Blogs e Colunistas

01/03/2012

às 18:38

A dupla que defende o assassinato de recém-nascidos

Daqui a pouco, um post sobre dois celerados que publicaram um artigo num jornal de ética médica (eu juro!!!) defendendo a prática do infanticídio — sim, eles acham que cabe aos pais e aos médicos a decisão sobre a vida e a morte dos recém-nascidos e não vêem nada de moralmente errado em matar bebês. Os neonazistas estão perdendo o receio de se manifestar!

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

36 Comentários

  1. Cil

    -

    03/03/2012 às 0:28

    Lembrei daquele seu post sobre a internacionalização da petralhada, com sua versão argentina. Eles chegaram a periódicos científicos! Lamentável um jornal de ética médica publicar esta sandice.

  2. Roberto Flores Martins

    -

    02/03/2012 às 8:54

    Dizem que alguns políticos brasileiros estão querendo incluir uma emenda no projeto para incluir também genros, sogras e sócios indesejáveis.

  3. Timba

    -

    02/03/2012 às 8:14

    HITLHER ESTÁ VOLTANDO, pergunto???????????????

  4. toninho malvadeza

    -

    02/03/2012 às 1:39

    Já não bastava matar fetos no ventre das mães ,e a gora vem esses celerados matar crianças ?

  5. Jeremias-no-deserto

    -

    01/03/2012 às 23:50

    Eles se sentiriam mais a vontade no laboratório do Dr Mengele, sem dúvida alguma.

  6. Adriano

    -

    01/03/2012 às 21:46

    Incompetência do governo petista tira senadores do sério.
    O senador Ivo Cassol (PP-RO) defendeu nesta quinta-feira a adoção de práticas da ditadura militar (1964-1985) para garantir a eficiência no serviço público brasileiro. Em audiência da Comissão de Agricultura do Senado, Cassol disse que “tem hora que a democracia enche o saco e acaba atrapalhando”, por isso práticas como “tiro e grito” devem ser implantadas no governo

  7. fontana

    -

    01/03/2012 às 21:07

    Isto é HOMICÍDIO DOLOSO!

  8. alerj

    -

    01/03/2012 às 21:01

    Interessante é que isso sempre começa em países “protestantes”

  9. Luciano

    -

    01/03/2012 às 20:54

    Eu achava que só partiriam para isso depois que conseguissem liberar o aborto. Pelo jeito estão impacientes…

  10. Lekka

    -

    01/03/2012 às 20:38

    Aaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrgggggggggghhhhhhhhhhhhh!!

  11. Esdras

    -

    01/03/2012 às 20:27

    Reinaldo, tecnicamente duvido que alguém defenda a prática do infanticídio, que ocorre quando a mãe, sob influência do estado puerperal mata seu filho. Imagino que homicídio seria mais adequada. Abraço

  12. Anonimo

    -

    01/03/2012 às 20:25

    Eles estão reencarnando. É preciso muito CUIDADO nessa hora, pois são MENTES CRIMINOSAS.

  13. augustodini@hotmail.com

    -

    01/03/2012 às 20:23

    Caro Reinaldo. Juro que só acredito vendo… É o neo-clásico do inferno de volta.

  14. Frank

    -

    01/03/2012 às 20:23

    Certamente são sujeitos que colocam a morte de recém-nascidos como sendo mais nobre que o próprio aborto. Isso segundo eles já é praticado na Holanda há tempos. As justificativas para a mortandade seriam vários como por exemplo: doenças preexistente não curáveis e várias outras desculpas esfarrapadas. O interessante é que tais exemplos venham de países ditos exemplares. A Holanda choramingava a invasão nazista e lutava não só pela vida mas também pela liberdade. Agora, a nação, travestida de democrática, da o maior exemplo de tirania colocando até a supremacia de Hitler em risco. Vários americanos, ingleses e outros, perderam suas vidas para livrarem aquele país da opressão do inimigo, oprimidos que hoje dão o maior exemplo de tirania, pois perseguem aqueles que nem se quer chagaram a nascer e caso consigam certamente voltaram para escuridão. Não tenho dúvidas de que todo o golpe contra a vida esta sendo arquitetado por países dito democráticos como Inglaterra, Holanda, Suécia, Suíça, Noruega, pois ali é a morada dos maiores tiranos da face da terra. Criminosos bilionários que fazem de tudo para ceifar a vida de civis inocentes. A Europa há de se tornar escrava novamente, pois já esqueceu o passado próximo que foi duro e implacável. Que Deus tenha misericórdia.

  15. emeesse

    -

    01/03/2012 às 20:19

    Reinaldo,
    já reparou na transformação pela qual vem passando nossa Digníssima Presidenta?
    Aquela imagem da Dilminha “coraçãozinho feito com as mãos”, agora deu lugar àquela imagem mais autentica do ” olha aqui minha filha! APAGÃO NÃO! É black out, entendeu, black out” ! e com o dedo em riste. Sem falar na enorme dificuldade que ela tem de falar de improviso e articular de forma bem organizada o pensamento, além dos inúmeros erros de português. Creio que a presidenta anda meio estressada. Está voltando a ser o que sempre foi, gerentona durona, que não aguenta homem frouxo. Pena que os projetos e obras não andam.

  16. Nausícaa

    -

    01/03/2012 às 20:11

    O assunto é fundamental, outra notícia de set/2011 de outro país civilizado:

    http://www.lifesitenews.com/judge-rules-no-jail-time-for-infanticide-because-canada-accepts-abortion.html

    Destaco: “According to Justice Veit, Canada’s lack of an abortion law indicates that “while many Canadians undoubtedly view abortion as a less than ideal solution to unprotected sex and unwanted pregnancy, they generally understand, accept and sympathize with the onerous demands pregnancy and childbirth exact from mothers, especially mothers without support.”

  17. MD

    -

    01/03/2012 às 20:08

    Reinaldo, li o artigo, na íntegra. Não sei, mas me parece falso. Talvez alguém tentando forçar o raciocínio, até para “defender” a causa dos anti-abortistas. Hoje em dia, desconfio de tudo, sobretudo do que vem pelas internets.

  18. juscelino

    -

    01/03/2012 às 20:05

    uma pergunta…os caras são do pt né? do naipe da miniccucia.. mrosario..?

  19. Abreu

    -

    01/03/2012 às 20:02

    .
    Para eles, o Código de Ética profissional e o Código Penal. Quem sabe, resolve?
    .

  20. Ransan

    -

    01/03/2012 às 19:59

    Caro Reinaldo
    Creio que vc deva estar acompanhando as noticias sobre o numero crescente de casos de Aborto realizados na Ingraterra. Como se nao bastasse a crueldade do ato em si, vemos agora uma modalidade crescente de morte de bebes, e pasme,do sexo feminino. E nao se ouve um “piu” das femininas e OnGS em defesa da vida e da mulher!! Que nesse caso nao direito nem de nascer.

  21. Anónimo

    -

    01/03/2012 às 19:51

    Em estilo politicamente correto!Eu entendo a situação em que passa a paixão que tem os assasinos disfarsados de aborteiros de matar bebês!?essa escolha deles tem sentindo macabro e exagerado,agora um recém-nascido,um mes morto pelos que defendem a pratica do infantícidio-sim eles acham que cabe a eles decidir sobre a vida dos inocentes;dois meses e para eles para eles não importa,um ano,dois e vai aumentando porque não vaõ se conformar e lá vai 33.e, continuarão com as mãos sujas de sangue.

  22. Nausícaa

    -

    01/03/2012 às 19:50

    p.s. – não gostei nada desse dragão! 23 anos! esposa grávida. Isso não é bom.

    Enquanto isso: “quando surge o alviverde imponente no gramado, em que a luta o aguarda, sabe bem o que vem pela frente…”

  23. Leandro

    -

    01/03/2012 às 19:50

    Eu entendi errado ou é isso mesmo
    RECÉM-NASCIDOS ???????
    Ai já é demais , já é desumano pensar que pessoas tratam fetos como algo vil , sem importância , mas recém nascidos ? Eles estão passando dos limites .
    JÁ ESTÁ NA HORA DE DARMOS UM BASTA NISSO .
    DIREITA JÁ !!!
    PELOS VALORES DA VIDA , PELA DIGNIDADE HUMANA .
    DIREITA JÁ , NECESSITAMOS URGENTEMENTE DE UM PARTIDO INTEIRAMENTE DIREITISTA PARA BARRAR ESSA GENTE DECADENTE !!!

  24. Edmar

    -

    01/03/2012 às 19:50

    comentários sobre o roda viva! cadê?

  25. rastilho

    -

    01/03/2012 às 19:46

    Em estilo politicamente correto!Eu entendo a situação em que passa a paixão que tem os assasinos disfarsados de aborteiros de matar bebês!?essa escolha deles tem sentindo macabro e exagerado,agora um recém-nascido,um mes morto pelos que defendem a pratica do infantícidio-sim eles acham que cabe a eles decidir sobre a vida dos inocentes;dois meses e para eles para eles não importa,um ano,dois e vai aumentando porque não vaõ se conformar e lá vai 33.e, continuarão com as mãos sujas de sangue.

  26. Grazina

    -

    01/03/2012 às 19:38

    Não matarás, quarto mandamento da lei de deus. Deixe vir a mim ás criancinhas, disse o mestre, Jesus Cristo, filho de Deus. Diante do anunciado dos dois celerados e das declarações da ministra abortífera, Jesus Cristo não terá mais o prazer de viver entre crianças, todas perecerão diante do método da SUCÇÃO. Amaldiçoado seja todo aquele que mexer com minhas criancinhas.

  27. Nausícaa

    -

    01/03/2012 às 19:37

    Sim, eu soube dessa notícia no blog de Orlando Braga – perspectivas. Mas, neonazistas??!! Não, eles subordinam-se ao príncipe – por enquanto – máximo desse mundo, o qual aproveitou a abertura da Igreja por João XXIII penetrando-a, ao ponto de Paulo VI ver a fumaça! Imagine o cheiro?! E cá chegamos, “Católicas pelo direito de decidir”. Sem essa de rótulos falsos. Como afirmou João Paulo II, ratificado por vários bispos: cultura da morte, então cultores da morte.

  28. Direitista

    -

    01/03/2012 às 19:33

    Isso é que é “progressismo”!!

    Do jeito que a coisa vai, daqui a alguns anos ser “progressista” será defender a pedofilia e o infanticídio.

  29. Silva

    -

    01/03/2012 às 19:22

    Graças a Deus você tocou numa ferida que já vem sangrando há muito tempo. Esses sujeitos que aparelharam as dec isões éticas da medicina há muito tempo precisavam ser colocados às claras. Grande Reinaldo!

  30. Maria Cristina Alvarez

    -

    01/03/2012 às 19:19

    Tio Rei,

    Como você não tem email de contato aqui, queria seu comentário para esta notícia no site do UOL: http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/1055668-show-na-usp-tem-vale-cerveja-em-protesto-contra-a-pm.shtml

  31. Pino 2807

    -

    01/03/2012 às 19:08

    O PT está pondo os nazistas “no chinelo”. Comparativamente, estes eram amadores!

  32. SCF

    -

    01/03/2012 às 18:54

    Tio Rei, acho que eles podem ser chamados de neocomunistas, neostalinistas, ou neomarxistas, acho que fica mais adequado!

  33. Jacinto

    -

    01/03/2012 às 18:50

    Reinaldo, só uma coisa: “infanticídio” é um tipo penal que só pode ser cometido pela mãe em “estado puerperal”. A criança morta em qualquer outra situação que não seja essa (mãe em estado purperal) não é vítima de infanticídio – é homicídio mesmo.

  34. Victor Picanço

    -

    01/03/2012 às 18:47

    Esses “pós-modernos” são tão velhos… aborto, eutanásia, infanticídio estavam em voga na Roma e Grécia Antigas.

  35. Otávio

    -

    01/03/2012 às 18:44

    Reinaldo por favor, faça quando puder um post sobre a situação da usp: http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/1055668-show-na-usp-tem-vale-cerveja-em-protesto-contra-a-pm.shtml

    Eu achei o tal “manifesto”: http://democraciausp.blogspot.com/
    Li bem para saber os professores da usp que se possível evitarei até nos corredores…

    Obs: na primeira coluna de signatários, está o nome do deputado petista Adriano Diogo… Justo ele assinando um manifesto pela democracia?! Engraçado! Mas ele foi um dos que impediram que o bispo de Guarulhos emitisse sua opinião sobre a candidata petista através de folhetos… ele foi na porta da gráfica impedir a saída do material! Que belo exemplo de democracia!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados