Blogs e Colunistas

25/09/2010

às 21:04

Um caso escandaloso de censura à imprensa no Tocantins; decisão de desembargador joga a Constituição no lixo! Coligação de Gaguim aplaude censura

O governador do Tocantins, Carlos Gaguim (PMDB), candidato à reeleição, enroscou-se numa história cabeluda (ver abaixo). O Ministério Público de São Paulo começou a investigar a ação de uma máfia em cidades do estado e acabou descobrindo um esquema que se estende a outros estados. No Tocantins, segundo a apuração, em associação com Gaguim, a tal máfia se preparava para um esquema que poderia chegar a R$ 1 bilhão. As conversas gravadas, vejam ali, revelam outros detalhes sórdidos.

Muito bem! Estão preparados agora uma ocorrência típica da Sucupira de Odorico Paraguaçu? Então vamos lá.

A coligação Força do Povo, pela qual Gaguim concorre à reeleição, convocou uma coletiva de imprensa para exibir uma LIMINAR concedida pelo desembargador José Liberato Costa Póvoa QUE PROÍBE A IMPRENSA DO TOCANTINS  — jornais, rádio, TV e Internet — de fazer qualquer menção ao caso e à investigação.

A justificativa do desembargador é que a investigação corre em segredo de justiça e que “as informações que circulam nos vários meios eletrônicos e jornais, valem-se de informação obtida de forma ilegal”.

A vírgula entre sujeito e verbo é de autoria de Liberato.

À imprensa não cabe guardar sigilo de coisa nenhuma! A ela cabe publicar o que apura. Os artigos 5º e 220 da Constituição garantem a liberdade de expressão e de informação e vedam qualquer forma de censura prévia.

É escandaloso que coisas como essas continuem a acontecer no país. É um acinte que seja justamente a coligação beneficiada pela censura a fazer praça da medida, que viola abertamente o que está disposto na Constituição.

Sabem o que é realmente formidável? Liberato, que deveria mudar o nome para “Censurato”, tem uma página pessoal na Internet, demonstrando ser um homem que realmente gosta de falar com o público. Não deveria tentar impedir que outros o fizessem,

Saiba mais sobre Gaguim nos posts abaixo:
24/09/2010
“Vão botar para f… Vão fazer o Estado inteiro, vão fazer R$ 1 bilhão”. O que é isso, leitor? É uma conversa no Tocantins. MP diz que governador integra organização criminosa

24/09/2010
Mais Tocantins de Gaguim – Segundo investigação, lobista pagou hotel, helicóptero, garota de programa…

21/09/2010
Justiça quebra sigilo de lobista amigo de governador do Tocantins

20/09/2010
Investigação liga lobista a governador de Tocantins

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

122 Comentários

  • Marcelo Aargão

    -

    28/9/2010 às 10:38 am

    UM CASO DESSA NATUREZA, SEM DÚVIDA, ESTÃO RASGANDO NOSSA CONSTTUIÇÃO FEDERAL, E ACIMA DE TUDO O MPF, SPJ, STE,AFINAL, UM GOVERNO QUE AGE DE FORMA DITATORIAL MERECE TODO O REPÚDIO DO POVO BRASILEIRO

  • Júnior Brasil

    -

    28/9/2010 às 9:44 am

    O Siqueira Campos também se utilizou da censura a seu favor quando era governo, quem mora no Tocantins ou quem acompanha o noticiário do estado sabe muito bem…

  • Prof Helena

    -

    27/9/2010 às 11:39 pm

    Reinaldo, desculpe uma correção. Errou o desembargador e você acabou indo no embalo, na pressa de preparar a matéria. A oração abaixo que tomei a liberdade de colar, é uma subordinada adjetiva:
    ““as informações que circulam nos vários meios eletrônicos e jornais, valem-se de informação obtida de forma ilegal”.
    A vírgula entre sujeito e verbo é de autoria de Liberato.”
    O sujeito do verbo valer é informações, sobrou a vírgula, se eu considerar que essa é uma adjetiva restritiva, e levando em conta que “meios eletrônicos e jornais” é adjunto adverbial de lugar.
    Abç e parabéns pela matéria.

    REINALDO OBSERVA
    Querida Helena,
    Mas a oração é uma adjetiva restritiva, certo? Como tal, a vígula continua imprópria porque a restritiva só restringe o sujeito da principal, certo? Na prática, continua a ser uma vígula entre o sujeito (com a restritiava colada nele, como toda restritiva) e seu verbo.
    abs,
    R.

  • caetano veloso

    -

    27/9/2010 às 9:48 pm

    YES, WE CAN…………CHEGOU A HORA DA VERDADE E DA VIRADA..VMS LÁ HOMENS DE BEM

  • Carlos Roberto

    -

    27/9/2010 às 5:18 pm

    Viu? O TRE suspendeu a liminar por 4 votos a dois por achar que foi um ato inconstitucional ou por não aguentar o arrocho do povo e da imprensa. E lá vem o gago dizendo que foi ele que pediu a suspensão. É brincadeira. Esses políticos estão brincando com povo e com o poder público. O que falta em nosso país é uma reforma política.

  • viley

    -

    27/9/2010 às 10:45 am

    a coisa aqui no TO tá realmente feia…
    só temos duas opções de candidato a governador…
    um é alvo dessas investigações…
    o outro já foi governador e tem um histórico ditatorial que lembra fidel castro…inclusive trouxe o exército ao estado pra “acabar” com uma greve dos pm”s de qualquer jeito…um massacre não aconteceu, por muito pouco…
    http://www.youtube.com/watch?v=5ldRSGHzQZ0
    sinceramente…estamos sem opção aki no estado…
    enquanto estivermos à mercê das famílias que se acham “donas” do estado, não adianta termos esperança de dias melhores…
    infelizmente isso não é exclusividade do TO…
    vários estados sofrem do mesmo mal (vide o Maranhão com seus Sarneys)…
    O Brasil precisa de uma reforma política séria e urgente…(mas novamente)infelizmente quem deveria zelar pra que essas reformas acontecessem, são as pessoas que se sentem donos do poder no país…
    sarneys, mirandas, siqueiras, gaguins, serras, lulas, FHCs….não tem jeito…o Brasil tá cheio…nenhum político salva…
    Não sei o que fazer…é lamentável…

  • diogo

    -

    27/9/2010 às 10:14 am

    votem na dilma e no gaguim, que vcs votarão em ditadores inspirados no hugo chavez

  • josé henrique

    -

    27/9/2010 às 10:03 am

    olá reinaldo, olha entre um SIQUEIRA CAMPOS duro, exigente, e que só quer que o povo trabalhe para o crescimento do nosso estado E UM GAGUIM que esta fazendo tudo isso que estamos vendo inclusive jogando nosso estado em midia nacional e desmoralizado até sua esposa (companheira ) E
    vamos colocar para governar o estado quem é serio e quer bem nosso povo, NÂO os egoitas do vermelhoooooooooo. vai trabalhar gaguim e ganhar seu dinheiro honestamente como o povo faz.

  • Julia

    -

    27/9/2010 às 10:01 am

    O povo Tocantinense sente-se envergonhado por ter um lider politico desse nivel !!!!

    Seu voto é quem decide! Diga NÃO a esses Corruptos !!!

  • Nélio

    -

    27/9/2010 às 9:27 am

    “Dácio Vieira fez escola… e não adianta recorrer ao STF. O tribunal está ocupado em verter o alarido das ruas para o juridiquês inócuo e não tem tempo para esses “garantismos”. O Estadão que o diga…” Não falei?

  • Deisinha

    -

    27/9/2010 às 8:29 am

    VIIIIIIIIIXE! A PRESIDENTE DAS GUERRILHAS NEM ASSUMIU AINDA E O TOCANTINS JA SOFRE COM A DITADURA, O REGIME MILITAR> MEU DEUS ONDE TUDO ISSO VAI PARAR?

  • Guardião

    -

    27/9/2010 às 8:25 am

    Vergonhoso. Uma mancha na história da República. Tratam-se de dagabundos que odeiam a liberdade de expressão.

    E o mais estarrecedor é saber que o exemplo para essa sórdida medida vem de cima, da maior autoridade do governo federal, que ora posa de bom moço, ora prega abertamente a censura aos que não fazem o papel de bajuladores do rei.

  • Rythierli

    -

    27/9/2010 às 8:22 am

    Com tantos meios da gente ficar sabento de certos assuntos não a como esconder a verdade.
    Volta Siqueira.

  • josé Ribamar

    -

    27/9/2010 às 6:26 am

    é vergonhoso tudo isto

  • josé Ribamar

    -

    27/9/2010 às 6:24 am

    é uma vergonha! nada mais que uma vergonha ver tantas baixarias por partes dos que tem o poder em suas mãos, a lei da ficha limpa que é uma iniciativa da população brasileira até hoje não teve como ser implantada por que na verdade esta lei vem de contrario aos interesses dos poderosos

  • Hugo Conrado

    -

    27/9/2010 às 12:08 am

    Vixe Tio Rei,
    A PM de Palmas tentou inpedir a distribuição da Veja por lá!!!
    Eis ai a verdadeira face de alguns amigos de LuLLa e DiLLma!!!

  • Silva

    -

    26/9/2010 às 10:26 pm

    O Estadão publicou que a esposa do Desembargador é funcionária de confiança, em cargo de comissão do Governador Gaguim.

    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,mulher-do-desembargador-foi-nomeada-por-gaguim-no-executivo,615643,0.htm

  • benicio alves de sousa

    -

    26/9/2010 às 9:41 pm

    este gaguim e uma cabra muito safado e este de desembargador José Liberato Costa Póvoa do caralho tem que toma bem no rabo dele EHEN GAGUIM NÃO É NEM ROSA, QUE DIRÁ VERMELHO…

  • Caetano

    -

    26/9/2010 às 9:23 pm

    Domingo, 26 de setembro de 2010
    Manzano impetra mandado de segurança em defesa da liberdade de imprensa e contra liminar de Liberato
    O procurador Federal da República, Álvaro Manzano, impetrou nesta tarde de domingo, 26, um mandado de segurança na tentativa de derrubar a liminar concedida neste sábado pelo desembargador, Liberato Povoa. De acordo com a assessoria do TRE-TO, o mandado está em posse do juiz Luiz Zilmar e pode ser apreciado ainda hoje, 26.

  • Francisco Magalhães Barros Junior

    -

    26/9/2010 às 9:18 pm

    Não é que o CENSURATO ‘POLVOA’ conseguiu censurar o Estadão, vamos todos lá na página do cara dar uma sacaneada. Vamos botar para f…

  • Caetano

    -

    26/9/2010 às 9:16 pm

    Manzano impetra mandado de segurança em defesa da liberdade de imprensa e contra liminar de Liberato
    O procurador Federal da República, Álvaro Manzano, impetrou nesta tarde de domingo, 26, um mandado de segurança na tentativa de derrubar a liminar concedida neste sábado pelo desembargador, Liberato Povoa. De acordo com a assessoria do TRE-TO, o mandado está em posse do juiz Luiz Zilmar e pode ser apreciado ainda hoje, 26.
    Da Redação
    Sherlyton Ribeiro
    Procurador Federal da República, Álvaro Manzano
    O procurador Federal da república no Tocantins, Álvaro Manzano impetrou nesta tarde de domingo, 26, com mandado de segurança na tentativa de derrubar a liminar do desembargador Liberato Costa Póvoa, concedida ontem, 25, no qual impede que a imprensa tocantinense divulgue qualquer informação a respeito das investigações do Ministério Público de São Paulo sobre as supostas fraudes em licitações no Tocantins, envolvendo o governador e candidato a reeleição Carlos Gaguim (PMDB).

    Mandado de segurança

    Em conversa com o Site Roberta Tum, Álvaro Manzano disse que a ação foi protocolada por volta das 13h30 no Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins. Para o procurador, a decisão de Póvoa é “inconstitucional” e “ilegal”. O procurador ainda afirmou que tem a expectativa de uma resposta por parte do TRE-TO ainda hoje, 26.

    Na ação, Álvaro pede a suspensão da decisão de Póvoa, “Isso fere a liberdade de imprensa e o direito do cidadão à informação”, afirmou o procurador. De acordo com a assessoria de comunicação do TRE-TO, o mandado de segurança está nas mãos do juiz Luiz Zilmar dos Santos Pires e deve ser apreciado em urgência, entre hoje ou até amanhã, 27.

    http://robertatum.com.br/noticia/manzano-impetra-mandado-de-seguranca-em-defesa-da-liberdade-de-imprensa-e-contra-liminar-de-liberato/7512

  • gustavo

    -

    26/9/2010 às 8:28 pm

    Pobre povo do Tocantins…

  • LUIZ BRAULIO DE VILHENA

    -

    26/9/2010 às 8:16 pm

    Tocantins… O sertão do Brasil, passou a ser o que há de mais comum no Brasil… Corrupção e pilantragens…
    Pobre Brasil!

  • José Carlos Colodette

    -

    26/9/2010 às 6:16 pm

    Sou advogado, e considero um acinte que aquele que deveria zelar pela aplicação da lei use sua função para ofender à Constituição Federal. Diria o Capitão Nascimento: “Pede pra sair 01″. Eu digo: FORA LIBERATO!

  • coutrim menezes

    -

    26/9/2010 às 6:05 pm

    esse é justiça brasileira é cega quando querem.
    tudo que lula apoia vira fraude,roubo

  • Raeulan Barbosa

    -

    26/9/2010 às 5:46 pm

    Acontece cada episódio no Tocantins que nos envergonha de sermos cidadãos tocantinenses.

  • Raskol: lulla e o mal exemplo dos censuratos da silva

    -

    26/9/2010 às 4:53 pm

    As tiranias não se mantêm sozinhas. Mantêm-se com o apoio de lambe-bundas, capachos como esse Censurato Póvoa, desembargador do Tocantins. Esse Censurato é daqueles que na Revolução Cultural Chinesa saíram fazendo os progroms, saíram vingando-se de professores que lhes cobravam estudo, de parentes que lhes censuravam os erros, de adversários políticos.
    Tem muito inocente útil, mas cidadão inútil que não tem uma pálida idéia do que é ditadura, da falta que faz num país a imprensa livre. Aquela que nos deixa pensar por nossa cabeça, aquela que se deixa aberta à crítica e que se abre tanto ao outro que permite que uma liderança fascista como lulla cresça e se torne presidente. Com a imprensa livre, como todos achávamos, os que ganham uma eleição pelas regras da democracia – assim pensávamos – gostariam de mantê-la. Só que nos enganamos. Lulla e sua corja só usaram a democracia como alguém que usa uma puta – data vênia destas – usa e abusa e lambuza. Depois joga no lixo.
    A justiça brasileira está precisando exigir em seus concursos públicos provas onde se cobre dos candidatos, não apenas o conhecimento burocrático, mas noções fundamentais que presidem a democracia. Um destes é a liberdade de imprensa, que não pode ser cerceada, pois se o jornalista ou a empresa jornalística cometerem qualquer crime contra terceiros, poderão ser processados, como previsto em lei. Não é preciso lei especial, como querem os jornalisteros-compañeros, para punir os que não falam o que seus donos querem ouvir, ver ou ler. As leis brasileiras são suficientes para punir quem comete crimes. Agora, publicar crimes não é crime, ao contrário, é missão do que tem por objetivo levar informações aos cidadãos que, por acaso também são eleitores, para que estes possam formar sua opinião sobre o que desejam para si e para seu país.
    A imprensa não forma opinião para ela, como disse lulla em discurso manguaceiro-raivoso. A imprensa, pela informação que fornece sobre os atos públicos e outras questões, só ajuda a que cada cidadão tome suas decisões, inclusive eleitoral, sem prestar contas a donos, que quem tem dono é cachorro e sem influenciar-se por pesquisas de amostragem bastante suspeita.
    Quem dá o mal exemplo a esse Censurato Póvoa é nada mais nada menos que o manguaceiro, o pinguço, o casca-grossa, o caçador de saco, que nos envergonha. Agora mesmo, nesta semana que finda, tivemos mais um exemplo que veio do Itamarati-nanico dos 2 nanicos. Ahmadinejad fez um discurso delinqüente na ONU, ofendendo o poço americano, do que resultou que 30 (trinta) países saíram da sala em protesto. E o Brasil do Itamarati-nanico ficou de que lado? Das 30 nações democráticas que se retiraram em protesto, ou do delinqüente Ahmadinejad? Precisa dizer? O brasil pequeno, nanico dos itamatarecas-nanicos ficou. Ficou ao lado de Ahmadinejad, dos Castro, dos Chavez, dos Evo, dos Correa, dos ditadores africanos genocidas de seu próprio povo, dos delinqüentes das ditaduras árabes… O brasil de lulla, o nanico-moral, o nanico-ético ficou ao lado dos tiranos.
    Mussolini, Stalin e Hitler gostariam de ter um defensor tão firme do nazi-fascismo-stalinismo.
    Lulla nasceu no momento errado. Ele devia ser as SS nazista ou dos Camisas Negras do Duce. Lulla, volte para o passado, fedorento!

  • Marcia

    -

    26/9/2010 às 3:43 pm

    VEJAM ISSO PESSOAL!!!! —> http://www.youtube.com/watch?v=XKDPHE75KJg&feature=player_embedded

    Intervenção do procurador da República Álvaro Manzano, com o respaldo da PF (Polícia Federal), no Aeroporto de Palmas foi decisiva na madrugada deste domingo para que a editora Abril pudesse distribuir todos os 8 mil exemplares da revista Veja no Tocantins.

    Para tentar impedir a distribuição da revista, que chegou no voo da TAM por volta da 0h20, o governo do Estado, de forma incomum e surpreendente, mobilizou 30 policiais militares, em dez viaturas. Os policiais estavam todos armados de fuzil. Os PMs revistavam quase todos os veículos que entravam e saiam do aeroporto. O objetivo era encontrar exemplares da publicação e detê-las, a fim de barrar a circulação da revista.

    A equipe de reportagem do programa eleitoral da coligação Tocantins Levado a Sério acompanhou toda a movimentação no aeroporto, gravando imagens e depoimentos. Quando verificou que o direito dos leitores e assinantes da revista seria esfacelado, jornalistas da coligação acionaram os órgãos competentes, bem como alguns meios de comunicação.

    Com isso, o procurador Manzano, que acompanhou o dono da distribuidora Abril no Estado, intercedeu pessoalmente na questão. A mobilização do procurador e também da PF desmobilizou a blitz.

    Só às 4 horas a revista chegou na distribuidora, três horas depois do previsto. Esse atraso provocou prejuízos na distribuição no interior, porém o direito a liberdade acabou sendo garantido

  • Marcia

    -

    26/9/2010 às 3:24 pm

    EU QUERO MINH REVISTA VEJA !!! O ESSE ”DESEMBARGADOZINHO NÃO PODE IMPOR CENSURA A NÍVEL NACIONAL!! AQUI NO ESTADO ESTÃO TODOS REVOLTADOS COM ISSO!!!

  • Cil

    -

    26/9/2010 às 3:00 pm

    Eu já tenho dito que o problema da justiça no Brasil é que juiz não legisla (mais) com a lei embaixo do braço. Os juízes brasileiros tem “entendimentos” da lei… ainda que esse entendimento afronte a constituição e a própria lei. Isso me lembra uma reportagem sobre pedofilia em uma cidade alagoana (diferente de Arapiraca) onde chegaram ao ponto de cortar a energia elétrica da cidade… que não viiu a reportagem ao vivo.

  • J.Olivio

    -

    26/9/2010 às 1:37 pm

    Sr. Reinaldo. (comentários de clientes em um grande atacadista desta linda capital) PALMAS: “o esquema de desvio de verbas sempre existiu! portanto, ja é praxe. O VERGONHOSO para um (gago)desta estirpe, é pegar garota de programa usada” hehe….

  • Gildasio Pereira

    -

    26/9/2010 às 1:19 pm

    E lamentável o que vem acontecendo no tocantins, em relação a censura da impressa. ainda bem que existe a internet, onde podemos expressar nossos pensamentos e repudiar as atitudes de nossos governantes.

  • Arthur da Távola

    -

    26/9/2010 às 1:10 pm

    É para se falar com seriedade? Esse desembargador era para ser preso. Isso mesmo, na cadeia junto com a corja de larápios que estar a proteger.
    Mesmo que desabem os ceús, que a justiça seja feita!
    Fora ratazana (do executivo, legislativo e os do judiciário)!
    O Brasil tem Força!

  • Mayara

    -

    26/9/2010 às 12:26 pm

    Mais uma em PALMAS – TO: O caminhão que transportava o carregamento de rebista Veja para distribuição , teve que ser escoltado por um PROCURADOR FEDERAL, em seu trajeto de saída do aeroporto. Consta também que a polícia militar estava dando o famoso “baculejo” em todo carro próximo do aeroporto, os políciais portavam fuzis INTIMIDANDO o cidadão a procura da VEJA em seus veículos!! Nasci no TO, moro em Palmas, e estou envergonhada..Mais uma vez na mídia de forma escandalosa,é triste…

  • Mayara

    -

    26/9/2010 às 12:11 pm

    Sou moradora de Palmas e garanto a vocês, a coisa tá muito pior do que imaginam… Hoje pela manha, uma pessoa registrou um fato com indignação e logo me contatou dizendo que desceu o carregamento de revista veja no aeroporto para a costumeira distribuição e pasmem: O aeroporto se encontrava estranhamente por nada menos que a polícia militar,obviamente intimidando para não haver a entrega das revistas, segundo presentes foi necessário a polícia federal intervir na situação. Não existe UMA sequer revista na cidade pra comprar pois “a safadeza oculta” dos poderosos comprou TUDO! Mandem VEJA pra cá, o povo quer saber da verdade! Estariamos ilhados se não fosse a internet! A propósito, seu artigo é um espelho da realidade do TO!

  • Se-Gyn

    -

    26/9/2010 às 11:14 am

    Ca-ca-ca-ramba. Se-se-gredo de jus-jus… justiça-ça para pro-oo-te-ger a ban-ban-ban-didagem! Fan-fantástico. Q-qualquer d-d-desses, inventam a-a-aalgo assim pa-ra pro-te-ger a so-so-sociedade dos-dos ban-ban-bandidos, taambém!

  • Elouquisa

    -

    26/9/2010 às 10:32 am

    Povo do Tocantins não se deixem enganar,coloquem essa corja pra correr!Gente indecente.

  • Carlos Roberto

    -

    26/9/2010 às 10:15 am

    Já passei por isso à trinta anos. Não queria viver novamente e principalmente na presença de meus filhos. Taparam meus ouvidos,vedaram meus olhos e me deram tapas na boca. Era a lei da mordaça. E quando penso que isso já passou, vejo que até meus filhos estão sentido esses tapas na boca.
    Segredo de justiça ou justiça em segredo? Justiça teria que ser sem segredo. Foi esse segredo de justiça que escondeu muitas injustiça quando fomos injustiçados. fomos?

  • paulo carvalho

    -

    26/9/2010 às 9:55 am

    Caro Rei: É só provocar o CNJ…

  • Ronaldo

    -

    26/9/2010 às 8:41 am

    Reinaldo,
    Um dos motivos do País se encontrar neste estado de degeneração moral se deve a leinência, a complacência e conivência do Judiciário! O judiciário não cumpre o seu papel institucional por ser igual ou pior aos demais poderes desta republiqueta imoral e indescente. Eles se travestem de paladinos da moralidade escondidos atrás daquelas togas imundas mal cheirosas, que exalam o odor da corrupção. Se tivessemos um Judiciário decente o País não teria chegado onde chegou. Lembro do velho ACM “precisamos abrir a caixa preta do Judiciário” e ai a coisa vai feder mais ainda!!! No Rio Grande do Norte, a inspeção do CNJ passou a mão na cabeça de vários cidadões que não são, digamos, muito dígnos da nobre função que ocupam!!!! Cada um dos Poderes da República se encontra mais podre que o outro. Ao criar a teoria da tripartição dos poderes Montesquieu imagina poderes puros e imaculados, não previu ele a possibilidade de ladrão controlar ladrão!!!!O sistema do ‘checks and balances’ em casos de união de poderes podres tendo por fim a diseminação da corrupção jamais poderá prosperar!!!!! É esse o retrato dos poderes do Brasil da atualidade.

  • Leo

    -

    26/9/2010 às 8:00 am

    o METAL VIL, É MUITO PODEROSO.

  • caipira mermo

    -

    26/9/2010 às 7:35 am

    Reinaldo
    Era só o que faltava! Poupe-me sr.desembargador!
    Roubar pode,mostrar o roubo não pode?

  • VR-760

    -

    26/9/2010 às 7:31 am

    O maior barato é que, vez por outra, um juiz meio debilóide, proíbe a imprensa, via internet, de publicar algo. Pombas, será que neguim ainda não entendeu que a internet não tem lugar físico? O site pode estar hospedado no Azerbaijão? Em Tuvalú?
    Depois querem ser levados a sério…
    E não lêem jornais, vide o virus contra as usinas nucleares produzidas pela Siemens, tudo para atacar o Iran.O Tom clancy já falava deste treco há uns 10 anos (vide Power Plays).

  • PoPa

    -

    26/9/2010 às 6:46 am

    Às vezes nos esquecemos que desembargadores são seres humanos e, como tal, sujeitos a falhas de avaliação. É possível, embora não provável, que ele acredite estar defendendo a Constituição.

  • Marcelo De Lorenzi - barcelona, spain

    -

    26/9/2010 às 6:42 am

    Rei,

    que ESPLENDIDO o editorial do ESTADAO DE HJ (26 Sept)…… COMENTE POR FAVOR!

    nem digo tanto pela opção de “lado” que fizeram (que é a minha), mas principalmente pelos princípios que pautaram a sua escolha e pela forma – Pública – que comunicaram.

    Tbem importante dar MÉRITO a CORAGEM de faze-lo (triste ate, pq evidencia o nível q passa o Brasil.

    abrazos, Marcelo De Lorenzi

  • Carlos Roberto

    -

    26/9/2010 às 6:23 am

    Imagina se esse gaguim vir a ganhar? Tiau imprensa. Uma vergonha para o Brasil. Gaguim; “Ouça o que eu falo e não diga o que eu faço.

  • Annouk

    -

    26/9/2010 às 5:52 am

    O Estadão está há 422 dias sob censura!

  • Tobias Saldanha

    -

    26/9/2010 às 3:37 am

    Pois Reinaldo, definitivamente tenho q lhe dizer q o Tocatins não difere muito do Ceará sobre essa tentativa de censura. Eu sou Tobias Saldanha, estudante universitário de jornalismo, radicado em Fortaleza, Ceará. Gostaria de informá-lo q infelizmente, várias pessoas como eu, foram atrás da revista Veja para ler o teor das denúncias contra o Clã Ferreira Gomes, e o q infelizmente nos batemos de frente, foi a total censura ao direito de nos informar sobre esse conteúdo, pois desde domingo msm, não se encontrava mais nenhum exemplar da revista veja a venda. Só q o detalhe é q os donos da banca disseram q eles mandaram comprar tudo! Eu pediria q vc divulgasse essa informação aí no Sul/Sudeste, além de uma própria resposta da revista Veja sobre esse assunto, pois o q aqui está havendo é uma censura enorme a livre informação, e eles chegando até a querer censurar quem fosse falar sobre essa matéria nos horários políticos, entrendo com um pedido desse no TRE. Abraços e meus agradecimentos desde já pela sua luta em defesa do país e das liberdades democráticas.

  • luiz

    -

    26/9/2010 às 2:58 am

    Eu como natural de Araguaina To. Estou apavorado com este desembargador “censurato póvoa”, com certeza mais uma liminar vendida por este inescrupuloso da justiça do meu Estado do Tocantins, Estado este, que após ser administrado pelo verme crônico do brasil “PMDB” esta indo para um abismo.

  • Miguel Vasconcellos

    -

    26/9/2010 às 2:02 am

    Olá Reinaldo
    Os Ministros do STF, que estão para defender a nossa Constituição, não lembram do primeiro artigo ¨Todo o poder emana do Povo….., para votar a Ficha Limpa, o que o povo está querendo

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados