Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

Dilma resolve me tirar do abismo metafísico. Então lá vou eu…

Artigo da presidente publicado na Folha deste dia 1º já disputa o troféu do “Ridículo do Ano”; texto repete mentiras grotescas e promessas eleitorais já descumpridas, que continuarão a não se cumprir

Por: Reinaldo Azevedo

A presidente Dilma Rousseff não gosta quando tiro férias — ou, vá lá, ao menos um período de descanso. Assídua leitora do blog, quando percebe que eu diminuo o ritmo para conciliar nas areias da praia “o ser contra o não ser universal”, ela chama seus estafetas: “Vamos lá, cutuquem aquele preguiçoso!”. E aí ocorre de ela fazer coisas como a deste 1º de janeiro.

Dilma assina na Folha o texto que vai disputar, neste 2016, o troféu “O Ridículo do Ano”. A íntegra está aqui. Eu doido para me dedicar aos uivos da “felicidade diabólica”, como escreveu Clarice, e lá vem a governanta a nos lembrar que 2015 só vai acabar quando ela deixar o Palácio do Planalto. Ela me arranca dos abismos da metafísica. E talvez eu não a perdoe principalmente por isso.

De saída, cumpre notar: a presidente manda dizer que, mesmo injustiçada, leitor, não está brava nem com você nem comigo. No fim das contas, sabem como é, Dilmãe nos abraça, apesar das nossas malcriações. Escreve ela: “Mesmo injustamente questionada pela tentativa de impeachment, não alimento mágoas nem rancores. O governo fará de 2016 um ano de diálogo com todos os que desejam construir uma realidade melhor”.

A primeira parte da declaração nada mais é do que a linguagem balofa e pouco severa que marca fins e começos de ano. A segunda já embute uma ameaça: haverá diálogo com quem quiser construir uma realidade melhor; se diálogo não houver, então é porque a outra parte é do tipo que quer construir uma… realidade pior! O raciocínio é um brocado do pensamento autoritário que, não obstante, quer-se muito tolerante. Na Coreia do Norte, em Cuba ou na China, governantes dialogam com os que desejam “uma realidade melhor”. Só mandam matar os que lutam em favor do contrário.

O artigo se resume a uma cascata que passaria, fosse ela ainda candidata, por mera bobagem eleitoreira. Ocorre que esta senhora tomou posse há exatamente um ano. E está a descumprir cada uma das palavras empenhadas justamente porque o diagnóstico que fez da crise em 2014 era mentiroso. E, para espanto de um mínimo de bom senso, a petista o repete agora. E isso nos dá, então, a certeza de que, enquanto continuar a ocupar a cadeira presidencial, só o abismo nos espreita.

É evidente que não esperava que Dilma admitisse os crimes fiscais que cometeu e os erros grosseiros de operação de política econômica, contra advertências as mais sensatas feitas até por quem está no campo governista, como é o caso de Delfim Netto, para citar um nome. Mas chega a ser acintoso que a governante que vai nos garantir dois anos seguidos de recessão (2015 e 2016), depois de um outro com crescimento de 0,1% (2014), afirme o seguinte:
“Foi um ano no qual a necessária revisão da estratégia econômica do país coincidiu com fatores internacionais que reduziram nossa atividade produtiva: queda vertiginosa do valor de nossos principais produtos de exportação, desaceleração de economias estratégicas para o Brasil e a adaptação a um novo patamar cambial, com suas evidentes pressões inflacionárias.”

Não há uma só verdade na passagem. A “queda vertiginosa” das commodities se deu em 2012. Ainda que tivesse acontecido posteriormente, seria só um elemento a agravar o abismo fiscal em que ela própria e Guido Mantega nos meteram ao implementar uma política em que despesa crescia continuamente acima da receita. Isso para não falar nas oportunidades perdidas de operar reformas essenciais, enquanto o outro abismo, o da crise política, ainda não nos espreitava. Ao contrário: Dilma, seguindo os passos de Lula, demonizava as políticas de austeridade, acusando-as de conspirar contra os interesses populares.

Já lembrei aqui e o faço de novo: em dezembro de 2012, o Instituto Lula e uma entidade francesa ligada às esquerdas promoveram um seminário na França. A nossa mestra deu um pito em Angela Merkel e ofereceu o modelo brasileiro como alternativa. Em janeiro de 2013, há meros três anos, esse portento da raça disse o seguinte em rede nacional de rádio e TV:
“Aliás, neste novo Brasil, aqueles que são sempre do contra estão ficando para trás, pois nosso país avança sem retrocessos, em meio a um mundo cheio de dificuldades. Hoje, podemos ver como erraram feio, no passado, os que não acreditavam que era possível crescer e distribuir renda.
Os que pensavam ser impossível que dezenas de milhões de pessoas saíssem da miséria. Os que não acreditavam que o Brasil virasse um país de classe média. Estamos vendo como erraram os que diziam, meses atrás, que não iríamos conseguir baixar os juros nem o custo da energia, e que tentavam amedrontar nosso povo, entre outras coisas, com a queda do emprego e a perda do poder de compra do salário. Os juros caíram como nunca, o emprego aumentou, os brasileiros estão podendo e sabendo consumir e poupar. Não faltou comida na mesa, nem trabalho. E nos últimos dois anos, mais 19 milhões e 500 mil pessoas, brasileiros e brasileiras, saíram da extrema pobreza.”

Talvez nem fosse necessário observar, mas o fato é que não há uma só corrente do pensamento econômico que assegure ser impossível crescer e distribuir renda. Esses são os inimigos imaginários que o PT combateu, enquanto destruía a economia do país. E, como se nota, as “conquistas” das quais se jactava a presidente, que havia acabado de selar o desastre no setor elétrico, foram para o ralo.

O tom do artigo desde 1º de janeiro de 2016 repete a ladainha mentirosa, arrogante e autorreferente dos tempos em que o desastre estava contratado, sim, mas ainda não havia se manifestado. É estupefaciente que um país que está na iminência de ganhar o selo de “grau especulativo” da terceira grande agência de classificação de risco seja exibido pela presidente como exemplo do destino de investimentos estrangeiros.

O artigo, levado em conta apenas o texto, é menos do que nada e não tem a menor importância. Considerado o contexto, estamos diante de um indício de que viveremos, infelizmente, dias turbulentos. A presidente decidiu fazer de conta que a realidade é apenas uma narrativa distorcida pela má vontade de seus adversários. E esse costuma ser um dos caminhos de diabólicas infelicidades.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Ronald Wigg

    Os impostos são recursos de empresas, pessoas e famílias, que são canalizados para o funcionamento do Estado. A sua origem, portanto, é a sociedade, cabendo à instância estatal dar o melhor encaminhamento a este desde a perspectiva do bem coletivo. O Estado não é proprietário de impostos, pois são gerados na própria sociedade. O seu destino consiste — ou deveria consistir — em obras e condições que sirvam à sociedade como um todo, em casos como infraestrutura, saúde, educação e habitação.
    Eles advém de recursos de empresas, pessoas e famílias, que são canalizados para o funcionamento do Estado. A sua origem, portanto, é a sociedade, cabendo à instância estatal dar o melhor encaminhamento a este desde a perspectiva do bem coletivo. O Estado não é proprietário de impostos, pois são gerados na própria sociedade. O seu destino consiste em obras e condições que sirvam à sociedade como um todo, em casos como infraestrutura, saúde, educação e habitação.
    Leis, decretos e portarias são usados de forma a atualizar determinadas distorções, sempre de forma mínima e como último recurso. Mas quando Legislativo e Executivo, desestruturam o arcabouço constitucional, com medidas provisórias e leis que mudam de forma aleatória impostos e seus valores, é como uma mordida no próprio rabo, pois desestruturam toda a base econômica, tiram a credibilidade do país e todos os valores republicanos. Políticos usurpadores, corruptos e ditadores, destroem a nação brasileira quando tornam a constituição brasileira uma colcha de retalhos. Nenhuma democracia sobrevive quando não respeita sua constituição, que é a base da própria.
    O Brasil é hoje uma nação literalmente destruída pelos que tem a maior obrigação de zelar por ela. Toda a classe governante desse país deveria estar na cadeia, não somente por roubar, mas também por violar nossa lei maior, que é a base da República democrática, da nossa credibilidade e de nossa economia.

  2. Marcos Cesar de Souza Lima

    Meu Caro, boa noite!
    Sou advogado e professor da Fgv/RJ. Virei seu fã, após a sua entrevista no programa da Mariana de rede TV. Vc é um craque no que fala e no que escreve.
    Parabéns e vou recomenda-lo aos meus alunos.
    Que Deus lhe proteja.
    Abs.

  3. Kevin Lomax

    A TV e os jornais, fazem lavagem cerebral diariamente dizendo que o Impeachment não vai passar, que todos os políticos são iguais e que Dilma e Lula não sabiam do Petrolão. Os Donos do Brasil acham que o povo é trouxa. A verdade é que a Imprensa Comprada pelo Governo e totalmente de viés esquerdista, e os Grandes Empresários e Banqueiros que mamam nas tetas governamentais a 13 anos não querem a saída do Governo Corrupto da Dilma e do PT. Apoiaram a Ditadura Militar e fazem o mesmo com esse Governo.

    As empresas estão demitindo, mas os donos continuam ricos com suas mansões, iates e jatinhos particulares. Não esperem desses alguma reação contra a Orgazinação Criminosa. O país na maior crise da sua história mas os ARTISTAS, CANTORES, JORNALISTAS que fazem Selfie com Político Ladrão e JOGADORES DE FUTEBOL continuam com os seus salários milionários bancados por patrocinios e verbas governamentais para ficarem calados. Afinal, daqui a pouco tem CARNAVAL, OLIMPIADAS, NOVA NOVELA e BIG BROTHER. Para que reclamar??

    Os partidos de esquerda ditam as regras da Organização Criminosa, e os partidos de direita obedecem piamente em troca de cargos, emendas e migalhas da roubalheira. A oposição apanha e não reage, não fala grosso.

    Quem abre os jornais, pensa que o Aécio que é o Presidente e a Dilma e a esquerda bolivariana Oposição. A honrada e honesta Dilma que é a dona da caneta dá as licitações para os empresários malvados e corruptos e eles dão dinheiro para o PSDB da elite de olhos azuis golpista. Para tirar os pobres do poder.

    Não esqueçam também que a CRISE é culpa da Oposição…ok?? E os pais do Petrolão são o Mário Covas e Franco Montoro ou algum outro político já falecido.

    O sonho de todo comunista é ser burguês, e isso que aconteceu no Brasil, querem socializar a pobreza vomitando essas idéias para os ignorantes, enquanto os amigos do Rei aproveitam os luxos do capitalismo.

    As instituições estão totalmente aparelhadas. O STF é bolivariano e deu um golpe institucional na Câmara dos Deputados para barrar o Impeachment e proteger a pessoa que colocou eles lá.

    O Procurador Geral da República, só investiga o Eduardo Cunha e faz vista grossa para os corruptos do Governo.

    Até quando o povo vai ser saco de pancada??? To começando a acreditar que a única saída é o Aeroporto mesmo, como muitos brasileiros de bem estão fazendo.

  4. titio

    Como mente a presidenta DIL-MÁ é inacreditavel o Brasil ser governado por uma pessoa tão incompetente e sempre é o povo que paga o pato.Sabemos que o PT quebrou o Brasil e ela vem falar em reserva de dolares,e a dívida interna ela não mencionou porque?é que o PT é o partido mais enganador que existe,inclusive o slogan do PT é “PÁTRIA ENGANADORA”.

  5. BrasileirA

    Está correndo o que parece combinar com a estranheza que sente cada brasileiro com relação à “IMCOMPETÊNCIA” do PT em gerir a economia brasileira. É como pensamos: não é possível tanta incompetência! O que corre é que O PT ESTÁ QUEBRANDO O BRASIL DE PROPÓSITO, assim ficaria mais fácil impor seus planos de implantação socialista! Aliás, corre, mais detalhadamente falando, que há uma aliança dos países comunistas com a China, a fim de derrubar o capitalismo norte-americano e europeu para fazer imperar, no mundo, o modus operandi econômico chinês, com todos os seus problemas, inclusive a escravidão da mão-de-obra.
    É assustador! É proposital! É para entregar o Brasil para a China! O melhor motivo para sair às ruas, em 13-03-16! Acorda, Brasil! Chega de usar esse bordão: “quero um país sem corrupção!” _ o buraco é bem mais embaixo! Não é só corrupção, pura e simplesmente, trata-se de entregarem o nosso país!!!! Acorda, Brasil!

  6. Ricardo

    Estamos esperando eles nos estados, e terão uma grande surpresa que sairá de lá as pressas!
    As verdades de Wagner
    As polêmicas declarações feitas pelo ministro da Casa Civil foram autorizadas por Lula e Dilma e fazem parte de um movimento para criar uma alternativa à candidatura do ex-presidente em 2018. O problema é que a missão parece impossível
    Debora Bergamasco

    Não foi à toa que o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, começou 2016 se expondo, protagonizando trocas de farpas com lideranças que comandam o PT e se colocando como o principal porta-voz da presidente Dilma Rousseff. O comportamento do ministro nas primeiras semanas do ano traduz um projeto que vem sendo desenhado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde meados de 2014, mas que só agora, nas últimas semanas de 2015, obteve o apoio e a aprovação da presidente Dilma, durante uma discreta reunião com Lula no Palácio da Alvorada. Não é novidade que o ex-presidente tem o desejo de transformar Wagner em plano B para a sucessão de Dilma. O plano A e sonho dos petistas é o retorno do próprio Lula. O problema é que o avanço das investigações da Operação Lava Jato, a rejeição do PT, a impopularidade de Dilma e as crises política e econômica fazem do plano A nada mais do que uma miragem. E foi diante desse cenário que Lula e Dilma se entenderam nas últimas semanas do ano passado e definiram os passos para a concretização do plano B.

    WAGNER1-IE.jpg
    ESTRATÉGIA ENSAIADA
    Wagner começou o ano dando declarações fortes e incorporando nas
    redes sociais o papel de porta-voz do governo. As mensagens
    são dirigidas ao próprio partido e aliados

    Durante a conversa, segundo interlocutores dos dois petistas, Lula lembrou que ele mesmo, enquanto chefe do Executivo, iniciou a construção de sua sucessora em 2007, primeiro ano do segundo mandato, formatando para Dilma, três anos antes da eleição, um rótulo de “gerentona” e “mãe do PAC”. O quadro atual, no entanto, é muito diferente. Lula deixou o governo com a popularidade em alta e ninguém poderia supor que a Lava Jato fizesse o estrago que vem fazendo nas fileiras petistas. Por isso, a tarefa entregue a Wagner pode ser considerada uma missão quase impossível.

    O roteiro elaborado por Lula e Dilma e que deverá ser seguido pelo ministro da Casa Civil, segundo petistas e aliados de dentro e de fora do governo, prevê três movimentos distintos. O primeiro passou a ser adotado logo depois do Natal, quando Wagner começou a conceder entrevistas, fazer declarações públicas e a escrever em suas redes sociais incorporando os papéis de porta-voz do governo e uma espécie de voz da consciência do PT. São mensagens dirigidas basicamente ao próprio partido e aos aliados, visando uma difícil retomada na capacidade de articulação do Planalto. A mesma tarefa foi dada por Dilma a Aloisio Mercadante, atual ministro da Educação, no primeiro mandato de Dilma. Mas o fogo amigo petista inviabilizou a missão. Otimista, Lula aposta que a experiência de Wagner, que por oito anos governou a Bahia, maior colégio eleitoral do Nordeste e quarto maior do País, possa facilitar a tarefa.

    01.jpg

    Foi com esse objetivo que o ministro reuniu-se com o vice-presidente Michel Temer na semana passada, tentando uma reaproximação com o PMDB. Os seguidos discursos de Wagner foram recalculados para tentar estabelecer um diálogo direto com militantes do partido e com os movimentos sociais. O objetivo é intensificar as críticas sobre medidas econômicas – o que agrada os petistas mais radicais – sem, contudo, comprometer o necessário ajuste fiscal. Foi autorizado por Lula e Dilma que, no dia 29 de dezembro, Wagner saiu disparando contra o ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy, logo que o economista foi substituído por Nelson Barbosa: “(Levy) veio com uma linha muito dura, sem diálogo, e as coisas não funcionam assim. Acho que a dose que o Levy aplicou, no lugar de ser remédio, virou veneno”, afirmou em entrevista à rádio Metrópole, de Salvador.

    Ainda como parte desse primeiro movimento a tarefa que parece mais improvável é de procurar segurar no partido aqueles que debandam em razão do Mensalão e do Petrolão. O discurso acertado na reunião no Palácio da Alvorada deveria conter um mea-culpa petista e apontar novos rumos no sentido de novamente empunhar a bandeira da ética. Também foi autorizado por Lula e Dilma que Wagner declarou: “Quem nunca comeu melado quando come se lambuza”, fazendo referência aos petistas que se envolveram no mensalão e no Petrolão. O que nem Dilma e nem Lula imaginaram é que a reação das principais lideranças seria a pior possível. E que na mesma semana revelações feitas na Lava Jato colocariam o próprio ministro como suspeito de participar da lambuzada (leia quadro). A reação dos petistas fez com que Lula fosse a Brasilia para declarar que governo e partido não poderiam travar uma batalha pública. Na verdade, o ex-presidente fez apenas jogo de cena. Ainda na linha da defesa ética, Wagner assumiu pessoalmente o papel de contraponto ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

    A segunda etapa do plano traçado para Wagner, conforme alguns conselheiros do governo defendem, consiste em viajar mais pelo País ao lado de Dilma, portando boas notícias para os Estados. O assunto está sendo tratado com extrema cautela tanto no PT quanto no governo. Afinal, os interesses regionais muitas vezes prevalecem. O terceiro movimento está previsto para ser colocado em prática se a economia der sinais de reaquecimento. Caberá a Wagner compartilhar com Dilma o anúncio de pacotes de bondades tanto para os programas sociais como para empresários que precisam do apoio governamental para retomar seus investimentos. O cenário das próximas eleições ainda é confuso. Pragmático, Lula sabe muito bem que as apurações da PF e a impopularidade do atual governo podem melar suas aspirações como plano A, de Wagner como plano B e até do PT como cabeça de chapa. Para isso, tem até um Plano C, em que um dos irmãos Gomes – Cid ou Ciro – hoje no PDT, poderia ser o candidato e Wagner, ou algum outro petista “vivo”, sair como vice. Seja lá o que acontecer, caso não entre na disputa, esse esforço de Wagner pode servir ao menos para tentar tirar a gestão Dilma do completo ostracismo.

    03.jpg

    Fotos: ROBERTO CASTRO; Sergio Lima/Folhapress; Glaucon Fernandes/Eleven/Folhapress; Pedro Ladeira/Folhapress

  7. Eduardo

    Já falei que ele é dono de uma fabrica de fazer vinho!
    A sintonia entre Jaques Wagner e Ricardo Berzoini não está das melhores. Berzoini participou de negociações no Congresso para promover mudanças numa medida provisória que elevou tributos de bebidas. Vários trechos do texto foram vetados, o que gerou profundo mal-estar entre os petistas do Congresso que se envolveram no acordo. Eles veem o dedo de Wagner nos vetos.
    Se a Lava Jato desembarcar aqui na Bahia vai encontrar um rombo bilionário.

  8. VEJO NA VEJA!

    ODEBRECHT, VACCARI,
    DIRCEU E OUTRAS EX
    FIGURAS DIFÍCEIS, NO
    PAVILHÃO 6, DA PRISÃO
    EM CURITIBA, POR
    CORRUPÇÃO!
    OU ESTES CARAS
    SÃO OS MAIORES
    OTÁRIOS DE QUE
    SE TEM NOTÍCIA,
    OU ESTÃO
    AMEAÇADOS?
    COMO PODEM
    EM SÃ CONSCIÊNCIA,
    PROTEGEREM PESSOAS
    COMO O PINGA E A DIVA,
    ALÉM DE TODA UMA
    QUADRILHA PT & PMDB?
    DE QUE ADIANTOU O
    ROUBADO DINHEIRO?
    PARECEM SIMPLES
    BANDIDOS! CHEGA
    A DAR PENA!

  9. Eduardo

    Caro Reinaldo, eu o alertei varias vezes sobre Wagner em comentários anteriores! Basta seguir os rastros da terra que comprou com parreiras, para se fazer vinhos, uma pequena casa com terreno no interior da Bahia, para que a esposa possa sair como política e os encontros com Dirceu na linha verde do estado da Bahia.

  10. Heitor

    10/01/2016
    Diário dos detentos no pavilhão 6 ganha repercussão mundial. Brasil país dos políticos ladrões…
    O cotidiano de grandes empreiteiros, políticos e outros presos por envolvimento no maior escândalo de corrupção da história inclui resenhar livros, limpar as celas, dar aula de ginástica para os companheiros e até fazer provas do Enem. São estratégias para passar o tempo e tentar, no futuro, reduzir as penas

    Para Marcelo Odebrecht, é mais um de seus 205 dias em prisão cautelar, situação em que aguarda o desenrolar do processo a que responde por corrupção, fraude e lavagem de dinheiro no escândalo do petrolão. Ele e os outros presos da Lava-­Jato são as estrelas do Pavilhão 6, com suas celas, em geral de 12 metros quadrados, ocupadas por três pessoas. São, portanto, 4 metros quadrados para cada uma – metragem acima dos padrões humanitários da União Europeia e aceitos no Brasil, sem os quais eles estariam sendo submetidos a tratamento degradante.

    Caneca de plástico numa mão, tubo de pasta na outra, o interno 118065 tem apenas mais dois colegas de cela. Ele escova os dentes enquanto os outros dois se levantam para usar o “boi”, como é chamada no dialeto da cadeia a latrina rente ao chão que fica ao lado do tanque, separada das camas por uma meia parede. Antes que o ralo café da prisão seja servido, o interno 118065 planeja seu dia: exercícios físicos, leitura e anotações.

    Desde que a Operação Lava-Jato eclodiu, revelando aos brasileiros o maior esquema de corrupção da história, dezenas de empresários poderosos e alguns dos políticos mais influentes da República enfrentam uma realidade incomum. A tradição de impunidade foi trancafiada. É uma realidade sem precedentes. Marcelo Odebrecht está em companhia de outros catorze presos em sete celas de uma galeria antes reservada apenas a policiais que cometeram crimes. São grandes empresários como ele, executivos, ex-­diretores da Petrobras, lobistas, dirigentes partidários e políticos. Corruptos e corruptores. Tubarões e peixes pequenos envolvidos nos bilionários desvios de dinheiro da Petrobras durante os governos do ex-­presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff dividindo o mesmo espaço e compartilhando a mesma rotina.

    O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu é o interno número 119526. Ele divide a cela 602 com o ex-deputado Luiz Argôlo. Preso há 160 dias, Dirceu fez fortuna traficando influência no petrolão. Já Argôlo era um cliente contumaz do esquema. Dirceu passa as horas mergulhado em livros, sendo o mais recente a obra que retrata os primeiros anos de governo do ex-­presidente Fernando Henrique Cardoso. Seus amigos explicam que a leitura de Diários da Presidência é uma forma de estudar os adversários tucanos. Pode até ajudar na formação de caráter, mas a motivação intelectual do ex-­ministro é outra. Dirceu lê e produz resenhas para abater os dias de pena. Condenado a sete anos e onze meses de prisão no escândalo do mensalão, ele sabe que se avizinha uma nova e pesada condenação. Aos 69 anos, o “capitão do time” de Lula intui que suas chances de absolvição são remotas. Deve passar mais um bom tempo atrás das grades. Acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, “o cadeieiro”, como ele mesmo se define, embolsou 39 milhões de reais em propinas.

    Já Luiz Argôlo nunca foi muito afeito a assuntos acadêmicos. Ele até tentou, mas não conseguiu, concluir um curso de administração. Em alguns ramos do conhecimento, a prática de fato suplanta a teoria. Durante anos, ele administrou como poucos a coleta de propina. Era tão eficiente que ganhou da quadrilha um helicóptero de presente. Os 275 dias de prisão, porém, afloraram o seu lado intelectual. Em Pinhais, além de ler livros para abreviar os dias na cadeia, o ex-­deputado se dedica a um curso profissionalizante do Senai. Está aprendendo técnicas de automação. Pensando no futuro, ele se inscreveu no Enem, fez as provas e, na semana passada, aguardava ansioso o resultado. Caso tenha se classificado, a Justiça poderá autorizar sua saída da penitenciária para assistir às aulas em uma faculdade do Estado – dependendo, claro, do comportamento.

  11. Heitor

    “2016 o ano da limpeza” Ex-deputado que negocia delação cita Jaques Wagner e Aécio Neves
    Em negociação com a força-tarefa da Operação Lava Jato e com a Procuradoria-Geral da República para firmar um acordo de delação premiada, o ex-presidente do PP (Partido Progressista) Pedro Corrêa adiantou ter informações capazes de comprometer aproximadamente cem políticos, entre eles dois ministros do atual governo: Jaques Wagner, da Casa Civil, e Aldo Rebelo, da Defesa.

    A relação apresentada por Corrêa durante as tratativas inclui ainda o nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado nas últimas eleições presidenciais.

    Preso em Curitiba, Corrêa foi condenado a 20 anos de prisão sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro no esquema da Petrobras. A sentença aponta recebimento de R$ 11,7 milhões em propina. O ex-deputado federal por Pernambuco já havia sido condenado a sete anos de prisão no processo do mensalão.

    A menção a Jaques Wagner, homem de confiança da presidente Dilma Rousseff, se soma a outras feitas ao petista na semana passada.

    Nas tratativas de sua delação, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró disse que o ministro recebeu recursos desviados da Petrobras para sua campanha ao governo da Bahia, em 2006. Wagner apareceu ainda em diálogos com o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, um dos alvos da investigação, prometendo interceder pela liberação de recursos para a empreiteira.

    Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, mensagens entre Pinheiro e um funcionário da OAS indicam que o ministro intermediou também negócios entre a empreiteira e fundos de pensão.

    NOMES

    Corrêa também apresentou uma lista de supostos operadores, entre elesBenedito de Oliveira, o Bené, foco da Operação Acrônimo, que investiga suspeitas de irregularidades na campanha de Fernando Pimentel (PT) ao governo de Minas e indícios de compra de medidas provisórias.

    De acordo com reportagem publicada pela revista “Veja” em setembro, Corrêa contou ainda que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha conhecimento de que deputados do PP pleiteavam indicações à diretoria da Petrobras com objetivo de arrecadarem dinheiro para suas campanhas políticas. Lula nega a acusação.

    As conversas para a delação de Corrêa foram iniciadas há cerca de seis meses. Num primeiro momento, o material era composto por 180 anexos divididos por temas. Depois, foi apresentada nova divisão por nomes de políticos, com e sem foro privilegiado.

    A negociação para que condenado e investigadores oficializem o termo de colaboração premiada deve ser retomada nesta semana.

    Se a delação for aceita, o ex-presidente do PP será beneficiado por uma redução das penas impostas a ele. Os procuradores e Corrêa negociam que ele pague multa de cerca de R$ 4 milhões e cumpra um ano e meio de prisão em regime fechado –a defesa quer reduzir esse tempo.

    Investigadores ouvidos pela Folha disseram que, embora Pedro Corrêa venha narrando o enredo de uma “grande crônica política”, ele até agora não entregou provas convincentes para boa parte dos episódios relatados. A defesa do ex-parlamentar pernambucano sabe que, para o acordo vingar, os termos precisam ser taxativos e concretos.

    OUTRO LADO

    Procurado pela reportagem, o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, informou por meio da assessoria de imprensa que desconhece os termos em que foi citado tanto por Pedro Corrêa tanto por Nestor Cerveró. Por isso, ele disse que não iria se pronunciar.

    O petista acrescentou, no entanto, que está à disposição das autoridades e confia no resultado das investigações. Na sexta (8), o petista chamou a acusação de Cerveró de “ilação”.

    Sobre as mensagens com Léo Pinheiro, Wagner disse estar “absolutamente tranquilo” e que suas atividades são baseadas nos interesses da Bahia e do Brasil.

    Aldo Rebelo preferiu não comentar, assim como Aécio Neves. A assessoria do tucano alegou que ele não teve acesso ao contexto da citação feita por Corrêa.
    A Folha não conseguiu localizar os representantes de Benedito de Oliveira.

    (Via Folha, FolhaPress e agências)

  12. Ana Lúcia A. Pires

    Reinaldo, que Deus te abençoe e proteja.Pois você é a voz de todos nós que trabalhamos 12 a 15 horas por dia para conseguir uma renda que dê para manter um mínimo de dignidade. Alimentação completa….com salada, frutas e carne na mesa….Tenho medo que os covardes tentem algo contra você. Sinto-me muitas vezes numa ditadura disfarçada de democracia. Infelizmente!!!!!

  13. Silva

    O PT é uma alcova de trambiqueiros. O único legado desta escória é trambique e nada mais. FORA PT.

  14. sonia loureiro

    Só vc para juntar o máximo do bem (a maravilhosa Clarice) com o máximo do mal ( a Dilma). Por isso amamos você.

  15. arnoldo mozart

    Caro Reinaldo, Ao invés de pleitear o impedimento da presidanta em virtude das pedaladas fiscais, o pedido mas consistente e vitorioso deveria abordar a sanidade mental dessa senhora. Quanto a publicação desse amontoado de mentiras, a culpa ñ é dela mas de quem as publicou. Infelizmente, parte da nossa imprensa insiste em dar palanque pra essa turma. Para quem pode, avalio q a salvação é o aeroporto internacional. Boa noite.

  16. Alcyr de Igarapava-sp

    Prezadíssimo Reinaldo,
    Quando eu era criança pequena lá nos fundos da Fazenda Taquaral perto da Venda da Areia próximo da cidadela Buritizal-sp, minha mãe querida me ensinava: Olha meu amado, nesse mundo existe o bem e o mal, o mal sempre sobrepuja o bem, mas sempre que o bem quiser sobrepujará o mal, nessa remota época de 65 anos atrás, ela nem desconfiava que já existia a fomentação do PT, que a Dilma já existia também pequena e nem imaginava ela que poderia pensar na possível existência um dia o demônio denominado de Lula, Sinto saudades de minha mãe querida, mas, ela teria falecido em muito sofrimento ao saber da existência da Dilma e do Lula. Milhares de Petistas chegam a vociferar que o pedido de impedimento da Dilma é Golpe, pois eu digo e afirmo que qualquer que seja a maneira dessa Mosca Varejeira sair é saudável para o bem do povo brasileiro. como diz o Madureira “E Tenho Dito”.

  17. Aloisio Antoni

    Na eleição do Lula começou a desgraça que vivemos hoje . Todo sistema populista leva ao fracasso. Caso a metade das bolsas famílias tivessem destino correto e outra metade tivesse sido usa na geração de emprego sendo dirigida a incentivos destes beneficiários das bolsas talvez poderia acontecer o que não acontecer até hoje. Há bolsista (em casos dois na mesma família ) que tem casa própria e trabalham de salário frio e casa em nome de terceiros com bolsa …Como isto dará certo? É a ignorância inicial de um governo ´populista e corrupto.

  18. Moreira matos

    Reinaldo Azevedo, sua matéria intitulada: Dilma resolve me tirar do abismo metafísico. Então lá vou eu, sem sombra de dúvidas é sua obra prima de 2015. Você, como sempre, aborda uma realidade cruel causada por um governo, que sem dúvida, passará para a história de país chamado Brasil, como o pior de todos. Esta senhora, que exige ser alcunhada de presidenta; atitude que desrespeito e assassina o idioma português, além de despreparada para a nobre função de governar este país de dimensões continental, esta possuída pela sanha voraz do poder a qualquer custo. Para tanto; não vê outra alternativa, que não esteja perfeitamente alinhada com o domínio do poder absoluto. Como imagem criada pelo escultor da mentira, o Lula da Silva, ele segue fielmente os ditames de seu criador e tenta reproduzir as mentiras do mestre, travestidas do ilusionismo. Você, caro Reinaldo Azevedo, Não é e não sera o único alvo da sanha criminosa desta figura indesejável, que nada mais tem feito, que destruir a credibilidade do Brasil e urdir um plano macabro de poder. È bom que outros brasileiros limpos de consciência, como Você. se desponham a mostrar aos brasileiros puros , que este instrumento do mão terá que ser destronado do poder, para que o Brasil e seu povo possa continuar a respirar a liberdade.

  19. Absolutista

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  20. cidadão

    IMPEACHMENT da presidanta dilma JÁ!

    Reportagem publicada pela revista Época, na edição deste final de semana, revela como o governo atuou para assegurar que um investimento do grupo Andrade Gutierrez se viabilizasse em Moçambique, por meio de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

    De acordo com a revista, a própria presidente Dilma Rousseff, em viagem ao continente africano em março de 2013, recebeu pedido do presidente de Moçambique, Armando Guebuza, para permitir o financiamento de US$ 320 milhões ao empreendimento da empresa brasileira, a construção da barragem de Moamba Major. Porém, as regras do banco dificultariam a realização da operação.

    A reportagem da Época, no entanto, afirma que em setembro de 2013, em reunião da Câmara de Comércio Exterior (Camex), o então ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, fez prevalecer entendimento favorável à flexibilização de garantias para conceder o empréstimo. Pimentel, hoje, é governador de Minas Gerais.

    Em julho de 2014, durante a campanha eleitoral no Brasil, afirma a reportagem, o financiamento ao empreendimento na África foi concedido pelo BNDES.

    Segundo Época, no mês seguinte à assinatura do contrato com o BNDES, no dia 20 de agosto, às 8h54, Edinho Silva, então tesoureiro da campanha presidencial à reeleição de Dilma, visitou Otávio Marques de Azevedo no escritório da Andrade Gutierrez, em São Paulo. A conversa durou quase uma hora. Nove dias depois desse encontro, a empreiteira realizou uma transferência no valor de R$ 10 milhões para a campanha de Dilma. Em seguida, do dia 23 setembro a 22 de outubro de 2014, a construtora doou ao todo mais R$ 10 milhões, em três parcelas. Entre as empreiteiras brasileiras, a Andrade foi a principal contribuidora da reeleição de Dilma, desembolsando quase o triplo do total repassado pela UTC.

    Questionada por ÉPOCA a respeito da negociação, a Presidência da República informa, por meio de sua área de comunicação, que o governo Dilma Rousseff sempre teve como estratégia expandir as exportações de produtos manufaturados e bens e serviços para os mercados da África e América Latina. “Seguindo essa diretriz, com total autonomia e sem nenhuma ingerência de qualquer instituição do governo, o Cofig (Comitê de Financiamento e Garantia das Exportações, colegiado responsável por avaliar as condições de financiamentos do governo federal a operações de exportação) e a Camex tomam suas decisões”, afirma a Presidência, por escrito. “Cabe ainda ressaltar que as doações feitas à campanha de 2014 não tem nenhuma relação com as ações de governo.”

    Em nota, o BNDES afirma que o controle na concessão dos créditos à exportação se baseia em critérios técnicos e tem permitido apoio às empresas brasileiras com uma inadimplência extremamente baixa. E também que “não é incomum que uma operação seja aprovada na Camex e depois transcorra, até a contratação, um prazo similar ao observado na operação”. O banco não divulga o fluxo de desembolsos dos financiamentos à exportação.

  21. Guilherme

    Dilmentirosa continua ativa , quando vamos parar de sermos enganados e tratados como imbecis!!!??
    Ainda bem que tem gente querendo fazer uma realidade melhor, de verdade , como este colunista e mantendo acesas as chamas da justica e respeito ao povo deste pais

  22. Alcyr de Igarapava-sp

    Prezado Reinaldo,
    No Brasil não existe Psicólogos ou Psiquiatras com aptidão para ver o o que se vê a olho nu, a Dilma é louca varrida, podem cair um milheiro mortos ao seu lado direito e outros milheiros ao seu lado esquerdo, que ela vai passando por cima de todos para abraçar o outro Psicopata Lula no meio do inferno. quem acredita que ela é normal, observem seu comportamento agitado e desconcertante à frente do Microfone, deve ter feito curso de dicção em Cuba para falar grosso como fala, tentando mostrar uma voz de sonâmbula autoritária e mal criada. Parece criança no parque infantil, eu quero pirulito com almoço, eu quero assoviar e chupar cana ao mesmo tempo se não me der eu choro, Uá, Uá. Dilma, por favor abandona a Cartilha do Estado islâmico Lulista e viva a realidade, Acorde criatura pelo amor de Deus, pare de brincar de Presidente PresidANTA, a casa já caiu, pare de tomar Cauim da tribo dos Guararapes.

  23. DE QUE MANEIRA?

    DENÚNCIAS CONSTANTES
    DIARIAMENTE, CONTRA
    MEMBROS DO
    MINISTÉRIO E
    GOVERNO
    PT & PMDB!
    COMO GOVERNAR?
    ELA JURA INOCÊNCIA,
    MAS ACOBERTA UMA
    GRANDE QUADRILHA!
    NÃO EXISTE A MENOR
    CHANCE DE RECUPERAÇÃO
    PARA O PAÍS, ENQUANTO
    NÃO TROCAREM AS
    MOSCAS! ENQUANTO
    ISTO, A M! CONTINUARÁ
    A MESMA! COM
    TENDÊNCIAS A
    PIORAR!

  24. violeta

    Precisamos voltar às ruas urgente!!!

    O PT está de volta à ativa! Continua roubando, pensa ter se

    livrado das manifestações de ruas, ocupou a mídia e está

    usando e abusando do espaço ocupado nas

    universidades!

    Precisamos lembrar que Dilma e o PT:

    – Fraudaram o orçamento, assassinaram a lei de

    responsabilidade fiscal, descumpriram a lei orçamentária e

    cometeram crime de responsabilidade.

    – Participaram ou se beneficiaram de um esquema de

    corrupção envolvendo a petrobras na qual funcionários da

    empresa a empresários fraudavam licitações e desviavam

    recursos públicos, tendo grande parte do dinheiro sido

    USADO PARA PAGAR AS CAMPANHAS DO PT, ou seja, a

    serviço de um projeto nojento de poder.

    – O líder do partido no senado tentou organizar uma fuga

    para um delator.

    – O partido tem 2 ex-tesoureiros presos e dois ex-

    presidentes presos, o que mostra que a corrupção é

    sistêmica neste partido, e não casos isolados.

    – Os principais aliados, como PMDB também tem nomes

    citados diariamente em escândalos de corrupção, o que

    demonstra como pt e a base aliada se comporta quando

    ocupa cargos públicos.

    – Junto com partidos esquerdinhas como pc do b, psol e

    outros DEFENDE O ABORTO (assassinato de crianças),

    LIBERAÇÃO DAS DROGAS, e sempre defende bandidos

    enquanto critica a polícia. Além do mais, eles estão na linha

    de frente da perseguição aos cristãos no Brasil.

    – Envenenaram o ENEM e nossas escolas com a pior

    utilização de supostas “causas nobres” (na verdade

    embustes marxistas) como feminazismo, abortismo e a

    nefasta ideologia de gênero. Além de querem incentivar a

    sexualidade precoce de crianças em diversos projetos de

    lei.

    – Cooptaram toda a mídia.

    – Estão subordinados a uma organização internacional,

    descaradamente, que é o foro de são paulo. Apóiam

    ditaduras como a chinesa e cubana… não têm moral para

    criticar a ditadura militar.

    – Seus milittrouxas defendem o neo-absolutismo, que é o

    marxismo, que visa eliminar a burguesia e classe-média do

    mapa, enquanto classe, e concentrar todo o poder nas

    mãos do Estado. (nas mãos do PT).

    – Destruiu a imparcialidade do STF, que chegou até mesmo

    a retirar da câmara o poder de aprovar o pedido de

    impeachment (na qual ela seria afastada conforme a

    constituição)… ARREGAÇARAM A CONSTITUIÇÃO!!!!!

    Transformaram a corte num tribunal bolivariano.

    – Assistiu passivamente a militantes seus defenderem o

    extermínio da classe média (nós) e a pegarem em armas.

    Possuem abertamente uma organização paramilitar (MST e

    CUT).

    – Faz uma verdadeira perseguição nazista contra nós,

    chamando de coxinhas e etc… enquanto tentam se fazer de

    pobres vítimas do capitalismo mau.

    – Enriqueceram os bancos e retiraram direitos dos

    trabalhadores.

    – Fizeram discurso de transformação social, mas, na

    prática, as pessoas ainda PRECISAM receber bolsa-família

    porque não saíram da pobreza.

    – Afundaram o país economicamente. Têm tentando

    deliberadamente destruir os nossos empresários e

    produtores, para poderem avançar em sua agenda

    marxista.

    E MUITO MAIS!!!

    PRECISAMOS LUTAR!!!
    PRECISAMOS OCUPAR TODOS OS ESPAÇOS!!!
    PRECISAMOS PRESSIONAR!!!
    PRECISAMOS NOS UNIR E VOLTAR AS RUAS!!!!!!!!!!!!!!!

    E precisamos lembrar as pessoas, todos os dias, quem

    esses cretinos são!!!!!!!!!

    Pedido de impeachment:

    https://pt.scribd.com/doc/291983456/Pedido-de-

    Impeachment-Helio-Bicudo-Reale-Junior

    documentário sobre marxismo cultural

    https://www.youtube.com/watch?v=I0Aq5SQrIEg

    Sobre o comunismo que querem implantar aqui:

    https://www.youtube.com/watch?v=5kcjH-b7a1E

    https://www.youtube.com/watch?v=UqSmVJEIL0Q

    O livro negro do comunismo – nenhuma ideologia política

    foi mais sanguinária

    http://www.mises.org.br/files/literature/O%20LIVRO

    %20NEGRO%20DO%20COMUNISMO%20-%20Crimes

    %20Terror%20E%20Repress%C3%A3o.pdf

    FORA PT
    MORRA COMUNISMO
    FORA DILMA
    FORA ABORTISTAS
    FORA PC do B, FORA PSOL

    FORA TODOS OS VERMELHOS!!!
    FORA TODOS OS QUE DEFENDEM IDEIAS TOTALITARIAS!!!
    FORA TODOS OS PROTOTIPOS DE DITADOR!!!!!!!!!

  25. Heitor

    O MAIOR DE TODOS OS ESCÂNDALOS

    Luís Mauro Ferreira Gomes

    Tem sido comum dizer-se que o caso de corrupção conhecido como mensalão foi muito pequeno, na presença do petrolão, e que os dois são a parte visível do iceberg, se comparados àquele do BNDES, que estaria para se tornar público.

    A verdade é que os três são insignificantes, diante do escândalo dos escândalos: a participação do governo em todos eles, sem a qual, simplesmente, não teriam acontecido, por falta do agente corruptor.

    Nos depoimentos em delação premiada da Operação Lava-Jato, consta que o ex-presidente Luiz Inácio da Silva e a atual presidente Dilma Vana Roussef sabiam da corrupção na Petrobrás, como fartamente noticiado pela imprensa (1). Dilma está envolvida, ainda, como presidente do Conselho de Administração da empresa, na compra da refinaria de Pasadena (2), e, como presidente da república, no mínimo, pesam-lhe duas culpas: “culpa in eligendo” e “culpa in vigilando”, por ter feito nomeações desastrosas na companhia e deixado que prosperasse todo esse desvio bilionário, sem que nada fizesse para impedi-lo.

    Agora, a Revista Veja, informa que o ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu, em reunião secreta, advogados de empresários presos na Operação Lava-Jato, comportamento inadequado e eticamente condenável, que o Juiz Sérgio Moro classificou como “intolerável” (3). Por conta disso, o Ex-Presidente do STF, Ministro Joaquim Barbosa, pediu à presidente que “demita o ministro imediatamente” (4).

    Quem sabe, sua excelência quisesse tranquilizá-los e evitar que aceitassem delação premiada e envolvessem, mais ainda, presidente e ex-presidente, no “mais escandaloso dos escândalos”.

    Munição para tanto não lhe faltaria: ainda, segundo Veja, com participação do Advogado Geral, “o Tribunal de Contas da União aprovou, em tempo recorde,às vésperas do carnaval, uma norma que, na prática, o transforma em avalista dos acordos de leniência feitos pela Controladoria Geral da União com as empreiteiras do petrolão. Para o Ministério Público, a manobra pode prejudicar a Operação Lava-Jato e as investigações” (5). Em vez de demitir o ministro, o que já deveria ter feito por iniciativa própria, a presidente optou por mantê-lo, e teria dito que “ele tem toda a sua confiança (6)”.

    É obvio que tem, pois tudo faz, até mesmo, compromete seu próprio nome, para livrá-la dessa situação incômoda que a poderá levar à perda do cargo. Em verdade, foi ela que perdeu a confiança da Nação e, agora, luta desesperadamente para salvar se, indiferente à destruição já que causou ao País.

    A situação poucas vezes nos esteve tão favorável. Embora alguns não queiram ver, o governo petista acabou, exaurido pela própria incompetência, associada à corrupção generalizada e a uma proposta política fracassada em todos os países que a adotaram.

    Somente falta dar o empurrão final para que desabe de vez. Ou melhor, o que falta é a coragem para fazê-lo.

    Parece que jamais aprenderemos a lição, já não dizemos, com a experiência dos outros. Nem mesmo tendo pagado um preço altíssimo por erros políticos em passado recente, conseguimos livrar-nos da vocação suicida de alguns, que insistem em inventar toda espécie de argumentação na tentativa de adiar o inevitável. Em um primeiro momento, a omissão é sempre muito mais cômoda do que enfrentar os riscos da ação, mas, no fim, seus resultados são sempre desastrosos.

    O problema que ignoramos hoje, realmente, deixa de nos perturbar durante algum tempo, mas, quando volta, apresenta-se extremamente mais grave e, às vezes, sem solução possível.

    Mais uma vez, surgem, entre pessoas que ? mesmo manifestando-se contra as políticas gramscistas praticadas pelo grupo que sequestrou Estado brasileiro e o mantém refém do governo corrupto, intolerante, totalitário e antinacional, de vocação comunista, que nos foi imposto e se pretende eternizar e radicalizar mais ainda ? pregam saída eleitoral para atual crise política que nos aflige.

    Quem não se lembra de um partido político, o PSDB, que, no auge do escândalo do mensalão, sepultou qualquer possibilidade de impeachment, com a proposta de deixar o então presidente Luiz Inácio da Silva sangrar até as eleições de 2006 (7)? Pretendiam, em uma visão mesquinha, indiferente aos verdadeiros anseios da Nação, eleger um candidato fortemente rejeitado por boa parte do eleitorado.

    O resultado, que não poderia ser mais trágico, é conhecido de todos: não somente o presidente recuperou-se do desgaste que lhe deveria ter custado o mandato, como conseguiu reeleger-se, e eleger e reeleger sua criatura, uma candidata inexpressiva, de passado tristemente condenável, a atual presidente Dilma Vana Rousseff.

    Não satisfeitos com nos terem, mercê de suas ambições paroquiais, condenado ao caos político, econômico e social em que nos colocaram indiretamente, voltam agora, novamente, como arautos do afastamento de qualquer consideração sobre impeachment.

    A falta de imaginação é absoluta. Até os argumentos são os mesmos: “O impeachment é inócuo”; “Vamos deixar a presidente sangrar até as próximas eleições, quando venceremos e tiraremos o PT do governo, democraticamente, pela via eleitoral”; “O impeachment só interessa ao PT, e é tudo o que o Lula mais deseja, para dizer que deram um golpe de Estado e detonar o País com os movimentos sociais”.

    Ora, chegam a ser infantis essas colocações. Se, realmente, o ex-presidente quisesse o impedimento, não teria manifestado tanto desespero a ponto de ameaçar-nos com os terroristas do Stédile, a que chamou de exército (8). E, desde quando, ele precisa de pretexto para acusar a oposição de golpista e detonar o País? É o que já vem fazendo há muito tempo. E se viessem a perder as eleições, seria exatamente essa a estratégia a ser usada. Ele mesmo assombrou o eleitorado com ameaças desse tipo, nas eleições passadas (9).

    Por outro lado, o próprio ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o principal integrante da oposição a poupar o então presidente da Silva do impeachment (10), trabalha, agora, no mesmo sentido, para salvar Dilma (11).

    Isso, porém, é “fazer o jogo do inimigo”, proposto, provavelmente, por uma oposição não ideológica, interessada apenas em tomar posse da caneta e da chave do cofre.

    Estamos convencidos de que eles não deixariam o poder, derrotados fosse por que via fosse, sem reeditar uma nova versão da luta armada, com o recurso ao terrorismo, do qual nunca desistiram, o que tornaria o enfrentamento inevitável.

    Se temos de confrontá-los, que seja logo. Quanto mais tempo lhes dermos, mais fortes ficarão e mais graves serão as consequências do entrechoque final.

    Já vivemos uma situação pré-revolucionária muito semelhante, mutatis mutandis, à reinante do final de 1963 para o começo de 1964.

    Como dissemos, as condições são muito favoráveis a nos livrarmos, constitucionalmente, dos políticos corruptos e inescrupulosos que conquistaram o poder e nele se mantêm, mediante todos os tipos de fraude.

    O impeachment é instrumento tão democrático quanto eleições, porquanto remédio igualmente acolhido pela Constituição de 1988.

    No entanto, como costumamos dizer, a capacidade de recuperação do governo petista, mercê de seu poder de corromper, coagir e manipular as Instituições, é enorme.

    Não é difícil prever que, se nada for feito agora, que o governo está enfraquecido, nestes próximos dois anos, Dilma adotará o regime de austeridade que for possível aprovar no Congresso ou promover por decreto, passados os quais, dirá que, para governar, teve de aceitar as medidas impopulares de austeridade impostas pela oposição; culpará o ministro Joaquim Levy pelos transtornos causados aos eleitores; abrirá a porta do cofre e repetirá a orgia com dinheiro público que a reelegeu.

    Aí, sim, ficaria inviabilizado o impeachment, em consequência dessa farra corruptora, e, mais dois anos depois, seria eleito, novamente, Luiz Inácio da Silva. O Brasil estaria arrasado, mas isso convém ao projeto revolucionário gramsciano em curso.

    Mais cedo ou mais tarde, para sobreviver à crise herdada, preço de sua nova eleição, e usando-a como justificativa, Luiz Inácio tentaria munir-se de poderes extraordinários, mediante um golpe de Estado, a partir do governo, bem ao estilo bolivariano, se possível com a aprovação do Congresso e o aval do Poder Judiciário, infiltrado por seus militantes político-ideológicos.

    Mas nem tudo estaria perdido.

    Nós, os brasileiros honestos, que ainda existimos, não somos obrigados a assimilar a lógica da ideologia que nos querem impingir nem aceitar esse processo subversivo como inevitável.

    Em condições normais de funcionamento, o Estado democrático tem mecanismos mais do que suficientes para proteger-se contra aqueles que corrompem a democracia em benefício de seus interesses pessoais, partidários ou ideológicos.

    Contudo, se todas as instâncias que deveriam defendê-lo omitem-se ou apoiam as práticas criminosas dos governantes, resta o caminho das revoluções.

    Elas não existem, somente, para implantar regimes políticos totalitários estranhos à índole da Nação, como querem as viúvas do comunismo internacional, redivivo na América Latina.

    Ao contrário, podem ser usadas, também, para que a sociedade possa livrar-se de bandos de criminosos que assaltam o poder e o corrompem, pelo abuso dos institutos democráticos, que usam para imunizar-se contra qualquer tipo de oposição.

    Como temos dito, insistentemente, depor uma ditadura, ou impedir que ela se instale, não é ser golpista nem antidemocrático, mas exercer o sagrado direito de legítima defesa”.

    Luís Mauro Ferreira Gomes é Coronel-Aviador, Presidente da Academia Brasileira de Defesa e Vice-Presidente do Clube de Aeronáutica.

  26. Heitor

    A CONTRARREVOLUÇÃO DE 2015 E A REFORMA MORAL DO BRASIL

    João Ricardo Moderno

    A corrupção da República tem o mesmo sentido da corrupção dos mores civitatis na expressão do latim, a corrupção dos mores da cidade, da polis grega. Os costumes e hábitos morais considerados invioláveis e essenciais que identificam o caráter pessoal e as características de um povo estão sendo submetidos no Brasil de hoje a um processo intencional, sistêmico e progressivo de destruição. Em latim, corrupção significa primeiramente destruição. Ora, a corrupção governamental sistêmica destrói o Brasil. Um país moralmente destruído é presa fácil de grandes potências. O assunto é de segurança nacional. O crime organizado tomou conta de grande parte da República. O patriotismo acabou.

    A reconstrução moral do País necessita de um inteligentíssimo e multidisciplinar projeto estratégico fundado na realidade cultural brasileira, isto é, apoiado nos próprios mores tradicionais da nação que estão assentados no trabalho honesto, produtivo e humanista. As reformas econômica, política, educacional, cientítica, cultural e jurídica são insuficientes sem aquela que sustenta a todas: a reforma moral. Os governos no Brasil institucionalizaram o homo corruptus, expressão latina que revela que o problema é universal, mas que se referia ao indivíduo, e agora remete aos militantes de partidos de massa. O capitalismo de Estado brasileiro é a fonte segura do extrativismo cleptorepublicano. Estatismo e comunismo são irmãos siameses. Até a China comunista é mais liberal que o Brasil no plano econômico, e tem uma estratégia de longo prazo que tem como base o patriotismo, razão do sucesso das últimas décadas.

    O patrimonialismo brasileiro teve um salto quantitativo e qualitativo com a construção de Brasília e a manutenção do mito, apesar da semente de soja e do gado não saberem que estão no Brasil central. Essa megalomania já deve ter custado trilhões de reais até 2015, segundo anteriores cálculos da FGV pelo pesquisador Ib Teixeira. A televisão integra muito mais o Brasil que Brasília, a única capital estatal no mundo, obviamente mantida pelo tesouro nacional. Para abrir estradas não precisamos construir uma capital federal, que necessita de grande poder simbólico naturalmente construído e historicamente sedimentado para representar a nação. Essa a regra universal. Samuel Wainer, em seu livro de memórias Minha razão de viver, Editora Record, revela que a corrupção com Brasília deu um salto histórico em razão da industrialização e grandes obras, e “esse tráfico de influências tornou-se particularmente intenso no Governo de Juscelino Kubitschek, durante o qual se consolidaram fortunas imensas. Negócios desse tipo não costumam deixar rastros, mas é fácil deduzir que neste últimos anos foram captados alguns bilhões, repartidos entre empreiteiros e seus sócios na imprensa. Sempre que algum negócio me beneficiava, o dinheiro era integralmente aplicado na Última Hora. Nunca quis dinheiro para mim. Meus colegas pensavam diferente: eles colocavam nos próprios bolsos as verbas…”.

    O Brasil produziria um grande choque moral, econômico e político privatizando Brasília, cortando com gigantesca austeridade os oceanos de dinheiro público jogados no lixo no passado e no presente para manter um mito megalomaníaco perverso, e retornando a Capital Federal ao Rio de Janeiro, onde os custos seriam mínimos. A megalomania de Brasília é produto da mitomania da política brasileira.

    Samuel Wainer confessa que era também o mala de João Goulart, o Jango: “Alguns meses depois de assumir o cargo, Jango convocou-me para dizer que não tinha confiança no homem que encarregara de fazer a ligação do PTB, principal partido no esquema de sustentação ao governo, e os empreiteiros que financiavam o partido. O esquema era simples. Todas as concorrências vinham com as cartas marcadas, funcionavam como mera fachada. (…) Minha tarefa consistia em, tão logo se encerrasse a concorrência, recolher junto ao empreiteiro premiado a contribuição de praxe. Não aceitávamos cheques, o pagamento vinha em dinheiro vivo. Uma vez por mês, ou a cada dois meses, eu visitava os empreiteiros e recolhia suas doações, juntando montes de cédulas que encaminhava às mãos de João Goulart. Se não tivesse escrúpulo algum, eu poderia simplesmente ter subtraído parte dessa fortuna e colocá-la nos bolsos. (…) Eu poderia ter ficado multimilionário entre 1962 e 1964. Não fiquei.”

    A Revolução Comunista no Brasil visando um regime totalitário começou em 1935, e ainda não esgotou o seu ciclo histórico, redivivo com o eufemismo de Revolução Bolivariana, que somente fará uso das armas em sua fase final – sem novidade, tal como adotada por Jango -, pois valendo-se da estratégia de guerra de posição segundo a teoria de Gramsci, é necessário aderir ao sistema do Estado Democrático de Direito, e destruí-lo de dentro. Por isso, é preciso manter as aparências, ganhar eleições, dissimulando ao máximo as intenções, e colhendo resultados gramscianos gradativa e pacientemente, aproveitando essa demora no tempo para montar um vastíssimo campo criminoso organizado, reunindo forças políticas e dinheiro em escala astronômica para comprar pessoas, instituições, armas, documentos, máfias e abrir contas bancárias secretas no exterior. A confissão pública de Luiz Inácio Lula da Silva, que se apresenta como a autoridade suprema das Forças Paramilitares, apesar de termos uma presidente da República constitucionalmente empossada e sendo ela a autoridade suprema das Forças Armadas, claramente afirmando que ele pode dar ordens para João Pedro Stédile usar seu exército paramilitar, pode ser interpretada como um sinal que a fase final do processo gramsciano chegou inesperadamente, pois a Revolução Comunista se vê diante de variáveis não previstas, como o mensalão e o petrolão, e outras que ainda certamente emergirão.

    Forças paramilitares são indispensáveis na ortodoxia totalitária comunista, nazista e islâmica – assim como em quaisquer outras revoluções ideológicas -, pois as Forças Armadas nacionais não se prestam a esse papel no início do processo revolucionário, mas acabam por ser tragadas, desorganizadas e reordenadas pela lógica totalitária com o passar dos anos. Na lógica comunista atual, o Estado Democrático de Direito só é tolerado enquanto ele produzir os resultados estrategicamente planejados. As surpresas políticas levam os líderes ao desespero e a alterarem o roteiro, e até mesmo antecipando etapas. O Brasil contemporâneo não faz parte do Ocidente político e ideológico, daí a desconfiança da comunidade internacional dos Estados democráticos, como EUA, Canadá, União Europeia, Japão, Austrália, Coreia do Sul e outros.

    A Contrarrevolução Brasileira de 2015 destina-se a resgatar os fundamentos da República, da liberdade, do Estado Democrático de Direito, e a respeitar a Constituição Federal, fazendo o Brasil retornar ao Ocidente, implantar definitivamente uma economia liberal, criando as condições para impedir quaisquer regimes totalitários no Brasil, de quaisquer ideologias. No Brasil, em verdade, temos não um capitalismo de Estado, mas uma cleptocracia de Estado, uma República cleptocrática. É preciso retornar à simplicidade e à humildade do cidadão e da cidadã do Brasil profundo, que ganham a vida com muito esforço, educam seus filhos com extrema dedicação e vivem honradamente. O povo brasileiro ama a honestidade, e anseia por governantes com dignidade, à altura da alta moralidade brasileira. Não podemos decepcioná-los, pois seria permitir a total desintegração do País. As Forças Armadas Brasileiras terão um papel decisivo nesse processo, pois elas permanecem liderando como as mais respeitadas, amadas e idolatradas pelo povo brasileiro, apesar do massacre do assédio moral a que foram submetidas pelos sucessivos governos. Elas garantirão a sustentabilidade perene do Estado Democrático de Direito, conforme a Constituição Federal.

    João Ricardo Moderno é Presidente da Academia Brasileira de Filosofia. Doutor de Estado em Filosofia – Letras e Ciências Humanas pela Université de Paris I – Panthéon – Sorbonne.

  27. José Maria Pessoa de Melo

    Brasileiros, essa mentirosa política é aprendiz do APEDEUTA – BANDIDO DO NOSSO PAÍS

  28. luciana fellows

    Essas ferias do Reinaldo são irritantes!????

  29. TADEU CARVALHO

    AFFFF……TEM COMENTARISTA QUE ESCREVE MAIS QUE O COLUNISTA.
    O DIA DA DILMA E DO PT ESTÁ CHEGANDO. ISSO TAMBÉM VALE PARA VOCÊ …..LULA.

  30. Petistas em desespero. Olha o 13 aí genteeee!!!

    O Ministro da Casa Civil e braço direito de Lula no Governo da Dilma, o baiano traquino Jacques Wagner pavoneou-se quando deu início à sua jornada como interlocutor e porta-voz da presidenta. Mas, estranhamente e de dois dias para cá age como um animal ferido e passou a viver amoitado. Tudo se deve a revelação bombástica do Estadão do “esquemão” cujo dinheiro sujo comprava apoios e a propina da OAS corria frouxa para irrigar campanhas petistas na Bahia. Cerveró também resolveu abrir o bico e jogou Jacques Wagner (PAVÃO DE LULA) na sarjeta ao delatar as maracutaias do petista bom de bico. De falante e ameaçador o cara se transformou numa estátua. Sou fã de carteirinha daquele velho ditado “Quem tem telhado de vidro não atira pedras no telhado do vizinho”. Tá difícil achar um petista honesto e que não tenha metido a mão na cumbuca. Somente a Presidenta Dilma ainda se habilita em repetir que é honesta e vangloriar de sua honestidade. Bem, pelo menos até a próxima delação.

  31. marcos

    Os mascarados dos comunistas voltaram para protestar contra o aumento da tarifa de õnibus,porque voce não vê protesto contra o maior esquema de corrupção do mundo,contra os juros mais altos do mundo,contra a inflação galopante,contra a péssima educação,contra o desemprego,contra o salario de fome,contra a destruição do plano real,a destruição da economia,do aumento do combustível ,do caos na saúde,etc………é óbvio que esse protesto é comandado pelo governo federal ,que quer ver o país cada vez mais afundado no caos,na desordem e,como esses mascarados são do governo federal eles nunca ficam presos,eles destroem tudo oque encontram pela frente ,mas nunca são detidos e,quando são ,no outro dia já estão soltos,o caos comunista já tomou o país,da nojo ver os tele-jornais,o controle comunista é nítido e,notório,o caos não chegou nem nos 10%,o plano comunista é nos transformar em uma venezuela,cuba,coreia do norte,china,onde o povo já se tornaram escravos.

  32. A ESQUERDA SE APEQUENA QUANDO ADERE AO QUEBRA-QUEBRA

    Os MBL – Movimento Brasil Livre, Vem pra Rua e Revoltados On Line levaram milhões às ruas de todo o Brasil e em todas as manifestações o que se viu foi uma aula de civismo, ordem e educação.
    Diferente dos COMUNISTAS que se escondem por detrás da torpe ideologia para DEPREDAR PATRIMÔNIO PÚBLICO E DE TERCEIROS; AMEAÇAR POLICIAIS E PESSOAS DE BEM e PROMOVER ATOS CUJA BARBÁRIE INJUSTIFICADA demonstra que são VÂNDALOS POR NATUREZA NAS IDEIAS E NO COMPORTAMENTO.
    Melhor será chamar os meninos do MBL – Movimento Brasil Livre para dar umas aulas de como se portar em manifestações, o que eles infelizmente nunca aprenderão porque além de não terem nenhuma formação, são filhotes pequenos da ditadura bolivariana.
    MANIFESTAR COM QUEBRA-QUEBRA É TÍPICO DE UMA ESQUERDA EM DESESPERO E TOTALMENTE PRIMITIVA.
    ALIÁS, MOVIMENTO PASSE LIVRE, BLACK BLOCS, PCB, PSOL, MST, MTST SÃO IRMÃOS SIAMESES.
    ELES SE MERECEM!!! VERGONHA TOTAL!!!

  33. Alonso

    O EX-MINISTRO JOAQUIM LEVY MENOSPREZADO E RIDICULARIZADO POR LULA E SEUS PETRALHAS DEU A VOLTA POR CIMA. DEIXOU O PEPINÃO NAS MÃOS DO SUBMISSO E TRAÍRA NELSON BARBOSA E PARTIU PARA O ABRAÇO.
    JOAQUIM LEVY ACABA POR TER A SUA COMPETÊNCIA RECOMPENSADA AO ASSUMIR A DIRETORIA FINANCEIRA DO BANCO MUNDIAL. LEVY É O CARA!!!
    – A PETRALHADA VAI À LOUCURA!!!

  34. ronaldo

    A PRESIDENTE QUER FICAR 3 ANOS NO PODER PARA ACABAR COM O BRASIL, SAÚDE, EDUCAÇÃO,SEGURANÇA E TRANSPORTES E MOBILIDADE URBANA EM GRANDES CENTROS COMO RIO E SP ESTÃO CAÓTICAS. OS POLITICOS PARECEM VIVER NA SUÉCIA,FORA DA REALIDADE. ATÉ O CIRCO NOS TIRAM O MARACANÃ E ENGENHÃO ,PARA DELEITE DOS GRINGOS

  35. L.Dias

    orra meu!
    Você não pode ficar de férias.
    Tá bombando com um monte de notícias (muitas manipuladas) e eu aqui sem as suas opiniões, sem referências e esclarecimentos.
    Pode voltar e já.

  36. Hellena

    Está chegando a hora do Gabrielli!!!!

  37. Anônimo

    E aí tio Rey? O país paralisado, impostos escorchantes e em vias de crescer cada vez mais, Se pudessem cobrariam 100% de imposto de renda; já houve um petista (mais tarado do que o habitual) que propôs 25% de imposto predial ao ano, logo em 4 anos…Tudo para custear o bacanal e a incompetência da nova elite tão elogiada e apoiada pelos veríssimos e xicos.
    Escreve logo, escreve para lavar nossa alma. É nosso último consolo.

  38. josé reis barata


    PT e o CAMARÃO
    .
    (https://www.facebook.com/photo.php?fbid=860083807360135&set=gm.1658815057693610&type=3)

  39. UMA SAÍDA HONROSA!

    ELA RENUNCIA
    PARA CUIDAR
    DOS NETOS!
    ESPERO QUE
    CUIDE MELHOR
    DELES, DO QUE
    DO BRASIL!

  40. Jota Caldeira

    Não podemos aguentar o PT no PODER. Que só pensa em levar vantagens em tudo quando mete suas MÃOS. Colocando sua corja pra MANDAR. Pode ESPERAR. Mais LAMA vai ROLAR. A V@le que muito VALIA. Hoje pouco V@LE. Se mexer um pouco MAIS. Mais lama vai ROLAR. Não como em Mariana (MG). Mas, como anda acontecendo. Na Lava Jato PETROLÃO. São muitos os interesses. De Lula/Dilma e Cia “CORRUPÇÃO”. Necessitam levantar DINHEIRO. Para vencer ELEIÇÃO. (que sina…) Dá dó!

  41. Eduardo

    A grande farsa da Mega-Sena é descoberta, caiu a casa, Brasil, o paraíso da sacanagem, entenda…
    CAIU A CASA DA MEGA SENA!!! A GRANDE FARSA É DESCOBERTA! BRASIL: O PARAÍSO DA SACANAGEM…..

    SE VOCÊ FAZ APOSTAS, ESTÁ SENDO ENGANADO!!!
    A Polícia Federal desconfiou que estivesse havendo algum tipo de fraude na MEGA SENA e, mal começaram as investigações, pegaram várias pessoas envolvidas no esquema, entre elas, funcionários, auditores, e muito peixe grande, ligadas diretamente ao governo. Era muita gente envolvida no esquema. Eles fraudavam o peso da bolinha, fazendo sempre dar os números que eles quisessem e botavam ‘laranjas’ para jogar em diferentes Estados.Você que achava estranho a Mega Sena acumular tantas vezes seguidamente, e quando saía o prêmio, apenas uma pessoa ganhava, geralmente em algum lugar bem distante. Só podia ser algum tipo de fraude mesmo!!! Descobriram membros da quadrilha com 4 Bilhões em contas nos paraísos fiscais; o que menos tinha, tinha 8 milhões.

    Isso é sacanagem com o povo brasileiro, que trabalha demais; muitos deixam até de comer alguma coisa para fazer uma fezinha! O que muito me admira é que quase não houve divulgação!!!!!!
    Na TV só passou uma vez no Jornal da Record, e outra na BAND.. Certamente foram censurados… Está na cara que o governo não quer perder a bocada que fatura cada semana com os jogos, e nem quer mais CPIs…

    Está notícia não pode ficar na gaveta, espalhem!!!Vamos nos unir e dar fim a essa grande rede de corrupção que envolve o nosso país.Colabore com a DIVULGAÇÃO e ajude a desmantelar essa corja de corruptos que levam 45% do seu salário em impostos e ainda têm coragem de levar mais… Passe para todos da sua lista de contatos…
    O BRASIL todo precisa saber!!!

    Dr. Wagner Di Genova Ramos PAVESIO ADVOGADOS ASSOCIADOS 55 11 4746-2513 (voice) 55 11 4743-3325 (fax)
    *O único jeito de acabarmos com essa patifaria é ninguém jogar mais em nada. Aí , a CAIXA ECONÔMICA vai ter um enorme prejuízo e, talvez só assim fará alguma coisa. E o que as autoridades vão fazer agora??? Esconder como fizeram quando essa notícia vazou???
    DIVULGUE… MAS DIVULGUE MESMO,
    PARA VER SE ACONTECE ALGUMA COISA!!!

    (Via agência)
    Em 2013, um internauta fez uma denúncia séria através das redes sociais. O jornal Hoje em Dia, do portal R7 (Record) noticiou o fato na época. De lá pra cá, nenhuma ação concreta foi tomada pelos órgãos fiscalizadores competentes

    confira o texto da época:

    Suposta fraude na Mega-Sena é um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nesta quinta-feira (3). Isso porque no dia 15 de dezembro, 16 dias antes do sorteio do prêmio da virada, um perfil na rede social, registrado com o nome “[L12] J.”, fez um comentário na comunidade Cartola FC que afirmava acertivamente a cidade de um dos vencedores.

    “Eu não deveria estar falando isso aqui. Mas meu tio é um dos diretores responsáveis pela Mega da Virada. Ele me afirmou que, neste ano, o ganhador vai ser da cidade de Aparecida de Goiânia. Podem ?printar”, dizia a mensagem reproduzida abaixo. O perfil que postou a denúncia no Orkut foi retirado do ar.

    Quote mega sena fraude

    O sorteio, que ocorreu no último dia do ano de 2012, contemplou três pessoas no valor de R$ 81,594 milhões, segundo informações da Caixa Econômica Federal. As apostas dos vencedores foram feitas em Franca, São Paulo (SP) e, assim como previsto pelo usuário, um ganhador registrou seu “palpite” em Aparecida de Goiânia (GO).

    Uma postagem no Facebook, também supondo uma possível fraude na famosa loteria rendeu milhares de compartilhamentos na rede e está provocando revolta nos internautas.

    Os números sorteados no concurso nº 1455 foram 14, 32, 33, 36, 41 e 52. O prêmio total atingiu R$ 244.784.099,15. A premiação teve ainda 1.368 ganhadores da quina, que levarão para casa R$ 27.413,18, e 113.258 ganhadores da quadra, que ficarão com R$ 473,01. A arrecadação total da Mega da Virada foi de R$ 640.548.924,00.

  42. Seta

    Sentiremos saudades de 2015! Eis a nossa triste realidade. Confesso que não me sinto culpado, pois convenci alguns conhecidos a votar melhor. Tivemos a oportunidade de nos livrar dessa peste chamada PT mas, esperar o quê de um eleitorado que, passadas duas horas após as eleições, já não se lembra em quem votou?

  43. Maru

    Vocês já repararam que essa Gerentona quase todo dia tem uma notícia ruim pra dar aos brasileiros? isso me leva a crer que ela tem quase certeza que não vai ficar, que é rejeitada por 70% ou mais da população, então porque não estragar o resto? e deixar o povo à míngua? Agora, a facção criminosa do poder está se dedicando a estragar a Educação Infantil. Escutei que tem até projeto a favor da pedofilia. Que as crianças tem, desde cedo, que aprender tudo sobre sexo e até experimentar. Isso tudo explicado pro professores. Meu Deus Nos Acuda! Assisti à entrevista do Villa, sobre o que estão fazendo, na calada da noite com a História na grade de ensino. Fiquei horrorizada! Só tem analfabeto nesse MEC. Vocês só estão ali pra prejudicar o povo que não aguenta mais vocês. FORA TODOS ESSES DELINQUENTES DO PODER!

  44. bisteca

    O artigo de OC é de 2007, de lá pra cá, muita coisa já aconteceu na área …. Está um pouco desatualizado depois que ocorreram oficinas de (esqueci os termos técnicos…) …

    http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/politica-economia/150194-jacques-wagner-novo-ministro-da-defesa-e-as-fotos-de-um-carnaval.html#.VpAPxD9dXkc

  45. MINEIRIN

    REINALDO,ÔMI LETRADO!!
    OBA!! OBA!! PRA UMA SEXTA-FEIRA FECHAR COM CHAVE DE OURO E PODER TOMAR UMAS COM TORRESMIM,ETC…
    DOUTOR AÉCIO NEVES DA CUNHA (( GRANDE ESTRATEGISTA), Ô COISA BOA OUVIR ISTO NESTA ARTURA DO CAMPEONATO, O ESTRATEGISTA VAI FICAR NA MOITA,CALADIN,CALADIN TIPO MINEIRO E NAO MINEIRIN INTÉ 2019 OU SEJA A ELEIÇÃO PRESIDENCIAL PASSOU E O AÉCIN FICOU NA MOITA E DANÇOU DE NOVO… NA VERDADE O ÁECIO VAI E DEVE ESTAR COZINHANDO UMA RAPOSA KKK POSCONDIQU^^E Ô MINHA GENTE OGALO JÁ FOI PRA PANELA, O AÉCIO USOU DE UMA GRANDE ESTRATÉGIA NESTES ULTIMOS ANOS, DIANTE DA SUA POPULARIDADE E APROVAÇÃO BATENDO A CASA DOS 95% DOS MINEIROS E CONCHAVOU COM O LULA GERANDO O LULECIO E SAI CHAMUSCADO NAS BANDAS DAS MINAS GERIAS,DISPOISE NAO TOMANDO EMENDA POS SEU SUCESSOR PRA CONCHAVAR E VEIO O (DILMAZIA)JUNÇÃO DE DILMA COM ANASTASIA E PIMBA!! MAIS CHUMBO NA ASA… E ESTAS ESTRATEGIAS JA FORAM LONGE DEMAIS,LEMBRAM DA ESTGRATEGIA DO FHC X MERCADANTE EM ENCONTRO SECRETO EM UM HOTEL EM NOVA YORK LÁ PRAS BANDAS DO AUGE DO MENSALAO ( 2005) PRA SARVAR E ARRUMAR UM JEITO DE SARVAR O LULA E PIMBA!! QUAL FOI O TROCO E GRATIDAO DOS PETISTAS PRO FHC ( ABRIR E DIVULGAR OS GASTOS DA ERA FHC COM DONA RUTH E TUDO NO MEIO DO BALACOBACO) E QUAL FOI A RETRIBUIÇÃO AO DOUTOR AÉCIO NEVES DA CUNHA ( EM FRENTE DA TV E NA CADA DURA E MPLENO EMBATE TELEVISIVO, INSINUAR E IRONIZAR O DOUTOR AÉCIO NEVES DE SUAS PERIPECIAS E INVESTIDAS NOTURNICAS E BALADAS INDUZINDO O POLVO QUE O AÉCIO ERA ISSO,AQUILO…
    PREFITO SIM UM TRILHÃO DE VEIZE O AÉCIO NA PRESIDENCIA E INCLUSIVE VOTO NELE,COMO JÁ VORTEI SEMPRE,MAS TEM HORA QUE AGENTE NAO AGUENTA DE TANTA E TAMANHA MOROSIDADE DESTA TURMA DO PSDB, AÍ VEM O FHC E DIZ QUE DILMA É HONRADA… QUER SABER CHEGA POR HOJE,VOU GURINHA MESMO PRA ROCA E VORTO SÓ NO DOMINGO DENOITE…

  46. João Alves

    A hegemonia que os safados dos cretinos do PT e da Dilma tentam manter é com os 60 % da população brasileira que são de negros e índios, pois acham que os mesmos podem ser comprados com dentaduras e espelhos ! Reajam, brasileiros ! Vamos escorraçar essa podridão da Dilma definitivamente, nada de netinhos desse boi tucão ter a mínima possibilidade de vir a operar na esfera pública, fora, rua, bando de satanás ! Vade retro, família do diabo, junto com a do Lularápio !

  47. Adriano Magalhaes

    Boa!
    Presidente da argentina manda descredenciar os médicos cubanos e afirma que ‘não financiará ditaduras’
    Aqui:
    http://radio.estadao.com.br/audios/detalhe/radio-estadao,presidente-da-argentina-manda-descredenciar-os-medicos-cubanos-e-afirma-que-nao-financiara-ditaduras,529769

  48. Kevin Lomax

    A TV e os jornais, fazem lavagem cerebral diariamente dizendo que o Impeachment não vai passar, que todos os políticos são iguais e que Dilma não sabia do Petrolão. Os Donos do Brasil acham que o povo é trouxa.
    A verdade é que a Imprensa Comprada pelo Governo e totalmente de viés esquerdista, e os Grandes Empresários e Banqueiros que mamam nas tetas governamentais a 13 anos não querem a saída do Governo Corrupto da Dilma e do PT.
    Apoiaram a Ditadura Militar e fazem o mesmo com esse Governo.

    Os partidos de esquerda ditam as regras da Organização Criminosa, e os partidos de direita obedecem piamente em troca de cargos, emendas e migalhas da roubalheira

    .O sonho de todo comunista é ser burguês, e isso que aconteceu no Brasil, querem socializar a pobreza vomitando essas idéias para os ignorantes, enquanto os amigos do Rei aproveitam os luxos do capitalismo.

    Até quando o povo vai ser saco de pancada? Ainda querem aumentar os Impostos. ACORDA BRASIL

  49. PALCOSCENICO

    JAQUES WAGNER – “MAIS UM VAI PRO SACO” – CERVERÓ DELATA PROPINA (um grande aporte de recursos) PARA CAMPANHA de 2006 para GOVERNADOR da BAHIA
    .
    Agora falta pouco para a PF e o MPF chegarem em GABRIELLI e fechar com LULA-lá !!!
    .
    Ex-diretor da Petrobrás revelou à Procuradoria-Geral da República repasse de ‘um grande aporte de recursos’ para a campanha do petista – atual ministro-chefe da Casa Civil – ao governo da Bahia; documento com declarações do delator foi apreendido no gabinete do senador Delcídio Amaral.
    .
    Fotos dos documento podem ser vistas em http://www.aquinao.org ou no próprio Estadão (para quem não excedeu o limite de consulta)
    .
    A matéria é de Ricardo Brandt, Fausto Macedo e Julia Afonso – Blog de Fausto Macedo no Estadão em 08/01/2016, 13h25.
    .
    Documento apreendido no gabinete do senador Delcídio Amaral (PT/MS), ex-líder do governo no Senado, atribui ao ex-diretor da área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró a revelação de que o ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma, Jaques Wagner (PT), recebeu ‘um grande aporte de recursos’ para sua campanha ao governo da Bahia em 2006. Segundo Cerveró, o dinheiro teria sido desviado da Petrobrás e ‘dirigido’ pelo então presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli.
    .
    Jaques Wagner foi eleito governador baiano naquele ano e reeleito em 2010. Em outubro de 2015, ele assumiu a chefia da Casa Civil de Dilma, deixando o Ministério da Defesa.
    .
    O documento é um resumo das informações que Cerveró prestou à Procuradoria-Geral da República antes de fechar seu acordo de delação premiada. Segundo o jornal Valor Econômico, os papeis foram apreendidos no dia 25 de novembro, quando Delcídio foi preso sob acusação de tramar contra a Operação Lava Jato. O senador, que continua detido em Brasília, temia a delação de Cerveró.
    .
    Os investigadores querem saber como o petista teve acesso ao conteúdo da colaboração do ex-diretor da Petrobrás. Em sua delação, Cerveró falou de Delcídio e também do ministro da Casa Civil.
    .
    Na campanha para o governo do Estado da Bahia, em 2006, houve um grande aporte de recursos para o candidato do PT, Jaques Wagner, dirigida por Gabrielli. Nessa época, o presidente Gabrielli decidiu realocar a parte operacional da parte financeira para Salvador, sem haver nenhuma justificativa, pois havia espaço para referida área no Rio de Janeiro”, informou o ex-diretor. “Para tanto, foi construído um grande prédio em Salvador, onde atualmente é o setor financeiro da Petrobrás.”
    .
    Ouvido pela reportagem do Estadão, o ex-presidente da Petrobrás afirmou categoricamente. “Nunca soube de utilização de recursos ilegais dos fornecedores da Petrobrás para a campanha do governador Jaques Wagner em 2006 ou em 2010.”
    .
    Cerveró relatou como teve ‘conhecimento do fato’. Segundo ele, ‘tal fato era de conhecimento notório de todos os diretores da Petrobrás. O ex-diretor disse que não sabe qual foi a empreiteira que construiu o prédio da estatal, ‘sendo que muito provavelmente foi essa construtora que fez a doação para a campanha de Jaques Wagner’.
    .
    “As informações sobre o dinheiro enviado para a campanha de Jaques Wagner em 2006 foram da Ouvidoria Geral Maria Augusta (falecida) e de Armando Tripodi (Bacalhau – Sindicato dos Petroleiros da Bahia) que foi chefe de gabinete de Gabrielli e do qual me tornei amigo. Durante 6 anos”.
    .
    Maria Augusta Carneiro Ribeiro morreu em 2009 após um acidente de carro no Rio.
    .
    O ex-diretor citou ainda outros nomes em sua delação. “Inclusive a mulher dele Gilze foi nomeada e ficou 3 anos como ouvidora da BR Distribuidora. Grande quantidade de recursos veio das operações de trading que Gabrielli e Dutra controlavam juntos com Manso. Além disso, foi construído o prédio para a área financeira da Petrobrás onde também houve propina para eleição.”
    .
    As assessorias de Jaques Wagner e da Petrobrás ainda não retornaram ao contato da reportagem.
    .
    COM A PALAVRA, JOSÉ SÉRGIO GABRIELLI
    .
    “Repudio, mais uma vez, o método utilizado para obtenção e o conteúdo das acusações levantadas através de vazamentos seletivos de delações premiadas.
    .
    Em primeiro lugar, o trecho citado no vazamento da delação, de posse do jornal e sem que eu tenha tido acesso a ela, fala de pessoas já falecidas, como a ex- Ouvidora Geral da Petrobrás e do meu ex- Chefe de Gabinete, que nega a informação veiculada. É o disse que me disse de alguém, que ouviu falar, que outrem teria feito tal coisa. Nada indica um conhecimento direto sobre a falsa denúncia, seja por parte do delator, seja por parte do jornalista. Nem há uma acusação explícita, até pelo próprio delator, segundo a parte do material a que o jornal se refere, sobre minha participação direta nos pretensos fatos delatados.
    .
    Nunca soube de utilização de recursos ilegais dos fornecedores da Petrobrás para a campanha do governador Jaques Wagner em 2006 ou em 2010.
    .
    Não vejo nenhuma consistência na informação de que “operações de trading” seriam de competência da Presidência da Petrobrás. Nunca foram e não são. Desta forma, a pretensa origem dos recursos é absolutamente falsa.
    .
    Mais ainda incoerente é seu parágrafo seguinte, sobre a realocação de parte das atividades financeiras e de tributos da Petrobrás para Salvador. Além de ter sido uma operação que reduziu custos da empresa, consolidando suas atividades de pagamentos e de acompanhamento tributário, o Cofip (Centro de Operações da Área Financeira), órgão responsável por estas atividades, inicia suas operações em julho de 2008, portanto dois anos depois das eleições de 2006.
    .
    Segundo informativos da imprensa da época:
    .
    “A escolha da capital baiana como sede do Cofip também foi resultante de um grande processo de avaliação qualitativa e quantitativa, que começou em 2007, envolvendo diversas pesquisas. Foram analisados os grandes centros brasileiros onde a Companhia tem escritórios da Área Financeira, sendo examinados itens como custo e qualidade de vida, oferta de serviços de educação e saúde e até a disponibilidade de imóveis. A escolha do local buscou, simultaneamente à otimização de custo da empresa, reduzir também o custo de vida dos empregados, mantendo ou melhorando sua qualidade de vida”. (http://www.dci.com.br/…/petrobras-cria-cofip-para-gerenciar…)
    .
    Completando a informação solicitada:
    .
    As reformas do prédio do Cofip foram realizadas pela empresa Civil, que era a proprietária do mesmo, sem que tenha havido qualquer irregularidade do meu conhecimento.
    .
    Há uma grande confusão com outro prédio, relacionada à construção da sede da Petrobrás em Salvador, em outro local e em datas completamente diferentes e que deve ter sido inaugurada em 2014 ou 2015. Estou fora da empresa deste fevereiro de 2012.”

  50. João Alves

    O Pezão está precisando de dinheiro aonde, só se for pra limpar o rabo dele, do Paes e da Dilma !
    http://www.diariodopoder.com.br/noticia.php?i=47201505226