Blogs e Colunistas

02/06/2010

às 5:35

Centrais gastam R$ 800 mil do imposto sindical em fiasco — ilegal! — pró-Dilma

Por Roberto Almeida, no Estadão. O título é meu. Volto em seguida:
Cinco centrais sindicais – Força, CUT, CGTB, CTB e Nova Central – pregaram ontem, na ssembléia da Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat), em São Paulo, a continuidade do governo Lula e alertaram para um “retrocesso”, em clara referência ao pré-candidato tucano à Presidência, José Serra. O evento, pago pelo imposto sindical, que desconta um dia de salário ao ano de todos os trabalhadores com carteira assinada, custou pelo menos R$ 800 mil, segundo o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), presidente da Força Sindical.

O objetivo, cumprido, era o de aprovar a Agenda da Classe Trabalhadora, que será entregue aos três presidenciáveis. São quase 300 demandas a serem cumpridas pelo vencedor das eleições.
(…)
De acordo com o deputado [Paulo Pereira da Silva], somente a Força Sindical pagou 500 passagens de avião para dirigentes virem das regiões Norte e Nordeste do País. As demais centrais também admitiram ter pago por transporte aéreo. A CUT disse que não divulgaria dados e valores de logística. Mesmo com o investimento pesado das centrais para um megaevento, o público foi apenas a metade do esperado. Segundo a Guarda Civil Metropolitana, 15 mil compareceram, metade dos 30 mil esperados.
(…)
Microfone aberto. Os militantes e dirigentes sindicais, vindos de todos os Estados do País, receberam lanches na porta do estádio e ouviram dezenas de discursos de sindicalistas – a maioria para evitar o “retrocesso”, alguns citando nominalmente a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e outros em defesa aberta da pré-candidata petista Dilma Rousseff.

O presidente do PT paulista, Edinho Silva, assumiu o microfone falando “em nome do companheiro José Eduardo Dutra”, presidente do PT nacional. Delineou o cenário eleitoral, com rasgados elogios a Lula, e disse que “é preciso avançar ainda mais e aprofundar as mudanças do governo”.

“O Brasil não pode ter retrocesso”, afirmou, em referência ao governo tucano. “Não pode conviver novamente com o desmanche do Estado. Não pode conviver novamente com a submissão de seus interesses. Se vamos avançar ou não, isso cabe a cada um de nós.”
(…)
O que era para ser o ápice da Conclat – a aprovação da Agenda do Trabalhador, documento chave do evento – acabou de maneira esvaziada. Boa parte do público já havia deixado o Estádio do Pacaembu antes mesmo dos discursos dos presidentes das centrais.
Aqui

Comento
O evento foi um fiasco. O que era para ser a apoteose do sindicalismo pró-Dilma terminou num ato meio brochante. Mas isso em nada muda o aspecto multiplamente ilegal do evento. Como resta evidente, tratou-se de:
1 – campanha eleitoral antecipada;
2 – doação irregular de campanha;
3 – submissão do aparelho sindical a um partido.

Sindicatos são proibidos de fazer doações eleitorais. O encontro das centrais, como deixa claro a intervenção dos líderes, buscou promover a candidata da petista Dilma Rousseff. E isso, é evidente, constitui uma forma indireta de doação de recursos à campanha do PT.

Outro dia, um desses bobalhões, depois do horário político do DEM, que levou ao ar trechos de um vídeo com José Serra, decretou: “Agora todo mundo é igual”. Uma ova que é! O que vai acima evidencia as diferenças.

Lula afirmou ontem que deu aos sindicatos tudo o que eles pediram porque teriam assegurado a sua permanência no cargo na crise do mensalão. É… Faz sentido! Lula garantiu às centrais fatia da verba milionária do Imposto Sindical — não precisam prestar contas ao TCU e a ninguém — para que elas pudessem, quando necessário, lhe devolver a generosidade em serviços prestados.

É isto: Lula comprou a fidelidade dos sindicatos com o dinheiro dos trabalhadores não-sindicalizados, obrigados a aceitar o confisco de um dia do seu trabalho.  É o chamado “Custo PT”.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

74 Comentários

  1. Dacem

    -

    03/06/2010 às 9:22

    Estamos aguardando o pronunciamento do Dr Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, sobre todas as manifestações eleitoreiras antecipadas. FALA MINISTRO !!!!!!!!

  2. Karl

    -

    03/06/2010 às 1:20

    Há um outro imposto cobrado mensalmente dos metalúgicos em
    São Paulo.Chama-se Contribuição Confederativa e incide sobre
    o salário bruto.Amigos metalúrgicos já tentaram isenção da
    cobrança,mas não conseguiram.Aprovada numa Assembléia
    que ninguém sabe quando ocorreu,acarreta penas para empresas
    que não cumprirem a cobrança.O que fica são sindicatos ricos,
    com dezenas de diretorias nababescas,usando o dinheiro dos
    trabalhadores como trampolim político e outras práticas nada
    convencionais.Essa é a Era Lula,ou o Pré-Cambriano no Brasil.

  3. Leitor assíduo

    -

    02/06/2010 às 22:43

    Como podem institutos de pesquisa apurar índices de 70% a 80% de aprovação desse governo e do presidente oriundo do meio sindical? Será que os trabalhadores e suas famílias aprovam a “farra do boi” promovida pelos sindicatos e centrais sindicais com dinheiro descontados de seus salários, sem que haja prestação de contas? E o chefe mór dos parasitas, que entregou tudo o que foi reinvidicado pelos companheiros para inflar o caixa à disposição de diretorias perdulárias com o dinheiro do trabalhador, afirmar que a carga tributária da ordem de 37% é insuficiente para sustentar seu governo, não deve ser repudiado? Quem pensa o contrário ou é idiota ou é aloprado.

  4. desconhecido

    -

    02/06/2010 às 22:08

    Por isso, seria interessante uma ONG formada por advogados e economistas de 1a. linha, financiada por doações de pessoas Fisicas de índole como também de pessoas físicas e jurídicas do exterior, para processar e defender os direitos dos cidadãos brasileiros.

    Porém esta ONG não poderia ser financiada pelo Governo, nem pelas empresas estatais ou privadas.

  5. alberto santo andre

    -

    02/06/2010 às 20:58

    PENA HOJE EU ESTAR APOSENTADO ,E NAO PODER ENTRAR COM UMA REPRESENTACAO CONTRA A CUT OU A FORCA SINDICAL POR IMPROBIDADE ADIMINISTRATIVA , CENTRAIS DOS SINDICATOS NO ABC DOS QUAIS FUI ASSOCIADO ,VISTO QUE POR LEI ELES NAO PODEM APOIAR E NEM SE MANIFESTAR POLITICAMENTE , CASO FOSSE AINDA ASSOCIADO TERIA O MAIOR PRAZER DE REPRESNTAR CONTRA ESTES VAGABUNDOS E INCAPAZES PROFISSIONAIS, QUE DOMINAM E MACULAM O NOME DOS VERDADEIROS TRABALHADORES; PORQUE O MINISTERIO PUBLICO NAO IMPETRA UMA ACAO PARA CIBIR ESTE DESMANDOS.

  6. C.R.

    -

    02/06/2010 às 20:00

    Um presidente que compra – COM NOSSO DINHEIRO – sindicatos e vários segmentos da sociedade, é ou não é um ditador?
    Um presidente que distribui cargos e dinheiros para parte dos partidos políticos e do Congresso Nacional, é ou não é um ditador?
    Um presidente que mente e apropria-se de feitos de governos passados e presentes (governo de SP), compra parte da imprensa, associa-se a ditadores e fascínoras de outros países, defende organizações criminosas – FARC e MST – é ou não é alguém a quem se deve repudiar?
    Os sindicalistas corruptos e oportunistas não querem o retrocesso, só que é o de suas contas bancárias.

  7. Esther Correa

    -

    02/06/2010 às 19:35

    Oi tio Rei
    O Brasil é composto pelo “Parasita Mor”, chefe da quadrilha de parasitas subservientes.
    Temos que por fim nessa burguesia do capital alheio.
    Tô cansada de ver essa gente surrupiar em plena luz do dia.

  8. Nobelda...

    -

    02/06/2010 às 16:31

    Para vigaristas, CADEIA!

  9. Ex-petista

    -

    02/06/2010 às 15:53

    O Paulinho é a Marta Suplicy de calças: boca suja, impetuoso e inconseqüente.

  10. Oséas

    -

    02/06/2010 às 15:46

    R$ 800 mil é dinheiro que entra fácil…
    E pensar a quantidade de brasileiros que não tem nada para dar aos filhos e ainda assim se empregados participaram indiretamente desta farra (nós entramos com o trabalho e conseqüentemente com o imposto).
    Em se tratando de políticos da base comprada dá para imaginar quanto desse dinheiro foi parar no bolso dessa turma.

  11. Alê

    -

    02/06/2010 às 15:34

    Tio

    Quanto custa cada passagem aérea para norte/nordeste, ida e volta? 1000 pratas? mais o aluguel do pacaembú, mais o custo da CET para administrar o transito, MAIS AS CENTENAS DE ONIBUS FRETADOS QUE AVACALHARAM O TRANSITO NO EIXO PACAEMBÚ – ANHEMBI, onde os onibus ficaram estacionados..dá um pouquinho mais de 800 mil, né? Fora os crachás bonitinhos, lanchinho, sala vip, segurança…

  12. Sergio Padilha

    -

    02/06/2010 às 15:19

    Vai ser difícil governar depois do Lulla!
    Esses sindicalistas vão fazer de tudo para o Serra não governar esse país.
    O Lulla aparelhou como nunca o governo…

  13. O pensador justo

    -

    02/06/2010 às 14:55

    E O NOSSO JUDICIÁRIO? AQUELES SENHORES CULTOS DE TOGA E PALETÓS SEMPRE TÃO RESERVADOS… NÃO VOU FALAR DE CORRUPÇÃO, AQUI A CONVERSA É SOBRE INEFICIÊNCIA, CORPORATIVISMO,FALTA DE MERITOCRACIA NA CARREIRA,INCHAÇO,”DES”CONTROLE ADMINISTRATIVO.
    MAS QUEM TERIA A CORAGEM DE MEXER NESTE VESPEIRO EM ÉPOCA DE ELEIÇÃO E EM TEMPOS DE ATOS NO “LIMITE DA LEI”.
    -CHEGA DE CULPAR OS LEGISLADORES,LEIS MAL FEITAS!!!!, ESTOU FALANDO SOBRE A TOTAL INEFICIÊNCIA DESDE O FÓRUM DAQUELA CIDADEZINHA DE 10MIL HAB. NO PIAUÍ, PASSANDO PELAS CAPITAIS ATÉ BRASÍLIA, TODO O SISTEMA RUIU, MAS NÃO TEM CONTRÔLES DA SOCIEDADE CIVIL.

  14. Eutrapélico

    -

    02/06/2010 às 14:49

    Boa tarde, Rei!

    Essa gente não vale o feijão que come. Se bater no balde e falar culê, culê, todos vêem comer no mesmo cocho. Porcos.

    Abraços,

  15. Cleide Silva

    -

    02/06/2010 às 14:42

    Para o Jornal Valor Econômico foi um “evento” e tanto. O jornal explica ou pode explicar como chegou a um noticiário contrário a todos os outos congêneres? Ou será que, simplesmente, o Valor Econômico parte do pressuposto de Nelson Rodrigues: toda unanimidade é burra.
    Seria interessante o blog do Reinaldo fazer a comparação e, quem sabe, nos brindar com uma conclusão.

  16. 2011

    -

    02/06/2010 às 14:36

    Agenor (2:03pm),

    Sabe o que realmente tínhamos que fazer? Candidatarmos todos deste blog a vereador!!! Não acredito nestes movimentos CANSEI, BASTA, entre outros.

    Mas sabem quantos de nós estamos dispostos a isso? Nenhum!!!

    DESCULPA PADRÃO: “Não vou me envolver com a podridão da política”.

    Mas não tenha dúvida, se nós não queremos estar lá, ELLES querem muito!!!

    Em tempo: também detesto política e políticos, detesto acordos e conchavos, e tenho medo de ser assassinado (como diria Raul Seixas…). Às vezes sinto pouco de culpa por esta omissão, pois realmente acredito neste país – o POVO é que é muito ruinzinho mesmo! Ah, se fôssemos japoneses ou suecos – isto aqui seria uma potência!

  17. LIMA

    -

    02/06/2010 às 14:23

    REINALDO

    QUE COISA FEIA. ATÉ PARECE QUE OS SINDICALISTAS SÃO TODOS LADRÕES. SERÁ QUE SÃO? BEM, GASTANDO O DINHEIRO DOS TRABALHADORES E NÃO TENDO QUE PRESTAR CONTAS A NINGUEM, ACHO QUE SÃO MESMO. SERÁ QUE EXISTE DIRIGENTE SINDICAL HONESTO? ACHO QUE NÃO.

  18. Re

    -

    02/06/2010 às 14:09

    Enganam idosas com passeio grátis para engrossar o ato das centrais sindicais!

    da Folha:

    Sentada em frente ao estádio Pacaembu, no início da tarde de ontem, a pensionista Terezinha Melo, 72, voluntária num grupo que promove ginástica para idosas em Guadalupe, subúrbio do Rio, decidiu anular seu voto nas eleições de outubro.
    “Não quero saber de política. Não voto em mais ninguém”, afirmou Terezinha.

    Explica-se: ela e outras 80 mulheres, a maioria da mesma faixa etária, todas de Guadalupe, foram chamadas por uma conhecida do mesmo bairro para um “passeio” em São Paulo, com hospedagem e alimentação incluídas. A condição, dizem, participar de um “evento surpresa”.
    segue…

  19. Agenor

    -

    02/06/2010 às 14:03

    Vamos reagir, que tal a volta do Movimento Cansei para denunciar Lulla e detonar a sua candidata?

  20. Re

    -

    02/06/2010 às 14:01

    Enganam idosas com passeio grátis para engrossar o ato das centrais sindicais!

    deu na Folha:

    Sentada em frente ao estádio Pacaembu, no início da tarde de ontem, a pensionista Terezinha Melo, 72, voluntária num grupo que promove ginástica para idosas em Guadalupe, subúrbio do Rio, decidiu anular seu voto nas eleições de outubro.
    “Não quero saber de política. Não voto em mais ninguém”, afirmou Terezinha.

    Explica-se: ela e outras 80 mulheres, a maioria da mesma faixa etária, todas de Guadalupe, foram chamadas por uma conhecida do mesmo bairro para um “passeio” em São Paulo, com hospedagem e alimentação incluídas. A condição, dizem, participar de um “evento surpresa”.
    “Não sabia que

  21. 2011

    -

    02/06/2010 às 13:38

    Coitado do Serra, olha a lista de “pepinos” para o início de mandato:

    1) Desmantelar o aparelhamento petista do Estado. Ah, não vale substituir, tem que acabar com 70% dos cargos comissionados, ok?

    2) Resistir à oposição irresponsável do PT no Congresso;

    3) Resistir às greves ilegais que serão levantadas pelos sindicatos;

    4) Combater o aumento das invasões de terra pelo MST após o dia 01/01/2011;

    5) Recuperar a diplomacia brasileira, destruída por Lula/Amorim;

    6) Mandar diariamente Lula calar a boca como ex-presidente.

  22. dvork

    -

    02/06/2010 às 13:23

    Se há ilegalidade, ela será punida, pois todos somos iguais perante a lei – até Lula é tratado como um cidadão comum pela Justiça, segundo o presidente do TSE. Há algo mais cômico do que isso?!

  23. VIEGAS

    -

    02/06/2010 às 13:05

    ISSO É PALESTRA PARA PUBLICO CERTO, JA DISSE QUE NINGUEM PRECISA SE PREOCUPAR COM ISSO, O PROBLEMA MAIOR SÃO OS GASTOS COM O DINHEIRO DO TRABALHADOR, ATE PORQUE OS ELEITORES DE SERRA TAMBEM SAO TRABALHADORES E TAMBEM PAGAM SEUS IMPOSTOS SINDICAIS

  24. André

    -

    02/06/2010 às 13:04

    Por muito menos na história dessepaiz houve um impeachement.
    O MOLUSCO APEDEUTA, BABALORIXÁ DA BANÂNIA, já recebeu algumas multas (irrisórias), assim como a TERRORISTA e o SINDITERRORISTA DO LADO NEGRO DA FORÇA (Paulinho), mas nada foi feito a respeito.
    Se o PSDB e o DEM, não entrarem na luta do mesmo jeito que os PETRALHAS o fazem, já sabemos o que pode acontecer nas eleições de Outubro. FRAUDES ELEITORAIS
    Já encontraram outro CÓVIL dos ALOPRADOS, preparando seu arsenal para bombardear o SERRA. Quero só ver o que os Exelentissímos Juízes Do TSE farão a respeito desses novos fatos contra o governo dos PETRALHAS.
    Até quando vamos ter no poder esse tipo de gente?

  25. MTS

    -

    02/06/2010 às 12:53

    SINDICALISTAS VAGABUNDOS..TORCAM MUITO PARA Q SERRA NAO GANHE A ELEICAO, POIS DO CONTRARIO, A MAMATA VAI ACABAR.

    OUTRA COISA…CADE A OPOSICAO PARA IR NA TV, NOS JORNAIS, MOSTRAR ESSE ABSURDO. FAZER POLITICA NAO EH SO IR NA JUSTICA, MAS SIM, MOSTRAR AO ELEITORADO OS ABSURDOS DOS ADVERSARIOS.

  26. VERME

    -

    02/06/2010 às 12:43

    ESSES CARAS DE PAU, PARASITAS DOS TRABALHADORES, SEM A MENOR CERIMONIA E VERGONHA NA CARA, TEM O DISPLANTE DE TENTAR INSULTAR A INTELIGENCIA DA SOCIEDADE. PARASITAS, VERDADEIROS VERMES, MAMAM NAS TETAS GORDAS DOS SALARIOS DE QUEM PRODUZ E AINDA SE ACHAM NO DIREITO DE FALAR EM RETROCESSO. SE ALGUM DIA ESSE PAIS E O POVO TOMAR CONSCIENCIA DE COMO SAO ROUBADOS POR ESSA MATILHA, E SE FOREM COLOCADOS EM PRAÇA PUBLICA, TEREI O MAIOR PRAZER EM SER O PRIMEIRO A DAR DE PAU NESSES VERMES.

  27. Ana Eliza

    -

    02/06/2010 às 12:43

    Por ocasião da propaganda mentirosa e ilegal do PT, no dia da festinha para o presidente do TSE, que se prolongou pelo tempo necessário para que o Lula e a Dilma cometessem o crime, mandei um e-mail para a entidade.

    Recebi, como resposta, que deveria fazer a denúncia para o MPE do meu Estado, e se tivesse fotos, cópias de documentos, ou papéis comprometedores, seria melhor.

    Será que precisa disso? Será que os jornais não bastam para o MPE tomar alguma atitude? O que devemos fazer para que as leis sejam cumpridas? Só multinha troco de pinga, não adianta!! O governo está rindo de nossa cara, e “excelência” nenhuma faz nada? Cadê a luz no fim do túnel, Rei?

  28. LUCK BOY

    -

    02/06/2010 às 12:27

    DESDE QUANDO APARECEU ESTA PRAGA NO NOSSO QUERIDO PAIS CHAMADO SINDICATO , JUSTAMENTE POR ESTE BANDIDO CHAMADO LULA, NOS POVO DO BRASIL NUNCA MAIS TIVEMOS SUSSEGO,OU NOS ACABAMOS COM ESTA PRAGA OU ESTA PRAGA ACABA COM O BRASIL.

  29. toninho

    -

    02/06/2010 às 12:24

    Esse são sim, bandidos que só um colega de profissão pode lhe dar cobertura a seus crimes. É uma vergonha a Imunidade dada a esses canalhas, pra que possa debochar das nossas instituições. Esse sim, deve ser um dos primeiros atos a ser revogados por Serra, com vagabundos não se negocia, aceitar um pilantra ser taxado de cidadão incomum já é muito, agora uma classe ai é demais. Mas ao chefe da quadrilha, interessa dar cobertura a seus aloprados, na esperança de, em situações dificeis, eles irão pras ruas pra defndê-lo, esse sim é o seguro dos Vagabundos, assaltantes de cofres públicos.

  30. Ivan

    -

    02/06/2010 às 12:19

    Há muitos anos q o Mainardi vem dizendo q Lula ,simplesmente, compra todo mundo. De maneira q isso ñ é novidade nenhuma.Agora, todos sabemos q o Paulinho é um vigarista de marca maior, ñ percamos tempo com ele, por favor. E de novo observo: o sindicalismo pelego é muito perigoso. E bota perigoso nisso. Taí os casos do México e da Argentina. Setenta anos de ATRASO.

  31. Roder/lei

    -

    02/06/2010 às 12:16

    Um dia, em 2002, disse a um grupo de petistas da Libelu reunidos em um boteco depois de fazerem terrorismo no centro de Porto Alegre que se Lula ganhasse o Brasil se tornaria o país dos burgueses petitas. Quase me lincharam, mas eu disse com todas as letras; seus lideres mentem, estão ricos, ficarão mais ricos e vocês bobalhões, na espera de um país mais justo, são a massa de manobra dos espertos que vão querer se encastelar no poder. Eles, Lula e Cia., falam de justiça e liberdade, mas olham somente para o próprio bolso, são ladrões, corruptos, mentirosos, falsos, traem, matam até, por um punhado de dinheiro… Eu tinha razão?

  32. Alvaro

    -

    02/06/2010 às 12:08

    Reinaldo
    O Olavo de Carvalho tem uma frase interessante: “você vai acreditar no que está vendo ou vai acreditar em mim?” As imagens não mentem, os soldados seriam mortos, não reagissem como reagiram, mas infelizmente a maioria não acredita no que vê com os próprios olhos. Vc se lembra de Carajás ? É a PM correndo de um grupo armado com foices, enxadas, pedras, porretes. Eu fui PM, eu não me deixaria morrer dessa forma, e reagiria com o que o estado me deu para me defender e defender o povo.

  33. Sergio

    -

    02/06/2010 às 11:59

    O pior é que além da farra com dinheiro do contribuinte, há também o aumento das excelências .Trinta e cinco %. Perderam TOTALMENTE a vergonha.O crime compensa.

  34. Paulo Bento Bandarra

    -

    02/06/2010 às 11:56

    Tudo nos “conformes” do programa do nacional socialismo já percorridos por Mussulini e Hitler. Até a construção dos países do Eixo internacional socialista com o que existe de mais atrasado no mundo. Seja Evo Morales, Hugo Chávez, Ahmadinejad ou Robert Mugabe.

    A falta de caráter, de ética e o desprezo as leis. A mesma cartilha aplicada.

  35. Curumim

    -

    02/06/2010 às 11:49

    Na lista de sindicatos, que apoiam a dilmetralha, esqueceram de colocar o nome do PCC.

  36. Hnrck

    -

    02/06/2010 às 11:48

    Essa do Lula vale um Impeachment, não??

    Até quando o Congresso vai fechar os olhos pra esses absurdos?? Ou será que tb já foram comprados?

    Se sim… Já vivemos numa ditadura de fato.

  37. reynaldinho

    -

    02/06/2010 às 11:48

    Dos 2 bi que seriam investidos na planta da GM de São José dos Campos,1 bi e duzentos foi direcionado para outras fábricas,motivo;naõ houve acordo com o sindicato local,o que mostra a falta de sintonia com o resto da nação.A coisa está cada um pra sí,cada pelego tem o seu sindicato particular,e o trabalhador que sifu.

  38. Artur

    -

    02/06/2010 às 11:41

    Quer saber? Paulinho , dos 15.000 que foram ao evento ilegal que vc montou , pelo menos 70% , não prestou atenção em nada , foram lá pra comer o lanche e passear um pouco. dos 30% restantes , talvez vc tenha sorte de uns 10% entenderem qiue é uma campanha pró Dilma. Bobãoooooo…

  39. AgaJota

    -

    02/06/2010 às 11:38

    A RATAIADA (PT E CONGÊNERES) ESTÁ MORRENDO DE MEDO DE PERDER AS BOQUINHAS DO APARELHAMENTO TOTAL…
    SE O SERRA GANHAR, VAI FAZER O QUÊ?!!!

  40. jovem

    -

    02/06/2010 às 11:37

    Minha pergunta é muito simples:

    Cadê o Ministério Público?

    Qual é a instituição que deve defender os direitos difusos? Os da sociedade?

    As centrais sindicais prestam contas do emprego dos recursos recebidos do Poder Público? A quem?

    Pergunte ao trabalhador se ele concorda com essa taxa que lhe é cobrada e que é usada comp papel higiênico pelos dirigentes sindicais.

    A resposta vai ser uníssona: NÃO!

  41. dorlis@uol.com.br

    -

    02/06/2010 às 11:27

    Reinaldo, novamente preciso. Na mosca! Pouca gente se lembra deste ato tenebroso quando os sindicatos ficaram desobrigados prestar contas sobre como gastam o dinheiro arrecadado dos trabalhadores. Isto foi mais uma paulada destes pelegos na cara do Brasil que trabalha e paga imposto.

    Discordo apenas quando vc diz que houve doação indireta à campanha do PT. Isso é muito difícil de se caracterizar. Com certeza existe muita coisa pior por debaixo dos panos…

  42. @MauroVS

    -

    02/06/2010 às 10:59

    Cinco centrais sindicais?
    Cinco?
    É tanto dinheiro exposto que não dá para centralizar em somente uma central sindical e sem fiscalização fica do jeito que o diabo gosta.

  43. Vanderlei Simionatto

    -

    02/06/2010 às 10:59

    Reinaldo, Paulinho da Silva é aquele sujeito que foi apanhado nas escutas da PF que levantavam informes sobre tráfico de mulheres? É? Ah, tá. Eu só queria saber.
    Ah, a mulher de Paulinho é aquela que presidia uma Ong que recebia dinheiro do governo federal pra preparar mão-de-obra?
    A tal que usava nomes fantasmas pra abocanhar dinheiro público?
    É a mesma?
    E estão soltos? Ah, apoiam a Dilma?
    Cambada de filhos da….mãe.

  44. Mestre

    -

    02/06/2010 às 10:56

    Prezado Reinaldo
    Qual a possibilidade de Serra, enquanto candidato e futuro presidente, cancelar a contribuição obrigatória em favor dos sindicatos? Acha que seria uma boa proposta para levar à população? “Já temos impostos demais, o trabalhador não pode arcar com aquilo que não utiliza. Um dia do seu salário a menos dado a quem não trabalha é justo?” Seria um apelo aos trabalhadores…você sabe, mexeu no bolso o pessoal fica alerta….

  45. Jo

    -

    02/06/2010 às 10:51

    Reinaldo, quem viveu o final da década de 70 e a de 80 sabe bem que é Lulla da Silva, um sujeitinho asqueroso, sujo, dedo-duro e pelego que fez o diabo para ver SP afundada e sem empresas. Lutou para garantir que “Sun Palo” fosse a falência por “esplorá us nordestinu”, mas o que sempre fez foi ser pelegão dedo-duro de fábrica, sujeito que passava de máquina em máquina na linha de produção criando mentiras e fofocas entre os próprios companheiros de trabalho. Sempre conchavando com um o outro pra arrumar confusão e divisão entre os trabalhadores. Eu vivi esse período como metalúrgico é sei o que digo.

  46. kid

    -

    02/06/2010 às 10:41

    Paulinho ignorante ( como pode um cara desse ser eleito para deputado ? ) Tão ignorante q falou que ia cantar um hino e cantou outro……….ridiculo…….fiasco total.

  47. Cristian

    -

    02/06/2010 às 10:32

    E são os mesmos que fazem campanha pró-farc… tirando as siglas de partidos, sindicatos e ongs, eles são todos um só: o bando da internacional comunista.

    POR ISSO O IMPOSTO SINDICAL DEVE SER TRATADO COMO GOLPE INCONSTITUCIONAL.

  48. Cristian

    -

    02/06/2010 às 10:30

    Retrocesso à moral? É isso, claro. Eles querem o progressismo das imoralidades!

    Como é fácil derrubar essa corja com uma linha!

  49. Camada von Ozonio

    -

    02/06/2010 às 10:29

    …E NEM SORTEARAM UM CORCEL II, FALA SÉRIO…..

  50. BASTIÃO

    -

    02/06/2010 às 10:03

    Eles indoidaram de vez, não adianta porque a Dilmossaura não emplaca “memo”. O BRASIL PODE MAIS JÁ IMPLACOU.

  51. eneeme

    -

    02/06/2010 às 9:58

    Reinaldo : Mais um ¨povo¨ que deve receber teus textos.

  52. Orlando

    -

    02/06/2010 às 9:48

    O último parágrafo do seu texto é o que mais me indigna. Entregar um dia do meu suado trabalho para esses meliantes cometerem suas ilegalidades, em busca de mais 4 anos de delitos e impunidade, é de deixar qualquer um puto da vida.

    Mas não hão de vencer. Por mais que gritem, a racionalidade virá à tona.

  53. Filipe

    -

    02/06/2010 às 9:37

    Tomara que quando Serra assumir ele mande às favas esse imposto sindical e também essa corja de sindicatos.

  54. Flavio A. Lourenço

    -

    02/06/2010 às 9:27

    Esse Paulinho já deveria estar na cadeia há muito tempo, e pergunto onde esta o TSE, onde esta as Leis? Isso não existe para o PT e parabenizo aos metalúrgicos e filiados dos sindicatos que não compareceram e começaram a enxergar que o sindicato torra dinheiro sem direção, e não para os fins que foram criados, esse dinheiro gasto com esse mico que esse sujeitinho de M….da, mentiroso, corrupto, sem Verg…….., deveria ser proibido de ser candidato. Infelizmente a cada dia essa campanha esta piorando e deveremos ter confronto político violento este ano.

  55. paulão

    -

    02/06/2010 às 9:07

    como eu já disse: sindicalista é tudo vagabundo,bandido, é só puxar a capivara de cadca um.

  56. Rods

    -

    02/06/2010 às 9:01

    REI.

    FOI LÁ QUE O BARRABÁS DE GARANHÚNMS, AFIRMOU – SEGUNDO A RADIO BANDEIRANTES E JOVEM PAN – QUE SÓ COM CARGA TRIBUTÁRIA ALTA É QUE O ESTADO PODERÁ SE FAZER PRESENTE EM PROGRAMAS SOCIAIS, POIS É ASSIM NOS PAÍSES RICOS???

    SEM COMENTÁRIOS.

    ESTE DEMENTE SÓ CONSEGUE A TAL APROVAÇÃO, POR OBRA E GRAÇA DA IMPRENSA LACAIA.

    Rods

  57. Dora

    -

    02/06/2010 às 8:59

    Só me vem a cabeça e na boca a vontade de gritar um PAALVRãO.
    PQP….esses pelegos não PRESTAM e o Líder é o pior de todos.FORA lula, petralhas e toda a rataria a eles atrelados.

  58. Anônimo

    -

    02/06/2010 às 8:56

    “PARA REFLEXÃO”

    Atenção!!!!

    E o MST recebe este ano a metade da verba que o Exercito Brasileiro tem direito !

    RECEBIDO DE UMA VENEZUELANA!

    OBSERVE POR FAVOR O LOGOTIPO

    Do Plano de Direitos Humanos?

    O logotipo do Plano é o mesmo do Foro de São Paulo.

    Pense, mas pense mesmo!!!!! É isso que nós queremos???

    Acorda, Brasil ! ! !

    Foro de S Paulo – OBSERVEM O Logotipo – “direitos humanos”

    Para quem ainda tem dúvidas…

    (Este com o Lula é o Ministro Vanucchi)

    OBSERVEM QUE O Logotipo do “Foro De S. Paulo” é o mesmo da “Nova Constituição Comunista” assinada em Copenhagen pelo Presidente que “por não saber”, “assinou sem ler”….

    Vejam o mapa todo em vermelho, sem fronteiras, numa alusão à antiga URSS, que será a URSAL

    “União das Republicas Socialistas da América Latina”.

    Querem algo mais comunista que isto?

    E nossa “LIBERDADE” vai se esvaindo por entre os dedos deles…

    Acordem democratas!

    O MST já recebeu 160 milhões do Governo.

    Isso é a metade da verba que o Exército vai receber em 2010.

    Sem mais nenhum comentário.

    MST logo vai superar o Exército

  59. roby

    -

    02/06/2010 às 8:53

    Muito bem lembrado, tio Rei: agora fica bem claro o que pretendiam os valentes quando, a título de “aperfeiçoarem” o sistema de arrecadação do imposto sindical, possibilitaram uma única mudança — impedindo a fiscalização do uso dessas verbas.
    Há realmente alguma coisa de honesta no lulo-petismo?

  60. Natal

    -

    02/06/2010 às 8:53

    Este é um dos motivos pelos quais, odeio o PT e seis asseclas! Tudo que é ilegal, sujo, imoral… eles praticam dando um jeito de grudar essa pecha nos outros! O tal “imposto sindical” cobrado de quem, por livre opção não é sindicalizado, é uma violência! É como eu ter de pagar dízimo de uma igreja a qual eu não pertenço! Se ainda os sindicatos fossem mesmo SINDICATOS, vá lá… mas, são apenas apêndices do PT e outros partidos ditos de esquerda. Ou seja: eu tenho de contribuir na marra para a boa vida desse bando de safados e vagabundos! Não conheço uma racinha mais safada que a de sindicalista!

  61. Oliveira

    -

    02/06/2010 às 8:50

    Isso tudo é um bom sinal Reynaldo. Explico: Se somente a metade dos convidados esperados, compareceram….significa que a outra metade não está de acordo com o voto cabresto e garanto que muitos que estavam ali, não votarão na Dilma. São pessoas dignas que sabem estar quase que obrigatoriamente forçadas a doar seu voto mas que ao perceber a baixeza do alto clero, simplesmente se enoja e, para não ser discriminado, finge que está junto mas vai votar contrário. Outra coisa é que escostam o TRE na parede e obrigam o STE a decidir se são ou não são a Lei. Outra coisa é que fica claro para o povo, a imundície que se apoderou do poder e então fica fácil os votos para Serra.

  62. mineirinha

    -

    02/06/2010 às 8:46

    Destaque desse evento no Jornal da Record, Paulinho da Força em close diz que a eleição de Serra será um retrocesso de 100 anos nas conquistas trabalhistas, acabando com férias, 13o. salário, etc, etc.
    Como se permite um dirigente sindical ser tão canalha e mentiroso? Ele despreza a inteligência dos trabalhadores? Já começou o vale-tudo; dossiê fajuto vai ser fichinha nesta campanha. O lixo está se acumulando. Alea jacta est: AFIE AS SUAS ARMAS,SERRA!

  63. Marcus Meyer

    -

    02/06/2010 às 8:39

    Pena mesmo é que não contemos com uma Suprema Corte com capacidade jurídica e coragem para enxergar a situação e aplicar a lei. Nossos desembargadores estão embriagados pelo status de semi-deuses da posição que ocupam para pensar em olhar a realidade com sensibilidade e enfoque mais humano!

  64. C. Hernandez

    -

    02/06/2010 às 8:33

    Reinaldo

    Meu primo P. Fuentes envio el endereço de su blogg.

    Parodiando:
    Ou o Brasil acaba com las forml… digo com los sindicalistas ou os sindicalistas acabam com el Brazil.

    Perdona-me el portunhol.

  65. Anônimo

    -

    02/06/2010 às 8:32

    As caças e o caçador

    Mônica Bergamo:

    “Olha aqui o delegado que queria me prender!”, exclamou José Dirceu ao ser abordado pelo delegado Protógenes Queiroz no jantar de aniversário do ministro Orlando Silva, do Esporte, anteontem, em SP. Os dois gargalharam, apertaram as mãos e se juntaram num abraço aparentemente fraterno.

    Candidato a deputado federal pelo PC do B, o policial circulava na festa tentando se aproximar dos que outrora investigou na Operação Satiagraha, em 2008, cujo alvo principal era o banqueiro Daniel Dantas. A conversa com Dirceu (que teve sua mulher, Evanise, grampeada na devassa comandada por Protógenes) não durou muito tempo.

    “Me comportei bem?”, perguntou o petista depois que o delegado se afastou. Para espanto de muitos, entre uma garfada e outra de penne com tomate, disse: “Eu vou ajudar a elegê-lo”.

    O “perdão” para valer, no entanto, virá depois, “no dia em que ele [Protógenes] me contar tudo o que aconteceu”. Dirceu diz acreditar que foi investigado de forma ilegal e muito mais abrangente do que a divulgada oficialmente.

    Fábio Luís, o Lulinha, filho de Lula, que na época da Satiagraha surgiu no noticiário porque empresas de Dantas teriam tentado se aproximar dele, também conversou com o delegado federal na festa. “Foi um diálogo maravilhoso, emocionante mesmo”, diz Protógenes Queiroz, que sempre negou ter investigado a família do presidente da República. “Fizeram muita fofoca.” Na verdade, afirma, “o presidente estava sendo chantageado”.

    “Ele [Fábio] me disse que o pai dele [Lula] me respeita muito e que a família me admira por tudo o que eu já fiz pelo Brasil. O filho do presidente é um perseguido, como eu. Responde a um processo [na Justiça]. Eu respondo a 15!”. Protógenes diz que deu seu telefone e e-mail para Fábio Luís, “para ajudá-lo no que for preciso”.

  66. P. Fuentes

    -

    02/06/2010 às 8:30

    Reinaldo
    “Tátudo” dominadu;

    Assim como o tráfico tomou conta dos morros, o sindicalismo pelego tomou conta do Brasil.
    O modus operandis é idêntico.
    A pergunta era:
    Você já viu político pobre?

    agora:
    Você já viu sindicalista pobre?

    Meu primo C. Hernandez manda lembranças e avisa aos desavidos que não estava na faixa de Gaza.

  67. cosme herval

    -

    02/06/2010 às 8:19

    caro Reinaldo
    somente um comentário curto e grosso, dentre os oradores
    estava o presidente do PT paulista Edinho Silva que disse:
    ¨é preciso fazer no estado de São Paulo o mesmo que Lulla
    fez no Brasil, esse Edinho tá louco de pedra, São Paulo não
    pertence mais ao Brasil, essa eu juro que não sabia.
    um grande abraço

  68. Jorge Alberto da C. Rodrigues

    -

    02/06/2010 às 7:56

    Quem gosta de mamar nas tetas do estado deseja a continuidade do governo Lula. Entre os segmentos parasitários da sociedade que defedem a continuidade de tal governno, estão: MST, UNE, CUT, demais centrais sindicais e grande parte do funcionalismo público (que, em grande parte, se caracteriza pela improdutividade). As práticas de patrimonialismo, aparelhamento de estatais e loteamento de cargos públicos, típicas do governo Lula, favorecem quem usa a máquina pública em benefício próprio.

  69. Marco Gaúcho

    -

    02/06/2010 às 7:50

    Chê, quando é que vão terminar com a obrigatoriedade da contribuição sindical, prá tirar a teta da boca desses parasitas?

  70. facenova

    -

    02/06/2010 às 7:46

    Onde tem dinheiro público Tribunal de Contas TEM QUE verificar o que é feito desse dinheiro.

    Vamos lá, Tribunal de Contas, controle externo nesse dinheiro dos sindicatos – é dinheiro dos TRABALHADORES (nosso) repassado ao Estado e não deles.

    Se somos OBRIGADOS a contribuir, então que o Tribunal de Contas exerça o seu poder de controle conforme a Constituição.

    Se os sindicatos não querem ser controlados então Legislativo, por favor, elimine a obrigatoriedade da contribuição.

  71. Rios

    -

    02/06/2010 às 7:24

    E nós temos que trabalhar de um a três dias por ano para estes sindicatos. Claro descontados com todo prazer na folha de pagamento. E eles simplismente não explicam nada, é uma festa. E ainda viram presidente.

    Por uma america bolivariana: DILMA / CHAVES

  72. cleide bragliollo

    -

    02/06/2010 às 6:42

    Reinaldo
    FALTA DE VERGONHA NA CARA!
    Hoje, na Folha, reportagem de Breno Costa mostra do que esse pessoal é capaz. Para encher o estádio, nesse ato pró-Dilma, não pensaram duas vezes para ENGANAR SENHORAS IDOSAS, com falsas promessas. Transcrevo trecho:
    “Sentada em frente ao estádio Pacaembu, no início da tarde de ontem, a pensionista Terezinha Melo, 72, voluntária num grupo que promove ginástica para idosas em Guadalupe, subúrbio do Rio, decidiu anular seu voto nas eleições de outubro.
    “Não quero saber de política. Não voto em mais ninguém”, afirmou Terezinha.
    Explica-se: ela e outras 80 MULHERES, a maioria da mesma faixa etária, foram chamadas por uma conhecida do mesmo bairro para um “passeio” em São Paulo, com hospedagem e alimentação incluídas. A condição, dizem, participar de um “EVENTO SURPRESA”.
    “Não sabia que era negócio político. Mandaram a gente vir. Queria fazer compras, passear, em vez disso, enfiaram a gente no estádio pra ouvir discurso”.
    COMO ESSAS PESSOAS CONSEGUEM DORMIR À NOITE?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados