Blogs e Colunistas

20/04/2012

às 20:28

Envolvida em denúncias, Delta suspende aportes para a reforma do Maracanã

Por Irany Tereza e Alfredo Junqueira, no Estadão:
Em dificuldades para obter financiamento bancário a suas operações, a Delta Construtora suspendeu os aportes para a reforma do Maracanã. Esta semana, a empresa deixou de repassar mais de R$ 6 milhões – R$ 4,1 milhões na segunda-feira e R$ 2 milhões nesta sexta-feira – proporcionais à sua participação no consórcio. Esses recursos seriam usados no pagamento a fornecedores e despesas operacionais. Até o dia 1º de maio a construtora do empresário Fernando Soares Cavendish deve abandonar o consórcio responsável pela reforma do estádio.

Será a primeira baixa contabilizada pela construtora de Cavendish desde que começaram a aparecer denúncias de envolvimento da empresa no financiamento do esquema de corrupção capitaneado pelo contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Iniciada em setembro de 2010, a reforma do Maracanã está sendo tocada pelo consórcio formado por Odebrecht Infraestrutura (49%), Andrade Gutierrez (21%) e Delta Construtora (30%). Com prazo de conclusão previsto para fevereiro de 2013, a obra deve atrasar, mas ainda não a ponto de comprometer a utilização do estádio na Copa das Confederações.
(…)

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

32 Comentários

  • Luisinho

    -

    22/4/2012 às 9:47 pm

    Que coincidência a desistência ser anunciada no dia em que Gilberto Carvalho aterriza no Rio de Janeiro com a “chefa da casa civil”, Gleise Hoffiman. Ah, mas a visita ao prefeito Eduardo e ao governador Sérgio foi para tratar de trânsito e feriados em junho. Está explicado.

  • lucerna juris

    -

    22/4/2012 às 12:12 pm

    Caro Rei,

    Considerando os nomes envolvidos nessa meleca, fiz um esforço para tentar descobrir as origens do Cavendish. Fiquei na dúvida se descende do famoso pirata Thomas Cavendish, que por estas bandas aportou no século XVI e que, mercê de “respeitabilíssimos empreendimentos”, reuniu imensos tesouros, ou se provém da linhagem do cientista Henry Cavendish, cientista que viveu na Inglaterra no final do século XVIII e início do XIX, e que se notabilizou por haver descoberto o hidrogênio.

    Quanto ao Thomas, não tendo a quem deixar tanta riqueza acumulada, resolveu enterrá-la por aqui mesmo. Ancorado ao largo de Bertioga, pensou na ilha da Moela, ali perto. Mandou descer para um batel as arcas do tesouro que acumulara em saques e abordagens. Após ordenar ao capitão da frota que se mantivesse naquele ponto, desceu também com quatro homens desarmados e seguiu para longe, disfarçando o itinerário na sinuosidade da costa. Por fim, contornou a ilhota escondida, fora da vista de seus galeões distantes, onde cavaram um enorme buraco para esconder o tesouro. Em seguida, como se fizesse a coisa mais natural do mundo, passou a matar, friamente, a golpes de adaga, os homens desarmados que se achavam consigo. Matou o primeiro… trucidou o segundo… abateu o terceiro, mas, quando chegou ao último, este, num pulo feroz, precipitou-se n´água e saiu nadando como um doido, rumo a Santo Amaro. Sumiu na distância, embrenhou-se nas matas. Esse personagem outro não era senão um tal de Taylor, súdito inglês de existência misteriosa, que seria encontrado, anos depois, vivendo pacatamente na vila de São Paulo, trabalhando como ferreiro e fundidor. Acho que muita gente vai precisar localizar os descendentes do Taylor para aprender como é que, de fato, ele conseguiu se safar…

    Se não for descendente do Thomas, talvez seja do Henry, que, como dito, descobriu o hidrogênio, ou o que ele chamava de “ar inflamável”. Se for essa sua origem, talvez muita gente tenha que se proteger contra um eventual excesso de inflamabilidade em torno do Cavendish…

    Agora, o mais interessante, mesmo, é o nome com que foi batizada a empresa do Cavendish: “delta”, nome da quarta letra do alfabeto grego, mas que aqui, por estas bandas, passou a ter um significado fundamental na área da corrupção. É que, na matemática, delta significa “diferencial” ou “diferença entre valores”: “e aí, gente fina, qual o delta que vamos botar em cima” ?

  • jorge romano

    -

    22/4/2012 às 10:22 am

    Uma empresa que tem o volume de contratos como os da Delta e é a sexta maior do país precisar de financiamento bancário para bancar obra? Acho que é uma operação abafa do Cabral/Pezão para tirar a DElta do Maracanã. A Odebrecht assume e a Delta desaparece. Espero que a CPI ou a PF cheguem nos verdadeiros donos da Delta.

  • Josilda

    -

    22/4/2012 às 6:52 am

    É um verdadeiro mar de lama a situação da Delta. Ela, Cacheira e o Governo de m modo geral estão envolvidos até o talo com a corrupção macabra.

  • Gil

    -

    21/4/2012 às 4:16 pm

    Para bom entendedor um pingo é letra no recado da Delta, sem jabá não vai dar para fazer obra.E agora Dilmão?

  • José Carlos

    -

    21/4/2012 às 2:12 pm

    O que grandes construtoras estão fazendo com essas “emergentes”?

  • Anónimo

    -

    21/4/2012 às 12:52 pm

    É um nojo só. A Delta enriquecendo muitos e muitos políticos do Brasil. Uma empreiteira ganhando horrores para colocar os políticos corruptos bem de vida. Essa é a sórdida situação que veio a tona graças às escutas telefônicas.

  • Anonimo

    -

    21/4/2012 às 12:42 pm

    Apertando um pouco o Cachoeira, a água suja vai rolar de Congresso abaixo e Ministério acima.

  • Rodolfo

    -

    21/4/2012 às 12:38 pm

    O MENSALÃO I foi montado via agências de publicidade e com o uso do laranja Marcos Valério!
    O MENSALÃO II foi feito via empreiteira DELTA e com o uso do Cachoeira, Cavendish e outros tantos!
    Como será montado o MENSALÃO III? Quem será o laranja e qual o setor/empresa que será usado no esquema?

  • Hermano

    -

    21/4/2012 às 12:37 pm

    Rei, será verdade que na primeira gestão de Dom CABRAL, o estado do Rio de Janeiro pagou mais de Um bilhão a Delta. Imaginem, caso seja verdade, como foram fechadas as transações. O Piscina deve ter pago muito pelas sujeiras tratadas.

  • Rodolfo

    -

    21/4/2012 às 12:35 pm

    Esse é o MENSALÃO II, podem apostar! E novamente comandado pelo CHEFE DA QUADILHA DO MENSALÃO I, o Sr. PEDRO CAROÇO!
    O cara é expert em formar QUADRILHAS para desviar recursos públicos!
    Nesse exato momento que o MENSALÃO II foi descoberto, ele já está confabulando com o APDEUTA o plano para montar o MENSALÃO III!

  • bvfagundes

    -

    21/4/2012 às 12:16 pm

    Como dizia meu amigo RUI BARBOSA, Eu também tenho vergonha de ser honesto.

  • maria lina

    -

    21/4/2012 às 11:30 am

    Eu também quero que todas essa obras atrasem, e que a copa de 2014 seja transferida para a Inglaterra, a roubalheira aqui está demais, a patuléia está pedindo pão, o governo quer que eles comam brioches, melhor seria guilhotinar a cabeça dos corruptos.

  • Jotaga

    -

    21/4/2012 às 11:20 am

    O grande culpado desse tremendo rolo de roubos, corrupções, chantagens, etc… é Lula. Agora vem a conta do dinheiro doado nas campanhas. E ai ?? Como é que fica ??
    O espetaculo do crescimento, deveria ser construções de escolas, creches, hospitais, segurança, aproveitando a herança boa que Fernando Henrique deixou para ele.

  • LIMA

    -

    21/4/2012 às 11:12 am

    REINALDO.
    ESTA NA HORA DE SE DAR UMA GRATIFICAÇÃO, PARA O PEZINHO OU PEZÃO, CHEFE DO MORENO GAROTO DE IPANEMA, QUE ADORA UMA BOA CACHAÇA.

  • jgomes

    -

    21/4/2012 às 10:32 am

    Reinaldo,
    Aliás estas obras da copa já estão merecendo uma CPI coman-
    dada pela OPOSIÇÃO. Aí veríamos o tamanho do estrago.

  • Sueli

    -

    21/4/2012 às 10:29 am

    As escutas só vem mostrar o que já não era uma novidade. Deve existir muitos Cachoeiras sustentando os políticos corruptos. A Delta pelo volume de obras realizado para a administração pública já trazia um bom indicador de que a bandalha existia, e não era pequena.

  • Ledinha

    -

    21/4/2012 às 7:35 am

    Estamos num momento crucial. A DELTA vai emporcaalhando a reputação de muitos políticos, todos que comem na mão do Cachoeira,inclusive CABRAL.

  • Marcus Meyer

    -

    21/4/2012 às 6:08 am

    A Copa de 2014 é a maior roubada lulística em que o país já se meteu! É claro que a assaltante de cofres sabe de tudo e tem participação ativa na divisão da bufunfa que está sendo desviada!

  • Fábio

    -

    21/4/2012 às 5:34 am

    A chantagem já começou !
    A DELTA diz para o governo:
    “Ou vocês dão um jeito com essa tal CPI ou nós acabamos com a COPA” !
    E agora Dilmão ?

  • cidadão comunizado pelo PT

    -

    21/4/2012 às 2:49 am

    Desde 2003 o BRASIL mantém a taxa de 50.000 homicídios/ano, segundo a ONU. O BRASIL tem 500.000 mandados de prisão não-cumpridos e 94% dos processos de homicídios não levam marginais às condenações, por falhas nos processos ou falta de investigações. Faltam casas de custódia e presídios de segurança máxima. É o caos na SEGURANÇA PÚBLICA. Agora dá para entender que o MINISTRO PETRALHA Carlinhos Cachoeira, o contraventor e corruptor, não tem interesse na SEGURANÇA, por razões óbvias. A DELTA nunca construiria um presídio…

  • Marcelo Ferreira Soares

    -

    20/4/2012 às 11:36 pm

    Eu quero é mais que essas obras todas atrasem e o Governo brasileiro leve toda culpa por essa porcalhada iniciada por Lula em 2007. Não concordo com a realização da Copa aqui no Brasil, uma vez que estou convicto da inutilidade deste evento para o bem-estar da população. Com todas essas revelações vindo à tona – era apenas uma questão de tempo -, fico cada vez mais convencido de que não precisamos dessa bela porcaria que é esse evento, num país que precisa de coisas tão mais importantes do que uma maldita FIFA World CUP!!

  • Anônimo

    -

    20/4/2012 às 10:26 pm

    O Cachoeira corre risco imenso de virar um Celso Daniel, pois os mesmo que mandaram assassinar este último estão sob risco de serem pegos. Já Cabral jura que não sabe de nada e até acha que está com sintomas semelhantes aos de 9Dedos, vai ir correndo ao Sírio-Libanês.

  • Affonso Sampaio

    -

    20/4/2012 às 10:17 pm

    Aqueles que expressaram amor à humanidade deixarão marcas indeléveis em nossa memória; os outros, as cinzas do tempo apaga-la-ão de forma permanente.

  • Affonso Sampaio

    -

    20/4/2012 às 10:11 pm

    corrigenda:pretendemos, é o correto.Excuse me

  • Affonso Sampaio

    -

    20/4/2012 às 9:56 pm

    O fato acima tem muito haver com o conteúdo de alguns dos meus comentários: a soberba e arrogância de certos pigmeus morais de nossa política acharem que podem manipular os acontecimentos a seu bel-prazer.As cinzas e lavas desse vulcão chamado CPI começam a se espalhar e levar ao desespero àqueles detentores do poder.O noticiário a respeito vai se avolumar; vão surgir novos fatos e personagens nessa tragédia nacional.Os que têm a pretensão de manipular os acontecimentos com segurança e precisão matemática serão engolfados por eles.Os Lulas e Dirceus da vida estão brincando de deuses; essas brincadeiras poderão ser-lhes também trágicas. Queira Deus não seja verdade pois apesar de tudo, nós, que predentemos cristãos não os queremos mal; apenas almejamos que suas condutas sejam melhores.

  • Daniel Santos

    -

    20/4/2012 às 9:43 pm

    Eles não estaran tan preocupados,pequenos municipios
    forneceran bons lucros,teim que ter uma faxina completa
    esta empresa esta prestando servicios de pesima qualidade
    para a prefeitura de Itanhaem,é para a Sabep,projeto de
    ‘ONDA LIMPA’mas o menos como mia casa a vida,ela com
    permição deste prefeito colocaran os tubos de esgoto na areia da praia,querem mas teim

  • M

    -

    20/4/2012 às 9:42 pm

    Não entendi. Forma-se um consórcio e uma das partes diz que não brinca mais, e tudo bem?

  • toninho malvadeza

    -

    20/4/2012 às 9:26 pm

    Está confirmado !! Tudo o que JOSÉ DIRCEU põe a mão,vira caso de polícia.Ele administra o pais de quartos de hotel.

  • gaúcha indignada

    -

    20/4/2012 às 9:21 pm

    OLHA AÍ CABRAL!!! O camburão está chegando…..

  • ELOUQUISA

    -

    20/4/2012 às 8:46 pm

    Esse peixe é dos grandes!Quero ver quem vai ter linha o suficiente para esta briga!Se desmontar esse esquema o Planalto Central vai para os ares!Aí,só chamando os “homi”!

  • Esperança

    -

    20/4/2012 às 8:33 pm

    Nitroglicerina pura – Logo após Luiz Inácio da Silva ter incendiado a bancada petista no Congresso para a criação da “CPI do Cachoeira”, a presidente Dilma Rousseff entrou no circuito para tentar abafar a ideia. Tanto é assim, que na última sexta-feira (13), antes de embarcar para Cartagena das Índias, na Colômbia, Dilma reuniu-se com seu antecessor, ocasião em que discutiram os rumos da Comissão Parlamentar de Inquérito.

    No começo desta semana, antes da entrega do requerimento para a criação da CPMI, o Palácio do Planalto analisou a possibilidade de recuar em relação ao tema. Sem ter como explicar à opinião pública uma decisão desse naipe, o PT palaciano preferiu seguir adiante. E Dilma Rousseff já sinalizou que não defenderá o governador Agnelo Queiroz, do Distrito Federal, caso fique comprovado o seu envolvimento com o contraventor goiano e a Delta Construções, do empresário Fernando Cavendish.

    Por enquanto, no campo oficial, nada há de concreto para acusar Agnelo Queiroz, situação que se repete em relação a Marconi Perillo, governador de Goiás e alvo principal de Lula nessa operação que já é classificada como suicida. A precipitação em relação à CPI levou Lula ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar com o senador José Sarney, ao pé do leito, da manobra que terá de ser feita para que o PT saia ileso dessa investigação, ou, quem sabe, minimamente chamuscado.

    A Operação Monte Carlo, que culminou com a prisão de Cachoeira e outros envolvidos no esquema de jogos ilegais, tem como base outra operação policial, a Las Vegas, cujo conteúdo em termos de provas é muito mais explosivo e o efeito devastador. Uma investigação profunda e mais apurada alcançaria a campanha de Lula em 2002. Não custa lembrar que em 2005, o magoado Rogério Buratti falou sobre uma suposta doação no valor de R$ 1 milhão, feita por empresários da jogatina, à campanha do ex-metalúrgico. Porém, o temor maior está na possibilidade de existir na contabilidade de Cachoeira alguma doação a campanhas petistas, o que não deve ser descartado.

    Carlinhos Cachoeira, que sempre transitou com invejável desenvoltura nos bastidores do poder, tem um cipoal de provas que é um paiol à beira da explosão. Tudo dependerá do acordo que está sendo costurado nas coxias para que esse material não venha à tona. Há quem garanta que na cinemateca de Carlinhos Cachoeira há um vídeo que registra a entrega de R$ 1,5 milhão, em Brasília, a destacado integrante de campanha presidencial. Resumindo, a “CPI do Cachoeira” tem motivos de sobra para dar em nada, mas se for abandonado o empresário da jogatina poderá revelar tudo.

    Secretário-geral da Presidência, o petista Gilberto Carvalho disse que o governo está tranquilo em relação à CPI e que esse é um assunto do Legislativo. “O governo não tem com o que se preocupar a não ser em cumprir o nosso papel, que é trabalhar, produzir, conduzir o país. O Legislativo cuida da pauta dele e nós cuidamos da nossa. E vamos seguindo assim”, afirmou o secretário. Carvalho pode dizer o que quiser para desviar o foco, mas há na Esplanada dos Ministérios pelo menos uma dúzia de companheiros sem dormir.Blog do Ucho

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados