Blogs e Colunistas

27/02/2012

às 6:43

Auxílio-doença a drogados já preocupa a Previdência

Por Andreza Matais e Simone Iglesias, na Folha:
Problemas decorrentes do uso de drogas já bateram às portas do INSS e começam a preocupar o governo. No ano passado, a Previdência concedeu 124.947 auxílios-doença a dependentes químicos. O afastamento pelo uso de drogas proibidas, como crack, cocaína, anfetaminas e maconha chega a ser oito vezes maior do que pelo consumo de álcool e cigarro. Os dados foram levantados pelo Ministério da Previdência a pedido da Folha. A conta para o governo com essa despesa foi de, no mínimo, R$ 107,5 milhões em 2011. A Previdência tem dificuldades para calcular o valor exato devido à complexidade desses pagamentos.

O auxílio-doença varia de um salário mínimo a R$ 3.916. O valor médio pago aos dependentes é de R$ 861. O número é crescente. De 2009 para cá, a Previdência concedeu mais de 350 mil auxílios a pessoas que precisaram se afastar do trabalho por uso de drogas. “Essa conta já está chegando para a Previdência e está hoje entre os grandes desafios que temos pela frente porque tende a aumentar. São pessoas em idade produtiva consumidas pelas drogas. Ao invés de estarem contribuindo para a Previdência, as estamos perdendo”, disse o ministro Garibaldi Alves.
(…)

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

89 Comentários

  1. Amália C Tavares

    -

    27/11/2013 às 9:12

    Precisamos trabalhar o preventivo e não o curativo e incluir nas escolas os Assistentes Sociais e Psicologos…Esta passando de hora a cituação esta gritante pedindo SOCORRO…….

  2. Tatiana Viera Rosa

    -

    07/10/2013 às 16:16

    Gostaria de saber como solicitar o auxilio para minha irmã, funcionária pública de Itapema-SC, e outra dúvida é com relação ao valor do benefício, ele varia de acordo com o salário dela ou tem uma tabela? Tem como conseguir uma clínica para o tratamento sem ônus? Obrigada….

  3. Fernando Machado Coelho

    -

    20/09/2013 às 18:48

    Tem mais, se o adicto não consegue se tratar e termina por usar o beneficio para usar droga, o que é uma característica da própria doença é possível interditá-lo na justiça , nomeando um tutor para usar os recursos para o bem do curatelado, já que esse coitado é um suicida e corre o risco de morrer se não tiver cuidados da mesma forma que um defiente, louco, paciente terminal de cancer e aids, paralíticos e inválidos em geral. Queria ver se fosse um filho teu.
    pense!Faça com os outros exatamente o que gostaria que fizessem com vocês nessa situação.

  4. Fernando Machado Coelho

    -

    20/09/2013 às 18:39

    Qual de vocês iria querer trocar de vida com um drogado desses que recebe auxílio do inss. preconceito por todo lado, o inferno na família, muitos deles já arrastam sérios problemas psicológicos, transtornos de ansiedade, depressão etc e etc. Se você acha que ser drogado é farra e receber benefício é golpe, folga, porquê não passam então a usar drogas e viverem na farra pelo inss, julgadores? creio que não querem não é mesmo. Ou melhor, se seu filho não consegue emprego fixo, empurra ele pra droga pra ele se afastar pelo governo, anh?
    Idiotas, imcompassivos, invejosos, ignorantes, hipócritas. Converse com uma família de um adicto primeiro para conhecer de perto o assunto.
    Só pra informação, os afastamentos no inss são uma tentativa de o adicto se tratar e voltar à sua vida produtiva. Se essa sociedade suja, consumista que adoece nossos jovens, o governo que não luta contra o crime,permite o uso da droga.Então é essa mesma sociedade e governo que deve pagar a conta. O sistema aceita o inivíduo que usa droga enquanto ele dá lucro e há muitos por aí. Quando uma parcela deles adoece gravemente deve ser marginalizado, jogado no lixo? Eduquem suas crianças, deixem de molhar a chupeta do bebe na taça de vinho, com educação de verdade se transforma um país

  5. simone s nunes rocha

    -

    28/08/2013 às 14:34

    meu marido contribui com a previdencia eu acho mais que justo no momento que ira se tratar contra drogas receber o auxilio doença porque é uma doença que tem acabado com varias familias eu tenho 3 filhos para sustentar eu acho que as pessoas não deveriam julgar dessa maneira agradeça a deus por não tem nenhum dependenti quimico na familia não é facil.

  6. Ilo Felipe

    -

    12/07/2013 às 23:59

    Agora caiu minha ficha porque a presidente Dilma não dá o aumento real para os aposentados que ganha acima do sal. Mínimo, é para sustentar o vicio dos dependentes químicos; não precisa dar dinheiro só internar nas clinicas e dar remédio para recuperar; porque nos aposentados que construímos esse país chamado Brasil; estamos a caminho de um mísero salário mínimo isso é vergonhoso para os nossos idosos acorda povão!!!!!

  7. Jaci

    -

    27/06/2013 às 13:22

    acho um abuso com os trabalhadores honestos que precisam do beneficio e não consegue.
    Acredito que esse será mais uma fachada, pra desvio de $ publico!! em que mundo nós estamos!!!!!!

  8. guilherme

    -

    23/06/2013 às 19:12

    acredito que a dependência química é e deve ser vista como uma síndrome, uma doença. assim sendo, deve ser tratada como tal… Não me recordo de ter visto o governo auxiliar financeiramente pessoas que precisam de medicamentos específicos. Já vi o governo providenciar os medicamentos, e esta é a diferença! Concordo que existam casos reais como já vi comentado, más também acredito na falta de caráter de inúmeros “preguiçosos” que optam por dizer que consomem apenas para não precisar trabalhar.
    A técnica do governo de “dar” dinheiro aos desfavorecidos é muito útil a um politico interessado em votos para a próxima candidatura… MÁS NÃO RESOLVE O PROBLEMA !!!! por favor acordem!!! o governo deve ensinar a pescar e não dar o pescado

  9. ruthbarbosa

    -

    22/06/2013 às 19:14

    sou uma mae desesperada,tenho um filho usuario de crak,eu e meu esposo somos idosos esse filho que nos ajudava mas infelizmente caiu nessa hoje nao trabalha se trabalha gasta tudo em pedra estou pedindo socorro e uma ajuda por favor…..

  10. Katia

    -

    30/05/2013 às 21:18

    Acredito que essas pessoas estão doentes e precisam se livrar do vicio..
    A droga e consequência de algum outro problema desencadeado na pessoa e precisa ser cuidado como outro qualquer.. Ao invés de julgar, devemos falar e mostrar para as pessoas o mal que a droga causa e aos poucos leva a vida da pessoa e as outras que estão ao redor..
    Sou a favor desse auxilio e acredito sim que isso seja uma doença..

  11. suellen

    -

    30/05/2013 às 12:58

    por que se for para os pais do viciado e eles nao ajudarem a mulher que e separada do viciados e que tem filhos com ele

  12. suellen

    -

    30/05/2013 às 12:54

    esse auxilio e para ajudar a pagar a internaçao ou e pra familia ou ajudar os filhos com a pensao

  13. Jaqueline

    -

    29/05/2013 às 8:56

    Que país é este??? Acho um absurdo este “auxilio”…mais roubo!!!

  14. adailton cerqueira

    -

    12/05/2013 às 0:02

    A cada dia que passa estamos ficando menos patriota com tanta bola trocada.Tanto pai de familia que deram a vida ao trabalho dedicado a familia homens e mulheres de bem nao tem beneficio algum, outros são tirados os beneficios que existe aqui na minha cidade por exemplo tem um idoso com uma situação precaria foi tirado do inss. Ai financiar drogas ” Que país é este?”

  15. Jeremias

    -

    11/05/2013 às 22:33

    Sou a favor deste auxílio. Porém, ele deve ser pago à família do dependente. Senão, vira auxílio tráfico!!!

  16. Cristiano Dias de Souza

    -

    19/04/2013 às 15:09

    É ironico eles falaram do crack, macannha cocaina e etc meu quem não ve o alcool encosta mais pessoas do que estes o alcool é responsavel por 80% de internação em centros psiquiatricos.

  17. isaura smocovitz

    -

    25/03/2013 às 22:10

    agora esta dificil pro governo o custo do dependente quimico,aquanto tempo ja esta acontecendo . hoje tenho47 anos,de governo pra governo se preocupando com as contas bancarias ,e com nossos votos e o Pais indo pro buraco.E a doença esta em toda classe social passo por isto hoje com o unico filho com 27 anos,que poderia estar me ajudando. nao eu a ele lamentopo ta passan do por isso.

  18. alberto silva

    -

    11/02/2013 às 19:46

    tenho uma filha com 26 anos ta em tratamento com problemas por uso de crak e outras tantas droga agora não tem condisoes nem de cuidar os 3 filhos menores de onde vem o auxilio agora do governo do prefeito ou é só eu mesmoto com as criança e espero ajuda

  19. roselita nery trovarelli

    -

    03/02/2013 às 17:30

    Uma vez que é reconhecido como doença e com tratamento por tempo indefinido. tem sim que ter auxílio como outra qualquer.

  20. Cristina

    -

    01/02/2013 às 11:45

    Por favor preciso de uma informação. Todos os dependentes tem direito a este auxílio-doença? Se tiver como faço para requerer este direito, ou somente quando a pessoa está trabalhando registrado e tem que se ausentar do trabalho é que tem este direito?
    Desde já agradeço a atenção.

  21. Tiago

    -

    31/01/2013 às 11:33

    Irmão imagina quanto a corrupção tira dos cofres do nosso bolso?Corrupção custa US$ 3,5 bi ao “Brasil” isso mesmo do nosso bolso já que pagamos imposto para sustentar a corrupção publica estatal
    QUE DIA DEIXAREMOS DE NOS VENDERMOS E ACHAR QUE ESSA CONTA É NEGATIVA JÁ QUE O ESTADO FOI CRIADO PARA O BEM DE TODOS

  22. aparecida

    -

    22/01/2013 às 14:52

    isso e brasil governo sem vergonha que lançou essa lei auxilio doença pra drogado bando de safados.quem tralhou a vida inteira nao consegue fica mendigando esse maldito auxlio e naum consegue.lei porca governo 0

  23. Adriana

    -

    20/11/2012 às 14:23

    O roubo de bilhões de reais no inss pela dona Gorgina todo mundo esqueceu né? Então não venham falar que auxilio doença pra dependente quimico não é justo, porque quem fala isso é porque não sabe o que é ter um ente querido seu nestas condições.

  24. Luzineide

    -

    01/10/2012 às 11:36

    como requerer o beneficio pelo o inss para um usuario de drogas que foi desligado da empresa por ser tomado por essa doença ? aguardo a resposta. Salvador- ba

  25. joseildo

    -

    04/09/2012 às 16:30

    uma casa de recuperação que pressiça pode levar pra la

  26. joseildo

    -

    04/09/2012 às 16:22

    muito bom

  27. joseildo

    -

    04/09/2012 às 16:20

    porque vc não sabe o que e isso fui ussuario de crack 1 ano da minha vida agora tenho o senhor jessus ele mim libertor nua igreja que não me copro nada e não tem ajuda do gorverno e o nome dela e alcance vitoria quem quiser ver como e poder vir conheser rua alameda santo amaro 688 que todos fique com deus

  28. marcia

    -

    16/07/2012 às 18:30

    E a questão é a seguinte,conheço pessoas que recebem pelo seguinte fator da dependência quimica…que usam esse dinheiro p comprar drogas,faz 7 anos que consegue laudos com psiquiatras..eu acho o cúmulo ao invés de ajudar o dependênte,só ajuda a manter o vicio.pq o usuario usa isso como sua manutênção..

  29. adãoelizeumachadodeaguiar

    -

    24/03/2012 às 19:45

    tenho um filho depedente quimico ele esta internado em um disafio jovem e eu tenho que pagar $250.00 reais por mes e eu tenho 65 anos e estou aposentado com 1017.00 de aposentadoria eu não tou podendo pagar eu pedidiria au inss que me ajudasse apagar durante 12 meses que e o tenpo de iternação no disafio jovemele esta com apericia marcada para o dia 24/05/2012 as 09:00 em cachoerinha rs eu pediria que me ajudasse por favor se puder fico muinto grato obrigado.

  30. Katrinnae

    -

    01/03/2012 às 12:36

    Sinto muito, Geneuronios, mas invés d epagar uma bolsa-auxílio por cada dependente químico, que façam centros de recuperação públicos para tratamentos que falta nesse país – existem muitos particulares. Acho o cúmulo pagar uma bolsa deste e qualquer valor a um dependente químico enquanto que um trabalhador LIMPO ganhe bem menos que isso. Então TODOS tem que arcar com o problema de uns? Eu sou obrigada a pagar o tratamento de uem dependente que nunca vi, mas que já me roubou, que matou para comprar sua droga? Sinto muito, mas isso é desculpa. O que elevou essa pessoa à esse mundo de drogas eu não sei, mas por mais problemas e minha depressão, jamais usei drogas como refúgio e discordo de pagamento de volsa-auxílio. Há bem mais que poderia ser feito neste país. Muiotos usarão esse dinheiro para manter o vício, isso é fato!

  31. Geneuronios

    -

    28/02/2012 às 13:09

    As pessoas realmente NÃO tem conheciemnto do que é ser um dependente químico ou ter um filho dependente químico. Sugiro um pouco de estudo (aliás é o que falta para grande parte do povo brasileiro) na área de Neurociências, especialmente sobre o Mecanismo de Recompensa do Cérebro.
    Ou então CONVIVAM por UM MÊS com um dependente químico e verão o que é ter PROBLEMAS DE SAÚDE!

  32. Marcia

    -

    28/02/2012 às 10:46

    Por que o Estado tem que arcar com as consequêcias daquilo que a pessoa causou a si mesma?

  33. Salim hadad Kfoury

    -

    27/02/2012 às 23:12

    Já comentei este caso em um outro post.
    Meu vizinho era trabalhador, porém, alcoólatra; batia na
    esposa e aterrorizava os 5 (cinco) filhos ainda pequenos,
    quebrava tudo dentro de casa.A esposa foi embora deixando
    prá trás os filhos.O cara teve cirrose, está “encostado”
    ou aposentado por invalidez, não posso afirmar ao certo.
    O sujeito não deve ter ainda nem 48 anos de idade, vive
    leve e solto e goza de prestígio junto à “comunidadej”.
    P.S.:E agora tem um big de um carrão.
    .
    Essa Previdência um dia quebra…

  34. Kaos

    -

    27/02/2012 às 21:54

    O link do Túlio Carvalho é ESTARRECEDOR !

  35. Kaos

    -

    27/02/2012 às 21:48

    Tio Rei, pessoas como a “regina santana – 27/02/2012 às 18:07″ estão DESINFORMADAS e querem apenas criar tumulto. Acho que o assunto merece ser BEM esmiuçado para mostrar claramente o que está acontecendo !!! As famílias brasileiras contam com a tua lucidez !

  36. Cil

    -

    27/02/2012 às 21:38

    Eheheheheeheh… Eu até acho que tem que ter as clínicas para desintoxicação. E SÓ! Não tem nada que ficar concedendo auxílio disso e daquilo. Pelo amor de Deus! Estão premiando toda sorte de crimes. É bolsa-estupro. Bolsa-droga. Pudiam criar logo o Bolsa Oléo de Peroba.
    -
    Gostei do JEG do outro post. Já que tem o PIG não é mesmo???

  37. Túllio Carvalho

    -

    27/02/2012 às 20:33

    Tio Rei,
    Uma reportagem bombástica da TV IG, acerca da tragédia social provocada pelo crack nos canteiros de obra do PAC em Rondônia. Uma reportagem que merece citação no seu blog. Em nome de um crescimento desordenado e sem planejamento, a população sofrida da região “paga o PAC”.
    Um abraço,
    Túllio Carvalho.
    Link da reportagem:
    http://economia.ig.com.br/na-esteira-do-pac-o-crack-toma-conta-de-vilarejo-as-margens-do-r/n1597651377933.html

  38. francisco

    -

    27/02/2012 às 18:50

    É a leniência do poder público em relação ao combate à facilidade com que as drogas circulam neste país.O resultado é este, despesas e mais despesas para o estado. Não se pode acabar com um cupim sem que primeiro ataque o seu quartel general. Só se ouvi e ver na imprensa as notícias de corte de orçamento dos órgãos de segurança competentes para este mister. Agora, dinheiro para o porto de Cuba, para a construção da hidrelétrica em parceria com a Venezuela do tirano HC, para o MST, para isso sim, não falta grana. Acordem, políticos, por favor!

  39. regina santana

    -

    27/02/2012 às 18:07

    Rei que abirsurdoe esse quer disser que umdrogado que nunca cotribuiu recebe quase 4000 reais e ainda cada dependente dele recebe 860 e os coidados como meu irmao que trabalhou 35 anos recebe miseros 615 acho quee esseo vlor do salario minimo estou chocada so neste paiz e que acontece essa vegonha onde drogados e banditos tem mais valor que o cidadao honesto e trabalhador

  40. Geneuronios

    -

    27/02/2012 às 18:03

    Reinaldo, as drogas estão DESTRUINDO famílias e trabalhadores de todas as classes sociais! Continue a trazer o assunto para discussão, esclarecendo pessoas como o Sr. Angelo que fala que em 2009 criou-se o auxílio-zumbi. De onde ele tirou esta data???

  41. Angelo

    -

    27/02/2012 às 17:12

    Senhores,está criado desde 2009 o auxílio-zumbi.
    Infelizmente chegou-se a este fato lamentável,por absoluta
    inércia dos legisladores,pela deterioração de material e
    forças humanas para patrulhamento de fronteiras,e pela
    incompetência de 9/10anos de poder petista,é uma vergonha!

  42. Geneuronios

    -

    27/02/2012 às 17:11

    Reinaldo, acho bom esclareceres aos leitores o que está acontecendo realmente. Está havendo muita confusão, especialmente nos valores.

  43. Geneuronios

    -

    27/02/2012 às 17:08

    1 – O benefício é o auxílio-doença, não é um benefício diferenciado.
    2 – Meu filho de 28 anos está internado há alguns meses em uma comunidade terapêutica e portanto incapacitado para o trabalho. Recebe um salário mínimo de auxílio-doença. A mensalidade na comunidade terapêutica é de R$ 915,00. Mais a medicação, visitas, etc, passa dos R$ 1.500,00 o custo mensal.
    3 – Por coincidência HOJE recebi pelo correio o INDEFERIMENTO do INSS para a renovação do benefício que ele vinha recebendo há alguns meses (SEMPRE internado). Terei que recorre pois ele precisa do auxílio-doença para se tratar e ajudar a custear as despesas.
    4 – Se existem dependentes químicos que ESTÃO recebendo o benefício e NÃO estão INTERNADOS, aí sim pode-se SUPOR que o dinheiro está sendo usado para outras finalidades que NÃO sejam o tratamento da dependência química.
    5 – Antes de meu filho se envolver com drogas (há 10 anos) eu achava que os drogados eram APENAS VAGABUNDOS, mas hoje vejo que não é bem assim. Ser um dependente químico INCAPACITADO para gerenciar a sua própria vida, é sem dúvida a PIOR doença que acomete um ser humano. A necessidade da droga (a famosa fissura) deve ser TERRÍVEL.
    6 – NUNCA experimentem nenhum tipo de droga !!! Como pai eu sei a desgraça que está sendo a vida de meu filho. Não sei como isto vai acabar.

  44. Marcos

    -

    27/02/2012 às 16:48

    Na boa. Se fosse um seguro privado, essas pessoas deixariam de receber, porque sua condição foi provocada por elas mesmas. Da mesma maneira que se eu cometer suicídio minha família não receberá meu seguro de vida.

  45. Mário Sérgio

    -

    27/02/2012 às 16:42

    Caro Milton Facchinetti Leone – 27/02/2012 às 12:46
    O valor do auxílio é repassado diretamente para a clínica de tratamento… não é entregue ao adicto para financiar o consumo.
    Pergunta: Se o INSS é obrigado a pagar cirurgia para homosexual mudar de sexo ou para a mulher matar o filho no ventre; porque não deveria pagar para a recuperação de um doente, dependente químico?

  46. Mário Sérgio

    -

    27/02/2012 às 16:35

    Matar criancinhas no útero da mãe irresponsável é questão de saúde pública; tratar e curar pessoas potencialmente produtivas que sofrem adicção por uso de drogas é questão financeira?
    A dependência química é uma doença neuro-psico-social e tem tratamento. A gravidez irresponsável é questão de mal comportamento e escolha. O governo precisa rever seus conceitos e focar no que é de interesse público.

  47. Antonio Augusto Carvalho

    -

    27/02/2012 às 16:15

    Como é que pode varias até R$ 3.916 se há um limite inferior a esse e no caso de doença ele é de apenas 70% do limite? Drogado tem direito maior do que os não drogados?

  48. toninho malvadeza

    -

    27/02/2012 às 15:30

    O PT e os maconheiros de plantão fazem de tudo para a descriminar as drogas,e agora tem que pagar por isso.E os funcionalismo público leva borracha nas costas.

  49. medodissotudo

    -

    27/02/2012 às 15:28

    A pior e mais pesada droga para a previdencia social são os funcionarios publicos que se aposentam com vencimentos integrais.

  50. Ana

    -

    27/02/2012 às 14:50

    Reinaldo, o problema é grave e espanta só agora chamar atenção do INSS. Sou psicóloga, trabalhei em CT e também em hospital psiquiátrico. É absurdo o número enorme de alcoolistas e adictos que usam o discurso do “quero encostar” para receber seus benefícios e assim manter seus vicios as nossas custas.E é muito simples conseguir isso. Sempre que se aproxima o dia da pericia eles provocam recaídas para continuar recebendo pagamento. Mesmo com orientação ouvia coisas como:”vou beber até estourar meu fígado e poder encostar”. Muitos, no meu entender, ainda são produtivos e podem trabalhar mas como suas adicções são consideradas doenças se aproveitam desse expediente para continuar recebendo. Esta na hora do governo rever isso pois todos que trabalham seriamente com dependência química concordam que é uma doença mas de caráter opcional. Você pode ou não beber, cheirar, fumar, etc, a opção é sua. Não fosse assim, a filosofia dos 12 passos não teria sentido e não funcionaria.

  51. aldo soares

    -

    27/02/2012 às 14:27

    Seria bom que esses pseudos-intelectuais ,de holofotes, e políticos, que defendem a descriminalização( graças ao corretor orto…saiu) encontrasse uma fórmula mágica pra bancar tantos zumbis drogados. Se, na teoria são a favor ao uso; encontre meios de não quebrar a previdência que, e´ mentida por cidadãos que ralam a vida toda e se aposentam com merreca. Há situações; em que o conservadorismo não pode abrir a guarda senão ….Haja descolados!!

  52. paulo

    -

    27/02/2012 às 12:49

    Esse resultado eh importante no controle de danos.
    as drogas cannabs, coocaina, mdma, anfetaminas e opiaceos sao muito piores para a saude do que alcoool ou cigarro.
    intternacao compulsoria nos viciados. se tem doenca para receber pensao, tem diagnostico para serem internados.

  53. Milton Facchinetti Leone

    -

    27/02/2012 às 12:46

    SERIA MAIS RACIONAL DISTRIBUIR AS DROGAS APREENDIDAS PELA POLÍCIA AOS USUÁRIOS,AFINAL O DESTINO QUE SERÁ DADO AO AUXILIO-DROGADO SERÁ A COMPRA DE DROGAS.

  54. André

    -

    27/02/2012 às 12:42

    Dá pra comprar bastante droga com esse auxílio doença.

  55. Claudio

    -

    27/02/2012 às 12:38

    Está faltando divulgação dessa bolsa entre os drogados. Se fizerem uma divulgação minimamente competente, bate facinho 3 bilhões por ano.

  56. Silvia Lakatos Varuzza

    -

    27/02/2012 às 12:22

    Melhor foi o que eu vi hoje, naquela TV Minuto, do Metrô: a campanha do Governo Federal no combate às drogas consiste num anúncio em linguagem “jovial”, com a mensagem “não deixe o crack mandar na sua vida”. Dá até pra imaginar o viciadão adentrando o vagão do metrô, vendo aquela propagandinha e tendo imadiatamente uma epifania. “Sim, claro, agora entendi tudo, o crack domina a minha vida, vou largar as drogas, procurar ajuda e tomar jeito na vida!”. Patético.

  57. gomes moreno

    -

    27/02/2012 às 12:07

    Realmente, como dizem os marxistas “É a ECONOMIA, idiota” que manda no mundo, que impulsiona a luta de classes, que impulsiona as mudanças. Agora, o governinho petralha está cpmeçando a provar do próprio veneno. Quem manda soltar os cachorros. Agora se aquentem, paguem o preço! E vai ficar mais salgado. Se vai!

  58. tião

    -

    27/02/2012 às 12:01

    Um nóia que recebe R$3.000,00 por mes vai parar de fumar porque,se o fundo do poço é dos outros?

  59. Setembrino Aparecido de Jesus da Silva

    -

    27/02/2012 às 11:53

    Bom, fazer pagamentos a quem não soube cuidar da própria vida aí também já é demais! Aqui quem fala é um defensor da legalização da venda e consumo das drogas, que cada um faça da sua vida o que quiser! Mas daí a depois que se tornou um inútil receber dinheiro dos demais contribuintes é uma longa distância, que cada um faça o que quiser, mas depois arque com as consequências!

  60. brasileiro

    -

    27/02/2012 às 11:46

    …….engraçado ,perseguem os bicheiros mas os TRAFICANTES eles não conseguem nem saber quem são.
    Será que os TRAFICANTES financiam um maior numero de políticos do que os bicheiros?
    A conta sempre vai para nos otários que pagamos impostos neste país e sustentamos até viciados em drogas.

  61. Therese

    -

    27/02/2012 às 11:28

    Pois onde está a luta do govêrno contra as drogas ?
    Por que não a combatem de verdade ?
    Outra coisa: o brasielrio trabalha a vida toda, paga o INSS direitinho, muitas vezes pelo máximo e na hora da aposentadoria não consegue um valor decente. Já se v. for drogadao… pode até ter quase 4 mil por mês. Como sempre uma grande inversão de valores. Por que damos salário-drogado, salário-presidiário e outros absurdos destes ?
    Já que se aposenta….

  62. Milton Facchinetti Leone

    -

    27/02/2012 às 11:27

    MAIS UM ESTÍMULO AOS VAGABUNDOS DO MEU BRASIL! ESTUDO? TRABALHO? QUE NADA! VAMOS NOS DROGAR QUE O ESTADÃO BRASILEIRO SUSTENTA A FARRA ATÉ O FIM!

  63. Dalton C. Rocha

    -

    27/02/2012 às 11:20

    Quem tem estes políticos no poder, não precisa de inimigos.

  64. Marcio Barreto dos Santos

    -

    27/02/2012 às 11:16

    Que governo bonzinho, agora paga com dinheiro publico o consumo dos viciados, o crime organizado agradece. Não ha como fiscalizar a utilização do dinheiro, e garantir a abstinência do viciado, o ralo esta aberto. Já não basta o tal de auxilio reclusão ser maior que as aposentadorias? Ser honesto neste Pais esta cada vez mais dificil.

  65. Natal Santana

    -

    27/02/2012 às 11:11

    O cara se droga, enche a cara e nós pagamos a conta? Cada dia é mais difícil ser honesto e trabalhador no Brasil, porque só vagabundo e criminoso tem proteção do estado. A gente falta um dia de trabalho e é descontado, drogado falta, perde emprego… e recebe grana do governo! Qual a lógica disso?!

  66. Maria Helena

    -

    27/02/2012 às 10:37

    Este país vai quebrar, podem apostar. O lula entrou lá pra isso. E vai ser bem mais cedo do que se previa.

  67. Brasileiro de LUTO

    -

    27/02/2012 às 10:36

    DROGAS E SEXO – DROGADOS A ABORTOS…. vi a chamada do Fantástico; 3 milhões de crianças matricualdas em escolas sem ter o nome do PAI na Certidão…….
    -
    Devemos pensar que o Brasil Moderno,de 3 a 4 décadas aderiu ao obá, obá… onde tudo é válido…. RESPONABILIDADE,MORAL, HONESTIDADE, MÉRITO, NADA DISSO TEM VALOR…. ainda tem gente querendo liberar o ABORTO….AS CAMPANMHAS SOM BIZINHAS, as da camisinhas, e tantas outras… UM POUCO DE VERGONHAN NA CARA NÃO FARÁ MAL A NINGUÉM – não é moralismo, mas realidade.
    -
    POR QE DOBRAMOS A POPULAÇÃO DE 500 ANOS EM 30?
    -
    POR QUE 3 milhões não tem o nome do pai na certidão? Obs: esses números são de crianças amtriculadas. Não se levou em conta os adultos e as que estão fora da escola…. E AINDA QUEREM MAIS SACANAGEM… esse termo antigo, velho, está sempre atual…..
    -
    LIBERAR O ABOTO, AS DROGAS (já liberadas, ainda que digam que não – discrininalização… ) é o que os especialsitas querem, AS COSNEQUENCIAS, não é problema deles…..
    -
    -

  68. Indignado Rj

    -

    27/02/2012 às 10:18

    Auxílio drogado, auxílio reclusão… no paraíso dos bandidos e corruptos apelidado de Brasil, mais vale ser VICIADO E BANDIDO do que ser um trabalhador “careta”. É nojento!

  69. eusabia

    -

    27/02/2012 às 10:15

    Também já estão batendo as portas da previdência os consumidores da droga lícita chamada álcool. Nunca se fez tanta propaganda de bebida no país e o governo aplaude porque arrecada imposto. E dois detalhes importantes, as pessoas estão bebendo quando são mais jovens e as mulheres bebendo demais. Sem falar no sexo, que também se exacerbou com o incentivo da midia e virou vício.

  70. fontana

    -

    27/02/2012 às 10:12

    Então…Liberem o uso de drogas ilícitas.AO TRABALHADOR HONESTO RESPEITADOR DA LEI…FD. Assim entendem os “progressistas”.

  71. Lexluthor

    -

    27/02/2012 às 9:55

    Já falei sobre isso. Consumo de droga não pode ser financiado e nem seu tratamento ser financiado pela coletividade. Pois não se trata de um fator de infortúnio, como é o caso de uma gripe, um câncer ou uma pneumonia. Ninguém voluntariamente adquire essas enfermidades. No caso das dependências com drogas não. Quer liberar droag? então que eles paguem o tratamento com o seu próprio bolso. Quero ver se vão aceitar isso.

  72. Rodesilud

    -

    27/02/2012 às 9:35

    Será que a Previdência guenta?
    Acho que guenta não.

  73. waldemar de abreu pereira

    -

    27/02/2012 às 9:21

    Tudo bem! mas bolsas para resolver o quê? Prêmio? sim mas para os decentes, honestos, trabalhadores, incapacitados, e APOSENTADOS(que são os punidos). NÃO QUEREMOS BOLSAS CUNPAHERA,TERRORISTA, PRESIDIÁRIA, etc.QUEREMOS EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA E D E M O C R A C I A. NÃO AS DROGAS DA CORRUPÇÃO.

  74. waldemar de abreu pereira

    -

    27/02/2012 às 9:12

    Este éó país do futebol(pátria de chuteiras) do carnaval( o maior espetáculo da terra)das bolsas( a maoir compra de votos de todos os tempos)da corrupção(mensalão, ou caixa 2 conforme o “chefe”)da impunidade (38 ministros)do povo anestesiado.Até quando srs.militares? até que tudo esteja totalmente dominado e desarmados?

  75. waldemar de abreu pereira

    -

    27/02/2012 às 9:04

    É o país da piada!tenho70, aposentado com 2 1/5 hoje recebo 620,00!Vou me drogar!Este governo de droga, incompetente, que dá bolsas, para encobrir sua omissão.Brasil livrai-nos “deles”

  76. SidneyCWB

    -

    27/02/2012 às 8:57

    E ainda querem liberação da maconha e, depois, de outras drogas. Reclamam do quê?

  77. edison balzer

    -

    27/02/2012 às 8:56

    Não quero retirar o direito de ningém.
    Mas, acaba sendo uma afronta aos pobres e honestos trabalhadores que, precisam suar para pagar estes beneficios.
    Então que se pague, porém, pague-se uma clinica de reabilitação.
    Por que com o dinheiro deste beneficio o cidadão poderá estar adquirindo ainda mais drogas, e prolongando e abusando de seu direito.
    Estamos indo para o buraco: enquanto se paga aos drogados, pobres coitados trabalhadores na fila do auxilio doença sem serem atendidos: atendimento para mudanças de sexo, enquanto pobres coitados trabalhadores na fila para serem atendidos. MUDAMOS A ESSENCIA e a prioridade das coisas. DIREITO É DIREITO mas, prioridade deve ser obedecida.

  78. Geneuronios

    -

    27/02/2012 às 8:49

    Faltou dizer :
    1 – É melhor o governo conceder o auxílio que será usado para pagar as internações nas clínicas para desintoxicação (UM MÊS) e depois nas comunidades terapêuticas, onde o dependente fica no mínimo QUATRO MESES para reaprender a rotina da vida (sim o tratamento demora longos e sofridos meses e poucos se recuperam!).
    2 – Se o governo pretende abrir clínicas e comunidades terapêuticas vai precisar de MUITO, MUITO dinheiro para terrenos, construções, mão de obra especializada, etc. 3 3 – Repito, a DESGRAÇA é enorme!

  79. @MauroVS

    -

    27/02/2012 às 8:42

    Com essa grana para de jeito para o consumo, não tem como curar.

  80. Achmed

    -

    27/02/2012 às 8:40

    Ah Garibaldi!
    Não se preocupe!!
    Pergunte ao Gilberto Carvalho e àqueles dois outros cretinos que vieram a São Paulo dar apoio aos “companheiros” da cracolândia!!
    Com certeza eles devem achar ótimo que a previdência (e nós que sustentamos a previdência!!) arque com os custos dessa “opção” dos companheiros drogados!
    Até porque, muito do que eles consomem é produzido por seus parceiros do Foro de São Paulo, e com certeza estarão beneficiando as campanhas das eleições dos petralhas, não é mesmo???

  81. Mário

    -

    27/02/2012 às 8:40

    Absurdo, ajuda para viciado que optou em se drogar
    não deveria receber assistência do INSS.
    Oras, essa ajuda acaba virando um incentivo ao consumo de drogas, além de possibilitar uma série de fraudes.

  82. Mário

    -

    27/02/2012 às 8:38

    Absurdo, auxílio doença pra viciado que optou em se drogar.
    Oras, essa ajuda acaba virando um incentivo ao consumo de drogas, além de um série de fraudes no INSS.

  83. Geneuronios

    -

    27/02/2012 às 8:36

    1 – Realmente o problema é gravíssimo. Mas o governo não pode se omitir, pois, nas últimas décadas, a polícia e a justiça pouco fizeram para reprimir o tráfico de drogas. Aliás, tráfico este que é mantido por grandes traficantes. E pelo noticiário percebe-se o envolvimento crescente das autoridades neste comércio.
    2 – E quanto aos dependentes químicos é difícilima a recuperação. Poucos conseguem voltar a uma vida rotineira. Noites nas ruas, roubos, ameaças à familiares, etc. Para os que usam crack o problema é ainda maior, mas a cocaína já é altamente destrutiva e muita gente ainda vai cair neste poço, geralmente sem fundo.
    3 – Só sabe o que é o problema quem passa e quem tem familiares dependentes. A convivência é IMPOSSÍVEL. Realmente o problema é TRÁGICO.

  84. Roberto

    -

    27/02/2012 às 8:36

    A Previdência já está há algum tempo perseguindo empregadores diversos para que arquem com os custos de acidentes de trabalho, pouco lhes importando a culpabilidade destes acidentes. Em outras palavras: o empregador que sempre se exploda que a conta não é nossa.
    Pergunta (retórica, temo): neste caso dos drogados, para quem será que eles irão transferir esta conta?

  85. bereta

    -

    27/02/2012 às 8:27

    Milhares e milhares de veículos, imóveis, aviões, que também são veículos, barcos, iates, e etc., estão sob poder da Justiça, todos apreendidos em campana, oriundos de atividades ilícitas. Apodrecem nos pátios da Justiça e todos sabemos disso. A imprensa não se cansa de informar. Da mesma forma, quilos e quilos de drogas, sejam quais forem, são estocados até o final do processo contra seus transportadores, usuários ou traficantes. Se vendidos sumariamente, pois a palavra da Polícia não pode ser mentirosa, e para isso bastaria arrolar testemunhas, todo esse aparato móvel custearia grande parte das despesas que tanto preocupam a previdência. Sim, menos as drogas, que seriam incineradas de imediato. Desconheço a razão de sua manutenção em delegacias. Dizem ser para provas futuras. Interessante processo!

  86. ELOUQUISA

    -

    27/02/2012 às 8:15

    A Grécia é aqui…

  87. Sandra

    -

    27/02/2012 às 7:57

    Mas essa gente não é dona de si, contra o estado-babá que quer dizer o que devem ou não fumar ou cheirar?

  88. jorge gaúcho

    -

    27/02/2012 às 7:13

    Com tantas drogas em todos os corredores de Brasília, sejam do judiciário, do legislativo e principalmente do corruptor executivo, nada a estranhar!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados