Blogs e Colunistas

12/05/2012

às 6:53

HÁ 2 LIGAÇÕES ENTRE POLICARPO E CACHOEIRA, NÃO 200! LEIAM O QUE DIZEM DOIS DELEGADOS DA PF. E O PAPEL PATÉTICO DO EX-CAÇADOR DE MARAJÁS E ATUAL CAÇADOR DE JORNALISTAS

A quadrilha do mensalão estava mentindo.
A quadrilha da Internet estava mentindo.
A verdade vem à tona de forma clara, cristalina, inequívoca.
Lembram-se da Operação Monte Carlo e das supostas 200 ligações trocadas entre Carlinhos Cachoeira e Policarpo Júnior, um dos redatores-chefes da VEJA e chefe da Sucursal de Brasília? NÃO ERAM, NÃO SÃO E NUNCA FORAM 200! ERAM, SÃO E SEMPRE FORAM DUAS!!!

Collor, num de seus momentos de serenidade no Senado: em vez de apontar o dedo para os corruptos, ele resolveu atacar a imprensa livre. Faz sentido...

Collor, num de seus momentos de serenidade no Senado: em vez de apontar o dedo para os corruptos, ele resolveu atacar a imprensa livre. Faz sentido...

 

 

A canalha resolveu multiplicar o número por 100 para ver se conseguia dar ares de crime ao trabalho normal de um jornalista. Os que se dedicaram a espalhar a mentira nunca quiseram, como vocês sabem, apurar as ligações do grupo de Cachoeira com os políticos e com o Estado brasileiro. Queriam, isto sim, desmoralizar os fundamentos de uma democracia, a saber:
– a oposição (ela só existe em países democráticos);
– a Procuradoria-Geral da República (ela só é independente em países democráticos);
– a Justiça (ela só é isenta em países democráticos);
– a imprensa (ela só é livre em países democráticos).

Mas atenção! Ainda que houvesse mesmo 200 conversas ou que, sei lá, surjam outras 198 do éter, o que o número, por si só, provaria? Nada! Policarpo estaria, como estava, em busca de informações que colaboraram para a demissão de pessoas que não zelavam pelo interesse público. E quem as demitiu, repito, foi Dilma Rousseff. Não consta que esteja pensando em recontratá-las.

OS MENSALEIROS E SEUS BRAÇOS DE ALUGUEL TENTARAM SEQUESTRAR AS INVESTIGAÇÕES DO CASO CACHOEIRA E A PRÓPRIA CPI PARA, DESMORALIZANDO TODAS AS INSTÂNCIAS DO ESTADO DE DIREITO, PROTEGER BANDIDOS, QUADRILHEIROS, VIGARISTAS E SOCIOPATAS.

Os delegados
Bastaram, no entanto, duas sessões da CPI para que ficasse claro quem é quem e quem quer o quê. Policarpo é citado, dados todos os grampos da Operação Monte Carlo, 46 vezes nos grampos. Os homens de Cachoeira e o próprio se referem, em suas conversas, a mais de 80 pessoas — inclusive a presidente Dilma Rousseff. Em algumas dessas citações, por exemplo, o contraventor e o senador Demóstenes estão é combinando uma forma de abafar a repercussão de uma reportagem publicada pela VEJA em maio do ano passado e que apontava o suspeito crescimento da… DELTA! Eis a VEJA que alguns vigaristas queriam criminalizar. E foi a VEJA, diga-se, o primeiro veículo impresso a tornar públicas as relações de Demóstenes com Cachoeira — na edição que começou a chegar aos leitores no dia 3 de março!

No depoimento prestado à CPI no dia 8, indagado pelo senador Fernando Collor (PTB-AL), hoje a voz mais extremista contra a imprensa na CPI, o delegado Raul Souza foi claro, inequívoco, para decepção daquele que começou caçando marajás e, vivendo o seu ocaso, tenta caçar jornalistas e cassar a imprensa livre: as conversas de Policarpo com Cachoeira, afirmou, eram diálogos normais entre um repórter e uma fonte, sem qualquer evidência de troca de favores.

Mas Collor, os mais maduros se lembram, é uma alma obsessiva. Quando presidente, a gente olhava pra ele, com os olhos sempre estalados, e desconfiava da existência de algum espírito obsessor (Deus nos livre!). Deu no que deu. Tendo sido fragorosamente malsucedido na operação que lhe encomendou a ala sectária do PT — José Dirceu, Rui Falcão e outras lorpas da democracia —, ele voltou à carga no depoimento de outro delegado, Matheus Rodrigues. Enquanto alguns parlamentares tentavam apurar os vínculos entre Cachoeira e políticos, o atual Caçador de Jornalistas seguia firme no seu intento de tentar criminalizar a imprensa. E mergulhou, definitivamente, no patético.

O diálogo com Matheus
Este blog ouviu um relato sobre a espantosa conversa do senador com o delegado Rodrigues. Fiquem frios. Logo surge uma gravação clandestina na praça. Consta que o homem foi ficando irritado à medida que via as suas ilações e suspeitas indo por água abaixo.

Collor iniciou a sua intervenção lembrando que a CPI havia sido instalada para investigar as ações criminosas de Cachoeira e de agentes públicos e privados que com este teriam colaborado. E partiu pra cima de Policarpo e da VEJA. Perguntou se o jornalista era coautor de um algum crime. Detestou a resposta:
“Não, excelência! Eu já falei e vou insistir”.

A excelência não se conformou. Tentou obrigar o delegado a acusar Policarpo de algum crime. Como não realizasse o seu intento, este gigante do pensamento jurídico, este monstro sagrado da lógica — que é sócio de jornal e de emissora de televisão!!! —  queria saber se Cachoeira havia passado a Policarpo alguma informação que tivesse obtido com escutas ilegais. Outra negativa e a fala inequívoca: havia entre Policarpo e Cachoeira  “uma relação de informante, de passar uma informação como fonte”.

Roxo de raiva
Collor, vocês se lembram, era dado a refletir com as pernas. Quando ficava com vontade pensar, saía correndo. Certo dia, abusando de sua cultura filosófica, declarou que tinha “aquilo roxo”. Como o segundo delegado ouvido também não disse o que ele queria ouvir, roxo de raiva, decidiu partir para a peroração solitária. Acusou VEJA de obter “ganhos pecuniários” com as reportagens que publicou. Bem se vê que este senhor nunca administrou as empresas da família. Só pega mesmo a grana na condição de acionista. A ilação é estúpida de várias maneiras:

1) assuntos políticos (especialmente notícias ruins, envolvendo corruptos) não são os que mais vendem revistas, como sabem todas as pessoas que são do ramo;
2) se uma revista quisesse apenas vender mais, daria só boas notícias. Ocorre que o jornalismo que se preza tem compromissos com a moralidade pública e a com ética. Se isso implicar publicar as más notícias, elas serão publicadas;
3) se a tese estúpida do senador fizesse algum sentido, jornais e revistas teriam de distribuir gratuitamente as edições que são obrigadas a relatar tragédias — só assim não seriam acusados de lucrar com a desgraça alheia;
4) veículos que se prezam, que têm vergonha na cara, que não são financiados com dinheiro público, têm a maior parte — ESMAGADORA!!! — de sua receita oriunda de anunciantes privados. Não raro, o preço de capa de uma revista é inferior a seu custo como produto;
5) a maior parcela da receita derivada da venda de jornais e revistas vem das assinaturas, não da venda em banca. Logo, se há ou não notícia de escândalo, isso é irrelevante. O leitor, como todas as pessoas moralmente saudáveis do mundo, prefere a boa notícia.

Se errou na moral, se errou na ética, se errou no alvo — se errou, obrigo-me a dizer, na vida, já que é o único presidente impichado (só não houve o impeachment formal porque renunciou) da história do Brasil —, errou também ao fazer digressões tolas sobre o setor de revistas.

Vinte anos depois da capa histórica de VEJA, em que Pedro Collor chutou o mastro do circo do irmão, o agora senador tenta se vingar da revista. Quebraram todos a cara — ele e a ala extremista do PT da qual aceitou o triste papel de laranja.

Reportagens de VEJA, algumas feitas por Policarpo Júnior, ajudaram a pôr para fora da Esplanada dos Ministérios pessoas que estavam lá descumprindo o juramento que fizeram ao povo. Como ajudaram, há 20 anos, a depor um outro bufão, que também tomava a sua comédia pessoal como parte da história universal.

Collor não vai conseguir o “impeachment” jornalístico da VEJA porque a revista é limpa! Ponto.

Espalhem a verdade. Porque VEJA revela na edição desta semana quem está por trás da indústria da mentira na Internet e como ela opera (ver abaixo).

Texto publicado originalmente às 3h12
Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

277 Comentários

  • robson

    -

    21/8/2012 às 5:02 pm

    Cade meu comentario…. ou só os que dizem a fovar é que fazem parte….. cade a liberdade de impresa??????

  • Ary Portella

    -

    15/5/2012 às 6:07 pm

    Ilustre jornalista Reinaldo Azevedo.
    Color de Melo, não passava de um grande farsante quando candidado a Presidente da República. Atualmente é um político desacreditado do povo brasileiro. O Senado de Ruy Barbosa, não merecia tê-lo. O povo alagoano ainda pode se redimir mandando ele vestir um pijama. Os próprios anarquistas o colocaram na geladeira.

  • JOSE ALDO PEIXOTO CORRÊA

    -

    15/5/2012 às 11:34 am

    O POLÍTICO CASSADO DEVERIA TER OS DIREITOS POLÍTICOS SUSPENSOS PARA SEMPRE, JAMAIS PODERIA SER ELEITO PARA QUALQUER OUTRO CARGO POLÍTICO.QUEM PODERÁ CONFIAR EM UM POLÍTICO EX-CASSADO ?

  • Marcos Tristão

    -

    14/5/2012 às 6:41 pm

    Collor de Melo resolveu ressurgir de sei lá de onde, para atacar a integridade da Veja.
    Quem ele pensa que é para atacar a imprensa livre, e uma veja? A memoria do povo é curta, mas a atuação dele a frente da presidência marcou tanto que não deixa ninguém esquecer-se dele.
    Esse tal de Collor, tem que vir a publico para explicar um bocado de coisas que acabaram sendo enterradas com o Pedro e o PC.

  • Sergio the false since 2ª Leitura

    -

    14/5/2012 às 5:41 pm

    São uns canalhas, na esquerda ninguém presta

  • Cazoba(MOC)

    -

    14/5/2012 às 5:28 pm

    Ser bucha de canhão dos petralhas,é demais. Onde esse esgoto que o collor anda vai dar?

  • Paulista Indignado

    -

    14/5/2012 às 2:47 pm

    Federal?
    Ah, tá!!!

    E a instituição PF o que acha disso?
    Compactua com esse Comportamento?
    seja Corre junto?
    ou é Polícia do partido?
    ou vai Tomar Providências Sérias Responsabilizando e Punindo os Responsaveis???
    e o restante da Imprensa?

  • MARIA LUCIA MARTINS

    -

    14/5/2012 às 2:24 pm

    A defesa de Policarpo Junior na última edição de VEJA, não se faria necessária se o país tivesse memória política, leitores com discernimento para selecionar veículo de informação e lessem um pouquinho da historia política recente do país:”Policarpo Junior faz parte dela” com sua astuta capacidade de jornalista investigativo, mudou o cenario político. Icomoda muito, lógico.

  • Sergio

    -

    14/5/2012 às 2:18 pm

    Reinaldo

    O Collor está neste momento querendo convocar Policarpo e Civita,ele não desiste.

  • Capitalismo Social

    -

    14/5/2012 às 1:21 pm

    O jogo político é sujo. Também, não poderia se esperar nada melhor num país que cada vez mais se afunda na podridão que engolfa seus Três Poderes. Esse é o resultado estampado de um sistema político que faliu. A malandragem tomou conta de toda estrutura de Poder, onde nada mais é respeitado. O desrespeito ao próximo e ao bem público por parte dos políticos e governantes, em cumplicidade com seus financiadores de campanha, assusta quem em outros tempos vivenciou algo bem diferente. Para mudar conceitos, hoje em dia vale tudo.
    Martim Berto Fuchs

  • Artur da Távola Ribeiro

    -

    14/5/2012 às 11:56 am

    Dá-lhe, Reinaldo! O roxo Collor está mais para vermelho PeTralha!!!

  • luceli silva

    -

    14/5/2012 às 11:47 am

    JORNALISTA REINALDO AZEVDO, NÃO PERCA SEU PRECIOSO TEMPO DE INFORMAR BEM O BRASIL, COM ESTE SUJEITO COLOR DE MELO, VC. SABE ( BELA SUA EXPRESSÃO FACIAL ) TRATAR-SE DE UM PSICOPATA QUALQUER, DEVE TER GASTO MILHÕES PARA SE ELEGER E ENVERGONHAR NOVAMENTE A POLITICA BRASILEIRA, ESTE LIXO DEVERIA TER VERGONHA NA CARA QUANDO FALA DE VEJA, E O LULA DEVIA REPUDIA-LO SEMPRE POIS ALEM DE MAU CARATER E DADO A SER CAGUETA ( SE LEMABRAM QUANDO ELE FALOU DA VIDA PESSOAL DO LULA, COM SUA FILHA ) AGORA PERGUNTO ? QUE MORAL TEM ESTE MALUCO BELEZA PARA CRITICAR ALGUEM ? O pAIS O COLOCOU NA RUA DA AMARGURA, O DESPREZOU, SE INOJOU DE SUA IMAGEM, E AGORA VEM AI CHEIO DE RAZÃO, QUERIDO JORNALISTA, SEU TEMPO E MAIS PRECIOSO UTILIZANDO ELE COM ALGO DE BOM E NÃO COM ESTE MALANDRO, SAI FORA RSRSRSRS.

  • ALGUEM ME AJUDA AI...

    -

    14/5/2012 às 11:40 am

    Todo brasileiro medianamente informado sabe que a corja vive de mentiras, mente para atacar os opositores e mente para encobrir suas falcatruas.Enquanto isso Brasil afora as universidades nao param de fabricar “causos do honorio”.Enquanto isso nos Estados Unidos FHC ganha premio por obra literaria.Vejam a distancia quilometrica entre um estadista e um digamos….. voce sabe.

  • César

    -

    13/5/2012 às 8:45 pm

    Como pretendo assinar a Veja no início do mês, lá vou eu novamente comprar meu exemplar na banca de revista.

  • Paulo Gustavo 17anos

    -

    13/5/2012 às 6:44 pm

    Quando eu tinha 7 a 8 anos (não sabia quase nada sobre política) e encontrei o nome de todos os presidentes do Brasil desde da época do Florival, e fui olhando cada um, e fui perguntando para minha mãe quem tinha mas cara de bandido, e quando chegou no Collor eu falei: “Olha mãe esse aqui, é o que mais tem cara de ladrão.” Ela respondeu: “acertou.” O Brasil não será um país limpo com pessoas como esse tal de Collor. Esse tipo de gente merecia cadeia, cadeia até o fim da vida dele.

  • pierre

    -

    13/5/2012 às 2:12 pm

    O Collor é, antes de tudo ,um nordestino covarde!
    Acovardou-se quando renunciou ao mandato ,provando que não tinha saco…muito menos roxo!
    Acovarda-se agora ao tornar-se capacho,servil e subserviente ao lullo-petismo.Caixa de ressonância dos bandidos mensaleiros!
    Acovardou-se quando pensou em suicidar-se,ato próprio dos fracos acuados! Que bem teria feito ao País se o fizesse!
    Parodiando o Euclides:
    -”Collor é ,antes de tudo,um covardão nordestino!”

  • alvaro delboni

    -

    13/5/2012 às 1:22 pm

    Com 2 ligações caíram vários ministros, se o homem falar tudo o que sabe…

  • anonimus

    -

    13/5/2012 às 12:29 pm

    XIIIIIIIIIIIIIIII, acho que seria bom internar o “homi”num hospicio, os “zóio” dele ta “isquisito” tem “qui” “tuma”um “trem” bem forte, quem sabe uma pilulinha de lexotan de dez kilos. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Casca Fina

    -

    13/5/2012 às 11:42 am

    O que nos tranquiliza e a todos enche de viva esperança é a
    inabalável certeza de que esse Affonso de Melo prima pela
    integridade ética, pela lisura comportamental e por excepcional devotamento à criança desvalida.
    Um homem de vallor!

  • Tuim Jr

    -

    13/5/2012 às 10:37 am

    Que me perdoem os moradores do Estado de Alagoas , mas o Senador Fernando Collor não tem moral para falar de corrupção no Brasil.
    No Brasil é assim , a imprensa vive espremida por certos poderes que se acham os donos da verdade.
    O Brasil tem um grande câncer , e a celula mãe esta em Brasília.
    Este é um País em que politicos não respeitam a sua população.

  • DÉCIO AMORIM PIMENTEL

    -

    13/5/2012 às 8:39 am

    EU DESCOBRIR COMO RESOLVER ESSE PROBLEMA DO CACHOEIRA, NÃO É VENDO CONVERSAR DE REPORTER, ELES LIGAVAM SIM, O CACHOEIRA É INFLUENTE, MAS, VAI AQUI UMA DICA PARA A JUSTIÇA: QUEBRE O SIGILO TELEFÔNICO DE TODOS OS POLÍTICOS DO BRASIL, AI SIM VAMOS DESCOBRIR ONDE TÁ A LAMA E NÃO AS PEQUENAS CASCATAS DO SENHOR CACHOEIRA. DEI A DICA, OBEDECE QUEM TEM JUIZO. É LÓGICO QUE TEMOS BONS POLÍTICOS NO BRASIL, MAS É A FORMA DE DESCOBRIR A VERDADE, OS SENHORES NÃO TERÃO OUTRA MANEIRA.

    DÉCIO AMORIM PIMENTEL
    BEL EM TEOLOGIA/PSICANALISTA/PSICOPEDAGOGO
    CLINICO E ESCOLAR/LIC. EM HISTÓRIA/PASTOR BATISTA
    POLICIAL MILITAR

  • nihil

    -

    13/5/2012 às 8:38 am

    Pelo visto, se fossem duzentas as ligações, o governo já teria caido.

  • Jorge CG

    -

    13/5/2012 às 8:04 am

    Como no caso das mortes de mães por aborto, os PeTralhas não se intimidam em multiplicar para manipular uma população burra, corruPTa também, onde a Lei de Gerson (os mais vividos lembraram) ainda impera. Onde se tem leis racistas (cotas) e se assassina VIDAS e o STF assina embaixo, não se pode esperar muita coisa. Vivemos a ERA DO MAL!

  • nathaniel

    -

    13/5/2012 às 4:53 am

    Aliás a redução de 20% da area produtiva nacional, por conta da implantação das reservas legais virarão bolinhas de mato no meio de plantações ou alguém acha que uma reserva legal garante algum tipo de biodiversidade?. É mais uma mentira esquerdopata..
    .
    VOTO DISTRITAL ONTEM

  • nathaniel

    -

    13/5/2012 às 4:49 am

    No comentário que fiz as 4:41 quis dizer que nenhum país no mundo vai pagar algum prêmio pelo produto ecológico nacional ou vai fazer o mesmo, somente vamos ganhar o prêmio de liderança ecológica para lustrar o ego da Dilma e depois pagar a conta, inclusive garantindo uma menor competição com o agronegócio dos demais países do mundo com o Brasil, no que fazemos de melhor. É algo como os franceses reduzirem sua produção e leite para ajudar os demais produores de queijo do mundo terem uma concorrência mais tranquila ou a alemanha reduzir o tamanho de suas fábricas para reduzir a concorrência industrial global…

  • nathaniel

    -

    13/5/2012 às 4:41 am

    Complementando o comentario que fiz abaixo:
    .
    Falam como se os produtos agricolas e derivados nacionais fossem receber algum subsidio dos demais países do mundo. Não meus amigos a conta é inteiramente paga pelos brasileiros.

  • nathaniel

    -

    13/5/2012 às 4:35 am

    Reinaldo me desculpe tocar em outro assunto, mas os inimigos da produção agricola e pecuaria brasileira estão se mexendo em todo o mundo para segurarem o produtor brasileiro, veja o que saiu no Guardiam de hoje:
    .
    “More than 1.5 million people in Europe, the US and elsewhere have petitioned the Brazilian president, Dilma Rousseff, to veto a law that critics say could lead to the loss of 220,000 square kilometres of Amazonian rainforest, an area close to the combined size of the UK and France.

    The proposed new Brazilian forest code, pushed through parliament by the powerful farming lobby in the face of national opposition, would provide an amnesty for landowners who have illegally cleared forests in the past and will allow deforestation in previously protected areas like mountain tops and beside rivers. According to environment groups, it could allow loggers to chop down more of the Amazon than has been possible in the last 50 years.

    The president, who has the right to veto the bill, has been bombarded with emails, petitions and by social media appeals by more than 1.5 million people. This number is expected to rise dramatically in the next few days as Greenpeace, Avaaz and WWF International ask their 22 million supporters to sign up.

    “Nearly 80% of Brazilians want this catastrophic bill scrapped, and so far over 1 million people across the world support them. President Rousseff has a choice – sign the Amazon’s death sentence or protect the planet’s lungs and emerge a public hero,” said Ricken Patel, Avaaz director. ”
    .
    Percebe? Os caras têm capacidade de mobilização fora do Brasil, mas somente pra pressionar o Brasil, jamais para pressinar seus próprios países a criarem reservas legais e areas de proteção permanente, veja bem não são áreas desapropriadas e pagas pelo poder público para o bem comum, são áreas invadidas pelo bem comum, sem nenhum tipo de ressarcimento, algo como o que o ator indigena boliviano Evo desMorales, exportador de cocaína para o Brasil, fêz com a petrobras.
    .
    Vejam que falam em perder parte da floresta amazônica, coisa que não existe, mas eles como bons peralhas de alma que são não estão nem aí, mentem mesmo, afinal disso depende as fortunas que recebem do Greenpeace, da wwf, da fundação ford e porraí vai…
    .
    O absurdo chega ao ponto de dizer que a Dilma deve vetar para evitar que o novo código acabe com a amazonia e chama Dilma pelo mote que todo petralha adora a virar uma heroina do mundo vetando o código, percebem? Enquanto todos estão focados em desenvolver seus próprios países e forçando o Brasil a segurar o seu, eles convidam Dilma a ser uma heroína deles e vetar o código que eles mesmos patrocinaram. Os petralhas toscos, ignorantes, invejosos e metidos que são vão cair que nem uma luva.
    .
    Enquanto isso eles poluem a vontade, os usa e a china, maiores poluidores do mundo, nem assinaram o protocolo de kioto, nenhum deles têm seu agronegócio solapado como o brasileiro, nenhum têm insegurança jurídica no campo.
    .
    VOTO DISTRITAL ONTEM

  • Nerah

    -

    13/5/2012 às 4:15 am

    Esse Color é um psicopata. O que ele diz não faz sentido. O povo pensante deste Brasil já o conhece bem. Quem precisa conhece-lo melhor é o povo de Alagoas que o elege.

  • Leonardo Baião

    -

    13/5/2012 às 3:45 am

    O assunto é “off-topic” mas acho pertinente já que fora tratado dezenas de vezes no blog: vamos aproveitar a data para mandar um “Feliz dia das Mães” a Ministra Eleonora Menicucci, aquela que se orgulha de ter ajudado mulheres a abortar, de ter abortado e de ter influenciado e ajudado mulheres a abortar, dizendo-se orgulhosa de ser “mãe e vó” de um aborto? Afinal, somos as vozes daqueles que não conseguiram nascer. Daqueles que não tiveram o prazer de desprezar quem defende mecanismo do homicídio mais covarde, tirando-lhes a humanidade. Mandem a sua mensagem (com todo o sarcasmo que essa mulher merece, mas com toda a educação que temos) para a ministra comensal da morte: gabinete@spm.rs.gov.br . Afinal, maio é mês das mães e das noivas. Deve ser terrível para ela ver casais se transformando em famílias ou demonstrações de amor entre mães e filhos.

  • Alex

    -

    13/5/2012 às 3:32 am

    Hora este Collor é um baita safado, quer atacar a imprensa porque desmascara o politico corrupto que ele representa para o Brasil.

  • joao batista felis

    -

    13/5/2012 às 1:57 am

    essa cara feia do color,é porque ele não pode mais por a mão nas cadernetas de poupança do povo Brasileiro,esse cara nunca cassou marajás, ele cassou e confiscou o dinheiro dos pobres do Brasil.

  • Emmanuel Fonseca

    -

    13/5/2012 às 1:37 am

    Estou cansado e sem criatividade para comentar, mas resumindo, nosso Querido Brasil está refém da corrução e se não mudarem as leis, os CORRUPTOS, dos PTRalhas, sempre terão reserva de voto, dos IGNORANTES e DEPENDENTES…

  • O Asno

    -

    13/5/2012 às 1:10 am

    dedo em riste.
    Esbravejando e escumando escumas de todo o ódio…
    ambiente público, aberto e amplamente filmado…
    Imagine isso dentro dum pequenino elevador dum prédio lá das Alagoas…
    o pobre do Simon teria sido facilmente transpassado por um dedo em riste…
    sem chance, Simon… sem chance…
    todavia,
    Simon, ninguém jamais apagará ou arranhará os feitos da sua ilibada vida pública…
    ao contrário, fatos dessa natureza apenas servem para enaltecê-la ainda mais…
    não há vitórias sem lutas, sem inimigos, Simon…
    e quanto maior e furioso o inimigo, maior a vitória…
    Simon, você venceu arrimado no equilíbrio,
    e ficou para sempre na história desse triste episódio.
    Parabéns!
    Eita! Vou ali tomar água fria de cacimba e comer capim trangênico, depois volto para dizer mais asneiras, porque asneiras sempre haverá de haver.
    Só isso, viu?

    Ei! Num sei porquê, mas lembrei-me aqui do Alien com aquela baba gosmenta que onde cai fura o chão…
    fura o chão como se fosse a Síndrome da China…
    Ei! fiquei com tanto medo que deu até gosto de sangue na boca, pode isso?
    Sei não, viu? Sei não… sei não… sei não…

  • José de Araújo Madeiro

    -

    13/5/2012 às 1:07 am

    Reinaldo,

    Nós temos que avançar. Estamos em 2012 e não nos tempos da Velha República, da Coluna Prestes, da Bagaceira do José Américo,do Cangaceirismo, do Meu Padim Padre Ciço, etc.

    E,como indica, essa Caterva PTralha ainda pensa que estamos na era pré-revolução de 1930. Na Era do Coronelismo do Interior, particularmente do Nordeste.

    O Jacu-Rei Lula ainda confunde o STF com uma delegaciazinha de polícia, cujo delegado era Cabo de Polícia, nomeado ou demitido a pedido do Chefe Político do Curral Eleitoral, tal como em Caetés-Pernambuco onde ele, o Lula, nasceu.

    Lula continua como um brocoió das caatingas, com um bando de puxas-sacos ás custas do erário e acha que ainda estamos na Era do Lampião Rei do Cangaço, onde ele possa ser um coiteiro do Zé Dirceu.

    Temos que resolver essa questão do mensalão e derrotar os PTralhas dentro da lei, para restabelecer a normalidade institucional do BRASIL e inviabilizar qualquer pretensão ditatorial que ainda persiste na mente dessa politicalha retrógrada e refratária ás conquistas da modernidade.

    Abs, MADEIRO

  • SAULO

    -

    13/5/2012 às 12:55 am

    Rei: “C tá bateno em bebum!” E esse já caiu, capaz de não se aguentar muito mais tempo em pé.

  • MACUNAÍMAS S/A

    -

    13/5/2012 às 12:20 am

    Acrescentaria que os parlamentares só podem ter mandato, se eleitos pelo voto e isso só ocorre em países onde não existe o coeficiente eleitoral, ou seja, DEMOCRÁTICOS. O mandato parlamentar de Collor representa a verdadeira derrota moral de todo um povo. Não se vai as ruas com o rosto pintado de verde e amarelo para pedir a saída de um Presidente da República, pelas graves acusações que teve, além de um duplo homicídio, realizado obviamente para queima de arquivo e a pessoa mais ligada a isso volta a política pela ausência de um STF no Brasil. Pior! É eleito não se sabe como. Gostaria apenas de saber quem vota nele e porque motivos faz isso. Não me espantaria se encontrasse menos pessoas do que esperaria. Quanto a ausência de oposição, ela começou a acontecer a partir do momento que a classe política resolveu se unir para dominar. Não há pior veneno para a democracia que o advento das coligações partidárias. O golpe mais duro contra o país e sua democracia foi desferido pelo próprio TSE, que não por acaso tem um dos acoitados no STF como Presidente. Temos sorte, ainda temos um país e não uma praça de guerra, com estados querendo desenterrar-se da lama da corrupção.

  • Ailton C

    -

    13/5/2012 às 12:10 am

    Por favor, mostre para a gente como a Veja tá bombando, que mesmo com o noticiário contra, as vendas/assinaturas continuam subindo.

  • IZIDRO SIMÕES

    -

    12/5/2012 às 11:49 pm

    Nessa questão de bingo, jogo do bicho etc. é preciso ver com clareza, que é uma grande hipocrisia: há loto, sena, megasena, raspadinha, bilhetes de loteria, rifas etc, TUDO LEGALIZADO e TUDO ISSO É TAMBÉM JOGO DE AZAR.

    Se isso pode, porque bingos e bicho não?

    Não jogo e nem sou favorável. É só um exercício de lógica. Até de Justiça, mesmo.

    Sem jogo clandestino, não haveria mais as propinas para Delegados, tal como não há na sena e afins e, nas loterias federais.

    Não parece lógico?

  • Indignado Rj

    -

    12/5/2012 às 11:47 pm

    UM “RECADO” BEM CLARO AOS BANDIDOS “OFICIAIS”!
    >>>>>>
    LEI DO SILÊNCIO – GENERAL EB ROMULO BINI PEREIRA
    O Estado de São Paulo
    http://blogcoronelpaul.blogspot.com.br/2012/05/lei-do-silencio-general-eb-romulo-bini.html

  • Costa

    -

    12/5/2012 às 11:45 pm

    Reinaldo,

    Você viu isso aqui?

    http://acritica.uol.com.br/noticias/Nascimento-Carlinhos-Cachoeira-Ministerio-Transportes-Manaus-Amazonas-Amazonia_0_698930121.html

    O senador alfredo nascimento (em minúsculas mesmo) disse que as “200 ligações” ajudaram a “montar a denúncia contra a gestão dele”.

  • IZIDRO SIMÕES

    -

    12/5/2012 às 11:43 pm

    De duas, uma: ou Collor é mesmo cheio de ódio, ou a carantonha de mau é só para parecer que tem mesmo “aquilo roxo”. Antes, como agora, gosta dos holofotes. E de dinheiro?

  • Jorge

    -

    12/5/2012 às 11:37 pm

    Reinaldo, o PT conseguiu colocar uma turma de petralhas no poder da Wikipédia, ou está subornado gente de lá de dentro. Administradores e usuários da versão em português dessa enciclopédia virtual estão vigiando 24h por dia as páginas de política, qualquer tentativa de movimentação é bloqueio por meses da pessoa que tenta mudar a página, e da própria página. Já implantaram uma censura lá dentro bem ao estilo que o PT gosta, é impossível reclamar de qualquer coisa senão você é bloqueado na hora. Alguns nem escondem mais, e ficam escancarando que são comunistas mesmo e que estão lá pra realizar o “controle social da mídia” petralha.

  • silvio thomas

    -

    12/5/2012 às 11:36 pm

    TEM ALGO QUE NINGUÉM PODE NEGAR…eles SÃO EXTREMAMENTE DISCIPLINADOS, QUANDO RECEBEM UMA ORDEM….segue:

    O empresário Carlinhos Cachoeira, suspeito de envolvimento no jogo do bicho, interferiu na linha editorial na edição da revista Veja que denunciou esquemas de corrupção e fraude no Ministério dos Transportes, à época comandado pelo senador Alfredo Nascimento.

    Essa foi uma das declarações que o senador pelo Amazonas fez durante a entrevista concedida à apresentadora Baby Rizzato, no programa Nosso Encontro, da TV A Crítica, veiculado na manhã deste sábado. Durante a conversa, Alfredo contou como as mais de 200 ligações de Carlinhos Cachoeira para a revista Veja ajudaram a “montar” a denúncia contra a gestão dele.

    Alfredo ainda negou ter sido demitido pela presidenta e contou que “pediu para sair” do Ministério durante as investigações, que também motivaram o afastamento de outros servidores da pasta. Esses e outros assuntos você confere, na íntegra, nesta entrevista.

  • Maria Costa

    -

    12/5/2012 às 11:33 pm

    Acrescento no texto anterior minhas homenagens também aos homens de valor como Policarpo e Merval.

  • fernandes

    -

    12/5/2012 às 11:30 pm

    Só faltava essa um dinossauro que voltou das cinzas tentando amendrontar com suas garras podres.como disse Bezerra da Silva “sua sorte que você vive no país da impunidade”. Perdeu Collor!!!

  • Maria Costa

    -

    12/5/2012 às 11:18 pm

    Meu Rei,
    Adoro a Veja, assino-a a milhares de anos…tem poucas mídias q gosto pois traíram minha confiança em suas reportagens mal intencionadas. Minha opinião é q a culpa de tudo o q vem acontecendo de ruim nos últimos 10 anos é da própria imprensa que só bajulou, e passou a mão na cabeça de Lula, do PT e sua corja sinistra. O próprio José Nêumane confessou em uma entrevista que foram os jornalistas esquerdinhas – que temos de montão, até sobrando pra jogar no lixo – como o próprio, que compraram e venderam Lula pra população. Eu nunca aceitei-o nem a elles.
    Agora marretam seus ídolos, são uns insanos não se decidem q moral têm ou seja,nenhuma,dependem e defendem os governos q possam ganhar algum. Estamos entre esses e aquelles q idolatram e defendem de graça ou a troco de tostões$ toda essas pessoas nojentas. Mas infelizmente maioria da imprensa ainda atua a favor delles, e recebem muito bem p fazer esse papel sujo de lambe botas. Poucos se salvam, só os q não se vendem nem mudam seus conceitos. Voce por ex. Beijos calorosos, continue assim. Ainda existe bom jornalista em Banânia.

  • Anônimo

    -

    12/5/2012 às 11:16 pm

    Enquanto a criminalidade governamental e de partidos políticos continua livre graças também a um judiciário frouxo e conivente e a uma presidente que tem tanto sucesso no combate à corrupção quanto o Sargente Garcia tem na captura do Zorro, a bilionária e ilusória transposição do Rio São Francisco vai aos trancos e barrancos e gera notícias como a que pode ser lida no endereço a seguir: http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/geral/noticia/2012/05/12/morte-ronda-o-quintal-da-transposicao-41929.php . Esta é a mais crua realidade do governo esquerdo-bananeiro que privilegia os poderosos com generosos empréstimos do BNDES que provavelmente nunca serão pagos na íntegra e também literalmente abocanha votos com bolsas ilusão aos mais pobres, deixando desesperançosa e desiludida a classe média e aquelas pessoas que tem QI, liberdade e inteligência suficiente para ver os absurdos deste governo totalitário aliado a setores da imprensa que envergonham qualquer pessoa decente.

  • Dilton

    -

    12/5/2012 às 11:12 pm

    Caro Reinaldo
    Informe a sentença que recebeu o Lulinha no processo que ele moveu contra a VEJA. A Dra, Luciana Novakoski Ferreira Alves de Oliveira foi genial em suas palavras.

  • Dimas

    -

    12/5/2012 às 10:57 pm

    Ptralha enrustido às 12/05/2012 às 20:29.

  • J.B.CRUZ

    -

    12/5/2012 às 10:53 pm

    Quando não se colocam limites aos representantes do povo, eles não são defensôres da LIBERDADE, mas candidatos a TIRANIA…A VERDADE nunca para de caminhar;por mais longo que seja o percurso; um dia ela chega a seu DESTINO….VEJA, INDISPENSÁVEL!!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados