Blogs e Colunistas

02/07/2013

às 22:42

Governo de SP faz bem em recorrer à Justiça para manter a ordem. Ou: Imprensa não é juíza das leis e não pode decidir quando é e quando não é lícito manter a ordem democrática. Sempre é!

Começo este texto saudando a decisão do governo de São Paulo, que recorreu à Justiça contra o bloqueio das estradas que vem sendo imposto por caminhoneiros liderados pelo tal Nélio Botelho, presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC). É figura conhecida. Comandou uma primeira greve da categoria em 1985, no governo Sarney, e, como se chegou a dizer em 1999, “parou o país”, no primeiro ano do segundo mandato do governo FHC, com um movimento muito mais forte do que o de agora. Os petistas aplaudiram. Certa delinquência jornalística tenta associá-lo aos tucanos porque, em algum momento, declarou ter votado em FHC em 1994 e 1998. É piada! O estado que mais está sofrendo com as interdições de estrada é justamente São Paulo, governado pelo PSDB, e cabe à Polícia Militar tentar manter a ordem e o direito de ir e vir.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) proibiu o bloqueio das estradas paulistas, concedeu liminar a pedido do governo do estado e estabeleceu multa de R$ 20 mil por hora ao tal MUBC. A decisão é do juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara da Fazenda Pública. Escreveu o doutor: “A interrupção de fluxo de trânsito em rodovias paulistas, contudo e na forma como está a ocorrer, não traduz mero, direto e inequívoco exercício do direito subjetivo (de livre manifestação), mas representa ocupação aparentemente indevida de bens de domínio público, a gerar frontal violação àquele direito de liberdade de locomoção (…)”. Na mosca! Também há determinação da Justiça Federal para que se suspendam os bloqueios nas estradas administradas pelo governo federal.

Então…
Uma pergunta básica: existe alguma diferença — e, se houver, gostaria de saber qual é — entre o movimento dos caminhoneiros e esses outros todos que paralisam avenidas das grandes cidades? Nos dois casos, não se trata de interditar o direito de ir e vir, impondo às pessoas, à força, uma agenda? “Ah, Reinaldo, baixar a passagem de ônibus ou pedir transporte de graça é de interesse da coletividade; já os caminhoneiros lutam apenas pelo seu bolso…”

Tal argumentação nada têm a ver com as democracias de direito. É juízo meramente moral. Eu, por exemplo, estou convicto de que cortar o reajuste das passagens, aumentando o valor do subsídio e prejudicando investimentos, atenta, na prática, contra os pobres e contra a eficiência do sistema. O mesmo argumento que serve para tirar caminhoneiros da estrada serve para tirar manifestantes da Paulista. Ou impedir o acesso a 13 hospitais “para mudar o Brasil” é exercício de cidadania?

Se os caminhoneiros não batem em ninguém, seu movimento, seguindo o padrão de cobertura até aqui, também pode ser chamado de pacífico… Ou não pode? Ou será que eles merecem a pecha de “reacionários”, e os poetas do Passe Livre, de “progressistas”?

O movimento dos caminhoneiros pode, realmente, resultar no caos. Nesse caso, parece que a ficha da imprensa caiu. Faz-se uma cobertura correta do episódio. Evita-se a demonização da polícia. Ao contrário até: há uma discreta conclamação para que ela atue. No particular, tanto melhor. Mas não seria eu se não o dissesse: a imprensa tem o direito de simpatizar com aquilo que lhe der na telha. Mas não tem o direito de decidir quando é legítimo a Polícia Militar resgatar o estado de direito e quando não é. Quando age assim, decide se comportar como juíza da lei. E ela não é.

A ordem democrática tem de ser mantida nas estradas e nas ruas.
*
PS – A propósito: também no caso dos caminhoneiros, o ministro Luiz Fux concederia aquela liminar que diz que todo lugar é lugar e toda hora é hora de ocupar o espaço público?

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

55 Comentários

  1. Wanderley Serrou Camy

    -

    05/07/2013 às 1:24

    Reinaldo,

    Uma observação sobre a o protesto dos caminhoneiros.

    Se eles parassem por uma semana, simplesmente UMA SEMANA, não seria necessário bloquear qualquer via pública, porque em apenas uma semana o caos se instala, os saques iniciam e os postos ficam sem combustíveis.

    Bastaria que os motoristas, que merecem mais atenção, ficassem em casa, por uma semana.

    Ai sim, funciona!

  2. Bruno

    -

    03/07/2013 às 16:05

    Pra imprensa e pros governantes (incluindo aí os intelectuais do PT), quem trabalha e é pobre não pode se manifestar. Só pode quem é universitário, ou já se formou. Ou seja, aó pode protestar quem já tem privilégios apesar de se achar um injustiçado.
    A verdade é que o PT tem preconceito contra pobre SIM.

  3. Darazoom

    -

    03/07/2013 às 15:48

    Estou 100% contigo, post 100% brilhante. Num caso e noutro (e em outros mais) tais “manifestações”, ainda que alegadamente pacíficas, devem ser consideradas crime e como tal devem ser tratadas. Simples assim.

  4. lgn

    -

    03/07/2013 às 15:33

    Prezado Reinaldo. Hoje vi pela televisão que um oficial da Polícia Rodoviária exibia para as câmeras o documento que determinava a ilegalidade do movimento que paralisava uma das faixas da estrada pelos caminhões. Dizia ele à reportes que determinação jurídica não é para ser somente lida, mas para ser executada. Pois bem, pensei nesse momento o que acontecia quando uma propriedade particular fosse invadida, perdão, ocupada pelos militantes do MST e algum oficial recebesse ordem de desocupação. Depois de deixarem um caos o patrimônio alheio, destruindo casas, tratores, matando gado e destruindo plantações, sempre vem uma contra ordem para que se desocupassem as terras pacificamente. É um verdadeiro cinismo diante da lei. Ninguém dos invasores, perdão, dos ocupantes sofre qualquer constrangimento legal dos poderes constituídos e ainda recebem auxílio, dinheiro vindo do executivo através de alguns de seus ministérios. Se isso não é fazer da Constituição papel higiênico, então preciso aprender a ler e interpretar o que leio e vejo.

  5. FGL1983

    -

    03/07/2013 às 15:32

    Reinaldo, este caso é interessante para questionar o motivo pelo qual a Justiça tem que autorizar o Executivo (através da Polícia) a agir para impedir a prática de crime (invasão ou desobediência). Por que? Por que não pode agir de ofício? Medo da militância?

  6. JÁ É TARDE!

    -

    03/07/2013 às 15:18

    vem desordem ai, aguarde – leis contra balas de borrachas e spray , ou seja o Brasil muda mas a inversão de valores continuam

  7. JÁ É TARDE!

    -

    03/07/2013 às 15:16

    eu estava pensando exatamente nisto, creio que afinal diminuir a passagem de onibus trará prezuizos à sociedade,atingindo também aos mais pobres = pois não se sabe de onde vai sair o dinheiro a não ser é claro que vai sair das pessoas que trabalham!mas as redes de tv muito, mais muito mais inteligentes que eu com suas hiper equipes não conseguem vislumbrar essa idéia… alías não conseguem compor uma idéia , basta ver as milhares de matérias sobre as manifestações aonde a mesmice dos textos foi de doer

  8. Bruno Brant

    -

    03/07/2013 às 14:29

    Prezado Reinaldo, bom dia.
    Só para mostrar que nossa imprensa “imparcial” foi alvo de piadas de um programa de TV da Argentina: http://www.youtube.com/watch?v=aS7LmKld_mE
    Saudações a todos.

  9. ANICETO MARCOLIN

    -

    03/07/2013 às 14:20

    REINALDO, E QUANDO OS ÍNDIOS E SEM TERRA BLOQUEIAM AS RODOVIAS É CONSTITUCIONAL E DE DIREITO?
    QUEM NÃO TEM DIREITOS NESSE PAÍS SÃO SOMENTE OS TRABALHADORES. É O QUE SE CONSTATA.

  10. Ana

    -

    03/07/2013 às 14:06

    Não sei quem está no comando dessas manifestações e ao que elas servem. A coisa que sei é que a população de modo geral não faz arruaças. Eles não estão nas ruas para depredar e queimar o patrimônio público ou privado porque eles sabem mais que ninguém que dependem do patrimônio privado. Sei também que os manifestantes que estão para fazer badernas servem a um objetivo que ainda não está totalmente claro, apesar de podermos supor. Já que isso é uma afronta ao direito público e a incolumidade pública deve haver a reprienda da polícia. A polícia tem que prender, identificar e responsabilizar os vândalos. Se eles estão colocando em risco a vida das pessoas e ao patrimônio público e privado devem saber que isso é crime. Ninguém pode se escusar alegando o desconhecimento das leis. Manifestar não é isso. Quando se ultrapassa a manifestação para o ataque vira crime. Aqui e em qualquer lugar do mundo. A polícia tem que agir de ofício sem esperar ordem alguma, sem medo de agradar ou desagradar a mídia. No fundo parece que esses movimentos que estão acontecendo em todo país e que estão causando baderna e instabilidade são instrumentos dos poderes midiáticos desta nação.

  11. Carlos Wilson

    -

    03/07/2013 às 13:49

    REI,
    Se sabedoria é a demonstração de conhecimento da causa e do respectivo efeito, suas colocações, desde o início dos protestos aqui na Selva, estão arraigadas dela. Não se faz revolução impunimente, nãos se robustece democracia sem o completo respeito ao estado de direito atrelado à ordem legal. Bem no seu linguajar, as flores do mal estão aí o tempo todo para matar a democracia.

  12. jamesbufon

    -

    03/07/2013 às 13:41

    Reinaldo.
    Mariana 10:19.
    Mariana bens colocaste tua posição, portanto sugiro leres, o livro ORVIL, após leres, ficarás de cabelo em pé, essa corja ou camarilha são os mesmos que tentaram a revolução de 1964, ainda bem que naquela época a contra revolução coibiu essas bandalheiras, mas os atores são os mesmos.
    Tudo a mando da Franquia Comunista, PCs,cujos dono da franquia são Rússia e China, tomada do poder pela violência e derramamento de sangue.

  13. Itiel Monteiro de Lucena

    -

    03/07/2013 às 13:40

    Parabéns Reinaldo,excelente artigo! É por atitude como está de boa parte da imprensa brasileira,descrita por você neste artigo, que eu vejo que posso muito bem adjetivá-la de imprensa marrom

  14. Ricardo Frensch

    -

    03/07/2013 às 13:14

    Houve uma vez no governo de Brizola no Rio de Janeiro, que os caminhoneiros fecharam algumas estradas de acesso à capital. Ele mandou a PM abrir os caminhões, inclusive arrombando e que brando vidros, para tira-los da estrada e levar para depósitos. Nunca mais teve bloqueio de estrada no governo dele. Um abraço

  15. marize

    -

    03/07/2013 às 13:10

    COM A PALAVRA… FUX.

  16. Surfista Prateado

    -

    03/07/2013 às 12:52

    A diferença é simples: numa, era uma horda de bagunceiros sem uma entidade efetiva que os representasse e pudesse ser responsabilizada pelo movimento, já na outra, tem essa entidade que representa os caminhoneiros que pode ser responsabilizada, atingindo seus representantes. Claro, independentemente desses contextos, em ambas situações foi cometido um CRIME, que deveria ter sido punido exemplarmente.

  17. Sabrina

    -

    03/07/2013 às 12:15

    GTNM? deve ser revanche atrasada isso (darem força pra manifestantes jogarem pedras em PMs e tentarem derrubar governos eleitos livremente).

  18. Alex Wie

    -

    03/07/2013 às 11:46

    Estão tentando minar o Chuchu de qualquer jeito. só que eles vão se queimar mais uma vez, assim como o MPL, que é carta fora do baralho, fui as manifestações por outro motivos, e logo percebi que eles estavam saindo de fininho depois de tentarem nos fazer de massa de manobra.

  19. barata cascuda

    -

    03/07/2013 às 11:40

    Fiquei parado no transito , no acesso ao porto , e do meu lado , uma fila imensa de caminhões.
    Não ví arruaça , nem depredação . Esquentavam as marmitas em fogareiros . Estão sempre prontos para o pior. É como se na sua viagem para o litoral você levasse sanduíches , bebidas , pinico de plástico , etc , porque não sabe a hora que vai chegar e a hora que vai partir.
    Eles não tem uma liderança firme . A pessoa citada pelo Reinaldo como articulador das greves de 85 e 99 é detestado pelos caminhoneiros , mas não existe outro para falar em seu nome.
    Eles , os caminhoneiros , estão tão de saco cheio como eu e você !!!

  20. quem respeita decisão da justiça???????????????????????????????

    -

    03/07/2013 às 11:27

    -
    E O CARZODO GARBOSO QUER QUE A PF INVESTIGUE OS PATRÕES — é muita canalhice……

  21. quem respeita decisão da justiça???????????????????????????????

    -

    03/07/2013 às 11:26

    protesto03.julho.2013 06:47:27Caminhoneiros bloqueiam estradas pelo País; manifestantes ignoram decisão da Justiça nesta quarta-feira; acompanhe
    -
    -
    coloquei ontem… por tradição, infelizmente, ninguém respeita as decisões da justiça, sem e tratando de greves, protestos….. LEMBRO-ME, do Itamar, me parece, greve dos petroleiros – multa de R$ 50.000/dia…. o ITAMAR, ao meu ver, arbitrariamente, perdoa, negociou come eles e tudo ficou bem ( bem uma ova, a justiça foi desrespeitada, houve o ilícito, e ninguém foi penalizado, ou melhor, o POVO… ) — GREVE, A COSIA SE REPETE – INVASÕES – A COISA SE REPETE E A JUSTIÇA, NADA FAZ, OU NADA PODE FAZER??????? ZORRA TOTAL…….

  22. Vales

    -

    03/07/2013 às 11:05

    Muitos palhaços estão mais preocupados com badernas nos pedágios e nas melhores e mais seguras estradas Paulistas, do que se preocupar com as vidas dos usuários nas perigosas, precárias, inoperantes e mal cuidadas estradas federais da Dilma/Lula.Não os apoio porque estão batendo em porta errada.

  23. Mariana

    -

    03/07/2013 às 10:19

    Interromper trânsito e recorrer à violência como forma de protestar é tática ilegal. Em SP e no RJ, quem organizou as manifestações mais exaltadas, conclamando à violência, foram partidos emergentes e suas fachadas: OCUPASAMPA, GTNM E PROTESTORJ. Segundo eles, ligados umbilicalmente ao PSOL, PSTU, PCO e PCB, revolta seria coisa legítima no estado democrático de direito, mesmo não estando prevista em lei alguma. O GTNM (Tortura Nunca Mais) recorrer a esse tipo de ato não é um contrassenso? Se reclamam da violência que teriam sofrido antes, como podem induzir manifestantes a vandalizar e confrontar policiais que só cumprem o seu dever de manter a ordem? Quem ataca primeiro sempre são os manifestantes, vamos deixar isso claro, pois são induzidos a isso mesmo. Revolta é ordeiro e pacífico? Eles usam twitter, facebook e celulares pra instigar isso, dá pra fazer um rastreamento. São trotskystas, querem impor a (des)ordem deles à força.

  24. Observer

    -

    03/07/2013 às 10:15

    Eu acredito que nossos policiais deveriam intervenir apenas para que estes motoristas se comportassem respeitando o codigo da estrada(nao sei se é este o nome),para que ficassem em uma unica pista,permitindo aos outros de passarem,como é feito na europa.
    E diante a isto,vejam o que continuaram a fazer os nossos politicos em meio as manifestaçoes passificas(vergonhaaaa)!!!

    Presidente da Câmara usa avião da FAB para levar familiares e amigos à final da Copa das Confederações

    http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2013/07/presidente-da-camara-usa-aviao-da-fab-para-levar-familiares-e-amigos-a-final-da-copa-das-confederacoes

  25. Aldo Matias Pereira

    -

    03/07/2013 às 10:11

    Reinaldo,
    Em sendo mesmo correta a cobertura que a imprensa faz desse movimento, o que se pode dizer de gilberto dilmainstein? Ele não é mais imprensa? E em sendo mesmo correta a cobertura desse movimento, só existe uma explicação: não existe um caminhoneiro sequer que more ou frequente ipanema ou leblon ou milite em um desses movimentos financiados pela petrobras, bndes, bb, caixa, artistas em geral, governo federal e o “fundo de amparo (???)ao trabalhador”, né?

  26. Julia

    -

    03/07/2013 às 10:03

    Recorrer ao judiciário para manter a ordem publica é antidemocrático é de doer. Agora todos os oportunistas que quiserem vandalizar é julgar uns pneus nas estradas e tocar fogo. O direito de ir e vir do cidadão virou fumaça. E o Estado fica olhando o circo pegar fogo? Simples assim…tá.

  27. Anónimo

    -

    03/07/2013 às 9:43

    Mas isso era fácil de resolver só pegar dois guardas de transito e sair aplicando multa de interdição de via pública, direção perigosa, etc…quero ver quem vai permanecer com seu caminhão

  28. Neo-Reaça

    -

    03/07/2013 às 9:36

    Reinaldo,
    Estava com o comentário pronto antes mesmo de chegar ao fim do texto quando…”Então…”. Simplesmente perfeito, agora não tem mais aquela coisa de pacífico com uma minoria baderneira. Esse nem baderna e saque tem.
    Prá finalizar, vc matou a pau com o recadinho ao ministro Luiz Fux…eu enfiaria a cabeça no c…..
    Abraço

  29. jamesbufon

    -

    03/07/2013 às 9:34

    Reinaldo bom dia.
    O nosso problema é que o povo colocou alguem imcompetente no Poder mais alto da Republica, sim devia haver Recall, se não serve para governar para o povo, troca-se, isso sim seria um avanço”progressista”, e esse alguém é autoritário e acha que pode passar por cima dos demais poderes constitucionais(Legislativo e judiciário), em um regime ditatorial se faz dessa maneira, mas no regime democrático tem que se obedecer a constituição, lei maior de um Pais.
    Todo dia nossa Bandeira, Nosso Hino e nossa Constituição são estupradas por elementos que querem vender o Brasil.
    É muito bonito, atentarem contra nossa única defesa, contra a bandidagem que são as POLICIAS MILITARES, são Garantidores da ordem interna, vemos os mais baixos insultos contra eles, entretanto quando precisam, o 190 é a salvação, só que esquecem que quanto mais denigrem as PMs, mais dão força para a Bandidagem, que são os verdadeiros inimigos da Sociedade Brasileira.

  30. Vera L.

    -

    03/07/2013 às 9:32

    Reinaldo,
    Hoje cedo assisti o Globo Rural. Santa Catarina está MUITO prejudicada com essa tal greve de caminhoneiros. Tenho CERTEZA que tal Botelho virou um MARAJÁ. Lembro dele e da primeira greve, de lá para cá virou MARAJÁ…
    Em SC os produtores não estão conseguindo escoar a produção de frangos e suínos. Estão parando os frigoríficos e a ração NÃO chega aos aviários. SC é conhecida por ter muito mais pequenos e médios agricultores do que grandes proprietários. Na verdade o GOVERNO do PT também está sofrendo com isso. Hoje os maiores proprietários da Sadia, Perdigão etc, são os FUNDOS de PENSÃO TODOS ligados ao PT. Prejuízo na certa. Mas quem mais sofre são os produtores rurais e a população em geral. Raimundo Colombo e os Bornhausen viraram base do governo PETRALHA com o tal PSD. Com que cara estão agora?

  31. Leitor

    -

    03/07/2013 às 9:30

    Reinaldo admiro tua paciência de Jó ensinando analfabetos funcionais que se aboletam nos cargos importantes da República. É como ensinar alunos jovens que ainda vivem na infância. A mente deles não evoluiu para o estágio intermediário da maturidade. Infelizmente ainda não podemos reprova-los e manda-los de volta para a escola. Ou seria preciso passar por tratamento mental para retardados? Ou pior, seria caso de incompetência, má fé e desonestidade intencional? São dúvidas que temos desse governo anárquico-psicopata há mais de dez anos. Boa sorte para todos nós, cidadãos, leitores e eleitores.

  32. SANTANA

    -

    03/07/2013 às 9:10

    Um Ministro do STF, ao dizer uma enorme estupidez, parece ter dado uma guinada à José Dirceu, a quem recorreu para ascender ao posto brilhantemente honrado ao sepultar legalmente as pretensões comunistas do quadrilheiro golpista, que pagará na cadeia por seu chefe, um semianalfabeto. Ou é muito idiota, ou seguirá alimentando um desejo doentio comunista de apoderar-se do país, desde que, e enquanto os covardes não colocarem na cadeia o ícone do atraso, um jegue criminosamente blindado.

  33. Leitor

    -

    03/07/2013 às 9:02

    Reinaldo, admiro tua paciência de Jó ensinando analfabetos funcionais que se aboletam nos cargos cargos importa

  34. Marilene L'Abbate - São Paulo

    -

    03/07/2013 às 8:51

    O equilibrado Governador Geraldo Alckmin mantém a ORDEM em São Paulo. As manifestações devem ocorrer pacificamente, através de claríssimas mensagens, pois é limitada a Compreensão-da-Verdade dos políticos. Viva a Polícia Militar!

  35. Itamar

    -

    03/07/2013 às 8:43

    Reinaldo

    Acho que o movimento dos caminhoneiros é até mais justo do que o dos “manifestantes”, mistura de tudo quanto é tipo de gente e de objetivos…

  36. Uber

    -

    03/07/2013 às 8:31

    Sobre o P.S., não dá ideia, Reinaldo…

  37. Uber

    -

    03/07/2013 às 8:23

    “Nos dois casos, não se trata de interditar o direito de ir e vir, impondo às pessoas, à força, uma agenda.”

    Reinaldo, esta frase é realmente uma afirmação ou você quis fazer um questionamento? Acho que houve um erro de pontuação ou aquele “não” está sobrando na frase, pois ela entra em conflito com o que você defende no post.

    Corrigido, obrigado.

  38. Sergio Braga

    -

    03/07/2013 às 8:21

    Prezado jornalista. O ministro Luiz Fux, que já foi pobre também, não se preocupa com bloqueios de rodovias ou avenidas, porque ex-pobre só anda de avião particular ou helicóptero, como faz o seu dileto amigo e cumpanhero Lullalá, pai de todos os brasileiros, inventor do Brasil, e silencioso amante de quase todas brasileiras.

  39. Haroldo

    -

    03/07/2013 às 7:59

    Reinaldo, acredito que o poder executivo deveria ter agido e retirado os caminhoneiros das estradas sem a necessidade da benção do judiciário. Ou não existem leis que embasariam esta ação?
    Fico me perguntando porque o executivo neste país só executa se pedir licença ao judiciário…
    O executivo tem o poder e deve usá-lo para tomar ações. Não é o judiciário que decide o que será feito ou não.
    Claro que as decisões tem que ser tomadas com base nas leis, mas pedir licença ao judiciário atrasa as decisões de um executivo e, no meu ponto de vista, passa à população uma ideia de que o executivo é fraco. No caso, o governador.

  40. Marcus Meyer

    -

    03/07/2013 às 7:26

    “O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) proibiu o bloqueio das estradas paulistas”. Ué, Como assim, o Tribunal proibiu? Até então não era proibido? Que eu saiba nunca foi legal bloquear estradas! O que o Tribunal fez foi só lembrar isto a sociedade!

  41. Observer

    -

    03/07/2013 às 7:06

    Sabemos que eles(motaristas)também tem o direito a greves,mas nao entendo porque no Brasil existe tanta confusao e a falta de respeito é a ordem do dia?
    Mas os caminhoeiros brasileiros nao fazem parte de um sindicato?
    Deveria ser este ultimo a conhecer as leis existentes,avisar quando,onde e por quanto tempo(horas),durara tal greve ou manifestaçao.
    Na europa,muitos caminhoneiros ja fizeram as suas greves e ja causaram muitos transtornos,mas tudo é muito organizado pelos sindicatos e a imprensa e as devidas policias acompanham tudo.
    Mas como sempre no Brasil é tudo diferente…e lembrando que nossos jornalistas nao sao respeitados.Talvez se os nossos jornalistas fossem mais audazes como os europeus seriam tratados melhor(leiam jornais europeus e americanos), por exemplo onde eles nao medem palavras e nao poupam ninguém.

  42. Bruno

    -

    03/07/2013 às 6:45

    Assistir telejornais depois de passar por este blog é mesmo um sofrimento, tal a quantidade de manipulação, desonestidade intelectual e parcialidade de boa parcela da imprensa, na verdade, quase toda. Agora que a coisa está fedendo um puco mais, parece que alguns começam a perceber que os movimentos não são tão “pacíficos” assim, e que o direito de ir e vir não é uma bobagem.
    mas a satanização da polícia continua. Naquele caso da Maré eu vi em tempo real pelo helicóptero da Record. Ok, morreu um monte de gente, pode ter morrido um ou outro sem passagem, mas ali só tinha BANDIDO tocando o TERROR em quem passava por ali, justamente tentando PARAR O TRANSITO para poder ASSALTAR E PILHAR. O resto é blá blá blá de ongueiro que defende que não HAJA POLÍCIA!
    Gostaria de ver um daqueles moleques de óculos de aro grosso comprado em brechó ser largado no meio da “comunidade” à noite, sozinho, sem a companhia de outros manifestantes e nem a imprensa pra filmar. Vai rezar para passar um camburão, e rápido!

  43. Bruno

    -

    03/07/2013 às 6:36

    Não Seria

    “há determinação da Justiça Federal para que se suspenDAM os bloqueios nas estradas administradas pelo governo federal.”
    Abraço

  44. Anaraio

    -

    03/07/2013 às 6:06

    Sem paciência com o Brasil. Cada um acha o que quer, e impõe aos demais a sua vontade….
    A ordem democrática, institucional e constitucional sendo pisada ate, e principalmenta pela ignoranta presidenta … Não tem como terminar bem. Tem forças progressistas demais neste jogo.

  45. pensador brasileiro

    -

    03/07/2013 às 3:13

    Fala-se que não se pode menosprezar a capacidade de decidir sobre a reforma política. Porém o que se questiona não é a capacidade do povo, mas a honestidade dos políticos e as condições precárias nas quais se dão o plebiscito. A própria proposta do plebiscito revela bem a ausência de idoneidade moral dos políticos que o propõe e também a decadência dos políticos atuais. Isso demonstra a necessidade do surgimento de uma nova política, mais democrática, em que se dê com amplo, constante e livre debate.Não se pode ter democracia sem que as pessoas entendam o conceito de democracia, nem se 30 porcento das pessoas com ensino superior estão se formando analfabetas funcionais.

  46. Lucia S.

    -

    03/07/2013 às 1:05

    No Rio, movimento na Aírton Sena foi considerado irrelevante e passível de ataque da polícia “porque não tinham cartazes” por uma repórter. Eram pobres e favelados, portanto , polícia violenta neles…
    Dois pesos, duas medidas.
    Viva a democracia!

  47. Marcelo otavio

    -

    03/07/2013 às 1:05

    Tenho ouvido dizer que o movimento dos caminhoneiros seria menos legitimo por ser menos numeroso. Que me disse isso foi um cara que ficou parado na estrada.

    É um argumento muito imbecil.

    Respondi: então você não precisava que os caminhoneiros saíssem da sua frente e desbloqueassem o caminho, precisava apenas que chegassem mais caminhoneiros…

  48. Claudio Bastos

    -

    03/07/2013 às 1:04

    Caro Reinaldo,
    Nas diversas matérias da TV Globo durante os protestos nas ruas de SP, sempre perguntavam aos moristas engarrafados o que eles achavam dos protestos, as respostas eram invariavelmente favoráveis aos protestos. Os motoristas estavam cansados, mas aceitavam ficar ali parados 3hs, porque os protestos eram meritórios e democráticos. Ontem, no protesto que paralizava a Castelo (se não estou enganado), o motorista entrevistado concordava com o protesto, mas argumentava que os caminhoneiros não tinham direito a obstruir o direito de ir e vir. Curioso essa diferença de comportamento na estrada e na cidade, né? Há alguma explicação psicológica ou antropológica para isso?
    Abco
    Claudio

  49. Alexandre Tavares

    -

    03/07/2013 às 0:16

    “A ordem democrática tem de ser mantida nas estradas e nas ruas.” A frase sintetiza o texto irretocavel. Tive vergonha pela Globonews ao ver como jornalistas podem usar dois pesos e duas medidas para fatos q, em essência, representam a mesma coisa, ou seja, a ofensa ao direito de ir e vir da grande maioria da população q nao aderiu a protestos de ruas e/ou estradas.

  50. Sol

    -

    02/07/2013 às 23:51

    Com certeza tem … aí, afinal que esta querendo o governo de SP

  51. anônima-RJ

    -

    02/07/2013 às 23:34

    Jornalistas, advogados, ministros e etc deveriam estudar lógica já que não foram bem instruídos nas escolas sobre o domínio da matemática. É fundamental para torná-los capazes de desenvolver o raciocínio abstrato…Me parece que é o que lhes falta: não têm capacidade de raciocinar com símbolos e assim cada caso é um caso…
    PS: agora acho que entendi o teu post anterior.

  52. ciro

    -

    02/07/2013 às 23:10

    Reinaldo:
    Este é um país frouxo, com leis em excesso e cujo cumprimento nunca é fiscalizado.
    Os juízes deveriam além de aplicar multas, PRENDER a diretoria do sindicato que desacate decisão da justiça, seja em caso de greve considerada abusiva, seja nessas manifestações de baderneiros travestidos de revoltosos.
    “Brasil, um pais de emasculados”
    Ciro

  53. Anônimo

    -

    02/07/2013 às 23:04

    PROGRESSISTA?…POOOOOOOODE…
    .
    CAMINHONEIRO?…NÃO POOOOOOODE….
    .
    ARTISTA GLOBAL?…POOOOOOOODE….
    .
    CAMINHONEIRO?…NÃO POOOOOOODE….
    .
    MOVIMENTO SEM TERRA?…POOOOOOODE…
    .
    CAMINHONEIRO?…NÃO POOOOOOODE….
    .
    PLIM!PLIM!
    .
    HAHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHA
    .
    FERRO NELES, CAMINHONEIROS!
    FERRO NOS PETRALHAS!
    .
    HAHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHA
    .
    PS: OS CARIOCAS E OS NORDESTINOS VÃO FICAR DESABASTECIDOS

  54. Anônimo

    -

    02/07/2013 às 22:59

    Greve geral dos caminhoneiros!
    Brasil parado!
    .
    CAOS PETISTA! .
    QUANTO PIOR, MELHOR, SEGUNDO ELS, SEMPRE!
    OCORRE QUE,
    O PIOR,NO CASO DO PT, É O PT NO PUDÊ!
    PIOR QUE ISSO, NÃO PODE FICAR!
    QUANTO PIOR, PT!
    .
    HAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHA
    .
    E TUDO COMEÇOU COM O TAL DE HADDAD, O SUPERCOXINHA!
    .
    HAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHA

  55. Henrique Simões

    -

    02/07/2013 às 22:54

    Pau neles, Reinaldo!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados