Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

sobre

Reinaldo Azevedo, jornalista, escreve este blog desde 2006. É autor dos livros “Contra o Consenso” (Barracuda), “O País dos Petralhas I e II”, “Máximas de Um País Mínimo — os três pela Editora Record — e “Objeções de um Rottweiler Amoroso” (Três Estrelas).

Fernando Holiday, um dos líderes do MBL, será candidato nas eleições municipais

Ele completará 20 anos de idade em setembro, um mês antes do pleito, e está negociando sua entrada em diversos partidos de oposição. As conversas estão mais adiantadas com o DEM, mas também há possibilidade de filiação a outras siglas, como PSDB ou PSC. O critério é que a legenda não se alinhe ao governo do PT ou defenda medidas que "inchem o governo

Por: Reinaldo Azevedo

Fernando Holiday, do MBL, vai se candidatar a vereador: faz bem e vou votar nele!

Fernando Holiday, do MBL, vai se candidatar a vereador em SP: faz bem e vou votar nele! Escreverei a respeito nesta quinta

Por Paula Reverbel, na Folha:
Os movimentos sociais que se notabilizaram pela militância anti-Dilma terão um de seus líderes como candidato em outubro. Fernando Silva, conhecido como Fernando Holiday, um dos coordenadores do MBL (Movimento Brasil Livre), tentará se eleger vereador de São Paulo na disputa deste ano.

O ativista completará 20 anos de idade em setembro, um mês antes do pleito, e está negociando sua entrada em diversos partidos de oposição. As conversas estão mais adiantadas com o DEM, mas também há possibilidade de filiação a outras siglas, como PSDB ou PSC. O critério é que a legenda não se alinhe ao governo do PT ou defenda medidas que “inchem o governo”.

“Por enquanto, ele [o DEM] é o partido que mais tem se aberto para essa nova política e que mais se abriu para que eu possa defender livremente as ideias liberais do MBL”, disse.

Mas existe uma ressalva ao partido: “O DEM tem uma postura um tanto estranha na Câmara municipal, não é uma oposição, ou, pelos menos, não é uma oposição muito contundente, então ainda estou receoso quanto a isso.”

Para Holiday, os partidos, por necessidade, devem dedicar cada vez mais atenção ao ativismo como o do MBL. “Hoje você tem uma nova juventude, com ideias diferentes das que permeiam a política, mais liberais, com a intenção de reduzir cada vez mais o Estado. Acredito que eles estão procurando se abrir a esses jovens”.

“A única forma de chegar às Câmaras e às Assembleias é utilizando esses partidos [existentes], infelizmente”, acrescentou.

O MBL pretende levar às urnas mais de 200 candidatos em 15 Estados do Brasil. Eles estarão pulverizados em diversas siglas de oposição ao PT e, caso eleitos, formarão uma bancada liberal suprapartidária. Nas campanhas, o selo do movimento será enfatizado no lugar do logo partidário.

Quem sair vitorioso da campanha terá liberdade de votar nas Câmaras como julgar melhor, desde que não contradiga preceitos básicos do movimento, como não elevar os impostos sem um ganho público que justifique o aumento.

“Serei, acima de tudo, um candidato do MBL”, explicou Holiday.

A campanha aceitará doações de pessoas físicas e divulgará as contas na internet. A intenção, porém, é fazer uma campanha barata e prioritariamente on-line, sem impressão de santinhos, por exemplo.

“O grande mérito dessa campanha vai ser o barateamento dela. Não pretendo ficar comprando santinhos e cartazes, sujando a cidade, poluindo o ambiente, isso é coisa do passado.” Serão aceitas, porém, doações de pessoas vinculadas ao empresariado.

CINCO EIXOS
Levadas ao âmbito municipal, as pautas liberais do MBL ajudaram a formular cinco bandeiras da campanha de Holiday: habitação, transporte, educação, saúde e combate à corrupção. As propostas giram em torno de flexibilizar normas e fechar parcerias com a iniciativa privada.

Na área de habitação, o pré-candidato pretende afrouxar regras e impostos que, segundo ele, dificultam a construção de prédios. Em transporte, o ativista é favorável à “tirar o monopólio” do serviço público oferecido pela prefeitura e pelo governo do Estado. “Novos modais devem chegar à cidade, com microempreendedores que possam concorrer entre si”, defendeu.
(…)

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

75 comentários
  1. FILOSOFANDO

    Éssa juventude tem virtudes interessantes, se alinham perfeitamente com alguém que deseja uma politica mais transparente, com respeito a virtudes morais e familiares , disciplinas,que candidatos de doutrina esquerda não podem oferecerem.
    Ademais, contribuem em muito a todos que desejam uma oposição mais forte mais jovem, mais atuante, e principalmente fazem oposição a esses governos corruptos Petistas, isso já é motivo suficiente para merecerem votos. Pois que venham

  2. Nena

    E haverá algum candidato do MBL, em São Bernardo do Campo?

  3. Paulistana

    Tem meu voto mais q convicto.
    Vamos juntos Fernando, pode contar comigo p/divulgar sua campanha e de outros do MBL.

  4. maria neide

    Eu voto nele,com certeza é ainda levo algumas pessoas comigo.

  5. Hipócrates Viana

    Atitude certa na hora certa. Existe um partido novo, chamado Partido Novo. Amplamente divulgado pelo Rodrigo Constantino quando bloguista hospedado na Veja. Este partido possui um estatuto interessante e um viés liberal extraordinário. Bem, mereceria um estudo por parte do MBL e o Fernando.

  6. Lucia R.

    Concordo com Renato 11:17 e Adriano M.Ferreira 09:09.
    Parabéns ao jovem Fernando. Corajoso, mas acho prematuro.
    Ainda não votaria nele.

  7. Renilson Eleutério

    O DEM talvez seja o partido mais à direita do Brasil e que apresenta a oposição mais contundente do Brasil, já que o PSDB insiste em ficar em cima do muro ou esperar para ver o que acontece! O grande problema do DEM é que ele defende muitos interesses individuais de certos empresários, mas acredito q a ida do Fernando e talvez de outras caras novas podem levá-los a um quadro realmente liberal!

  8. Carlos

    Deveria se candidatar a prefeito !
    Gostaria de ver alguem do MBL destruir o coxinha totalitario Haddad num debate politico…

  9. João

    É uma boa notícia para quem não tinha opção de voto nestas eleições municipais. Espero que o Fernando Holiday opte por se candidatar pelo DEM. Embora ele esteja receoso de que o DEM não se mostre tão opositor na cidade de São Paulo, no Congresso os deputados e senadores, principalmente, Ronaldo Caiado, têm sido muito combativos contra os ptralhas. Agora, se optar pelo PSDB, acho que já começa mal. Na verdade, acho que o PT, quando afundar de vez, deveria levar o PSDB junto.

  10. DuraLexSedLex

    Caríssimo.
    Vai se meter em uma barrica CHEIA de maçãs mais do que podres.
    Espero que seja geneticamente imune à corrupção…

  11. Gabriel Rafael dos Anjos e Silva

    Depois que o Kassab fez uma limpeza no DEM acho que o partido ficou com um quadro muito bom.ACM Neto, Prefeito de Salvador do DEM está sendo considerado nas pesquisas o melhor Prefeito das Capitais.Acho que o Dem deve ser observado para o bem, depois da saída do Kassab e seus amigos.

  12. Lilith

    Gostei!! Precisamos RENOVAR a classe política. Tirar fora essas “raposas velhas” que nada acrescentam para a população e colocar gente nova, com novas ideias e ideais. Alguns dizem que Fernando não tem experiência por ser novo demais. Por acaso deu certo políticos com mais idade e experiência? Até agora vi muito poucos que valem a pena. E Fernando e os outros que o acompanharão vão oxigenar a classe política. Que bom que são NOVOS!! Ainda estão com o brilho nos olhos para realizar feitos em prol dos menos favorecidos. Eu acredito neles! Torço por ti Fernando. Espero que o povo inteligente de São Paulo te acolha.

  13. Rosane Moreira

    Não acho que eles têm que ficar fora do sistema. Somente dentro do sistema é que podem votar as leis e realmente mudar o Brasil para a direção certa. Se não elegermos pessoas que pensem como eles, nunca mudaremos o Brasil e eles já são conhecidos e fazer campanha é bem melhor.

  14. Kevin Lomax

    O IMPEACHMENT vai ser o começo da derrocada da Organização Criminosa.

    Depois do Impeachment, o TSE com certeza vai cassar a chapa Dilma/Temer e retirar os direitos políticos da criminosa. Convocando Novas Eleições. E nas eleições municipais o PT vai sofrer um GOLPE nas urnas da população.

    Mas para tudo isso acontecer, é necessário o estopim : a prisão do PAI da Organização Criminosa Luis Inácio Lula da Silva, vulgo NOVE DEDOS.
    Com ele fora do jogo, as mudanças irão acontecer gradativamente. E o BRASIL pode pelo menos tentar voltar aos trilhos.

    FORA DILMA, CUNHA e RENAN

    #TODOSPELOIMPEACHMENT

    Prezado Reinaldo e colegas que comentam aqui no BLOG, ajudem a divulgar essa hashtag. A pressão tem que começar agora, se ela não cair até março vamos ter que aguentar mais 3 anos. Vamos nos unir, cada um faz a sua parte.

    ACORDA BRASIL

  15. Sérgio/SP

    Voltei. Esqueci de dizer que com relação aos partidos citados, os mesmos também desservem para a promoção de qualquer ideia ou ideal que venha a diminuir a atuação do Estado ou implantar uma política econômica mais liberal. São velharias que deveriam ser varridas do cenário nacional, assim como todos os demais que ocupam o Congresso. Todo e qualquer partido, dos atuais, nada mais faz do que reforçar a intervenção excessiva do Estado na sociedade, são meras cópias uns dos outros e qualquer que chegue ao poder, não vai mudar muita coisa. O país carece de partidos novos, com ideologias bem definidas para que se possa estabelecer claramente quem seria “situação” e “oposição”. Estamos paupérrimos nessa área.

  16. Sérgio/SP

    Também concordo com o Renato, é mais importante pressionar o sistema de fora, exigindo mudanças, do que tentar fazê-lo por dentro, por já muito desgastado e corrompido. Julgo-o jovem demais para tentar “carreira política”, no seu lugar aguardaria mais alguns anos, estudaria bastante sobre política, economia, saúde, e até sobre relações pessoais, psicologia, direito, colocando o aprendizado em prática nas atividades diárias para, com isso, amadurecer como pessoa, amadurecer as ideias para saber usar argumentos e desenvolver “jogo de cintura” para enfrentar as raposas do jogo político.

  17. NÃO TEM A MÍNIMA CHANCE!

    AGUARDE MAIS!
    VOCES TEM QUE
    CRIAR SEU PRÓPRIO
    PARTIDO! ASSIM
    SERÁ APENAS
    MAIS UM!
    SEM CHANCES!

  18. Rafael

    Acho que este tipo de ocupação da oposição é importante. E como eles não tem um partido fixo, caso apareça algum rolo com a liderança daquele partido que ele ocupou, ele não precisa demonstrar nenhuma “fidelidade” ao cacique, já que seu partido é, na verdade, o MBL. Só não acho que eles deviam cogitar o PSDB por ser social-democrata e liderado por covardes.

  19. Frank

    Se eu fosse eleitor sem SP, votaria nele, tranquilamente e, com muita convicção.

  20. eli

    TEM MEU VOTO FERNANDO……………………..

  21. Alfredo

    Que bom seria que cada capital ou cidade tivessem candidatos ligados ao MBL ou Vem Pra Rua. Poderíamos começar uma nova era na política nacional. Pensem nisso meninos. Tenho 55 anos e minha última esperança são vocês!

  22. caca

    Esse discurso aí de mais saúde, habitação, educação, menos impostos… Tudo no genérico. .. eu já ouvi em algum lugar…

  23. cristina

    PSDB não,PSDB é lugar da esquerdalha FROUXA!!!!!!!!!!Entre no DEM , Ronaldo Caiado será presidente do Brasil!!!!

  24. Mauro Carvalho

    Se Fernando Holiday chegar abrindo mão das mordomias como os auxílios, carro oficial, propondo o fim da aposentadoria por dois mandatos, diminuição drástica do aumento do parlamentar e igualar os reajustes aos índices dos pobres mortais como cartão de entrada na câmara vai certamente chamar a sociedade a lutar com ele em outras batalhas.

  25. Mauro Carvalho

    Acho prematuro

  26. Gabriel

    Estamos juntos nessa luta Fernando Holiday.

  27. tutti

    Gostei muito da notícia. Renovação, liberdade, e muito cloro para limpar o mofo das entranhas políticas.

  28. tia

    Concordo plenamente com você, Renato !

  29. nanadaluz

    apoiamos vc fernando! go!

  30. josé reis barata


    PELO ESTADO NENÉM
    .
    Nem mais nem menos Estado. Suficiente um Estado que seja de Direito, efetivamente constitucional.

  31. Renato

    Acho um erro. Acho que a sociedade precisa mais de articuladores do que de mais um político. Se o MBL aparece para pôr em cheque o sistema político, não faz sentido entrar para ele. Fernando pode fazer mais pressão de fora, a máquina de moer gente dos Partidos é forte demais – vide Gabeira, um cara de grande intenções e que acabou por sair.

    Mas, se ele acha que virar político é o caminho, por que não o Partido Novo? O DEM é um partido ultrapassado, com ranço de ACM, cheirando a velha guarda. Na virada do século fez uma “virada” liberal que, francamente, não convence ninguém.
    Votaria nele a depender do restante dos candidatos do DEM e da plataforma conjunta que este partido apresentar.

  32. Razumikhin

    As pautas “habitação, transporte, educação, saúde e combate à corrupção” não dizem muito. O que significaria “habitação”, além de que o nosso próximo “representante” provavelmente mora mal?
    Olha, eu estou de saco cheio.

  33. Caco

    Partido não pode se alinhar com o governo lulopetista? Então Holiday pode descartar o PSDB.

  34. CEPEME

    Acho que deveriam pensar na formação de um novo partido genuinamente liberal, onde defendem as privatizações, a reorganização dos estados e do governo central tornando-os menor e mais eficiente. Diminuição da carga tributária, ministérios e o funcionalismo, entre outras coisas relevantes, por esse motivo não acredito em nenhum partido politico atual.

  35. Paulo

    Desculpem. considerei que o mesmo seria candidato a prefeito.

  36. Paulo

    Bom dia Reinaldo, segundo a CF/88 não é necessário que o candidato tenha 21 anos completos na data da posse? Como será possível a candidatura do Holiday nesse sentido?

  37. Nelson André Hofer de Carvalho

    Se ele vai ser um bom político, não sabemos.
    Contudo a renovação é importante.

  38. Ivo

    Sorte ao Fernando. Sou conservador, mas sei que ele defenderá muito melhor os gays do que o Jean Wyllis. Sem prejudicar o liberalismo,

  39. ps

    Tio Rei, não resta a menor dúvida que só assim conseguiremos extirpar figuras como os: renanzinhos, barbalhozinhos, niltinhos porquinhos, patruzinhos, zequinhas, correinhas, picianinhos, sarneyzinhos e muitos outros “inhos”, filhotes de coroneizinhos, da política Bananeira!

  40. ANTI-PETRALHAS E GNOMOS MARISTA

    Isso mesmo ,essa moçada tem que tentar entrar na política e começando pela câmara de vereadores ,são jovens que cansaram da mesmice de sempre ,da conversa fiada de sempre ,mas tem que tomar o cuidado para não acabar igual ,sabemos como pensam os partidos sejam quais forem ,eles se acham donos do mandato e ferram com tudo no final ,acredito que possam até se eleger ,mas precisam que os partidos que acolherem serem um exemplo de mudança na forma e conteúdo de como um partido deva ser daqui pra frente e assim poderemos desenvolver uma nova política e principalmente voltada para acabar com mordomia ,vantagens sem fim ,carteiradas ,impunidade ,enriquecimento e voltado para o desenvolvimento livre recheado pela concorrência real para alavancar o município nesse caso e começando por ai ,vai avançando para o estado e seguidamente para a união ,sejam práticos e sem muita conversa fiada ,sejam objetivos ,sejam coerentes em seus discursos ,sejam transparentes e sem promessas que não possam cumprir demasiadamente ,sabemos que verbas não nascem em árvores e sabemos que mudar uma mentalidade de bosta que tem na política ,não será fácil e tem que ter muita luta e paciência ,mas acredito que com muito esforço podemos acreditar em reais mudanças e sugiro ao MBL que percorram mais as periferias para atrair os jovens mais perdidos e que mais necessitam de mudança e mais participação ,incentivem esses jovens a entrar na mesma sintonia ,para junta-los nas próximas manifestações contra esse governo vigaristas ,o MBL precisa chamar esses jovens da periferia para se juntar na mesma tocada ,podem ter a certeza que esses jovens querem participar ,mas não sabem que podem e assim vocês atingem no coração daqueles que odeiam e os chamam de coxinha ou qualquer outra denominação ,vocês precisam alcança-los e retira-los da lama e aposto que eles vão adotar e lutar junto com vocês com o mesmo objetivo de mudar essa nação e será um exemplo nacional para que em outros estados se façam a mesma coisa ,os jovens precisam estar juntos ,sejam em que classe estejam ,os problemas são os mesmos ,querem oportunidades e elas podem surgir se os jovens se unirem e poderem ajudar a transformar essa nação realmente igual pra todos e com uma educação forte para poder crescer de verdade ,vamos lá MBL procure unir a juventude da periferia e fazer parte da mesma luta !!!!!

  41. CP

    Louvável iniciativa. Mas, receio que seja engolfado pelos tubarões. Ou deverá aderir, ou será eliminado. Com esta gentalha não se brinca. Compartilho com quem disse que ele continue no MBL e reforce a sociedade civil ANTI-PT.

  42. Marcos F

    Parabéns pela coragem. É duro. Força!

  43. VAI ENTRAR NO MUNDO REAL!

    A POCILGA QUE É A
    POLÍTICA BRASILEIRA!
    APÓS SUA INICIAÇÃO
    E PRIMEIRAS DERROTAS,
    PROVAVELMENTE ESTARÁ
    ESCALDADO PARA SER
    MAIS UM! TOMARA QUE
    NÃO! PRIMEIRO ERRO?
    ENTRAR EM PARTIDO
    EXISTENTE! A GURIZADA
    NÃO TEM PACIÊNCIA!
    DEVERIAM CRIAR O
    SEU PARTIDO, JUNTANDO
    MBL, VEM PRA RUA E
    OUTROS, FORMANDO UM
    PARTIDO, COM TEORIAS,
    FILOSOFIAS E PRINCÍPIOS
    NOVOS E PRINCIPALMENTE,
    PRÓPRIOS! BOA SORTE!

  44. kátia

    então, creio que o holiday será bastante questionado. afinal, a política é boa ou ruim? ao meu ver, pelo pouco que pude observar, nem uma coisa nem outra, a política é simplesmente, somente, necessária. nos dias atuais, principalmente, com o predomínio de uma imprensa nada isenta, governista, não sei são paulo, mais ainda. pois além de legislar, o legislativo também deve controlar o executivo, as obras, as contas, né?

  45. rlpda

    Vai explicar pra um funcionário público que quer reduzir seu salário… Demiti-lo… Vai ficar falando sozinho 4 anos…

  46. josé reis barata


    O QUE SE QUER NÃO É LEGALIDADE? SE FOR ASSIM, É SÓ PROCEDER COMO NO JOGO DO BICHO.
    .
    Não há o que inventar: A CF prescreve os deveres do Estado: SAÚDE, SEGURANÇA E EDUCAÇÃO.
    .
    Se esta Constituição não serve; não é como no antigo JOGO DO BICHO onde VALIA O ESCRITO, resta escrever outra. O que não se pode é cada brasileiro pretender uma CF para chamar de sua.

  47. Antônio Carlos

    Muita gente crítica estes meninos quando querem entrar na política. É um erro. Tem que participar sim. Tem medo que sejam engolidos. Não há jeito, tem que participar do debate político e apresentar as suas idéias. Só assim poderemos mudar o país.

  48. DADIVOSA, A.J.

    SEMPRE
    Generosa a JUVENTUDE
    Desta
    Pátria Amada BRASIL

  49. Marilsa Prescinoti

    Muito bom ver sangue novo com idéias liberais na política.. ! Espero que seja eleito.. ! Tem grande possibilidade de ganhar meu voto..!

  50. Ferrabraz

    Nada melhor do que entrar na politica e demonstrar coerência politica usando bandeiras liberais. Esperamos todos que aos 30 anos as bandeiras ainda persigam estes ideais. O DEM tem porém uma mácula, negocia muito levianamente seu liberalismo para poder participar de um governo. Tem pouca firmeza nas suas proposições, que aliás, são ótimas, mas muitas vezes foram abandonadas por cargos. Tem ranço patrimonialista.
    Vamos ver no futuro próximo se este Holiday tem coerência e densidade ideológica.