Blogs e Colunistas

10/11/2013

às 8:16

Aos 80 anos, um intelectual de esquerda lamenta o fato de o Brasil não ser uma ditadura. Ou: Uma coluna de jornal, uma entrevista e a democracia

Divertido, quase pitoresco. Só não é premonitório porque a lógica dispensa o concurso de forças metafísicas. O sociólogo Francisco de Oliveira concedeu uma entrevista à Folha de sábado, um dia depois da minha coluna semanal no jornal. Militante do PSOL, ele é hoje um esquerdista mais radical do que os fãs de Oswaldo Montenegro. Se a gente fizesse a lista dos 10 mais do “jet set” do Marxismo Acadêmico Mundial, “Chico”, como o chamam os amigos, estaria entre eles, embora, como ficará claro, seja um heterodoxo. E notem: não é que o Brasil tenha marxistas de primeira linha — eles estão em extinção, superados pelos fatos. Logo, não podem ser de primeira linha, a não ser na espécie…

Na entrevista, ele afirma ao menos duas coisas muito graves. Mas isso ficará para o fim.  Se eu tivesse lido o que ele diz antes de escrever a coluna de sexta, eu não teria conseguido ser mais preciso. Abaixo, em azul, trechos do meu texto; em vermelho, a fala de Oliveira no sábado. Depois desse pingue-pongue de pontos de vista, volto para fazer outras considerações.

AS FORÇAS SUBTERRÂNEAS DA HISTÓRIA
REINALDO NA SEXTA
É que alguns pensadores estão convencidos de que os mascarados representam a reação humanista à atual fase de dominação do capital. Marginalizados pelo processo, eles desafiariam com a sua destruição criativa o economicismo sem rosto da nova globalização. Depois que o socialismo acabou, restou às esquerdas a luta sem classes. Para elas, as vanguardas de opinião, não mais a extinta classe operária, é que portam o futuro, organizadas segundo “ismos” de suposto valor universal. Marxistas de fato morrem de tédio.
CHICO DE OLIVEIRA NO SÁBADO
[seria preciso] Reconhecer que o país está atravessando uma zona de extrema turbulência devido ao crescimento econômico. É o crescimento que cria a turbulência, não o contrário. Todos pensam que crescimento apazigua. Não é verdade. Ele exalta forças que não existiam. O capitalismo é um sistema violentíssimo. Os EUA, o paradigma, são uma sociedade extremamente violenta. O Brasil vive adormecido. De repente, o tipo de crescimento violento e tenso em pouco tempo quebra as amarras, e a violência vai para rua.

BLACK BLOCS
REINALDO NA SEXTA
[para os intelectuais de esquerda] A truculência desorganizada das ruas seria uma resposta à violência institucional do Estado. (…) Pululam na imprensa candidatos a Jean-Paul Sartre desse humanismo estrábico. Falam de certo “malaise” social, de um mal-estar subterrâneo, de que os baderneiros seriam a manifestação visível.
CHICO DE OLIVEIRA NO SÁBADO
Se eles [os black blocs] se constituem como novos sujeitos da ação social, é para saudar. Vamos ver se, com eles, a gente chacoalha essa sociedade conformista. Parece que tudo no Brasil vai bem. Não é verdade. Vai tudo mal. O Estado não age no sentido de antecipar-se à sociedade que está mudando rapidamente. E aí vem o Lula fazendo um trabalho sujo, aquietar aquilo que é revolta.

A ESQUERDA E O CRIME
REINALDO NA SEXTA
[intelectuais de esquerda] São obcecados pela tese de que o crime é um sintoma indesejável, mas fatal, da luta por justiça e de que o bandoleiro é só a expressão primitiva do libertador. Marcola seria, então, um Lênin que cometeu os crimes errados.
CHICO DE OLIVEIRA NO SÁBADO
A sociedade mostrou que é capaz ainda de se revoltar, ir para a rua. Não precisa resultado palpável. Assustaram os donos do poder, e isso foi ótimo. (…) A violência é só pessoal, privada, o que é um horror. Quando vai para a violência pública, as coisas melhoram. Isso que interessa: um estado de ânimo da população que assuste os donos do poder.

PT PRECISA IR MAIS PARA A ESQUERDA
REINALDO NA SEXTA
(… ) [intelectuais de esquerda] Voltam-se até contra o PT, mas não por abrigar falanges da intolerância, financiadas com dinheiro público. Ao contrário! O partido, advertem, não teria avançado o bastante na agenda dos ditos vanguardistas. Cobram ainda mais intolerância.
CHICO DE OLIVEIRA NO SÁBADO
Lula é um conservador, nunca quis ser personagem do movimento [operário]. Na Presidência, atuou como conservador. Pôs Dilma como uma expressão conservadora. (…) O Brasil precisa de políticos com capacidade de expressar essa transformação e dar um passo a frente. (…) E Lula é (…) um antirrevolucionário. Ele não quer soluções de transformação, quer apaziguamento. Talvez, se as opções estivessem em suas mãos, Dilma faria uma política mais de esquerda. Mas ela não foi eleita para isso. Nem tem força social capaz de impor essa mudança.

Retomo
Chamo a atenção para dois aspectos graves da fala do “intelectual”, e seus 80 anos recém-completados não o desculpam — salvo em casos clínicos, a idade deveria ser uma motivo a mais para a gente cobrar seriedade. Chico de Oliveira faz a defesa da violência pela violência, como um bem em si, já que, segundo diz, deixa acuados os donos do poder. Isso, acreditem, nem mesmo marxismo é. Trata-se apenas na admissão do terror como forma de expressão política.

Mas há um aspecto ainda mais grave. Diz Chico: “Talvez, se as opções estivessem em suas mãos, Dilma faria uma política mais de esquerda. Mas ela não foi eleita para isso. Nem tem força social capaz de impor essa mudança.” Sim, leitor, o certo seria “fizesse”, mas isso importa pouco agora. Ora, se o sociólogo reconhece não existir “força social” para que a presidente faça as mudanças que defende, ele a critica por quê? Por não se comportar como uma tirana?

Bom socialista que é, Chico lamenta, na verdade, o fato de o Brasil não ser uma ditadura.

 

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

400 Comentários

  • Alvaro

    -

    12/11/2013 às 10:48 pm

    O Brasil tem essas jabuticabas: juízes desajuizados e intelectuais burros. Marx podia ser um tremendo de um mau caráter (e foi), mas não era burro. Hoje nem Marx seria marxista. O comunismo começa genocida e termina autofágico.

  • Jose Maria

    -

    12/11/2013 às 3:15 pm

    Esse Chico é o que, intelectual? Parece-me mais um daqueles que se fixaram nas mentiras do passado, nada mais que isso. Depois, falou ele, que o capitalismo é sinônimo de violência, o Brasil de Dilma é extremamente violento, houve 50 mil mortes violentas esse ano, contra 15 mil nos estados unidos país símbolo do capitalismo. Esse ancião de 80 anos não compreendeu ainda que o comunismo como ele o vê, honesto digno, humano, nunca existiu, que, para ser implantado em algumas partes do mundo causou dor e sofrimento a muitas gerações, que não hesitaram e executaram mais de 100 milhões de pessoas. Essa é idéia maldita, boa apena para assassinos psicopatas.

  • Watson

    -

    12/11/2013 às 11:37 am

    Esquerdismo é coisa de fracassados, invejosos e alienados. São trabalhadores que não trabalham: sindicalistas, maus profissionais dispensados pelo mercado, preguiçosos que não suportam horários e patrões.
    São pensadores que não pensam: professores universitários incompetentes que não produzem e vivem encostados na instituição, filósofos, sociólogos (que cá entre nós, vão fazer o quê?).
    São estudantes que não estudam: participantes de diretórios acadêmicos, quase jubilados pelas universidades, encostados na instituição, péssimos alunos.

  • ari

    -

    12/11/2013 às 11:32 am

    Assustador!
    Acho que o Brasil, como o mundo, pagam pra ver o diabo no comando.
    Ao ver haver espaço para este tipo de pensamento, acho inexorável o rumo da história para o juízo final Bíblico. Ora, isso tudo já foi devidamente refutado, em tese, e, comprovado na pratica, por que então se sustenta como força política? Há alguma coisa esotérica suportando o mal, só pode.

  • Quaker

    -

    12/11/2013 às 12:13 am

    Na Espanha seria chamado de PACO. Aqui, Chico. Só depende que tipo de “chico!”

  • Yrenys

    -

    11/11/2013 às 11:51 pm

    A ombudsman vai gostar desta “espuma”?

  • Tulio Shibata

    -

    11/11/2013 às 10:12 pm

    Esqueci de dizer uma coisinha, daria para este Sr. Chico explicar a morte de 7 milhões de Ucranianos pelo regime comunista da URSS? Claro que não poderá, então eu não me espanto pelo fato deste comunista convicto fazer a defesa da violência pela violência.
    Este Sr. Chico trata-se de esquerdopata legítimo, espécie em extinção no resto do mundo, mas vivinho da silva nestas bandas onde os recalcados do comunismo andam de saltinho alto, e vejam só, graças a nossa democracia que tanto odeiam.

  • Tulio Shibata

    -

    11/11/2013 às 9:56 pm

    Comunista brasileiro velho é recalcado. Como este Sr. Chico não teve a oportunidade, graças a Deus, de ver sua revolução acontecer neste país, vive por aí choramingando por não ter vivenciado sua utopia com o nefasto regime que ruiu no resto do mundo com a queda do Muro de Berlim.
    Tivesse vivido, e tem idade para isto, por exemplo, de ser líder no comunismo na Checoslováquia que com sua ascensão e queda levou mais ou menos 45 anos (de 1942 até 1989) quando a população foi às ruas, contra os soldados comunistas, e derrubou o regime nefasto em 1989, teria ainda coragem de abrir esta boca para defender a ditadura comunista por lá? Não, óbvio que não.
    Morasse este Sr. na República Checa ou Eslováquia e viesse hoje com este discurssinho sem-vergonha de revolução comunista seria achincalhado pela população daqueles países como foi recentemente um general brasileiro apenas por que foi representante da ditadura militar do Brasil.
    Sr. Chico, não lhe caiu na cachola comuna que neste país que conquistou sua democracia com a Carta de 1988 que brasileiro não quer nem ditadura de direita e nem ditadura de esquerda?
    Não precisamos vivenciar esta porcaria de regime autoritário dos esquerdopatas para saber do que se trata. É só olhar para história da URSS, é só olhar para Alemanha e seu muro da vergonha que ruiu em Berlim. É só olhar para os países da Cortina de Ferro. É só olhar para a mixórdia e arremedo de país que se tornou Cuba.
    Sugiro que Sr. desencane e viva o resto de seus dias em paz porque Brasil é democracia, o Sr. fala o que quer e tem que ouvir o que não quer. Azar seu, porque isto só vai aumentar seu recalque, viu?

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:37 pm

    “Somos livres na semeadura e “escravos” na colheita.”(Emmanuel-Psicografia de Chico Xavier)Boa lembrança a todos os que espalham más sementes.Os violentos colherão,em suas vidas,a violência.Dela não fugirão.

  • Andrea

    -

    11/11/2013 às 9:11 pm

    Na Esquerda não existe intelectual, Reinaldo. Um intelectual é uma pessoa que usa o seu “intelecto” para estudar, refletir ou especular acerca de ideias, de modo que este uso do seu intelecto possua uma relevância social e coletiva.
    A ESQUERDA é totalmente delirante, insensata, extravagante, com episódios maníacos e é impossível conversar com tresloucado!

  • Mauro Fortes

    -

    11/11/2013 às 8:38 pm

    O verdadeiro socialista deveria abdicar das comodidades do capitalismo e passar a viver em cavernas. Portanto, não existem socialistas intimamente convictos, mas um disfarce socialista. É engraçado que os socialistas lutam para conquistar os bens criados pelo capitalismo. E que somente podem ser criados pelo capitalismo. A ciência econômica é por excelência capitalista. A economia socialista é a anti-economia.

  • Mauro Fortes

    -

    11/11/2013 às 8:29 pm

    Reinaldo, não gaste seu tempo, rebatendo um louco.

  • Mauro Fortes

    -

    11/11/2013 às 8:26 pm

    Chico quem?

  • João Reis

    -

    11/11/2013 às 8:16 pm

    Tem 80 anos, hummm…

  • m

    -

    11/11/2013 às 7:28 pm

    Lula é um conservador???Precisamos de um dicionário de novalíngua urgentemente.

  • Seta

    -

    11/11/2013 às 7:22 pm

    À exemplo de outros chicos que perambulam nesse país, pra Cuba ou Coréia do Norte o gagá provavelmente nunca pensou se mudar! Não entendo essa corja; almejam fazer do Brasil uma ditadura – o sonho dessa gentalha, quando tudo que querem já está devidamente preparado e “funcionando perfeitamente”.

  • Jardel Jaime Jesimel

    -

    11/11/2013 às 4:58 pm

    Esse aí nem merece ser citado, é mais um da escola do Plínio de Arruda Sampaio.Meu pai com os 3 primeiros anos escolares já dizia,na década de 60,que o Plínio era um que só vivia de política.Qual a profissão desse cidadão?Deve ser mais um dos que mamam no úbere do Estado.

  • JOBRITTO

    -

    11/11/2013 às 4:53 pm

    Professor Chico, prefiro a sinceridade de Gorender (intelectual comunista), quando reconheceu que Cuba não é socialismo, mas sim miséria. E claro que Gorender, estava enganado em parte. O socialismo será sempre miséria e violência contra a pessoa. Não esqueçamos que os nazistas aprenderam a fazer campos de concentração e matar em larga escala com os soviéticos (lembre-se o massacre da Ucrânia, década de 1930, 7 milhões de mortos pela fome, não podiam fugir).

  • JOBRITTO

    -

    11/11/2013 às 4:48 pm

    Dizem que socialismo (de qualquer espécie, nacional, social-democrático, comunista) na velhice é sinônimo de juízo fraco. Certamente, o prof. Chico desconhece os 20 milhões mortos por Stalin, o regime do Kmer Vermelho, Coréia do Norte. Só não compreendo por que o professor não preferiu ir morar em Cuba ou Coreia do Norte. Ou mesmo formar uma comunidade socialista aqui no Brasil. O que ele não pode e querer impor a tirania coletivista a todos os demais. Na implantação de um socialismo totalitário, certamente o professor concordaria em exterminar 10% (20 milhões) para ajustar a planificação estatal. A social-democracia é melhor, mais a longo para estaremos falidos. Com a palavra o sociólogo marxista. Aconselhou-o a ler Mises, Hayek e tantos outros, que demonstram a inviabilidade do coletivismo por imoral e contrário à natureza humana.

  • Nanico

    -

    11/11/2013 às 3:48 pm

    Ditadura de esquerda não é ditadura, Reinaldo.
    Trata-se de governo democrático.
    Ditadura só de direita: Hitler, Franco.
    De esquerda é democracia: Stalin, Mao, Fidel …
    Perguntem a esse Chico e ao Chico Buarque que eles explicam direitinho.
    Nanico

  • Alex Wie

    -

    11/11/2013 às 2:20 pm

    Arf, deu até calafrio na espinha, só faltou ele falar que já estão quase prontas as gulags brasileiras.
    Vade retro, vai nanar com o titio Lenin vai

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 2:18 pm

    A aura de heroicidade que se em dado à palavra “esquerda”,dá-lhes o passaporte para quaisquer empreitadas vis.Tudo que façam é visto como justo e bom, para os anseios populares.São indenes às críticas;criticá-los é crime de lesa-majestade.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 2:12 pm

    enquanto os Franciscos da vida estão brincando de mocinhos e bandidos,a China,de forma realística e silenciosa,vai comendo pelas beiradas e impondo sua quinquilharias, manufaturadas à custa de vil trabalho escravo.País comunista de regime capitalista selvagem.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 2:04 pm

    País de capitalismo envergonhado,a China,também é muito amigo do Brasil.Esquerda,direita,centro?Sei não.O que sei é que elatá matando nossas indústrias,fadadas a se tornarem falsamente sucatas.Aí a nossa “amiga” as comprará por preços irrisórios.Competividade é o que nos falta.Como ser competitivas com a existência,em nosso país,de uma quelônica burocracia e uma voraz e leonina imposição de escorchantes impostos?

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 1:53 pm

    “Se queremos a paz,preparemo-nos para a guerra”assim falam fautores da guerra.E o marketing da violência faz tão-somente crescer a venda de seus produtos:armas!Taí o franciscano Francisco que não me deixa mentir.Prêmio Nobel da Guerra,morando num país capitalista ele colabora,inocentemente ou não,com os vendedores particulares ,ou fabricantes de armas que,agradecidos,enobrecem-no com palmas.

  • VICENTE

    -

    11/11/2013 às 1:52 pm

    Em tempo, corrigindo; ” O PT de hoje é o PSOL de amanhã”

  • VICENTE

    -

    11/11/2013 às 1:40 pm

    Esse pingue-pongue entre vocês está alicerçado em duas utopias: DEMOCRACIA E REPÚBLICA. Deixemos de lado essa hipocrisia da “coisa pública” e do “poder do povo”. Balela! Passei minha juventude inteira e, até bem pouco tempo, acreditando no PT e difundindo o expurgo moral e ético por que este país haveria de passar. Olhe no que deu. O PSOL de hoje é o PT de amanhã, por outro lado, não vejo um só meio de comunicação, nenhum intelectual da grande mídia sequer ponderando sobre aspectos positivos da Monarquia parlamentarista. Sabe por quê? Porque não passam de instrumentos de interesses de “petit comitè” travestidos de indignados. Funcionam na base do “vamos bater em quem?”. Assim funcionam as editorias. Defendem o quê? A República Federativa do Brasil, que acharca estados mais ricos sob o comando do “coronel” do estado mais corrupto e miserável como o Maranhão? A democracia que condena o ladrão de galinhas e não prende os mensaleiros? Estou sendo ridicularizado por amigos por defender a volta à Monarquia. Estou estudando a vida do maior estadista que este país já teve, D. Pedro II. A História que me ensinaram foi contada pelos vencedores. Eu tenho vergonha desta republiqueta.

  • flavio

    -

    11/11/2013 às 1:20 pm

    Em idade não estou muito longe desse chico mas aqui entre nós a pessoa que envelhece e não consegue entender é burro, ou estupido para não dar o braço a torcer. A unica coisa boa de se ir ficando mais velho é que se vai entendo melhor e ai colocando as coisas nos seus devidos lugares. Efetivamente se o cara não estiver doente mas sem duvida não é isso é um pouco de falta do que fazer.

  • RHMNK

    -

    11/11/2013 às 12:22 pm

    Esse senil vive onde? Em Cuba? Nããão? E o que está fazendo aqui? Por quê não está pregando as suas sandices naquele Paraíso Democrático do Caribe? Vá para a Cuba que o pariu, vá!

  • Romeu

    -

    11/11/2013 às 12:01 pm

    Como este senhor sendo um “intelectual de esquerda” e teve conhecimento sobre as atrocidades dos três maiores genocidas da história (Hitler, Stalin e Mao) até agora não conseguiu aprender nada.

  • R.

    -

    11/11/2013 às 11:31 am

    Esse senhor já está mais para lá do que para cá. O Brasil do futuro desejado é PARA OS JOVENS, com mais democracia e melhor qualidade de vida e ponto final

  • Luiz Schuwinski

    -

    11/11/2013 às 11:18 am

    Todo comunista é intrinsecamente desonesto, porque fundamenta-se numa ideologia que, antes de falir, levou morte, destruição e miséria aonde passou.
    Ser marxista aos vinte anos é compreensível. Justifica-se pela ignorância dos princípios dessa nefasta doutrina política.
    Mas, aos 80? Tenha a santa paciência!
    Aí, a coisa já passa pela deformação de caráter.

  • Bene

    -

    11/11/2013 às 11:18 am

    Reinaldo, não da para acreditar, mas é a pura verdade, o PT tem aliados fantásticos, iguais a eles. Não podia ser de outra maneira. Lembra daquele ditado antigo que diz: “diga-me com quem andas, que te direi quem és”!
    Semelhante atrai semelhante, não podia ser de outra maneira, este é o PT que todos nós conhecemos!…
    Todos tem ideias de jerico! Indubitavelmente!…
    E esse aliado deles, como eles, deveriam estar morando em Cuba ou na Venezuela, ou no Irã, ou na Coreia do Norte, com já disseram alguns.

  • Jorge Silva

    -

    11/11/2013 às 11:07 am

    Este senhor defende os Black Blocs e afirma ainda que:
    “Lula é um conservador.(…) Na Presidência, atuou como conservador. Pôs Dilma como uma expressão conservadora. (…) E Lula é (…) um antirrevolucionário. Ele não quer soluções de transformação, quer apaziguamento. ”
    Pelo que entendo a guinada dessas manifestações mascaradas é pra extrema-esquerda. Se as coisas estão ruins, sempre há um fundo do poço…

  • Jorge Silva

    -

    11/11/2013 às 11:05 am

    “(…) A violência é só pessoal, privada, o que é um horror. Quando vai para a violência pública, as coisas melhoram. ”
    Stalin uma vez disse: “Uma morte é uma tragédia. Milhões de mortes, uma estatística.”
    Qualquer semelhança na mentalidade deste sernhor com a mentalidade stalinista, NÃO É mera coincidência.

  • Bruno

    -

    11/11/2013 às 10:33 am

    Esse senhor deveria estar morando em Cuba ou na Coreia do Norte para ver o quão maravilhoso é o comunismo. Poderíamos fazer uma vaquinha para comprar uma passagem só de ida pra ele, coitadinho.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 10:26 am

    Sociedade conformista?É fato!Ela não se conforma com a violência do Chico,ou pregada pelo Chico.Destruindo tudo,o quê sobrará para essa sociedade conformista dos outros e para a inconformista do Chico?Ele-os Chico-acaso-estará disposto a construir uma nova sociedade,ou sociedade nova,sobre os escombros da velha sociedade?Como o fará,se ele prega para sempre a violência?

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 10:16 am

    A gradação da violência se conhece pelo regime econômico?Sei não.Países há,que a violência é quase zero e são capitalistas.Por que será?Será que o “regime”é que é violento?Ou serão os homens?Será violenta uma abstração denominada “regime”?Sei não!Perguntemos então ao Francisco que sabe de tudo o que é violência.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 10:06 am

    Capitalismo violentíssimo?Despeito dele,Francisco…

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 10:04 am

    “O capitalismo é um regime violentíssimo”,declara o franciscano Francisco.Para ele que prega a paz ,isto é muito dificil de ser aceito,não?Tudo´é caso de gradação.O comunismo e o socialismo(o socialismo é e foi um comunismo mitigado),não tinham a tecnologia avançada da violencia do capitalismo nesse setor.Tivera ele a tecnologia seria uma emulação doida de se ver!Porque homens adestrados para isso eles tinham.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:52 am

    Uma farra em nome do mal.Franciscano Francisco corre levando a tocha que abrirá os jogos olímpicos da maldade.Quem levará a palma da maldade?Uma das modalidades:queimar os “donos do poder que estão aí” em óleo fervente,arrancando-lhes ,antes,seus olhos.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:47 am

    Qual o motivo que impede o oitentão frnaciscano Francisco de fazer parte do quebra-quebra?Será a “gota”?.Ou será seu “marca-passo”? Ou será que ele é um violento teórico?Conduz,prega mas não “põe a mão na massa”.

  • Cesar

    -

    11/11/2013 às 9:38 am

    Coitado.O pobre infeliz agarrado a sua crendice, faz comentários risíveis, esquizofrênicos, tendo visões.Ele é mais uma prova viva do que acredito seja, essa cegueira ideológica um problema mental, assim como outros tipos de fanatismo, mas não é politicamente correto afirmar isso.Em um ponto concordo com ele,o molusco de maneira alguma tem algo de esquerdista, só o discurso, é o símbolo do aproveitador, oportunista, provavelmente o maior entre os talvez milhares de políticos que acomodaram-se no discurso de oposição à alguma coisa e utilizando discurso esquerdista.

  • José Maurício

    -

    11/11/2013 às 9:35 am

    Está muito ruim! Podia estar muito pior! rsrsrsrs …

  • Seavon

    -

    11/11/2013 às 9:34 am

    São tantos os erros que este governo que aí está, cometem, e tantos os conselhos que o ex presidente Lula costuma dar aos dirigentes, que em quase tudo que se vá comentar, acaba a gente usar do que andam dizendo da carapuça, fazendo dela uma salada de qualquer coisa.
    Esse governo dá margem a isso, fazer o que?
    Em comentário anterior, eu comparei o que anda acontecendo com Eike Batista o mesmo que possa vir acontecer com o PT do Lula/Dilma.
    Não estou repetindo isso para desmentir nada, o que posso fazer e reafirmar mais ainda.
    Só vou fazer um adendo, que possa vir acontecer ou não!
    O Eike Batista em suas atitudes de se meter em MEGA empreendimentos, e não dando resultados esperados, como,
    anda sendo noticiado frequentemente, é que está dando com os burros n´gua!
    Também pudera, tendo como ASTRO do X em questão, conselheiros que não é do desconhecimento de ninguém para colocar em prática suas atitudes, não tem como esperar bons resultados, nunca!
    Mas, como costuma acontecer com outras pessoas que já passaram e conseguiram superar seus insucessos, não vou, nem devo duvidar de seu potencial.
    Ainda mais, como sempre anda acontecendo em outros casos, que não vou mencionar aqui, o Bolsa bilionário pode ser colocado em prática e quem vai sofrer as consequências futuras são as próximas gerações, também!
    Quanto às responsabilidades, aí já são outros negócios…

  • Paulo

    -

    11/11/2013 às 9:33 am

    Reinaldo,
    Só uma pergunta: E você é que é o rottweiler? Esse cara é patético como todos esses “intelectuais” de esquerda.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:32 am

    correção: …crianças…e ininputáveis!

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:30 am

    correção…crianças irresponsáveis.

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:29 am

    Nós somos os bons,”eles os maus.Não é assim.Mas evoluamos,pouco a pouco,a fim de que sejamos todos bons.Para isso,necessário é sermos “mansos e pacíficos”.Fora disto,só o caos!Que o franciscano Francisco promova a concórdia entre todas as criaturas suas irmãs.Tocar fogo em nosso Brasil-no seu caso de oitentão-é coisa de crianças irresponsável e…ininputável!

  • affonso

    -

    11/11/2013 às 9:10 am

    correção…com violência vendem-se armas…

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados