Blogs e Colunistas

13/01/2011

às 4:17

Cabral além do limite

Que coisa!

Na terça, às 12h37, publiquei um post intitulado “Chega a ser chique morrer soterrado no Rio. Ou: A politização das águas”. A nova tragédia ainda não havia acontecido. Eu me referia, naquele texto (parte dele extraído do blog Flanela Paulistana), à maneira como a grande imprensa trata São Paulo e Rio quando ocorrem catástrofes. Num caso, pau nas autoridades; no outro, plumas. Gilberto Kassab, que está na cidade e fala com a imprensa, leva porrada. Sérgio Cabral, em viagem ao exterior, é apresentando como um visionário. Já volto a esse ponto. Antes, algumas considerações.

Não! Eu não sou do tipo que, por princípio, culpa governantes quando ocorrem tragédias. Isso é coisa dos petralhas – se estiverem na oposição, é claro! No ano passado, São Paulo sofreu com 47 dias ininterruptos de temporais, a maior quantidade de água em seis décadas. Segundo boa parte do Partido da Imprensa Petista, especialmente a facção paulista, os responsáveis eram o tucano José Serra e o democrata Gilberto Kassab. Até que o Rio viesse abaixo. E aí todos descobriram, compungidos, que a natureza pode ser má…

Neste ano, por incrível que pareça, assistimos à mesma seqüência: chuvas em São Paulo, cacete impiedoso nas autoridades “demotucanas”, blogs de aluguel assanhadíssimos, já prevendo a volta do PT à Prefeitura… Até que o Rio se transformasse numa sepultura de lama. Aí os vigaristas se calaram: vinte cadáveres em São Paulo são um escândalo que beira o pedido de deposição do prefeito e do governador do Estado; 257 no Rio fazem de Cabral um herói. Duas dezenas de mortos assanham os críticos do governo paulista; quase três centenas deles, os apologistas do governo fluminense.

Já escrevi ontem à tarde um post a repeito: enquanto houver moradores em encostas ou na várzea de rios, as chuvas farão suas vítimas. Ou se rompe o círculo – e o circo – da irresponsabilidade e do populismo, que não reprime as ocupações irregulares, ou viveremos com a rotina macabra de mortos. Não há PAC de moradia ou pilantragem do gênero que dê conta dessa questão. Sigamos.

Uma coisa é censurar, e eu censuro, a politização da tragédia, que faz baixa exploração do sofrimento da população. Outra, muito diferente, é cobrar resposta das autoridades – e esse é um dos papéis da imprensa – e apontar suas eventuais irresponsabilidades. Ora, chega a ser inacreditável que o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), esteja em viagem de férias num período como esse. Querem uma previsão? Morrerão pessoas soterradas no Rio em janeiro ou fevereiro de 2012… Será que Cabral conseguiria desde já mudar os planos para os folguedos do ano que vem?

Prevenção
Assim como é certo que morrerão pessoas soterradas em 2012, era certo que morreriam também neste ano. Depois de tudo por que passou o Rio em 2010, o lugar de Sérgio Cabral seria o batente. Deveria ter-se articulado com o governo federal para montar um gabinete provisório de prevenção de catástrofes e socorro às vítimas. E teria de ser ele o grande comandante desse grupo.

Em vez disso, ficamos sabendo que ele telefonou para a presidente Dilma Rousseff – muito bem! – e pediu o auxílio da Marinha. É justo! As Forças Armadas têm mesmo de ajudar em situações assim. É um mandamento constitucional. Mas Cabral tem de se lembrar que o poder no Rio de Janeiro – e em todo o Brasil – é civil. Daqui a pouco, ele se torna uma vivandeira às avessas, sempre a solicitar dos soldados algum mantimento…

Desta vez, Cabral exagerou. Mas aparecerá como herói na TV daqui a pouco. E ainda distribuindo alguns pitos! Vamos fazer outra aposta?

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

232 Comentários

  1. caubi duarti siva

    -

    03/05/2012 às 17:10

    senhor, sergio cabral em 2002 votei em ti, para ajuda a impedi que o senhor Leonel brizola ganhace, se o senhor soubece do meu arependimento, nuca gostei da polica do Brizola, mas a do senhor é ruin demais. mil desculpa, o senhor quis governar assim.

  2. Cws Multiradio

    -

    16/01/2011 às 0:49

    A responsabilidade pelas tragédias é de um ex-presidente fora da lei.
    Da Constituição Federal:

    Art. 21. Compete à União:

    XVIII – planejar e promover a defesa permanente contra as calamidades públicas, especialmente as secas e as inundações.

    O ex-presidente assinou, em 17 de fevereiro de 2005, o Decreto-Lei 5.376, criando o Sistema Nacional de Defesa Civil, com o objetivo de centralizar a prevenção de desastres, a preparação para emergências e desastres, a resposta aos desastres e a reconstrução e a recuperação. Um órgão, chamado CONDEC, Conselho Nacional de Defesa Civil seria o grande articulador de todas as ações na área, em todo o Brasil. Veja como está o CONDEC nesta matéria do Contas Abertas. Além disso, o Decreto-Lei determinava uma série de obrigações que não foram seguidas por quem tinha esta responsabilidade. No Brasil, pratica-se uma máxima que é uma verdadeira proteção a criminosos. Aquela que afirma que existem leis que pegam e leis que não pegam. Está na hora do Brasil amadurecer e pegar os culpados. Neste caso, o culpado é ele. Morreram muito mais pessoas em tragédias no Brasil, desde 2005, do que em todo período que a tal Comissão da Verdade quer investigar. Deveriam era processar o ex-ditador que esteve no comando do país, de 2003 a 2010. Ele e o seu braço direito.

  3. Jose carlos Silva

    -

    15/01/2011 às 21:31

    Recentemente ouvi e vi pela tv, o sr. Sergio Cabral dizendo que não teria nada a reclamar do governo federal, no que se refere as tragedias anuais anunciadas para a nossa cidade maravilhosa, que ele tanto ignora. Entaõ pergunta ao sr. Sergio, onde esta o dinheiro???? E alem disso daria uma sugestão simples de ser feita: sr. Sergio, mude-se com toda a sua familia para um dos locais atingidos e vejamos depois de 1 mes( nao precisa serem anos nao ) apenas 1 mes, para ver se o sr. e a sua familia teria algo a reclamar. Por acaso a sua famila vale mais do que as vitimas anuais, em funçao da sua inação inadequada???
    Não sei se a nossa presidenta Dilma vai aturar o sr por muito tempo não. Ela, super eficiente tomou uma medida radical e correta para resolução definitiva das dificuldades, coisa que nenhum ptresidente anterior fez. Aqui vai um forte abraço com todo o carinho e respeito para a nossa Dilma. E para o sr.seu Sergio, bem ainda descobrirei a palavra certa.

  4. Jose carlos Silva

    -

    15/01/2011 às 21:21

    Nao entendo como o pessoal continua elegendo esse tal de sr. Sergio Cabral. Por outro lado viva a nossa predidente Dilma pelas decisoes tomadas!!!!!!

  5. Antonio Carlos

    -

    14/01/2011 às 18:10

    Numa Cidade (TERESOPOLIS)onde existe O DEDO DE DEUS e A AGULHA DO DIABO…. a batalha final só está começando…. APOCALIPSE NOW!

  6. eli

    -

    14/01/2011 às 16:01

    NUM PAIS SERIO VC ESTARIA NA ROÇA CABRAL , AGRADEÇA ESSA MALDITA MISTURA DE RAÇAS.AGORA QUE ESSE 50 ESPIRITOS VAO AZUCRINAR SUA VIDA E DE SUA FAMILIA ISSO VC TENHA CERTEZA

  7. Cws Multiradio

    -

    14/01/2011 às 10:05

    Bom Dia…Pediria ao Reynaldo autorização para usar este espaço,para divulgar endereços para doações em Petropolis e Teresopolis….A sensação de tristeza e impotencia,vivendo a cerca de 2 km do inicio dessa tragedia em Itaipava,eu só posso tentar ajudar essas pessoas de alguma maneira por intermedio das redes sociais,dos amigos da Internet…A quem puder ajudar ,a quem tiver alguma roupa,seringas descartaveis,mantimentos não pereciveis,DOAÇÃO DE SANGUE,(importantissimo),desinfetantes(importantissimo),colchonetes,calçados,agasalhos,leite em pó,alcool…enfim,aquilo que as vezes não sirva para vocês,..por favor..ajudem nossos irmãos,pois o que sobreviveram,estãosomente com a roupa do corpo…A tristeza,a dor,as lágrimas,o desespero ao meu redor,nos fazem sentir a pequenez que somos, perante Deus..Alguns pontos que vc pode colaborar>>.”Ainda em Teresópolis foi montado um outro posto para receber donativos. As contribuições podem ser levadas para o Ginásio Pedrão, onde foi montado um abrigo de ajuda às vítimas. O local fica na Rua Tenente Luiz Meirelles 211, no bairro Várzea, no centro da cidade.

    Petrópolis

    Foram montados três postos para doação de água, colchão e material de limpeza e higiene na região de Itaipava: na Igreja Wesleyana, no Vale do Cuiabá; na Igreja de Santa Luzia, na Estrada das Arcas; e no centro de Petrópolis, na sede da Secretaria de Trabalho, Ação Social e Cidadania (R. Aureliano Coutinho, número 81).

    Polícia Militar

    Todos os batalhões da PM do Rio de Janeiro vão receber doações a partir desta quinta-feira (13). Os comandantes dos batalhões recomendam a doação de água mineral, alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal.

    Rodoviária

    A Rodoviária Novo Rio recebe doações para a Cruz Vermelha. Os donativos serão recebidos no piso de embarque inferior, das 9h às 17h.

    Eu confesso,que mesmo estando a salvo,mas tão próximo dessa tragédia,eu me sinto pequeno,inoperante,e só mesmo a solidariedade e união,poderá tentar pelo menos,devolver a Dignidade a essas pessoas(e confesso que a mim também…a desolação é total)…Obrigado Reynaldo…

  8. Lucia R.

    -

    14/01/2011 às 0:39

    Nosso governador ALKIMIN, arregassou as mangas e TRABALHA desde o primeiro dia de seu governo.
    Que diferença, não?
    E a Globo faz questão descaradamente, nos primeiros dias das enchentes emS.Paulo de culpar AlKIMIN e o Prefeito KASSAB pelas enchentes. E ambos, educadíssimos dando entrevista, visitando os lugares e dando apoio aos bairros dizendo o tempo todo o que foi feito e o que será feito para prevenção.
    Esse é o nosso querido GOVERNADOR DE SÃO PAULO.
    Que Deus dê o conforto e muita coragem as pessoas que perderam seus entes queridos no Rio de Janeiro e S.Paulo.
    Abs.

  9. Sufie

    -

    14/01/2011 às 0:20

    Jornalista Reinaldo, obrigada, Vossa Senhoria juntamente com alguns colegas do site da Veja é quem deveriam estar a frente de um programa de TV, e falar tudo isso que só encontramos aqui. Deus te ilumine sempre.

  10. Sufie

    -

    14/01/2011 às 0:17

    algumas pessoas que comentaram o texto, menciona apenas São Paulo e R de Janeiro, e Minas Gerais que tb esta no mesmo caos? Esqueceram que o ex-ministro do ex-Lulla somente repassou verba para a Bahia, sendo que na carta magna os estados teem direito ao repasse de verbas contra catastrofe? Onde esta a verba? somente quando acontece que sobrevoam a desgrama e dai dizim vou repassar xxx milhões para reconstruir? Caramba não tem um mortal na midia que fale sobre isso? Comparar São Paulo com o Rio de Janeiro é folclore, nem de longe comparar pois o que houve em SPaulo foi agua demais, o que devia chover em um mês aconteceu em um dia e não ouvimos falar em mortes em série como vemos no RJaneiro. Deus tenha piedade, porque o que vemos hoje no RJaneiro não passou de uma filmagem de exibicionistas, por que a Dilma e o Cabral não foram também no IML para saberem do saldo de tantas mortes e faltando de tudo, luvas, mascaras, até para os enfermeiros. Sobrevoar para erem filmados e dai apenas discursar é facil e mediocre, queria ve-los no meio daquela gente procurando pelo seus filhos,maridos, esposas, pais e mães. é muito sofrivel. Meios de comunicação, trabalhem para o povo, informe com clareza, e não para apenas quem lhes dão grande soma para se omitirem.

  11. Cws Multiradio

    -

    13/01/2011 às 23:35

    QUEREM FAZER ALGUMA COISA DECENTE??/DE VERDADE???

    Onde está aquela moça dos Direitos Humanos?
    O PT e a esquerda não estavam alucinados para procurar os desaparecidos dos anos setenta? Façam algo mais decente: arregacem as mangas e vão procurar os desaparecidos de Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo e outras cidades do Rio de Janeiro. Até agora a moça aquela dos Direitos Humanos, que roncou grosso com o General, ainda não botou o pé lá para ver se a população está sendo respeitada e se o governo federal e estadual estão dando o atendimento que deveriam. Queriam desaparecidos? Eles estão lá. Fresquinhos. Inocentes.Vítimas da incompetência dos PAC da vida e de oito anos de desmando petista. Que tal montar uma Comissão da Verdade para ver onde foram parar os milhões que deveriam der sido aplicados nas áreas de risco? Viraram comissão de verdade! Queriam desaparecidos? Agora existem centenas na consciência de vocês….pODEM IR A LUTA

  12. adorovoce

    -

    13/01/2011 às 21:36

  13. silviop

    -

    13/01/2011 às 21:15

    Oi Rei
    É muito mais fácil pegar o telefone, e pedir à presidANTA para ajudar. E não é que a governANTA foi até lá ANUNCIAR ajuda.

  14. J J L

    -

    13/01/2011 às 17:45

    Pois é, Reinaldo…o impressionante mesmo foi que, com as chuvas e alagamentos em SP há dias atrás, os blogueiros ditos “progressistas” logo se assanharam, teve um que chegou a dizer, na maior desfaçatez, que a culpa era do “PIG”…e hoje, como era impossível permanecer ignorando a tragédia no Rio, trouxe artigo com o título: “Tragédias no Rio e em SP – iguais e diferentes”…diferentes no quê? Posso elencar…no Rio morreram quase 400 pessoas (oficialmente), enquanto em SP não chegou nem perto disso…em SP Kassab e Alckmin estavam nas ruas, dando entrevistas…Cabral, até pouco tempo atrás, onde estava? Em Paris, ao que se soube…nada como sofrer em Paris…é realmente muito ridícula essa politização da tragédia, é de uma pobreza de espírito ímpar…quer colocar a culpa dos desastres nos governantes? Eu não concordo com isso, mas vá lá…coloquem…mas o façam decentemente, deem nomes aos bois…Se criticaram Alckmin e Kassab, deveriam tê-lo feito também com relação ao Cabral…igual e diferente??? A diferença está na cabeça perturbada desses ditos jornalistas puxa-sacos…afinal, para eles, a tragédia do PT é mais bonita…façam-me o favor…

  15. Simone Miranda

    -

    13/01/2011 às 17:27

    carlos -13/01/2011 às 15:11
    Isto seria exigir demais de uma população sem o mínimo de educação.

  16. tino

    -

    13/01/2011 às 17:18

    Com toda essa tragédia vivida, faz bem não ter mais que escutar a irritante voz do “sapo barbudo”, com toda aquela hipocrisia que o caracterizava. Que fique no seu botequim curtindo a sua canhina 51.

  17. Wagner Carvalho

    -

    13/01/2011 às 17:03

    Se discordo de uma coisa Reinaldo Azevedo:
    A Natureza não é má, ele segue seu curso, infelizmente a falta de políticas sociais e de habitação no Rio de Janeiro (Nem tão lindo assim)é responsável por essas tragédias, mas não liga não, vem aí o carnaval, Copa do Mundo e Olimpiadas.
    E de mais a mais ele ja conseguiu o que queria mesmo né!
    Vergonha

  18. Cws Multiradio

    -

    13/01/2011 às 17:00

    ESTA ACONTECENDO: OS 2 mandatarios o do Brasil e 0 do Rio estão falando,pra variar,politicamente…e ignorando os 401 mortos até agora,está realmente a defesa politica sendo efetuada ” a lot”,ou no portugues correto,PRA CACETE…e os dois pilantras estão falando o que fizeram,o que não fizerem…e só estão esquecendo de falar realmente no que interessa:SOBRE A CALAMIDADE DE PETROPOLIS,TERESOPOLIS E FRIBURGO…ao contrario…estão isentando (o Cabral picareta) os atuais prefeitos…que como não poderia deixar de ser são do PT..cala a boca ANIMAL…pelo menos deixa essa estatua que está ao seu lado,que foi colocada como dona do Pais por um cachaceiro sem vergonha…deixa essa dona falar alguma coisa….pelo menos tentar,pra justificar os votos …SÃO TODOS FARINHA DO MESMO SACO…

  19. PAULO ROBERTO PINHEIRO

    -

    13/01/2011 às 16:29

    Prezado Reinaldo

    Parece que governador do Rio é o único emprego no Brasil em que o individuo tem direito a férias antes de completar um ano de serviço.Cabral tomou posse no inicio do mês e já está de férias.

  20. ivo ferreira

    -

    13/01/2011 às 16:25

    É, o Sergio Cabral deveria ter ficado na parte de baixo do morro, com um balde, juntando a água da chuva que caía!
    Quando chove o que choveu, pode ser onde for, Brasil, EUA, Alemanha, Austrália etc. ninguém segura.
    Quanto as encostas, todo mundo sabe do risco, todo ano alguém morre numa avalanche, mas continuam a fazer barracos e casas nessas áreas. A culpa é de todos e de ninguém.

  21. hetfield & mustaine

    -

    13/01/2011 às 16:23

    CabraLL não dá !!! Chega de aturar esse picareta !!! Chega de aturar esse vendedor de iLLusões !!! Nos livramos do LuLLa, mas infelizmente desse outro PilanTra (do PMDB adesista) ainda não !!!

  22. Marco Campinas

    -

    13/01/2011 às 16:16

    Na TV ainda não vi, mas hoje de manhã em entrevista a Lúcia Hipólito na CBN, culpou os prefeitos das cidades atingidas, o excesso de chuvas e a topografia do estado do Rio de Janeiro.

  23. tiago

    -

    13/01/2011 às 16:11

    Tirar moradores de áreas de risco não rendem votos – ALIÁS TIRAM VOTOS DOS PILANTRAS DOS NOSSOS POLÍTICOS

  24. Nina

    -

    13/01/2011 às 15:57

    Sergio Ferrari 11:11hs
    Vc Tem toda razão, é evidente que a Globo anda em um campanha ferrenha contra o Est. de são Paulo, sou do Mato Grosso do Sul, e percebo nítidamente, esta tentaviva de denegrir SP.

  25. Marcos

    -

    13/01/2011 às 15:52

    Reinaldo, na manhã de terça-feira, acordei e liguei a TV na Bandeirantes e lá estava o jornalista Luciano Faccioli, tentando achar um culpado pros alagamentos de São Paulo, como por exemplo no Jardim Pantanal. Elencou desde Jânio Quadros até os últimos. Não sei nem se ele é simpatizante de algum partido, mas ali achei um pouco de exagero no trato com o assunto. Primeiro, que a quantidade de chuvas está totalmente fora do normal pra época. Segundo, que as pessoas tem ciência que morar em área de varzea é arriscado. Quando cai água na quantidade que ninguem espera, o que podemos fazer? Não estou defendendo ninguem. Acho que os governantes tem que fazer sua parte, como fez o subprefeito de S.Miguel Paulista juntamente com o prefeito Kassab com a região do Jardim Romano que no ano passado passou por caos parecido. Lá foi construído um piscinão e este ano eles não tiveram este problema. Mas a população também tem que colaborar, seja não jogando lixo na via publica ou procurando lugar melhor pra viver.

  26. Gilmar Iendrick

    -

    13/01/2011 às 15:51

    A MIDIA NOTICIOU ONTEM QUE O GOV. SERGIO CABRAL ESTÁ EM VIAGEM DE FÉRIAS, POR ISSO QUEM ESTÁ RESPONDENDO PELO GOVERNO É O VICE PEZÃO, EXATAMENTE IGUAL AO ANO PASSADO NA TRAGÉDIA DE ANGRA DOS REIS.

    A PERGUNTA QUE FAÇO AOS PELEGOS É:

    PODE ALGUÉM QUE FOI EMPOSSADO NO DIA PRIMEIRO ULTIMO JÁ TER DIREITO A FÉRIAS ?

    AS DUAS TRAGÉDIAS COM ELE AUSENTE ME FAZEM CHEGAR AS SEGUINTES CONCLUSÕES:
    - RUIM COM ELE PIOR SEM ELE
    - ESTE PEZÃO É UM PÉ FRIO, OU MELHOR UM PEZÃO FRIO DANADO.

  27. Renato Ferreira

    -

    13/01/2011 às 15:43

    Antes de Cabral, São Paulo teve uma prefeita que estava em Paris com o namorado enquanto a cidade ficava submersa. Eis o estilo petista de governar: sumir nas horas de aflição e aparecer nas horas de louros.

  28. ALDAIR TORRES

    -

    13/01/2011 às 15:43

    Reinaldo,
    Aproveite e analise a visita de inauguração da primeira obra feita pelo PAC mãe-Dilma: foi inspecionar um prédio derrubado pelas aguas de Janeiro.

  29. Marcus

    -

    13/01/2011 às 15:42

    Cabral vive chamando a guarda nacional, exercito,marinha… Todos pagos pelos outros estados (guarda “nacional”) ou pela união. E os impostos do Rio vão para onde??? Quando acaba quer dividir o suposto pré-sal ficando com a maior parte.
    E não venha dizer que é mesquinharia em um momento de sofrimento, pois, como se vê, são ocorrências previsíveis que viraram rotina.

  30. Mundico

    -

    13/01/2011 às 15:41

    O abutres vermelhos petistas são os arautos da desgraça alheia. Ao contrário da ação profilo-ecológica das aves originais, esse tipo de abutre espalha a cizânia, a hipocrísia e toda uma gama de estágios de sua putrefação pestilenta.

  31. Alexandre Rodrigues

    -

    13/01/2011 às 15:38

    Há pouco vi um jornaleco da Record tentando a todo custo “cercar” o governador Alkmin, questionando a situação de Franco da Rocha e reclamando que ele não deu entrevista. Isso, mesmo o governador indo lá, de pés no chão, ver a situação. Mesmo impotente nessa hora, o governador se fez presente. É o mínimo que o governante deve fazer. Agora, sobre o estranho sumiço do Sr. Cabral no Rio, o jornaleco não falou nada, claro. Afinal Cabral é amigo de Lula e Dilma. Jornalistas porcos estes. Solidariedade aos nossos irmãos brasileiros.

  32. Rodolfo

    -

    13/01/2011 às 15:32

    A VERDADE vai ficando cada vez mais CLARA, ÓBVIA: mesmo com tantos recursos em caixa, o Governo do PT NUNCA teve capacidade mental para tocar projetos e programas de governo.

    Vide o FRACASSO do Fome Zero, do Minha Casa, Minha Vida, dos PACs……

    Nesses 8 anos, os únicos projetos que deram certo com a PILANTRAGEM do PT no comando foram o MENSALÃO, o AUMENTO da CARGA TRIBUTÁRIA, o CONTROLE TOTAL da MÍDIA(sim, isso já é uma realidade. Vide o Casseta e Planeta, a falta de um jornalismo ISENTO, a demissão esses dias do jornalista Prates da RBS no Sul, o aparelhamento dos blogs VAGABUNDOS….), as PROPAGANDAS NAZISTAS tão bem elaboradas pelo Franklin Martins e o projeto maior, o projeto de PERPETUAÇÃO de PODER e COMPRA do LEGISLATIVO e do JUDICIÁRIO!

    Fora isso, desafio algum PETRALHA VAGABUNDO de vigia nesse blog que liste algum projeto ou reforma que o Governo do PT tenha feito nesses 8 anos e que tenha dado certo!

    PS: e não me venham com esse papo BESTA de xxxx milhões que foram tirados da miséria e a taxa de desemprego!

    O brasileiro está há anos luz de sair da miséria e quem deu emprego nesses 8 anos foram os EMPRESÁRIOS do SETOR PRIVADO, que ainda são ACHARCADOS com a CARGA TRIBUTÁRIA mais perversa do planeta!

  33. Estevan natolo Junior

    -

    13/01/2011 às 15:31

    Ah! Esqueci do Garotiho e Garotinha. É mole?

  34. Estevan natolo Junior

    -

    13/01/2011 às 15:24

    2011, começou bem: a posse da rainha, digo, presidenta, com festa pra ninguém botar defeito, principalmente o pessoal que está no “puuder”, sim, que está no “puuder”, não no governo, porque pra este pessoal governar é um “saco”, tem que ter responsabilidade, dedicação, trabalho, competência, etc, mandar não, você mente, mente, mente e tudo bem. Continuando, sem assunto a mídia se volta para as nomeações dos ministérios que ao invés de serem diminuídos, foram aumentados, depois, veio o segundo escalão que está emperrado. Diferente do seu criador, parece que a rainha vai mostrando um estilo de “gerentona” que trabalha dia e noite e não aparece muito. Fora isso, a mídia só tinha a contratação do Ronaldinho Gaucho que depois de um leilão esquisito foi parar no Flamengo. Aí começou a chover, como sempre nesta época, em SP inundou onde sempre inunda, marginal, vila Carrão, Anhangabaú, a cidade pára e o Datena, claro, estoura de felicidade. Agora, no Rio de Janeiro, é impressionante, é a festa e a alegria juntas com a tragédia, ontem, enquanto cerca de vinte mil torcedores do Flamengo, desocupados, festejavam a chegada do seu novo ídolo, na região serrana morriam mais de 300 pessoas por causa das chuvas. Incrível este povo do Rio de Janeiro que canta e chora ao mesmo tempo. A chuva cai, casas desaparecem, gente morre e o Cabral viaja, mas quando ele voltar, vai fazer uma verdadeira peça de teatro do absurdo, seguindo o seu guru Lula da Silva, vai mentir, mentir e mentir. É bom lembrar que o Cabral não é o primeiro político do Rio de Janeiro que tem este estilo de governar, por lá já passaram: Brizola, Cesar Maia, Moreira Franco… estilo que faz parte da cultura carioca/fluminense que nasceu há muito tempo, acho que foi ainda no Brasil imperial. O governo do Cabral veiculou entre o final de 2010 e início de 2011, uma campanha que apresentava as favelas do Rio num clima cívico jamais visto antes na história deste país, uma maravilha, usaram a bandeira do Brasil sendo carinhosamente desenrolada e hasteada, mostrando que o estado esta presente e que as pessoas agora tem segurança e bem estar de verdade. Tudo mudou e vai melhorar ainda mais, o Brasil antigo, o “daselite”, acabou. Só faltou combinar com São Pedro.

  35. carlos

    -

    13/01/2011 às 15:11

    O engraçado é que a maior parte da culpa não é nem do governo, nem da natureza. É da própria população. Excluindo os que moram em áreas de risco, quantos não jogam lixo nas ruas? Desce a água, é um lixão. Se a massa começar a se tocar que um papelzinho no chão faz diferença, as coisas melhoram e muito. Não digo que a chuva e a falta de estrutura básica não tem sua parcela de culpa. Mas continuar culpando só essas duas variáveis não adianta. Moro em Belém e é incrível como o povo não tá nem aí pra nada. Transito, trabalho, educação (nos dois sentidos)… não é raro ver alguém abrindo a janela do carro em plena avenida e atirando uma lata de refrigerante pra trás. Aliás, é quase uma regras.
    Se a gente não se tocar, claro que tudo vai continuar assim. Pode ter a melhor estrutura do mundo, mas se a cidade tiver moradores que sujam as ruas, enchentes continuam.

  36. lilian

    -

    13/01/2011 às 15:05

    Com heroismo ou não vai ter que se resolver,Serra,Lula,FHC,Marina qualquer um que estivesse no poder isso e muito mais que está por vir iria acontecer ,esse país foi feito a migué o presente é sim resposta do que não foi feito no passado,e o futuro tem que olhar para ontem urgentimente.Pois quando se trata de anunciar condominios luxuosos ninguem quer saber se a construtora está fazendo certo,coloca logo a propaganda seja revista,jornal,tv e os orgãos público se fazem de surdos,mudos e cegos ,no mais os politicos tão recebendo as tragédias no seu tempo pois um dia a casa cai mesmo e que comecem a resolver, e tratem o passado como exemplo das invasões urbanas e sem planejamento de crescimento,todo mundo quer uma vista linda da varanda porém doa a quem doer tem que bater retirada.

  37. Ney do MS

    -

    13/01/2011 às 15:00

    Os PeTralhas não se cansam de tentar manipular os fatos e transformá-los em “factóides” a seu favor. E a oposição, que representa – ou pelo menos deveria representar – os 44% de brasileiros lúcidos, continua deixando as coisas correrem soltas .. “deixa a vida me levar, vida leva eu”. Pobre Brasil!

  38. Vernaschi

    -

    13/01/2011 às 14:55

    Caro Reinaldo e amigos.
    Infelizmente no Brasil nada é planejado, nada é previsto. Os nossos políticos só ficam correndo atrás das tragédias, dos acontecimentos macabros e sempre acabam culpando a natureza. É o bom e velho ditado: “tragédias não acontecem, elas são contruídas passo a passo”.

  39. POSTE do Gambá Fanfarrão

    -

    13/01/2011 às 14:46

    … Se toda vez que o Governo precisa de gente séria e competente recorre ao exército e a marinha, então porque já não colocamos, de novo, os militares no poder ?

  40. Ismael

    -

    13/01/2011 às 14:20

    Reinaldo é lamentável! Após comonuncanestepaiz, isto acontecer? Após oito ano vai ver que o FHC será o culpado, outra, será que os órfãos, viúvas e familiares enlutados vão receber o mesmo tratamento do Ministério dos Direitos Humanos? Pagando as mesmas indenizações como a dos anistiados do poder? A ajuda será governamental ou novamento da população? Esta herança do Lula será bendita ou maldita? Gostariamos de saber a verdade!!!!!

  41. Tony_Bahia

    -

    13/01/2011 às 14:14

    Duas perguntas: Cadê Dilma? CADÊ A OPOSIÇÃO?

  42. Alexandre

    -

    13/01/2011 às 14:12

    Ótimo texto, mas acho que seria também de grande valia se os veículos de comunicação usassem manchetes que apontassem a real causa. Culpar a chuva é fácil.

  43. André Luiz Oliveira

    -

    13/01/2011 às 14:09

    Olélé!!! Olálá!!! Ronaldinho vem aí!!! E o Rio vai melhorá!!!

    Olélé!!! Olálá!!! Ronaldinho vem aí!!! E o Rio vai melhorá!!!

  44. RENEZAO

    -

    13/01/2011 às 14:09

    acabo de escutar o CANALHA do DATENA falar mal do KASSAB e do ALKMIN quando fala de SP, e diz ser “tragédia” no RJ e que a presidenta DILMA sobrevoa a área, rasgando elogios ao PAC. É UM CANALHA mau carater , petralha, só, perde do inseto paulo h amorim. Desculpe-me Reinaldo, mas é revoltante ver esses petistas comandando programas televisivos. Eles não tocam no nome do comparsa CABRAL.

  45. Alberto Leão

    -

    13/01/2011 às 14:05

    Insensível, bobão, falastrão. Sérgio Cabral gosta do Rio de postal. Cadê o governador? Ano passado, na tragédia em Angra, ele estava em um município vizinho, Mangaratiba, e levou dias para chegar lá. Chega o verão e ele foge.

  46. gaúcha indignada

    -

    13/01/2011 às 14:04

    Coitado do “zé povinho” carioca, acreditou no viajante cabral e no criatura fantasma.

  47. mario

    -

    13/01/2011 às 13:54

    Infelizmente assistiremos a este filme nos próximos anos, enquanto houverem canalhas tipo Cabral, no poder.

  48. bastião

    -

    13/01/2011 às 13:48

    Parabéns DEPUTADO BOLSONARO,pela entrevista ontem na globonews, vc pegou os dois terroristas e eles se empapussaram com as suas batatas,lambiam os beiços igual o chaves em seus discursos pela internacional comunista.MILITAR tem que ter o orgulho em ser e de ter sido servidor da pátria e não esses bundas moles da beira da praia,militar tem de ser homem.VIVA Bolsonaro,Gal. Newtom Cruz,Gal. Leônidas Pires.Quem não cuida de um morro vai cuidar do pré sal.Comunistas canalhas.Sempre colocando as vidas dos brasileiros em risco,no passado assaltando,matando e explodindo os brasileiros:hoje roubando o dinheiro da contenção das encostas.

  49. lilian

    -

    13/01/2011 às 13:48

    O problema é sério e tem culpados de todos os lados,porém o importante é todos com humildade assumirem e é isso que quero saber quem vai se culpar primeiro tanto no Rio como em São Paulo. Os governos são culpados mesmo a diferença é que um partido tem 4 anos de governo e o outro tem 16 ,mas o problema existe independente do tempo e castastrofes como essas, têm que ser analizadas historicamente e futuramente já que o leite derramou de vez agora.Lamentavel esse País ainda tem muito que consertar de governos anteriores isso não é só dos governos atuais.Porém vou dizer esse País ainda tem muito para resolver,ele ficou muito tempo sem cuidados essenciais em todos os sentidos.Deus conforte as familias e meus sentimentos pelas vitimas dessas castratófes.E que todos que estejam a frente desses problemas urbanos se unam para resolver por que o que vejo é colocando a culpa na chuva tudo com cara de santinho e na hora do governo fazer campanha de comunicação é tudo lindinho tanto em São Paulo como no Rio tudo igual.

  50. diego almeida

    -

    13/01/2011 às 13:47

    Reinaldo, moro no Rio e te digo: aqui é a Babilônia, o tecido social inexiste. Ao primeiro fim de semana ensolarado os portavozes da sociedade já atirarão ao esquecimento tudo o que se deu.

  51. rubia

    -

    13/01/2011 às 13:45

    Seu artigo faz muito sentido. acho que no Brasil falta muito bom senso por parte dos politicos. O Serra deu uma ideia muito boa de formar um grupo para emergencias no Brasil assim como o FEMA aqui nos Estados Unidos. A Dilma poderia aproveitar a oportunidade e se juntar ao Serra para pedir orientacao. Mas acho que talvez 360 mortos ainda seja pouco para uma atitude de uniao. Talvez se no Brasil os jornais e os meios de comunicacao fossem mais agressivos com a VERDADE nua e crua, as coisas poderiam mudar.
    Muito triste, o povo sofre muito la e os politicos sao muito sem vergonha mesmo.. Pena que o Serra nao virou presidente, tenho certeza que ele estaria la agora dando apoio e ja planejando com preparar melhor para o proximo desastre.
    O povo elege o governo que merece. Que pena…

  52. luciano

    -

    13/01/2011 às 13:42

    esse governador e um grande marqueteiro, aprendeu com o lula e tudo farinha do mesmo saco.
    povo brasileiro acorda pelo amor de deus .

  53. fátima

    -

    13/01/2011 às 13:39

    Todo ano é a mesma coisa, muita chuva e tragédias anunciadas, mas atitude por parte dos governantes não se vê. São como as promessas de campanha que nunca são cumpridas, é uma vergonha, é um desleixo e um descaso com a população.

  54. Bertoldo Klinger

    -

    13/01/2011 às 13:38

    A TV do Bispo diplomático chegou ao cúmulo de mostrar as imagens de Teresópolis com o seguinte lead na parte de baixo do vídeo:
    “Rio e SP – Mais de 250 mortos”
    Sendo que 13 pessoas morreram em SP e 237 no Rio…
    Haja diplomacia!

  55. ricardo bispo

    -

    13/01/2011 às 13:38

    Pedro descobria.Sérgio se esconde.É uma questão de “involução” da espécie.Desgraça pouca é,para o governador(inebriado com o sangue da cruzeiro e Alemão),BOBAGEM.

  56. Mario Sergio Machado

    -

    13/01/2011 às 13:35

    Na quebra do meu hiatus, publiquei hoje no último parágrafo que mais morrerão, achei um pouco pesado no final retirei, pois caguei de medo caso os “petralhas” descobrissem meu site. Sou um bundão, não tenho paciência para ir deletando. Deleto, pois não sou democrático, de vez em quando ela, a democracia, é nosso pior veneno.

    Bom ver que alguém meteu os dedos no teclado direitinho.

    http://www.mariosergiomachado.com/2011/01/nao-encontre-culpas-encontre-solucao.html

  57. BETHS

    -

    13/01/2011 às 13:31

    Tudo isso é terrivelmente previsível, inclusive a eterna inação e a ausência de Cabral. Nada, absolutamente nada, se faz, ano após ano, década após década.

  58. Bertoldo Klinger

    -

    13/01/2011 às 13:30

    Reinaldo, ontem acompanhei a cobertura sobre a enchente em Franco da Rocha/SP feita por um jornal da tarde de uma TV ligada a um Bispo com passaporte diplomático e foi lamentável. O repórter a todo momento tentando culpar o poder público! Primeiro reclamou da abertura das comportas da represa de Mairiporã, mesmo sabendo que com a represa além da sua capacidade se não fossem abertas as comportas a represa transbordaria e podia até romper-se causando uma tragédia muito maior. Aí depois ele resolveu acusar a prefeitura de não ter avisado os moradores, no que foi desmentido ao vivo por um morador que declarou ter recebido o aviso na noite anterior através da Guarda Municipal que passou avisando de casa em casa. No fim resolveu ainda questionar a assistência aos desabrigados para ouvir de uma senhorinha que ficar na escola “era muito bom” e que o pessoal da Defesa Civil era “muito prestativo”, só que ela preferia voltar pra casa.
    Ou seja, diante de um volume excepcional de chuvas tanto prefeitura quanto SABESP fizeram o melhor possível, o resultado foi a quantidade de vítimas fatais na cidade: ZERO. Engraçado, sobre o Rio só mostraram cenas e descreveram a tragédia… Nenhuma palavra sobre a atuação do governo!

  59. mberg

    -

    13/01/2011 às 13:28

    Oi Reinaldo,

    Nao dá para comparar esses numeros (do RJ e SP). A geografia carioca é completamente diferente da paulista e favorece muito mais essas catrastofes. A única coisa que dá para comparar é a irresponsabilidade das autoridades desses estados…e aí nao tem partido, são irresponsáveis em ambos os casos.

  60. Ana Laura

    -

    13/01/2011 às 13:28

    corrijo: aprende a votar?

    acrescento: vamos lembrar que ele é o grande herói que salvou os morros do Rio do tráfico…Agora estaria tudo perfeito para a cidade modelo sediar as Olímpiadas.PATOMIMA!!!

  61. Ana Laura

    -

    13/01/2011 às 13:26

    Rei: mas, o homem foi REELEITO!!! A galera adora tomar na cabeça! Amamos os 12 anos de PT certo??? O povo,um dia parende a votar???Será???Ando muito desacorçoada…

  62. Paulo

    -

    13/01/2011 às 13:24

    Pessoal, a chuva vai passar e mesmo que não passe, o carnaval está aí. Depois o brasileirão e fim de ano de novo. O brasileiro vive, como nenhum outro povo, alá Roma antiga: Só circo e pão. Os que morrem? “Fazê o quê?”. Melhor eles do que eu…Infelizmente essa mentalidade veio para ficar.

  63. Fábio Souza

    -

    13/01/2011 às 13:24

    Dois pesos, duas medidas. A desgraça é a mesma: vítimas dos temporais no sudeste. Mas as abordagens da mídia em relação aos administradores públicos são distintas. Onde está a imparcialidade (teórica) da mídia? O porquê de tamanha discrepância na cobertura política? Prefiro ser ingênuo e não enchergar que há interesses escusos. É melhor não enchergar. Prefiro o ufanismo de termos uma imprensa imparcial (como nunca antes na história desse país).

  64. Cws Multiradio

    -

    13/01/2011 às 13:24

    CABRAL ,sujeito safado…vc acabou de falar mais um quilo de asneiras…Como sempre jogou a culpa nas Prefeituras..CONCORDO SUJEITO…Mas antes de ir pedir conselho ao Ex,Ao pilantra 51,TÚ LEMBRA SAFADO,QUE AS PREFEITURAS(pelo menos as de Petropolis e Friburgo)SÃO GOVERNADAS POR SEUS ALIADOS DE QUADRILHA….São governadas pelo PT….Como se vê,mesmo nas tragédias o pilantras continuam iguais….ahhhh sujeito:Chegou a 369 os mortos até agora(idenficados)…ESTÁ FELIZ,DEMAGOGO???

  65. João Máximo

    -

    13/01/2011 às 13:22

    Para a imprensa petista o governante que assume suas responsabilidades merece ser apedrejado. Para eles os expertos tipo Lula, Cabral etc. são os heróis e merecem toda reverência. O triste de tudo isto, é que, estes são populares e admirados pelos que são mais atingidos pelos desmandos de seus governos.

  66. Helena

    -

    13/01/2011 às 13:22

    Até parece que és popular….

  67. Mirian

    -

    13/01/2011 às 13:17

    Que chato né Cabral? Ter que voltar para o Brasil e interromper as férias.
    A propósito, essas tragédias são tão pontuais, que a mídia já tem seu comportamento padronizado. Vamos ver mais do mesmo:
    cenas tristes, famílias fotografadas em abrigos provisórios, montanhas de doações, muita coisa não distribuída por falta de logística. Helicópteros das “otoridades”! sobrevoando os locais das tragédias, caras falsamente compungidas, promessas de verbas – que jamais serão cumpridas. Atos heróicos daqueles que praticam a solidariedade sem nenhum interesse que não seja ajudar o próximo. Graças a Deus, ainda existem.
    Brevemente tudo caíra no esquecimento, para repetir-se no próximo ano. Só as famílias continuarão chorando seus mortos.
    Não podemos nos esquecer que tragédias assim não acontecem só com os outros. Estamos todos no mesmo barco, navegando na lama.

  68. Rodolfo

    -

    13/01/2011 às 13:17

    Quanto o Sr. Geddel Vieira Lima recebeu da então Ministra Chefe da Casa Civil, do Ministro do Planejamento Paulo Bernardo e do EX-Presidente Lula ano passado para prevenção à enchentes?

    Quanto foi destinado EFETIVAMENTE aos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina e quanto foi destinada à Bahia do Jacques Wagner e do Coronel Geddel?

    Tem sangue escorrendo dos dedos desses ASSASSINOS VAGABUNDOS!

  69. DEMOCRATA

    -

    13/01/2011 às 13:13

    Boa tarde Reinaldo

    O UOL notícias informou a pouco que o Cabral esteve reunido hoje dia 13/01 com a presidente Dilma para solicitar ajuda ao governo federal. Mas ele ja voltou das férias? Achei estranho que ele tenha voltado tão rápido ou a reunião foi via midia? Dizem que ele e a Dilma vão sobrevoar as áreas atingidas ainda hoje. Parece que ele se tocou e resolveu fazer seu papel de governador, afinal se ela vem, ficaria muito ruim para ele não aparecer. Abraços

  70. nilson

    -

    13/01/2011 às 13:09

    costamcs
    -13/01/2011 às 12:18

    É incrível como aqui tem sempre um bobão desprezando a dor das famílias enlutadas insinuando que é bem feito para as cariocas já que elegeram o Cabral.
    Sinceramente, eu penso que uma pessoa que tem esse tipo de sentimento é tão calhorda quanto os petistas e a imprensa comprada!

    ENDOSSO ESTAS PALAVRAS.

  71. Roberto

    -

    13/01/2011 às 13:08

    È essa corja é formação quadrilha da informação que é o que os Marinhos fazem. eles estão levando muito dinheiro dos cofres públicos do Estado do Rio de Janeiro. Uma tragédia se abateu sobre o Estado do Rio e a GLobo e toda a midia carioca tratam o Governador Sergio Cabral como um grande visionário. Não fazem uma frase chamando o Governador a resposabilidade. O povo mais uma vez foi enganado por essas reportagens chapa branca, tudo na época das eleições para eleger Cabral, agora eleito o povo que se dane.

  72. nilson

    -

    13/01/2011 às 13:05

    Quem substima o poder de liberação de energia que o planeta tem, vira adubo nele.

  73. pericles

    -

    13/01/2011 às 13:05

    Para o Rio o governo fedral já enviou remédios; para S. Paulo e Minas nem um pio.

  74. thais tome

    -

    13/01/2011 às 12:55

    Moro em campinas em região de chácaras..houve uma ocupação irregular próximo ao rio atibaia..a prefeitura colocou luz, água e claro cobram iptu e sabem que aquelas pessoas correm risco, as casas inundam e o povo sai de casa segurando em cordas..e se a chuva vir mais forte? quem vai se responsabilizar? Acho que já passou do tempo de cobrarmos das autoridades nossos direitos por bem ou por mal..chega de tantos pilantras no poder..

  75. PauloRicardoPaúl

    -

    13/01/2011 às 12:52

    O governador Sérgio Cabral já foi localizado? Já falou sobre a tragédia ou está em algum lugar incomunicável?
    Paulo Ricardo Paúl

  76. Vanderlei Simionatto

    -

    13/01/2011 às 12:51

    Reinaldo, na mosca. No rio de Cabral, a natureza foi a vilã. Em São Paulo, de Kassab e Alckmin, a falta de piscinões etc etc.
    Esse país merece Dilma.

  77. paulo sobreira

    -

    13/01/2011 às 12:49

    o problema não é o que cabral faz nas ferias, mas quando está trabalhando… em são paulo falaram que não da para fazer obras em 24 horas , mas estão no poder no estado há 16 anos. mas isto tudo não é culpa unica de qualquer partido e sim do nosso modo de desenvolvimento(?)adotado. é muito dificil para um brasileiro pensar que algo tragico pode ocorrer, o planejamento é feito pra dias normais e não conta com o imprevisivel, o raro , incomum. somos levianos na ocupação do solo. nossas cidades grandes são um atentado ao bom gosto e a civilidade. nenhum partido vai resolver isto. brasileiro so vai aprender na marra com a sucessao de tragedias e a inviabilidade de viver bem nos grandes centros urbanos.

  78. naldig

    -

    13/01/2011 às 12:47

    Cabral gosta é de festividades! É ou não é, amizade? Botar a cara na tragédia pega mal para a imagem. Deve ter aprendido com o Apedeuta-mor.

  79. Regina Moutinho

    -

    13/01/2011 às 12:45

    Em entrevista para a CBN ele jogou toda a lama em cima dos prefeitos das cidades atingidas.

  80. Black Label

    -

    13/01/2011 às 12:45

    Eu ouvi agora que o petralhafeito de Atibaia responsabilizou o governo Serra pelos problemas lá ocorridos, esquecendo-se o mau caráter que o contigenciamento de verbas foi feito pelo Molusco e que o pouco que aplicou mais de 50% foram para a Bahia.

  81. Cristina Souza

    -

    13/01/2011 às 12:36

    Reinaldo,o mais triste é a gente saber que quem deveria está no batente trabalhando para amenizar a situação daquela gente,está viajando em férias…

  82. vera

    -

    13/01/2011 às 12:36

    Eu fico indignada com essa impressa nojenta que faz do cabral um heroi e dos governantes de são paulo uns montros
    só porque o cabral é o queridinho do Lula e da Dilma quer dizer que pode o mundo cai,se for aliados do PT são inocentados na hora. mais se não for aliados do PT, são ums mostros inresponsavel.
    eu acho incrivel o clima de guerra que o Lula deixou no brasil jogando todos contra o estado de são paulo especialmente dos seus governantes porque são oposição.

  83. joao

    -

    13/01/2011 às 12:36

    A grande diferença entre o Kassab e alguns políticos, inclusive o ex-fanfarrão, é exatamente esse: enfrenta com coragem as catástrofes mesmo sabendo que a imprensa, somente ela, critica de modo unilateral partidária querendo os dividendos políticos da população, que somente deseja solução dos problemas. Numa hora dessas, onde quer que ele estivesse de férias, interrompia para atender os seus munícipes em total solidariedade as grandes perdas familiares e a economia da região. Realmente é de uma insensibilidade, ou melhor, de uma covardia sem par. Já disse anteriormente, os dois (fanfarrão e falastrão) se merecem. Vade Retro.

  84. Cidadão

    -

    13/01/2011 às 12:35

    Prezado General Azevedo, boa tarde,

    Se fosse apenas um único filho da puta dizendo que foi torturada por generais “dos bons tempos”, a cachorra que preside o Brasil certamente se colocaria de prontidão, juntamente com sua Comissão de Justiçamento para reparar os danos causados, com uma polpuda aposentadoria.
    Mas aqui no Rio, morreram apenas e somente umas quatro centenas de pessoas. Nenhuma delas pegou em armas – vai ver é por isso que nem o ordinário que governa o Rio e a cachorra não dão uma declaração pública.
    Sabe o piloto sumiu? Os governos não sumiram, não! São covardes, mas vão pagar, ou o amigo de armas acha que a Justiça de Deus não vai correr atrás do prejuízo?
    Isso!, votem nele para presidente, pois teve uma eleição com quase 70%.
    Abraços,

  85. Sofia Maria

    -

    13/01/2011 às 12:34

    Este vagabundo,chaleira,puxa saco,lambe botas do cabral tem que ser denunciado e julgado por omissão,por irresponsabilidade e por homicidio e ainda por tripudiar a população do Rio estando de ferias num momento deste,de crise anunciada.Além disto,alguem deveria entrar com um pedido de impeachment contra o cabral por não ter a responsabilidade necessária à um governante.E esta imprensa medíocre e comprada poderia pelo menos nos poupar de seus comentários e análises hipócritos,mostrar apenas imagens,apenas ler a noticia sem tecer comentário algum.Se é para falar “abobrinhas” que fique calada.”Abobrinhas” já aturamos por 8 anos.Chega!

  86. Aspilcueta

    -

    13/01/2011 às 12:31

    Que político não tem vergonha na cara todo mundo sabe; a falta de vergonha é tanta que eles fazem questão de que seus nomes sejam mencionados mesmo que falem mal deles, conforme aquele ditado “não importo que falem mal de mim, mas falem de mim”. Isso é que eles querem.

  87. Milena

    -

    13/01/2011 às 12:29

    Sou portuguesa. Estou de ferias no Recife. Tenho uma sobrinha vivendo em Nova Friburgo. Tentei ligação para ela. Não consegui. Parece que não há telefone lá. Foi com muita tristeza que vi todas aquelas imagens de tamanha tragedia,

  88. Leonardo Varuzza

    -

    13/01/2011 às 12:27

    As chuvas no Rio matam todo ano mais do que toda a ditadura militar fez em 20 anos, mas enquanto as “vítimas” da ditadura recebem bilhões de reais, os mortos pela irresponsabilidade política dos que deixam as encostas serem ocupadas não recebem um centavo.

    E mais, não existe nenhuma comissão de direitos humanos indo atrás de quem usa a ocupação dos morros como causa política para se promover.

  89. Milena

    -

    13/01/2011 às 12:25

    Mas o homem que levou um ano a programar estas férias no exterior, ia agora interrompe-las? Que morra gente, as ferias é que não se podem interromper. Ela pensou e disse: Eu depois, quando chegar lá, deito uns paninhos quentes e o povo, fica todo contente.

  90. luiz alberto

    -

    13/01/2011 às 12:23

    E pensar que o nosso grande ministro Mercadante, caricatura de Sarney, que nos colocar como um pais desenvolvido até o final de sua gestão. Espero que ela seja a mais curta possivel.

  91. RTx

    -

    13/01/2011 às 12:23

    País em desenvolvimento? Será? A Austrália teve uma área equivalente à soma da França e Alemanha totalmente inundada. Lá, uma dezena de pessoas perdeu a vida. No Rio, em três municípios, morreram mais de 300 pessoas até agora e temos um imenso número de desaparecidos. Realmente o mundo de Cabral é lindo! Viva o populismo!

  92. Rose

    -

    13/01/2011 às 12:21

    Corrigindo:

    Maceió: 110 em 100 mil habitantes!

    Pode-se associar quem governa quem!

  93. ricardo carvalho

    -

    13/01/2011 às 12:20

    Cabral, Cabral… Por que as férias no mês de janeiro ? Por que as férias no mês de janeiro, quando todo mundo sabe que as maiores tragédias no Rio de Janeiro, sempre ocorreram no mês de janeiro. Lembra-se de janeiro de 1966 ? Ele com certeza não se lembra de nada. E as férias ? Preparação para o Carnaval, porque ninguém é de ferro… E o Rio de Janeiro continua lindo, mas seu povo abandonado.

  94. Rose

    -

    13/01/2011 às 12:19

    Calma, Reinaldo e leitores! Daqui a pouco Cabral aparecerá com Dilma para dizer que o programa de prevenção é fantástico e será multiplicado para todo o país…

    Assim como aquele das favelas do Rio, no qual os policiais avisam pela Globo que subirão os morros “de surpresa” com tempo suficiente para os traficantes fugirem…

    Calma que logo virão com a estória de mais um “programa modelo”!

    Ou será que a prisão dos traficantes e bandidos dos morros já ficou esquecida….

    Em tempo, é possível verificar os números da segurança nacional! Não sei de todos os estados, é só consultar, mas em termos de homicídios:

    Rio: 36 em 100 mil habitantes
    Salvador: 71 em 100 mil habitantes
    Maceió: 110 em 110 mil habitantes
    Cidade de São PAulo: 11,alguma coisa em 100 mil habitantes
    Estado de São Paulo: 8,6 em 100 mil habitantes, equivalente aos melhores patamares do mundo (preciso dizer que é padrão europeu?)

    Não é a toa que o PCC provocou um susto em São Paulo em 2006. Ou alguém tem dúvida sobre a coincidência?

    Com o “programa modelo” de Cabral & Dilma, São Paulo não terá essa vergonha de enchentes e de vítimas! (O contrato com São Pedro será garantido e registrado em cartório como um dos grandes feitos!)

  95. Alessandro

    -

    13/01/2011 às 12:19

    Como eu gostaria de ser jornalista neste momento.
    Faria uma única pergunta ao Macunaíma (Lula) e sua cria: Por que todo o dinheiro que foi gasto em propaganda dos feitos do Macunaíma não foi investido em obras para evitar estas tragédias?

  96. costamcs

    -

    13/01/2011 às 12:18

    É incrível como aqui tem sempre um bobão desprezando a dor das famílias enlutadas insinuando que é bem feito para as cariocas já que elegeram o Cabral.
    Sinceramente, eu penso que uma pessoa que tem esse tipo de sentimento é tão calhorda quanto os petistas e a imprensa comprada!

  97. Fábio

    -

    13/01/2011 às 12:17

    Reinaldo,
    muito pertinente seu texto, agora, vai o governo de São Paulo retirar essas pessoas das áreas de risco, ou impedir a ocupação desses terrenos, o Partido da imprensa petista vai cair de pau no governo chamando de fascista, inimigo do povo, aquela baboseira de sempre.

  98. Juarez

    -

    13/01/2011 às 12:15

    LULA, DILMA e CABRAL, a mais de 100 anos acompanham de perto essas ocupações desordenadas e nunca tomaram nenhuma providencia? Que absurdoooooooooooo!

  99. Júlio Maia

    -

    13/01/2011 às 12:14

    O trabalho em São Paulo funcionou bem; o trabalho no Rio de Janeiro não funcionou, se é que ocorreu. Vejam em Goiás o que um governador devia ter feito para preservar um patrimônio histórico e não fez. O povo entendeu, e já mudou o governador por lá; quando será que os fluminenses entenderão? abraços.

  100. Matheus

    -

    13/01/2011 às 12:13

    Entrevista do Cabral. Já saiu dando bronca nos prefeitos e em “25 anos de permissividade”.
    Lembraram de Franco Da Rocha (adm PSDB), que de fato não entregou o prometido, mas parece que tem “a grande são paulo” que não é PSDB, essa ninguém descobriu ainda…
    E, objetivamente, ninguém noticia nada nem informa nada…

  101. Gatusso

    -

    13/01/2011 às 12:11

  102. Rodrigo

    -

    13/01/2011 às 12:08

    Reinaldo,VEJA deve mandar imediatamente um cinegrafista fazer imagens do governador em suas ferias em quanto pessoas morrem em sua região.

  103. Lucas R. Zaine

    -

    13/01/2011 às 12:08

    Olá!
    Nesta época do ano, em alguns lugares, os deuses se revelam um pouco mais violentos, e os homens, muito mais incompetentes.
    Um abraço!

  104. luis pinheiro

    -

    13/01/2011 às 12:07

    SE PREOCUPE NÃO, EM BREVE CABRAL CHEGA DA VIAGEM, VISITANDO OS LOCAIS , CARA COMPUNGIDA , IRÁ AS LÁGRIMAS . FICAREMOS ATÉ COM PENINHA DELE. AI CULPARÁ ATÉ O OUTRO CABRAL (O PEDRO ) E TUDO FICARÁ COMO ANTES . VEM O CARNAVAL E VAMOS A SAPUCAI.

  105. Goya

    -

    13/01/2011 às 12:06

    Nosso governador quer fazer política com tudo que é ruim para a cidade do Rio de Janeiro. O comando das tropas no morro de alemão já disse que o trafico “formiguinha ” continua em todo complexo, apesar da presença maciça das nossas tropas. O governador já quer lançar Beltrame como candidato, é o fim! O comando da polícia civil e militar se elocupletar do sucesso das ações no morro do alemão , não citando que, foram as Forças Armadas que conseguiram entrar onde o poder público se omitia a 10 anos. Acorda Rio ! a mascara destes senhores vai cair mais cedo ou mais tarde , podem esperam… O diabo esconde , Deus revela!

  106. TITO

    -

    13/01/2011 às 12:03

    APOCALIPSE NOW
    Nem o Copoola em seu clássico cinematográfico,poderia transmitir com tanta veracidade o quadro de tragédia em São Paulo e agora nas cidades cerranas do Rio.A nossa imprensa do PIP (Partido da Imprensa Petista),tem se superado em preservar a imagem do Cabral e da presidenta
    Dilma.O jornalismo de plantão,servil e adesista chega a pautar toda essa desgraça,cuidando em vender a imagem dos nossos ilustres estadistas de buteco.Já dá pra antecipar as imagens do sobrevôo com o diretor gritando “Câmera atenção, close da presidenta em olhar circunspecto e preocupado! Câmera no governador (em lágrimas..).E o povo assitindo, como se eles são solidários com os flagelados,são os heróis na história.Ihhh ! o descobridor da Terra Brazilis já jogou a responsabilidade nas costas dos prefeitos das cidades em estado de calamidade….
    Interessante é que só depois do Rio ser atingido é que São Paulo entrou no roteiro dos sobrevôos das enchentes ?
    E olha que o TEMER é o vice- da atual.Isso é que é solidariedade com os paulistanos !!!!

  107. Eduardo

    -

    13/01/2011 às 12:03

    A princípio o noticiário informou somente que o Governador Cabral havia solicitado junto à presidente Dilma a ajuda da Marinha no combate a tragédia. Demorou até que a Rede Globo informasse que o fanfarrão encontrava-se fora do Estado, no gozo de suas merecidas férias regulares.

  108. Isabel

    -

    13/01/2011 às 11:59

    Enquanto isso, a Bahia do PT recebe 50% das verbas federais para prevenção de catástrofes…

  109. costamcs

    -

    13/01/2011 às 11:56

    Vc tem razão, mesmo após a tragédia aqui no Rio, o O Globo de hoje fustiga o governo de São Paulo e a prefeitura da capital reproduzindo a fala da liderança paulista do PT na Assembléia Legislativa e do vereador do PT, Pedro Américo. Ambos reclamam que o orçamento para o combate às enchentes não foi totalmente usado, mas no caso do estado, de 639 milhões destinados foram aplicados 592, muito maior e mais realizado do que o orçamento do governo federal para Prevenção e Preparação para Desastres em 2010 (tudo vem sempre com um nome pomposo!), que foi de 425 milhôes apenas e só usado 167 milhões.
    É muita politicagem de baixo calão, não é mesmo? O proposto e o realizado por São Paulo foi muito maior e os cafajestes ainda tem a pachorra de acusar o governo estadual de omisso. Olha, dá um nojo!

  110. Eduardo

    -

    13/01/2011 às 11:55

    Uma metáfora bem ao estilo de Lula e Cabral: Quem semeia a mentira e a ilusão, colhe a tragédia da perda das vidas humanas.
    Estava sentindo a falta do governador Sergio Cabral, com aquele seu estilo característico de animador de auditório, quando o jornal nacional informou que o mesmo encontrava-se de férias. Espero que não tenha levado a família junto, às expensas do poder público, em nome do “interesse do povo fluminense”.

  111. ivan

    -

    13/01/2011 às 11:55

    Sergio Cabral. Por acaso ele cancelou a suas ferias e já voltou para administrar a crise ou irá ficar por lá até a maré baixar? Este cara é uma estrela só serve para aparecer!Qualquer aperto corre para o Planalto pedir penico. O povo merece! OS ditados são certos “DIGAS EM QUEM VOTOU QUE TE DIREIS QUEM ÉS”. – O POLÍTICO É O ESPELHO DE SEUS ELEITORES!.

  112. Brasilino Brasa

    -

    13/01/2011 às 11:54

    Vamos ver quem mais brinca de tirar o corpo fora, se limitando a dizer que alertou sobre o perigo, vamos ver quem mais chora miséria para não ter feito nada. O fato é que temos a certeza de que ano que vem, haverá novamente um verão e mais mortes ocasionadas por esse terrível e único, cataclisma natural do brasileiro, a chuva. Vamos ver o que sempre acontece a todo mal governante no Brasil, ser premiado pela impunidade e ainda permanecer onde está. Quem se foi, se foi e nada, nenhum dinheiro os trará de volta.

  113. Paulo Cesar

    -

    13/01/2011 às 11:54

    Censura a imprensa faz mais uma vitima:o jornalista da RBS Luis Carlos Prates..http://ven.to/eB0

    Em uma democracia todos tem direito de expressarem suas opiniões. É o que disse Voltaire: “Não concordo com uma só palavra do que dizes, mas defenderei até a morte seu direito de o dizeres”. Caminhamos para uma ditadura populista como a vivida atualmente na Venezuela. PT se transformará em partido único, com a máquina pública totalmente aparelhada e o povo nos cabresto do governo

  114. Samuel

    -

    13/01/2011 às 11:52

    Ninguém deve ser poupado ou isentado das responsabilidades. Todos tem que assumir seu papel e parar de culpar Deus pelas tragédias. Todos foram alertados e não tomaram providência, outros fizeram as coisas erradas.
    Portanto, sem passar a mão na cabeça de nenhum governante.
    Assumam suas responsabilidades e tomem as providências.

    Prevenção é a única saída. JÁ.

  115. Silvio

    -

    13/01/2011 às 11:51

    À Rafael Z – 10:58 – Sou paulista e concordo contigo. Temos uma grande parte da população mal informada em todos os cantos do país, que repetidamente tem eleito crápulas como seus representantes. Nós aqui de sampa também temos eleito vários com esse perfil.Exemplos: Maluf,Marta,Suplicy (senador ridículo),Erondina,Pita,Tiririca,entre outros.Felizmente no que tange aos cargos executivos e particularmente ao governo do estado temos tido a serenidade de eleger ultimamente bons governadores,como Mário Covas,Alckmin e Serra, o que tem nos permitido uma melhor gestão administrativa no nível estadual.Essa rivalidade boba entre os estados não leva à nada.

  116. Thiago Veiga

    -

    13/01/2011 às 11:49

    Não só Sérgio Cabral deve voltar de férias! A presidente tem o DEVER de conversar e se solidarizar com a população! A imprensa DEVE cobrar isso deles.
    Gostei foi do PIMP – Partido da Imprensa Petista!!

  117. Maristela, sp

    -

    13/01/2011 às 11:48

    Sérgio Ferrari, 11:11

    Concordo com esse comentário. Assisto o programa da Leilane com frequencia. Ela tenta ser emotiva e levar o espectador à emoção, desnecessariamente. É uma jornalista personalista. A questão de sua posição Rio versus São Paulo, parece que é regra geral na TV Globo. A politização é evidente e perniciosa para o jornalismo que se preze.

  118. Kenji

    -

    13/01/2011 às 11:44

    O blog do planalto é muito sem noção…tem uma notícia dizendo que o Ministro Lupi lamenta a tragédia do Rio, e a foto é ele dando uma gargalhada…

  119. Curumim

    -

    13/01/2011 às 11:44

    Tragédia, pra essa gente, será se os mortos forem eleitores delles.

  120. Patrícia

    -

    13/01/2011 às 11:43

    Olha, tá pauleira a artilharia pesada voltada para o estado de SP. Imprensa petista e governo federal não estão fazendo cerimônia para atropelar o Alckmin.
    Enquanto isso no RJ… acabou-se o crime, morrer soterrado é chique…

  121. Gatusso

    -

    13/01/2011 às 11:39

    Amigos, vamos votar pelo Rei: http://whopopular.com/Reinaldo Azevedo

  122. Maristela, sp

    -

    13/01/2011 às 11:39

    Reinaldo,
    Estou aguardando o escorregão desse cara na casca de banana que deve estar no último degrau da escada do avião, quando ele chegar de suas “merecidas” férias.
    Mau caráter e oportunista, como os cariocas votam nele? Os cariocas não são tão inteligentes e espertos? como se deixam levar pelo discurso fake desse político fujão das tragédias de seu estado?

  123. Luiz Fernando

    -

    13/01/2011 às 11:38

    Esse Cabral é um babaca, lembro que ele também não apareceu no primeiro dia da queda da barreira na Ilha Grande, devia estar de ressaca do Reveillon. Lembro dele na TV metendo o pau nas ocupações irregulares do solo, todo macho, falando que não ia mais permitir esse tipo de ocupação, que iria comprar briga com todo mundo e acabar com isso, blablablabala… Esse cara é candidatíssimo a assumir a vaga do Lula, muito gogó e pouca ação.

  124. Guigui Artista

    -

    13/01/2011 às 11:38

    é, Reinaldo, … vero, veríssimo.
    Os caras se cansaram com as campanhas!
    Faz qui nem o Lula, meu. Toma uns piau!!!

  125. Robes Mendes

    -

    13/01/2011 às 11:36

    Por acaso, o Cabral também não foi brindado com um passaporte diplomático?

  126. Jeremias-no-deserto

    -

    13/01/2011 às 11:35

    Não vamos apostar que vamos todos perder!Mas a essa altura, depois das centenas de mortes tão previsíveis no Rio, não seria o caso de colocar os governates dessa cidade e estado nas barras do tribunal e julgá-los por genocídio intencional? Estão fazendo demagogia barata enquanto o povão morre soterrado sob a lama. É qual é a tática dessa canalha? generalizar a catástrofe,tentando dividir a irresponsabilidade com outros administradores. A imprensa chapa-branca não faz outra coisa se não endossar esse discurso fajuto. Concordo com o seu leitor Sérgio Ferrari, pois também assisti o jornal das 18hs. A super mal maquiada leliane neubarth e um outro “professor” estavam muito preocupados em encontrar os culpados pela catástrofe do Rio: o prefeito de São Paulo!!!

  127. Akva

    -

    13/01/2011 às 11:35

    Reinaldo,
    Mudando de assunto, terminei hoje de ler “Sargento Getúlio”, do João Ubaldo Ribeiro, você leu? O que acha deste livro? Eu gostei muito. Poderia falar algo sobre ele? Eu sei que este não é um assunto do momento, mas gosto quando leio seus textos sobre literatura.

  128. Raissa Pedra

    -

    13/01/2011 às 11:33

    REINALDO,BOM DIA.
    Se a população carioca não se movimentar para exigir das autoridades eleitas,obras de prevenção às catástrofes,
    morrerão mais pessoas soterrada em 2.012,013,014 e por ai vai.É muito fácil culpar a natureza pelas chuvas que alagam o Rio,São Paulo,Santa Catarina e outros,mas o cerne
    da questão esta nos governantes e população,uns que só se preocupam em se reeleger e para isso usam verbas para publicidade de obras que dão votos e se esquecem das que
    podem prevenir tragédias como esta e outras passadas.
    permitem crescimento habitacional desordenados por falta de fiscalização e até mesmo por conveniência eleitoreira.
    O povo por sua vez elege pessoas que só pensam no bem estar seu,de seus familiares e amigos,esquecendo da coletividade.Tanto quanto os políticos,põe os seus interesses acima de tudo,poluindo rios,lagos,ambiente sem
    se importar com outros que têm igual direito.Assim pela irresponsabilidade de governantes e governados,os que sabem viver em coletividade também pagam o preço pelo que não fizeram.A HORA É DE REFLEXÃO,pois tragédia identica aconteceu em 2010, os mortos foram enterrados e os vivos,
    vivíssimos continuam sua tragetória de enganação e mistificação.Cabe a todo brasileiro expressar sua indignação com tanto desrespeito pela vida humana.E ainda falam em DIREITOS HUMANOS, QUANDO DESRESPEITAM O MAIOR DELES QUE É A VIDA.

  129. Tamara

    -

    13/01/2011 às 11:31

    É esquisito isso…dizem que o Brasil é um país jovem, a democracia ainda não etá madura, e por aí vai. No entanto, a Austrália, como a conhecemos hoje, é infinitamente mais nova. Lá, com as maiores chuvas dos últimos 50 anos, em comparação morreram poucos, a administração está ativa, muita coisa foi feita por prevenção e o povo está apoiando o governo. Não sei a que conclusão chegar, ou a população australiana é composta de gênios ou a brasileira é composta de burros.

  130. reinon

    -

    13/01/2011 às 11:26

    O Mercadante falou que no brasil não tem tragédia .
    esse cara só abre a boca pra falar besteira
    Isso ai foi o que então

  131. Marcos F

    -

    13/01/2011 às 11:25

    Cabral ainda não visualizou o Monte Paschoal, mas a petralhada já está assanhada. Não entende português mas sabe balançar a cabeça de cima para baixo.
    Nota: desta vez, não deu tempo para colherem os depoimentos do Mercadante. Ele está concentrado em saber para que serve a Ciência. E a tecnologia, então?

  132. Ronaldo

    -

    13/01/2011 às 11:20

    Pode-se chamar de ‘acidente’ ou ‘tragédia’ um evento com local e tempo definidos para acontecer? As chuvas de verão sempre serão no verão. Os morros, quando ocupados de forma irregular, e mesmo naturalmente com as chuvas, deslizam com o excesso de água.
    A inoperância e a falta de pulso das autoridades é que causaram a tragédia.
    A culpa do crime não é da faca.

  133. Luiz Augusto

    -

    13/01/2011 às 11:12

    E todos no Rio embarcados na ilusão coletiva de que o crime acabou por ali com a tomada do Alemão. Esperem o começo dos saques…

  134. Sergio Ferrari

    -

    13/01/2011 às 11:11

    Reynaldo, se você tivesse assistido à leilane neubarth ontem no jornal das 6(18hrs) da globo news, vomitaria..a todo instante interrompia o entrevistado – professor paulo canedo da coppe-ufrj- para dizer que em sao paulo era diferente, culpa da má urbanizaçao, leia-se: dos malditos paulistas e seus politicos do psdb..escorria ódio pelos lábios da apresentadora bairrista..num dado momento, ironizou o prefeito kassab por este ter dito que o problema em sao paulo foi a qtidade exagerada de água..como se isso nao fosse fato..mas em relaçao ao rio tentava de todas as formas atenuar e sempre comparando com sao paulo aonde o problema era de má urbanizaçao..como se cidades favelizadas como pretrópolis, teresópolis e friburgo tambem nao fossemproblema urbanistico..se sou um diretor da globo news, teria chamado a atençao dela tao logo o jornal chegasse ao fim..leilane neubarth demonstrou ser bairrista, anti paulista ..insensivel..cruel..estou chocado..

  135. Tamara

    -

    13/01/2011 às 11:09

    Pois é, seu Lula. É nisso que dá achar gostoso ver os outros em situação difícil. Pena que nos seus sessenta e tantos anos, vc ainda não aprendeu que existe uma coisa chamada “lei da ação e reação”. Aliás, o que foi que vc aprendeu, mesmo?
    Ops, desculpe, esqueci que vc disse não ter mais nada a aprender. Já sabe tudo…

  136. Passo aqui de vez em quando

    -

    13/01/2011 às 11:09

    Estranho ninguém comentar até agora: A liberação de 700 milhões de reais para os estados e cidades atingidos pelas tragédias é dinheiro de boteco, troco. Essa semana divulgaram que as obras de reforma do Maracanã, no Rio, orçadas em 700 e poucos milhões (pagos pelos governos do estado e federal), vão custar mais, podendo passar de 1 bilhão. Descobriram lá uns problemas estruturais que ninguém tinha “previsto”, tendeu? Então ficamos assim: ou 700 milhões são uma merreca, ou é muito dinhiro pra por NA REFORMA de um único ESTADIO DE FUTEBOL. Algo nessas contas não faz sentido, e não vejo UM JORNALISTA indagar isso…

  137. Gedeão

    -

    13/01/2011 às 11:08

    A especialidade do PT em desconstruir a realidade associada ao desvairio do PMDB impossibilitam a criação e a tomada de medidas profiláticas às catastrofes. O PT só consegue atuar mediante chantagem política sobre a população. É o deboche do debuxo.

  138. OS LIMITES DO PLANETA QUE NÄO SÄO RESPEITADOS!

    -

    13/01/2011 às 11:07

    AS CIDADES ESTÄO SATURADAS, TEM GENTE SAINDO PELO LADRÄO E LADRÄO SAINDO POR TUDO QUE É BURACO. CIDADE SEM PLANEJAMENTO, SEM LIMITES, ACABA FAZENDO VISTAS GROSSAS PARA A INVASÄO DE TERRENOS EM LOCAIS DE RISCO EXTREMO, COMO ENCOSTAS E MARGENS DE RIOS E AFLUENTES. NÄO ADIANTA APONTAR CULPADOS ISOLADOS, É PRECISO MUDAR A MENTALIDADE SOBRE DESENVOLVIMENTO A QUALQUER CUSTO, SOBRE CRESCIMENTO E EXPANSÄO URBANA. O PLANETA POSSUI LIMITES TERRITORIAIS, LIMITES DE CONSUMO DE RECURSOS NATURAIS, LIMITES DE FORNECIMENTO DE ÁGUA SUSTENTÁVEIS, LIMITES PARA A EXPLOSÄO DEMOGRÁFICA QUE NÄO DEVERIA NUNCA TER ULTRAPASSADO OS 3 BILHÖES. A HUMANIDADE JÁ ASSINOU SUA DERROCADA FINAL COM PAPEL E CANETA FORNECIDOS PELA OBSESSÄO DOENTIA POR DINHEIRO E PODER.

  139. Vera L.

    -

    13/01/2011 às 11:07

    Bom Dia Reinaldo.
    Concordo inteiramente com você. No natal estive na Região Serrana e já ali havia chovido MUITO. A Globo se preocupava MUITO com SP. Em Petrópolis já havia deslisamento, e Visconde de Mauá(Maringá de Minas) onde fomos, choveu BARBARIDADE, na volta para casa pegamos barreiras MUITAS. Cadê Cabral? Uma vergonha. Agora estou no Paraná e vejo daqui a tragédia no Rio e Cabral de férias!!!! Vejo também que o Bom Dia Brasil de HOJE foi muito CORDATO com Cabralzinho, nem dizer que o PILANTRA está viajando???Imagina fosse Kassab ou Alkmin?
    PS- Você chegou na segunda e eu saí no domingo, estou com saudades, só passei aqui para deixar minha indignação. Aqui se assina a Folha, que jornal MEQUETREFE, a tal Mônica Bergamo, pessei fosse jornalista, é uma FOFOQUEIRA. Leão Lobo conseguia ser muito melhor que ela. A Folha em si é MUITO ruim, prefiro o jornal O GLOBO com seus defeitos. Beijão para você e a todos do blog.

  140. indignado

    -

    13/01/2011 às 11:07

    Viva os eleitores cariocas que elegeram o melhor.

  141. Brasileiro DE luto

    -

    13/01/2011 às 11:06

    No post da Dilma nao completei meu nome… DE LUTO, agora, muito mais, posi tenho parentes e amigos nas regioes afetas, e estou sem comunicacao com eles.
    -
    -
    Cabral, este confirma o dito popular: CADA PO VO TEM O GOVERNANTE QUE MERECE… o Rio sempre escolheu mal seus repesentantes. QUAL FOI O ULTIMO GOVERNADOR QUE ELE TEVE. Nao me lembro!!!!
    -
    -
    ALGUEM FALOU EM PEZAO… prefiro nao comentar…
    -
    -
    A ausencia do Cabral tem uma vantagem… nos livra de ouvi-lo… seguidor ferreneho do estilo LULA, igualmente calado, ainda bem…
    -
    -

  142. Maura de Araujo Santos

    -

    13/01/2011 às 11:05

    Não é mais possível tudo isso que acontece neste nosso Brasil, continue acontecendo.Vidas que se vão,famílias ceifadas,como podemos aceitar e calar-nos.Sr. Governador Sérgio Cabral vc sair de férias deixando o nosso RJ a ver navios?Ah,AH,AH,só mesmo o senhor.Lembre pelo menos que foi eleito por estes pobres eleitores que hoje precisam de voce e pelo visto o sr não está nem aí.

  143. Maura de Araujo Santos

    -

    13/01/2011 às 11:05

    Não é mais possível tudo isso que acontece neste nosso Brasil, continue acontecendo.Vidas que se vão,famílias ceifadas,como podemos aceitar e calar-nos.Sr. Governador Sérgio Cabral vc sair de férias deixando o nosso RJ a ver navios?Ah,AH,AH,só mesmo o senhor.Lembre pelo menos que foi eleito por estes pobres eleitores que hoje precisam de voce e pelo visto o sr não está nem aí.

  144. Rods

    -

    13/01/2011 às 11:04

    REI.

    335 MORTOS NO RIO. UM DRAMA, UMA TRISTEZA SÓ VENDO O POVO SOFRER E, NÃO TENHAMOS DÚVOIDAS SEÃO AINDA CONTEMPLADOS PELOS DISCURSOS HIPÓCRITAS DOS GOVERNANTES QUE ESCOLHERAM.

    MAS, O CARNAVAL ESTÁ AÍ.

    Rods

  145. JODY

    -

    13/01/2011 às 11:02

    Vamos falar com pessoas, que respeitam os seres humanos e não animais. O que se sabe e voce deve saber, não interessa aos governates deste estados, resolver problemas relativoa as intemperies, com a sua consequencias. Tudo neste pais e igual, Nordeste com secas elava dinheiro a fundo perdido e pedido, enchentes, devastações por aguaceiros, la vem dinheiro a fundo perdido e pedido. Voce acha que els vão solucionar alguma coisa, se recebem verbas enormes sem pretação de conta, sem devolução? Acredita? As encontas, as favelas estão a há muitos anos e vão continuar, pois eles não projeto de recomposição de florestas de encotas,vão obrigar a não fazer casas nos morros, claro que não. O que interessa é a propaganda, dos Pac, Upas e outros penduricalhos que não funcionam. Tudo neste pais é remendo, quem morreu, morreu, vamos para frente, O BRASIL UM PAIS DE TODOS QUE MORREM NAS ENCHENTES, NOS ABADONOS DA SAÚDE, HOSPITAIS SEM MÉDICOS, SEM LEITOS, CRIANÇAS SEM CRECHES, E OUTRAS MISÉRIAS. Para tudo, VAMOS REINVENTAR ESTE PAIS, ESTÁ NA HORA.

  146. Caio S

    -

    13/01/2011 às 10:59

    Oi Rei, duas considerações.

    Primeiro – o que escandaliza não é a tragédia mas o número de mortos. Na home da Globo vejo: 19 mortos nas enchentes da Austrália e 200 mil atingidos. Pq lá morrem 19 e aqui mais de 300?? Vale dizer, os números de mortos de Minas e São Paulo estão para a Austrália (governo PSDB/DEM); já os mortos no RJ estão para Ruanda e Haiti (governo PMDB/PT)
    Segundo: sabe pq a diferença no tratamento da imprensa? Pq no Rio não existe oposição, em SP sim. Porque os tucanos e democratas são um bando de frouxos!! Queremos confrontação política!! Cadê o Índio da Costa, o César Maia, o Rodrigo Maia para dizer que apenas 0,6% dos recursos ~que a União deveria ter gasto foram executados? Cadê eles para mostrar como está Angra um ano depois? Cadê eles para perguntar quantos moradores de áreas de risco foram contemplados pelo Minha Casa, Minha Utopia no RJ!? Cadê? Provavelmente de férias na Disney, com os presidentes do partido deles e com o governador do RJ!

  147. Rafael-Z.

    -

    13/01/2011 às 10:58

    Alguns comentários aqui são asquerosos no sentido de atribuírem culpa à “população carioca que votou no Cabral”. É um bairrismo boçal que não deveria ter lugar. Eu nunca criticaria a “população paulista” pelo fato de São Paulo ser o berço do PT…

  148. naka

    -

    13/01/2011 às 10:58

    BRAVO Reinaldo,

    Voce nao poderia deixar mais clara a posicao
    desse governador mascarado e sua corja.

  149. Mario

    -

    13/01/2011 às 10:57

    E a sua fotinha, ce nao vai trocar.. quase nao te reconheci na tv. Qtos anos tem a dita cuja? uns 50, no minimo.
    Vou começar a campanha:
    Tio Rei, troca a fotinha.

  150. Gilberto

    -

    13/01/2011 às 10:56

    Qual governador eleito tirou férias na primeira quinzena de seu governo?

  151. Ricardo

    -

    13/01/2011 às 10:56

    CLOSE NO CABRAL com holofotes e muitos microfones ao redor.
    Olhos marejados de lágrimas. “O Rio declara guerra a chuva” diz ele em voz embargada de emoção. “Estamos junto com a Presidenta Dilma em uma cruzada contra essas mortes trágicas e insensatas.” Câmera abre e mosta Eduardo Paes ao lado dele puxando uma salva de palmas.

  152. José Roberto Palmeira

    -

    13/01/2011 às 10:53

    É melhor prevenir do que remediar não é mesmo? Mas nesse caso não há remédio. Está realmente na hora da população reagir a incompetência e passividade dos governantes.

  153. zoot

    -

    13/01/2011 às 10:52

    O vídeo do Cabral e do Lulla com o garoto da favela, mostra claramente o carater de ambos. São esses desclassificados que nos governam.

  154. Delmar Fontoura

    -

    13/01/2011 às 10:51

    .
    Do Blog J. P. Fontoura:
    .
    Minha opinião sobre as tragédias de São Paulo e Rio de Janeiro.
    .
    Lamento profundamente que precise comentar esse tema, porque isso, além de me entristecer, me repugna, mas o faço em nome da “consciência social” e da dignidade…
    .
    Usar tragédias e familiares para adquirir auréola de caráter ilibado e mascarar suas vidas políticas ou para “denegrir a dignidade de seus adversários” é um procedimento comum no mundo em que: Lula, Dilma e seus aloprados, assim como alguns agentes da facção da “mídia” inclusive os de alguns blogs, forjam suas éticas…
    .
    Esse vil e covarde procedimento, em que trazem a luz ou levam ao breu da escuridão, compulsoriamente, imagens de “inocentes” desgraçados pelas tragédias da sociedade para conviver no mundo “de pecadores” é comum no lodo nauseaundo em que: Lula, Dilma e seus aloprados, assim como alguns agentes da facção da “mídia” inclusive os de alguns blogs, chafurdam…
    .
    Essa gente se esquece de que estão acumulando “de costas’ para as leis mundanas pecados “diante de Deus”!…
    .
    Mas atenção: eles estão subindo num balão, que a qualquer momento perderá o gás e o controle!…

  155. Gatusso

    -

    13/01/2011 às 10:51

    O Rio devería ser governado pela Marinha já que aquele Cabra nao quer saber de tragédias. Ele só gosta das águas tranqüilas que chegam às praias francesas…

  156. Rose

    -

    13/01/2011 às 10:51

    Calma que ele aparecerá para o oba-oba do Carnaval!

    OU, quem sabe, para receber mais dinheiro de Dilma reafirmando uma maravilhosa aliança! Por que Dilma precisa sobrevoar só o Rio? SC não sofreu? Minas ontem estava com 65 cidades debaixo dágua e previsão de mais chuva! Como mineira do aliado Aécio ela não sobrevoará Minas?

    Já pararam de bater no Kassab? E a TV que antes decidia quem seria ministro agora sucumbe lambendo ….

  157. Luciana

    -

    13/01/2011 às 10:48

    A previsão de 2012 se concretizará aqui no Rio nos morros do Complexo do Alemão. Reparem que grande parte desse desastre ocorreu próximo ao teleférico de Teresópolis. Outro está sendo construído pelo PAC no Complexo. Deus, rogai por nós eleitores…

  158. duduvieira10

    -

    13/01/2011 às 10:45

    Meu prezado Tio ReY;
    Se há alguma culpa nas tragédias, evidente que são das “Otoridades”. Todo ano é mesma coisa, poderíamos enumerar pelos menos 6 orgãos responsável, ou não impediu ou fingiu de morto; Governo federal, através de seus órgão do meio ambiente, o Estadual ocupação do solo, o Municipal responsável pela áreas urbanos, os MPs. os CREAs, etc. Como esse monte de “Otoridade” deixou deixou construir e ocupar em áreas de preservação e risco de tragédias anunciadas? Tudo na barba do profeta! sds

  159. Nina

    -

    13/01/2011 às 10:43

    O povo carioca não merece meu desprezo, no entando os políticos a imprensa carioca, a globo news ( que deveria se chamr a Tv do Rio, me causa ASCO. No jornal das 18 horas de ontem a Leilaine não teve nem um pudor ao criticar o Kassab e defender o Cabral, e culpar os cariocas. Dá nojo . Torço para que as instalçoes da globo, da record sejam soterrads, aí quem sabe eles aprendem o que é a dor (Só torço para alguns jornalistas que ainda tem caráter se salvem. Esta situação é a mema daquele cara que estava roubando cobre, porque é pobre, porque a maiorias do políticos só querem defender seus interesses, porque Ongs são verdadeiros urubus atras de tragédia, chega estou nervosa…Oremos pelas vítimas das enchentes sejam paulistas, sejam cariocas, seja quem for, são nossos irmãos!

  160. O Rio de mentira.

    -

    13/01/2011 às 10:43

    Tal como o Brasil de mentira do PT, existe o Rio de mentira de Cabral.
    Enquanto Cabral coloca sob os holofotes o seu morro de mentira,o verdadeiro morro desaba e mata.

  161. Moises santos

    -

    13/01/2011 às 10:41

    PARA O CABRAL, OS QUASE 400 VOTOS, OU MORTOS SERVIRAO DE PRETEXTO PARA ANGARIAR MAIS RECURSOS.

  162. André Luiz Oliveira

    -

    13/01/2011 às 10:35

    Me desculpem tocar num assunto muito fora do tópico, especialmente, no caso de uma catastrófe, com várias centenas de mortes no estado do RJ.

    Mas essa é uma tragédia anunciada com período conhecido de ocorrência, nas férias de dezembro e janeiro do governador, pois nas férias durante os outros meses as ocorrências são menores.

    Meu post é para chamar a atenção sobre o fato relatado no ex-blog do César Maia. Vale a pena investigar.

    “NA CALADA DA MADRUGADA, LULA CRIA MAIS UMA EMPRESA ESTATAL!

    1. O Democratas vai arguir a inconstitucionalidade por não ter nada a ver com urgência.

    2. O Presidente Lula, no último dia de governo, em edição especial do diário oficial, criou por Medida Provisória, mais uma Empresa Estatal. Dessa vez o dinheiro público vai financiar a criação de uma empresa de “gestão hospitalar”. Incrível Empresa Estatal de Gestão Hospitalar – EBSERH. Por que não Ghospibrás. É uma medida esdrúxula, pois nem respeita a gestão de cada hospital público, nem atende aqueles que preferem um modelo descentralizado.

    3. Pode fazer de tudo, até contratar empregados temporários. Ah… E para ser contratada pelo setor público, para serviços supridos em marcado, a Ghospibrás -aliás, EBSERH- é dispensada de licitação. Ah… E muito mais.

    4. Como todos os problemas que ocorrem de forma reiterada no sistema, ainda se pensa em centralizar a gestão numa empresa, indicando fornecedores, equipamentos, materiais e medicamentos. Como justificar urgência e relevância – pressupostos constitucionais da MP – de sua criação no último dia de governo?

    5. Curiosamente, o ministro da saúde não assina, e sim o ministro da educação. Conheça os inacreditáveis termos desta Medida Provisória.”

    Ontem no mesmo ex-blog já tinha uma outra colocação interessante justamente neste caso das chuvas, que falava sobre as opções de remoção e urbanização das favelas fluminenses. Também vale a pena conferir.

    Abraço para todos e que os desabrigados e vitimados tenham força para recomeçar e reconstruir suas vidas, saúde, sobrevivência e bens materiais. Pois se dependerem dos nossos governantes …. Uns viajam, outros não falam, outros não previnem, outros nada!!!!!!!!!

  163. CRUZ CABUGA

    -

    13/01/2011 às 10:34

    Seu chará mandou bem! Tá na hora da população reagir com mais vigor a incompetência dos nossos governantes. Haja paciência!!!

  164. Luís Roberto

    -

    13/01/2011 às 10:32

    Esse tipo de homem ou seja “moleque”, é o tipo de pessoa-pidonha. Quando uma pessoa é “pidonha”, a gente procura não atender o telefonema, ou vê o “pidonho” na rua, a gente se esconde…..rsrsrs….o homem “pidonho” não passa de um simples vagabundo, muito esperto e um bom conversador.

  165. Perdoai os carioscas, eles acreditam demais em demagogos..."

    -

    13/01/2011 às 10:29

    Se Cabral saiu em férias… perdoai os cariocas, pois eles adoram acrediar em demagogos.

  166. HELIO

    -

    13/01/2011 às 10:24

    REI, SOU DO RIO . É EXATAMENTE ISSO QUE VOCÊ ESTÁ AFIRMANDO. ALIÁS O NOSSO GOVERNADOR NUNCA ESTÁ POR AQUI, QUEM ” TOCA A MÁQUINA ” É O VICE , O PEZÃO .
    UM VAGABUNDO ESSE GOVERNADOR !!

  167. Rods

    -

    13/01/2011 às 10:22

    REI.

    A BAGAÇA É UMA SÓ.

    AS REDAÇÕES ESTÃO INFESTADAS DE BARATAS SERVIDORAS DA CAUSA E O TEATRINHO QUE O DEMENTE “APOSENTADO” FEZ EM TORNO DO CONTROLE DA IMPRESA FOI PURA ENGANAÇÃO, POIS ELA – COM EXCEÇÃO DE POUCOS JORNALISTAS INDEPENDENTES – ESTÁ COMPLETAMENTE DE JOELHOS E À SERVIÇO, AGORA, DESTE APRENDIZ DE CAFAJESTE QUE GOVERNA O RIO.

    COMO JÁ AFIRMEI, LAMENTO PELO POVO DO RIO, BAHIA E RIO GRANDE DO SUL, ESTE EM ESPECIAL TÃO CIOSO DE SUA “SUPERIORIDADE”, POR TEREM OPTADO PELO QUE DE PIOR EXISTE IDEOLOGICAMENTE, PARA ADMINISTRAR SEUS ESTADOS.

    AGORA, QUE FAÇAMOS MUITA PRECE AO SOFRIDO POVO ASSOLADO POR ESTA CATÁSTROFE QUE NOS ENTRISTECE A TODOS.

    Rods

  168. anonimo

    -

    13/01/2011 às 10:16

    Clovis Rossi chamando governantes do Est. de São Paulo de ratos.
    Petistas já estão mandando ver em cima do palanque.
    A cidade de São Paulo já teve prefeito do PT, a Marta Suplicy – é ‘rata’ também? Cidade submergiu no governo dela.

  169. Marcos David

    -

    13/01/2011 às 10:05

    E desde quando há políticos que se importam realmente com o povo? No caso do Rio de Janeiro, eles estão mais preocupados com a festa do carnaval que se aproxima e trará grana ao estado. Suas festas e suas férias são o mais importante.

    Condolências aos familiares que perderam seus parentes.

  170. Kenjiro Nagasawa

    -

    13/01/2011 às 10:04

    Reinaldo, não podemos nos esquecer de que Santa
    Catarina também está nesse ciclo de tragédias e que também deve ser amparada previamente por um plano de contingência por parte de autoridades.
    Uma outra coisa que observo também por uma pequena (muito pequena) parte da imprensa (carioca ou não) é o ato de fazer chacota com enchentes em SP como se o sofrimento por aqui valesse menos. Vale lembrar que as frentes frias normalmente avançam do sul para o norte. Portanto, a população no rio já pode se preparar e tomar ações de segurança pois o estrago de hoje em SP poderá ser o de amanhã no Rio.

  171. TITO

    -

    13/01/2011 às 9:57

    É de causar asco,acompanhar a tragédia que a atingiu a área serrana do Rio.Agora a imprensa que se confunde com a oficial,volta suas atenções para a desgraça em solo carioca,explicitando com imagens impactantes, com depoimentos dos sobreviventes incitados a derramar lágrimas, tudo roteirizado e editado para vender a desgraça humana com a sua espetacularização.A única coisa que não se pode é entrevistar o seu Sérgio Cabral e a presidenta e cobrar as suas responsabilidades.Não se faz um reportagem com a opinião dos moradores de Angra, Morro do Bumba,etc. sobre como o governador já resolveu os problema nos referidos desastres,e apurar a aplicação das respectivas verbas prometidas pelo governo federal ? É uma sacanagem orquestrada por toda a mídia pelega para não perder os favores do Estado.Pelas características da topografia,com o desabamento das encostas do que sobrou da Mata Atlântica após sucessivos “liberou geral” da politicagem,ignorando-se a instabilidade do terreno, houveram inúmeros pontos de obstruções das estradas, o que tornou impossível o trabalho imediato de equipes de salvamento, com retroescavadoras, tratores, caminhões,e equipamentos para destroçar as pedras maiores,algo que só poderia ser feito com uso de helicópteros pesados como os
    Chinoock, usados no mundo todo desde a guerra do Vietnão, quem sabe nossos Super Puma façam o mesmo trabalho ?Muitas vidas poderiam ser salvas se houvesse uma intervenção rápida e eficaz, no entanto as localidades se mantém isoladas, sem luz, sem comunicações ( Alô Jobim, que tal deslocar uma Cia de Comunicações, e Batalhões de Engenharia, o pedido é extensivo ao imediato José Jenuíno (com J mesmo).Enquanto o número de mortos se eleva,aguarda-se o sobrevoo do Dilma e o papudo do Cabral para demonstrar todo o seu apoio, e irrestrita solidariedade e blá-blá-blá-blá…devidamente amplificados pelo jornali$mo petralha.Minhas sinceras condolências aos parentes dos abnegados bombeiros mortos no desempenho de suas funções e dos inúmeros familiares que perderam seus entes queridos, em mais um episódio nesse Teatro dos Horrores em que se transformou o país nas mãos do PT.

  172. moises bispo dos santos

    -

    13/01/2011 às 9:57

    O PROBLEMA DO RIO É O DESLIZAMENTO DAS VERBAS PÚBLICAS QUE DESCEM PELAS ENCOSTAS DA CORRUPÇÃO” – Mais uma vez o Rio de Janeiro agoniza. E não é de hoje. A questão é a malversação do erário público, a ladroagem, a corrupção. Quantos milhões foram mandados para a região serrana no ano passado?, em 2002? em 2006? Até quando o povo vai ter que sofrer e esperar pela boa vontade dos governantes em aplicar corretamente as verbas públicas enviadas pelo Governo Federal. Ao invés de aplicarem na infraestrutura, os ratos de plantão controem mansões, compram sitios, carros, lanchas. Basta a Poloicia Federal fazer uma investigação profunda que irá detectar onde foram parar os milhões que foram enviados para resolver o problema

  173. Adriano Brasil

    -

    13/01/2011 às 9:56

    Capaz, na Lulalândia essas coisas não acontecem, tragédia mesmo é na Austrália, vejam vcs morreram umas 23 pessoas por lá, periga o Mulusco Mor voar até lá pra ensinar algum PAC pra eles, aqui tá tudo 100%, somos uma putência, o mundo nos seguirá pelo Reich Petralha por mil anos,… de volta a idade das trevas.

  174. Murilo

    -

    13/01/2011 às 9:55

    Tio Rei, quer outra aposta? Daqui a pouco eles vão querer aprovar uma ‘Lei Habilitante’ para que o governo tenha mais agilidade para enfrentar os prejuízos causados pelas enchentes… Isto lembra algum país vizinho?? E, na calada da noite, quando o projeto estiver sendo aprovado, o Franklin Martins / Márcio Pochmann vão conseguir introduzir um artigo que preveja o controle das informações sobre mortos, desaparecidos, críticas à atuação do(s) governo(s) amigo(s) (o caso do Kassab e do Alckmin já é outra coisa…) para não prejudicar a imagem do Brasil ‘potência-emergente’…
    Não, essa aposta eu vou perder… Eles não vão fazer isto. Mas não porque não querem, e sim PORQUE NÃO PODEM! Felizmente isto aqui não é AINDA a Venezuela…

  175. Sãopaulino

    -

    13/01/2011 às 9:54

    É previsivel essas catástrofes mas me lembro bem quando Marta Suplicy prefeita em São Paulo viajou à Paris enquanto a cidade que ela administrava estava submersa.

  176. Wanda

    -

    13/01/2011 às 9:50

    Governar é isso mesmo, já era para ele estar no Rio, acabou as férias.

  177. Maria Izabel

    -

    13/01/2011 às 9:50

    Reinaldo, e eu sou doida de apostar com você? Se tem uma coisa que eu não gosto é de perder, por isso não aposto em nada, em nenhuma loteria. Tudo que você diz e escreve eu encaro como PROFECIA. Meu PROFETA !!!
    Abraços.

  178. Edna

    -

    13/01/2011 às 9:50

    E chorando, lógico, porque isso dá votos. E pendurado na Dilma, prá não perder o hábito de puxar o saco, sua atividade predileta.

    É nojento o tratamento que a imprensa dispensa a esse canastrão. O governador Sérgio Cabral pediu isso, o governador ordenou aquilo, o governador quer tal coisa… tudo é dito com a entonação certa prá dar a impressão de competência do puxa-saco mor da república.

  179. bastião

    -

    13/01/2011 às 9:48

    Coitadinhos dos animaiszinhos mortos,os cachorrinhos,os cavalinhos,os gatinhos e todos os outros que não conseguiram sobreviver a canalhice humana petralha,estou de luto.eles nunca se corromperam,nunca roubaram e não estavam lá porque queriam.Aos corruptos,somente aos corruptos manipuladores de capitais:compre outra família.Aos desprovidos e enganados pelo governo:meu sincero pesar pela dor irreparavel da perda de seus entes queridos pela irresponsabilidade administrativa do estado do rio de janeiro.Enfim Deus sabe o que faz colocou na mesma vala comum,pra onde irei,ricos e pobres.

  180. Paulo Cesar

    -

    13/01/2011 às 9:48

    RBS demite Luiz Carlos Prates.

    Luiz Carlos Prates acaba de ser demitido pela RBS, afiliada Globo no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Vitimado pelo servilismo da empresa de comunicação e pela virulenta campanha movida contra ele por Ideli Salvatti(PT-SC), derrotada fragorosamente nas eleições para o governo do estado, e por Paulo Henrique Amorim, blogueiro do esgoto e “âncora” da Rede Record. O motivo da perseguição deveu-se a um comentário que o jornalista fez de que pobre não deveria comprar carro, no sentido de que existem outras prioridades na vida de um indivíduo de poucas posses. Quem é honesto e decente, sabe perfeitamente o que ele quis dizer. E o disse de forma agressiva, direta, alterada, como é do seu feitio e estilo. Foi o que faltava para que o PT e suas ratazanas movessem uma verdadeira batalha, pedindo a sua demissão. A RBS não fez a mínima questão de resistir. Apenas deu um tempo para, em seguida, correr para lamber os pés dos governantes de plantão. O seu slogan deveria mudar para “tudo por dinheiro”. http://www.youtube.com/watch?v=Q0FSUMWvGZQ&feature=player_embedded

  181. Janine

    -

    13/01/2011 às 9:47

    Atualizando Reinaldo: O numero de mortos ja passou de 350.
    Cabral deve estar muito chateado de sair de Paris para vir ao Rio falar com os pobres que nao tem casa.
    Nao deixe que essa tragedia do Rio seja esquecida. Os jornais do Rio vao querer esquece-la o mais rapido possivel.
    Espero que os blogs dos 3% da populacao continuem a divulgar as noticias.
    Participantes desse blog por favor deem noticias de Nova Friburgo. Estamos sem saber o que acontecendo naquela cidade. Uma cidade que sempre trabalhou

  182. Vera Proença

    -

    13/01/2011 às 9:47

    Certamente voce ganhará, se fizermos uma aposta. Vamos lá: a incompetência é geral. Ontem, em um dos jornais da Globo foi dito que, 19 estados brasileiros já estão com surto de dengue – novamente! A cada ano, e cada vez mais, vemos uma porção de políticos na mesma ladainha. Acredito, que nenhum deles teve contato com a doença. Já tive, observando todos os cuidados, duas dengues. É a morte, acredite! O pessoal do Morro do Bumba (abril/10) está completamente isolado ainda. Agora o povo da região serrana do Rio. Cabral (não só ele) é uma pessoa que não tem vergonha na cara, como foi dito ontem. Mas fique tranquilo, Reinaldo, Dilma sobrevoará a região hoje, Ronaldo Gaúcho já está no Flamengo, e começou o BBB 11.
    Lamentável!

  183. Fésulas

    -

    13/01/2011 às 9:46

    Sr. Reinaldo, começo a dar credibilidade a denúncia sobre o esquema criado para políticos se elegerem. O deputado Fernando Chiarelli fez a denúncia na tribuna da Câmara dos Deputados em Brasília. Disse que os políticos que estavam no tal esquema se elegeram. Tipo, pagou levou. Políticos que se reelegeram passaram o mandado encrencados com denúncias de toda ordem. Os que combateram esses tipos não conseguiram a reeleição. Tem lógica a denúncia do deputado.Penso nas razões que levaram o carioca a reeleger o sr Cabral e políticos que o cercam e não as encontram. A atitude do governador de permanecer em Debuai ou sei lá em que diabos de país ele está, é típica daquele que tem certeza absoluta de que jamais perderá uma eleição. Político sem a mesma certeza estaria voando de volta para seu estado para tomar providências cabíveis. Estaria pessoalmente vistoriando os acontecimentos. Imagine o tempo que estamos vivendo: o governador telefona para a presidente para que ela faça o serviço que ele deveria fazer.A população deveria ser solidária com as vítimas desse tipo de tragédia recusando-se fazer qualquer tipo de doação. A obrigação é do governador, vereadores e sei lá mais quem. Recebem ou dizem que recebem bilhões para socorrer as vítimas mas as vítimas não recebem nem bom dia. A Defesa Civil nem colchonete tem para distribuir para as vítimas. Isto é uma vergonha!! Sem doação, essa cambada teria que apareceer com o dinheiro e sair comprando água, cobertor e tudo mais que a população necessita. A solidariedade verdadeira em se tratando do Brasil, é a população se recusar a doar, por mais que doa, negar ajuda. O sr. viu? Os bilhões que o ex-ministro das Cidades / Integração, disse que liberou para socorrer as vítimas das enchentes que ocorream em 2010, disse que o dinheiro enviado para a Bahia. É bom lembrar que ele foi candidato a governador da Bahia em 2010 e perdeu. Deveriam questionar o paradeiro do dinheiro que este senhor disse que liberou. Olha… não existe no dicionário adjetivo para desqualificar os políticos atuais.

  184. Kah Leew

    -

    13/01/2011 às 9:46

    Cabral descobriu o caminho! Qualquer problema, CHAMA a MARINHA !

    Será que os eleitores do Estado do Rio de Janeiro dispensarão os intermediários e elegerão o Ministro da Marinha para Governador?

  185. Cws Multiradio

    -

    13/01/2011 às 9:45

    Olha Reynaldo….eu estou in loco,contabilizando a tristeza de verificar minha cidade e cidade vizinhas completamente destruidas….A Fatalidade acontece,eu sei,mas poderiam ser minimizadas sim….Moro em Petropolis,estranhamente,assim como Teresopolis,COM ADMINISTRAÇÃO DO PT…e estranhamente,as verbas do PAC 1,as mesmas que ajudaram a eleger a Dilma,não foram em momento algum,APLICADAS POR AQUI NA REGIÃO SERRANA….Nós sabemos que as encostas de Petrópolis,Teresopolis,Friburgo são um problema cronico,delicado…as verbas do PAC foram destinadas para isso…MAS TUDO INDICA QUE ELAS FORAM USADAS…para os fins eleitoreiros que nós já conhecemos…o “NOSSO” Governador,está passeando nos EEUU,curtindo suas “férias”…QUE LEGAL…”Nossa” presidente não disse uma palavra,nem de solidariedade,até agora..Será que quando o numero de mortos chegar a 600 ela vai se manifestar??.Corre a noticia que essa “senhora”vai fazer um sobrevôo sobre estas cidades hoje.,e conforme a situação que encontrar,VAI DR UMA COLETIVA .QUE LEGAL..mas ,o que essa dona vem fazer aqui???Verificar a tristeza estampada nas ruas,nos rostos das pessoas??ou será que vem ver como explicar a ausencia do governo na tentativa de evitar (ou pelo menos minimizar)a perda de tantas vidas,de tanta tristeza???São situações dessa natureza,aliadas a situações politicas que nos levam a ter nojo de demagogia…..
    Eu daria uma sugestão:Levem dona Dilma ao Vale do Cuiabá…eu conheço bem o local,e aposto,somente naquela região,uma área de veraneio,pousadas,com várias residencias, até isoladas pela tranquilidade do local,que o número de mortos e pessoas desaparecidas é muito,muito maior do que se tem noticia até agora…Estamos na alta estação de veraneio nestes locais…Pode ser que, dona Dilma ,olhando as encostas não tratadas da subida da Serra para Teresopolis,acima do vale do Cuiabá,visto que o dindim do PAC foi “desviado”para fins eleitoreiros,tenha um mínimo de sentimento ,e pela primeira vez, pense no ser humano,no cidadão brasileiro,nas crianças,nos idosos…DEIXE DE PENSAR UM POUCO NO PT,NA QUADRILHA,NO EX..e talvez aquele coração pela primeira vez,sinta de verdade,pena,solidariedade pelo ser humano..MAS SE VEM AQUI PRA FAZER DEMAGOGIA,MINHA SENHORA,SUA PRESENÇA É DISPENSÁVEL….

  186. ney

    -

    13/01/2011 às 9:45

    No Rio, a olhos vistos, prospera populismo demagógico, corrupção e óbitos pluviométricos. A cada ano, mais um recorde de óbitos, pela chuvas torrenciais e incompetência de gestão pública. O resto é enganasol propagandista do faz de conta que estou fazendo o melhor para população carioca.

  187. Tijupiá

    -

    13/01/2011 às 9:44

    Assim caminham os PTralhas e os seus cupichas. É triste admitir, mas, os idiotas que votaram neles estão pagando um preço muito alto.

  188. ed

    -

    13/01/2011 às 9:39

    A etica – ou falta de – comunista e assim.
    Mentiras e omissoes e engajamento sao pre-requisitos.
    As escolas de jornalismo ensinam assim a mentir pelo PT.
    E os ignorantes seguem feito carneiros se tornando os propagandistas.
    O problema que ofende e que fazem isso para enriquecer monetariamente. Apenas querem ganhar dinheiro com isso.
    Parabens Gushiken. Fez um sistema de financiamento de jornalistas que enriquece os vendidos adesistas.
    E da lhe pagina dupla de anuncios da PeTrobras.

    We shall never surrender.

  189. Gione Oigen

    -

    13/01/2011 às 9:36

    Bem, os cariocas que o elegeram. E não deveriam ter reeleito. Mas no Rio tudo é festa. Eles só falam em Copa, Olimpiada, Ronaldinho Gaucho.
    Os dirigentes são escolhidos pelo povo, e cada povo tem o governo que merece.

  190. Francisco

    -

    13/01/2011 às 9:33

    CARO REINALDO
    Pra quem tem um pai tão bom e íntegro, Sérgio Cabral Filho está se saindo mal. Talvez ele se saísse melhor no poder legistlativo. Pra governar, ainda mais em época de chuvas, não tem “cujones” e experiência necessária. Além de mau gestor e tomador de decisões (cuida de milhares de coisinhas miúdas e importantes), Cabral me soa cínico, com a adulação que faz ao Planalto (com Lula ou Dilma, tanto faz) e se eximindo dos problemas.
    FRANCISCO

  191. Tito Livio Bereta Bereta

    -

    13/01/2011 às 9:27

    ….distribuindo pitos e apitos. Sim, pois dentro de algumas semanas todo mundo estará no samba. Vistas a manifestação de insensibilidade entre os conterrâneos quanto ao aglomerado humano, só para ver o ronaldinho. Ao lado da cidade, centenas de mortos. Na cidade, insensíveis aplaudiam um sujeito que, ao que tudo indica, só sabe jogar futebol. Haja saco para aguentar tanto circo! Não é só cocaína que vicia. Burrice também vicia!

  192. Luis Paes

    -

    13/01/2011 às 9:26

    O carioca estava muito atarefado para pensar em tragédias, tinha que ir a apresentação de um tal ronaldinho “gaúcho”, e foram, aos milhares.
    ehh oohh vida de gado…

  193. PARASITOLOGO

    -

    13/01/2011 às 9:25

    O resultado final de todas as tragédias é sempre advindo do populismo barato que sai muito caro ,o povão gosta tanto do populismo que se cala sobre quem é e foi o maior incentivador de discursos que resolvem ser contra a verdade e impopular e prefere falar daquilo que todos querem ouvir dependendo do público do momento ,vai de uma lado para outro e fala mal de um quando está de costas e fala bem do outro grupo e vice e versa ,por isso estamos sempre no mesmo lugar e essas parasitas continuam a fazer o pior para ser o melhor e não o melhor para ser o pior,não vamos mexer ali para não perder votos ,não vamos consertar a previdência para não perder votos ,não vamos tirar ninguém dos morros para não perder votos,não vamos educar ninguém para não perder votos e assim vai o Brasil sem perder votos e manter parasitas cretinos no poder para ter votos ,enquanto o Brasil fica sempre a deriva e cresce por não perder votos sem sustentação em definitivo ,com altos e baixos que é assim que o populismo do imbecil do Lula se mantém.

  194. celsão

    -

    13/01/2011 às 9:24

    Esse circo de irresponsbilidade e populismo lembra o do triangulo da seca no nordeste. Era o “leitmotiv” para corrupção e bravatas eleitoreiras

  195. Cosme Gomes

    -

    13/01/2011 às 9:24

    Acho eu, que o Governador estar certo por que quem os colocam lá são as pessoas que estão cansados de saber que alguns políticos não tem compromisso com o povo e sim com seus próprios interesses.

  196. Gregório de Matos

    -

    13/01/2011 às 9:21

    Reinaldo,
    Vivemos a escatológica era da mentira que parece verdade uma vez falada por gaiatos no poder. Só isso explica essa diatribe e falta de coragem de todos que fazem jornalismo para dizer que esses reizinhos vigaristas e falantes, como o que ocupa o trono real no Rio e o que ora está de folga por conta da viúva. Alguns fatos: toda vez que acontece uma hecatombe dessas, principalmente no Rio, logo aparece algum visionário governista para em lágrimas afirmar: O governo já liberou 100 bilhões para atender as vítimas etc e tal. Liberou uma ova (desculpe-me pelo chulo):quando liberou? para que conta? cadê a ordem bancária? Com um mínimo de investigação qualquer jornalista que não seja do PIT vai verificar que aqueles mesmos 100 bilhões prometidos para a tragédia de Angra e depois da tragédia do morro do Bumba (tudo nas franjas do rei cabral)não tiveram liberação nem de 30%. Sabe porquê? porque serviço público é rápido para falar mentiras para a TV e mastodonte para fazder o que é preciso. Senhores jornalistas, antes de passar essas mentiras para a frente, pelo amor de Deus e em homenagem a tantos mortos pela chuva, digam a verdade. Digam que o governo federal e seus asseclas estaduais no Rio “estão com disposição em pensar uma forma de tentar encontrar uma saída para escrever um projeto objetivando se possível encontrar disponibilidade orçamentária depois do contingenciamento para…ufa, tentar liberar recursos para o Rio”. Entenderam como é fácil ou precisa desenhar!
    No mais, esta tragédia do Rio como as enchentes de São Paulo estão precisando é de muita competência, menos discursos, mais óleo de peroba e muita mas muita paciência da população que não suporta mais essa cantilena do jogo do contente feito por cabral e seus blue caps

  197. Cosme Gomes

    -

    13/01/2011 às 9:20

    Acho eu, que o Governador estar certo por que quem os colocam lá são as pessoas que estão cansados de saber que esses políticos não tem compromisso com o povo e sim com seus próprios interesses.

  198. Cactus

    -

    13/01/2011 às 9:20

    Cadê os presidentes das empresas de telefonia e de luz para vir dar esclarecimentos? Até telefone celular nestas horas não funcionam.

  199. Margarete Flores

    -

    13/01/2011 às 9:20

    Caro Reinaldo,

    Realmente é simplesmente inacreditável que o “Seu Cabral” viaje em férias nesta época do ano.

    Será que ele levou o seu cartãosinho corporativo?

    abraço
    Margarete

  200. Cactus

    -

    13/01/2011 às 9:17

    Vocês já notaram como sempre que acontecem estas catástrofes as primeiras coisas a serem afetadas são os telefones e a energia elétrica?
    É… parece que ALGUÉM não quer que muita coisa apareça…
    Por exemplo, a enxurrada vinda de barragens…

  201. Joca

    -

    13/01/2011 às 9:17

    Se fosse ano de eleição, Cabral estaria no meio da lama, de botas, capacete e talvez chorando, pois é um ótimo ator. Como não é ano eleitoral, está tentando resolver o sério problema por telefone e se divertindo em suas férias.

  202. koko

    -

    13/01/2011 às 9:15

    vejo mobilização na imprenssa amiga para doações ao rio!
    não vejo necessidade pois em detrimento ao resto do pais, o rio ficou com o presal.
    que faça bom uso

  203. LIMA

    -

    13/01/2011 às 9:12

    REINALDO.
    O TAL DE CABRAL GOSTA MESMO É DE CARNAVAL E WHISKT. ELE DEIXA AS DESGRAÇAS PARA O GOVERNO FEDERAL, O EXERCITO, A MARINHA. JÁ PARA FATURAR COM A COPA DO MUNDO, OS JOGOS OLIMPICOS E O PRÉ-SAL ELE ATÉ CHORA. VIGARISTA MOR.

  204. Gilmar

    -

    13/01/2011 às 9:12

    Sinceramente,politizar uma catástrofe como esta!?

    A culpa é sim dos políticos que estão aí,dos anteriores a eles,do povo que faz casa em lugar errado,e por tanto não é somente de petistas e peemidebistas.

    E para com esse negócio de imprenssa Petista,uma das coisas que eu mais detesto nos petistas é esse negócio de partido da imprenssa golpista.Parece coisa da terra do Hugo Chaves

  205. Cactus

    -

    13/01/2011 às 9:05

    O que mais me admira são os inteligentes do clima dizerem: “choveu ‘não sei quanto’ mais do que o esperado”!
    Ora, como são incompetentes esses caras que só ficam esperando…

  206. Roby

    -

    13/01/2011 às 9:03

    Quem apostar perderá: o governador fluminense é uma das pessoas mais integradas ao que se pode chamar de “jeitinho lulopetista de governar” — e isso não é nada bom para as populações submetidas a essa canalha.

  207. Carlos Ferrante

    -

    13/01/2011 às 9:03

    A região metropolitana de São Paulo é rodeada de montanhas (Serra do Mar, Serra do Japi, Serra da Cantareira) e no entanto, o número de vítimas das enchentes por deslizamento de terra é comparativamente muito menor que no Rio. O partido da imprensa petista através da sua central de criação de notícias criou no ano passado um ícone: Jardim Pantanal. Não é que os repórteres de rádio e TV estão agora monitorando o bairro ? Parece que as vítimas de SP, por serem poucas, não têm cara e não causam comoção popular, daí…. sobra para os governantes.

  208. costa

    -

    13/01/2011 às 9:01

  209. Venezolano

    -

    13/01/2011 às 9:01

    É Cabralzinho, Reinaldo. Serginho Cabralzinho Filhinho, que tem uma estatura moral do tamanho de sua estatura física.

  210. Nikacio Lemos Lemos

    -

    13/01/2011 às 9:00

    PORQUE NINGUÉM QUESTIONA A PROPAGANDA ENGANOSA QUE O GOVERNO LULA FEZ ?

    Nos desastres em Alagoas, Rio e São Paulo, governo Lula tinha prometido milhões em dinheiro para recuperação e prevenção das áreas atingidas.
    Na pratica, sabemos QUE FOI MUITO Blá, Blá, Blá do governo Lula .
    Lula chegou até cancelar viagem importante ao exterior na época porque alegou que iria pessoalmente em Alagoas para vê de perto a situação da área atingida, E NÃO FOI, como até hoje a região sofre conseqüências e não teve a devida atenção do governo Lula como assim divulgou na imprensa .
    Na verdade, Lula apenas divulgava que iria ajudar com o dinheiro público , mas na pratica não foi o que fez.
    Assim ele fez em relação as vitimas do Rio e São Paulo .
    O triste é que ninguém (Imprensa) revela esse fato negativo do governo Lula !!!
    Um presidente enganador !!!
    Abraços,

    Nikacio Lemos
    23 anos
    Governo Lula, um governo das propagandas enganosas !!

  211. Everaldo

    -

    13/01/2011 às 8:50

    Reinaldo, hoje quinta dia 13, às 8:50, já somam 335 mortos… e o Cabral de férias

  212. anonimo

    -

    13/01/2011 às 8:50

    Sobre Cabral, nada a comentar.
    Eleitores do Rio de Janeiro só elegem tranqueiras e faz tempo.

  213. REINALDO CHAVES DA SILVA

    -

    13/01/2011 às 8:30

    CARO JORNALISTA, VOCE TEM RAZAO, EM MEIO A TRAGEDIA DAS ENCHENTES QUE ASSOLAM ALGUMAS REGIÕES DO BRASIL, SURGEM AS AVES DE RAPINAS DANDO UMA DE HEROI.O QUE VEMOS HOJE NO RIO DE JANEIRO E EM SAO PAULO, É O RESULTADO DE POLITICAS PUBLICAS DESCOMPROMISSADAS COM O MEIO AMBIENTE.ALGUMAS CAPITAIS DO NORDESTE, PODEM SOFRER NO FUTURO, O QUE SOFREM HOJE RIO E SAO PAULO, AQUI MESMO EM SAO LUIS DO MARANHAO, QUE É UMA ILHA, UM “NOBRE DEPUTADO”ESTADUAL(QUE GRAÇAS A DEUS NÃO FOI REELEITO), CRIOU UM PROJETO DE LEI, PARA QUE SE CORTASSE TODAS AS PALMEIRAS DE BABAÇU DE UM SITIO ECOLOGICO EM PLENA CAPITAL(SITIO DO RANGEDOR),APENAS PARA FAVORECER UMA MEGA CONSTRUTORA DE PREDIOS RESIDENCIAIS AQUI EM SAO LUIS.A HIPOCRISIA GRASSA EM TODOS OS NIVEIS E EM TODOS OS PODERES DESTE PAIS, QUANDO UM GESTOR, SEJA PREFEITO, OU GOVERNADOR VISLUMBRA UMA DESGRAÇA QUALQUER(ENCHENTES, DOENÇAS,SECAS,ETC), A PRIMEIRA COISA QUE ELE FAZ E DECRETAR O TAL “ESTADO DE EMERGENCIA”, PARA QUE AS VERBAS VENHAM EM ABUNDANCIA E GRANDE PARTE SEJA DESVIADO PARA POLITICOS E GESTORES CORRUPTOS, COM O SILENCIO SEPULCRAL DOS ORGÃOS FISCALIZADORES(TCES,CGUS,ETCS).ATÉ QUANDO, VAMOS TER QUE ATURAR AS ENTREVISTAS DOS HIPOCRITAS QUE VIVEM EM SEUS GABINETES LUXUOSOS, CITANDO TEORIAS E TEORIAS, SEM NENHUMA SOLUÇÃO PRATICA, ATÉ QUANDO? REINALDO CHAVES

  214. tere

    -

    13/01/2011 às 8:28

    Pois é a viagem dele e mais importante do que a vida dos que morrem soterrados.

  215. Heitor

    -

    13/01/2011 às 8:23

    A cidade de Teresópolis é cercada de morros prestes a desabar. Questão de tempo.

  216. Gilberto

    -

    13/01/2011 às 8:21

    As ocupações irregulares (encostas, áreas verdes, beira de estradas) são toleradas e até incentivadas pelos políticos. E muitas vezes são ocupações organizadas, pois as pessoas sabem que um dia ganharão uma nova casa ou apartamento das prefeituras. Visitei à trabalho uma casa na beira de uma estrada e o morador era metalúrgico, a esposa fazia bijuterias. A casa tinha freezer, boa tv, dvd,etc. O morador estava ali só para não pagar aluguel, despesa para qual ele tinha condções de arcar. Se um dia um caminhão invadir a casa …

  217. sueli

    -

    13/01/2011 às 8:13

    É Reinaldo, mais uma vez você está com a razão.
    Estou assistindo a Globo sobre a tragédia do Rio e em São Paulo.
    Foi entrevistado o prefeito Kassab sobre São Paulo e quanto ao Rio, já entrevistaram moradores, especialistas, o Ministro da Defesa, já comunicaram que “A Compadecida” irá sobrevoar as cidades atingidas para avaliar a dimensão da tragédia mas nenhuma, NENHUMA, palavra sobre o prefeito e o governador do Rio!
    Dá nojo ver a parcialidade da imprensa.
    Eles odeiam São Paulo, é notório.

  218. VR-760

    -

    13/01/2011 às 8:09

    Rei,
    Aqui no Rio todos têm culpa. Ricos e pobres. Amigos meus têm casas em Búzios e na Serra. Casas maravilhosas em meio à favelas, lixo, desordem. Eu comento com eles que a elite carioca adora uma favelização, pois ela mesmo faveliza em ocupações ireegulares na Serra, na Costa Azul e na Região dos Lagos. Eu não tenho nada disto, é custo e dá trabalho, fora estas coisas que acontecem por culpa de n´øs mesmos. A natureza só faz o seu papel de buscar o equilíbrio. Desequilibra, ela vai lá e regula. ela não tem ideologia, subjetividades tipo boa ou má. Ocupou desordenadamente encosta ou talvegues, ela vai lá e corrige.
    Pena que nestes troços, volta e meia perdem-se amigos, amigos perdem patrimônio, negócios, etc.
    O Cabral, este já era manjado desde sua época do Bennet onde estudou. Num quer nada.

  219. Jorge Alberto da C. Rodrigues

    -

    13/01/2011 às 8:04

    No Brasil atual, o marketing governamental tomou proporções inimagináveis. Os governantes idealizam uma pseudo-realidade e se esforçam para que a sociedade, especialmente os eleitores, nela acreditem. Lula, principalmente, e Cabral fazem isso com maestria. Infelizmente, ambos não cumprem com suas obrigações mais fundamentais o que proporciona a ocorrência de tragédias (eles permitem a ocupação de áreas de risco, incentivam a favelização com obras eleitoreiras e descuidam da proteção ambiental).

  220. gaúcha indignada

    -

    13/01/2011 às 8:01

    Caro Reinaldo, “são dois pesos e duas medidas”. As mortes em São Paulo pela situação do clima é da oposição, as do Rio é da chuva. Que gentalha esta que está no poder… de uma imcompetência sem fim… Até quando? “Ella” não está dando conta…. CADÊ O CABRAL??? FÉRIAS NOVAMENTE???

  221. Mario Cardonie

    -

    13/01/2011 às 7:59

    O BRASIL É O PAÍS DOS ESPECIALISTAS E PERITOS DO PóS TRAGÉDIAS. ESTA É A VERDADE ESSENCIAL>

  222. Luiz Vicente

    -

    13/01/2011 às 7:58

    Foi através dessa “imprensa” que eu descobri que a Dilma só vive sorrindo e o Serra fazendo caretas o tempo todo.

  223. Carlos Meschede

    -

    13/01/2011 às 7:33

    Imagino quanto não deve custar essa bricadeira. O governador, há uns dias atras, após a divulgação do Estado do Rio de Janeiro ficar em penúltimo lugar na classificação do aproveitamento escolar, ganhando apenas do Piauí, vem com um discurso de que nesses próximos 4 anos, revertera essa posição para o primeiro lugar. Ele falava como se o fracasso não fosse dele, como se estivesse recebendo o governo de outra pessoa. Os eleitores do Rio. Devem ter mais critério na escolha de quem os governa

  224. Marcus Meyer

    -

    13/01/2011 às 7:02

    E quem irá cobrar de Cabral o cumprimento das promessas heróicas feitas depois das enchentes de 2010? Não foi ele quem conseguiu a promessa de uma dinheirama do governo federal para cuidar que acidentes assim não acontecessem mais? Onde foi parar a grana? Ou será que era dinheiro cenográfico só de promessa para Lula e Cabral vencerem o pleito?

  225. hetfield & mustaine

    -

    13/01/2011 às 6:48

    Esse papo de pedir ajuda da marinha é enganação! É empulhação sórdida e da pior espécie! Pergunte aos moradores do Rio o que foi feito na cidade (bem como em Niterói) de abril/2010 para cá, quando um forte temporal parou a cidade toda por quase três dias… Resposta: nada!!!

  226. Annouk

    -

    13/01/2011 às 6:21

    Este lambe botas do LILS se reelegeu no primeiro turno!! Mesmo depois dos eventos do verão passado, para ficar só no mesmo tema.

    No Globo On-line, está claramente escrito que o governos federal “não repassou nenhum centavo” do dinheiro para prevenção de catástrofes na serra fluminenese. Mas os flumineneses e cariocas adoram os atuais governantes.

    Fazer o quê se é disto que gostam? Devema achar as enchentes o máximo.

  227. lara

    -

    13/01/2011 às 6:16

    Enredo fantástico : milhões de pessoas num cartão postal. Sergio Cabral todo o dia a após dia encontra mil maneiras de aqui nessa cidade olhar para a paisagem – É muito fácil. A população mais feliz do páis, continua a sorrir.

  228. Rakel Maia

    -

    13/01/2011 às 6:15

    Me lembro que a petista Marta Sulplicy também estava de férias na Europa numa dessas tristes ocorrências em SP. Só não me lembro como a imprensa tratou o assunto.

    Rakel Maia

  229. Nenno Baggo

    -

    13/01/2011 às 5:18

    Reinaldo,

    Não é uma indagação retórica, como pode parecer, mas uma genuína curiosidade que tenho: Por que, dentre tantos governadores de não sei quantos Estados da Federação + Distrito Federal, você tem dedicado tantas e tão veementes críticas ao Sérgio Cabral? Algo ele deve ter feito de muito grave, se comparado aos seus pares da Unidade Federativa. Por favor, esclareça-me (suponho que você esteja atento e atualizado quanto aos mandos e desmandos para além do núcleo SP-RJ.

  230. Ratoeira

    -

    13/01/2011 às 4:33

    Rei, veja a capa da Folha de São Paulo de hoje e compare-a com a de ontem. Isso poderia dar até um post especial, com as duas capas lado a lado. É um ACINTE À INTELIGÊNCIA, UMA PILANTRAGEM INTELECTUAL: NO RIO, NINGUÉM É CULPADO PELA CATÁSTROFE, MAS, EM SÃO PAULO, OS CULPADOS SÃO GERALDO ALCKMIN E GILBERTO KASSAB.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados