Blogs e Colunistas

15/11/2011

às 6:37

Aldo muda cúpula do Esporte, mas alguns nomes citados em escândalos continuam na pasta, ainda que rebaixados

Por Eugênia Lopes, no Estadão:
Duas semanas depois de tomar posse no Esporte, o ministro Aldo Rebelo (PC do B) anunciou nesta segunda-feira, 14, os nomes da nova cúpula do Ministério. Apesar da faxina nos principais cargos da pasta, Aldo manteve parte dos antigos ocupantes ligados ao PCdoB no Ministério, até mesmo os suspeitos de envolvimento com irregularidades no Esporte. É o caso do ex-secretário Executivo, ex-número dois do ministério, Waldemar Manoel Silva de Souza, que será substituído pela economista do Banco Mundial Paula Pini. “Ele (Waldemar) vai continuar no Ministério, mas ainda não está definido em qual função”, disse Aldo, ao explicar que Waldemar ficará encarregado de passar as funções para a futura secretária Executiva da pasta. O nome de Waldemar surgiu no escândalo do esquema de convênios suspeitos de verbas do Esporte.

Além de Waldemar, o ministro vai manter Ana Prestes, no Esporte. Ela deixará a chefia da Assessoria de Relações Internacionais - será substituída pelo embaixador de carreira Carlos Henrique Cardim -, mas será rebaixada de posto. A neta de Luiz Carlos Prestes permanecerá na subchefia da assessoria.

Dos três substituídos por Aldo, apenas o ex-secretário nacional de Esporte, Educação. Lazer e Inclusão Social Wadson Ribeiro deixará a pasta. “Ele vai voltar para Minas Gerais onde tem função partidária”, afirmou Aldo. Wadson é suspeito de má gestão de contratos assinados com ONGs em programas sociais. Para o lugar do ex-secretário, Aldo escolheu um militar: o vice-almirante Afonso Barbosa, que deixará a iniciativa privada para ir para o Esporte.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

11 Comentários

  • Adilson

    -

    15/11/2011 às 5:37 pm

    As contribuições desse ministro do esporte que é tão zeloso pela língua portuguesa serão as seguintes:
    1) Mudar o nome de Ministério do Esporte para MINISTÉRIO DO DESPORTO.
    2) Handebol terá nova ortograqfia – ANDEBOL
    3) Cross country será CORRIDA NO CAMPO.
    Enquanto ele diverte a massa com as suas bizarrices, o PC do B continua encastelado no ministério e nada muda.

  • teresinha

    -

    15/11/2011 às 1:13 pm

    É só um arranjo, não duvido que o esquema continua, é a tal “fatia”. Novos estratagemas serão traçados, por isso precisam manter os conhecedores dos caminhos para tentar novos descaminhos.
    Espero que eu esteja devaneando.

  • Curumim

    -

    15/11/2011 às 12:52 pm

    Em outras palavras, a punição aos corruptos é apenas um remanejamento de cargo. Como diz o dadá-totó, polícia é só para pobre.

  • Amelia

    -

    15/11/2011 às 12:14 pm

    Alguém acha mesmo que ele vai tirar a boca da corriola do seu partido da mama governamental? Quem acredita nisso acredita fácil que o Papai Noel proverá.

  • marco

    -

    15/11/2011 às 11:36 am

    Subchefia da assessoria?
    É a glória: “Trabalho na subchefia da sssessoria do Min. Esportes”. Tem que ser muito patriota, é muita devoção ao serviço público. Já imaginaram o orgulho da mamãe?
    Em tempo: alguém conhece o organograma dessa estrovenga?

  • MINEIRIN INVOCADIN

    -

    15/11/2011 às 11:34 am

    Reinaldo,a corja petralha tem esse “jeito estúpido de gerir”, através da movimentação das varejeiras mas mantendo a merda,em mais uma forma embusteira,outra tentativa de continuar a sucatear,corromper e submeter a administração pública aos desejos e delírios da escumalha! A nomenklatura bandida só trabalha para se manter no e em torno do poder,usando o tempo a seu favor,visando a colocar no esquecimento “marolinhas” como o mensalão,assassinato de companheiros discordantes de métodos e meios,violação de contas de caseiro e de candidatos da oposição,favorecimento pessoal,enriquecimentos ilícitos, multiplicação de fortunas,desvios de verbas,enfim,um triste e extenso desfile de CRIMES insolúveis,de processos dormitando no stf-enquanto sinistro de espinhela caída procrastina, prevarica,retarda a mais não poder sua OBRIGAÇÃO!- e outras cortes!Brasil,país rico é país sem petralheza!

  • Luiz Fernando

    -

    15/11/2011 às 10:54 am

    Parabéns ao Ministro pela escolha da sua Secretária Executiva.Excelente profissional, completamente diferente da mediocridade que reina no governo da Presidanta.

  • roby

    -

    15/11/2011 às 8:40 am

    Ainda que o ministro Aldo Rebelo tenha a maior seriedade e toda a boa vontade do mundo — e, apesar do seu passado de altos e baixos, nada ainda se pode dizer quanto à sua gestão nessa nova função —, há que se destacar que alguns dos personagens dessa trama são verdadeiros bandidos que não hesitariam em chantagear quem preciso fosse para manter seus privilégios. Enquanto o nosso comunismo não permitir a necessária “queima de arquivo”, eles vão ficando…E o Brasil continua perdendo…

  • Paulista Indignado

    -

    15/11/2011 às 7:16 am

    Quem diria em aldo,

    até tu???

  • Parcialmente triste

    -

    15/11/2011 às 6:56 am

    Uma vez comunista, sempre comunista. Tudo pela causa e pelo povo nada!

  • Marcus Meyer

    -

    15/11/2011 às 6:52 am

    De que adiantaria manter a pasta nas mãos do PCdoB se não fosse para permitir uma porta aberta para o financiamento do partido? Se Aldo ultrapassar a fronteira do aceitável pelo partido é ele quem cai!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados