esquerdistas, mas não entende muita coisa, apenas decora chavões para repetir no botequim. A coisa é grave. Eu me lembro bem dos meus professores de História e sei que a área de Humanas é um ninho de militantes e de aspirantes medíocres a intelectuais “críticos”. Poucos de salvam dessa máquina de triturar o bom senso.

  203. Robes Mendes

    -

    24/02/2011 às 11:52

    A lavagem cerebral serve mesmo é pra criar completos idiotas, que são usados como soldadinhos a serviço do Partidão.
    Idiotas não precisam aprender matemática, física, português, química etc. È por essa razão que, de modo geral, a baixíssima qualidade das escolas de Banânia.

    O Brasil é uma enorme fábrica de idiotas!

  204. Weimar

    -

    24/02/2011 às 11:51

    Eu não quis dizer que foi o Obama que iniciou a crise do Egito. Se acertei nisso, confesso, foi sem querer, teria acertado ao errar. Se bem que há quem pense que ele ajudou muito pra que aquela confusão começasse.
    Não nego meus erros, como não nego meus flatos. São todos meus, indiscutivelmente meus.

    Weimar

  205. DECEPCIONADO

    -

    24/02/2011 às 11:50

    Graças ao PT (Partido dos Trogloditas) e seus “professores” adeptos, estão querendo transformar as MANIFESTAÇÕES DE CIDADANIA em MANIFESTAÇÕES DE BAIXARIA!!!

  206. Prof Helena

    -

    24/02/2011 às 11:49

    Reinaldo, é fácil resolver a questão. Em casa, papai e mamãe, ao invés de comprarem uma calça da Diesel para o pimpolho, compram uma sem marca para ele e outra para doação aos menos favorecidos. Economizam no bolso e exercitam a igualdade. Na escola, o professor fecha a média da turma e depois faz a média aritmética, distribuindo a nota igualmente entre os bons e os maus alunos. é o princípio da igualdade, todos com a mesma nota.
    Isso vai dar pano para muita manga, rs rs Em frente, estamos com você.

  207. edson

    -

    24/02/2011 às 11:47

    O fato de nos posicionarmos contra o pt, independente do sucesso econômico de seu governo, é justamente por estas práticas de lavagem cerebral, que pouco a pouco vão deformando a sociedade, estimulando diferenças entre ricos e pobres, brancos e pretos, e assim por diante.
    É bom que os pais abram os olhos para não perderem seus filhos para essa droga. Querem lutar por alguma coisa de valor, pois lutem por saúde e educação de qualidade.

  208. cicero

    -

    24/02/2011 às 11:46

    EU QUE O DIGA JA PASSEI MUITA PERRENGA COM PROFESSORES PETRALHAS MENTINDO EM SALA DE AULA QUE CUBA E O PARAISO E QUE O IDIOTA DO CHE ERA UM HEROI

  209. Fernando R

    -

    24/02/2011 às 11:44

    Devemos ficar receosos em relação a essas pessoas? Daqui a 10 anos eles serão adultos arrependidos do passado ou políticos do PT? Estamos patinando. Nunca evoluiremos desse jeito. Maldito país.

  210. emeesse

    -

    24/02/2011 às 11:43

    Recomendo ao DIEGO, ao PEDRÃO e ao FRANCINHA, que vão passar férias na Sibéria para descançar um pouco da sua faina diária; devem estar muito cansadinhos, coitados.
    Tem uma cidadezinha muito acolhedora de nome OYMYAKON, que tem uma praia que é uma maravilha, dá até pra pegar onda.
    Há também uma barraquinha de nome PT Brazilain, com um guarda-sol todo vermelho, que faz capiroska que é uma delícia.
    Aproveitem.

  211. Otávio

    -

    24/02/2011 às 11:39

    No ginásio e no colégio nunca tive aula de filosofia. Eram sempre militantes políticos que queriam nos manipular, usando supostas frases e idéias de pensadores famosos, que nem sequer sabíamos se eram verdadeiras. Não podíamos pensar, ser críticos, pois isso seria motivo para confronto e ameaças com notas baixas. Tínhamos que aceitar a “autoridade” (do professor ou do filósofo citado). Ja na Faculdade, tive, enfim, um professor de filosofia de verdade, preocupado em transmitir as idéias e nos instigando a pensar. Que alívio! Pude, finalmente, dizer que gostava de filosofia! Eu tive muita sorte, mas o que dizer dos que nunca tiveram a oportunidade de ter aula de filosofia de verdade? Que são manipulados por falsas idéias, por mentiras e ainda usados como massa de manobra? Só concluindo: um “professor de história (?)” que tive foi candidato a vereador. Perdeu feio, pois nem seus supostos seguidores votaram nele. Até a massa de manobra, às vezes, pensa.

  212. REBELDE

    -

    24/02/2011 às 11:39

    São pessoas (se é que pode-se dizer isto de tais indivíduos) como esse “tar” de França, adeptos do “Sistema Haddad de Patrulhamento da Educação”, que colaboram para que alunos escrevam (ou escrevinhem) redações como: “a soçiedade foi se civilisandose” “camada de diozônio”, “biodivercidade”, entre outras tantas aberrações escritas por alunos “que se dizem” do ENEM.
    Assim sendo, o “tar” França, já que defende o MEC com unhas e dentes, deveria sugerir ao mesmo MEC para incluir garotas saradas e rapazes galantes para suas propagandas de ProUni, ENEM e tantas outras. Certamente a “galera” iria “se amarrar”!!!

  213. rosana

    -

    24/02/2011 às 11:38

    Reinaldo,
    A escola , como o maior espaço de poder, está abrigando Mulás,na prática neo-esquerdista freiriana.Esses pais, alunos e professores me lembram o filme a Invasao dos Bárbaros, onde grassa o tédio da hipocrisia bem nascida, mas mal pensante.

  214. Weimar

    -

    24/02/2011 às 11:38

    O QUE MELHORA E O QUE PIORA COM O TEMPO

    Há quem queira que a juventude transforme o mundo por entender que ela, e só ela, está livre da corrupção. O Obama, por exemplo, pensa assim e insistiu muito nisso não só em sua campanha como mais recentemente quando iniciou a crise do Egito. Tolice! A última mudança a que se meteu a juventude deu errado: elegeram o Obama. Mais uma burrada que essa, impossível!

    (E quanto à corrupção, a UNE não corrobora a teoria deles.)

    Basta ouvir ou ler o que essa moçada diz ou escreve. Despreparo, falta de leitura, de experiência, de reflexão. Eu, então, não fugi à regra: eu era tão tolo há algum tempo, muito mais que hoje. Qual o velho que não já foi um jovem tolo? Qual o adulto que, quando jovem, não já foi, ao menos, trotskista? Não tem um!

    O jovem que pensar que é muito esperto é só esperar uns cinco ou dez anos e olhar pra traz: vai ficar surpreso com as bobagens que pensava e dizia.

    Há os stalinistas que chegam ao centenário ainda stalinistas. Bem, eu poderia dizer que as exceções não invalidam a regra, mas vou mais longe e digo que o stalinista centenário continua tolo, mas sua tolice reduziu alguma coisa ainda que não se perceba de longe. No mínimo, sua periculosidade terá diminuído, se não por outro motivo, ao menos por incapacidade física. De um jovem perigoso, virou um velho bobinho incapaz de carregar armas pesadas. Já é uma vantagem, ou não é? Continua tolo, mas menos perigoso que antes, salvo nas flatulências. Aguardem!

    Weimar

  215. Paranaense enojada

    -

    24/02/2011 às 11:37

    Para começar, não sabem nem redigir corretamente….
    Imaginem o que “sabem” de História, Geografia…Tudo lavagem cerebral. Sou professora universitária há anos e conheço muito bem a atual realidade da juventude brasileira.

  216. Fabricio

    -

    24/02/2011 às 11:37

    Caro Reinaldo,
    sou professor universitário federal, ganho um salário que considero justo e estou horrorizado e apreensivo com o que você escreveu, e escreve, sobre o “movimento” passe livre, mais especificamente, a participação de alunos abastados nesta baderna. Não sou da área de humanas e, talvez por isso, não vejo muita patrulha na minha rotina profissional. Ao chegar à minha sala hoje, lembrei-me do seu posto de ontem (se me lembro corretamente) com o alerta para os pais dos molestados. Logo em seguida, veio-me outra lembrança, esta um pouco mais antiga: quando alguns estudantes e outros bichos ocuparam a reitoria da USP durante um mês (acho), houve pais que levaram comida e bebida para os seus aquartelados no prédio resistirem. Logo fiz uma ligação, que nem me parece brilhante: os alunos claramente escolhem pensar alguma coisa, mas será que os pais, a quem a função de construir a moral de seus filhos, não têm um peso nesta escolha? Digo, se um pai concorda, mesmo que veladamente, à mesa do almoço, por exemplo, com o preço “exorbitante” da passagem de ônibus ou como os pobres sofrem enquanto eles têm comida farta, o que um jovem que, na sua maioria é bastante influenciável, pode pensar a respeito de uma causa tão “nobre”? Será que os pais não contribuem de forma decisiva (mesmo que por omissão, sem falar naqueles que o fazem deliberadamente) para o que seus rebentos atirem rojões na prefeitura paulista?
    Uma outra lembrança surgiu enquanto escrevia este comentário. Thomas Friedman, na sua coluna regular no NY Times, da época em que um terrorista quase explodiu uma van em plena Times Square, criticou a postura de pais muçulmanos
    que não trabalham na rejeição por seus filhos da ideologia terrorista. Com isto, ele concluiu que, por mais que os EUA se esforçassem no combate so terrorismo, eles só iriam até certo ponto, pois a mudança crucial tinha que ocorrer nos núcleos familiares islâmicos. Será que há um paralelo?
    Leio seu blog todos os dias, é uma excelente refeição intelectual. Continue com seu trabalho excelente.

  217. Duda Cardoso

    -

    24/02/2011 às 11:35

    PeTralha às 10:48.

  218. Rolando

    -

    24/02/2011 às 11:30

    Eu não sou advogado mas acho que se esses professores estão realmente incentivando a invasão de prédios públicos e a manifestações violentas então a coisa é mais grave do que um simples molestamento moral e no meu entender poderia ser classificada como o crime de “incitação ao crime”.

  219. José Gomes

    -

    24/02/2011 às 11:28

    Reinaldo, esta semana procurei acessar um site de Ministério da Cultura, procurando ver editais. Fiquei estarrecido quando vi a área de comentários e perguntas dos leitores. Uma “professora de pedagogia” escreveu na sua (her) pergunta MODOS OPERANDOS. Uma outra, também professora (as duas devem se considerar “profissionais da educação” não sabia colocar o R na forma infinito do verbo e tascava um Á, assim mesmo, a com acento, e outras maravilhas. Para fazer perguntas simples. Não estavam argumentando sobre nada. Fiquei pensando com meus botões: Caramba; o PT já chegou lá, MESMO. Não é só Marta Suplicy, que repreendeu Sarney porque êle não se dirigiu a Dilma, a Muda, como “Excelentíssima PresidentA”.

  220. Brasileira

    -

    24/02/2011 às 11:28

    Brasuca, às 10:48.

  221. José Paulo

    -

    24/02/2011 às 11:28

    Caro Reinaldo,
    Não foi fácil conceber uma forma para comentar este texto. Penso que a fórmula ‘por uma escola sem partido’, mas acrescida de ‘livre do proselitismo preguiçoso, e que ensine as quatro operações, as letras, a ler, interpretar e compor um texto’ resume um comentário possível. Pois o que vem em vermelho só adquire senso com a sua explicação e, onde esta faltou, confesso que tive muita dificuldade para perceber algo além da intenção de agredir. Você tem razão, infelizmente, é um crime continuado contra a educação, cujos principais efeitos se manifestarão no nosso futuro.

  222. Curumim

    -

    24/02/2011 às 11:25

    Pelo “qualidade” do texto, esse chico também merece um jabuti.

  223. Jackson

    -

    24/02/2011 às 11:24

    Muito bem. Continue sempre assim num debate de alto nível. Quem sabe assim algum dia caia a ficha de pelo menos alguns deles. Já terá valido a pena.
    Fica evidente a falta de uma formação sólida dessa gente. Se tivessem que concorrer por vagas com profissionais sérios e competentes, é evidente que não teriam nenhuma chance. Por isso é que se agarram ao corporativismo sindical.
    O pior de tudo é que são intelectualmente desonestos. Você deveria perguntar a eles o seguinte, Reinaldo:
    O Acre (do PT) tem uma das tarifas mais caras, a polícia de lá desceu a porrada nos manifestantes e hoje não há mais “movimento social” por lá, por que?
    Vários municípios vizinhos de São Paulo administrados pelo PT têm tarifas superiores às de São Paulo, sendo que os trajetos são menores que em São Paulo, e não há “movimentos sociais” nesses lugares, por que?

  224. Anônimo de todo dia

    -

    24/02/2011 às 11:23

    Comunista Brasuca ás 10:48h?

  225. Chico

    -

    24/02/2011 às 11:22

    Reinaldo, bom dia. O sistema de ensino no Brasil de 30 anos prá cá, tem se caracterizado por fazer a cabeça dos alunos, principalmente nas escolas públicas, onde o ninho do pt, pc do b pstu e outros esquerdopatas, tem bastante influência. Pelos textos transcritos por você, podemos perceber que os alunos são tomados de over dose de conceitos mau fundamentados. Sabe onde esse papo cabeça se passa entre professores irresponsáveis e alunos sem juízo, começa em uma mesa de um bar qualquer, indo depois para a moradia do professor fumar um baseado, e termina na cama deste. Eis aí o compromisso com a transformação social desses bravos educadores e educando.

  226. LIMA

    -

    24/02/2011 às 11:20

    REINALDO.
    ESSES JOVENS OTÁRIOS, QUE GOSTAM DE SER VALENTES, DEVERIAM SE REVOLTAR CONTRA OS POLITICOS, QUE ESTUPRAM A CONSTITUIÇÃO E ADORAM OS NEGÓCIOS CORRUPTOS. MAS OS ESTUDANTES, À MODA PETRALHA, E SEUS GURUS TERRORISTAS PREFEREM TRILHAR O CAMINHO MAIS FACIL E VICIADOS DE ALGUMA COISA.

  227. veiaco

    -

    24/02/2011 às 11:17

    O mió professor que conheço é o Delubio Soares. Quanto a revolução francesa meu ídalo e o Dr Guilhotin, inventor e morto pela própria invenção.

  228. David

    -

    24/02/2011 às 11:16

    Caro Rei,

    Para seus comentários:

    Seria o Lula um Líbio?
    Irmão do Kadafi!
    O PT uma tribo?
    Os movimentos sociais os comitês revolucionários?
    A convocação do Lula para se extiguir o DEM um prenúncio de um ataque aéreo contra as oposições ao regime petralha?
    É essa a gente adorada pelo Lula e seus capangas.

  229. Isabel

    -

    24/02/2011 às 11:16

    Nossa, Reinaldo, tem que ter muita paciência pra aturar esses e-mails… Imagino a quantidade de lixo deste tipo que vc não recebe diariamente. O engraçado é que quando eu não gosto ou discordo de um blog, não leio. Já os petistas não saem daqui…

  230. Regis

    -

    24/02/2011 às 11:15

    Para o distinto operário da educação, “nunca antes” de Descartes houve filosofia. Disso ele não tem nenhuma “dúvida”. Penso que todos os missivistas são professores e não alunos. Gente formada (posta na forma) por esses iluminados não escreve nem aquilo.

  231. Ricardo Soares

    -

    24/02/2011 às 11:15

    Reinaldo, em minha juventude tive minha cota de professores simpatizantes da esquerda e que não tinham pudor em expressar suas opiniões em sala de aula, mas nunca sem a ressalva de que era sua opinião e não a verdade. Infelizmente pelo que você nos mostra em seu blog os tempos de respeito a opiniões diferentes não existe mais em sala de aula, obrigando os alunos a engolirem o proselitismo petista como verdade absoluta e se não existir diálogo político em casa nossos jovens serão presa fácil desse pensamento falido. Tenho duas filhas com 6 e 8 anos e desde já me preocupo com o que é colocado em suas cabecinhas e procuro dentro de sua capacidade de entedimento a explicar o que é a política e prepará-las para seguir seu caminho com escolhas conscientes e informadas.

  232. atila

    -

    24/02/2011 às 11:15

    Meu mentor;

    A “academia” brasileira é isto aí… rasos como pires, obtusos como porta e ignorantes funcionais como todo Petralha…
    Triste ver nossa primeira geração do 3 milênio sendo educada com princípios tão arcaicos e comprovadamente ineficazes…
    Em países onde a educação e avanços tecnológicos caminha juntos (japão, coréia como exemplo)a geração y, como são designados os nascidos após 1990, tem um par de cromossomas a mais, acredita-se que para lidarem com facilidade com multitarefas (multi task). Na nossa banania, o pessoal das humanas é contra a internet. –Pobre brasil–

  233. javiersolanich

    -

    24/02/2011 às 11:15

    Pois é, Reinaldo,
    Também sou professor, também da área de humanas, só que a caminho de deixar de ser. A educação virou uma Venezuela chavista, e só me resta o exílio em outra profissão. Alguém pode pensar que é covardia ou fraqueza da minha parte, mas creio que os comentários que você postou contribuem para minha defesa e absolvição. São depoimentos que, em uma leitura mais atenta, veremos a manifestação de uma doença e não de um mau-caratismo. O ambiente dentro das escolas -principalmente das públicas – é sufocante e deprimido. Grande parte dos professores, diretores e pedagogos está psiquicamente doente. É algo que se assemelha ou se aproxima ao fanatismo. Não há como dialogar.

  234. Anônimo de todo dia

    -

    24/02/2011 às 11:11

    Numa sociedade órfã de valores a única preocupação dos donos dessas escolas ou do dono da Globo é o caixa. Se o fluxo de caixa estiver bom, danem-se as barbaridades que suas organizações estão construindo. Assim, membros da elite nacional, que gozam de todos os prazeres que só a civilização pode proporcionar, mantêm em suas atividades profissionais verdadeiras máquinas de desconstrução civilizacional e apologia da barbárie.

  235. José Gomes

    -

    24/02/2011 às 11:09

    Sim, RA, você é um “trabalhador do jornalismo”. Não adianta chiar. Os sindicatos petistas querem assim. Conheço uma pessoa que fala: “Depois que o PT transformou PROFESSORES, em “trabalhadores da educação”, Médicos em “trabalhadores da saúde” e outras cretinices desse tipo (chegaram ao auge de transformar PROSTITUTAS em “trabalhadoras do sexo” – nada contra as moças, diga-se de passagem), continua a pessoa,”a M…. virou boné” e as escolas viraram um lixo e os hospitais algo bem parecido”. Portanto, recolha-se à sua santa insignificância, decretada pelo educador bem alfabetizado que lhe mandou o tal comentário, e convença-se de que v. é um “trabalhador do jornalismo”. Outros totalitarismo virão. Espere só o PT empalmar completamente o poder. A não ser… a não ser… que aquelas ondas do mundo mulçumano cheguem por aqui também. Mas é difícil. Como já chamou a atenção o blog TREM AZUL, olhando o exemplo de Cuba, COMUNISTA É MANSO.

  236. Edu

    -

    24/02/2011 às 11:09

    Rei
    Acaba de ser divulgado o novo Mapa da Violência/2011. Acho que vale um comentário seu.
    abs

  237. Sergio Ferrari

    -

    24/02/2011 às 11:06

    Falta de leitura. de sentimentos mais profundos. aquela inquietaçao cristã com os problemas e vicissitudes da vida. Essa garotada, é um verdadeiro lixo. e, estes, sao a elite. imaginem a turma desvalida e abandonada das periferias. o futuro do brasil é de trevas,gente. nao tenham a menor dúvida.

  238. Irene

    -

    24/02/2011 às 11:05

    Reinaldo,
    Coitados dos nossos jovens! Está sendo feita uma lavagem cerebral em massa pelos ditos “trabalhadores da educação”. Deus nos livre dos pseudo professores, tão inconscientes da sua própria ignorancia…
    Sobre “use a propriedade singular que a natureza te concebeu, a razão”, deve ser concedeu. Na verdade,a natureza nos concedeu o instinto, pois a razão é uma conquista da evolução do espírito, estágio que tais educadores ainda estão longe de alcançar.
    Abraço.

  239. Olivia

    -

    24/02/2011 às 11:04

    Rí muito e alto!

    Certa vez minha irmã no banco de seu carro de luxo quis discutir “Luta de classes”.Falou, falou…até que em dado momento meu cunhado exclamou:Ah é!Então comece vendendo seu carro e distribuindo a grana.”

  240. Alex

    -

    24/02/2011 às 11:03

    Tem gente que paga escola para “aprender” com estes tipos de professores?
    Não vai demorar muito e a esquerda vai inovar. O diploma será substituído por dois pares de ferradura.

  241. Achmed

    -

    24/02/2011 às 11:02

    Tio Rei,
    Não sei se os outros pais pensam como eu, mas percebi que estou redondamente enganado!
    Sempre tive um posicionamento, talvez até excessivamente liberal, pois nunca exerci nenhuma forma de pressão sobre eles, com relação a sua formação ideológica!
    Mas além desta minha falha, quero que fique também registrado aos senhores “trabalhadores da educação”:
    NÃO ADMITO QUE EXERÇAM SOBRE MEUS FILHOS, NETOS, E QUALQUER OUTRA GERAÇÃO DE MINHA FAMILIA, ESSE TIPO DE INFLUENCIA, JÁ QUE EU MESMO ME ABSTIVE DE FAZE-LO. FUI CLARO, OU PRECISO DESENHAR??????

  242. ferrar_sergioXXI@yahoo.com.br

    -

    24/02/2011 às 11:02

    Rei, eu li direito? Esses caras sao a elite estudantil?

    ” escrevendo” dessa maneira? pasmo. estupefato!

  243. Felipe

    -

    24/02/2011 às 11:02

    O pior de tudo Reinaldo, é que sou formado em História e por não concordar com essas posturas era perseguido no curso pela maioria dos professores. É lamentável saber que agora alunos no ensino fundamental e médio também vão sofrer com essa gente.

  244. Simone Miranda

    -

    24/02/2011 às 11:01

    BRAVO!!!!!!!!BRAVÍSSIMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Pau na petralhada!!!!
    Você desbanca qualquer um deles!!!!!! ningúem é páreo para você!!!!!!! nota 100000000000000

  245. Marcelus G. Zalotti

    -

    24/02/2011 às 11:01

    Podem ficar tranquilos que provavelmente com a perda da prefeitura da cidade pela oposição ao PT, esses protestos e protestantes sumirão como que por encanto daqui a um tempinho.

  246. Aprendiz de Lógico

    -

    24/02/2011 às 11:00

    Reinaldo,

    O “professor de filosofia” Diego está confundindo o pensamento de Descartes com o de Voltaire (rsrs).

  247. Fábio

    -

    24/02/2011 às 10:59

    Reinaldo, em primeiro lugar, parabéns, pois suas respostas são muito boas.
    Eu sou da época dos “caras pintadas” e tive sorte de não pagar este mico por causa dos meus professores, que eram mais preocupados em ensinar do que doutrinar. Mas tenho amigos que foram e acreditavam realmente que tinham tirado o Collor! A maior sujeira do comunista é recrutar jovens, que por definição, são ingênuos e com argumentos muito bons. Quem vai ser contra diminuir as tarifas de ônibus ou ajudar os pobres, certo? Quem é que gosta de ver esse monte de gente amontoada em favelas? Agora, qual o regime socialista implantado até hoje que realmente melhorou a vida de seu povo? Talvez o Norte Coreanos com seu regime “repita comigo”. Sim, repita comigo: Kim Jong-Il é o máximo e nos dá grama para comer, literalmente! Não gostou? Morra! Também literalmente. É uma maravilha! Cuba e Venezuela são grandes exemplos de sucesso administrativo e de combate a pobreza? Certa está a Bolívia que explora sal com pá e balde em minas riquíssimas em Lítio, para não deixar o imperialismo tomar conta? É tudo muito bonito na teoria, mas na prática é só propaganda, censura, mortes de opositores e outras coisinhas que gente como o Hitler fazia. Aliás, aqui vai uma frase dele: “Toda propaganda tem que ser popular e acomodar-se à compreensão do menos inteligentes dentre aqueles que pretende atingir.” Alguma semelhança com o PT?

  248. Eduardo

    -

    24/02/2011 às 10:58

    Não existe almoço grátis!!! Um dia esses baderneiros irão aprender esta lição elementar da vida moderna, ou seja, dentro do regime capitalista, o único que restou na história da humanidade, apesar da passagem de Lula, se é que me entendem. Tudo tem um preço na vida, principalmente suas escolhas, além da mensalidade da escola particular, roupas de grifes, baladas, ipod´s, notebooks, banda larga….etc. O pior de tudo é que esses professores esquerdopatas não estão preparando os alunos para a dura realidade da vida competitiva, onde as pessoas são avaliadas por seus méritos e não pela carteirinha de um partido político.

  249. joão batista

    -

    24/02/2011 às 10:51

    Parabéns por sua posição Tio Rei. Será que o nível de nosso ensino é consequencia da existencia desses mestres, ou mera coincidencia?

  250. Ana Paula Melo

    -

    24/02/2011 às 10:50

    “Aproveitadores do trabalho alheio” è perfeito!!!

  251. Cassio

    -

    24/02/2011 às 10:50

    A escola tem muita autoridade pros alunos. O aprendido lá vale mais do que o que se lê e vê em outros meios de rápido acesso – jornais, tevê (ainda mais quando são malhados em sala de aula). Dão-se plenamente satisfeitos pela educação na sala de aula. Porque livros mesmo eles não leem. Se leem três num ano consideram-se eruditos portadores da sabedoria.

    E custa muito em esforço e humildade pra abandonar falsas certezas reiteradas por anos – os anos iniciais de formação.

    Resta torcer e não ter medo de apontar a manipulação e imbecilidade dessa coisa toda, pra que um dia eles possam, com eu fiz, olhar no espelho e dizer “como fui um idiota útil manobrado! Como essa gente não presta!”.

    Rei, seu trabalho é essencial!

  252. Jean

    -

    24/02/2011 às 10:49

    Ora, esses esquedistas disfarçados de professores deviam é fazer o seu trabalho. Até onde eu sei, a função do professor é ensinar a disciplina para a qual este foi contratado. Educar é função dos pais!

  253. ANDERSON

    -

    24/02/2011 às 10:49

    socorro ………..tirem as vendas dos olhos de nossos jovens

  254. schirley

    -

    24/02/2011 às 10:48

    Ipi, ipi, urra ! Ainda bem que vc ainda nem começou e eu sabia que ao abraçar este assunto vc jamais iria desistir dele. Nosso apoio vc sabe que tem incondicionalmente. Se for o caso de verificar a idade destes estudantes levaremos o caso às Varas de Infância e Juventude que se já não estiverem contaminadas terão que tomar sérias providências. Digo isso por experiência própria pois em certa ocasião, após falar com professores, coordenadores, diretores da escola articular do meu filho sobre matéria extracurricular que estava sendo ministrada a revelia dos pais eu não fui atendida por eles. Procurei os direitos constitucionais e fui prontamente atendida e a promotoria MANDOU suspender imediatamente as aulas. E que assim seja feito agora. Acredito que existam jovens que não se deixarão levar por “trabalhadores do ensino” bitolados e irão sim denunciar citando nome dos mesmos bem como das escolas. Este partido invadiu um espaço bastante promissor devido a falta de experiência/vivência dos jovens e sabem disso. Contamos com vc Rei. Divulgue tudo que vc recebe. Informe a todos o que está acontecendo diariamente. O PT é uma praga que se alastra rápido. É preciso informar os jovens que nosso país nunca foi e jamais poderá ser VERMELHO. Que eles tenham orgulho do verde e amarelo e começem já a lutar contra ideologias discutidas em sala de aula. Que sejam soberanos de suas vidas e opiniões e não se deixem levar por ilusões pois o PT nada mais é do que uma ilusão. Nós pais estamos SUANDO a camisa para dar aos nossos filhos o tão almejedo estudo. Pagamos caro por isso e não admitimos que nossos filhos sejam incitados em sala de aula. Se tivemos um Lula na presidência de nosso país e agora uma Dilma imagine vc o que temos nas salas de aula: militantes atrevidos passando por cima do PÁTRIO PODER ! Escolas apartidárias já ! E parabéns Rei.

  255. Brasuca

    -

    24/02/2011 às 10:48

    REINALDOXXX!!!!

  256. HOMERO VIANNA

    -

    24/02/2011 às 10:47

    Ah, que saudade das boas escolas do meu tempo, Nelas, vigaristas ideológicos travestidos de professores não passavam nem perto.

  257. Rocha Mateus

    -

    24/02/2011 às 10:46

    Reinaldo já deu visibilidade demasiada para esse culto chefiado por Marilena Chauiu que aterroriza não só a língua Portuguesa, como também a democracia.

  258. Nico

    -

    24/02/2011 às 10:41

    De certa forma é bom saber que os contrários lêem seu blog.

    Esse surto psicótico desses jovens passa geralmente após os 30/35 anos de idade.

  259. José Carlos

    -

    24/02/2011 às 10:39

    Perigo à vista,essa lavagem cerebral nas escolas é intolerável,creio em assédio,portando um caso de polícia e ministério público.Eles querem o BR pra eles e não para os brasileiros.

  260. ANTONIO REZENDE

    -

    24/02/2011 às 10:38

    Sr. Reinaldo, não sei se o sr. ganha bem pra fazer o que faz. Mas, uma coisa dá pra perceber: De vez em quando o sr. tem muuuiiiita diversão. Deve ser uma delícia “desintegrar” essa petezada. Com certeza eles não têm noção do mato em que estão lenhando.

  261. João de Recife

    -

    24/02/2011 às 10:36

    Isso se chama “big bang” das elites. As elites explodem e seus filhotes formam novas castas, tal como o pt. O pt é o âmago do nepotismo político. Seus cardeais “pardos” nada mais são que os planetas do sistema político que gira em torno do poder, resultado da explosão da elite do passado… Essas “crianças” que estão nas ruas protestando, são os asteróides desse “big Bang” recente. Nada muda do Brasil… Tudo é a mesma coisa. É o que penso agora.

  262. maria

    -

    24/02/2011 às 10:34

    Oi Rei,
    Desculpe. O comentário tem erro de português. Foi a press.

  263. Lugger

    -

    24/02/2011 às 10:28

    Ah nada como o cheiro de esterco esquerdista no café da manhã! Penso a cá que os chineses devem estar adorando os resultados. Nos anos 50-70 enquanto ele exportavam ideologia, nós a compravamos com gosto(ao menos o complexo PUC-USP). Hoje compramos os equipamentos e aço que eles produzem vindos de nossos sub-solos. Fico a pensar que tecnologia e ciência produziremos com escolas assim. Ah proposito logo eles passarão os EUA nesses segmentos e nós? Os passaremos em sovietização da inteligência.

  264. maria

    -

    24/02/2011 às 10:28

    Bom dia Reinaldo,

    O que está acontecendo com essa gente?!
    Não entendo o porque de tanta agressividade. Vc está exercendo o seu direito de opinar, e é o seu trabalho!
    Parabéns e continue com suas análises que eu adoro.

  265. prado bh

    -

    24/02/2011 às 10:26

    Reinaldo, belas chicotadas! Mas, cá entre nós, “tá tudo dominado”, não?

  266. David

    -

    24/02/2011 às 10:25

    Caro Rei,

    Cuidado com esses criminosos.
    Lembre-se que a movimentação bancária de um jardineiro foi pra mesa de um ministro.
    Essa gente é capaz de tudo.
    Cuidado.
    Fique com Deus.

  267. Natal Santana

    -

    24/02/2011 às 10:24

    Como já afirmei aqui várias vezes, eu sou educador: de formação e de prática, afinal são 34 anos de batente, bem ao contrário dos sindicalistas vagabundos! Eu era um associado pagador de mensalidades, quando tínhamos aqui em MT uma Associação de Professores (AMP), que por sinal, nos representava e nos defendia de verdade! Aí, esta associação virou… “Sindicato dos Trabalhadores da Educação”… pedi desligamento imediatamente! Se tem coisa que odeio é esse negócio de “trabalhadores da educação”! Eu sou professor, educador… jamais trabalhador da educação. O Reinaldo acertou em cheio: só petistas e por consequência, sindicalista usa essa expressão indecente! Quanto ao mais, que dizer além de manifestar todo desprezo por essa gente? A coisa chegou a tal ponto que hoje, o Conselho Estadual de Educação (órgão consultivo e normativo da educação) não é mais composto por representantes de entidades ligadas à educação, ele é composto por “representantes de segmentos sociais” o que significa que toma assento nas plenárias, representantes de movimentos negros, por exemplo! E a educação do estado, entregue aos petistas desde 2007, regride a passos largos!

  268. Renato

    -

    24/02/2011 às 10:24

    Reinaldo, o grande problema disso tudo é que o professor se esquece de que sua função na escola ou na universidade é ensinar, e não educar. Tudo desandou quando passaram a se considerar “educadores”, pois aí você não precisa nem dominar a disciplina que ministra… o que importa é “criar cidadãos críticos” e blá blá blá. Sou professor e sempre me deparo com tipos assim na sala dos professores.

  269. Sônia Campos

    -

    24/02/2011 às 10:23

    Amei esta análise!!!
    Retrato perfeito dos fatos!!!

  270. PENETRA 51

    -

    24/02/2011 às 10:22

    LULA JA MARCOU SUA PRIMEIRA PALESTRA,SERA EM “LONDRES”,PROXIMO A DATA DO CASAMENTO DO PRINCIPE,”"MUITA CONHECIDENCIA”".BOCA LIVRE A VISTA.O PENETRA 51 E CARA DE PAU MESMO!!!!ENQUANTO O POVO ,,,,,

  271. Nevermore

    -

    24/02/2011 às 10:22

    Caro Reinaldo,

    Professora de escola pública há mais de vinte anos eu já joguei a toalha!

    Professores com os quais cruzei nessas duas décadas são sim,um dos maiores responsáveis pela decadência da escola pública no estado de São Paulo: fazem parceria perfeita com o poder público, junto com o sindicato que os representam. Tanto quanto o governo são DESPREPARADOS para o seu ofício (a maioria, não a totalidade),desconhecem a importância do seu papel de EDUCADOR e se comportam apenas como simples técnicos mal qualificados, sem noção do seu papel social e da importância na vida de crianças e jovens. Reclamam dia e noite de tudo: da carga horária, do salário, das condições de trabalho, dos alunos desinteressados, dos pais ausentes, da progressão continuada, do café na hora do intervalo, da chuva no fim da tarde, etc… O sindicato, por sua vez cumpre à risca o seu papel de emperrar toda e qualquer iniciativa do governo para fazer prevalecer sua posição ideológica e, principalmente defender corporativamente seus associados e interesses carreiristas dos seus dirigentes em detrimento de interesses sociais mais amplos.

    Entretanto, se lhes pedir um conjunto de sugestões para eventuais mudanças, recitam o mantra aprendido nas reuniões sindicais: com esse salário não há o que fazer! Não saem do lugar, não têm a MENOR idéia do ponto de vista pedagógico do que poderiam fazer para oferecer como contrapartida para a melhoria salarial da categoria.

    Afirmo e reafirmo: colocados no mercado de trabalho “na vida real”, esses insatisfeitos NÃO conseguiriam ganhar o que ganham nas escolas públicas do estado. Como sei disso? Uma boa parte já tentou e muitos deles voltam correndinho para o “martírio das salas de aulas” para ganhar “essa micharia” que não conseguem lá fora! Os melhores vão para escolas públicas municipais (que pagam um pouco melhor) ou seguem carreira acadêmica fazendo pesquisas que chovem no molhado mostrando as mazelas que martirizam o ensino público conhecidas HÁ DÉCADAS!!!!

    Erra o governo que coloca seus admninistradore “cinco estrelas” que não têm a MENOR idéia das necessiadades das escolas, erram as universidades que despejam milhares de professores “sem noção” no mercado, erra o sindicato com a visão carreirista dos seus integrantes cujo interesse político está à frente dos verdadeiros interesses dos seus associados, erram pais e alunos que se contentam com a mediocridade do ensino que lhes é oferecido…

    Por onde começar?

  272. Durval

    -

    24/02/2011 às 10:21

    Bom dia, Reinaldo!

    Gostaria que você continuasse com esse assunto, sim!
    Sou pai de um menino de 13 anos e o amo muito.
    Nossos jovens precisam aprender a pensar com liberdade, mas com responsabilidade.
    Será que a galera viu ou ouviu ou mesmo leu o que aconteceu ontem no Senado Federal? Fariam, incentivados ou não por trabalhadores da educação, uma manifestação pelo respeito à Constituição?

    Deixo um grande abraço!

  273. Hermenegildo Barroso

    -

    24/02/2011 às 10:20

    Parabéns, Reinaldo!
    Todas as sandices foram muito bem respondidas!
    Por favor, recomende essas pessoas pro Sanatório Geral, do Augusto Nunes, hehe…
    Quanta ignorância – intelectual e gramatical!
    Tenho 28 anos, presenciei certa militância política em alguns professores na minha adolescência, mas nada que se compare ao que vemos hoje.
    Precisamos de homens de bem, em todos os níveis da educação, do MEC à sala de aula. Que os professores se preocupem em ensinar bem suas respectivas disciplinas, nada mais.

  274. Diderot com Catapora

    -

    24/02/2011 às 10:18

    É muito triste ver isso no Brasil. A gente ri mas é muito sério. O cerco esta se fechando contra imprensa, instituições, etc e suportado por jovens revolucionarios de shopping center com camiseta do Che, preocupados com os pobres que pagam mais na tarifa de onibus. É só eliminar um sabado de balada no mês que daria pra ajudar muita gente, se esse é o propósito.
    É Azeredão!!! São os “Cheguevaristas Camisetários”

  275. Matilde Martins Pinheiro

    -

    24/02/2011 às 10:17

    Estes “patricinhos”são tão bonzinhos!!! coitadinhos!!!.Porque não começam tratar os empregados domésticos com respeito e dignidade que eles merecem? começa na sua casa,e não vêm ensinar aquilo que voces não aprenderam Eu sei como são tratados os seus domésticos.Faça como Jesus, divida a sua abundância com os pobres mas não me venha com esse discurso hipócrita!!! voces jóvens rebeldes,malcriados por pais permissivos que pensaram que ter filhos era como comprar uma boneca mas não assumiram a resposabilidadede educá-los.Educar é contruir cidadãos, para viver em sociedade respeitando o outro, e não apenas aprender a ler e escrever.Áo invés de Descartes, se voces tivesse buscado aprender com o Maior Mestre que já pisou no planeta terra,”JESUS”,certamente teriam futuro.É lamentável ter esta geração perdida!!!

  276. Dassajo

    -

    24/02/2011 às 10:17

    Com certeza faltará capim no país para alimentar todos esses quadrúpedes. Você vai cansar de pedir para que tirem do chão as mãos, mas é tarefa impossível.

  277. Adnor Pitanga

    -

    24/02/2011 às 10:16

    Mais do que triste, é preocupante ver que em escolas supostamente de alto nível de ensino, há “educadores” do nível desses que escreverem neste blog, que tem a mente inteiramente contaminada por pensamentos tão anacrônicos. Seus alunos tem grande chance de formar a futura elite do Brasil, só que em vez de ser a elite intelectual, industrial ou científica, tem tudo para ser uma nova elite esquerdizante a mamar nas tetas do estado.

  278. WENILTON G.SANTOS

    -

    24/02/2011 às 10:16

    Sei que a discussão sobre molestados e molestadores é muito importante, mas gostaria de trazer um outro assunto que apareceu nos jornais de hoje e que até agora não mereceu muita atenção. A noticia abaixo saiu no Jornal O Estado de São Paulo, edição da internet, mas está em outros jornais e indica que o Governo Federal, ao invés de resolver os problemas das estradas federais, dando conservação e realizando obras de duplicação ou concedendo a iniciativa privada para que sejam melhoradas, resolve tapar o sol com a peneira e toma essa medida. A constituição não diz que as pessoas tem direito ao trabalho e de ir e vir. A medida tomada não seria inconstitucional?

    “Jornal o Estado de São Paulo na internet 24/02/2011
    Marília Lopes – Central de Notícias
    SÃO PAULO – Está proibida a circulação de veículos superdimensionados nas rodovias federais durante os períodos de feriados nacionais. A determinação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi publicada nesta quarta-feira, 23, no Diário Oficial e já é válida.
    A restrição de circulação vale para Combinação de Veículos de Carga (CVC), Combinações de Transporte de Veículo (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP). Mesmo os veículos com autorização especial de trânsito (AET) ficam proibidos de circular nas rodovias federais durante os feriados.
    A restrição não é válida para veículos com até duas unidades, sendo um caminhão-trator e um semirreboque, desde que não excedam as dimensões previstas por lei.
    O desrespeito a determinação será considerado infração grave, com multa de R$127, 69 e cinco pontos na carteira do motorista. A restrição é válida para os trechos rodoviários de pista simples.
    A medida foi tomada “considerando o aumento significativo do fluxo de veículos durante os feriados e festas nacionais”. A PRF afirma que optou pela restrição pois compete ao órgão a prevenção de acidentes de trânsito e já foi detectada a necessidade de uniformizar os procedimentos para fiscalizar o trânsito de veículos e cargas superdimensionadas.”

  279. Ségolène

    -

    24/02/2011 às 10:15

    Com toda a certeza, nenhum deles é professor de matemática.

  280. MD

    -

    24/02/2011 às 10:14

    Ah, a coisa é feia. Meus filhos estudam numa escola da malvada elite branca paulista. Todas as séries do Fundamental I terão que passar por um certo “Eu Chovo, Tu Choves…” da Sra. Sylvia Orthof. Eu li o livreco – o resumo é da internet (e quer ser elogioso, acho eu): “Um pingo quer chover. É impedido por seu patrão, o chuveiro, que lhe impõe uma série de condições para lhe dar a autorização. Tem que levar uma carta para uma sereia que mora numa poça que fica em um galinheiro. (…) Por trás desse cenário, regado a magia, a autora tece uma profunda crítica social, na medida em que subverte as relações entre patrões e empregados, e mostra o autoritarismo dos mandantes, exatamente, como acontece na vida real.”

    É um viva la Revolución meio coió, dirigido a quem não tem nada contra quê se rebelar.

    Creio que vivemos num país de adolescentes (e adolescentas, como querem as militantas feministas) que nunca vão engolir a figura paterna – mesmo quando eles tiverem que ser uma.

  281. Cesar Antonio

    -

    24/02/2011 às 10:14

    Reinaldo, veja só esta notícia. É o fim do mundo, salvo engano o CEDAE Rio de Janeiro pertence ao PMDB.
    http://injustica.net/2010/07/31/jorgina-de-freitas-assessora-presidente-cedae/

  282. Carlos RM

    -

    24/02/2011 às 10:13

    Já chegaram os camburões ?

  283. Snitram

    -

    24/02/2011 às 10:12

    O último “educador” é a prova viva da obsessão esquerdista por doutrinar crianças. Eles confundem qualquer coisa com doutrinação. Coloque um sujeito assim para fazer uma novela, escrever uma peça de teatro, dar uma palestra, ministrar uma aula ou escrever um livro didático e ele doutrinará e distorcerá e mentirá, esquecendo que sua função seria entreter, ensinar, o que fosse. É o doutrinador típico esquerdopata, do tipo que transforma uma criança num perfeito idiota latino-americano. É a maior comodity do Brasil, o esquerdopata boçal. Felizmente, tais jovens evoluirão com a idade, mas não o esquerdopata. Ele é, velho, o que foi garoto: um perfeito idiota latino-americano.

  284. Arlete Reis

    -

    24/02/2011 às 10:10

    Hehe! Dá-lhes Reinaldo!
    Tá na hora de trazer à luz, esta cambada que fez da educação, o que ela é hoje. Só envergonha os brasileiros! Em qualquer indicador está a prova da falta de qualidade da maioria dos educadores! Tá na hora de educá-los. Abraços

  285. Vera Proença

    -

    24/02/2011 às 10:09

    Cada vez fica pior, contrariando, é claro, o Tiririca, que afirmou levianamente que isso não aconteceria. Sou mãe e me preocupo muito com quem dá aulas na faculdade federal da minha filha. Os “profissionais da educação” de lá são feras, mas estou atenta a toda “conversa mole” dos valentes. São feras. Eu sou mãe preocupada com os rumos que as coisas estão tomando.
    Voce foi incrível nas respostas dadas principalmente aos molestadores.
    Que todos os diretores de escolas percebam o que está acontecendo e ajam.
    POR UMA ESCOLA SEM PARTIDO!

  286. Snitram

    -

    24/02/2011 às 10:08

    Agora eu li a mensagem dos “educadores” e molestadores. Eu estava certo quando afirmei que somente tornando a carreira de professor atraente, financeiramente falando, nos livraríamos de ter nossos filhos educados por analfabetos funcionais e esquerdistas perdedores. É a primeira coisa. A segunda é que eles são o arquétipo do esquerdista: aquela estranha mistura de arrogância, disposição e absoluta falta de inteligência, tudo misturado com uma raiva difusa contra quem vence na vida e contra o que funciona. São asnos assim que formam a massa de manobra de todos os tiranos e de todas as tiranias de esquerda que existiram e existem, as mais assassinas da história. Gente assim, no passado, falou bem de Mao, Stalin e Pol Pot. E hoje falam bem de Fidel e Chavez.

  287. Linhares

    -

    24/02/2011 às 10:08

    Tio Rei, você está se divertindo com a reação ao seu “post”, nós também! Não dê trégua a essa turma! Me preocupo muito com o conteúdo que é hoje obrigatório nos currículos das escolas. A cada nova matéria “cidadã” que é incluída diminuem as cargas horárias de português e matemática. Isso não pode dar certo. No final teremos pessoas que não sabem ler, escrever e nem fazer contas. Mas creio que isso interessa aos petralhas, pois uma massa assim é mais fácil de manipular!

  288. Didif

    -

    24/02/2011 às 10:07

    Reinaldo “Azeredo”, seu chicotinho Alfa, Beta, Gama hoje está impossível, gostei da sua aula para os professores petistas de carteirinha que quando saem do armário mostram o “conhecimento” que transmitem para os “pobres” alunos brasileiros que entendem mais de hambúrguer do que política brasileira.

  289. Adair Giacomo Baccin

    -

    24/02/2011 às 10:05

    Meu caro ao ler este teu comentário, me ocorreu a idéia de pedir que veja este artigo, pode procurar por
    Artigo: Quando a culpa também é do professor
    Por Cleber Benvegnú*
    Se os que te enviaram os comentários lerem este artigo também vão refletir mais sobre como devem se comportar na sua profissão.

  290. Thiago

    -

    24/02/2011 às 10:05

    Lamentável mesmo. E pensar que eu já fui educado por alguns “mestres” como esses.

  291. Daniel

    -

    24/02/2011 às 10:04

    Reinaldo, você lava a alma. Estou cursando direito e estou horrorizado com os professores. Estão todos numa luta “para formar cidadãos” e o herói supremo deles é o Marx… pura ideologia ultrapassada. Alguns deles nem dominam a matéria e usam de toda e qualquer situação (fora, mas muito de contexto) para criticar as “elites”. É triste, muuuuuito triste. Continue batendo, eles merecem! Por que na sala de aula, se discutir, te rotulam com um desses “apelidinhos” – tipo direitista, alienado, neo liberal – e acabou.

  292. Rodrigo L.

    -

    24/02/2011 às 10:04

    Ataques pessoais, repetição de chavões há muito superados, distorção da realidade e mentiras. O “modus operandi” da esquerda nunca muda? Ah… e esqueci de um deles, talvez o mais importante: patrulha! Gozado que tais sujeitos se dizem motivados pelo direito de manifestar sua opinião discordante, mas pelo teor do que escrevem, mais parece que lutam pelo monopólio das opiniões, não admitindo coexistir com outras, divergentes. É paradoxal. E tem até professor de Filosofia envolvido nisso? Que vexame!

  293. TITO

    -

    24/02/2011 às 9:58

    Não satisfeita em tranformar nossas universidades em madrastas da esquerdaopata,agora o objetivo é uso do ensino particular para fazer a cabeça dos adolescentes com idéias desses idiotas na sua grande maioria “docentes” de humanas.É obvio que jovens nesta faixa etária são facilmente cooptados para as causas sociais do partido.Tenho dois sobrinhos em uma das melhores escolas de São Paulo e não deixarei de participar os pais sobre essa realidade e para que cobrem explicações a direção do educandário.Os diretores deveriam ficar espertos sobre essa cooptação ideológica ostensiva, pois os pais ao saberem dessa prática,com certeza vão buscar outras alternativas mais civilizadas e inteligentes.Acho até, que os pais devem ficar atentos ao conteúdo programático,a bibliografia,etc. usado por esses calhordas,regiamente pagos.

  294. Cris Azevedo

    -

    24/02/2011 às 9:58

    Ih, Rei! Esses aí são mansinhos! Já vi cada coisa, cada “professor” (de quê? Baderna?), que prega a “revolução”, o bolivarianismo (sério!), o socialismo do sec.XXI…

    TODOS, mas todos mesmo, não sustentam uma discussão séria de História ou Filosofia por mais de…2 minutos. Seu “conhecimento” é puro verniz. A-do-ro questiona-los! Chega a um ponto – é rápido – em que eles se enrolam todos e não conseguem ir além das pregações, velhas, conhecidas, manjadíssimas, mofadas, que escutam ou lêem nos sites do PC do B ou do PT. Aí, sabe o que acontece? Eles ficam BRAVOS!
    E eu…”sidivirto”, vendo-os pendurados no precipicio.

    Atenção, pais, repito: REAJAM! Ninguém há de querer que seus filhos recebam “ensinamentos” de tal nível. Reclamem nos colégios. Exijam ENSINO para seus filhos, e não masturbação mental esquerdopática. Prá isso, nossos filhos e netos não precisariam ir para a escola, nem nós precisaríamos pagar uma nota de mensalidade. Basta ira uma reuniãozinha da APEOESP, que é de graça.

  295. PAULO ROBERTO URBANO DA CRUZ

    -

    24/02/2011 às 9:58

    Pelo jeito a corja resolveu tirar as patas dianteiras do chão(será efeito do carnaval) e invadir o Blog, o desfile de sandices e de analfabetismo funcionais são impressionantes, será que houve algum problema e serviram capim estragado para a récua.

  296. Nanado

    -

    24/02/2011 às 9:57

    Reinaldo, esses quadrúpedes nem mereciam um post tão longo. O que preocupa realmente é igonorância dos molestados. Estes podem passar a manipulados. Portanto, é prudente que escolham entre os livros ou o panicum maximum.

  297. Snitram

    -

    24/02/2011 às 9:56

    É muito triste o que vou dizer aqui: por enquanto só li as mensagens dos estudantes, os molestados, e o analfabetismo funcional impera, além da absoluta falta de inteligência, tudo isso somado a uma grande disposição para mudar o mundo. A última parte seria boa se não se juntasse às duas primeiras, a pouca inteligência e a incapacidade de compreensão de um texto. Falta de inteligência mais disposição é exatamente o que um rapaz tem que ter para se tornar massa de manobra da esquerda mais boçal. O Zé ruela não percebe que se a passagem for inteiramente subsidiada, quem pagará a conta é exatamente o povo, em impostos. Há impostos até nos alimentos, eletrodomésticos, em tudo. Somos um dos povos que mais paga imposto no mundo, e o asno ainda vai conseguir aumentar mais a carga tributária tentando melhorar o mundo. Recomendo aos patetas um estágio em Cuba. E ah, o socialismo. Quando ele tiver que ir no rodízio de pizza do estado e beber a cerveja do estado, e andar no ônibus do estado, ele que não usa as horrendas escolas e hospitais do estado, vai ver o que é bom pra tosse.

  298. Rodrigo

    -

    24/02/2011 às 9:56

    Deus do céu!!!
    E pensar que eu mesmo já fui defensor desse besteirol todo. Felizmente, com boas leituras e exercício da lógica e da razão, consegui me livrar dessa esquerdopatia transmitida pelos meus “professores” do ensino médio. Mas isso depois de um longo processo que começou por volta de meus 18/19 anos até os meus atuais 30 anos.

    O que acontece nas escolas públicas e privadas do Brasil, e até mesmo cursinhos, é, de fato, um estupro intelectual. E o mais triste é que talvez a grande maioria dos molestados vai defender esses devaneios absurdos por toda a vida.

  299. Gomes

    -

    24/02/2011 às 9:52

    ESTA GENTE É COMO A DROGA:sempre existiu e sempre vai existir.
    Contamos com a “mídia burguesa” para fazer uma política de redução de danos…

  300. Sacramentano

    -

    24/02/2011 às 9:52

    ”Ah esses jovens…se soubessem tudo que eu sei…”
    Quando entrarem na vida real e observarem que mesmo sendo surrupiados com todos os impostos possiveis e imaginaveis,que no fundo bancam toda esta arruaça dirigida por um estado aparelhado e universidades que pagas com nosso dinheiro lançam no mercado pessoas com estes pensamentos e ideias,verão o erro que estão cometendo.
    Pagarão ainda por tudo que se faça necessario para o conforto de uma familia( plano de saude,condominio com segurança e inclusive altas mensalidades escolares)e se forem empresarios ou agricultores conviverão com a maior insegurança juridica possível.
    Aí se darão conta com quem andaram mexendo.
    Já dizia minha avó:-meu filho evite as más companhias e o mal encontro…

  301. Ataíde

    -

    24/02/2011 às 9:49

    Dei uma olhada nos livros de minha filha (escola particular em Lavras, MG). Num deles, dei de cara com Caetano e Chico – e parece que até o Gil (o livro queimou minhas mãos e eu desisti de continuar e não me certifico, no momento, deste último). Fotos e “textos” dos amantes do assassino Fidel Castro. Tudo junto. Tudo amontoado no mesmo veículo destinado a auxiliar na educação de jovens… Como se vê, o demônio (o “bicho”) não dorme mesmo; nem sequer pisca os olhos. Temos que lutar contra o tal socialismo antes que passemos a acha-lo normal. Ainda bem que existe hoje, internet, blogs sérios, etc.

  302. LG

    -

    24/02/2011 às 9:45

    Sabe, Reinaldo, nessas horas eu sinto sempre aquele frêmito de sacar da algibeira o famoso Método Olavo de Carvalho Para o Trato Com a Vigarice Intelectual, e fulminar o quadrúpede vermelho que vocifera asneiras na minha oiça com um definitivo “vá tomar no…”.
    Mas esses aí que v. cita no post sequer valem o desperdício de munição. São mais do que quadrúpedes vermelhos vociferantes, são pobres coitados em grau avançado de lesão cerebral provocada pela infestação do terrível vírus do esquerdismo chulé. A massa encefálica do sujeito vai sendo toda ela contaminada por esses miasmas de ignorância, arrogância e sentimento de culpa, até que o camarada se torna um esquerda-dependente, quer dizer, o enfermo só consegue “pensar” dentro daquele esquematismo vulgar que caracteriza a visão de mundo da esquerdalha. Quando o doente é confrontado com uma perspectiva nova ou um ponto de vista contrário àquela maçaroca que se implantou no seu cérebro, ele surta, entra em parafuso, o seu sentimento de culpa e suas frustrações pessoais o acometem com pruridos irresistíveis e aí o pobre sai vomitanto besteiras e disparando acusações a torto e a direito.
    A hecatombe que se abateu sobre a educação brasileira, Reinaldo, talvez seja algo sem precedentes no mundo Ocidental. O retrocesso que ocorreu na formação das gerações entre a 1ª e a 2ª metades do século passado é algo tão assustador, tão avassalador, que hoje não hesito em afirmar que a educação em nosso país, com o sentido que a informava e a orientava até o começo dos anos 60, qual seja, formar pessoas instruídas, com capacidade de refletir e de raciocinar, com sólida base de conhecimentos matemáticos, da língua pátria e de humanidades, e, pois, capazes de civilizar a Botocúndia, praticamente desapareceu, restando apenas o que temos aí, seja nas escolas públicas, seja nas particulares, uma mocidade imbecil (é triste dizer isso dos nossos moços!), prepotente (embora tenha pés de barro), irresponsável, mais perdida que cego em tiroteio, e, por isso mesmo manipulável como massa de argila.
    Enfim, estas mensagens que v. cita, meu caro Reinaldo, mais do que reveladoras de um assédio ideológico nas escolas, mostram o fundo do poço da educação brasileira. O PT e sua esquerdalha associada estão finalmente conseguindo lograr o seu grande anelo: converter a sociedade inteira à sua imagem e semelhança.
    Um grande abraço.

  303. AIRTON COLAÇO

    -

    24/02/2011 às 9:44

    Sou Professor e tenho vergonha desses “trabalhadores da educação”. são pessoas sem escrupulose usam as pessoas como massa de manobra. Incitam nas salas de aula ao partidarismo,mais desde que seja o partidarismo do PT se foir de outro partido são imediatamente perceguidos.

  304. Francisco Borges

    -

    24/02/2011 às 9:43

    Que discurso ultrapassado destes PTralhas. Parece que já pegam pronto, como numa petição e falam as mesmas coisas de decadas atras. É impressionante a cara-de-pau destes caras. Só otário para cair neste papo furado. O pior é que a maioria acredita. Até a grande imprensa que não vai fundo nas noticias. Só dão manchete para esta turma ultapassada. Não existe nada mais de direita do que a esquerda no Brasil.

  305. Paulo Fernandes

    -

    24/02/2011 às 9:40

    O fato da nossa educação ser um lixo é proposital. Se não fosse não seria partidária-ideológica como é. E os tais “professores” seriam realmente professores e não meros agentes do proselitismo ideológico que estão transformando as escolas e universidades em madraças do PTismo.
    O Método está em ação para transformar as mentes dos jovens, mas vai jogar o país no poço da ignorância, da indigência intelectual e da irrelevância econômica. Aliás, o processo de degradação das base econômicas iniciou no último governo do Lula.

  306. AIRTON COLAÇO

    -

    24/02/2011 às 9:40

    “e os esquerdistas, aproveitadores do trabalho alheio!” essa frase resume meu sentimento em relação aos esquerdistas.

  307. Anónimo

    -

    24/02/2011 às 9:39

    “e os esquerdistas, aproveitadores do trabalho alheio!” Essa frase resume o que de fato ocorreco no Brasil com esses sondicatos atolados de ditadores esquerdistas. Sempre me incomodou esse excesso de sindicatos e essa tal luta de classe, mais essa frase resume o meu sentimento. São realmente aproveitadores e exploradores de todo especie. Em uma manifestação sempre tem uma bandeira dessas “instituições” tremulando. Acompanhei poucoessamanifestação, devidoaomeu trabalho, mais assistindo a um jornal,nãolembro o canal, percebi a grande quantidade de bandeiras e fiz uma afirmação: toda e qualquer manifestação popular perde razão de ser quando em seu maio aprecebandeiras,seja pardidárias ou não.Isso denota que é uma manifestção partidária e não popular.

  308. INHAME INHAME

    -

    24/02/2011 às 9:38

    Depois deste artigo, somente nos resta esperar que os Maias e seu calendário estejam corretos…
    Fim da linha…

  309. rorschachbr

    -

    24/02/2011 às 9:38

    Alô Reinaldo. Estou sem tempo agora mas vou deixar uma sugestão para a playboizada: Deêm uma carona para os “oprimidos”, ou quem sabe, paguem a mensalidade de uma escola particular para eles e estudem na pública!!

  310. Carlos Eduardo Nazareth Nigro

    -

    24/02/2011 às 9:38

    Reinaldo,
    que preguiça…
    Por onde começar…
    Informe, com bastante delicadeza, os links para aqueles seus “artigos de formação” para que seja possível iniciar uma troca de ideias…
    Não deve adiantar muito, mas é interessante para alguns professores e alunos com dificuldade em achar os argumentos para contestar estes ideologistas.
    Força.

  311. Matthias Weinstock

    -

    24/02/2011 às 9:33

    Olá Reinaldo,

    Sempre gostei de ler seus textos tanto na Veja como no seu Blog, não por concordar sempre com você, mas por sua disposição em sempre dizer o que pensa e em sua defesa da Democracia e do Estado de direito. Me formei no colegial há 18 anos, estudei em um colégio tradicional de São Paulo e foi sempre assim, inclusive no cursinho, mas como minha formação familiar foi sempre muito sólida e meus pais tinham um conhecimento de história muito bom, eu e meus irmãos tínhamos um espírito crítico muito aguçado. O que quero dizer com isso é que sempre vai existir a tentativa de doutrinar e não educar, vide o comunismo e nazismo. Cabe a nós dar estrutura e apoio aos nosso filhos para que sejam livres e não sejam enganados por doutrinas, seja lá quais forem.

  312. Cesar

    -

    24/02/2011 às 9:33

    Sugiro a esse pessoal protestar contra temas que afetam a vida de todos, mas de maneira bem mais intensa a vida dos menos favorecidos que eles dizem estar defendendo. Podem protestar, por exemplo, contra a exorbitante carga tributária que obriga o pobre a pagar 20%, 30% de impostos sobre comida, medicamentos, energia, tudo o que ele não pode deixar de comprar. Esse dinheiro sim faz falta para quem ganha pouco. Podem protestar contra o péssimo destino dado a todo esse dinheiro arrecadado: pagamos impostos como Europeus e recebemos em troca serviços públicos do mesmo nível que os Africanos. Protestem contra a péssima qualidade do serviço público de saúde, de educação, de segurança. Isso sim afeta e muito a vida dos menos favorecidos. O dia em que fizerem isso (o que eu duvido) aplaudirei vocês.

  313. Lili

    -

    24/02/2011 às 9:33

    Grande Reinaldo!

    Não deixe pedra sobre pedra! Pega essa turma!Precisamos de você!

  314. laercio

    -

    24/02/2011 às 9:33

    Reinaldo
    Não somos mais adolescentes , mas ,ainda guardamos a energia para lutar por ideais. Ficamos indignados com tanta coisa estupidamente errada . ficamos putos com tanta desonestidade.
    Estes adolescentes que hoje ,para o bem ou para o mau , lutam por causas estranhas ao seu cotidiano , somos nós . Somos nós num passado que não volta mais , mais são na sua essência como nós ; idealistas.
    Se hoje se repetem erros do passado ,esses erros pertencem aos dois lados . Qual a nossa parcela de erro hoje???? Nosso erro é não oferecer aos jovens idealistas de hoje ,alternativas diferentes das de ontem . Sempre entregamos os jovens de bandeja às esquerdas….

  315. Memyself

    -

    24/02/2011 às 9:32

    Para os molestados: vão estudar! Com essa redação voces não passam nunca no vestibular!
    Para os molestadores: vão para o inferno e deixem nossos jovens em paz!
    Por uma escola sem partido!

  316. Ricardo

    -

    24/02/2011 às 9:30

    Caspita! Na minha época, a lavagem cerebral dos mais ingênuos e dos de mente mais fraca começava na faculdade… Hoje começa na escola!

    Eu achando que Aldous Huxley (Admirável Mundo Novo) é quem tinha acertado, mas parece que George Orwell (1984) também acertou na mosca! Daqui a pouco a garotada vai dedurar os hábitos “burgueses e individualistas” dos pais e irmãos aos professores…

  317. Bebel

    -

    24/02/2011 às 9:30

    O interessante eh que essa gente nao se mobiliza para ir reclamar do minimo da Dona Dilma. Sao Paulo pelo menos tem a proposta do minimo a R$600,R$55 a mais do que o resto do pais, para empregar nas passagens.
    Esses estudantes nao veem que passagem gratis so vai tirar dinheiro de areas como educacao, saude, seguranca publica… ou, em outro caso, aumentar- e muito- os impostos. Quer que eles entendam direitinho? Pergunte-se em sala de aula se eles doariam 40% das suas mesadas para que a populacao de baixa renda possa ter transporte gratuito, ai eu quero ver. Dinheiro nao cresce em arvore, e essa eh a parte dificil dessa gente entender. Mas certamente entendem o minimo de R$545, imagino porque.

  318. Wagner Lopes

    -

    24/02/2011 às 9:29

    Pra descontrair dá pra notar uma mudança de atitude ou de tipo de “mercado” no modus operandi dos professores (militantes) citados. Estão migrando das públicas – mais precisamente das Universidades, onde essa atitude “rebelde” é praxe(deles) – para as escolas particulares.
    Seria uma evolução? (Eles tem ojeriza a essa palavra,hehe).
    Estariam agora aceitando o mercado privado, a própria sociedade de consumo? Nesse caso, sem dúvida estão evoluindo!!!
    Abs.

  319. dailha

    -

    24/02/2011 às 9:26

    Deves mesmo continuar, pois isto é um dos maiores males do Petralhismo.
    Aparelharam tudo, mas o pior é na educação – trabalho de décadas – porque essa madrassas públicas e até privadas vão deixar sequelas na sociedade por um bom tempo.
    ainda veremos remelentos virarem procuradores ou juízes ou …..

    Um exemplo ao contrário: A Ideli já foi professora até ser dirigente do sindicato dos professores de SC…

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  320. joao alberto

    -

    24/02/2011 às 9:25

    Isso é antigo Reinaldo, no meu tempo de colegial (há 40 anos) já tinham os idiotas úteis (os que são de famílias abastadas) e os espertos úteis (que geralmente são de famílias paupérrimas) uns militam pela falta do que fazer os outros por raiva de terem nascidos. Trabalhar que é bom, neca, alías, os menos favorecidos veêm na militancia um meio de sobreviverem e de crescerem (esses são os piores e hoje o governo federal e congresso está lotado deles), o Megalulanico é um exemplo clássico.

  321. aNTONIO

    -

    24/02/2011 às 9:23

    É ISSO AÍ REINALDO, CHUTA O TRAZEIRO DESSES ESQUERDOPATAS CANALHAS !

  322. Bruno

    -

    24/02/2011 às 9:21

    Muito bom!Isso realmente ocorre,estou no terceiro ano de faculdade, quando estava cursando o ensino médio, dos 10 professores que tinha 9 tentavam impor idéias esquerdistas nos alunos.O pior que nós não podiamos discordar, eles partiam para ignorância e tentavam impor a autoridade para nós nao questionarmos.Resultado, alunos com grande propensão de adotar idéias ultrapassdas.

  323. Giba-PE

    -

    24/02/2011 às 9:16

    Eu não sei qual a preocupação desses estudantes com o aumento da tarifa dos onibus.Quem vai pagar não são seus empregados e sim seus pais através do vale onibus.

  324. verdão

    -

    24/02/2011 às 9:12

    Reinaldo, se o Kassab sair do DEM e for par um partido que apoia o governo Dilma, certamente essas manifestações democráticas cessarão.

  325. Marcelo Henrique

    -

    24/02/2011 às 9:11

    Reinaldo, concordo com você.

    Eu mesmo fui “vítima” de uma tentativa de lavagem cerebral pelo diretor do departamento de direito da unB, atual reitor.

    No final dos anos 90, incentivava os alunos mais novos a irem até a Esplanada dos Três Poderes em movimentos estudantis, a fim de combater o Estado (na época, FHC).

    Só um detalhe: o caríssimo reitor usa carro importado, foi estudar nos estadusunidos”, mas não enganou os alunos mais velhos e com um pouco mais de experiência.

    Coitada da nova geração!

  326. Gatusso

    -

    24/02/2011 às 9:10

    Bom dia amigos. Vamos votar pelo Rei:
    http://www.whopopular.com/Reinaldo-Azevedo

  327. Valmir

    -

    24/02/2011 às 9:08

    Reinaldo,
    Não sei se contaminado pelas suas opiniões, mas tenho observado que até mesmo os livros já vem com e

  328. Rubens Cosga

    -

    24/02/2011 às 9:02

    Reinaldo, bom dia! Sei que aqui o assunto é outro, mas vamos lá: Gostaria de saber o motivo pelo qual não li em nenhum lugar que o Lula se encontrou 4 vezes com o ditador Khadafi e que o chamou de amigão… Silêncio dos Inocentes?

  329. Lucaveira

    -

    24/02/2011 às 9:02

    Vigarice e idiotice agora são diciplinas .

  330. Anouk

    -

    24/02/2011 às 9:00

    Corrigindo:
    “para que tornem-se adultos bem preparados” ou “bem preparados para vida adulta”.

  331. Rodrigo A

    -

    24/02/2011 às 8:56

    Rei,
    Por mais que os vermelhos nos preparem para o pior, devo admitir, foi difícil ler esse post até o fim…
    Haja estômago!

  332. Sergio Hora

    -

    24/02/2011 às 8:55

    Não dá pra comentar tudo o que essa gente te escreveu. Apenas umas observações. Se RFF e Chico são molestados e não molestadores escondidos sob falsa condição, são molestados que já falam a língua dos molestadores – ou seja, trabalho feito. Eu desconfio.
    E é bom avisar pro Chico que quem tem “aparição” é assombração… Pensando bem, tá certo: essa gente assombra mesmo.

  333. bULMASTIFF

    -

    24/02/2011 às 8:54

    eta povinho atrasado esse brasileiro, quer ser Americano ou Europeu, mas com cabeça de cubano e de africano. Como eu falei há um tempo, as mesmas tática usada no Rio Grande do Sul será usada em São Paulo. Quando conseguirem São Paulo aí a cobra vai fumar.

  334. Strapasson

    -

    24/02/2011 às 8:53

    Olá. Primeira vez no ambiente.
    Sou professora de História.
    Sala de aula não é palanque nem púlpito.
    Pago um preço alto por este posicionamento. Com os petralhas, claro.

  335. Guiu

    -

    24/02/2011 às 8:52

    Já fui estudante de Direito (embora não tenha me formado) e lembro dos caras do Centro Acadêmico tentando arrastar os estudantes para protestar no calçadão contra a privatização da Vale. Eles interrompiam as aulas p/ conclamar uma marcha como se todos fossem de acordo com aquela manifestação. Claro, alguns trouxas foram, mas a maioria da sala ficou indiferente, na falta de uma opinião própria. Por isso, sou grato ao meu velho pai, trabalhador desde os 8 anos de idade e também um investidor. Foi ele quem me recomendou justamente o contrário: comprar ações da Vale na época da privatização. Sete anos depois, com a merreca do saldo da poupança de estudante que utilizei para comprar as ações, eu já tinha dinheiro para comprar um carro, se quisesse.

  336. gaúcha indignada

    -

    24/02/2011 às 8:49

    Caro Reinaldo, é assustador. Os educadores estão fazendo “lavagem celebral” nos estudantes, colocando o partido da seita, da taxa de sucesso, da maracutaia nos “ensinamentos” em vez de ministrar aulas, cultura, conhecimento, sem qualquer filiação partidária. Ditos professores devem ser presos, com urgência.

  337. Heitor

    -

    24/02/2011 às 8:48

    Não precisamos ir ao site do MEC, pois sentimos o mal cheiro de longe. As palavras mal escritas desses militantes mostram que estamos corretos. Gritaria no meio da rua só serve para perturbar o sossego.

  338. Jota

    -

    24/02/2011 às 8:46

    Tio Rei, o que vi aqui é um retrato perfeito do que vi e vivi em sala de aula no meu segundo grau feito em escola pública, concluído no inicio dos anos 90… a doutrinação esquerdista cegou meio mundo… a educação está dominada pelos esquerdopatas. Estamos muito pior do que podemos imaginar. Me preocupo muito com o futuro dos meus filhos.

  339. Anouk

    -

    24/02/2011 às 8:45

    Reinaldao,
    Você é genial. Basta cutucar um pouco e a verdade aparece. Meu Deus, os adolescentes estao num processo delicado de auto-afirmacao, compreensao do mundo etc e tal. Engajamento social é para adultos. Nas escolas os jovens precisam aprender português, matemática, história, geografia e os valores morais para que tornem-se adultos bem preparados para a vida adulta. Os trabalhadores da educacao sao manipuladores perversos da mente de indivíduos ainda em amadurecimento.

  340. Heitor

    -

    24/02/2011 às 8:43

    Os professores de hoje ensinam tanto porém ninguém vê que os PeTralhas falam uma coisa, mas fazem outra.

  341. Rafael

    -

    24/02/2011 às 8:41

    Que horror!!!

    E eu que achei que essa gente escrota se limitasse às universidades públicas e um ou outro professor de história/geografia prontamente ignorados pelos alunos.

    Pelo menos meu irmão colocou no devido lugar um desses idiotas que lhe dava aula no colegial, com o devido respeito, claro, apenas lembrando que o herói dele (Fidel, olha o nível) era um assassino.

  342. Fabio

    -

    24/02/2011 às 8:40

    Caro Reinaldo.

    Sei que não é fácil perder tempo lendo textos que invoquem “igualdades sociais”.
    Enfim, é o preço a se pagar na sua atividade.
    O que os bobinhos (alunos) e tolos(professores) não sabem é como funciona o transporte por ônibus. Aliás, a maioria da população também não.
    Os administradores desta atividade gostariam que as tarifas ficassem congeladas 10 anos ou mais. Mas quem segura os custos suportados: Chassis, carrocerias, salários que são obrigados a aumentar todo ano,óleo díesel que nos últimos anos tem sido corrigido mais que gasolina, dando preferência ao transporte individual,peças, tintas, e outros infinitos produtos, além, é claro, dos tributos, dos quais nem é preciso falar. Cito ainda, desconto para estudantes e professores, idosos, deficientes,e mais alguns penduricalhos que os vereadores criam, tudo isso suportado pelas empresas ao invés da sociedade. Os governos deveriam adquirir passes normais e depois distribuí-los a quem achar de direito de acordo com as leis de isenções, mas sabemos bem como seria distribuído, principalmente se lembrar os costumes de certos partidos.
    Abraço.

  343. Anónimo

    -

    24/02/2011 às 8:40

    Como sempre sem querer puxar o saco, mas o Reinaldo tem tirada…

    Esquerdistas aproveitadores do trabalho alheio…kkkkkkk essa foi ótima!

    “professor” de “trabalhador da educação” já entrega o serviço. É militante do PT e e é sindicalista. Eu agora vou me identificar como “trabalhador do jornalismo”. Os médicos serão “trabalhadores da saúde”; os faxineiros, trabalhadores da limpeza; e os esquerdistas, aproveitadores do trabalho alheio!

  344. CerradoemChamas

    -

    24/02/2011 às 8:39

    Reinaldo,
    Agradeço-lhe a parabenizo sua iniciativa de retomar este assunto sobre o proselitismo esquerdopata nas salas de aula do Brasil.
    Este assunto deveria merecer por parte, inclusive de VEJA, uma campanha anual em que durante todo um mês do ano os jornalistas da revista demonstrasse nas suas páginas o mal que as escolas públicas e privadas do Brasil estão causando aos nossos filhos.
    O que deveria ser motivo de preocupaçào primeira dos professores e dos políticos é a vergonhosa posição que nosso país ocupa nos exames internacionais de conhecimento acadêmico.
    Temo que nosso futuro esteja perdido!

  345. walter

    -

    24/02/2011 às 8:38

    Eu conheci uma adolescente que participou destas manifestações(estudou com a minha filha em um colégio estadual) e,um dia lhe perguntei que vestibular ela iria fazer e ela me respondeu que nenhum pois havia perdido o dia da inscrição!!!

  346. Oscar

    -

    24/02/2011 às 8:37

    Reinaldo,
    esse tipo de conversa é típica de gente de partido. Os alunos não tem capacidade de escrever isso. Isso é discurso doutrinário. Essa gente são proto-facistas criando uma geração de facistóides. São Peter Pans ignorantes cheios de testoterona no cérebro.
    Dei aulas durante 12 anos em escolas particulares. Essa gente, da área de humanas está toda contaminada pelo pensamento único e autoritário, e os donos dessas escolas se acham moderninhos por terem como funcionários gente com esse conteúdo.
    No médio prazo o país estará perdido, pois essa gente e a geração escravizada criada por eles, não contribuirão com nada, pois nada sabem fazer a não ser distorções da realidade.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  347. Marcelo

    -

    24/02/2011 às 8:36

    Rei, por isso você é o cara. É preciso doses cavalares de paciência e autocontrole para ler, digerir e expelir essa gente.

  348. Esperança

    -

    24/02/2011 às 8:34

    Carga ajustada – A partir desta semana e após o Carnaval, as nomeações para o segundo e terceiro escalões da administração federal começam a ser consolidadas. As indicações tinham sido suspensas por conta, especialmente, da votação do salário mínimo, concluída na noite de quarta-feira (23) no Senado Federal. Ao contrário do que disse o ministro das Relações Institucionais, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), a base governista foi pressionada para garantir a aprovação do mínimo de R$ 545,00.

    A bancada do PMDB na Câmara dos Deputados não escondeu que a unanimidade do partido mostrada na votação do salário mínimo seria cobrada com a nomeação de apaniguados para o segundo escalão. Embora o segundo maior partido da base apresente sua fatura, caciques peemedebistas terão de servir de barriga de aluguel para muitos petistas de carteirinha.

    Um deles é o ex-marido da ex-senadora Ideli Salvatti (PT-SC), Eurides Mescolotto, que deverá ser mantido na presidência da Eletrosul por conta do apadrinhamento do senador José Sarney (PMDB-AP). Neste caso o Palácio do Planalto insiste na tese de que quanto menos mexer no setor elétrico, melhor para o governo.

    O PMDB já entregou quase toda a lista de cargos que pretende. A relação tinha sido anunciada no início de fevereiro, depois que o veto ao presidente de Furnas tinha sido um assunto superado dentro do partido. No PT continuam as divergências pela vaga do partido no grupo de sete deputados que auxiliarão o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza.

    Tecnicamente estaria escolhido o deputado Odair Cunha, de Minas Gerais, como vice-líder, mas por conta desse atraso também não foram anunciados oficialmente os nomes dos demais partidos da base. Pelo critério de proporcionalidade, somente os partidos com assento na Mesa Direta têm direito a indicar um vice-líder de governo.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  349. Achmed

    -

    24/02/2011 às 8:32

    Tio Rei,
    Só pelo palavreado dá prá ver que entre os comentaristas não tem um só aluno!!
    São todos “trabalhadores do ensino”, com comentários devidamente devidamente revisados (toscamente, é claro!) por seus pares, defendendo os fedelhos ignorantes, que pensam lutar contra a classe dominante, ou seja, SEUS PROPRIOS PAIS!!!
    Segue trecho de “REBELDE SEM CAUSA”, musica da banda “Ultraje a Rigor”:

    “Não vai dar, assim não vai dar
    Como é que eu vou crescer sem ter com quem me revoltar
    Não vai dar, assim não vai dar
    Pra eu amadurecer sem ter com quem me rebelar.

    PAPAPA PAPA PAPAPA
    MAMAMA MAMA MAMAMA”

  350. didi iashin

    -

    24/02/2011 às 8:30

    Faxineiros são operadores ecológicos, “seu” Azeredo!!!!
    Estou tentando, até hoje, aos 53 anos, me livrar das bobagens que me ensinaram na escola. Acho que as únicas coisas que aprendi sem viés esquerdista foi Inglês e Francês. O resto … Pfuit!!

  351. Marcos Bor

    -

    24/02/2011 às 8:28

    O tal do França se diz “trabalhador da educação”. Pois bem, foi muito bem identificado pelo Tio Rei. É petista, e como todo petista é VAGABUNDO DA EDUCAÇÃO. Conheço está ralé da educação muito bem. Nunca cumprem o programa da disciplina. Vão levando com a barriga e conseguem enrolar os alunos menos espertos. Os bons alunos são os primeiros a denunciá-los. Vai trabalhar vagabundo.

  352. Sandra

    -

    24/02/2011 às 8:27

    Numa coisa eles acertaram: são vistos como estorvo, não como heróis.
    E se houver professores na escola de minha filha que venham com essa conversa mole de colocar a vida dela em risco lutando por alguém sem perguntar se esse alguém deseja essa inconveniente ajuda, a escola vai saber o que é bom para a tosse.
    A minha filha é o que mais importante tenho na vida. Para defendê-la, não respondo por mim.

  353. Paschoal O Copista

    -

    24/02/2011 às 8:26

    Talvez fosse interessante que esses mauricinhos que nunca andaram de buzão, se cotizassem, comprassem passagens e as distribuissem diariamente nos diversos pontos de ônibus da cidade, num gesto de verdadeira cidadania e preocupação com os menos favorecidos. Infelizmente o que elles fazem com a grana que o “papi” dá, é para encher a cara de cerveja nos botecos ao redor das escolas. Todo mundo vê e sabe da qualidade desses meninos com a disposição que têm para com o exercício de cidadania

  354. J.Camargo

    -

    24/02/2011 às 8:24

    PS: Comentário anterior tinha um errinho , favor desconsiderá-lo.

    Pois é! Sabe que eu aqui com minha simplicidade de ensino médio, obtido graças aos exames supletivos anuais oferecidos pelo Governo de São Paulo, ex- abduzido, iluminado por assim dizer, pelas leituras da revista Primeira Leitura, e depois pelas visitas diárias e constantes ao site do Professor com “p” maiúsculo Reinaldo “Azeredo”, já me considero mais esclarecido do que muito “professor” por aí. Será esse mais um milagre do petismo?

  355. Jacqueline

    -

    24/02/2011 às 8:22

    pois é jornalista, as universidades estão abarrotadas dessa gente, são sempre os mesmos tipos: barbudos, cabeludos,sujos, repetentes, desocupados, bocudos etc, estão sempre em rodinhas tramando alguma coisa,reclamando de alguma coisa, enquanto isto, outra classe de estudantes estão as voltas com cálculos,números outros estão se matando com as fisiologias e anatomias da vida, mas após formados, terão que batalhar muito por um espaço e com muita dificuldade comprarão um 1.0 flex e os cabeludos sujos, serão apadrinhados em algum diretório, e depois virarão políticos petralhas,com seus carrões, suas viagens internacionais, seus cartões corporativo, tudo pago com o dinheiro dos “bestas” que estudavam, enquanto os valentões faziam arruaças.

  356. Ivan

    -

    24/02/2011 às 8:22

    O mais triste e perverso nessa história toda é que estes estudantes, com seus corações altruistas devidamente manipulados por estes exterminadores do futuro, só vão perceber que foram manipulados e que desperdiçaram suas vidas estudantis lá na frente quando entenderem que se tivessem se aplicado nos estudos e aprendido com bons mestres teriam condições reais de contribuir para a melhoria da sociedade brasileira sendo bons professores, bons médicos, bons advogados, bons engenheiros, bons jornalistas, bons sociólogos, etc. , ao invés de se verem limitados a seguir a carreira pobre de pelegos e de molestadores de uma nova geração de estudantes com coração altruista.

  357. Chesterton

    -

    24/02/2011 às 8:20

    Lendo o que esses “estudantes” escrevem dar pra entender a causa da educação do Brasil ser uma das piores do mundo.Reinaldo, você já percebeu como esses “santos do pau oco” nunca se manifestaram contra os “erros” do Enem, por exemplo,ou contra a péssima qualidade do ensino público? “chicote” neles!!!

  358. Curica

    -

    24/02/2011 às 8:20

    Incrivel como eles estão infiltrados em todos os setores é no STJ e STF e principalmente nas escolas porque é mais facil doutrinar essa molecada ingenua e as vezes até maldosa, precisamos dar um basta nessa gente.

  359. esther correa

    -

    24/02/2011 às 8:19

    Oi tio Reizinho
    Não aguento mais ouvir falar em diversidade. Até parece que começou a existir só agora. Até parece que dar outro nome às coisas as tornam novas.
    Então ao invéz de advogada, serei Trabalhadora do Direito ou das Leis. Ai, ai, quero que essa gente dê a metade do que tem para os pobres, fazendo assim, a reclamada justiça social. Quer dizer, pobres não, Trabalhadores sem Nada.

  360. Francisco Magalhães Barros Junior

    -

    24/02/2011 às 8:19

    Bom dia Reinaldo!
    Esses quatro patas estão espalhados a soldo público por todo o Brasil. Aqui em Belém, eles já se mobilizam para evitar o aumento das passagens urbanas, as vezes são meia dúzia, estudantes profissionais e falsificados, vovôs do be-a-bá, não se constrangem uma vírgula pelo estrago que fazem no cotidiano de quem apenas quer trabalhar, nossa tarifa de R$.1,85, abrange linhas que passam por áreas rurais e se prolongam por até mais que 75 km. Achas pouco? Eles não. Algum domador estalou sua muchinga na Câmara de Belém e Advinha? Aprovaram uma tal lei que obriga as empresas a ceder 100% da frota (devem incluir os que estiverem em manutenção), um domingo por mês, de graça, aprovada por unanimidade, como tudo que é desonesto e burro demais. Já pensou? O vagabundo entra no ônibus e não precisar apresentar seu passe de estudante paraguaio e ainda não pagar nada? Isso é nojento demais, chega a me dar vergonha de ter nascido no Brasil.
    Ps: A tarifa de Belém, é se não for, é uma das mais baixas entre as capitais e vale para toda a região metropolitana.

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  361. Leandro Ribeiro

    -

    24/02/2011 às 8:18

    Bobagem gastar saliva e palavras com esta “horda”. Em suas cabeças eles acreditam – de verdade – que estão certos. Tio Rei, acredito que você está falando de música para surdos. Eu já não perco (mais) o meu tempo. Leio o que eles escrevem apenas pela comédia involuntária.

  362. Aldo Matias Pereira

    -

    24/02/2011 às 8:16

    Reinaldo,
    Dá-lhes Reinaldo. Os filhotes de oded precisam ser colocados em seus devidos lugares! Paulistas e paulistanos: leiam e analisem o que Reinaldo vem denunciando. Seus filhos estão em risco, sim! Depois não venham querer matriculá-los em Santa Cruz de la Sierra ou em Santa Maria de la Habana para conseguir aquela boquinha tão sonhada no primeiro sindicato da esquina porque todas as vagas já estão devidamente preenchidas e são direito adquirido por herança!!!

  363. Maria Helena

    -

    24/02/2011 às 8:15

    O que o chico falou é a cara do lula. Aposto que ele pretende, logo, logo, tentar a façanha de seu guru. Aliás, virou moda ficar-se assanhado com a possibilidade de pousar no Planalto e posar (desculpe o plágio, Reinaldo) de presidente dessa republiqueta brasileira. Se ele realmente estivesse preocupado com os pobres, iria às ruas cobrar ensino público de vergonha, lisura na administração pública, suibstituição de esmola por emprego digno, esporte, segurança, saúde, trabalho, trabalho, trabalho… que é o que dignifica o homem. O resto é balela de filhinho de papai, sim.

  364. Ronaldo

    -

    24/02/2011 às 8:15

    Reinaldão… mais um pouquinho você vai ter direito a um Adicional por Insalubridade!

  365. Cláudio Luís

    -

    24/02/2011 às 8:12

    Esses são os saudosos da URSS e do Muro de Berlim. São os idiotas esquerdopatas típicos, retratados com muita propriedade no excelente livro Manual do Perfeito Idiota Latino Americano de Plinio Apuleyo Mendonza, Carlos Alberto Montaner e Alberto Vargas Llosa.

  366. Sergio

    -

    24/02/2011 às 8:08

    Pois comece então meu caro “trabalhador do jornalismo”! Eu fui “trabalhador da educação” (na linguagem deles, não na minha) por muitos anos e bem sei dos estragos promovidos por esses “pústulas” infiltrados, fantasiados de mocinhos de filme de cowboy. Basta olhar o panorama e os indices que acompanham a educação(sic) brasileira perante o resto do mundo. O buraco está muito lá embaixo.
    Comece Reinaldo e eu te acompanho…

  367. Tatiane

    -

    24/02/2011 às 8:07

    Reinaldo você é incrível… quanto mais eu leio, mais admiro. Nos telejornais, não ouvi nada a respeito disso que acontece com estas crianças. e eu fico aqui pensando o que os pais perguntam ao seu filho quando ele chega em casa depois de uma manifestação? eu simplesmente não entendo…
    Rei, vai forte porque a massa que te segue é muito maior e chega mais longe do que eles imaginam….

  368. Marcos Lima

    -

    24/02/2011 às 8:07

    Tio Rei,
    Uma coisa eles estão “esquecendo”:
    99% das viagens de transporte público de um trabalhador com carteira assinada são pagas pelo patrão.
    Agora vão me dizer que eles têm que ter o direito de pegar um ônibus para ir à missa domingo de manhã e é por isso que estão protestando… hahaha … hipócritas!

  369. Marcelo Guterman

    -

    24/02/2011 às 8:07

    Uma perguntinha: o movimento Passe Livre se manifesta também nas cidades comandadas pelo PT? Ou nestas a tarifa já é zero?

  370. Anti comuna

    -

    24/02/2011 às 8:03

    Olha, não concordo com o preço do transporte público. Acho muito alto para os padrões brasileiros, mas tb entendo que não seja maldade pura e simples dos governantes aumenta-las. O que me revolta é o fator que faz com que os preços, e não só o das passagens, aumentem: o aumento dos custo dos insumos devido a inflação e a carga tributária nas alturas. O que estes moleques alienados do mundo real e facilmente manipulados por aqueles professores legais e doescoaldos das escolas particulares precisam entender é que o Brasil pintado por Lula simplesmente não existe. O Brasil está com inflação alta e em alta, os gastos públicos estão descontrolados e a iflação de volta. O custo de várias coisas subiu e muito: combustíveis, aluguel, comida, plano de saúde, casa própria etc. O problema é que essas “crianças” ainda não trabalham e não precisam pagar suas contas, senão, provavelmente veriam de quem realmente é a culpa pelo aumento das passagens: do governo federal que não controla a economia de forma adequada.

  371. Magela

    -

    24/02/2011 às 8:00

    Pais do Brasil, fiquemos atentos pois este vírus irá espalhar-se por todo o país. O que antes eram manifestações isoladas em escolas públicas, agora está à solta também nas escolas particulares. Precisamos investigar e intervir, seja conscientizando nossos filhos, seja indo às escolas conversar diretamente com os “molestadores”. Precisamos também divulgar isto para o máximo de pessoas de nossas relações. Não podemos correr o risco de comprometer o futuro de nossos filhos, tornando-os lacaios do que de pior existe no mundo.

  372. Sandra

    -

    24/02/2011 às 7:57

    Isso não é novidade, Reinaldo. Alguns professores de minha época fizeram o mesmo, só que eu, COMO VOCÊ, estudei em escola pública (viu, filhotes?)
    Eles vinham com esse papo de que caberia aos estudantes mudar o mundo, enquanto eles assistiam de camarote. Um dia, decidiram fazer uma greve, mas, com medo de represálias, disseram que a greve era dos alunos. “VOCÊS CONDORDAM?” “NÃO, EU NÃO CONCORDO. OU ASSUMAM A PRÓPRIA GREVE OU NÃO A FAÇAM”. Mas alguns colegas concordaram e resolveram participar ativamente do processeo, panfletando. Na década de 80, isso ainda dava cadeia. Três alunos foram presos. CADÊ OS COVARDES? Disseram que não tinham nada com isso, QUE NÃO ESTAVAM EM GREVE. Três professores que não estavam participando da não-greve é que foram até a delegacia tentar libertar os estudantes. Um deles disse a uma das alunas que se ela desejava ajudar REALMENTE a sociedade faria melhor tornando-se uma grande profissional. A garota queria ser médica. Espero que tenha realizado seu sonho e que seja uma grande médica. Mas imagine o sacrifício, anônimo, ainda por cima, que é batalhar para entrar num curso de medicina, formar-se, enfrentar um dia-a-dia duríssimo… É muito mais glamouroso e rápido jogar rojão na prefeitura. Esses estudantes ainda não aprenderam a desconfiar do que é rápido e fácil. Fazer o quê? A vida irá ensiná-los, como ensinou meus colegas.

  373. garfiozo

    -

    24/02/2011 às 7:56

    gozado. os palhaços f.d.p solta rojão na prefeitura. no gabinete da dilminha 545, ninguem solta?

  374. Marcelo Salgado

    -

    24/02/2011 às 7:51

    Por uma escola sem partido. Perfeito..!

  375. celia pereira

    -

    24/02/2011 às 7:50

    Pois é, certamente é um bando de babacas remelentos e com acbeça oca. Os pais destas criaturas deviam lhes ensinar a terem educação, a tratarem seus empregados com respeito, generosidade.

    A não sujarem as ruas, quando forem dirigir, respeitar as leis de trânsito, isto sim, é cidadania.

    Vão caçar sapo, bando de remelentos!!!!

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  376. Paulo

    -

    24/02/2011 às 7:45

    Por essas cartas dá para ter uma noção do ponto que chega a ignorância e como ela se transforma em fanatismo para trabalhar em favor de uma ideologia. O PT está realmente disposto a fazer reviver nesse país o inferno do regime comunista e isso está progredindo rapidamente. Tenho um amigo que trabalha num setor da presidência e, segundo ele, olhando o nível cultural e o discurso das pessoas que trabalham em postos chaves daquele setor, pode-se ter certeza que a revolução do proletariado começou há muito tempo.

  377. CULPA

    -

    24/02/2011 às 7:45

    Culpa é dos donos de escolas particulares que empregam estes ESQUERDINHAS imbecis que vão formar gente para ACABAR COM ELES
    BUrrice, REI, TÉM PREÇO….É necessário LIMPAR nossos colégios desta corja de bandidos travestidos de mestres

  378. joe

    -

    24/02/2011 às 7:43

    Sr Azevedo, sei que esta fora do assunto, mas nao sei mais a quem expressar minha indignaçao, tendo em vista as vultosas somas publicas despendidas em propaganda aqui no RJ. A Rede Globo fechou um quartel da PMERJ. Nos dias 23, 24 e 25 todos os PM’s do Regimento de Cavalaria foram e serão tirados de suas funcoes de patrulhamento nas ruas e eventos esportivos para participar compulsoriamente das gravacoes da proxima novela da emissora. Serao usados do estado os cavalos, as carretas de transporte de animais, os policias (que receberão R$80,00 SE TRABALHAREM). O Regimento receberá em troca 30 celas. Não, eles não tiveram o bom senso raso tipico do modo como as coisas são feitas no Brasil, de usar só os policias de folga, foram empregados todos; ontem teve jogo no Engenhão, e o policiamento considerado imprescindível foi suprimido com vistas as gravacoes.
    Se é legal eu nao sei, mas decerto que usar o erario pra promover o privado, e privar a sociedade de polciamento é imoral.

  379. este cara é um safado

    -

    24/02/2011 às 7:43

    Ele não é aluno – risosss- ESTE canalha É UM PETISTA, está na cara, que aproveitou a oportunidade para colocar para fora todos seus complexos de inferioridades e fracassos
    Observa-se a BURRICE em cada linha e o despeito e rancor

  380. Eduardo

    -

    24/02/2011 às 7:41

    eh eh eh…parabéns pelo raio-X que vc está fazendo dessa situaçao imbecil e pelas desancadas aos imbecis que te escrevem tantas asneiras (de conteúdo e de forma!). Duvido se sao realmente quem dizem que sao ou apenas pelegos-petralhas, funcionários dos diretórios soviéticos, que ficam o dia inteiro enchendo os espaços da mídia com comentários boçais de comunistas do século XIX. O mais incrível é que a imprensa nao cobra deles a mesma “atitude revolucionária” nos transportes em cidades como o Rio de Janeiro, onde o transporte público beira o caos e é indecente até para animais (exceto petralhas…eh eh eh). Se fizesse isso, o caráter meramente politiqueiro preparatório às eleiçoes 2012 ficaria claro, nao é mesmo?

  381. José Pereira

    -

    24/02/2011 às 7:41

    “…E os esquerdistas, aproveitadores do trabalho alheio”, destruidores de consciências; esses se deleitam na tecla de retrocesso, ainda que sigam juntos para o atraso a que levam a Sociedade, uns por pura preguiça e outros, convictamente, por má fé mesmo!

  382. Mariazinha

    -

    24/02/2011 às 7:40

    O senhor tem estomago, seu Reinaldo! Aguentar frases como “Eu, assim como creio que a maioria dos manifestantes que são avantajados em relação à classe social a que pertencem…”. AVANTAJADOS???? Uauuu! É um sério candidato ao Nobel de literatura, não acham?

  383. Gramsci II

    -

    24/02/2011 às 7:35

    retifico: No comentário intitulado Gramsci, leia-se bordões e não brodões. ps: legal se houvesse um corretor de texto no post. Abraço.

  384. Gramsci

    -

    24/02/2011 às 7:33

    Prezado Reinaldo: este tópico me faz recordar o meu último ano do ensino médio nos idos de 1989(antigo 2º grau), onde os professores “PeTelóides” tentavam fazer nossa cabeça, subliminarmente é claro e para nosso divertimento. Recordo-me especialmlente de um jovem professor de história cujo método de avaliação utilizava uma redação com um tema político. Quase sempre eu obtinha nota máxima, e por quê? porque utilizava-me de brodões comunistas do tipo: “em 15 de novembro daremos o troco” ou “..somos os novos sans cullot”, etc. Era muito divertido fazer escárnio dos PeTelóides dentro do “jogo” deles.

  385. flavio

    -

    24/02/2011 às 7:24

    corre na net uma piadinha interessante bem adequada para o seu texto. conta a historia de uma menina, filha de pai rico que vivia falando este tipo de asneira. certo dia ela chegou ao pai e comentou que a amiga, que vivia so festa,namoro, passeios, etc…estava muito mal e iria reprovar, e ela que so vivia pra estudos, seria aprovada com louvor. entao o pai sugeriu que ela falasse com o professor e cedesse parte dos pontos que ela tinha em excesso para a amiga ser aprovada. dai ela reclamou, pois a amiga tinha vida facil e ela vivia estudando. foi quando o pai disse BENVINDO AO CAPITALISMO MINHA FILHA.
    Quem sabe um destes idiotas vai morar na zona leste. O grande perigo de dilma e justamente este. Lula era um babao, um falastrao, um banana , era aplaudido mas nao dizia nada oom nada. dilma sabe o que quer, tem “biografia” e isto esta incentivando pessoas a daqui a pouco fazerem o mesmo que ela fez.
    isto e muito perigoso

  386. M

    -

    24/02/2011 às 7:20

    Reinaldo, como sempre, adequado, preciso!

    Passe livre para a democracia!

  387. Guilherme C.

    -

    24/02/2011 às 7:06

    Lenin cunhou uma expressão especial para homenagear esse tipo de estudante: os “idiotas úteis”.

  388. Luz no Fim

    -

    24/02/2011 às 7:03

    “Azeredo”, cada vez que você abre uma caixa de pandora, eu penso: há esperança, há um lugar onde ainda se pensa com coragem. E meu dia segue mais agradável.

  389. Perola

    -

    24/02/2011 às 7:02

    Para onde nos está levando a ascensão do PT ao poder e consequente possibilidade de infiltração em todas as camadas da sociedade?De volta ao passado (comunismo)?

  390. Roberto

    -

    24/02/2011 às 6:56

    O que mais me deixa estarrecido é que se proclamem professores e alunos… São é um bando de analfabetos funcionais e desprovidos de qualquer conhecimento mais profundo de sociologia e filosofia !
    Lamentável… Tio Rei, até quando teremos de os aguentar ???? O pt conseguiu acabar com a inteligência no país ????? pt com minúsculas meeeeessmo !

  391. Marcus Meyer

    -

    24/02/2011 às 6:46

    E aonde estão agora estes babacas preocupados com os menos favorecidos que não vão às ruas protestar pelo pífio salário mínimo imposto pelo PT?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados