Blogs e Colunistas

08/02/2014

às 6:35

A imprensa está sob censura de milícias organizadas nas redes sociais e se deixa intimidar. Chegou a hora: ou se levanta ou segue de joelhos e se rende

Momento em que Santiago Andrade é atingido: como confundir o artefato com bomba de gás?

Momento em que Santiago Andrade é atingido: como confundir o artefato com bomba de gás?

A imprensa está sob censura. Não é mais aquela ditada por um regime de força. Não é a censura institucional. Não é a censura determinada por um governo tirano. A imprensa está sob a censura de milicianos que se organizam nas redes sociais. Repórteres, hoje em dia, veem, mas já não enxergam. O jornalismo chega a uma encruzilhada. Vai para que lado? Continua a buscar a verdade ou segue uma agenda ditada pelo alarido das redes sociais, que, por sua vez, têm “donos” e centros de irradiação de boatos?

O Jornal Nacional fez nesta sexta um ótimo e detalhado trabalho de reportagem, demonstrando que estava errado aquele repórter da GloboNews que afirmou que o artefato que atingira o cinegrafista Santiago Andrade, da Band, tinha partido da polícia. Não! Por A + B, evidenciou-se que não. A simples análise das fotos ainda na quinta à noite já dizia o óbvio. Mas não vou me estender sobre esse particular, sobre o qual já escrevi bastante. Eu quero é falar da encruzilhada. Eu quero é falar sobre rumo.

O JN entrevistou, e acertou ao fazê-lo, o fotógrafo que fez uma sequência de imagens que deixava claro que Andrade fora vítima de um morteiro — provavelmente adaptado para a circunstância —, armado a coisa de um metro e meio ou dois de onde ele se encontrava com a sua câmera. Mais do que registrar, ele testemunhou o ocorrido. Não posso assegurar, mas me parece certo que o rapaz não é um amador. A fala, alguns jargões, tudo, enfim, sugere que ele é um profissional da área — da imprensa. Ainda que não exerça formalmente uma função no setor, isso não muda a essência do que vou escrever aqui.

Vejam a reportagem se não viram. Ele aceitou falar desde que não mostrasse a cara; desde que seu nome não fosse divulgado; desde que pudesse permanecer no anonimato, com aquela imagem em alto contraste e a voz distorcida. Por quê? Porque ele está com medo. Medo de quem? De bandidos que são candidamente chamados pela nossa imprensa de “manifestantes”. A imprensa, que existe para revelar, hoje tem de se esconder.

E tem de se esconder também nas ruas, não canso de observar isso. Repórteres já não podem se identificar nem deixar claro para que veículos trabalham. Têm de se fantasiar de discípulos do Capilé para não serem linchados por vândalos, por criminosos mascarados, por vagabundos que se arvoram em donos da verdade e estão convictos de que os jornalistas estão nas ruas para mentir.

ENTENDAM BEM: O FOTÓGRAFO QUE DOCUMENTOU UM CRIME, QUE TESTEMUNHOU UM ATO IMPRESSIONANTE DE VIOLÊNCIA, TEM DE SE ESCONDER. E DE QUEM ELE SE ESCONDE?
Da ditadura?
Da governo?
Do poder?
Não! Ele se esconde é dessa corja de extremistas, de minoritários, de fascistoides.

É incrível!
Releio os textos que escrevi a respeito do assunto de junho para cá. Sei o quanto apanhei até de alguns leitores fiéis, que achavam que eu não estava entendendo o que estava em curso. Ouso dizer, com a modéstia de que sou capaz (e, vá lá, não é a minha característica mais saliente, eu sei), que eu estava entendendo tudo, sim. Desde o princípio.

O que nós, da imprensa, ganhamos ao chamar de pacíficos os violentos? O que nós, da imprensa, ganhamos ao negar o caráter autoritário de certas manifestações? O que nós, da imprensa, ganhamos ao satanizar a polícia quando ela acerta e quanto ela erra? O que nós, da imprensa, ganhamos ao afirmar que os manifestantes é que reagem com paus, pedras e coquetéis molotov às bombas da polícia quando, na esmagadora maioria das vezes, acontece o contrário? Mas essas perguntas ainda não são boas. Há uma melhor: O QUE A POPULAÇÃO DO BRASIL GANHA COM ISSO? E há uma pergunta ainda mais pertinente: O QUE A VERDADE GANHA COM ISSO?

Apanhei
Sim, eu apanhei na rua — e outros tantos também (por isso, inclusive, conheço de perto bomba de gás e bomba de efeito moral) — foi para poder dizer o que penso e o que considero verdade MOSTRANDO A MINHA CARA, não para ter de me esconder de mascarados asquerosos, protegidos pelas babás de terno da OAB do Rio.

Boa parte dos que temos certa idade — estou com 52 — corremos riscos, uns mais, outros menos, para que a imprensa pudesse ser livre, não tendo de se submeter a ninguém, nem a essas milícias.

Os tempos que vivemos são tão cinzentos em certos aspectos que as pessoas, mesmo eventualmente de boa-fé, não se dão conta quando dizem barbaridades. O fotógrafo que concedeu a entrevista ao JN presta um serviço à verdade, mas como eu poderia ignorar este trecho da sua fala (prestem atenção ao destaque)?

“E reparei que nessa hora eu vi um homem com um lenço no rosto preto, calça jeans, com uma camisa cinza, arriado, tentando acender um artefato, um foguete, um foguetezinho, nesse momento. Quando eu levantei a câmera pra fazer essa foto, o homem conseguiu acender esse artefato e saiu correndo. Logo em seguida, esse morteiro disparou e atingiu o nosso companheiro cinegrafista. Eu vi que naquele momento o homem na verdade, ele estava tentando, ele posicionou o artefato em direção aos policiais. Mas, infelizmente, pegou no nosso companheiro.”

Talvez ele não tenha querido dizer o que acabou dizendo, mas o fato é que disse. Era para os policiais, mas acabou dando errado, infelizmente… Eu me obrigo a lembrar que policiais também são pais, maridos, filhos, irmãos, namorados… Também têm família. Mesmo quem está a serviço da verdade, em alguma medida, parece ver com naturalidade que um canalha possa armar um artefato contra policiais. Se um PM estivesse no lugar de Andrade, também seria “infelizmente”?

Há mais coisas aí. Eu ainda nem chamei Franklin Martins para essa conversa, o homem que vai cuidar da área de imprensa da campanha de Dilma Rousseff à reeleição. Ainda não chamei os blogs sujos, financiados por estatais. Ainda não chamei a súcia que estimula, direta ou indiretamente, a agressão a jornalistas. Vai ficar para outro texto.

Encerro este post reiterando: os veículos de comunicação e os jornalistas nunca foram tão livres do ponto de vista legal e institucional. E raramente estiveram sob tamanha censura. E o pior inimigo da imprensa livre é o medo, aquele medo que chega a escorrer das notas oficiais de entidades de jornalistas e de empresas ao se referir ao caso e, covardemente, se negar a identificar o grupo agressor.

Chegou a hora: ou a imprensa se levanta e se compromete com os fatos ou segue de joelhos e se rende de vez a seus algozes. Não há Alternativa C.

Texto publicado originalmente às 5h02
Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

546 Comentários

  • deisi

    -

    18/6/2014 às 7:39 am

    A esperança é a ultima que morre, será? Mas ainda guardo em mim um pouco de ilusão, que nessas eleições o PT se transforme em um partido nanico.

  • Ive Datino

    -

    23/4/2014 às 10:36 pm

    A imprensa está ficando acuada! bem que você falou!Hoje em
    seu programa José Luis Datena desabafou que estão tentando
    calar sua boca!O prefeito de São Paulo anda ligando para o
    dono da emissora,pedindo que o Datena pare de falar dele!
    Bem que você falou…..e está acontecendo!.

  • felix moreth de oliveira

    -

    18/2/2014 às 7:44 pm

    se fosse no pm seria felizmente, mas no jornalista foi infelizmente, essa fala eu ouvir de uma gde parte da mídia, claro que pm pode morrer pois , tem uma fábrica lá na sulacap, que produz ppmm aos montes menos um , não há problema, mas esse cara tem mãe , mulher ,filho e etc. mas policial incomoda , fiscaliza ,logo , não tem o carinho e gde parte do povo, mas sem polícia , não tem jogo de futebol, carnaval tb não , prai ,tb não e muitas coisas , lembrando que a polícia não é dela memsa , mas sim da sociedade gde abraço e vamos prezar mais esses homens briosos que eles são pagos com seus impostos e perdê-los significa prejuízo para o estado , que nunca sofre prejuízo, prq desconto do povo através de mais tributos

  • Marluce

    -

    12/2/2014 às 5:42 pm

    Essa cambada da esquerda seja em que nivel for se escondem no coletivo, mas se o exercito der um grito de ordem correm todos, com rarissimas excessões, pra debaixo da cama. Ao desfile do MST em Brasilia só faltou Kim Jong -un para ocupar o espaço ausente de Lula. O vermelho tomou conta da esplanada , tudo financiado com o dinheiro do contribuinte, da bandeira o boné.bo exercito está em tempo de ver que esses bandos são uns fora da lei e verificar se vão correr pra debaixo da cama ou vão para a Guerrilha no Aragusia. Desculpe o pmentario era sobre os falsos Black Blocks financados pelas esquerdas incomodadas que ficaram com as manifestações legitimas de junho. Muito transparente: as esquerdas criaram as milicias ilegetimas para desestabilizarem os governos democraticos do Rio e SP e elegerem Postes, um deles o Padilha que devia ficar de estatua para não fazer tanta besteira. Estamos cansados de dilmismo!

  • Antonio Ferreira Afonso

    -

    12/2/2014 às 3:34 pm

    Não tenho 52 mas 71 ,setenta e hum anos !!!!….e TUDO ,TUDO que vc descreve é a mais pura verdade! E nós que temos brios ,carater patriotismo somos obrigados à ter que engolir esse tipo de”jornalista/jornalismo” ( assim entre-aspas mesmo ! )como se fossem os donos da verdade.Gostaria MUITO de ver esta matéria veiculada numa TV aberta ou em um jornal de grande circulação.PARABEN

  • Ailton Leme

    -

    11/2/2014 às 4:00 pm

    Parabéns,o senhor esta coberto de razão.

  • Marta M

    -

    11/2/2014 às 3:17 pm

    Eu queria ver os manifestantes se manifestando sem que a polícia aparecesse para acabar com a baderna. É incrível a cabeça dessas pessoas. A polícia existe para manter a ordem, para proteger a sociedade da ação de bandidos de qualquer tipo. A polícia só está cumprindo seu papel e está levando pancada. Sem a polícia esses idiotas black blocks e afins vão acabar destruindo nossas casas. E, como bem disse você, Reinaldo, os policiais também têm esposas, filhos, pais. Esses defensores das manifestações estão semeando ventos. Quero ver se um deles for atingido. Não sei o que está por trás de tudo isso, dessa defesa do que está errado, da bagunça, da anarquia.

  • Marlou

    -

    10/2/2014 às 9:16 pm

    Não entendo por que as pessoas querem lutar escondendo o rosto com máscaras, nem na ditadura era assim. Lutar contra o aumento das passagens é justo porque a qualidade do transporte é péssima. Lutar contra a copa depois do Brasil gastar milhões, é absurdo. E mais absurdo ainda, é praticar violência contra trabalhadores e pessoas que passam por ali.

  • Edison Bittencourt

    -

    10/2/2014 às 4:21 pm

    Os grande grupos da mídia devem “os tubos” . Desta forma podem ser facilmente controlados pelo governo , pois alguns deles não tem como pagar e temem uma mudança nas regras do jogo

  • marcos

    -

    10/2/2014 às 4:17 pm

    Os comunistas devem estar rindo muito em suas mansões ,comendo um belo caviar e,assistindo toda essas noticias em sua tevezinha de 60 polegadas ,porque eles sabem que isso não vai dar em nada e,que mais uma vez conseguiram com o black bloc,que são comandados pelo governo federal,desqualificar uma manifestação legitima,contra todos os corruptos do pt,que estão saqueando o pais e,nos levando ao caos completo.É o fim,o mal venceu na terra de ninguem que o lula criou.

  • Wilson Cruz

    -

    10/2/2014 às 3:03 pm

    Caro Reinaldo o problema não é de medo da ameaça dos blogs, o medo é de perder o $$$$$$ dos comerciais cinícos, basta rever a entrevista ao Renam condenando a acidente e a madame Dilma mandando condolecênias a família. O que tinha que entrevistar a “dor” destes canalhas ou não foi para promover as autoridades criminosas que lhes paga?

  • ZE DA VIOLA

    -

    10/2/2014 às 2:43 pm

    SR DIRROF 11:06 ESSA QUADRILHA QUE ESTA NOS GOVERNANDO FAZ TUDO DE CASO PENSADO… ATÉ A COPA VAI SER CRIADO UMA LEI EM QUE MANIFESTAÇÕES VAI SER CRIME… AI COM O GOVERNO CONTROLANDO A IMPRENSA, COMPRANDO COM CARGOS OS PARTIDOS POLÍTICOS, DANDO BOLSAS AOS VAGABUNDOS, CONTROLANDO O POVO TRABALHADOR PARA AGUENTAR TUDO QUIETO. BINGO: ENTRAMOS NUMA DITADURA.MAS O POVO MERECE ISSO TEM QUE VOTAR NA DILMA MESMO QUE AI MAIS DIA MENOS DIA UMA GUERRA CÍVIL VAI SE INICIAR.

  • Rose

    -

    10/2/2014 às 1:17 pm

    Lembra dos países da CORTINA DE FERRO? Pois é, agora fazemos parte da CORTINA DO FORO. Terrível!

  • Aurea

    -

    10/2/2014 às 12:42 pm

    A imprensa se rendeu há 3 décadas.

  • norton

    -

    10/2/2014 às 11:45 am

    REMÉDIOS – IMPOSTO ABSURDO DE 34%
    Nossa carga tributária não para de subir, com arrecadações recordes, o governo não para de inovar. Com explicações estranhas, dá-lhe imposto em todos os setores. A melhor maneira de saquear o contribuinte é usar o artifício de “impostos indiretos” – aqueles impostos que ninguém vê, visto que, está embutido no preço das mercadorias. E pasmem, a carga tributária recai sobre produto de PRIMEIRA NECESSIDADE. Para os esgotados aposentados/pensionistas e senhores/senhoras da Terceira Idade NÃO EXISTE PERDÃO.
    .
    O Governo Dilma, com seu Ministro da Fazenda, ZERA IMPOSTOS para Montadoras Multinacionais de AUTOMÓVEIS E CAMINHÕES, e, nada de ZERAR IMPOSTOS na venda de REMÉDIOS. Os que mais necessitam com o avançar da idade, ou passam fome ou compram o remédio.
    .
    A tragédia que assistimos, onde milhares de aposentados/pensionistas em situação de penúria, não conseguem comprar remédios.
    .
    VOCÊ CONCORDA COM ESSA COVARDIA PARA OS NOSSOS MEMBROS DA TERCEIRA IDADE?????
    .
    Por outro lado, são gastos bilhões e bilhões para a COPA de 2014, pagamento de despesas do Comitê da FIFA. Os financiamentos para o tirano governo de Cuba. Fora toda roubalheira.
    Em diversos países as alíquotas são ZERO.
    .
    VOTE E PROTESTE. FORA PT/FORA DILMA/FORA PMDB.
    NÃO ANULE SEU VOTO, NÃO VOTE EM BRANCO, NÃO DEIXE DE VOTAR.
    QUEREMOS RESPEITO, DIGNIDADE e CONDIÇÕES DE VIDA MELHORES.
    .
    VAMOS NOS UNIR. FAÇA PARTE DA CORRENTE PELA MUDANÇA DO BRASIL.
    .
    NOSSO PAÍS MERECE MAIS. QUEREMOS UM BRASIL MELHOR.
    .
    Você aí que está sentado na frente da tela do computador. Vai só ler? Vai só “curtir”?
    Compartilhe no facebook.
    Copie o texto para o e-mail e envie para a sua rede de relacionamento.
    AJUDE A MUDAR O BRASIL.

  • DIROFF

    -

    10/2/2014 às 11:06 am

    Se a Copa do mundo e as eleições são eventos do Pt, então quem é esta turma que pretende tumultuar isto??? Pensem um pouco!!!!

  • Elgau Sique

    -

    10/2/2014 às 10:05 am

    Brilhante análise. Se escapamos dos bandidos eleitos, os da rua tentam nos pegar. Reage, Brasil!!

  • Humberto Pinto

    -

    10/2/2014 às 9:17 am

    Ilustre Jornalista e Pensador
    Reinaldo Azevedo
    Referência:
    “Roberto Cavalcanti
    – 09/02/2014 às 22:01
    Prezado Humberto Pinto – 09/02/2014 às 10:35,
    Já passou da hora, o problema é sabermos se quem preocupou em aparelhar tudo já não fez o mesmo com elas. Quando um militar graduado trabalhando para a governata treme ao ser interpelado por ela faz temer pelo pior”.
    Em respeito a Roberto Cavalcante devo acrescentar que a Constituição Brasileira prevê as formas para enfrentar situações de instabilidade institucional:
    DO ESTADO DE DEFESA
    Art. 136. O Presidente da República pode, ouvidos o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional, decretar estado de defesa para preservar ou prontamente restabelecer, em locais restritos e determinados, a ordem pública ou a paz social ameaçadas por grave e iminente instabilidade institucional ou atingidas por calamidades de grandes proporções na natureza.

    A possibilidade aventada é fator superveniente, o que deve ser apreciado quando ocorrer o fato.

  • Adu ElShari

    -

    10/2/2014 às 9:13 am

    Tá na cara que a Copa do Mundo em nada interessa ao PT/PCC. A grana que deveria ser desviada ao caixa 2 já foi arrecadada. Agora a ação e fomentar o ódio a Copa e fazer do país um caos que permita um estado favorável ao grande golpe do FORO DE SP. Muito sangue ainda vai correr pelas ruas do país, para manter os marginais no poder.

  • Amâncio

    -

    10/2/2014 às 9:02 am

    A cada um cabe escolher, a verdade mesmo pagando o preço, ou beijar a mão do padrinho.

  • Edu

    -

    10/2/2014 às 6:03 am

    Rei, disseque este novo capítulo para nossotros. Sininho é do PSOL também. Já mente na primeira entrevista.
    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/02/estagiario-de-advogado-diz-que-ativista-afirmou-que-homem-que-acendeu-rojao-era-ligado-ao-deputado-marcelo-freixo.html

  • João

    -

    10/2/2014 às 4:26 am

    … O barril já foi colocado, a pólvora estocada e só falta apenas acender o pavio, e que a meu ver será a COPA DO MUNDO e as ELEIÇÔES. Portanto, Reinaldo, infelizmente, teremos sangue escorrendo pelas calçadas desse país e, tudo exclusivamente por conta de um governo que administra em prol de sua ideologia(seja roubando, matando ou ameaçando), sem aceitar as necessidades do povo. As pessoas de bem e trabalhadora devem estar preparadas, pois será um ano de escuridão e trevas, mas que sendo vencidas, poderemos caminhar para uma nação de prosperidade.

  • miguel

    -

    10/2/2014 às 12:05 am

    O pior de tudo isso, na minha ótica de homem simples de ver as coisas, é que grande parte da imprensa, em todos os seus segmentos, dança conforme a musica o que, convenhamos, é lamentável. De fato, Reynaldo, concordo com sua posição em conclamar os jornalistas e a sociedade para lutarem contra essa censura miliciana. Mas, não se esqueça de conclamar também as autoridades policiais para engrossarem essa luta, pois, nossa segurança depende delas.

  • Brasileira

    -

    9/2/2014 às 11:06 pm

    Parece que chegaram em um deputado do PSOL do RJ como apoiador do grupo.

  • Ailton Silva

    -

    9/2/2014 às 11:03 pm

    Depois do Fantastico de hoje a noite ,se confirma a minha afirmativa do meu comentario dessa materia escrita ontem as 11;52 a qual trascrevo abaixo:
    “Pode ser que agora a imprensa maldita passe a ver a policia como uma forca defensora dos direitos das pessoas de ir e vir e nao repressores de um grupo de bandidos a sombra do PSOL”

  • Mary

    -

    9/2/2014 às 10:43 pm

    Caro Rei , essa imprensa é a mesma que fica muda sobre a entrevista do ex-Delegado , o Tuminha , no programa Roda Viva ; é a mesma que nao consegue enxergar os vídeos que mostram o nao pacifismo de muitos ” manifestantes ” , e é a mesma que nao fala o que já esta obvio : o espantoso cerceamento ideológico a que eles estão submetidos , muitos a soldo , muitos por se aproveitarem de suas ilustres profissões para galgar espaço nas hostes de esquerda ( soldo e poder ) , e alguns por medo de perder o emprego ( ou por nao terem a tempera de um R. Setti , de um A.Nunes ou do grande Rei ) . Quem há muito tempo comenta a respeito dessa covarde postura da imprensa é o Professor Olavo de Carvalho , que “estranhamente” nao aparece , nao é citado e nem é comentado na mídia . Se os petistas nao dessem tanto ” tiro no pé ” a coisa já estaria para lá de dominada . Eles ( os petralhas ) nao perdem por esperar , pois quem planta vento colhe tempestade .

  • hacs

    -

    9/2/2014 às 10:35 pm

    Agiganta-se o constrangimento e o desalento que emanam de uma imprensa de jacus servis.

  • Nilton Costa

    -

    9/2/2014 às 10:29 pm

    Reinaldo, por que não esclarecer, pelo menos aos teus leitores, a existência nefasta do “FORO DE SÃO PAULO” ? Afinal, é o Foro de São Paulo que norteia toda a política nojenta perpetrada pelo PT no governinho federal.

  • Nilton Costa

    -

    9/2/2014 às 10:24 pm

    Repito, o portal BOL continua a chamar o crime de “ACIDENTE”.
    Não estão de joelhos, Reinaldo, já estão rastejando… Na verdade, está tudo dominado.

  • Roberto Cavalcanti

    -

    9/2/2014 às 10:01 pm

    Prezado Humberto Pinto - 09/02/2014 às 10:35,
    Já passou da hora, o problema é sabermos se quem preocupou em aparelhar tudo já não fez o mesmo com elas. Quando um militar graduado trabalhando para a governata
    treme ao ser interpelado por ela faz temer pelo pior.

  • CLAUDIUS

    -

    9/2/2014 às 9:26 pm

    É o PT quem comanda e opera tudo isso. Só que às vezes as coisas se complicam um pouco. Ele recuam e começam novamente.

  • Victor

    -

    9/2/2014 às 8:50 pm

    Não é só a imprensa tupiniquim que está refém da autocensura diante da pressão das minorias hidrófobas, a situação é dramática também na Europa, principalmente no que se refere ao Islã radical. Você lê o Guardian e o Nouvel Observateur, por exemplo, e parece estar mergulhando numa realidade paralela que é a imagem invertida da que realmente existe. É quase a forclusão da realidade, para evocar o mecanismo gerador da psicose. E dizem que a imprensa sueca, nesse gênero, é a mais avançada, mas quanto a essa eu não sei dizer nada porque não leio. Recentemente eu li um livro de um psicanalista francês, Charles Melman, chamado “O Homem Sem Gravidade”, em que ele diz que é do espírito do nosso tempo a ideia de que nenhum gozo, nenhuma reivindicação, nenhuma forma de autoexpressão pode ser vetada, que tudo é doravante legítimo, o que, evidentemente, causa o atual colapso das antigas noções do que é legítimo, e nesse movimento abre-se espaço para o surgimento de tiranias de opinião. Talvez haja uma reação, mas para reverter essa tendência, como sempre na História, vai ser preciso um drama de grande escala.

  • VAQUEIRODOASFALTO

    -

    9/2/2014 às 8:40 pm

    Você é clarividência pura. Dizer o que mais em meu comentário. Parabéns, apenas. E que pena que eu tenho de nós todos. Luto e lutarei para acabar com isso. E luto e lutarei para ter gente igual a você me representando. Você ME REPRESENTA.

  • marcello fonttes

    -

    9/2/2014 às 8:40 pm

    Tirando as exceções de sempre, a imprensa tornou-se a vagabunda de quatro para a sofreguidão do petismo.

  • J.B.CRUZ

    -

    9/2/2014 às 8:38 pm

    O certo é que JORNALISTAS de alta CREDIBILIDADE junto ao público, estão assassinando suas próprias reputações..Agora não se sabe se é por MEDO ou por CONIVÊNCIA…

  • Claudia

    -

    9/2/2014 às 8:35 pm

    Perfeito! Tudo muito bem explicado aos covardões, tendenciosos por conveniência ou vendidos, mesmo.

  • J.B.CRUZ

    -

    9/2/2014 às 8:33 pm

    O certo é que JORNALISTAS de alta CREDIBILIDADE

  • Davi

    -

    9/2/2014 às 8:23 pm

    Ah, só para lembrar. Vossa Senhoria, Tio Rei, em uma luta solitária, diria eu, lançou uma pedra certeira que acertou o gigante. A Globo lhe reverenciou. Como é bom ser correto.

  • indignada

    -

    9/2/2014 às 8:21 pm

    Isso é GUERRA CIVIL. PIOR QUE NÃO TEMOS NINGUÉM PARA NOS DEFENDER. O Exército está sucateado e vendido, não tem mais Generais com culhões para tomar à frente. O exército virou polícia especializada para conter traficantes descontentes com os acordos mal sucedidos com os governos. Do jeito que as coisas andam no Brasil melhor é morar na Argentina ou Venezuela.

  • Alberto Farias

    -

    9/2/2014 às 8:20 pm

    …foi a própria imprensa que nutriu e insuflou o banditismo dos black …. agora estão provando do seu veneno.

  • Hermes Sanchez

    -

    9/2/2014 às 7:49 pm

    A guarda pretoriana eletrônica gaba-se de ter “esclarecido” que o dinheiro do Visanet não é público, e que isso inocentaria Pizzolato.
    Só que aí vem a esposa deste e põe tudo a perder. Com o objetivo de atingir a Globo ela deu uma declaração dizendo que essa empresa levou, e não pagou, 5 milhões do fundo, tornando-se então devedora de, e é aí que a porca torce o rabo, dinheiro público !!! A própria mulher do condenado derruba as mentiras de PHA e asseclas

  • Alexa

    -

    9/2/2014 às 7:47 pm

    Bah, Ronaldo… esse teu post foi de arrepiar. Imaginei um Brasil em segundo mandato de Dilma transformando-se lentamente na Argentina ou na Venezuela. Cheguei a ver a Dilma em foto oficial, todinha de vermelho, enfeitando algum prédio gigantesco de Brasília – quem sabe alguma nova Comissão Pública da Verdade Social ou qualquer M que o valha (com Social escrito no final, claro)… Eu realmente ESPERO que outros jornalistas tenham lido o que vc escreveu. Eu vivo dizendo, eles estão brincando ao defender esse monte de revolucionário de Facebook. Eles estão brincando com fogo sempre que acham que os black-bloc são só um grupo de manifestantes… acho que o que o ocorreu com o cinegrafista foi até metafórico: seu trabalho era ser nossos olhos, mostrar a nós o que está acontecendo no Brasil. E há um movimento MUITO forte querendo silenciar a opinião e estatizar a baderna.

    Para me sentir um pouco melhor e menos catastrófica… gosto de pensar que esses 495 comentários aqui são de muitas pessoas que, como eu, estão cansados de receber discurso panfletário e estão cansados de ver a foto do Che Guevara como ideal de uma juventude manipulada e imbecil (desculpa, não consegui achar palavra melhor). Se os petistas e terroristas do PSOL tem muita gente avoada querendo refazer a revolução… me parece que também muita gente está acordando para o absurdo disso tudo. Quem TRABALHA no Brasil quer novas lideranças. Já!

  • R.Andreucci

    -

    9/2/2014 às 7:17 pm

    Caro Reinaldo, creio que seu texto nos leva a concluir sobre a posição da imprensa covarde x violência tem a marca do PT. Vejamos, tenho idade de 60 anos, nunca vi ou ouvi no BR tamanha onda de destruição das instituições, da moral, da ética na política, do judiciário e outros. Isso ficou desta forma, com a subida do PT no poder, pela corrupção oficial (mensalão) desenfreiada e aparelhamento do Estado. Depende de todos os brasileiros dizer não ao PT nas urnas. Aguardemos !!

  • Alzira

    -

    9/2/2014 às 6:44 pm

    É, Rei, este paisinho está mesmo em maus lençóis. O medo, de fato, se espalhou entre jornalistas e repórteres. Quando o medo não é de uma turma mais violenta nas ruas é medo de ser entendido como “oposição” pelos donos do poder de turno. Quando assisto à Globonews, percebo o esforço do repórter em não deixar transparecer sua predileção política, a menos que esta seja pela turma do petê. Aí, às favas com a discrição! Chega a ser patético às vezes! Mostram-se chorosos quando há uma notícia negativa, e eufóricos quando é o contrário.
    Se o medo de jornalistas pela violência das ruas e de se posicionar ideologicamente preocupa, o que dizer do medo da população que se sente constrangida de sair e protestar em paz? Até quando vai funcionar essa intimidação da população? Acho que estamos assistindo a um momento único e agudo de “inversão de valores”, descaramento no “(des)trato” da coisa pública e amadorismo de nosso jornalismo, que, como “Quarto Poder”, deveria se destacar da incompetência geral dos outros Três Poderes.

  • José do Espírito Santo

    -

    9/2/2014 às 6:41 pm

    A manifestação que começa pacífica e termina com violência é uma manifestção violenta. A manifestação tem começo, a reunião das pessoas, meio, a violência, e fim, quando a polícia interveem para salvar a cidade da monstruosidade. A Globo errou no dia 1 das manifestações aderidas ao futebol lá no jogo do Brasil no Mané Garrincha, da copa da confederações, quando Sandra Anemberg ao vivo chamou os manifestantes de vândalos, fazendo caras e bocas, diria eu, cafonas e desnecessárias, e caiu em desgraça nas redes sociais. Continuam se explicando até hoje. A Globo não é ruim, SBT não é ruim, etc. Ruim é ficar de joelhos, por erros e por tentar conquistar uma simpatia de audiência que não vai mais voltar.

  • Regina Maria Amancio

    -

    9/2/2014 às 6:25 pm

    Parabéns pela veemência e pela coragem. Certamente outras vozes se levantarão. É preciso que se levantem.

  • indignada

    -

    9/2/2014 às 6:03 pm

    Esse “infelizmente” que esse “medroso escondido” poderia ter sido para ele ou alguém de sua família. Defendo os policiais honestos que dão a cara e o corpo prá bater, vivem em confronto com deliquentes, bandidos, mascarados, drogados e ainda são tratados pela imprensa, poder público e esses guerrilheiros como inimigos. Bravos homens de farda que trabalham muito, se arriscam muito para ganhar tão pouco. Já falei que os policiais devem entrar em greve quando tem manifestantes nas ruas e deixar acontecer. Ai vamos ver o caos total. A imprensa vai ficar como está, de joelhos ou pior, rastejando. Restam poucos bravos jornalistas, o resto é comprado por verbas públicas e dinheiro sujo. Essas manifestações tem que acontecer em Brasília, em frente a OAB, Palácio go governo. Pobre juventude dessa era petista. Esse é o legado do lulopetismo ao país.

  • PeterM.

    -

    9/2/2014 às 5:53 pm

    Que tem censura esquerdalha já constatei faz tempo,um bando de idiotas atacando a direita e exaltando as virtudes inexistentes do governo,ainda bem que começou a cair a ficha…

  • Fernando

    -

    9/2/2014 às 5:40 pm

    Fora do assunto.
    Em Riberão Preto, Lula fez um discurso revoltante.
    Reinaldo: aguardo a Sua apreciação!

  • Gilson

    -

    9/2/2014 às 4:53 pm

    Sombreiro -09/02/2014 ás 09:26 – total apoio.
    Aliás, essa jornalista é a porta voz da presidente na Rede Globo. Seus comentários são todos parciais em favor do PT.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados