Blogs e Colunistas

28/01/2014

às 21:44

Brasil é o único dos Brics que perdeu investimentos

Na VEJA.com:
O investimento estrangeiro direto (IED) caiu 3,9% no Brasil em 2013, para 63 bilhões de dólares, informou um relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) divulgado nesta terça-feira. O resultado brasileiro é o único negativo entre os países dos Brics (bloco integrado também por Rússia, Índia, China e África do Sul). Contudo, graças aos investimentos em território chinês e russo, o IED do bloco alcançou 322 bilhões de dólares, alta de 21% em relação a 2012.

O governo da presidente Dilma Rousseff usou o pretexto de fomentar o investimento estrangeiro direto para justificar muitas de suas políticas protecionistas no país. Esse tipo de aporte é considerado capital “de qualidade”, que consiste em injeções diretas no setor produtivo — e não no mercado financeiro, quando é considerado capital especulativo. O aumento de impostos sobre o investimento estrangeiro em títulos de renda fixa, por exemplo, foi uma das medidas criadas pelo Ministério da Fazenda para espantar os especuladores, em meados de 2011. Com a disparada do dólar ocorrida no último ano, muitas das medidas foram desfeitas. Mas a artilharia do governo acertou alvo duplo: colocou para fora especuladores e, também, os ‘bons’ investidores.

A Unctad afirmou que o resultado brasileiro deve ser visto no contexto de desaceleração de um crescimento que foi acima da média nos anos anteriores, sobretudo em 2011, quando o aporte anual ficou em 65 bilhões de dólares, ante 48 bilhões de dólares em 2010. Contudo, tal contexto parece não se aplicar aos outros Brics. Na Rússia, o crescimento foi de 83% no ano passado, para 94 bilhões de dólares. Já na China, foi de 4%, a 127 bilhões de dólares. A África do Sul, membro recém-aceito no bloco, o IED avançou 126%, para 10 bilhões de dólares. Enquanto grande parte dos países analisados pela Unctad recuperou, em 2013, o mesmo nível de investimento de 2011, o Brasil ampliou a queda. Em 2012, o IED no país havia caído 2%.

No aspecto das sub-regiões, o cenário tampouco é animador para o país. Puxada pelo Brasil, a América do Sul viu seu IED cair 6,8% no ano passado. Apenas o Oriente Médio teve desempenho pior, com queda de 19,6%. O norte da África, ainda castigado pelas revoltas populares, viu seu IED recuar 1,8% no período. Todas as outras sete sub-regiões do globo tiveram desempenho positivo.

Já no comparativo entre os blocos econômicos, o Mercosul (composto por Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela) foi o único a apresentar queda nos investimentos (de 6%). Também influenciado pelo Brasil, o resultado do bloco evidencia as falhas das políticas protecionistas de alguns governos sul-americanos, como o brasileiro e o argentino, que espantaram o capital estrangeiro ao longo dos últimos anos.

Há o agravante, ainda, da deterioração fiscal e do aumento da inflação em ambos os países. No caso do Brasil, a presidente Dilma iniciou um tímido movimento para tentar reaver a confiança do investidor. Uma de suas ações foi ir a Davos e discursar sobre os feitos de seu governo. Contudo, como é necessário mais do que palavras para retomar o dinheiro que se foi, investidores aguardam ações mais contundentes do Palácio do Planalto – como a retomada do controle das contas públicas – para voltar a investir. No caso da Argentina, onde Cristina Kirchner não parece preocupada em recuperar os bilhões perdidos, a volta do IED só deve ocorrer por milagre – ou nem assim.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

60 Comentários

  1. tadeu

    -

    30/01/2014 às 17:46

    Reinaldo, esses números, para fazerem mais sentido, deveriam explicitar onde e quanto. além do quê, com a valorização do dólar em relação ao real, os investidores precisaram desembolsar menos moedas do Tio Sam. considerando também os setores já congestionados – e não sei se esse foi o caso – matrizes podem ter realmente decidido investir menos aqui, etc, et,c…. enfim, só percentagens informam muito pouco.

  2. sebastiao milhomem

    -

    30/01/2014 às 16:08

    É FALSA A ELEVAÇÃO DE TAXA DE JUROS PARA CONTER A INFLAÇÃO

    Se a elevação da Selic agrava o déficit fiscal também agrava a inflação.
    Se elevação da Selic diminuem o consumo também agrava o desemprego.
    Se a elevação da Selic aumenta o desemprego também diminuem o consumo.
    Se a elevação da Selic diminui o consumo também diminuem os investimentos.
    Se a elevação da Selic diminui os investimentos também diminuem a produção.
    Se a elevação da Selic diminui a produção também agrava os preços.
    Se a elevação da Selic causa aumento nos preços, logo causa inflação.
    Portanto, elevação da Selic é uma trave no desenvolvimento do país que é subserviente a pressão do mercado financeiro.

    O Banco Central deveria utilizar outros instrumentos para combater a inflação e não a taxa Selic.

    Ou então, que se criem dois tipos de Selic, uma para as pessoas físicas e outra para as pessoas jurídicas, com taxas diferenciadas para cada caso.

    Poderia assim de fato diminuir a pressão inflacionária pelo aumento da taxa Selic das pessoas físicas somente. (para todos os empréstimos que não sejam produtivos).

    Percebe-se que os analistas econômicos fazem pressão para a subida da taxa Selic, evidenciando que todos são representantes de setores financeiros interessados nesse aumento.

  3. Adriano

    -

    30/01/2014 às 12:24

    Haddad indo bem na avaliação como prefeito. http://www.band.uol.com.br/m/conteudo.asp?id=/100000660508/&programa=/Brasil/&editoria=/Noticias/ …” 1% de ótimo. Imagina num instituto sério?

  4. luiz

    -

    29/01/2014 às 21:51

    Mais uma prova de incompetência desse governo do PT.

  5. RHMNK

    -

    29/01/2014 às 20:44

    Estamos perdendo tudo o que conquistamos na economia graças à incompetência e a corrupção petralha.

  6. Carlos E.

    -

    29/01/2014 às 20:13

    Reinaldo,
    Como o Brasil é o “grande irmão”. Faz benesse com dinheiro que deveria ser revertido para a população, em forma de investido. Despejou milhões em Cuba, na construção do porto. Fica a pergunta: supondo-se que amanhã, num rasgo de sorte para aquela população, as barreiras cubanas fossem derrubadas, inclusive a liberdade de ir e vir, todos viriam abraçar o “grande irmão”????? Com certeza não! Migrariam aos milhares para os EUA. Inclusive seus comandantes. Talvez, quando muito, alguns médicos por aqui aportassem. Servimos como financiadores, não como parâmetro.

  7. Ética

    -

    29/01/2014 às 13:50

    Jantar de comemoração em Portugal!!!!É preciso tornar transparente valores arrecadado para campanhas e nos investimentos no exterior. O site Alerta Total faz denuncia gravíssima sobre valores e “draw back”.

  8. Edward

    -

    29/01/2014 às 13:23

    Todos os jornais de Portugal e + alguns países europeus noticiaram a dinheirama que o LULLA LÉLLÉ “depositou em Portugal. Novamente a perguntinha: Porque ELLE nao está fazendo companhia aos larápios da Papuda??????? Ninguem tem PEITO neste país(eco)??????

  9. JPS

    -

    29/01/2014 às 13:16

    E O PT DO LULA INVESTINDO MILHÕES EM CUBA COM RECURSOS DO BNDS DINHEIRO QUE DEVERIA SR USADO PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS.É O BRASIL CRESCENDO COMO COLA DE CAVALO,E A EQUIPE ECONÔMICA TENTANDO PROVAR O CONTRÁRIO.

  10. Lourdinha

    -

    29/01/2014 às 13:00

    Falando sério, tenho dó do próximo presidente, se não for Dilma,porque vai pegar um monstruoso abacaxi para descascar.E vai ter que tomar medidas impopulares, virando saco de pancada dos petistas.Quando consertar as merdas deixadas pelo PT, vai perder a eleição para eles de novo e eles vão destruir tudo outra vez… virando um círculo vicioso. Igual o que acontece nos Estados Unidos. Os democratas consertam e os republicanos destroem com suas guerras.Prefiro que a bomba exploda no colo deles mesmos para que a população vá tomando ciência quem na verdade são os “salvadores da pátria” como Lula e Dilma.

  11. Vannelder

    -

    29/01/2014 às 11:38

    A Dilma é o Geisel de saias na área econômica. Mas muito pior. Pois o que lhe sobra de arrogância, falta de competência.

  12. Rodrigo

    -

    29/01/2014 às 11:05

    É pouco… Ainda tem muita coisa para a presidANTA Dillma e os petralhas piorarem nesse país. Basta conceder mais 4 anos a eles nas próximas eleições.

  13. Angèlìka

    -

    29/01/2014 às 11:00

    Dilma e Mantega entendem a sigla BRICS como “BrincadeiraSIC”.
    Ontem alguém comentou que ella finalmente inaugurou sua 1ª grande obra – em Cuba!
    Mais,
    O Etanol que lançou o Lulla mundo à fora foi esquecido por Dilma.
    Agora o PRÉ-SAL:
    Pré-Sal:
    Os 4 diretores da PPSA, “estatal criada em novembro” PARA GERIR RECURSOS DO PRÉ-SAL, ainda não receberam um centavo pelo trabalho.
    O quarteto está lotado numa sala emprestada na sede da Agência Nacional do Petróleo, no Rio.
    O que se passa?!
    Mais engodos…e elles engoRdando com o dindim do nosso trabalho.

  14. Naiá Gago

    -

    29/01/2014 às 10:29

    Reinaldo, bom dia!
    Sou sua leitora diária.
    Ontem soube de um fato que me estarreceu e indignou. Não tem a ver; especificamente, com o post, mas, tem…
    Gostaria de compartilhar e se vc achar relevante, comente.
    Meu marido é assessor de comunicação de um sindicato de Santos e região (importante:sem qq vinculação política, apenas profissional), pois, os terceirizados da PETROBRAS estão em greve na refinaria de Cubatão e o principal motivo é o que me leva a escrever para vc:(mandarei pro Augusto tb)
    A administração do partido dos trabalhadores (??!??)da refinaria obriga os terceirizados a almoçarem no refeitório, antes dos petroleiros e, ao terminarem a refeição devem ir; imediatamente, para os ônibus fretados e lá aguardarem o término do horário de descanso, sendo proibidos de descerem dos mesmos, até para uma caminhada ou descansar debaixo das árvores. Sob pena de terem ser crachás apreendidos e portanto, proibidos de continuarem a trabalhar na refinaria.
    Há 2 semanas não chove na região. o sol anda a pino com uma temperatura de 40º em média, a beira-mar.
    Casa grande e sensala, é pouco para os petistas!
    Obrigada pela oportunidade e desculpe-me o incomodo.

  15. o desPTtizador

    -

    29/01/2014 às 10:14

    Brasileiros, ACOSTUMEM-SE bem com o o seguinte período, extremamente apropriado a este decenio q funhecou o Brasil do PT:

    - O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU! O BRASIL PERDEU!

  16. Huguinho

    -

    29/01/2014 às 9:44

    No mesmo caminho o governo petê está seguindo a trilha, como se fosse reprisando o episódio:
    **** Asterix e Obelix, conquistando a América!
    Ai, ai, ai, ai, Jesus!…

  17. a dilson cg

    -

    29/01/2014 às 9:41

    O Paraguai satanizado pelo huguinho zezinho mujica e luizinho x9 acabou com a bagunça do bispo papai um filho em cada mulher e está indouito bem piada.

  18. Fábio

    -

    29/01/2014 às 9:37

    Gargalo chamado Governo
    O Brasil não quer vender a sua produção. Talvez por isso o atraso. Acabo de ver no telejornal que para um caminhoneiro descarregar sua carga em Santos terá, antes que agendar, pois o porto não consegue atender a todos. Investimentos? Só no portos de Cuba. Se alguns portos fossem privatizados nunca falariam uma besteira dessas. E sim: “Venha, que quanto mais melhor!!!”

  19. marta

    -

    29/01/2014 às 8:46

    .
    com a gastança no porto muriel, o governo corruPT indica aos investidores internacionais que o país da vez é o galinheiro dos castro, ou país dos castrados, como queiram.
    .
    Pergunto eu, como é que um ser de além, que representa um país, vai a um encontro com investidores dizer que podem confiar, podem investir, podem blablablá, para, em seguida, nem 48 horas depois, baixar em cuba para inaugurar o mais moderno porto da américa central pago com os impostos dos eleitroxas lorotaneses?
    .
    Esse é ou num é o país dapiada pronta?
    .

  20. Marcus Meyer

    -

    29/01/2014 às 7:32

    Enquanto no Brasil o governo passou anos sem nenhuma providência, achando que apenas o fator Copa do Mundo resolveria todos os problemas, num passe de mágica, a situação econômica foi se degringolando. Este é motivo das olheiras de nossa governanta. Ela fez um pacto com o diabo para virar presidente e descobriu que agora o diabo cobra o seu tributo, pedindo a sua cadeira para si próprio!

  21. Saulo Ramos

    -

    29/01/2014 às 6:37

    Vamos encarar os fatos de frente: O Brasil foi pro brejo. A indústria está reduzindo investimentos e assim sucessivamente. Os políticos só estão preocupados quem apoia quem, cargos, fofocas, difamações. Não vai vai acabar bem para o país. Ninguém fala em reforma tributária, atos que tornem o Brasil mais eficiente e atraia investimentos.

  22. mameluco

    -

    29/01/2014 às 2:17

    O Brasil vai virar Argentina. A Argentina irá virar a Venezuela. A Venezuela irá se tornar o Zimbawe. Simples assim.

  23. Matheus

    -

    29/01/2014 às 2:03

    Não quero ficar fazendo propaganda (se o Reinaldo julgar assim e cortar paciência), mas olhem os gráficos no final do ultimo post desse blog.
    http://guaxinimtimes.blogspot.com.br/
    Tem gráficos no final que mostram como está o Brasil em relação ao setor externo, investimento é só uma de muita barbeiragem que o governo está fazendo.
    Dados do próprio banco central. Essa informação é disponível, mas pouco utilizada por aqui.

  24. Matheus

    -

    29/01/2014 às 1:54

    O problema não é só a queda no investimento direto. É o déficit em transações correntes só piorar. O relatório deixou de falar que essa foi a primeira vez em DOZE ANOS que o valor do investimento estrangeiro direto foi inferior ao déficit em transações correntes.
    Ou seja, se não fossem os tais capitais taxados de “especulativos” (o que é uma idiotia sem tamanho) o Brasil estaria numa situação ainda pior.
    E pode piorar muito ainda.

  25. Carruagem de Fogo

    -

    29/01/2014 às 1:44

    Não nos preocupemos em demasia,pois o futuro do Brasil está garantido, nossa presidente,está dando um grande salto fazendo grandes “investimentos em Cuba”,a qual,Cuba, está revendo e dando hoje um novo rumo ao comunismo..,com um choque de livre mercado,com dinheiro que tanto “abominam”,fruto do capital,nosso suado dinheirinho!,de que tantos irmãos nossos precisam aqui mesmo no Brasil.Dinheiro que pertence legitimamente ao trabalhador brasileiro,que somos todos nós.

  26. Raissa Pedra

    -

    29/01/2014 às 1:23

    Que credibilidade, junto aos investidores estrangeiros, pode ter este governo petralha depois do escândalo do mensalão e prisão dos mensaleiros?
    O brasileiro pode ser idiota confiando nas propagandas oficiais de realizações regiamente pagas, mas os investidores sabem que nesta instabilidade política, econômica e de regime, pode perder todo seu capital

  27. catson aruak

    -

    29/01/2014 às 1:14

    Alguma coisa PRECISA ser feita para acabar com esta insanidade no Brasil.
    Se a anta realmente conseguir duplicar a dose de veneno no país, é melhor hibernar até passar o apocalipse.

  28. Nem

    -

    29/01/2014 às 0:55

    Sr. Reinaldo, como definir este tipo de situação? “Ontem, as emissoras de rádio e televisão foram surpreendidas com a convocação de uma cadeia nacional de Rádio e Televisão para o pronunciamento do Excelentíssimo Ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Nada diferente do que sempre aconteceu, não fosse o horário das 21h15 e a surpresa do mesmo dia, com o claro propósito de se apoiar na audiência de espera de “Amor à Vida”, da Globo. Por que não às 20h ou às 20h30, como sempre ocorreu?” – http://televisao.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/2014/01/29/cadeia-de-radio-e-tv-e-solicitada-e-cancelada-no-mesmo-do-dia.htm

  29. UNK

    -

    29/01/2014 às 0:44

    Reinaldo e amigos,

    o Mensalão vai ser pinto perto da putaria que o PT está fazendo com os investimentos em Cuba e o programa Maus Médicos:
    é claro , é óbvio que as empresas envolvidas e o governo cubano vai reservar uma grana preta para o partido!! Tá na cara.
    Imaginem só: para o programa Maus Médicos os petistas do governo falam que enviaram p.ex 1bilhão de reais para pagar Cuba. é claro que o governo cubano reserva 100 milhõezinhos para o PT. no caso do BNDES para o Porto cubano a mesma coisa o BNDES libera legalmente 400milhões para empresas e governo cubano e eles devolvem uns 75 milhõezinhos para o PT. Com esta grana para fazer propaganda mentirosa e comprar os jornalistas venais e políticos corruptos ninguém perde eleição.
    Entenderam porque o Tófolli PT aprovou a lei para os procuradores do TSE não investigarem crimes eleitorais?
    ………………..JÁ COMEÇOU.!!!

  30. Joana Lima

    -

    29/01/2014 às 0:41

    Quanta incompetência deste governo, eles estão afundando o país!

  31. Máscara

    -

    29/01/2014 às 0:21

    Investimentos estão minguando e como fica o discursinho do marqueteiro?http://www.diariodopoder.com.br/noticias/el-pais-minha-casa-minha-vida-e-um-fracasso/

  32. HH

    -

    29/01/2014 às 0:18

    Os investidores não estão no jardim da infância. Viram Cristina nacionalisar na Argentina, como Chavez destruiu empresas na Venezuela e olhando para Roussef sabem que ela segue o mesmo caminho. Investir num país onde o governo leva o dinheiro para Cuba e deixa a infraestrutura brasileira às moscas?

  33. jhunter

    -

    29/01/2014 às 0:16

    Desde 1 de janeiro de 2003, o governo criou condições p/ escalada desenfreada de gastos.Estes 10 anos que poderiam ter sido de continuidade das reformas que conduziriam o Brasil definitivamente para a rota do desenvolvimento sustentavel foram perdidos,Em vez disso as instituições vem sendo sucateadas e/ ou aparelhadas com o unico objetivo de perenisar o poder nas garras do PT.Poder judiciario e concresso agonisam aparelhados e a serviço do partido,O único iindice que cresce nestes últimos dez anos é o da criminalidade sob todos os seus aspectos.Ressalte-se ainda o monstro da burocracia, a teia fiscal, e a insegurança juridica.
    Neste cenário, qual o gestor serio de um fundo de investimento estrangeiro aplicaria aqui os recursos dos seus poupadores?
    A “coisa” tende a piorar, não vejo saida facil,eventual vitoria da oposição, entfrentara o lixo institucional acumulado ao longmo de 12 anos.Soma-se a isto que basta um estalar dedos do “rei da cizamea” e o país entrará numa escalada de eventos desestabilizadores como jamais se viu.
    Para as eleições que se avizinham, antevejo uma luta desigual, heroica, audaciosa e, provavelmente ingloria para os adversários dos petralhas.Neste ultimo aspecto, oxalá que eu esteja errado.

  34. CLAUDIUS

    -

    28/01/2014 às 23:58

    Que nada. São coisas dos pessimistas, como eu. Nosso negócio é investir em Cuba, a ilha prisão dos facínoras Castro&Castro. Para exportar para os USA. O que não faço a menor ideia. Só existe na cabeça de cérebro baldio de Dilma, o triunfo da vontade de Herr Lüla.

  35. Mendes

    -

    28/01/2014 às 23:56

    Basta analisar que tipo de parcerias e amizades nossos governantes mantiveram na ultima década – e seus discursos. E acharemos a resposta.

  36. Vitória

    -

    28/01/2014 às 23:53

  37. Zé Sumido

    -

    28/01/2014 às 23:46

    Graças ao saco de bondades do Brasil para com o nobre Paraguay, via Itaipu, não duvido que o Brasil será substituido no BRIC, passando para PRIC, como sugeriu Ezequiel-SP às 22:04.

  38. Jorge

    -

    28/01/2014 às 23:43

    O próprio BNDES, um banco brasileiro, alimentado com recursos públicos do Brasil, prefere investir na Africa, Cuba, Venezuela e Bolívia, por que cargas d’água investidores estrangeiros investiriam aqui ?? Ainda mais correndo o risco de ver a Banânia transformada em um Cubão comunista.

  39. Propheta

    -

    28/01/2014 às 23:41

    Nada como um dia depois do outro! Pelo andar da carruagem a vaca está indo para o brejo, levada por uma tropa de burros. Breve, breve o dinheiro que o PT “tirou” do Brasil, via empréstimos paternais, venda/doação de refinarias, perdão duvidoso de dívidas internacionais, etc., fará muita falta. Não tenho dúvidas de que o PT será conhecido como o partido que deu o maior calote (nacional e internacional)afundando o Brasil. O resultado dessa herança será a maldição de todos os bolsistas. Mas até lá muitos dos “cumpanheros” responsáveis estarão fazendo companhia ao Gushiken no Além. Quem viver verá.

  40. P.I.

    -

    28/01/2014 às 23:37

    Não é preciso ser um gênio para pensar como um investidor :
    Tenho $ 4 Bilhões ! Investirei em uma democracia sólida, com regras claras, pouca burocracia e total transparência ? – ou enfiarei tudo em algum país / projeto porra-lôka no qual levarei meses correndo por mil repartições, passando por fiscais, certidões, cartórios, repartições, tropeçando em corruptos ou relapsos ou poderosos, e depois da maratona me sujeitarei a ser processado em vários tribunais de minorias, pagando pesados impostos inclusive sobre trabalhadores, sendo mandado por sindicatos e acordando com regras, leis e mudanças conforme o humor dos chefes. Ocasionalmente serei insultado de capitalista explorador dos pobres e exposto aos blocks, invasores, crackudos, assaltantes menores ou maiores, que agradecerei por não me torturarem ou matarem.

    humm, não sei, que difícil escolha ….

  41. Pedro Malasarte

    -

    28/01/2014 às 23:28

    Nosso investimento é no José Genoveva. Sou doente porque sou do povo mas na hora de investir só em coisa séria.
    100 bilaus…digo bilhões para a copa. A cozinha mais 50 porque o que foi feito no pan virou sucata.
    Viva o Genoveva! Patriarca dos dedoduros. Pode perguntar pro moribundo se não é verdade!

  42. Jeremias-no-deserto

    -

    28/01/2014 às 23:27

    Quem é louco de investir em um país cujo governo promove atos terroristas dentro do seu próprio território, flerta com ditaduras como Cuba e Venezuela e outros países africanos e ainda tem um ex presidente que deita e rola e manda mais que a presidente eleito? Investidores estrangeiros são muito bem informados ao contrário do que pensa a turminha brava lá de Brasília.Eles sabem que a economia brasileira é centralizadora e corrupta e que as coisas por aqui não andam tão boas quanto propagam os nossos caixeiros viajantes de luxo.

  43. Bottanelles

    -

    28/01/2014 às 23:27

    Reinaldo, você se preocupa com cada coisa!?
    .
    O Brasil PERDEU A CABEÇA!
    .

  44. sabine sofie

    -

    28/01/2014 às 23:26

    Como eles mesmo dizem: É só o começo! E da=lhe João Santana no Marketing..

  45. Jackson

    -

    28/01/2014 às 23:24

    Estamos no pior dos mundos: queda de investimentos, perda de competitividade, insegurança jurídica, tudo desembocando na queda do PIB. E, para completar, contas públicas e contas externas desajustadas, com a consequente pressão inflacionária.
    E como eles não querem largar o osso do poder, alguma coisa deverão fazer para reverter as expectativas negativas, mas o quê? Um pacote econômico?

  46. Heloísa - a da direita

    -

    28/01/2014 às 23:11

    Estou contente!
    Com canalhas também se aprende: QUANTO PIOR, MELHOR!

  47. Cynthia

    -

    28/01/2014 às 23:04

    Ela, antes de entrar para PT, ela dirigia uma lojinha de artigos 1,99…
    Fechou, falência…
    Lembram?
    Devemos consultar bem o que um político faz para ser um Presidente da Nação. Ler biografias.
    Conduta, seriedade, FICHA-LIMPA, e ser capaz de governar, projetos eficazes para o progresso do povo. O melhor governo, é aquele em que há menos homens inúteis.

  48. Elias

    -

    28/01/2014 às 22:56

    Parece deboche, apenas. Dilma enviou Medida Provisória ao Congresso DOANDO uma usina termoelétrica à Bolívia. E, por entender que presente tem que ser bom, também propõe na MP uma doação “cash” no valor de R$ 60 milhões para custear o transporte e alguns reparos no equipamento. Ressalte-se que a Bolívia confiscou patrimônio da PETROBRÁS e outras coisinhas mais. Ainda bem que para bancar as multas dos mensaleiros as “doações” vieram de outra fonte (???) que não o Tesouro Nacional.

  49. Reinaldo

    -

    28/01/2014 às 22:53

    Como é triste a vida de um pseudojornalista partidário da oposição… pendure-se nesta sua repetitiva vidinha, é o máximo que você pode ter, visto que a imparcialidade é a essência do verdadeiro jornalista, coisa da qual você passa longe…

  50. Anónimo

    -

    28/01/2014 às 22:52

    Depois da bacalhoada em Lisboa e o retrato para a posteridade com Fidel, o BRICS vai virar RICS, pois o PT e a Dilma engataram uma quinta na Economia em pleno desfiladeiro e pisaram fundo no acelerador, haja estupidez e incompetência.

  51. Gione Oigen

    -

    28/01/2014 às 22:46

    Não tem mais como esconder o estrago do PT na economia. Talvez a queda vertiginosa e consistente da Bolsa de Valores seja mais uma evidência dos erros na política econômica. Questão de confiança.
    Nós já estamos sofrendo nos supermercados e nos postos de combustíveis.
    Logo os empregos serão atingidos com mais força.
    Ladeira a baixo, sem freio.

  52. sax dias

    -

    28/01/2014 às 22:40

    O país das maravilhas do bufão sem vergonha volta à sua vocação primeira: a de se esbaldar na lama do subdesenvolvimento.

  53. db

    -

    28/01/2014 às 22:37

    O Chef português bem podia abrir uma filial aqui. Acho que ela foi buscar investimentos, e tá usando a tática do cachorro pipoca.

  54. É o Brasil Ladeira Abaixo

    -

    28/01/2014 às 22:35

    Industriais gaúchos reduzem intenção de investir em 2014

    http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=152585

  55. db

    -

    28/01/2014 às 22:33

    Eu acho que é tudo culpa dos racistas .

  56. Quaker

    -

    28/01/2014 às 22:29

    Estamos perdendo investimentos e estamos, a perder até as vestimentas a começar pelas calças…
    Estamos na contramão do mundo moderno. A cambada só que fazer filantropia no mundo retrógado dos fascistas. Estão querendo pegar o touro a unha sem que nem os próprios dedos conseguem preservar. Talvez para dificultar a identificação. Não adianta, não estamos mais na era sindicalista. Eles já estão contaminados basta um pelo de suas barbas que serão identificados. A cultura dos ideólogos fascistas não suportam a democracia. O caráter eles desconhecem e na democracia a igualdade é para todos não se admites faz de conta nem dossiês. A cleptomania de que eles têm verdadeiro afeto não vigora em nenhum canto mais. O comunismo faliu e com ele a pouca vergonha ficou sem espaço que ou não irão sucumbir de uma vez por todas. Basta Lula, Basta Marco Aurélio Garcia, Basta Gilberto Carvalho. Basta cambada de míseros descalços de hombridade e caráter.

  57. Sergio R.

    -

    28/01/2014 às 22:23

    Li e concordo: Por que investir no Brasil, se nem o governo brasileiro acredita, pois foi investir em projetos em Cuba? Eu não investiria em um governo que discurso e prática são opostos.

  58. Ezequiel-SP

    -

    28/01/2014 às 22:04

    PRICS – essa será a nova legenda logo logo. P de Paraguai

  59. J.R.

    -

    28/01/2014 às 21:56

    *
    “Mas, ao que parece, nós vamos precisar ainda de muita vitrine de banco quebrada e de muita pedra atirada contra a polícia para que certas insatisfações sejam realmente ouvidas.”
    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/vladimirsafatle/2014/01/1403673-o-retorno.shtml
    *

  60. Castelo

    -

    28/01/2014 às 21:50

    quem é o louco de investir dinheiro num país governado por incompetentes e corruptos?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados