Blogs e Colunistas

20/01/2010

às 4:39

MAIS SOBRE UM IDIOTA

Fui pesquisar um tantinho mais para saber qual é do tal Mark Weisbrot, que escreveu aquele artigo na Folha afirmando — Deus do céu!!! — que os EUA temem a democracia no Haiti e conspiraram com a França e o Canadá para depor o governo de Aristide!!! Uau! Façam a pesquisa vocês mesmos! É um vigarista intelectual comprovado.

Segundo se percebe, o tal instituo de que é diretor — um troço chamado Centro de Pesquisas Econômicas e Políticas — é só um think tank a serviço de Hugo Chávez. E o coronel costuma remunerar muito bem seus esbirros mundo afora. Aqui no Brasil, mesmo, e um dia ainda saberemos de tudo, há ao menos um jornalista que enriqueceu e um sociólogo que nada em dinheiro. Tarefa de ambos: fazer aquilo a que se dedica o tal Weisbrot. Se ele faz de graça, nos EUA, o que dois espertalhões cobram caro para fazer na periferia, então é imbecil.

Espantoso é que um cara como esse escreva na imprensa brasileira artigos como aquele de ontem. Investir na tal pluralidade de visões etc. parece bacana. Será que, em nome dela, tudo é permitido? Até mesmo acusar os EUA de estarem conspirando contra a “democracia no Haiti”? Pergunta: um intelectual latino-americano que tivesse tal tese encontraria acolhida no jornal?

Há diferença entre pluralidade e vale-tudo? Chegará o dia em que franquearemos a Bin Laden o espaço para expor os seus motivos?

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

31 Comentários

  1. ADEMIRO

    -

    21/01/2010 às 11:11

    Por que tanta inveja do EUA ? Eles tem experiência em reconstru-
    ção.

    AVISO AOS IDIOTAS.

    O Haiti precisa ser reconstruido.Não precisa de obras do PAC.

    Quanto ao jornal A FOLHA,com todo respeito , não serve nem para
    embalar “merda”

  2. UM NOVO FILME VEM AÍ!!!

    -

    21/01/2010 às 0:22

    PRIMEIRA PÁGINA NA FOLHA MARINHA. “A FILHA DA LULA”

  3. rocket

    -

    20/01/2010 às 19:35

    Idiotas existem em todos os lugares, até mesmo, nos lugares mais inesperados.

  4. Bond

    -

    20/01/2010 às 18:41

    Se o terremoto foi ou não antropogênico, isso provavelmente não saberemos. Não é impossível, dado que a tecnologia necessária existe. Mas que a proposta reconstrução segue os mesmos padrões usados nos países invadidos não há dúvida. Há quem diga que o Haiti sempre fez parte da reserva estratégica americana de petróleo, maior até que a reserva venezuelana, além de possuir jazidas de urânio, irídio, ouro, diamante, cobre etc. Isso saberemos logo. O que se sabe é que grandes companhias já têm direitos de exploração e transporte (portos em águas profundas) e investiram muito no país nos últimos anos, além do próprio governo americano, que construiu em PaP a sua quinta maior embaixada!?

  5. Marcos F

    -

    20/01/2010 às 18:27

    Conta! conta! conta!
    Um jornalista nosso fazendo isso, é um traidor da Pátria. Precisa ser denunciado.

  6. marla

    -

    20/01/2010 às 17:52

    Alguém pode me esclarecer – o que é que o mundo acha que os EUA estão fazendo no haiti??? será que eu sou tão lesada que não tô conseguindo ver a conspiração? e por que o chaves que critica tanto, não vai lá reerguer o TROÇO…e assim demonstrar ao mundo toda a sua competência administrativa? tá todo mundo lokeado????

  7. jefferson

    -

    20/01/2010 às 17:35

    Interessante,Sr. Reinaldo escreveu algo muito parecido com um colunista da scientific american sobre esse fato de que não se fazem mais filtragem de ideias nas redações, deixando qualquer mensagem passar, desde as mais perigosas.

  8. Francoorp

    -

    20/01/2010 às 17:07

    Mas jornalista enriquecendo no Brasil servindo o governo tem muito, lembra do governo do sociólogo FHC, tudo quanto é jornalista de todos os mais baixos jornalzinhos do paìs fez o pé de meia naquele governo!!

  9. LIMA

    -

    20/01/2010 às 17:01

    REINALDO.
    A FOLHA ESTA CADA DIA PIOR. LOGO SUA UTILIZAÇÃO VAI SER IGUAL A QUE FAZEM OS CUBANOS.

  10. Daniel Duquenal

    -

    20/01/2010 às 16:01

    Estimado Reinaldo

    Disculpe que tenga que escribirle en español.

    Aquí en Venezuela conocemos muy bien las fechorías que ha hecho desde su computadora el señor Weisbrot. Incluso ha aparecido en el congreso de los Estados Unidos en “hearings” para defender al comandante Chávez.

    Parecería que ve la estrella de Chávez palideciendo y empieza a buscar en otros países nuevas entradas para su dinero. ¡Cuídense!

    Saludos

    http://daniel-venezuela.blogspot.com/

  11. José Paulo

    -

    20/01/2010 às 15:09

    Caro Reinaldo, corrija-me se estiver enganado.
    Desde os primeiros dias após o terremoto, estava claro que o país precisava ser ocupado, sim, esta é a palavra, ocupado, por uma ou por algumas nações com instituições fortes. Caso contrário, correríamos o risco de ver o Haití nas mãos de Hugo Chaves, Fidel e do lulo-petismo. O Haití em pouco tempo se transformaria no paraízo cucaracha das farcs, al-qaeda, hamas e sei lá o que mais.
    O terror já está instalado no Haití, só faltam alguns malucos para organizá-lo.

  12. MORRER DE RIR...

    -

    20/01/2010 às 13:45

    Vai ver, na visão desse “intelequitual”, os Estados Unidos e o Canadá morrem de inveja da “democracia” haitiana desde papa-Doc e seus ton-tons macoutes até Aristide.
    Aparece cada um…

  13. QUAKER

    -

    20/01/2010 às 12:52

    CHEGARÁ O DIA EM QUE VAMOS EXPOR OS RESTOS DESTA QUADRILHA DE MOLÚCULOS E TUBARÕES MARTELO MESMO QUE SEM FOICE, SEM DEDO, SEM MORAL,SEM VERGONHA,SEM NOME,
    SEM CARATER, SEM OQUE MAIS?
    NÃO ISSO NÃO!
    ISTO ELES TEEM.AFINAL QUEM TEM, TEM MEDO.
    MAS POR QUANTO TEMPO?
    ENQUANTO DURAR A NOSSA EXISTÊNCIA “ETERNA”!

  14. Dida

    -

    20/01/2010 às 12:47

    Não duvido que o sr. Chávez já tenha descoberto que os EEUU é que está provocando os terremotos no Haiti, para poder ocupá-lo de vez.

  15. Ex-petista

    -

    20/01/2010 às 11:40

    Por falar em Chávez… ontem, um grande jornal brasileiro dizia que Hugo Chavez e Evo Morales faziam restrições à atuação dos EUA no Haiti.

    Engraçado é um jornal como aquele dar destaque ao que os bananeiros falam, como se fosse novidade… e importante.

    O Chávez tá afundando a Venezuela, e ainda tem jornalista ‘repercutindo’ as opiniões da besta.

  16. Boff não, prefiro filé

    -

    20/01/2010 às 11:25

    pior é ter que encontrar com o Dirceu, o Veríssimo e o Boff no Globo On-line. Inimigos da democracia. Exceto, talvez, da “democracia” que há em Cuba.

  17. Rods

    -

    20/01/2010 às 11:19

    REI.

    FAZ TEMPO QUE NÃO ME ESPANTO COM O QUE SE ESCREVE NA FOLHA. ESTADÃO “ET CATERVA”.

    DAQUI A POUCO ATÉ O PALHARES DARÁ UMA CANJA LÁ.

    Rods

  18. MK

    -

    20/01/2010 às 11:01

    Weisbrot quer dizer pão branco em alemão. É exatamente do que é feito o miolo deste “intelectual”.

  19. BASTIÃO

    -

    20/01/2010 às 10:58

    Pluralidade é asim memo, vai do “intelectun supremuns ao burro zé, ou seja: Do FHC ao apedeuta. O “probema” é esbarrarmos com muita imbecilidade, isso contagia mas é isso que os petralhas querem e de certo modo já conseguiram.

  20. Drika Rabelom

    -

    20/01/2010 às 10:57

    Não pára de surgir idiotices sobre a tragédia no Haiti. São falsos cristãos que atribuem a causa do desastre a um castigo divino em virtude da religião que os haitianos professam. Intelectuais de meia tigela conspirando contra os EUA. A última: que este terremoto é consequencia do aquecimento global. Não há o mínimo respeito com a dor de um povo, há muito tempo sacrificado. O que predomina é a vontade de aparecer a partir do sofrimento alheio.

    E aí Rei? Isso contamina, tem muita gente repetindo tais bobagens… O que fazer?

  21. berlatto

    -

    20/01/2010 às 10:33

    Caro Reinaldo.
    Lendo seu texto lembrei-me de algumas figuras que escrevem nos jornais brasileiros. A exemplo deste “pesquisador” americano o tal de Weisbrot, políticos e intelectuais mediocres tem espaço na imprensa em nome da tal pluralidade.Vou dar exemplos: Aqui mesmo no Paraná, principalmente nos jornais do interior do estado, (vivem da grana do governo e das prefeituras) vários vigaristas tem artigos toda a semana. Olhem só as figuras conhecidas: José Sarney, Renan Calheiros, Delfim Neto, Fernando Collor e pasmem, Severino Cavalcante, aquele que achacava o dono do restaurante. OB: Sempre achei esta visibilidade toda de Hugo Chaves comprada. Estão todos a serviço!! abcs

  22. Percio

    -

    20/01/2010 às 10:22

    A foto do Globo de hoje, mostrando dezenas de haitianos embarcado em pequenos barcos é bastante elucidativa sobre o porquê dos EUA estarem, claro, preocupados com a segurança e, principalmente, com a reconstrução do Haiti, tendo já o presidente Obama dito que vai doar US$1B para o país. Para onde esses pobres coitados estão se dirigindo, ou melhor, tentando se dirigir? Para Cuba?? Para a Rep. Dominicana? Ora, é claro que não… Miami fica logo alí, depois de alguns tubarões e correntezas perigosas. O paraíso é logo ali. Logo, o que esse palhaço esconde por trás dessa verborragia babaca, é que o maior interessado no reerguimento do Haiti são os EUA.

  23. Gilson

    -

    20/01/2010 às 10:12

    Oi Reinaldo,
    Você escreveu:
    “Será que, em nome dela, tudo é permitido? Até mesmo acusar os EUA de ESTAREM CONSPIRANDO contra a “democracia no Haiti”? Pergunta: um intelectual latino-americano que tivesse tal tese encontraria acolhida no jornal?”
    Será que não dava pra melhorar o trecho em maiúsculas?
    Abraço.

    REINALDO OBSERVA
    Se você me disser qual é a incorreção, posso tentar. Você não gostou de eu ter flexionado verbo da objetiva indireta reduzida de infinitivo?

  24. De Honduras

    -

    20/01/2010 às 9:57

    Foi por isso que os EUA detonaram a bomba atômica no subsolo. Com o tremor de terra ficou mais fácil assumir o País.
    O problema é que uns ‘comandantes’ de bons soldados, bravos soldados destaque-se, que estão com sentimento de ……… nânicos (entendem)…
    Deixa prá lá.
    Faltam 345 dias……
    O mundo gira …..os quadrados …

  25. Cris

    -

    20/01/2010 às 9:15

    Repito aos colegas,

    Me desculpe quem for assinante na FSP ou da UOL, mas não leio, não acesso, não vejo aquela coisa. Sabem por quê?
    Porque me sinto botando dinheiro no bolso daqueles tipos. Me sinto alimentando-os, pagando sua gasolina, suas empregadas domésticas (siiiiiiiiim, eles têm!), seus vinhos, suas viagens de férias, seus perfuminhos, seuas roupitchas.
    Socialista que é socialista não precisa de nada disso.Basta aquela fardazinha cinzenta, aqueles sapatinhos made in China, a ida ao trabalho de bicicleta ou a pé, a cachacinha 1 vez por mês e as viagens educativas aos comitês.
    Eu ajudo o socialismo, fazendo-o mais puro e autêntico, entenderam?! Não assino a Folha, nem a UOL.

  26. Cris

    -

    20/01/2010 às 9:10

    Rá! calma, Rei, que o dia em que Bin vai publicar artigos na FSP, não demora! Se já teve até defensor de ladrão de relógio, ué!

    Rei, não são OS JORNAIS que dão espaço a este tipo de mequetrefe. Não mesmo! É a FOLHA DE S.PAULO, que deixou de ser jornal faz tempo.

    Senão vejamos: uma redação que abriga Laura Capriglioni, Eliane Cantanhêde, Clovis Rossi, Dimenstein, Kennedyzinho, os Fernandos (aquele um e o aquele outro), Elio Gasparzinho (o fantasminha kamarada), e ainda publica Emir Sader, e Pãodetrigo, além de promotores e juizes do Direito Achado na Esquina Rodando Bolsinha, pode ser chamado de “jornal”?

    Não mesmo! É só um panfletinho, igualzinho a Carta Capital.

  27. Alexandre A. C. Resende

    -

    20/01/2010 às 9:04

    Acho válido que essas pessoas tenham acolhida nos jornais. Assim podemos exercitar a inteligência, capacidade de raciocínio, visão crítica e entender esse pensamento rasteiro e primário de quem se acha iluminado. Achar que pessoas assim não devem se expressar é combater tudo o que temos defendido nos últimos dias. Até os imbecis podem expressar suas idéias, nós é que temos de ter a visão crítica. Até Bin Laden ocupa a imprensa, quando quer, com seus vídeos e comunicados, isso não quer dizer que concordemos com ele.

  28. Manoel

    -

    20/01/2010 às 9:03

    Tem como comparar esse caso e o do presidente do Irã, que teve espaço para falar sobre suas loucuras numa universidade americana?

  29. Fausto Marino

    -

    20/01/2010 às 8:39

    O pão branco do nome delle é financiado pelo ouro negro? O dos venezuelanos é o que o diabo amassou com o rabo, parte do corpo que por algum tempo a bolha assegurou que tinha presa com o leitor. Não parece.

  30. Ricardo

    -

    20/01/2010 às 7:02

    Exato. Bin Laden tem direito a ser ouvido. É mais um perseguido pelo radical império americano, dominado por uma seita judaico-cristã que quer dominar o mundo, se já não domina. Tem direito ao contraditório.

    Não só Bin LAden, mas qualquer “minoria” perseguida tem esse direito. Minoria militante, é claro, que dê voto e ajude na causa.

    Em nome da pluralidade democrática nos meios de comunicação também vamos abrir espaço ao Fernandinho Beira-Mar, perseguido pela Polícia Federal e vítima do estado opressor-capitalista, e a todos que foram parar “do lado de lá” porque outra opção não tiveram senão trilhar pelo caminho da marginalidade.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados