Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

31 de Março – 1: Viva a democracia! Nada devemos à esquerda armada além de violência, mortes, sequestros, assaltos e indenizações milionárias. O regime de liberdades é obra dos que fizeram a luta pacífica

Por: Reinaldo Azevedo

Jornal do Brasil ditadura

Oficialmente, o movimento militar que derrubou João Goulart faz hoje 50 anos — o assunto, como sabem, está em todo canto. A quartelada, com amplo apoio civil, se consumou, de verdade, no dia 1º de abril, mas se quis evitar a coincidência com o chamado Dia da Mentira. Hoje, com a tal Comissão da Verdade federal em funcionamento — e algumas outras estaduais ou até corporativas (em universidades, por exemplo) —, prospera a farsa sobre aqueles tempos. A extrema esquerda armada perdeu a batalha porque era minoritária e porque não dispunha de força bélica para enfrentar os militares. Os extremistas, no entanto, venceram a guerra de propaganda, desta feita sem precisar dar um tiro: seus epígonos, isto é, seus seguidores intelectuais, ocuparam a imprensa, o meio universitário, os centros culturais, as escolas, fatias importantes do Executivo, do Legislativo e do Judiciário para inventar o confronto que nunca existiu.

E qual é o confronto que nunca existiu? Aquele que oporia, de um lado, os defensores da liberdade e, de outro, os que a recusavam. Se, durante o regime militar, vivemos sob a mentira de que o golpe foi desfechado para defender a democracia, hoje, 50 anos depois, vive-se a outra face do engodo, que, no caso, é igualmente trapaceira, mas com o sinal trocado. Comecemos do óbvio: em 1964, João Goulart e os que com ele se alinharam não tinham a democracia como um valor universal e inegociável; tampouco era essa a convicção dos militares e dos organismos civis que lhes deram apoio. O regime de liberdades individuais e públicas morreu de inanição; morreu porque faltou quem estivesse disposto a alimentá-lo. Ao contrário: assistiu-se a uma espécie de corrida rumo ao golpe. Golpista, na prática — e escandalosamente incompetente —, era Jango. Golpistas eram aqueles que o depuseram. Ainda que pudesse haver bem-intencionados em ambos os lados, não foram esses a ditar o rumo dos acontecimentos.

Outras farsas influentes se combinam para fabricar um confronto entre vítimas e algozes que é não menos trapaceiro. Não é verdade, por exemplo, que os atentados terroristas e a luta armada tiveram início depois da decretação do famigerado AI-5, o Ato Institucional que implementou a ditadura de fato no país. Ao contrário até: a muita gente essa medida de força, que deu ao estado poderes absolutos, pareceu até razoável porque a extrema esquerda decidiu intensificar a rotina de ataques terroristas. O AI-5 só foi decretado no dia 13 de dezembro de 1968. A VPR, a Vanguarda Popular Revolucionária, explodiu uma bomba no Consulado Americano, no Conjunto Nacional, em São Paulo, no dia 19 de março daquele ano. Em abril, novas explosões no Estadão e na Bolsa de Valores de São Paulo. Essas são apenas algumas de uma sequência. No dia 18 de julho, o presidente Costa e Silva ainda recebeu uma comissão de estudantes para negociar. Inútil.

O que pretendiam os movimentos de extrema-esquerda? É certo que queriam derrotar o regime militar inaugurado em 1964; mas que fique claro: o seu horizonte não era a democracia. Ao contrário. Como costumo lembrar, não há um só texto produzido pelas esquerdas então que defendessem esse regime. Ao contrário: a convicção dos grupos armados era que os fundamentos da democracia eram apenas um engodo para impedir a libertação do povo. Os extremistas de esquerda também queriam uma ditadura — no caso, comunista.

Cumpre indagar e responder: o regime democrático que temos hoje é um caudatário, um devedor, dos extremistas que recorreram à guerrilha e ao terrorismo? A resposta mais clara, óbvia e evidente é “Não”! Devemos a democracia aos que organizaram a luta pacífica contra a ditadura militar. Qual foi a contribuição da Ação Libertadora Nacional, a ALN, do terrorista Carlos Marighella, à civilidade política? Nenhuma! A eles devemos sequestros e cadáveres. Qual foi a contribuição da VPR, a Vanguarda Popular Revolucionária, do terrorista Carlos Lamarca, à tolerância política? Nenhuma! A eles devemos violência e mortes. Qual foi a contribuição da terrorista VAR-Palmares, de Dilma Rousseff, à pluralidade política? Nenhuma. A eles devemos assaltos, bombas e sequestros.

Mas devemos, sim, a democracia a Paulo Brossard, a Marcos Freire, a Itamar Franco, a Franco Montoro, a Fernando Henrique Cardoso, a Mário Covas, a José Serra, a Alencar Furtado, entre outros. Devemos a democracia até a ex-servidores do regime que resolveram dissentir, como Severo Gomes e Teotônio Vilela. Outros ainda, dentro do aparelho de estado, tiveram papel relevante para trincar o bloco hegemônico que comandava o país, como Petrônio Portella, Aureliano Chaves e Marco Maciel.

História
O ambiente está viciado. Mistificadores e prosélitos, mais ocupados com a guerra ideológica do que com a realidade, atropelam os fatos. Pretendem inventar uma narrativa que justifique tanto as ações doidivanas do passado como certas safadezas do presente (ainda voltarei a este ponto). O que fazer? Se você não quer se deixar levar pela mera discurseira inconsequente, sugiro que leia este livro.

 Ditadura à brasileira

O historiador Marco Antonio Villa escreveu “Ditadura à Brasileira” (LeYa), que tem um emblemático subtítulo: “1964-1985: A democracia golpeada à esquerda e à direita”. Villa vai ao ponto. Cada ano do período constitui um capítulo do livro e evidencia a escalada da radicalização, num confronto em que quase ninguém podia reivindicar o papel do mocinho. Não se trata de “uma outra leitura do golpe”, favorável ao movimento. O que Villa faz, com rigor e competência, é alinhavar, de maneira seca, objetiva, a sequência de eventos, com os seus devidos protagonistas, que levaram à deposição de João Goulart, à instauração da ditadura, à abertura do regime e, finalmente, à democracia.

É claro que o autor tem um ponto de vista — e, no caso, é um ponto de vista que protege o leitor: Villa é um democrata, e isso faz com que veja com olhos críticos — e, pois, independentes — as várias agressões havidas no período aos valores da democracia , tanto à direita como à esquerda. No seu livro não há bandidos e heróis. Há pessoas de carne e osso fazendo coisas: muitas em favor da civilidade política; boa parte delas, em favor da barbárie. O volume traz uma útil cronologia, bibliografia e índices onomástico e remissivo, o que o torna também um bom manual de consulta. É um bom instrumento para se defender de fraudes influentes.

Encerro este post
Nada devemos, rigorosamente nada!, às esquerdas armadas. A coragem é, em si, um valor. Quando ela é tão suicida como homicida, já não é coragem, mas estupidez, e costuma arrastar outros tantos em sua aventura.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

462 comentários
  1. DE NOVO EU

    Na verdade, o comunismo já morreu, está em avançado estado de decomposição,mas ainda continua fedendo porque falta fazer o enterro dessa carniça…

  2. HIDERALDO

    Olha eu aqui dois anos depois: cada dia que passa o que resta do comunismo no mundo cai a olhos vistos: Venezuela, Argentina, Bolivia e Brasil. Eu gostaria de deixar um questionamento no ar: Porque os amigos acham que as redes de TV brasileiras NÃO veiculam em horário nobre a caótica situação venezuelana??? será por acaso? esquecimento? huummm… estranho né? talvez alguém por aqui não queira fazer uma contrapropaganda do verdadeiro DESASTRE que é o governo “bolivariano” do “socialismo do seculo 21″ do amiguinho Maduro… gente vamos acordar o comunismo FALECEU e já está em avançado estado de DECOMPOSIÇÃO, por isso fede tanto. vamos varrer essa doença ideológica antes que nosso pais mergulhe numa estupida, inútil, sangrenta e criminosa guerra civil sem nenhum sentido só por conta dessa MAZELA CHAMADA COMUNISMO, que tanta gente já vitimou na volta do globo terrestre…

  3. HIDERALDO

    Uma eventual vitória do comunismo em 1964 teria sido catastrófico para o Brasil: Os estados unidos nunca iriam permitir que em plena guerra fria o regime comunista imperasse num pais continente na América do sul. Cuba trilhou este caminho e sofreu um embargo terrível que perdura até hoje. O regime militar (que nunca foi ditadura) foi a melhor saída. Apenas vinte e um anos depois o poder já estava nas mãos dos civis, e ai meus amigos,o QUE MELHOROU???? quase nada…a corrupção alcança níveis inimagináveis, os bandos de corruptos só crescem, o povo continua sem saúde decente, sem educação, sem porcaria nenhuma… além disso, o patriotismo despencou, a violência aumentou na mesma medida que aumentou a impunidade…

  4. HIDERALDO

    Se não fosse a intervenção militar, nem mesmo o PT teria existido,pois os comunistas comandados por Fidel os teriam fuzilado ainda no embrião, ainda em sua formação. O comunismo nunca deu nem nunca dará certo em um mundo já capitalizado. Tirem essas ideias de comunismo da cabeça, pois o estado JAMAIS vai querer perder o poder. A unica coisa certa que o “comunismo” traz para uma nação é o terror, a miséria, fuzilamentos, totalitarismo, e perpetuação dos assassinos no poder (os irmãos castro em cuba são um bom exemplo disso) Vamos acordar Brasil, somos livres e sempre seremos livres!!!!!

  5. Paulo Marçal Filho

    Caro Reinaldo, escuto você no programa Jornal da Manhã na JP. Como gostei dos seus comentários, embora nem sempre concorde com eles, passei a ler o seu blog. Sobre o assunto desse post (ditadura -ou revolução- de 64) concordo integralmente com tudo o que você disse.

  6. Adscn Chaves dos santos

    Deveríamos estar é comemorando que há exato 50 anos que o Brasil se livrava de se tornar uma colónia comunista mesmo com AI-5 se não fosse o golpe de 64 estaríamos vivendo como o leste Europeu, o mundo nunca foi e nunca será socialista pois, o socialismo tem “boas intenções” e péssimos resultados, já o capitalismo tem boas intenções e OTIMO resultados quem estiver insatisfeito com ele renuncie a ele!?

  7. Luiza Muller Gonçalves

    Caro Reinaldo,
    Resumo minha opinião sobre o que você escreveu com a seguinte frase: Ditadura nunca mais,mas terrorismo e guerrilha também.
    Os verdadeiros heróis da democracia não pegaram em armas,nem foram torturados, só que foram esquecidos.Foi bom lembrá-los.

  8. Félix Maier

    Caro Reinaldo,
    O ano de 1964 é um ano que nunca termina. A cada ano, o Brasil fica mais parecido com 1963 e os idos de março de 1964, com bandeiras vermelhas cada vez mais presentes nas ruas do Brasil. Os comunas, com o apoio do governo petista, estão cada vez mais certos de transformar nosso País em uma Cuba continental. A propósito, a capital política do Brasil petralha é Havana, com sucursais do inferno em Brasília, Caracas e Buenos Aires.
    Cinquenta anos são ainda um tempo muito curto para se escrever a verdadeira história dos 21 anos de governo militar. O que existe é apenas torcida organizada. Cem anos talvez seja um tempo mais adequado para os historiadores se pronunciarem sobre o assunto, sem paixões pueris e ideológicas. O que se vê, hoje, é uma deturpação da história, já que não existe a outra face a ser analisada. O que se escreve na imprensa – salvo meia dúzia de jornalistas tidos como quixotescos – não é coisa séria, mas proselitismo socialista, em que predomina um maniqueísmo pueril e safado, classificando os militares como brucutus e os terroristas como anjinhos.
    No link abaixo, eu coletei uma série de textos sobre assunto, MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964. Espero que goste.
    Parabéns por sua isenção frente aos fatos em questão, o que prova que o senhor tem princípios morais e ética, o que há muito deixou de existir na imprensa nacional.
    Atenciosamente,
    Félix Maier
    http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=12991&cat=Ensaios

  9. Alexandre Gomes

    Excelente texto! Só me entristece o fato desse texto não alcançar uma parcela significativa da sociedade, pois são eles, os menos esclarecidos, que precisam sair da bolha que vivem e acordar para as reais intenções desses que queriam implantar a ditadura do proletariado no Brasil e destinam descaradamente o dinheiro brasileiro para construção de portos, hospitais e etc em outros países enquanto a população brasileira padece.

  10. SIMPLES DEBATE

    o golpe de 31 março de 1964 nada foi que a proteção pelos os poderosos da relação comercial(os valiosos commotidies) entre BRASIL a INGLATERRA e ESTADOS UNIDOS.Tanto que não houve embargo comercial imposto ao BRASIL teve sim os grilhões da divida externa.Os militares terem tomar o poder isto era previsto na CONSTITUIÇÃO FEDERAL na epoca em defesa do ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIRETO, que defendia a imposição do comunismo. só que seria tomar o poder e depois retornar o regime democrático, o que não aconteceu no inicio de 1967 que começou formar os grupos de resistência. que grande parte queria a retomada da demogracia. mas infelizmente com a bandeira do comunismo. esses devemos nosso respeito. os generais sujaram suas mãos de sangue e os poderosos encheram as mãos de megas fortunas, por bem que muitos já foram para o inferno presta as contas.os generais quase pobres.hoje vivenciamos a ditadura da corrupção , onde um cidadão comum não pode pensar em se candidatar ao senado, governo de um estado, ou ate a deputado sem ter os artificios do caixa dois, ou a benção de um poderoso, isso é democracia? isso é ditadura!hoje convivemos com os golpes da previdência social, golpe dos banqueiros, golpe dos mensaleiros,golpe das empreiteiras, golpe da petrobras, golpe da copa do mundo e olimpiada.Então como ja foi dito pelo REINALDO nessa BLOG EU QUERO 2064.

  11. IDINALDO

    parabéns, não devemos mesmo!

  12. jefferson machado de amarante

    Pena que a DITADURA do atual governo não permite que se esclareça os fatos de 1964, o porque dos militares tiveram que tomar o poder para que o Brasil não virasse uma grande Cuba, porque o atual governo dito democrático não deixa que a versão da história seja contada pela outra parte, fazem questão de desmoralizar os militares, se não fosse os militares a esquerda armada que assaltava, torturava, assassinava, sequestrava, explodiam bombas e até matavam de sua própria gente que eram suspeitas de traição, hoje eles estão fazendo uma ditadura no Brasil pois não toleram ninguém que seja contrário as suas ações, mentem, corrompem,fazem assistencialismo para ganhar eleitores, e não dão aos militares e simpatizantes o direito do contraditório e ampla defesa, são caluniados por todo tipo de gente e não lhes dão o direito de se defender…e ainda dizem que vivem em uma Sólida Democracia…Parabéns pelo artigo e espero que você não seja demitido da Revisto, como vários repórteres que ousaram contrariar este governo.

  13. CEL CESAR PINTO averdadedasmentiras-unknown

    CARO JORNALISTA REINALDO
    O GOVERNO FEDERAL ESTÁ DESEPERADO PELA PERDA DE PONTOS DA PESQUISA DA PRESIDENTE DILMA ( 43% PARA 36% ) A TAL PONTO QUE QUEREM DENEGRIR A IMAGEM DAS NOSSAS FORÇAS ARMADAS, COMO SE ELAS NÃO FIZESSEM DESTE GOVERNO, RELEMBRANDO OS GOVERNOS MILITARES, DOS QUAIS NENHUM DOS GENERAIS E SUAS FAMÍLIAS FICARAM RICOS COM DINHEIRO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA
    SÃO TÃO COVARDES QUE ESTÃO QUERENDO ENSINAR AOS NOSSOS JOVENS QUE A DÍVIDA EXTERNA E INTERNA DO BRASIL ACONTECERAM NOS GOVERNOS MILITARES.
    VEJAM SENHORES A VERDADE NUA E CRUA:

    ESCLARECIMENTO AOS JOVENS BRASILEIROS
    JANIO QUADROS

    Rápida ascensão política[editar código-fonte]

    Jânio chegou à presidência da República de forma muito veloz. Em São Paulo, exerceu sucessivamente os cargos de vereador, deputado, prefeito da capital e governador do estado. Tinha um estilo político exibicionista, dramático e demagógico. Conquistou grande parte do eleitorado prometendo combater a corrupção e usando uma expressão por ele cunhada: varrer toda a sujeira da administração pública. Por isso o seu símbolo de campanha era uma vassoura.

    Foi eleito presidente em 3 de outubro de 1960, pela coligação PTN-PDC-UDN-PR-PL, para o mandato de 1961 a 1965, com 5,6 milhões de votos

    Porém não conseguiu eleger o candidato a vice-presidente de sua chapa, Milton Campos (naquela época votava-se separadamente para presidente e vice).

    Quem se elegeu para vice-presidente foi João Goulart, do Partido Trabalhista Brasileiro.

    RENUNCIOU E DEU MARGEM A ASCENSÃO DO SR. JOÃO GOULART VICE-PRESIDENTE A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA (PTB).
    O GOVERNO MILITAR TOMOU O PODER EM 31 DE MARÇO DE1964, PORQUE O PARTIDO TRABALISTA BRASILEIRO (PTB), QUERIA IMPLANTAR A DITADURA DO PROLETARIADO NO BRASIL “COMUNISMO”. O QUE FOI OBSTADO PELOS MILITARES.

    E QUE, HOJE, ESTÁ QUERENDO SER IMPLANTADO PELOS DIRIGENTES DOS PARTIDOS POLÍTICOS PT E SEUS COLIGADOS
    A PROPAGANDA ENGANOSA DA REDE GLOBO DE TELEVISÃO SOBRE O ENDIVIDAMENTO DO BRASIL NOS GOVERNOS MILITARES, NO NOTICIÁRIO DO BOM DIA BRASIL EM 01/04/2014 É MENTIROSA, ENGANOSA, COVARDE, INDECENTE E DESONESTA. SÓ SE JUSTIFICA POR SER O DIA DA MENTIRA (01/04/2014). (ANÁLISE DE MIRIAM LEITÃO)

    DIZER QUE OS GOVERNOS MILITARES FORAM OS RESPONSÁVEIS PELO ENDIVIDAMENTO DO BRASIL, JUNTO AO PRIMEIRO MUNDO É MENTIRA.

    O QUE DEIXOU O BRASIL ENDIVIDADO INTERNA E EXTERNAMENTE, FOI A CRIAÇÃO DE BRASILIA NO GOVERNO DO PRESIDENTE JUCELINO KUBTCHEK, COM O USO DO DINHEIRO DO INSS E OUTROS RECURSOS DO TESOURO NACIONAL, DEIXANDO DE CUMPRIR COMPROMISSOS COM OS DEMAIS PAISES DO PRIMEIRO MUNDO, DURANTE OS 4 ANOS DA CONSTRUÇÃO DA CAPITAL BRASILEIRA PARA SATISFAZER A SEDE DE PODER DOS PARTIDOS POLÍTICOS E DOS POLÍTICOS QUE GOVERNAVAM ESTE PAÍS NAQUELA ÉPOCA.

    QUERIAM TIRAR A TODO CUSTO O DISTRITO FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, QUE ERA A CAPITAL DO BRASIL.
    Construção de Brasília
    A construção de Brasília | CPDOHYPERLINK \l “”

    O Brasil de JK > A construção de Brasília … Brasília – que constituem a mais importante fonte documental para a história dos antecedentes da nova capital.
    “com a eleição de Juscelino Kubitschek, NO ANO DE 1956 PELO PARTIDO SOCIAL DEMOCRATRICO (PSD) foi que teve início a efetiva construção da cidade, inaugurada ainda incompleta em 21 de abril de 1960 após um apertado cronograma de trabalho.

    Brasília custou cerca de um bilhão de dólares.

    Este custo extremamente elevado deveu-se, em parte, a ausência de estradas de ferro e de rodovias bem traçadas para levar o material de construção. A solução foi transportar o material de construção por via aérea, fato que encareceu muito o custo das obras”.
    A PARTIR DAÍ COMEÇOU O ENDIVIDAMENTO DO BRASIL.

    VAMOS ESCLARECER A VERDADE NUA E CRUA E DEIXAR DE CULPAR OS GOVERNOS MILITARES PELOS DESMANDOS DOS PARTIDOS POLÍTICOS E SEUS POLÍTICOS CORRUPTOS QUE HOJE INFESTAM ESTA NAÇÃO.

    ?

  14. Mario Sammarco

    Excelente artigo!O PT está usando 1964 para desviar a atenção dos escandalos da Petrobrás e está, claramente, amparado por grande parte da imprensa.Principalmente por ua mque não precisamos dizer o nome porque todos já sabem.Lêr o livro do historiador Marco Villa é obrigatório!

  15. Pericles

    Em 20 de agosto de 1961 Jânio Quadros condecora Chê Guevara de madrugada e renuncia em seguida, enquanto o João Goulart, sabidamente simpático aos “revolucionários”, visitava a China do carniceiro Mao Tsé Tung.
    Em 14 de Outubro, os Estados Unidos divulgaram fotos de um voo secreto realizado sobre Cuba apontando cerca de quarenta silos para abrigar mísseis nucleares.
    Nenhum presidente dos Estados Unidos poderia admitir a existência de mísseis nucleares daquela dimensão a escassos 150 quilómetros do seu território nacional. O presidente Kennedy acautelou Khruschev de que os EUA não teriam dúvidas em usar armas nucleares contra esta iniciativa russa. Ou desativavam os silos e retiravam os mísseis, ou a guerra seria inevitável.
    Enquanto os EUA e a URSS negociavam, a população estadunidense tentava defender-se como podia. Nunca antes se tinha comprado tanto cimento e tijolo na história dos EUA depois que John Kennedy ter declarado a verdadeira gravidade da situação pela televisão. Milhares de chefes de família, aterrorizados, trataram de cavar nos seus pátios e jardins pequenos abrigos que possibilitassem a sobrevivência da sua família durante a possível guerra nuclear.
    Foram treze dias de suspense mundial devido ao medo de uma possível guerra nuclear.
    As pessoas bem informadas daqui não estavam muito menos aterrorizadas. Exceto a turma da Estela.

  16. Suely

    Infelizmente grande parte dos brasileiros não têm acesso aos seus esclarecedores e brilhantes textos. Reinaldo, muitos brasileiros acham que os petistas lutaram “pela democracia” e não pela substituição de ditaduras.Vivemos dias muito aflitivos.O governo toma atitudes e decisões ditatoriais – como o destino dos nossos recursos.Continue em sua luta – competente e corajosa em prol da democracia. Até a Ise ( guerrilheira que ficou presa com a Dilma) declarou que não faria tudo o que fez e admitiu a crueldade das lutas armadas. Ela concluiu com esta afirmativa “A democracia ainda é o caminho para construir vielas de idealização. Pode não ser perfeito, mas é a melhor forma de governo”.Reinaldo continue a fortalecer o término das lavagens cerebrais que o governo faz, não mostrando o outro lado da moeda – Comissão da Verdade só de um lado? São em profissionais com a sua dignidade que contamos para que o Brasil não se torne uma grande Cuba…

  17. ENIO COUTEIRO

    Lúcido, pena que a esmagadora maioria escuta o galo cantar, sem saber onde e sai repetindo sem pesquisa ou conhecimento.
    Parabéns.

  18. Lairton Lopes Sena

    Reinaldo, sempre que posso, encaminho algumas de suas colocações aos amigos, através de rede social. E sempre dando o devido crédito. Um desses amigos me pergunta, e repasso-a a você: “Meu amigo Lairton Sena, não estou aqui defendendo ditadura, até porque, liberdade pra mim é o bem mais precioso. Gostaria que Reinaldo Azevedo me respondesse a seguinte pergunta: Vivemos hoje numa verdadeira democracia?” Esta foi a pergunta que meu amigo postou. >> O mar da história é agitado. As ameaças e as guerras havemos de atravessá-las, rompe-las ao meio, cortando-as como uma quilha corta as ondas. Maiakovski <<

  19. Lairton Lopes Sena

    Reinaldo, sempre que posso, encaminho algumas de suas colocações aos amigos, através de rede social. E sempre dando o devido crédito. Um desses amigos me pergunta, e repasso-a a você: “Meu amigo Lairton Sena, não estou aqui defendendo ditadura, até porque, liberdade pra mim é o bem mais precioso. Gostaria que Reinaldo Azevedo me respondesse a seguinte pergunta: Vivemos hoje numa verdadeira democracia?” Esta foi a pergunta que meu amigo postou. >> O mar da história é agitado. As ameaças e as guerras havemos de atravessá-las, rompe-las ao meio, cortando-as como uma quilha corta as ondas. Maiakovski << …

  20. BSB

    Há algumas pequena diferencia na situação do Brasil de hoje
    É a situação do inicio 1964.
    Em 64 era mias a sustador pelo o motivo da onda Comunista.
    Pelos menos o pessoal respeitavas as leis,eram mais Educados.
    Não havia tantos crimes, como esta acontecendo hoje.
    Não sé queima ônibus,não sé destruíam patrimônios Publico Nem privado, não sé agredias policias, nem Militares.
    A Democracia era bem diferente, a Democracia de hoje que Tanto falam. os petralhas comeram uma parte.
    Na quela época o Brasil,não apoiava nem ajudava Pais, Autoritário, como os PETRALHAS fazem hoje,eles não aceitam
    A o oposição, querem ser absolutos, que democracia e esta.
    Hoje há muitas coisas muito pior de que em 1964, hoje.
    Estão cometendo Horrores, Principalmente os Petralhas,e os
    Seus seguidores,é a inda tem coragem de chamar Democracia.
    É a inda dizem que dão valor a liberdade, vejam o que.
    Aconteceu hoje na Câmara, isto é Democracia.
    A inda bem que os PETRALHAS, já estão de retirada mesmo.
    Devemos agradecer os Militares, por não Deixar ser Implantado, o Regime Comunista no Brasil.
    Sé Houver mortes é outra coisa,foi de ambos lados,agora não Venha sé fasearem de santos.
    Viva os Militares.
    Não Importa qual é o Pensamento dos que Hoje estão na Ativa.
    A culpa foi unica é Exclusivamente dos Militares.
    Acho que Não.

  21. Anónimo

    Hoje que eu tenho um entendimento maior consegui entender a “Chamada Ditadura”. Que bom que ela aconteceu, evitando que nosso Brasil se transformasse em um país comunista. Acho que as forças armadas vão precisar atuar novamente, pois tenho quase certeza que esse atual governo pretende nos transformar em uma nova CUBA.

  22. Aderbal De Luca

    Naquele tempo golpes de Forças Armadas eram rotineiros. A ameaça comunista era fato. Então, em 1961 Jânio Quadros (o enigma) condecora Chê Guevara de madrugada e renuncia, enquanto o João Goulart, sabidamente simpático aos “revolucionários” visitava a China do carniceiro Mao Tsé Tung.Ora, em são consciência, pensar o que disso?

  23. Ailon do Carmo

    REINALDO AZEVEDO JÁ SE FIRMOU COMO UM DOS MELHORES ANALISTAS POLÍTICOS DA HISTÓRIA DESTE PAÍS, GRAÇAS À SUA HONESTA CRITICIDADE DOS FATOS, JOGANDO LUZES NA MENTALIDADE TACANHA DO NOSSO POVO, QUE, DE TÃO OBSCURA, DEIXA-SE FACILMENTE ENGANAR PELAS FALÁCIAS MALICIOSAS DOS COMUNISTAS, AINDA QUE OS EXEMPLOS, ÀS CENTENAS, COMPROVEM INDUBITAVELMENTE QUE ELES NÃO MERECEM O NOSSO RESPEITO E A NOSSA CONFIANÇA, OU SEJA, ACABAM ACREDITANDO BISONHAMENTE QUE O CÉU É “ESCURO”, E O INFERNO ESTÁ “CHEIO DE LUZ”, NUMA LEMBRANÇA DO SAUDOSO LUPICÍNIO RODRIGUES…

  24. nelson carvalho

    Somente aqueles que desconhecem a história ou ainda aqueles que não viveram aqueles dias, acreditam nos discursos de Ptralhas de hoje. A diferença é que não mais precisam sequestrar ou assaltar bancos; hoje tem a cobertura total para sequestrarem a dignidade de um povo e assaltar os cofres da REPÚBLICA.

  25. Augusto Freitas

    Corrigindo: é Ulysses Guimarães e não Ulisses como eu havia colocado.

  26. Augusto Freitas

    Reinaldo, na minha opinião você esqueceu o maior nome pela implantação pacífica da democracia durante a ditadura: Ulisses Guimarães. Ele foi o grande articulador do então único partido de oposição ao regime. Sem mais.

  27. Alfredo

    Os PTralhas subverteram a democracia. A democracia como hoje conhecemos parte do pressuposto que todos os cidadãos tem poder igual de decisão.
    Nos aúreos tempos dos militares, o povo ganhou direitos sociais em troca de seus direitos políticos. Criou-se o FGTS, o SFH, os programas de alfabetização e uma série de outras benesses para o pobre.
    Dessa maneira, não havia porque votar. Os empresários lucraram como nunca e o pobre conqusitou uma série de benefícios. O desemprego era quase nulo, afinal havia sempre a possibilidade de se trabalhar como empregada doméstica ou fazendo pequenos bicos em troca de uma cesta básica, além de doações de roupas que necessitavam de poucos remendos. O pobre agradecia a Deus pela proteção do Estado.
    Com o fim da ditadura, inaugurou-se outra era. Os diretos políticos foram devolvidos, em troca dessas benesses. Os democraticamente eleitos Sarney e Itamar promoveram o arrocho salarial e os benefícios sociais perderam o peso na economia.Diminuiu-se a correção do FGTS e aumentou-se o custo dos financiamentos habitacionais. O FHC promoveu a dolarização da moeda, e permitiu que todos pudéssemos enfim comprar os tão sonhados “importados”. O pobre podia votar, mas sem perspectivas de redução dos déficits sociais. Haviam direitos políticos, mas não os sociais.
    Mas FHC foi um fraco. Ao invés de implantar a democracia direcionada, permitiu o fortalecimento da política “voto para todos”. Com a chegada do Sapo Barbudo, chegamos ao caos. As camadas mais baixas agora tem direitos políticos e sociais ao mesmo tempo, o que é completamente incompatível com o conceito de democracia.
    Agora o povo usa o voto como barganha. Mas ao contrário do saudoso coronelismo, está cobrando cada vez mais caro. O voto do empresário vale tanto quanto o do peão. Ao perceber isso, ao invés de cestas básicas e roupas semi-novas, querem o Bolsa-Esmola na mão para fazer o que bem entender e roupas novas!!!!
    A democracia pura consiste na soberania intelectual. Os mais preparados devem ter o poder de decisão e as camadas mais baixas o direito à obediência. Saudade dos tempos em que as empregadas perguntavam aos patrões em quem votar.

  28. Alberto

    Caro Reinaldo,

    Viu Jornal Nacional de ontem,31/03? Fiquei simplesmente ENOJADO!
    Nenhuma palavra da Globo com relação aos canalhas comunistas que queriam implantar um regime totalitário de esquerda . Nenhuma palavra quanto aos assaltos,sequestros, atentados a bomba, tortura e morte dos integrantes pertencentes ao lado que defendia a real LIBERDADE.
    É mesmo uma VERGONHA, TV GLOBO. Vendeu-se aos canalhas do PT!
    Mas o que mais me espanta é ver que nenhum de vocês da VEJA fez qualquer comentário sobre isso. Vai ficar por isso mesmo?

  29. Fígaro

    Mas que ditadura é essa que permitiu isto:

    http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-3–1062-20140331

  30. Sérgio Ciarântola Júnior

    50 anos passaram – Na época eu tinha 6 anos, portanto não me lembro do início, mas vivi o período militar. Comparando com hoje, o povo brasileiro não evoluiu nada ou acham que estamos num país de regime democratico? NÃO. Nós elegemos diversas vezes os mesmos políticos que estão no poder, que foram revolucionários, naquela época e até hoje estão roubando o povo brasileiro, como pode? Acorda BRASIL! Esses elementos não querem largar as tetas do governo. Essa gentalia só pensa no seu próprio bem e o povo que se lasque. Vamos pensar em nossos filhos e netos, vamos mudar esse círculo vicioso, vamos quebrar esta corrente. CHEGA!

  31. Paulo

    Concordo com o artigo.
    Os petralhas são comunistas capitalistas, comunistas com os impostos dos outros para manter seu projeto de poder.
    Capitalistas, para desviarem os impostos para uma minoria que gosta de beber vinho em PortugaL

  32. Luiz Eugenio

    Mais uma vez mostrando a verdade sobre o ocorrido naquele período. Parabéns!

  33. odisseu

    muito bom ! já não aguentava mais a “glamorização” de 64 em favor da esquerda, sob uma ótica maniqueísta, colocando, os ditos de esquerda como os bonzinhos da história. que fraude: estão hj aí a provar através de seus atos, e do resultado que a ideologia aplicada ao extremo “legou” ao mundo ! enfastiante todo ano, principalmente agora ver o globo e seu PROSELITISMO descarado querendo impor a verdade, escrita por eles! por que não falam como vc bem disse do estado novo?30 a 45, SOB O CHICOTE DO “HERÓI” GETÚLIO …QTA HIPOCRISIA. VEJA: SER DE ESQUERDA VIROU PRODUTO DE LUXO, CHIQUE, AGRADÁVEL E QUE RENDE DIVIDENDOS. É BACANA: TODO BOM IDIOTA DEFENDE ESSA BANDEIRA, COMO SE FOSSE UM SALVO CONDUTO PARA TUDO. QUE ALÍVIO LER ESSE TEXTO, TER ESSA PERSPECTIVA, SABER DO LIVRO DO PROF. VILLA, VÊ-LO NA GLOBO NEWS LITERATURA FALANDO (E O EDNEY SILVETRE, DANDO LÁ SUAS RISADINHAS). CHEGA DE “VERDADE” PASTEURIZADA, EMPURRADA GUELA BAIXO. E USADA COMO SALVO CONDUTO PARA JUSTIFICAR CRIMES PASSADOS, PRESENTES E FUTUROS. TODOS DEVIAM LER O SEU TEXTO. DIDÁTICO !

  34. Rodrigo Lemes

    Livro do Vila comprado e recomendado. E o mínimo que posso fazer!

  35. Raissa Pedra

    Reinaldo, Só posso concordar com você quanto a inclusão de Fernando Henrique e José Serra como defensores da democracia, após a anistia, pois aqui mesmo foi postado o discurso de Serra como presidente da Une, defendendo as reformas de cunho comunistas de Jango, feito no comício da central do Brasil que foi o estopim para a queda do Presidente. Quanto a FHC, mesmo sendo filho de general, participava das mesmas idéias comunistas que Serra e do titular da cadeira do qual era assistente. O que eles pretendiam naquele tempo, nada tinha de democrático. Valiosa contribuição para a democracia, foi prestada por Ulisses Guimarães e Tancredo Neves com a campanha, DIRETAS JÁ, sei porque estive presente nos comícios que reuniam multidões. Lamentável que o MDB QUE TANTO AJUDOU A DEMOCRACIA, HOJE A PISOTEIE COM O PMDB ALIADO AOS PETRALHAS BOLIVARISTAS.

  36. Epaminondas Constant

    deixo aqui a minha humilde homenagem e sincera gratidão a todos os civis e militares brasileiros que deram suas carreiras e vidas em favor do Brasil naqueles idos de 1964, que derrotaram os comunistas e nos livraram do regime comunista, especialmente do regime comunista cubano; se não fossem esses valorosos brasileiros de muita fibra e têmpera hoje estaríamos todos comendo uma única vez ao dia, e mesmo assim dentro de uma cuia de coco, fazendo da cuia um prato. Em verdade, em verdade, os esquerdistas tupiniquins apoiados pelo comunismo internacional provocaram tudo, foram por conta própria à Cuba para fazer curso de guerrilha, receberam incentivos e financiamentos da ex-URSS, e depois voltaram ao Brasil para enfrentar os militares com armas, como de fato enfrentaram, e nas refregas muitos inocentes civis os esquerdistas mataram. As esquerdas praticaram todas as espécies de atrocidades, atos terroristas e violências, inclusive torturaram militares, civis, companheiros, e até justiçaram seus próprios companheiros, a verdade histórica científica, que não pode nunca se ater às ideologias, jamais poderá ser calada, jamais poderá ser apagada, muitos deles arrependidos já contaram a história de suas vidas de ex-terroristas, aos poucos muitos dos que hoje pousam como heróis esquerdistas terão suas verdadeiras histórias contadas, inclusive histórias de que traíram e torturaram também, porque não passam de esquerdistas caviares. A estória dos esquerdistas tupiniquins é contada por eles próprios, e eles contam a estória deles como se eles fossem somente românticos simples e simplórios, que receberam apoio quase absoluto dos brasileiros para enfrentarem os militares brasileiros, mas que somente cantavam canções, jogavam flores e rosas, sem usar arma alguma, e que em troco desse romantismo tenham recebido muito injustamente dos nossos heróis miliares, balas, prisões e torturas, e isso é a mais pura mentira, não existe registro histórico de qualquer manifestação da população brasileira incitando ou incentivando os esquerdistas tupiniquins à enfrentar nossos militares, eles enfrentaram os militares brasileiros à bala por decisão deles próprios, desejavam o poder totalitário comunista a todo custo, e para isto praticaram torturas também, porque em nenhuma guerra houve ou haverá controles possíveis para evitar torturas, mortes, atrocidades, de nenhum dos lados. Com o ferro que feriram foram feridos. Quem não quiser os horrores de uma guerra, com suas mortes, com suas torturas e suas atrocidades, então que busque somente a paz e nunca incentive ou faça guerra, porque qualquer guerra é uma grande porta do inferno que está aberta, e dela nada sai de dentro que preste. Quando o exército vermelho na 2a. Guerra entrou triunfante na Alemanha, estuprou quase 100% das mulheres alemãs. Ao contrário do que dizem as esquerdas, existem registradas e filmadas muitas e muitas manifestações populares de milhares de milhares de civis brasileiros, indo às ruas convocando os militares para defendê-los dos comunistas, e nenhum militar saiu do seu quartel por iniciativa própria para lutar contra as esquerdas daquela época, saíram somente depois de serem convocados pela grande maioria da população civil e quase 100% da imprensa e do Congresso Nacional. Verdadeiramente as esquerdas tupiniquins receberam apoio de Cuba, da ex-URSS, e da ala vermelha da Igreja Católica, que naquela mesma época esquecia ou se fazia de desentendida, que na ex-URSS e seus satélites, e demais países comunistas, as igrejas eram varridas, destruídas, expropriadas, e os cristãos eram perseguidos, torturados, trucidados e mortos. Recentemente o governo russo reconheceu essa verdade e devolveu as igrejas aos cristãos. Aqui os padres vermelhos ainda se fazem de desentendidos, parecendo não saberem das incontáveis atrocidades, perseguições, torturas, atrocidades e mortes que os comunistas já praticaram e praticam contra qualquer igreja cristã e cristãos, e os padres vermelhos do Brasil continuam apoiando os partidos e militantes do pai da mentira; na eternidade esses “religiosos” receberão suas justas sentenças irrecorríveis, porque eles em vida, presume-se, tiveram total acesso e estudaram as escrituras do Criador, mas preferiram defender, difundir, apoiar e seguir as ideologias mentirosas e as fábulas do pai da mentira… é só esperar… todos irão democraticamente à eternidade e responderão pessoalmente por seus atos… da eternidade ninguém escapa… enfim, em tudo e por tudo, uma coisa é certa: a verdade histórica científica só não existe e não é proferida na tal da comissão de somente inverdades. Parabéns heróis militares de 1964! Parabéns! Muitos parabéns… esse dia de grande livramento jamais em vida o esqueceremos… parabéns!!!

  37. Augusto

    Discurso CENSURADO do grande Deputado Jair Bolsonaro sobre o 31 de março.
    .
    IMPERDÍVEL!
    .
    http://www.youtube.com/channel/UC8hGUtfEgvvnp6IaHSAg1OQ

  38. Paulo Maia Costa Júnior

    Parabéns pelo ótimo texto.

  39. manoel

    Reinaldo, gostei desta analise final quando menciona que a democracia, hoje, não deve nada aos grupos armados porém, aos interlocutores de bom senso.
    Obs. Gostaria que você escrevesse em tese sobre o outro lado da historia: se não houvesse um golpe militar, naquela época, o que poderia ter ocorrido durante o conturbado governo do jango? Aguardo!

  40. Jcbarrosjunior

    Para dar opinião sobre a história é preciso conhece-la parabéns Reinaldo Azevedo pelo seu artigo como sempre bem escrito e baseado em fatos e não em boatos.

  41. Marcio

    Ainda pessoas de visão!!!!!!!!!!

  42. rupsilva

    Reinaldo Azevedo para Presidente do Brasil! Eis a solução para derrotar esses ” comunistas comedores de criancinhas”, esses vermes que querem entregar o país aos comunistas, esses vermelhos russos que querem transformar nossa pátria amada num satélite soviético!
    Deus salve a América! Deus salve Bush, Kennedy, Reagan, Lindon Johnssom , Gordon Lincon, Obama, nossos eternos protetores!
    Acorda Brasil, a direita existe e esta perigosamente viva!

  43. JDavid

    Sensacional Reinaldo.
    “31 de Março – 1: Viva a democracia! Nada devemos à esquerda armada além de violência, mortes, sequestros, assaltos e indenizações milionárias. O regime de liberdades é obra dos que fizeram a luta pacífica”.
    Ora! Não me comprometam e aqueles que me são amados. Nada devemos à esquerda armada e à violência, que eles provocaram. É exatamente, esta, a questão, não nos representam e não fazemos parte das suas mentiras.
    Não devemos um tostão furado a esta canalhice da esquerda. Tudo começou, quando estes insurgentes, por vias antidemocráticas, pegaram em armas e bombas, para defender interesses próprios, aliás, que o fazem até, hoje. O que deveria ter feito as Forças Armadas baixar a guarda, cruzar os braços e permitissem fazer o que quisessem. Afinal, quem primeiro subverteu a ordem pública.
    Vivemos cada segundo do Regime Militar tanto quanto eles sobre o que foram aqueles anos, com duas únicas diferenças, não aumentamos e nem diminuímos a verdade dos fatos. Lamentavelmente, hoje, são milhares, que dizem, ter participado daquele levante, para justamente, receberem a poupança ditadura. Uma vergonha que rouba milhões da sociedade brasileira.
    A verdade histórica está lá, naqueles anos e nunca poderá ser alterada para atender este ou aquele interesse, como quer transformá-la, esta ideologia, que não se sustentou em lugar algum do mundo.
    Não sou a favor de qualquer ditadura, militar ou civil, porém, preciso, precisa o Brasil das suas Forças Armadas. Não precisamos de forma nenhuma desse desgoverno, que ai está.
    Vejam a situação lamentável da Ucrânia.
    Dizem alguns, que a Ucrânia não serve de exemplo. Ora! Claro que não é um exemplo, é um alerta. Pois, quem primeiro traiu a Ucrânia foram os próprios Ucranianos descendentes da Rússia. E no Brasil, o que querem fazer alguns milhares de antinacionalistas.
    Os Russos foram lá e roubaram um pedaço do seu País, do seu território e os Ucranianos nada puderam fazer, a não ser, chamarem seus soldados de volta.
    É útil para o governo atual, tentar achincalhar as Forças Armadas, pois, sabem eles, que as forças armadas são os últimos muros a serem dobrados perante suas alucinações doentias. No entanto, devem saber também, tal sonho lhes ser impossível.
    É interessante! Quem subiu o Complexo da Maré no Rio de janeiro para prender os bandidos. Não foi o exército dos falastrões enganadores. Então, existe uma grande diferença entre, o que eles falam dos militares e a necessidade e dependência das Forças Armadas. Ah! Entendi. Democracia é você mandar em mim; Eu mandar em você é ditadura. Entendi.
    Imaginem! Se as Forças Armadas tivessem fracassado em 1964 e isto, não quer dizer apoio à tortura, tortura é crime, mas, nas palavras de Jarbas Passarinho – Se houvesse o fracasso na defesa do País e o comunismo alcançado êxito, como estaria o Brasil hoje.
    Estaria o Brasil pior, mas, muito pior, do que a ilha dos castros. Um continente àquela época, como era o Brasil teria se sucumbido e se tornado uma África Negra miserável e pobre, além, de abandonado, pois, os embargos viriam, como de fato, vieram para Cuba e hoje, vale dizer, tira o sono dos Russos a persistirem os embargos Europeus e dos EUA. Isto, apenas, para lembrar a Crise da Crimeia.
    Na sequência, quem nos daria sustentabilidade a URSS, China, Venezuela ou a Cuba subjugada pelos Castros. Ora! Naquela época vivíamos ainda, não muito distantes dos períodos coloniais, pois o Brasil começava a ser construído.
    Vivíamos uma baderna na política, os líderes civis, uns baderneiros desorganizados e a única força sólida e nacionalista com entendimento, que identificou o grande perigo que o Brasil corria e antes que, uma trapaça ideológica surgisse, foi percebida, justamente, pelas Forças Armadas.
    E assim, se esta esquerda a época, se saísse vencedora, ela seria destroçada, ingenuamente, pois estavam sendo usados, pela mesma corrente de poder, uma força crescente e violenta, que circulava na América Latina e Caribe. Esta mesma força revolucionária, posteriormente, triam, que enfrentar num futuro próximo as Forças Armadas agora, num estágio de guerra civil declarada e violenta, inclusive, com a participação internacional. Indo, um pouco mais; URSS versus EUA no Brasil.
    Em 2003, este governo, por singularidade histórica alcançou o poder de um Brasil extremamente pronto, para alçar voo rumo ao futuro e hoje, após, uma década, um país com sérios problemas estruturais, desvalorizado e desacreditado perante o mundo e terá, que mudar totalmente sua cúpula administrativa e traçar um novo plano de sustentabilidade econômica e social, além, de uma reforma em toda a sua base política dentro dos próximos quatro anos, para recuperar os mesmos rumos anteriores aos 10 últimos anos.
    Ora! Senhores, a mentira tem pernas curtas e a verdade é um Gigante de pernas longas.
    Gigante pela própria natureza.
    Viva! A Democracia.

  44. Spitfire

    Na época da revolução, 1964, se dizia, ser comunista aos 20 anos é natural, aos 45 é burrice. Com a queda do muro de Berlin em 1986, esta frase comprovadamente não se aplica e hoje, com o que se sabe do Gulag soviético, Cuba, Coréia do Norte e, mais recentemente da Venezuela, já é burrice ser comunista aos 15 anos, no entanto os petistas velhos se declaram comunistas ou esquerdistas, não por idealismo, mas para obter apoio dos ignorantes e se manter no poder para usufruir desonestamente de roubalheiras bilionárias como a de Pasadena na Petrobrás e no Inocoop de Berzoini.O PT usa a ideologia esquerdista, de má fé, para se manter no poder e não por acreditar nela.

  45. Walter Ferreira

    ISSO SE CHAMA EQUÍVOCO.
    Pensar dessa forma é negar a dialética da história. É tentar ignorar que o processo histórico consiste na interação de forças antagônicas, que sem uma não existe a outra, e que do embate surge algo novo. Elementar meu caro Watson!

  46. Ramon

    Viva o Movimento Democrático Cívico-Militar de 31 de Março de 1964. Salve os Heróis que livraram as gerações futuras e o Brasil da ditadura comunista que bandidos do naipe de dilma, genuíno, dirceu, genro e demais canalhas queriam impor à Nação. Os patriotas contemporaneos devem manter a vigilância e banir mais uma vez os pilantras vermelhos, nessa oportunidade pelo voto!

  47. Anônimo

    Bolsa Esmola a grande obra social do PT.

  48. Alberto

    Devemos sempre lembrar de Tancredo e Ulysses – fundadores da NOVA REPÚBLICA!

  49. Alvino

    Ah, se os brasileiros gostassem de ler!…

  50. Demerval C. Silva

    Aqueles que se intitularam Revolucionários contra o chamada de Ditadura, chegaram democraticamente ao poder depois de vários enganos ao povo e aí, estamos numa situação pior, naquele tempo, o Brasil cresceu, roubalheira não havia, membros do governo preso por corrupcão, Vale e Petrobrás reinavam; com guerrilheiros despreparados no poder, o Brasil está desacreditado, falido e lançaram a galinha dos ovos de ouro negro no abismo “Petrobrás”. Corrupção, assalto, sequestro, descrédito é o que estamos vivendo com guerrilheiros no leme da nossa Pátria. Isto tem que acabar, em 2014 PT saudaçõesssss.