Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

ATENÇÃO, JUDEUS E HUMANISTAS DE TODAS AS ORIGENS! UM ATO EXPLÍCITO DE ANTISSEMITISMO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. E AÍ? VAI FICAR POR ISSO MESMO?

Por: Reinaldo Azevedo

José Fernando Schlosser, o autor do memorando absurdo

Professor José Fernando Schlosser, o autor do memorando absurdo

Quando a gente acha que eles já chegaram ao limite até do intolerável, estejam certos, dão mais um passo e mergulham na abjeção mais explícita, mais descarada, mais asquerosa. Algo de muito grave aconteceu na Universidade Federal de Santa Maria  (UFSM), no Rio Grande do Sul. Trata-se de um ato explícito, acho eu, de antissemitismo — e não adianta dourar a pílula —, que agride o Artigo 5º da Constituição e a Lei 7.716, atualizada pela 9.459, que pune o crime de racismo.

O que aconteceu? O inimaginável.

José Fernando Schlosser, pró-reitor de pós-graduação da UFSM, enviou um memorando a todos os chefes do programa cobrando uma relação de alunos e professores oriundos de Israel. Ele deixou claro de quem era a solicitação: Diretório Central de Estudantes (DCE), Seção Sindical dos Docentes da UFSM (Sedufsm), Associação dos Servidores da UFSM (Assufsm) e Comitê Santamariense de Solidariedade ao Povo Palestino. Vejam.

Para quê? Com que propósito? O memorando não explicita, mas todos sabem o que todos sabem: o objetivo era propor boicote a esses cursos e, na prática, hostilizar os alunos e professores israelenses porque… israelenses. Talvez o tal Comitê Santamariense de Solidariedade ao Povo Palestino tenha explicação melhor.

É claro que se trata de uma manifestação arreganhada de antissemitismo. Ah, não? Não tem nada a ver com o fato de serem judeus? Serve, então, uma acusação de “anti-israelismo” — como se fosse coisa muito distinta? Por que o tal Comitê Santamariense de Solidariedade ao Povo Palestino quer saber onde estão os israelenses? Por que o DCE quer a lista? E as entidades de caráter sindical?

Essa gente toda tem de ser processada. É claro que José Fernando Schlosser, com sua espantosa irresponsabilidade, tem de encabeçar a lista. O segundo pode ser o reitor da instituição, o senhor Paulo Burmann. Por quê? Explico. Vejam isto.

Imagem que circulou. Documento original não traz os lemas

Imagem que circulou. Documento original não traz os lemas “Freedom for Palestine” e “Boycott Israel”

Burmann confirma que o pedido foi mesmo feito, mas nega que o documento tenha sido emitido com as palavras de ordem apostas ao texto “Freedom for Palestine” e “Boycott Israel”. Em nota, afirma o seguinte:
“Diante do fato, o reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, reitera que o documento é ‘inverídico e fraudulento’ e que os responsáveis pela fraude e disseminação serão identificados. Complementa ainda que, encaminhando o documento original, a Instituição apenas cumpriu a Lei de Acesso à Informação”.

O reitor Paulo Burmann: ele tenta fazer de conta que o pedido é normal

O reitor Paulo Burmann: ele tenta fazer de conta que o pedido é normal. Não é, não!!!

Uma ova, doutor! A Lei de Acesso à Informação não serve a esse propósito. Em que a lista de estudantes e professores judeus pode ser útil às entidades que a solicitaram? Quer dizer que Burmann acha grave que alguém escreva num documento “liberdade para a Palestina” e “boicote a Israel”, mas acha normal que se encaminhe uma solicitação como aquela? O grave, meu senhor, não está contido naquela imagem, mas no texto em si e na iniciativa.

No jornal Zero Hora, leio a seguinte desculpa esfarrapada:
“A Sedufsm também nega qualquer tipo de discriminação e alega que havia pedido informações sobre um possível convênio entre UFSM e a empresa israelense Elbit, que fabrica armamentos e aeronaves. A justificativa para o pedido de informações é que a Sedufsm é contra a participação da UFSM em convênio que possa resultar em armas a serem usadas contra os palestinos, que estão em conflito com Israel.”

Ah, não me diga! E se for um convênio com Venezuela, Cuba, Angola, Bolívia ou Equador?

Memorando original: seu conteúdo é igualmente asqueroso

Memorando original: seu conteúdo é igualmente asqueroso

As universidades federais, com exceções raras, tornaram-se antros da militância ideológica mais obtusa, mais obscurantista, mais cretina e, parece-me, potencialmente violenta. Vejo na justificativa da Sedufsm uma espécie de confissão: ainda que o tal convênio existisse, por que alunos e professores israelenses deveriam responder por ele?

Leio no blog do jornalista Políbio Braga que “o professor da UFGRS, também jornalista, Luís Milmann, protocolou uma notícia-crime contra Schlosser no Ministério Público Federal. Denunciou ainda a prática discriminatória à Polícia Federal, à reitoria da UFSM, ao Ministério da Educação, à Presidência da República, à embaixada de Israel no Brasil, ao presidente da Federação Israelita do Rio Grande do Sul e ao Movimento Justiça e Direitos Humanos”.

É o certo. O que se deu é muito grave. Esse tipo de delinquência política, intelectual e moral não pode mais ter lugar nas universidades brasileiras, muito especialmente nas públicas, assaltadas por grupelhos de extrema esquerda que se querem os intendentes de uma ordem que afronta as instituições e a Constituição do Brasil.

Se o ato do tal professor é asqueroso, não é menos deletéria a reação do reitor, que se incomoda com o menos e tenta justificar o mais. A reitoria diz ainda que jamais forneceria os respectivos nomes de alunos e professores, mas apenas a existência ou não dessas pessoas. Ainda que fosse assim, com que propósito?

O que querem as entidades que pediram a informação? O que quer o professor? O que quer o reitor? Que os judeus passem a circular no campus com uniformes listrados e uma estrela amarela no peito?

Texto publicado originalmente às 22h48 desta quarta

 

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Eliomar

    Todo cidadão tem direito à defesa… Mas aapós julgado todo crime deve ser punido. Anti-semitismo ou Anti-minorias sejam là quais forem é considerado crime.
    o PRECONCEITO CONTRA JUDEUS É FATO… Talvez por ser um povo viajado e que fala várias linguas… sei lá porqu razões mas já vi pessoas demonstrarem seu preconceito nascido quase de uma tradição..se é que a ignor:ancia pode ser chamada de tradição.
    NO ENTANTO TEMOS DE TER MUITO CUIDADO PARA NÂO SERMOS EXTREMISTAS OPOSTOS… Não sou filiada a partido político algum… Ma citações como DEVE TER O DEDO DO PT… é preconceito… nada que possa indicar partidarismo nesta ação tão extranha e perigosa de se solicitar tal lista. Também a citação “Os esquerdopatas do bolivariano país da Alice (vulgo Brasil)” pejora o Brasil inteiro e mais, sabemos que a os nucleos naziztas que controlaram as ditaduras da América Latina e hoje o tráfico de drogas sobrevive nos partidos de direita e não nos partidos socialistas. Por 20 anos a CIA esteve sob direção de um Nazista sabemos que o nazismo não acabou.
    Discutir, debater, infatigavelmente o tema mas sem extremismos.
    No Brasil não cabe ISRAEL X PALESTINA. Somos todos Imigrantes. Brasil, um País de TODOS. E o desrespeito à este direito deve ser punido. Em minha ficha funcional de servidora pública a lacuna COR foi por mim respondida como VERDE pois sou Sefaradita minha genética é multiracial et multicor.

  2. Ismar Dias de Matos

    Penso que atos, como estes da UFSM, devem ser investigados e os culpados devem receber punição legal, pois a impunidade nos levará a repetir aqueles atos que, no passado, prepararam a Shoáh.

  3. Elias Jr

    Que o povo judeu sempre foi perseguido, isto é um tremendo fato. E por que não seria ainda hoje? Devemos agora é irmos fundo na investigação para sabermos os interessados nesta lista ou relação. Estão tramando algo e logo quando chegar um numero maior dos que não temem ao ETERNO é que sera crucial.

  4. joao carlos costa

    jamais o povo judeu deve se calar diante destes idiotas, mossad neles

  5. jose castro aranha

    ReinaldoXXXXXX na cascuda!

  6. José Castro Aranha

    Quando soube desta notícia fui ver o que falava o site do PCB. Afinal, os comunistas se dizem humanistas. Quase caí de costas ao ver a estupidez relatada no ‘partidão’Eles realmente desbundaram: Estão totalmente afascistados. O artigo diz quase explicitamente que os israelenses são cidadãos de segunda classe e não podem participar de nenhuma universidade brasileira. Peço que leiam o artigo no site deste partido e protestem contra esta afronta aos direitos humanos

  7. jovacy resende marcelino

    COM CERTEZA, TEM DEDO DO PT POR TRAZ DISSO, CREIO QUE ISRAEL NÃO VAI FICAR PARADO.

  8. Vivinha

    Sinto-me, neste momento, muito mais estarrecida do que supus que um dia ficaria ao ler essa notícia. Que os brasileiros de bem manifestem-se contra essa ignomínia que de tão nojenta é asquerosa e exala o odor fétido do ser humano que subjaz, sorrateiramente, entre as elites esquerdopatas do nosso país e não merece outro tratamento senão o de ser tipificado como crime de ódio pela Justiça Brasileira.

  9. karl otto geier

    É sabido que em quase todas ou mesmo em todas (?) Universidades Públicas Brasileiras, são geradoras de comunistas, socialistas esquerdistas e anarquistas que emanam de seus Centros Acadêmicos. Esses elementos, concentram-se mais na ideologia anarquista em lugar de se comportarem como discentes. Sou testemunho do que aqui registro, por que fui aluno de uma dessas Faculdades (URGS)e vivenciei essa doutrinação. Graças a minha formação ética e moral familiar não me contaminei. Agora, com a divulgação do acontecimento envolvendo a UFSM e os judeus, denota-se mais um ato gravíssimo de antissemitismo e que deve ser REPUDIADO EXEMPLARMENTE por todos nós, pois temos muito de aprender culturalmente com ISRAEL.

  10. RobL

    Just put a thin little mustache on Schlosser, he’d look just like Hitler. I wonder if he’s placed an order for ovens.

    I lived in Brazil for a year (and loved it), but that was many years ago. I wish I could remember my Portuguese, I apologize profusely that I had to write in English on your website.

  11. Manoel Barreto

    Brasil aceitou judeus e árabes, que aqui chegaram mortos de fome no século passado. Nosso país não quer se meter nessa questão idiota de judeus e palestinos.Deixa que a ONU cuida disso. Tenho amigos judeus e árabes. Tudo leva-nos a conclusão que esse pró-reitor imbecil, usou, de forma sub-reptícia, a lei de acesso a informações para saber o nome de judeus que estudam nessa universidade. Tal pleito não tem sentido, não tem conteúdo axiológico a dar ensanchas apoio na lei. Indubitável que esse elemento quer perseguir judeus, criando quisto segregacionista, levando nosso país a tomar partido contra os judeus,e por outra banda, sair em defesa do povo palestino. Melhor nosso país não tomar partido e nem tentar chocar ovo de serpente. Essa gente é perigosa. Seja que lado for. Tem mais: Sabido que os judeus estão na vanguarda em todo tipo de pesquisas. Brasil só vai perder com esse intercambio cultural, considerando que temos brasileiros estudando em Israel

  12. soniasara

    Estou extremamente envergonhada! Que país é esse, que cabeças säo essas que estäo ocupando lugares de extrema importância? Estäo à serviço de quem? Doloroso depois do horror do HOLOCAUSTO ainda existirem pessoas como essas, que pensamos ter ficado pra trás! Estou envergonhada como Gente!!

  13. eduardo2

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  14. Stella Machado

    Jesus, o Mestre do amor, que não fazia distinção de raças, diria hoje “vinde a mim” aos muçulmanos e a todos os povos que perseguiram o seu no passado, inclusive os alemães. Jesus era judeu. Lembrem-se. Maria, José e todos os apóstolos também o eram.
    E mais, o país governado pelos judeus está muito à frente do nosso em desenvolvimento.

  15. Ana Cláudia Nunes

    O pior é que os professores pagam mensalmente para serem representados por este sindicato (SEDUFSM) e 99% dos mesmos nem sabiam que o sindicato e o mesmo vale para o DCE (Diretório Central dos Estudantes) estavam de mãos dadas com este tal de Comitê Santamariense de Solidariedade ao povo Palestino. Nós professores queremos um sindicato que nos represente enquanto classe, por melhores condições de carreira e de trabalho. Em nenhum momento os professores sindicalizados e nem os estudantes representados por este DCE foram questionados se estavam de acordo com este documento antissemita e racista que foi enviado a reitoria. Este sindicato não representa a posição dos professores da Universidade Federal de Santa Maria. Aqui SOMOS TODOS ISRAEL!

  16. Samuel Pustilnic

    Uma Universidade deve em primeiro lugar buscar excelência no ensino. As Universidades de Israel estão entre as melhores do mundo em nível de excelência.

  17. Carlos José Raupp Ramos

    Eu sou Judeu e sou professor em uma Universidade Federal, vivo dizendo que, há sim, um certo preconceito conosco. Os esquerdopatas do bolivariano país da Alice (vulgo Brasil) me dão arrepios. O nazismo está mais vivo do que nunca no âmago dos comunistas/socialistas do nosso país, infelizmente.

  18. Celso Lima Pampuri

    Da observação do procedimento petista no Brasil; tudo nos leva a crer de uma perfeita identificação com o famigerado Partido Nacionalista Alemão.

  19. José S. de Lacerda Junior

    É o lulopetismo querendo reeditar o nazismo em terras tupiniquins. Só faltava essa! Pior é saber que partiu de quem deveria justamente fazer o contrario: de reitores. O papel constitucional e republicano do ocupante desse cargo é zelar por valores éticos, morais e apartidários. Universidade é instituição onde, em tese, não deveria haver discriminação, preconceito. Esses reitores indignificam o mundo acadêmico e deveriam ser destituídos de seus postos, por ato assim tão abominável. Reinaldo Azevedo, cumprimento-o pelo seu destemor em denunciar essa infâmia.

  20. Leo Kriger

    Pobre UFSM, de tantas tradições, agora entregue na mão de incompetentes, capazes de cometer sandices como estas. Os estudantes da UFSM não merecem passar por isso.

  21. Boaventura de Almeida

    O Nazismo está de volta. Tão simples quanto isso. Os campos de concentração despontam no horizonte. Islamistas e nazis voltam a unir-se contra a Liberdade, e começam de novo pelos judeus.

  22. Fred

    Que Tipo de Mente tem formado nossos jovens dentro de Universidades ?

  23. marlene da rosa

    Temos muitos e grandes problemas no Brasil, o reitor e os estudantes deveriam se preocuparem com isso e não fazer TERRORISMO nas universidades.Acho que são uns IDIOTAS

  24. TITO

    O BRASIL ESTÁ VIVENDO O NAZISMO, O GOVERNO FAZ MAIS PROPAGANDA DE SI MESMO MAIS DO QUE O NAZISMO COM O DINHEIRO DOS IDIOTAS PAGADORES DE IMPOSTOS. A JUSTIÇA É PRÓPRIA OU APROPRIADA, O CONGRESSO É O CONGRESSO DO IMPÉRIO ROMANO, O FUTEBOL ESTÁ CADA VEZ MAIS NA MÃO DE LADRÕES DE PEITO ABERTO PORQUE SABE QUE NÃO Á JUSTIÇA NESSA JOÇA DE PAÍS, PIPOCAM TODO TIPO DE DOENÇA FÍSICA E MENTAL A TODO INSTANTE EM TODA PARTE, DEMENTES SAEM DO ARMÁRIO AOS MONTES. É COMO DIZ UM AMIGO MEU, TEM QUE PULVERIZAR O BRASIL DE FORA A FORA COM GASOLINA “DE PREFERENCIA QUE NÃO SEJA A DA PETROBRAS (BATIZADA)” E TOCAR FOGO. SIMPLESMENTE DESTRUÍRAM A MORAL E O MORAL DO POVO, TIPO ASSIM, CORTAR O MAU PELA RAIZ. SOMOS 200 MILHÕES DE VERMES.

  25. Anónimo

    … cadeia para os petistas burmann e schlosser

  26. César Fiuza

    Quereria ver, Reinaldo, o que essa esquerda fascistoide diria se a Federação Israelita ou qualquer outra pessoa pedisse informações sobre os estudantes e professores de nacionalidade árabe? Gostaria de ver se eles apoiariam o pedido? Não podemos admitir esse tipo de atitude. Nenhum Sindicato, Associação, DCE tem poder de polícia. Nenhum deles tem poder investigatório. Se havia suspeita de atividade criminosa entre os estudantes ou professores israelenses em Santa Maria, que levassem suas suspeitas ao Ministério Público Federal e a Polícia Federal. O objetivo, evidentemente, foi o de constranger, discriminar e perseguir, em nome do ódio que nutrem a Israel e, no fundo, no fundo, aos Estados Unidos e ao “capitalismo internacional, imperialista e opressor”. Canseira….

  27. paulistana

    As pessoas de esquerda que eu conheço atacam Israel, sinceramente eu tenho perdido amigos de esquerda, mas até onde essas pessoas vão?
    Elas tem a coragem de dizer que Israel é estado terrorista como se isso fosse uma realidade.
    Mas foi ótimo que esse sr. foi processado!
    Outros devem ser processados também, o Brasil não está livre de um ataque terrorista.

  28. Carlitos

    Atenção Polícia Federal e Ministério Público! Vejam o que informou o Luiz Felipe nesta página.

  29. sergio

    Embora pouca gente saiba Santa Maria foi sede de uma colônia agrícola de judeus enviados por Maurice de Hirsh e a Jewish
    Colonization Association que se chamava Colônia Phillippson.
    Isso se deu no início do século passado.Por isso esse fato se torna mais grave.Por outro lado a tentativa de se fazer essa lista é inútil pois nenhum descendente dessa colônia ficou ali.Os judeus não perdem tempo com países de terceira linha como o nosso

  30. ROBERTO

    As universidades públicas se tornaram o maior celeiro do comunismo em nosso país… (aparelhamento do Estado) Não espere a perseguição chegar até você. Somos membros de um só corpo(Rm 12:5), de sorte que sim um membro sofre, todo corpo padece…

  31. Fabricio

    Sou formado pela UFSM e vivencie, no final dos anos 90, o que posso deduzir ser o começo do aparelhamento sistemático pelo qual passam a UFSM e as demais universidades públicas brasileiras. Houve uma greve e o Diretório Central dos Estudantes decidiu que os estudantes da UFSM deveriam apoiar a greve.
    No curso de graduação que eu fazia os professores, com exceção, de um ou dois, não aderiram a greve. Já os alunos do primeiro semestre fizeram greve! Sim, eles tinham acabado de entrar no curso e queriam parar o mesmo.
    A maioria dos alunos (eu também) seguiram nas aulas, e sofremos patrulhamento de uns vagabundos que tinham parado pra fazer greve. Parece piada, mas não é.

  32. Meir Guinea

    Explicacao esfarrapada Sr. Reitor.Sua Univrsidade esta fazendo Seleçao de judeus sob o pretexto de “direito de informaçao”.Sua Universidade esta usando a mesma tatica nazista contra os judes com a hipøcrita cobertura do nome israelense em vez de judeus!

  33. João RIcardo

    O mais engracado é que ninguem se pregunta quem é o responsavel na instituicao pelo acesso a informacao???? O que fez esta pessoa que nao viu que esas pedido era absurdo e iría causar isso??? Estao culpando a pessoa errada

  34. Muiraquitan Sá Chaves

    Se me permite Sr.Reinaldo é triste saber que neste mesmo lugar aonde está localizado esta universidade, dirigida por pessoas com ódio e preconceito que é o caso presente, nesta mesma localidade em janeiro passado, fez dois anos do incêndio da Boate Kiss, que matou aproximadamente 262 jovens e feriu outros 600, e até agora nenhum dos donos da boate foi sequer ouvido, sendo que tudo está sendo encoberto por um esquema sórdido envolvendo os três poderes naquele município e orquestrado por um certo deputado federal do PT, que seria o verdadeiro proprietário desta “arapuca de fogo” chamada de boate. Se eu fosse o reitor desta universidade, estaria procurando justiça para estes garotos(as) mortos no incêndio, visto que em sua maioria os jovens eram estudantes daquela instituição de ensino. Por que se luta para instalar o caos, se podemos fazer justiça? Não sou morador da localidade, moro em Curitiba, nem perdi ninguém no incêndio, mas gostaria de ver aqueles jovens serem lembrados e a justiça feita em seus nomes.
    Um abraço.

  35. Ala Szerman

    Sem conhecimento da causa ,sem baseamento de especie nenhuma ,estes cidadãos que ocupam cargos no ensino,tendenciosos e claramente antissemitas deveriam ser afastados do convívio acadêmico.Claramente posicionados como pró palestina e contra Israel, em vez de como o mundo inteiro,incluindo Israel, procurar solução baseada na verdade e pesquisa qualquer que seja o resultado.Não só Judeus, mas todos os povos independente das crenças tem direitos da liberdade de pertencer ao seu meio,não existe pró nem contra,existe o respeito que não pode ser esquecido como estes Senhores demonstraram.

  36. Rogério

    Isso não deve ser aceito de forma alguma.
    Porque querem uma lista de judeus? Com qual objetivo? Acaso são criminosos?
    Claro que não!!
    Isso é perseguição contra judeus, ódio e racismo e sabe-se lá com que proposito?!
    Vale lembrar que estamos no Brasil e não na Palestina, que amamos e respeitamos o povo palestino que desejar viver em paz com suas famílias, assim como amamos e respeitamos o judeus que tem o mesmo proposito.
    O tal Comitê Santamariense de Solidariedade ao Povo Palestino deveria se posicionar contra o terrorismo que mata seus cidadãos, sequestra e mata cidadãos de diversos países, degolam cristãos, explodem hospitais, shoppings e fazem crianças de escudos humanos.
    Pra mim esse tipo de movimento deve ser supervisionado pelas autoridades a fim de conhecer seus reais objetivos.
    Por traz disto também esta a perseguição religiosa.
    Tem muita gente por aí que acreditam que conseguiram banir o nome do Senhor Deus YHWH e destruir tudo que a bíblia ensina sobre a moral e bons costumes.

  37. Lidia

    Parabéns pelo artigo! Não podemos minimizar acontecimentos como esse, foi dessa forma que tudo começou na Alemanha Nazista. Infelizmente nossa CF vem sendo sistematicamente aviltada sem que haja a necessária reação dos poderes legislativo e judiciário, ambos cooptados pelo governo ditatorial, anacrônico e picareta do PT.

  38. Jefferson

    Vergonha Riograndense.Anti semitismo barato.

  39. Carlos Gonçalves

    …. Percebe-se a muito tempo que os movimentos pró-palestina, anti-Israel, pró terror, e outras facções e governos extremistas do Oriente médio se aproximam das esquerdas latino americanas. Porque ? Para estes grupos/ países radicais promoverem ataques e atos contra a soberania nacional, armarem grupos e facções criminosas, não está longe estes dias. A disseminação de ideais anti-semitas ao visto já começaram.

  40. Saulo Ravi Goswami

    ReinaldoXXXXXXXXX na cascuda!

  41. Cidadão Brasileiro

    Militantes Petistas e esses sindicalistas, são um ninho de racistas sem vergonhas. INVESTIGAÇÃO JÁ!!! O PT além de ter destruído o Brasil, só fazem coisas que não prestam, juntamente com deputados e o resto dessa esquerda caviar! CADEIA PARA TODOS , FORA PT!

  42. Cidadão Brasileiro

    Sem comentários, cadeia para todos esses racistas sem vergonhas e investigação em cima do PT. Além de destruírem o Brasil,Petistas e seus militantes praticam tudo o que não presta, juntamente com essa esquerda caviar!INVESTIGAÇÃO E CADEIA JÁ!!!

  43. Arno Iajur Britz

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  44. Moyses Sansolo

    Parabens pelo artigo. Você, como sempre, demonstra lucidez no raciocínio, isenção e, principalmente, coragem em denunciar esses fatos abomináveis.

  45. Luis Felipe

    Querem o líder ?
    Ele é professor da UFSM, fanático petista, vive na europa com dinheiro da UFSM e traz esposas da terra sagrada !

    http://site.ufsm.br/noticias/exibir/reitoria-recebe-comite-santa-mariense-de-solidarie

  46. Cansei

    ReinaldoXXXXXXXX na cascuda!

  47. Francisco Matos

    Cristãos que somos não podemos ficar inertes diante deste fato, creio que este indivíduo que se diz professor, si diz sábio, deve ser é preso, deve lhe ser tirado o direito de ensinar, descendente de um verme. É uma pena que isto não vai acontecer, este país não tem mais jeito ele caminha para o pior toda liberdade acabará, este sujeito vai colher o que ele plantou, não importa o quanto somos ou o quanto temos, será igual para todos, a miséria vai alcançar toda esta geração, a dor vai está em todos os lares, o Estado não terá mais como parar a criminalidade, o caus vai ser implantado do dia para a noite, todos beberão do cálice da aflição que está para vir sobre toda esta nação. Não pensem que por morar em uma casa bem guardada com segurança máxima terão segurança, ou em condomínios com muros altos ou prédios bem gradeados, todos terão suas casas arrombadas, suas mulheres e filhas estupradas, seus filhos mortos com o maior requinte de crueldade, seus homens fugirão mais serão perseguidos e mortos dilacerados, esse é o fim trágico de todo o povo que um dia tiveram a oportunidade de serem semelhantes a Deus mais preferiram serem semelhantes ao Diabo que a maioria deles acreditam não existir. Desde Abraão até Jesus esta terra é perpétua dos Judeus, não existe Palestina, existe sim Israel, nunca se envolvam neste negócio, não comprem uma briga com o Deus verdadeiro, fujam disso, o Lula iniciou a miséria deste país no Senado Judeu, falou em criar o Estado Palestina, dividir Israel, de á pra cá as MALDIÇÕES encontraram as famílias brasileiras, a Dilma se diz a favor do ESTADO ISLÃMICO, piorou, agora é só colher, nem a igreja vai escapar, é preciso ter bom censo, bom censo aqui não existe, é o começo do fim da paz em todas as áreas no Brasil…

  48. Anônimo

    As esquerdas influentes no Brasil diante da crise optaram pelo radicalismo. Nos cristão também estamos sofrendo uma campanha de difamação sórdida dentro das universidades. Minha solidariedade aos judeus.

  49. João Alves do Carmo

    Israel e Palestinos aos poucos estão chegando a um denominador comum para suas diferenças. Por que incitar ódios aos povos que são primos irmãos, e que se Deus quiser irão se comprazer do bem que um pode fazer ao outro. David Ben Gurion, Golda Maier, Rabin e outros desejavam isto.

  50. Anónimo

    Intolerantes e Fanáticos somos nós cristão/judaicos! Esse país foi fundado a sombra da cruz, a base formadora foi o cristianismo, Jesus era judeu e se praticamos o antissemitismo estamos praticando um repúdio a Jesus, essa ideologia doente que mudar as bases da nossa sociedade faz parte de uma política distorcida que tem abraçado estrangeiros em nossa nação com outros princípios religiosos e apoiado as suas políticas em seus países de origem que diferem do cristianismo e são tradicionalmente rivais aos judeus e ao cristianismo. Em nossa nação tem respeitar nossos costumes e aqui não discriminamos judeus, nem palestinos, mas estamos sendo envolvidos por algo muito além de nossa realidade…