Blogs e Colunistas

08/04/2012

às 7:11

Aiatoelio Gaspari assina a ficha de filiação ao PT. Ou: Uma caricatura da história que faz inveja ao pior stalinismo

Aiatoelio Gaspari, o Ali Khamenei de alguns colunistas do jornalismo, escreveu aquele que deve ser o pior texto de sua carreira. E não que fosse tarefa fácil, dada a produção dos últimos anos. Obrigo-me a apontar isso aqui porque já escrevi sobre uma forma de patrulha ideológica que está em curso, que consiste em associar alguns valores em nome dos quais falava o senador Demóstenes Torres (GO) às suas peripécias com Carlinhos Cachoeira, como se houvesse entre uma coisa e outra uma relação de causa e efeito ou, ao menos uma linha de coerência. Seria, em suma, tudo “coisa da direita moralista”. A verdade está justamente no avesso, já demonstrei aqui. A carreira política de Demóstenes, pouco importa o que aconteça com o seu mandato, acabou. Seu eleitorado não o perdoa. Já os mensaleiros petistas, a exemplo do “chefe de quadrilha” (segundo a PGR) José Dirceu, estão mais poderosos do que nunca. João Paulo Cunha (PT-SP) é, para escárnio da moral e do bom senso, nada menos que presidente do Conselho de Ética da Câmara. Dirceu, além de “consultor de empresas privadas”, está montando a equipe de campanha de Fernando Haddad. Aiatoelio deve achar normal, já que não escreve a respeito.

Quem conhece a história do jornalismo brasileiro sabe que Gaspari entende de “direita moralista”. É mais um que o regime democrático encontra hoje junto com a esquerda, como direi?, de exultação. Eu sempre me comovo muito com aqueles que se tornam esquerdistas quando pode. Como eu fui de esquerda quando não podia, não me obrigo a reverenciar esses corajosos. Acho que foi Ferreira Gullar que escreveu algo assim (a procurar os termos exatos): “Fui de esquerda quando dava cadeia; hoje, ser de esquerda dá emprego”.

Reproduzo, abaixo, em vermelho o texto de Aiatoelio publicado neste domingo e comento em azul. Ele imagina uma situação no futuro em que Demóstenes fosse presidente da República.

Setembro de 2015: eleito presidente da República, em novembro do ano passado, Demóstenes Torres chegou ontem a Nova York para abrir a Assembleia Geral das Nações Unidas. Reuniu-se com o presidente Barack Obama, de quem cobrou uma política mais agressiva contra os governos da Bolívia, Equador e Venezuela, “controlados por aparelhos partidários que sonham em transformar a América Latina numa nova Cuba”. Antes de embarcar, Demóstenes abriu uma crise diplomática com o Paraguai, anunciando sua intenção de rever o tratado da hidrelétrica de Itaipu.
Vamos ver. Aiatoelio transforma numa caricatura as críticas sensatas e justas que qualquer amante da democracia faz aos governos da Bolívia, Equador e Venezuela. De fato, e isso não é conversa, inexiste, por exemplo, imprensa livre nesses três países. As forças políticas que estão no poder integram o Fórum de São Paulo — onde tinham assento, até outro dia, as Farc (oficialmente, e só oficialmente!, estão fora da organização). Para maiores informações, procurem os relatos da SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa) sobre a situação do jornalismo nos países citados — filiam-se à SIP, diga-se, os dois jornais que publicam a coluna de Gaspari: O Globo e a Folha. Quanto ao Paraguai, a caricatura de Gaspari é não só deformada (como todas), mas mentirosa também, invertendo os fatos. Foi o Paraguai que rasgou o tratado de Itaipu, como é público e notório.

O “direitista quando jovem” empresta seu pensamento à esquerda, agora que sua inteligência experimenta o climatério. Esse tipo de ironia grotesca, rombuda, ecoa algumas das piores práticas do stalinismo, que consistia justamente em transformar em caricatura as críticas que lhe eram feitas. Seu artigo ainda vai piorar muito. Acompanhem.

O presidente brasileiro assumiu prometendo fazer “a faxina ética que o país precisa”.
Eu, por exemplo, nunca gostei da expressão “faxina ética”. Não porque não a considere necessária, mas porque a considero falsa. Escrevi aqui há dias que setores da imprensa estavam prestes a satanizar a própria ética. Eis aí.

Para isso, criou um ministério com superpoderes, entregue ao ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.
Trata-se de um ataque covarde, numa tentativa — mais uma! — de agredir a reputação de um ministro do Supremo que nem sempre atua segundo a vontade de Aiatoelio e seus novos amigos.

Numa reviravolta em relação a suas posições anteriores, o presidente apoiou um projeto que legaliza o jogo no país.
É a única referência do texto que traz uma ironia pertinente.

Ele reestruturou o programa Bolsa Família, reduzindo-lhe as verbas e criando obstáculos para o acesso aos seus benefícios.
Não me consta que Demóstenes — ou “a direita” — tenha ameaçado o Bolsa Família alguma vez. De todo modo, associar a parceria de Demóstenes com Cachoeira a críticas ao Bolsa Família é vigarice intelectual. O que uma coisa tem a ver com a outra? Só é possível ser crítico desse programa sendo um falso moralista, um pilantra? Por quê?

Patrocinou projetos reduzindo a maioridade penal para 16 anos, e autorizando a internação compulsória de drogados.
Começo pela internação compulsória de drogados. Em alguns casos, daqueles que estão nas ruas, sem ter quem deles tome conta, tratados como lixo, ela é só matéria de bom senso. Aliás, é o que pensa o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, de quem Gaspari não fez caricatura.

Quanto à maioridade penal, o autor junta seu ódio a Demóstenes — muito anterior a qualquer informação sobre Carlinhos Cachoeira — à desinformação. Faz crer a seus leitores, com a sua fama de sabido e rigoroso, que só “direitistas tomados pelo falso moralismo” defendem a redução. Já tratei deste assunto aqui faz tempo. Então vamos ver.

Nas “ditaduras fascistas” na Nova Zelândia e Grã-Bretanha, a idade mínima é 10 anos — em Luxemburgo, inexiste idade mínima! Os bárbaros australianos e irlandeses fizeram por menos: 7. Já as ditaduras da Suécia, da Finlândia e da Noruega escolheram 15. Os regimes discricionários de pocilgas como Canadá, Espanha ou Holanda optaram por 12 — no Canadá, em casos excepcionais, pode descer a 10. A Alemanha e o Japão, notórios por submeter seus jovens a um regime de contínua violência e degradação, preferiram 14. Junto com o Brasil, 18 anos, estão Colômbia, Equador, Guiné e Venezuela, exemplos de bem-estar social todos eles, não é mesmo? Ah, sim: o paraíso cubano, que foi objeto da “caricatura a favor” de Aiatoelio, estabeleceu 16. O regime sandinista da Nicarágua, 13. Vai uma tabela para Gaspari guardar em arquivo e como incentivo à responsabilidade.
Sem idade mínima
- Luxemburgo
7 anos
- Austrália
- Irlanda
10 anos
- Nova Zelândia
- Grã-Bretanha
12 anos
- Canadá
- Espanha
- Israel
- Holanda
14 anos
- Alemanha
- Japão
15 anos
- Finlândia
- Suécia
- Dinamarca
16 anos
- Bélgica
- Chile
- Portugal

Determinou que uma comissão especial expurgue o catálogo de livros didáticos distribuídos pelo Ministério da Educação.
Há livros didáticos, e não são poucos, que são mesmo vergonhosos, pautados pelo proselitismo mais descarado. Ao tratar da questão num texto em que aborda a moral como discurso da mentira, este senhor está endossado os crimes de lesa educação cometidos por uma canalha (e os bons autores não se sintam ofendidos) que, de resto, não precisa nem disputar mercado. Basta puxar o saco do petismo para estar com a vida ganha e ter sua obra “adotada” pelo MEC.

Atualmente, percorre o país pedindo a convocação de uma Assembleia Constituinte.
Sabem que chegou a defender uma Assembleia Constituinte? Lula!!! Aiatoelio se calou.

A oposição do Partido dos Trabalhadores denuncia a existência de uma aliança entre o presidente e quase todos os grandes meios de comunicação do país.
ATENÇÃO AGORA! Bem, meus caros, como o Demóstenes da fábula gaspariana é o falso bem que é mal, o PT, como seu contraponto, é, então o bem ele mesmo! Se tudo o que Demóstenes faz deve ser lido pelo avesso, sendo o PT seu avesso, tudo o que os companheiros dizem é mesmo sensato. Ou seja: o colunista do Globo e da Folha está afirmando que os meios de comunicação estariam — porque, então, assim já seria hoje — alinhados com “a direita”. É… Gaspari escreve com uma mentalidade de Carta Capital, mas prefere ganhar salário de Globo e Folha… Os fiéis de Mino Carta têm de ter aula de esperteza com Gaspari…

Ao desembarcar no aeroporto Kennedy, Demóstenes ironizou as críticas à presença de uma jovem assessora na sua comitiva: “Lamentavelmente, ela não é minha amante, porque é linda”. À noite o presidente compareceu a um jantar no restaurante Four Seasons, organizado pelo empresário Claudio Abreu, que até março de 2012 dirigia um escritório regional de relações corporativas da empreiteira Delta. Abreu é o atual secretário-executivo da Comissão de Revisão dos Contratos de Grande Obras, presidida pelo ex-procurador geral Roberto Gurgel. Chamou a atenção na comitiva do presidente o fato de alguns integrantes carregarem celulares habilitados numa loja da rua 46. Eles são chamados de “Clube do Nextel”.
Bem, nesse trecho, ele faz algumas ironias óbvias, que não mereceriam maiores considerações não fosse por um particular: a Delta é a maior tocadora de obras do governo federal. Seu proprietário, Fernando Cavendish, é amigo dos petistas — de um em particular: José Dirceu, que já prestou consultoria à empresa. Por coincidência, depois disso, a expansão do grupo é notável. Ainda voltarei a este tema. O Rio de Sérgio Cabral é um grande canteiro de obras da Delta, boa parte delas sem licitação.

Em 2012 a carreira do atual presidente foi ameaçada por uma investigação que o associava ao empresário Carlos Augusto Ramos, também conhecido como “Carlinhos Cachoeira”, marido da ex-mulher do atual senador Wilder Pedro de Morais, que era suplente de Demóstenes. O trabalho da Polícia Federal foi desqualificado pela Justiça. O assunto foi esquecido quando surgiram as denúncias do BolaGate contra o governo da presidente Dilma Rousseff envolvendo contratos de serviços e engenharia de estádios para a Copa do Mundo, cancelada em 2013.
Ora
, se Demóstenes é o falso moralista e se sua pregação deve ser vista sempre pelo avesso, Gaspari está sendo preventivo; está aplicando uma vacina contra as críticas às óbvias lambanças nas obras da Copa do Mundo. O que quer que se diga a respeito ecoa apenas coisa dessa direita moralista, entenderam? A Delta é a empresa que toca, por exemplo, a reforma do Aeroporto de Cumbica, em São Paulo. Sem licitação! Surgir um “Bolagate” é uma questão de tempo, senhor Aiastoelio, não de conspiração da direita.

A eleição de campeões da moralidade é um fenômeno comum no Brasil. Em 1959 Jânio Quadros elegeu-se montando uma vassoura. Em 1989, triunfou Fernando Collor de Mello. O primeiro renunciou numa tentativa de golpe de Estado e terminou seus dias apoquentado por pressões familiares para que revelasse os números de suas contas bancárias no exterior. O segundo deixou o poder acusado de corrupção e viveu por algum tempo em Miami, elegeu-se senador e apoiou a candidatura de Demóstenes. O tesoureiro de sua campanha foi assassinado.
Não é verdade! Dois presidentes com essas características apontadas por Gaspari não evidenciam a existência de um “fenômeno comum”. Se bem notaram, Aiatoelio fez uma leitura irônica daquela que seria uma agenda “de direita”. Assim, qualquer um que ouse fazer propostas ou críticas fora da agenda da esquerda seria só um “falso moralista”, um “Janio”, um “Collor”, um “Demóstenes”.

Presente ao jantar do Four Seasons, o empresário Carlos Augusto Ramos não quis falar à imprensa. Ele hoje lidera o setor da indústria farmacêutica brasileira beneficiado pelos incentivos concedidos no governo anterior. Ramos chegou acompanhado pelo ministro dos Transportes, Marconi Perillo, que governou o Estado do presidente e foi o principal articulador do apoio do PSDB à sua candidatura. Uma dissidência do PT, liderada pelo deputado Rubens Otoni, também apoiou a candidatura de Demóstenes. O presidente anunciou que a BingoBrás será presidida por um ex-petista.
Abril de 2012: quem conhece o tamanho do conto do vigário moralista de Fernando Collor e Jânio Quadros sabe que tudo o que está escrito aí em cima poderia ter acontecido.
Essa crítica leve ao PT é só a homenagem que o vício presta à virtude, coisa muito comum em certo tipo de “jornalismo isento”. A agenda petista de Gaspari está no conjunto do texto. Quisesse mesmo ser duro com o partido — como é com seus adversários —, lembraria que os petistas jogaram no lixo a Lei de Licitações para tocar as obras da Copa. Quisesse mesmo ser duro com os companheiros, teria analisado o verdadeiro espetáculo de “privataria” que foi a privatização dos aeropostos — não há um só especialista que não anteveja problemas. Quisesse mesmo ser duro com os patriotas, já teria desconstruído o “modelo Dilma” de privatização de estradas — que ele elogiou com tanto entusiasmo e cujo fiasco jamais reconheceu. Pergunta: por que Gaspari não nomeou Agnelo Queiroz ministro da Licitação e da Concorrência?

Notem que, na sua fábula, só “ex-petistas” estariam junto com Demóstenes, que ele considera o mal. Os petistas puros, os petistas genuínos, os petistas dirceus, os petistas lulas, os petistas dilmas, ah, esses se encontrariam na oposição, denunciando a grande conspiração que uniria Demóstenes à mídia. Porque, está dado, petista mesmo, petista autêntico, não faz sacanagem, não faz lambança, nunca é falso moralista!

Esse texto de Elio Gaspari é sua ficha de filiação ao PT. Faz sentido. Na ditadura, ele era uma espécie de general sem uniforme. E como os admirava!!!

PS - Os liberais autênticos, os que se opõem ao lulo-petismo — e a qualquer outra vigarice  — e os que lastimam a política tomada por ladrões devem saber: estão com os bons valores! Por isso não perdoarão Demóstenes. O que ele fez não é, ao contrário do que sugere Gaspari, a parte secreta de uma agenda de que o “moralismo” seria apenas a parte visível. Já, insisto, os admiradores de Dirceu e os eleitores de todos os outros mensaleiros endossaram suas respectivas práticas.

O texto de Gaspari é uma dessas coisas que provocam vergonha alheia. Há, admito, pessoas que fazem coisa assim porque precisam. Não é o caso de Aiatoelio. Ele faz porque quer. Porque gosta.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

227 Comentários

  • NaSala

    -

    10/4/2012 às 1:30 pm

    Gilsonr – 09/04/2012 às 0:19-Credo! UMA CASCUDA.Ignorância cavalgando.

  • cesar

    -

    10/4/2012 às 10:46 am

    Após Cem anos do Naufrágio do TITANIC, temos o Naufrágio da Oposição Brasileira. Também tendo o PIG como capitão só poderia dar nisto.

  • Anderson Soares

    -

    10/4/2012 às 10:14 am

    Esse texto deixou o PHA vermelho de inveja.

  • Terrano

    -

    10/4/2012 às 1:07 am

    Que sina terrível:
    Primeiro, rastejar para o VERDE-OLIVA.
    E agora rastejar para o vermelho pusilânime.
    Que sofrimento, hélio.
    Agüente firme. Você ainda consegue pagar o aluguel com a ajuda dos “caras”.
    Veja que simples.

  • Marcelo Ferreira Soares

    -

    10/4/2012 às 12:40 am

    A Folha de São Paulo está se transformando num lixo jornalístico de maneira escancarada. Colunistas desqualificados moralmente e éticamente é o que vemos nas páginas do jornal. Ainda dá tempo de salvar a publicação! Será que a Folha está passando por dificuldades financeiras e está se aproximando da “situação”?

  • Fusca Brasil

    -

    9/4/2012 às 7:54 pm

    O lixo que Gaspari escreveu – provavelmente de porre ou sob efeito de subprodutos da folha de coca promovida pelos seus ídolos Lula e Evo – merece o comentário de Millôr sobre livro de Sir Ney: “é um daqueles livros que quando se larga não se quer pegar nunca mais”

  • ricardo carvalho

    -

    9/4/2012 às 7:40 pm

    Nos anos 70, quando ele voltou à VEJA , eu cai fora. Ele nunca me enganou…

  • José Gomes

    -

    9/4/2012 às 6:46 pm

    É estranho que êssse senhor escreva em dois grandes jornais que sse consideram sérios. O texto do cara é de causar náuseas; dá vontade, literalmente, de vomitar. Ainda há quem leia os textos desse senhor? A não ser, é claro, por obrigaçãoi profissional. Às vezes fico a imaginar o saco que é sua profissão de blogueiro decente, ssério. Ter que ler essass PORCARIAS. Mais ouu menos como crítico de cinema: ter que asssistir àqueles filmes “blockbuster”, tipo Avatar e outras desgraçass…. Masis ou menos como ter que ler Élio Gaspari e outros do gênero. Vade retro!

  • Helena

    -

    9/4/2012 às 6:32 pm

    Confesso que não consegui ler os delírios desse Aiatoelio até o fim, precisava ter esquecido o cérebro ou a vergonha em algum lugar.

  • Justice

    -

    9/4/2012 às 6:25 pm

    Gaspari tá gagá, e não é de hoje.

  • Solange Ferreira

    -

    9/4/2012 às 4:18 pm

    Reinaldo Azevedo mais uma vez dando visibilidade a um PeTralha.O Gaspari não passa de um picareta a mando do PT.

  • Tito

    -

    9/4/2012 às 3:26 pm

    Esse governo sugerido pelo Gaspari, com todas as ironias, seria MUITO melhor do que qualquer governo petralha.
    Onde e quando eu voto?

  • Wilk Milk

    -

    9/4/2012 às 11:34 am

    Este senhor vive em um universo paralelo, tal qual o dos quadrinhos da DC Comics onde o certo é errado… Fico com vergonha por ele.

  • Sandra

    -

    9/4/2012 às 11:30 am

    A plataforma sugerida para o senador ainda está melhor do que a petista!

  • augusto

    -

    9/4/2012 às 11:08 am

    Reinaldo,

    Foi a maior das imbecilidades que já li na internet. O Gáspari deve ter pirado. Tudo o que ele escreveu cabe bem no discurso petista. Vivemos realmente a décata da mediocridade. Ele faltou criar uma nova ficção: Em 2013, os envolvidos no mensalão são presos e expulsos do PT. Lula afirma: “o PT é uma associação de malfeitores.”

  • gilmar

    -

    9/4/2012 às 10:18 am

    Ele tenta ser irônico mas é na verdade cínico, é como o chico jabuti, enaltece Cuba mas mora em Paris, é fácil ser irônico ou cínico com os bolsos cheios de grana pública como disse o poeta ‘quando eu era de esquerda pegava-se cadeia hoje ganhasse emprego’ e dos bons, como o do Gaspari.

  • Sandra R.

    -

    9/4/2012 às 10:04 am

    Bom dia grande jornalista!Adorei o corretivo que destes
    no tal Hugo Guimarães.Já te disse antes de como eles te adoram,não conseguem ficar sem você.Pudera,no lado de lá
    não encontram jornalistas do seu gabarito.Grande Rei!

  • Sherlock

    -

    9/4/2012 às 9:14 am

    A propósito: só leio os textos dele quando postados aqui.

  • Sherlock

    -

    9/4/2012 às 9:13 am

    Rei,

    O texto do Gaspari é só ruim.
    Pelo que me lembro, até gostei do texto dele na série sobre a Ditadura, que folheei algumas vezes, mas os textos que ele escreve nos jornais são uma lástima. Para alguém que cunhou a expressão Nosso Guia pro Apedeuta, bom, já disse a que veio, né não?!

  • Reaça

    -

    9/4/2012 às 7:07 am

    BOB – 08/04/2012 às 13:15
    Ou é dono de fina ironia ou ou ptralha tentando deixar contrabando na coluna?

  • Wagner Pereira

    -

    9/4/2012 às 7:03 am

    O Luiz (comentário das 22:43) deve estar mal informado. Mesmo o PT e seu “Estimado Líder”, Lula, não são tão megalomaníacos assim. Ou são? Será???

  • Reaça

    -

    9/4/2012 às 7:01 am

    Elio Gaspari está precisando de dinheiro. Foi procurar no lugar certo! Com coluna no Globo, vai receber uma ajuda de custo generosa do governo (minúsuculas)

  • NONSENSE

    -

    9/4/2012 às 6:24 am

    Pode existir um “melhor stalinismo” ? Seria o de em “Coração e Mente”, do inefável ???

  • Drakko

    -

    9/4/2012 às 5:57 am

    Gaspari, o jornalistinha camarada…
    Eis aí um exemplo perfeito de jornalismo biruta de aeroporto.

  • leandro cortes

    -

    9/4/2012 às 4:36 am

    No texto do Gaspari só faltou ele dizer quem seria o jornalista porta-voz do presidente. Adivinhem…

  • isa bac

    -

    9/4/2012 às 3:55 am

    Reinaldo, você esqueceu do outro petralha top, top do outro petralha no acidente de avião da TAM. Eles são isso mesmo e o pior é que o governo deles também é esse baixo nível.

  • Gilsonr

    -

    9/4/2012 às 12:19 am

    REINALDOXX!!

  • ademar branco

    -

    9/4/2012 às 12:03 am

    Quando li a coluna de elio gaspari hoje pela manhã pensei: “não é possível que alguém com um mínimo de auto-crítica tenha coragem de publicar artigo tão ridículo”!
    Realmente, elio gaspari perdeu a noção do que é ser um sujeito ridículo!

  • Pedro

    -

    8/4/2012 às 11:23 pm

    Olha que é petralha:
    bocadealuguel – 08/04/2012 às 10:43
    Já vi este cara por aqui vomitando besteiras…

  • Marcos Daniel

    -

    8/4/2012 às 11:16 pm

    Esse artigo fez tanto pela reputação do Elio Gaspari quanto as gravações da Polícia Federal pela reputação do Demóstenes.

  • Martha

    -

    8/4/2012 às 11:08 pm

    Aiatoelio deve estar querendo se candidatar a um posto de jornalista comprado pelo dinheiro de empresa publica para garantir sua velhice.

  • Maurício.

    -

    8/4/2012 às 11:02 pm

    Reinaldo, o que você achou da “coincidência” de pegar fogo na estação brasileira na Antatida e, dias depois, o naufrágio de um navio brasileiro também na Antartida?

  • Maria

    -

    8/4/2012 às 10:53 pm

    A postura desse Sr. Gaspari é altamente suspeita. Ele não consegue convencer ninguém que saiba pensar. Seus argumentos são fracos e totalmente inconsistentes.

  • nivaldo alves da silva

    -

    8/4/2012 às 10:51 pm

    Elio Gaspari se alia ao PT, num artigo onde exibe sua subserviência ao partidos dos mensaleiros. Engraçado, é que Gaspari se dava muito bem com os militares. Era amicíssimo de Golbery, Heitor de Aquino. Os livros que escreveu sobre o período militar eram baseados nos arquivos desses militares. Quer dizer: no passado bajulava os milicos e agora, os petralhas. É lamentável.

  • Affonso Sampaio

    -

    8/4/2012 às 10:45 pm

    Deveríamos ler também pelo avesso declaração do poderoso chefão, de que ética maior do que a dele não poderia existir; realmente,além de nunca ter existido essa ética, a manifestação a respeito é a expressão mais pura da humildade do gajo, nunca antes explicitada nesta terra “brasilis”.

  • Luiz

    -

    8/4/2012 às 10:43 pm

    Reinaldo será que esse absurdo e verdade?

    O Governo Federal vai investir 13 milhões de reais em uma estátua com a imagem do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, maior que o Cristo Redentor, que será construída em Brasília e servirá como monumento do patrimônio público. Na tarde deste sábado (11), a Presidenta Dilma assinou a liberação do dinheiro para dar início à obra.

    A assessoria do PT aplaudiu a rapidez da presidenta em liberar a verba para que a estátua seja construída o mais breve possível. O local exato da construção ainda será definido, mas a ideia é fazer o monumento ficar próximo do Palácio do Planalto e poderá ser visto de qualquer lugar de Brasília.

    Na estátua Lula irá segurar uma estrela, símbolo do PT. No Senado Federal, os senadores petistas disseram que a estátua do Lula será, no futuro, uma das oitavas maravilhas do mundo.

  • sostenes

    -

    8/4/2012 às 10:43 pm

    Quando li esse texto , a primeira coisa que me veio à mente foi checar seu blog para ver tua opinião caso voce o houvesse publicado.Como sempre, melhor que consegui imaginar,
    valeu tio Rei,
    abraço,
    Sóstenes

  • Leitor

    -

    8/4/2012 às 10:42 pm

    Esse jornalista que merecidamente foi desmascarado pelo seu comentário, Reinaldo, já teve a recompensa merecida. O que não é admissível são os grandes jornais (incluídos os jornais regionais que publicam a mesma coluna nefasta como essa matéria) cederem espaço para publicações repetitivas de ideologia subversiva sem sentido, mas com objetivos nitidamente de servir a uma causa: subverter os fatos para agradar os aproveitadores do turno no poder, com a anuência dos seus patrocinadores. Com a palavra os jornais: O Globo, Folha de São Paulo, Gazeta do Povo e outros jornais regionais que publicam esse tipo de jornalismo inútil.

  • Tina

    -

    8/4/2012 às 10:36 pm

    Boa noite,

    Rei, qual a idade que um velho pode expor a sua perversão?
    Foi no seu blog que li um texto sobre o prazer que alguém amoral sente prazer em perverter. Se não me engano, foi em um texto sobre Oscar Wilde e um outro escritor, que agora não lembro…..
    Para sorte do Elio Gaspari estamos em uma democracia e ele pode ecrever babaquices.
    Viva a liberdade! Só a liberdade de imprensa possibilita esse seu vermelho e azul.
    Apesar dos aiatoelios ainda estamos em um democracia! Um velho pervertido e uma criança, maior de doze a meu ver, pervertida são uma coisa só: mau cidadão.

    Abs.

  • jeremias-no-deserto

    -

    8/4/2012 às 10:29 pm

    Gaspari é o eterno adesista de plantão, aquele que é comunista, nazista, fascista ou outro “ista” qualquer” de acordo com a conveniência e o momento e sempre quando essa adesão dá emprego.Essa praga abunda em nossa imprensa oportunista.

  • Zezão

    -

    8/4/2012 às 10:25 pm

    Gaspari pensa que é analista político; mas suas ironias baratas longe estão de esclarecer coisa alguma. É pura opinião infundada. Como já observou Olavo de Carvalho, opinião é como bunda. Todos nós as temos. Mas nem todas merecem ser expostas publicamente. As suas são flácidas e vulgares. Tampouco valem seus textos como literatura. Um autor que escreve “sonham EM transformar a América Latina…” é um escritor medíocre. O verbo “sonhar” antes de outro verbo é transitivo direto. Afinal, o fato de esse senhor ser considerado “jornalista” só atesta a profunda miséria cultural em que chafurda o país.

  • -

    8/4/2012 às 10:24 pm

    Trecho do livro do escritor cubano Reinaldo Arenas, “Antes que anoiteça” (Record, páginas 14-15): “Algum dia, finalmente, o povo derrubará Castro e a primeira coisa que deverá ser cumprida será acusar todos aqueles que colaboraram impunemente com o tirano(petralhas e simpatizantes). As pessoas que promovem um diálogo com Castro, sabendo (como todos sabem) que Castro não largará o poder de livre e espontânea vontade, pois necessita apenas de uma trégua e de ajuda econômica para se fortalecer, são tão culpadas quanto os carrascos que torturam e assassinam o povo, talvez até mais; de fato, em Cuba vive-se num clima de absoluto terror, mas no exterior pode-se optar por uma certa dignidade política. Todos esses figurões que sonham em aparecer nas telas de televisão de mãos dadas com Fidel Castro, tornando-se assim figuras políticas relevantes, devem ter sonhos mais realistas:
    devem sonhar com uma corda na qual ficarão pendurados no parque Central de Havana, pois o povo de Cuba, com toda a sua generosidade, ao chegar o momento da verdade, irá enforcá-los. É assim que vão morrer e, pelo menos em relação a eles, não terá havido nenhum derramamento de sangue. Talvez esse ato de justiça sirva de exemplo para o futuro, pois Cuba é um país que produz canalhas, marginais, demagogos e covardes, numa relação desproporcional à sua população.”

  • Sônia

    -

    8/4/2012 às 10:01 pm

    Gaspari não liga para a sua incoerência, fustiga o antipetismo para fazer o jogo sujo dos esquerdopatas que estão no poder. Só há uma explicação: faz tudo por dinheiro, assim como faz Paulo Henrique Amorim…

  • JoséV

    -

    8/4/2012 às 9:51 pm

    Muito bom!
    Como vivemos numa democracia, Gaspari escreve a bobagem que quiser (pena que faça isso na Folha e no Globo).
    E Reinaldo tem como colocar as coisas nos seus devidos lugares.
    Se fosse na Venezuela, no Equador e na Bolívia isso seria possível?
    Também não seria possível se fosse pela vontade de muitas hotes petistas, como a daquele senhor Marco Aurélio “top, top”, que continua no Palácio.
    Por enquanto, felizmente por aqui, a sociedade conseguiu reprimir a intenção castrista do PT.
    Ainda prevalece o direito de cada um ler o que quer e tirar suas conclusões.
    Na imprensa (a grande), há Policarpos, Reinaldos, Gasparis, Nassifs…. e por aí vai.
    Essa é a maior prova de que não há democracia sólida sem liberdade de imprensa.
    Nunca é demais lembrar Thomas Jefferson: “se tivesse que decidir se devemos ter governos sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último”.

  • Isabela

    -

    8/4/2012 às 9:49 pm

    Reinaldo, dá uma força para o Aioto.. (como é que é mesmo?) fazer uma fábula fabulosa também para o caso do mensalão. De preferência com o chefe da sofisticada organização criminosa, após ser eleito para presidente da república em 2014. Faz uma campanha no blog que ele escreve outro texto criativo, como só ele sabe fazer.

  • Mario

    -

    8/4/2012 às 9:43 pm

    Acredito que Gaspari ainda fará uma manifestação inteligente.
    Tenho até a data: 30 de fevereiro…ops..

  • Mario

    -

    8/4/2012 às 9:42 pm

    Gaspari somente da razão ao velho ditado:

    De onde menos se espera é que não sai nada mesmo!

  • PT CONSULTORIA E SERVIÇOS TÉCNICOS

    -

    8/4/2012 às 9:40 pm

    Reinaldo , acabei de ver agora no “fantastico” o horror que está a segurança aí na sua cidade .Meu Deus quanta violencia ! Eita cidadezinha violenta , né Reinaldo.?!

    Bom mesmo está o rio de janeiro das upps do cabralzinho aqui os bandidos são avisados uma semana antes da policia subiro morro Isto sim é que é politica de segurança , NITEROI está uma maravilha de segura. cruz credo nem pensar em viver em sampa o rj é que é bom !

  • Filipe

    -

    8/4/2012 às 9:38 pm

    Reinaldo, você está sabendo da votação sobre aborto de anencéfalos que deve ocorrer nesta quarta-feira? O STF se prepara para introduzir um conceito “brilhante” no país, de que os anencéfalos já estão mortos e, portanto, induzir o parto no terceiro ou quarto mês não é aborto. O objetivo é criar precedentes para a legalização do aborto no Brasil, violando a constituição (que estabelece que isso é uma prerrogativa do congresso) e a vontade do povo (mais de 80% dos brasileiros são contrários à legalização do aborto). É importante que todos saibam disso, se quisermos preservar o que resta de democracia no Brasil.

  • Marco Gaúcho

    -

    8/4/2012 às 9:30 pm

    Chê Reinaldo, larga do pé do E Gaspari…ele está mais do que certo assinando ficha no PT. Garantiu o seu futuro (?), e dos seus descendentes…
    …aliás, esse não é aquele carinha que gostava de escrever sobre os “assaltos à bolsa da viúva..”, referindo-se a desvios (e roubos mesmo), de recursos da União em governos passados?? Não sei o que tem falado agora, mas se fosse coerente jamais assinaria ficha num partido que posou a vida toda de santo, e no poder está dando aulas de trambicagem…

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados