Blogs e Colunistas

19/05/2012

às 17:55

250 maconheiros dão início a marcha na avenida Paulista

Leiam texto no Estadão Online. O título é meu, claro!

Por Gheisa Lessa:
Integrantes da Marcha da Maconha saem em passeata, por volta das 15h30 deste sábado, 19, ocupando apenas a calçada da Avenida Paulista, no sentido Consolação, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Os manifestantes ocuparam vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), a partir das 13h deste sábado, de acordo com a Polícia Militar. Os agentes ainda não têm um número exato de pessoas no local. A Marcha protesta pela legalização da maconha no País.

Cerca de 250 pessoas iniciaram a concentração no Masp, na Avenida Paulista, por volta das 13h e às 14h30 os organizadores do evento começaram a se revezar em discursos sobre o consumo, as consequências, os males e as vantagens da droga. Todos os membros da manifestação aguardavam sentados o momento da passeata. Segundo a Polícia Militar, o grupo sai em passeata pela Avenida Paulista em direção à Praça da República.

O porta-voz da PM, Genivaldo Antônio, destaca que a Polícia Militar decidiu, em reunião com os organizadores do evento, que o consumo da droga deve ser evitado durante a Marcha. As ordens da polícia é de intervir caso algum manifestante for flagrando fazendo uso da droga. Os organizadores do evento esperam que cerca de 5 mil pessoas compareçam na Avenida Paulista para o protesto.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

94 Comentários

  • USUÁRIO DE MACONHA

    -

    13/6/2012 às 12:19 pm

    quero ver a democracia agora!!!!!!!

  • USUÁRIO DE MACONHA

    -

    13/6/2012 às 12:11 pm

    A PROIBIÇÃO ALIMENTA O TRÁFICO! EU NÃO VOU LUTAR PELA LEGALIZAÇÃO SABE POR QUÊ? PORQUE A NATUREZA JÁ LEGALIZOU A MUITO TEMPO, QUANDO NASCEU A PRIMEIRA PLANTINHA! OS MESMOS BABACAS QUE CHAMAM OS USUÁRIOS DE DROGADOS, CHEGAM NO FINAL DE SEMANA E FALAM GARÇOM TRAZ UMA CERVEJA E UMA CARTEIRA QUE DE CIGARRO AE

  • bpistelli

    -

    21/5/2012 às 10:22 pm

    O LUGAR ONDE NUNCA FALTAM DROGAS É A PENITENCIÁRIA, a maior boca de fumo que existe, usar drogas não é crime, os presos trocam favores sexuais por droga ou que a família traga algum dinheiro para compra de drogas, TELEFONES CELULARES E INTERNET pegam melhor dentro da penitenciária que fora. PRENDER VICIADOS É PARA O TRAFICANTE, JUNTAR A FOME COM A VONTADE DE COMER. Eu classifico três tipos:
    1- Traficante – Desde o barão das drogas até o varejista que não é viciado e tem padrão de vida incompatível com rendimentos normais ( analfabeto e burro mas com uma casa boa na favela, família vive melhor que os vizinhos com a mesma instrução e nível social ), anda armado e com seus seguranças: Barões, atacadistas pesados, pequenos e os donos de biqueira ( não viciados em drogas ).
    1-b Traficante que também é viciado, não se enriquece tanto e é escravo da droga, não tem capacidade para outros crimes como lavagem de dinheiro, são os pés-de-chinelo da hierarquia dos traficantes ” com patente no tráfico ” .
    1 C – Traficante-viciado ( que trafica para financiar o seu vício e não tem nível social melhor que os não viciados com mesma carga intelectual, par estes a pena deveria ser a MEDIDA DE SEGURANÇA POR 3 ANOS para desintoxicação e um prazo a mais para garantia e CUMPRIR PENA toda de 2 anos.
    2- Viciado que trafica: tem emprego honesto, ganha mal e trafica para financiar o vício, o dinheiro do tráfico no caso é pouco relevante para o padrão de vida.
    Pena: A mesma do traficante-viciado ( retirando o crime de formação de quadrilha e associação ao tráfico, pois este age sozinho, é como o indivíduo que planta maconha para o consumo próprio e vende o excedente para plantar de novo.
    3- Viciado simples, o indivíduo que compra e consome drogas e não vende, no máximo divide o tóxico às vezes comprado com vaquinha entre viciados, no caso o juiz deve ver se há apenas soma para poder comprar a dose mínima, um sacolé ou um pino ou se o viciado é um viciado traficante que vende metade do sacolé e com o dinheiro compra outro sacolé. Em São Paulo existem os “recicladores de pinos de crack/cocaína”, pois tem traficante que paga 1 pino cheio por dez pinos vazios, o que transforma o viciado simples no mais simples consumidor “quase traficante” pois pode conseguir seu crack ou farinha de graça catando pinos.
    -
    *** O vício em qualquer droga ou até em jogo e internet deve ser combatido, alguns pelo viciado mesmo que deve ter rotina de uso do computador e FIXAR o máximo que pode jogar e perder, “acabou o dinheiro, volte outro dia”.
    Cigarros, álcool para consumo de viciados – DEVE TER PREÇO ALTO E O PINGUÇO OU FUMANTE COMPRAR O MAÇO DE CEM CIGARROS POR 50 REAIS E O CACHACEIRO COMPRAR A GARRAFA DE MANGUAÇA POR 20 REAIS, combater a venda de bebida fracionada e os botecos de pinga ( boca-de-pinga ), Boites, baladas poderiam ter bebida desde que a consumação mínima seja de 200 reais para poder beber, assim acabariam os casos de adolescentes mamados e punir como traficante quem vender a bebida alcoólica ou tabaco a menores de idade.
    ** Cadeia de dez anos sem progressão de pena.

  • LF Holtz

    -

    21/5/2012 às 4:06 pm

    Mas como podem permitir uma marcha que faz apologia escancarada ao crime?? A tal Marcha dos Drogados, ou Maconheiros, ou que o valha, deve ser tratada sem leniências ou subterfúgios jurídicos. Cadeia, pois!

  • Marcos

    -

    21/5/2012 às 3:13 pm

    O problema da maconha é que algumas pessoas se viciam. Entretanto, o sujeito demora tanto tempo para perceber que está viciado que quando percebe, já está envolvido até o pescoço, já defendeu tanto a causa, que fica com vergonha de dizer que quer parar e precisa de ajuda. Fica com vergonha de assumir que faz mal. Mais ou menos como ser de esquerda! O futuro está aí pra vermos aonde uma juventude “usuária” vai conseguir chegar.
    O primeiro passo para ser um usuário de verdade é assumir para os pais, caso ainda se resida com eles. Garotinho revoltado, desempregado e que vive com os pais não pode e não deve ser levado a sério! Adulto infantilizado é peso pra carregar! Atrasa o país!

  • MARQUES

    -

    21/5/2012 às 1:19 pm

    esse negócio de se preocuparem com a maconha, é para disfarçar as coisas mais graves que estão acontecendo em nosso pais, como corrupção, mensalão, cachoeiras, roubos, homicídios, latrocínios, desvio de verbas, enfim robalheira mesmo para todos os cantos. se não bastassem os roubos nas cidades, agora estão assaltando as fazendas e sítios, foi o tempo em que, quem morava na roça estáva no paraíso, os caipiras estão ficando todos apavorados, ninguem tem mais segurança e o governo o que faz como sempre nada, contratam mais policiais, pagando uma merreca para eles e a violência só aumentando cada dia que passa…. estamos é no CDP mesmo…..

  • anonimo

    -

    21/5/2012 às 1:06 pm

    quer saber ninguém vai acabar com esses pitadores de maconha,então porque não libera essa droga de uma vez, ficam ai, enchendo o saco, o cigarro já está proibido dentre de estabelecimentos públicos, é só fazer o mesmo com a maconha, só não pitar dentro de casa ou estabelecimentos públicos. fuma o treco la pro meio da rua e não perturba ninguem, nesse pais tem coisa pior muito pior para as autoridades se preocuparem, como assaltos a bancos, roubos de automoveis, roubo em residencias etc…..a vai …..que porcaria de governo idiota esse….

  • Angelo

    -

    21/5/2012 às 11:07 am

    Senhores,As nulidades promovem sua Marcha da Maconha e o
    ridículo acontece,a PM,destaca que em reunião com os
    organizadores do evento,pediu que não hovesse consumo da
    droga durante a Marcha,alguém acredita em Papai-Noel?-É o
    fim da picada durante a Marcha.

  • Daniel Silveira

    -

    21/5/2012 às 11:04 am

    Assim como no passado, José interpretou o sonho daquele Rei, hoje podemos dizer que, os sete anos de “vaca gorda” para Record acabaram, e, provavelmente, agora virá os outros sete anos de “vaca magra”, e assim segue a vida… devemos ser humildes porque a vida é uma verdadeira “roda gigante” que, vez ou outra, coloca-nos em cima, deixando-nos momentaneamente, fortes, mas também nos abaixa, para que sejamos mais humildes…

  • Diego

    -

    21/5/2012 às 10:55 am

    Ah, mas é como dizem os próprios maconheiros:
    “Maconha é natural, então não faz mal.”

    É, burrice também é natural…

  • Marcelo

    -

    21/5/2012 às 10:24 am

    “Não é aquilo que entra pela boca que torna o homem impuro; o que sai da boca é que torna o homem impuro”. Jesus citado: Mateus 15:11. Cuidado com o que diz. Isso sim pode fazer mal.

  • Marcelo

    -

    21/5/2012 às 9:31 am

    250 maconheiros? Só isso? São tão pouquinhos… Será que um intelectual ilustre como você consegue convence-los a parar de “financiar o crime organizado” só com os seus argumentos? Não adianta querer que nós adotemos os seus valores, isso não vai acontecer. Se você quer ver o fim dessa guerra civil em que estamos mergulhados apenas pare com essa ingenuidade de achar que o estado tem o poder de “moralizar” e controlar a vida privada das pessoas.

  • Marcelo

    -

    21/5/2012 às 9:23 am

    E eu vou marchar todo ano nem que tenha que ir só. Nenhum falso moralista vai mandar na minha vida. Nunca.

  • Marcelo

    -

    21/5/2012 às 9:22 am

    Aqui em Recife haviam mais de 2000 pessoas na Marcha (a prova está no youtube). Não existem apenas 250 maconheiros no Brasil. Faça as contas, foram 33 cidades este ano (um pouco mais que no ano passado). E cada vez menos pessoas acredita que é papel do estado ser babá de marmanjo maconheiro.

  • Marcelo

    -

    21/5/2012 às 9:09 am

    “A terra produziu verdura, erva com semente, segundo a sua espécie, e árvores de fruto, segundo as suas espécies, com a respectiva semente. Deus viu que isto era bom”. Gênesis 1:12.
    “E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento”. Gênesis 1:29.
    “O Senhor produziu da terra os medicamentos; o homem sensato não os desprezará”. Eclesiástico 38:4 (Ben Sira, Bíblia Católica). “Não é aquilo que entra pela boca que torna o homem impuro; o que sai da boca é que torna o homem impuro”. Jesus citado: Mateus 15:11. “Virá o tempo em que alguns (…) dirão mentiras hipócritas (…) ordenando às pessoas que se abstenham daquilo que Deus criou para ser recebido com graças por aqueles que acreditam e conhecem a verdade, pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graças, nada é recusável”. Paulo I Timóteo I capítulo 4.

  • Sandro

    -

    21/5/2012 às 8:43 am

    Corja de irresponsáveis!!!!!!

  • Adriano

    -

    20/5/2012 às 11:50 pm

    Engenheiro devolve diploma à UFF depois de título honoris causa concedido a Lula http://www.implicante.org/blog/engenheiro-devolve-diploma-a-uff-depois-do-titulo-honoris-causa-concedido-a-lula/

  • Affonso Sampaio

    -

    20/5/2012 às 10:48 pm

    coreção:É o que penso

  • Affonso Sampaio

    -

    20/5/2012 às 10:46 pm

    A quem incumbe o custo de tratamento dos viciados?Respondo eu:incumbe a todos nós,os não- viciados.Por quê devemos sustentar os vícios de outrem?Seria caridade fazê-lo?Acho não.A razão nos adverte que se quisermos nos viciar sabemos quais serão as consequências para nós; então, é razoável que arquemos com elas.É o que o penso.

  • Affonso Sampaio

    -

    20/5/2012 às 10:28 pm

    No país dos coitadinhos,”nosotros que nos queremos tanto” somos os vilões,eles-os coitadinhos-são os mocinhos.Eles-os coitadinhos-são os oprimidos,nós os opressoresEles-os coitadinhos-terão direito a cotas sociais;nós o dever de pagar a conta…Óh mundo injusto;injusto para com”nosotros que nos queremos tanto”!

  • LUIZ.

    -

    20/5/2012 às 9:57 pm

    “250 maconheiros” morri de tanto rir!!! hahahahahhah

  • Emerson Sousa

    -

    20/5/2012 às 8:20 pm

    Foi como eu dissera a um amigo defensor da causa: A ‘marxa” é desnecessária, irrelevante e inócua. Não tem nada a acrescentar!” Eu gostaria mesmo de ver era esse pessoal, tudo mauricinho ou patricinha, exigindo edução pública de qualide. Não apareceria um sequer!

  • duduvieira10

    -

    20/5/2012 às 6:18 pm

    Prezado Ra;
    Até ontem, Não saberia dizer que existem tantos maconheiros e desocupados nesse país, agoro está explicado porque os traficantes faturam alto e há essa guerra de guerilha sem fim entre traficantes e polícia, essa marcha explica tudo !!

  • Alex Lima

    -

    20/5/2012 às 5:37 pm

    Enquanto o país levou décadas para reduzir o tabaco. Na contramão me vem esses maconheiros. Imagine dois venenos, um causa graves enfermos já estampados nos maços de cigarro,e o outro apenas problemas mentais(maconha retarda ainda mais os já retardados isso já foi comprovado cientificamente ;-) ). E querem tornar legal o uso(=discriminalizar- palavra bonitinha para enganar os bobocas). Porém , não é apenas o uso, é o que está associado a ele, o vício, a plantação, com uso de mão escrava ou miserável, o tráfico, etc.Ainda assim, é algo prejudicial a saúde. Hoje fala-se comer menos açúcar, diminuir as gorduras,hábitos saudáveis, mas não usar drogas, isso é CARETA!

  • Alex Lima

    -

    20/5/2012 às 5:28 pm

    O movimento não teve mais adesões só porque hoje é domingo e o baseado depois do almoço deve ter dado aquela preguiça! kkkkk

  • atojr

    -

    20/5/2012 às 5:15 pm

    Não noticiaram se o sr FHC, defensor da maconha, participaria. Alguém sabe?

  • anonimo

    -

    20/5/2012 às 5:15 pm

    Carlos Eduardo – 20/05/2012 às 12:57

    Na Europa, onde?
    Holanda, por exemplo, já voltou atrás na tolerância da maconha.

  • anonimo

    -

    20/5/2012 às 5:05 pm

    250 traficantes?

  • Carlos Eduardo

    -

    20/5/2012 às 3:32 pm

    Andre M. Andrade Jr,

    Você consegue imaginar quantas pessoas morrem no México pela proibição das drogas? A proibição causa muito mais danos que o uso.
    Além da proibição matar muito mais que o próprio uso, ela não diminui em nada o consumo, tira muito tempo e dinheiro do poder público, lota os presídios com traficantes pé de chinelo e usuários.
    Enquanto isso, um dos mercados mais lucrativos do planeta movimenta bilhões, tudo sem imposto e entrando na forma de corrupção.
    Você acha que o dinheiro do tráfico fica na mão do cara armado no morro? hahhahaha, tem muito politico, empresário, policial, banqueiro… faturando muito alto.

    Não fale por falar, procure se informar.

  • ju

    -

    20/5/2012 às 3:28 pm

    calma lá cara pálida. não é todo mundo que vai na marcha da maconha que a fuma ou é “maconheiro”.

  • adao guedes gonçalves

    -

    20/5/2012 às 1:30 pm

    e por isso que sou afavor do regime militar o brasil virou uma barderna isso e pra quem creceu num pais de respeito e o meu caso

  • Andre M. Andrade Jr

    -

    20/5/2012 às 1:04 pm

    Muito bem essa gente quer tornar o Brasil um México? Lá já morreram 50000 em dez anos só pela droga.Esses … querem acabar com o país?

  • Carlos Eduardo

    -

    20/5/2012 às 12:57 pm

    tem gente falando da degradação do país, falando que somos pouco desenvolvido.
    engraçado que na europa todos os países adotam políticas de drogas muito mais inteligentes. a tolerância em relação a maconha é muito maior que aqui.
    esse é o verdadeiro atraso do Brasil, gente ignorante e preconceituosa com a cabeça atrasada.

  • Affonso Sampaio

    -

    20/5/2012 às 11:31 am

    E pensar que nós-os que pagamos os impostos-é que temos de arcar com os custos hospitalares dos drogados é revoltante.Cada um é responsável pelo que faz e, também,pelas suas consequências.Não é assim que deve ser?A apologia das drogas não é crime?Num sei não; o Suprême não decidiu já,o contrário?O Suprême muda tanto em tão pouco tempo,que:ói a “segurança jurídica”!…Que tal sugerirmos aos bravos marchadeiros fazer uma passeata contra a droga da corrupção?Contra a droga da cocaina,que anestesia e desviriliza muito brasileiros,fazendo-os aceitar passivamente toda essa imoralidade de nossos políticos.Seria uma boa, não acham vocês?

  • Ricardo

    -

    20/5/2012 às 11:27 am

    Eu só não entendi uma parte do texto, aquela que diz “a Polícia Militar decidiu, em reunião com os organizadores do evento, que o consumo da droga deve ser evitado durante a Marcha.” Se foi uma decisão, um ato discricionário, quer dizer que havia possibilidade de se decidir pelo contrário? A PM poderia dizer: – Nada mais justo que fumar “unzinho” durante a Marcha da Maconha,não é mesmo! Acho que vamos liberar… Ou essa Gheisa Lessa, que escreveu o texto não entendeu nada dos depoimentos que tomou ou não sabe o que é Estado de Direito e legalidade… Pensando bem… acredito que uma hipótese não exclui a outra.

  • Álvaro Tadeu Andreoli

    -

    20/5/2012 às 11:16 am

    Bom dia meu caro Reinaldo de Azevedo !
    O Brasil apodreceu como nação e seremos a mão de obra escrava do mundo REALMENTE desenvolvido, (escravidão cultural e o pior sem ter a consciência). A pior produção do mundo é a humana sem as mínimas condições de afeto e cultura a raiz de todos os problemas atuais.

  • claudio papa

    -

    20/5/2012 às 11:10 am

    Maconheiro tem que andar na calçada, pois, caso se aventure na pista de rolamento, pode ser atropelado. Sabe como é… a nóia não permite que veja o que acontece no mundo ao seu redor!

  • PAULO TIMBÓ

    -

    20/5/2012 às 10:20 am

    É ISSO AÍ REINALDO: “MACONHEIROS”

  • CW

    -

    20/5/2012 às 9:28 am

    De acordo com a PM, a marcha já se encontra na divisa com minas gerais. Interrogados se iriam voltar, eles alegaram que só sabiam o caminho de ida e não o de volta!

  • gaúcha indignada

    -

    20/5/2012 às 9:10 am

    As “marchas” no Brasil estão virando o país para o atraso total e, o mais grave, ninguém vai PRESO. Aqui não existe mais poder judiciário e muito menos ministério público.

  • O Comentarista

    -

    20/5/2012 às 8:29 am

    Agora todo dia é dia de manifestação na Av Paulista para encher o saco da população.
    Normalmente são feitas por minorias politicamente orientadas, prejudicam o trânsito e a população e não estão nem ai.
    O pior de tudo isso é que a polícia mititar tem que ficar enviando homens para proteger os manifestantes ao invés de irem combater o crime.
    JÁ PASSOU DA HORA DA POPULAÇÃO COMEÇAR A TOMAR ATITUDE CONTRA ESSES GRUPELHOS.

  • Silva

    -

    20/5/2012 às 8:01 am

    Reinaldo, o interessante é que não houve quorum para a caminhada da maconha, pois os outros 4.750 maconheiros estavam diodãos e esqueceram da caminhada.

  • Roberto Flores Martins

    -

    20/5/2012 às 7:08 am

    Isto é a apologia da droga, portanto é ilegal, mas assim como os gays, parece que os drogados agora estão acima da lei, não é Gurgel?Não é Ministros do Supremo?

  • Drakko

    -

    20/5/2012 às 6:17 am

    Esse pessoal não tem absolutamente nada de útil prá fazer na vida? Viraram motivo de piada até para outros usuários e mesmo assim insistem nessa babaquice de “marcha da maconha”? Enquanto uma lei na cidade de São Paulo quer proibir o uso de tabaco ao ar livre (em parques públicos) os paspalhos e desocupadas querem liberdade para baforar com cara de lesma sorridente. Depois é só programar outras manifestações pela liberação do uso em qualquer recinto.
    O maior vício deles é pelo protesto imbecilóide, não o da maconha…

  • marias

    -

    20/5/2012 às 5:19 am

    Marcha da maconha….
    Marcha do aborto…..
    Enquanto isso o processo do MENSALÃO fica debaixo do bumbum do ministro…. vai entender…

  • ricardo

    -

    20/5/2012 às 4:32 am

    e provavelmente entre esses 250 ha alguns dos “bicicleteiros”, aqueles que adoram parar a cidade para “protestar”, e os USPianos, aqueles que tem fricotes ao ver um policial pela frente…resumindo, são sempre os mesmos… são como os robôs do Ruy Falcão, são dezenas que se multiplicam “virtualmente” para parecerem milhares, ou melhor, centenas…

  • O Asno

    -

    20/5/2012 às 4:27 am

    a maconha os prendeu, os prende, os prenderá…
    se continuarem teimando em fumar maconha,
    um dia bem próximo do futuro próximo
    acontecerá da maconha lhes ferir mortalmente com seus afiadíssimos caninos e garras de águia,
    e a maconha lhes tirará ainda jovens,
    e para sempre, diga-se de passagem,
    toda a plasticidade do cérebro…
    ficarão com cérebros embotados…
    então ainda jovens lhes aflorará todas as espécies de patologias da psiquiatria…
    terão um ocaso de muita angustia e sofrimento,
    simplesmente porque não souberam respeitar os limites das leis do universo estabelecido…
    ninguém pode pular em queda livre dum prédio de 100 andares e cair sem dano algum,
    ao contrário,
    quando chegar ao solo será somente uma paçoca,
    porque inventou de desobedecer a Lei da Gravidade…
    ninguém pode fumar maconha e tomar drogas ilícitas sem que lhe cause danos irreparáveis,
    porque as substâncias da maconha e das drogas ilícitas lesam o cérebro e o organismo…
    simples assim, viu? Simples assim…
    Ei! Deu soninho, depois volto para dizer mais asneiras…
    nem sei se vou tomar água de pote…
    Ei! Uma esquadrilha… uma esquadrilha…
    da fumaça…

  • cuidado com a patrulha

    -

    20/5/2012 às 2:22 am

    Eu quero crer que nem precisa mais de marcha, já estamos na
    fase do “liberou geral”.Esse pessoal já perdeu o medo e a
    vergonha, por onde eu ando, vejo os caras enrolando um base-
    ado tranquilamente, seja no bairro ou em pleno centro da
    cidade; hoje mesmo pela manhã, 7:00 hs.

  • toninho malvadeza

    -

    20/5/2012 às 1:01 am

    Que falta do que fazer na vida.Isso é coisa de estudantes da USP.

  • Sergio Accioly

    -

    19/5/2012 às 11:38 pm

    Curto e grosso:
    .
    É UMA CILADA preparada pela quadrilha petista que se apossou do país.
    .

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados