Blogs e Colunistas

27/02/2011

às 16:57

“Muitas mulheres gostam de apanhar e consideram adequado que o marido bata nelas apenas para fazê-las sofrer”

Al Qaradawi, o chefão da Irmandade no Egito: o que pensa este santo homem, com ar de intelectual? Parte do jornalismo ocidental o chama de "moderado"

Al Qaradawi, o chefão da Irmandade no Egito: o que pensa este santo homem, com ar de intelectual? Parte do jornalismo ocidental o chama de "moderado"

Abaixo, escrevo sobre o que poderia chamar de “Ilusão Democrática”, que toma alguns analistas, certos de que, ao derrubar ditaduras, os povos optam necessariamente por democracia, como se ela fosse um valor que se impõe por gravidade. Operação intelectual correlata a essa é tentar fazer da Irmandade Muçulmana um grupo de cordeiros, eventualmente interessados em se manter longe do Lobo Mau imperialista — os Estados Unidos —, mas por métodos pacíficos, pela via do convencimento.

E começa, então, o jogo do contente, num esforço para tentar preservar a Irmandade de si mesma. Elbaradei, o egípcio que é Prêmio Nobel da Paz, juntou-se ao grupo. Segundo ele, Hosni Mubarak usava a organização como bicho-papão para justificar a própria tirania. É claro que o ex-ditador fazia isso. Mas pergunto: não será mesmo a Irmandade bicho-papão da civilidade? A reportagem da VEJA a que me refiro traz uma seleção de frases do xeque Yusuf Al Qaradawi, o principal líder da Irmandade no Egito. Ele  revela as suas utopias. Leiam:

“Depois da libertação do Iraque, faltará conquistar Roma. Isso significa que  o Islã vai retornar à Europa pela terceira vez. Vamos conquistar a Europa. Vamos conquistar a América”.
(Discurso a jovens muçulmanos feito em Toledo, nos EUA, em 1995)

“Foi com enorme pesar que ouvi o grande imã de Meca dizer que é proibido matar civis mesmo em Israel”
(Debate sobre ataques suicidas promovido pela revista Middle East Quarterly, em 2003)

“Pode até haver algumas mulheres que não concordem em apanhar do marido e vejam a punição como humilhação. Muitas mulheres, porém, gostam de apanhar e consideram adequado que o marido bata nelas apenas para fazê-las sofrer”.
(Artigo escrito em 2007 para o site IslamOnline.net)

“A obediência e a cooperação da mulher são um direito do homem. À mulher, é proibido se rebelar contra a autoridade masculina”
(do seu livro “O Permitido e o Proibido no Islamismo”)

“A circuncisão feminina (mutilação genital) não é obrigatória, mas os pais devem submeter suas filhas a ela se quiserem. Pessoalmente, sou favorável a isso”
(Artigo no IslamOnline.net, em 2007)

Encerro
Ninguém colocou essas palavras na boca de Al Qaradawi. Ele as pronunciou ou escreveu porque quis. É o principal representante da Irmandade Muçulmana no Egito e está de volta ao país. Também é uma das estrelas da emissora Al Jazeera — esta, sim, o verdadeiro “Facebook” da “revolução”.

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

118 Comentários

  • isabel nayara

    -

    3/6/2014 às 1:05 am

    esse e um doido por que ele nao bate bem da cabeça nao..

  • gregório de matos

    -

    4/3/2011 às 11:32 am

    Roberto, abaixo, isso é inocência Roberto.
    Isso é viver com um pé na fantasia.
    A fantasia é boa, mas quando agride, atenta contra a realidade, está matando a realidade e a fantasia.
    Você disse:
    “Eu prefiro a liberdade de pensamento da anarquia americana, brasileira ou européia a ter alguém dizendo o que eu devo pensar ou impondo como eu devo agir.”

    O problema não é a liberdade de pensamento. “É o que as pessoas fazem em nome da liberdade do pensamento”. Isso é tão óbvio.
    Se você usa bem sua liberdade de pensamento, muita gente não usa. Entendeu?

  • Adriaa

    -

    2/3/2011 às 7:45 pm

    Coitado, é um psicótico, vive fora da realidade. Se seus pensamentos fossem bons, seu país seria um paraíso. Coitado, não enxerga a verdade mais velha desse mundo, a REALIDADE!

  • Almirante Kirk

    -

    2/3/2011 às 6:13 pm

    Correção de equívoco contido em meus dois comentários anteriores:
    ORA,ORA,”Yasser”,seu deus deve ser de barro,pois acusa o seu próximo,o irmão ocidental,daquilo que você mesmo padece,seja via uma visão preconceituosa,seja via uma visão fanática” dos ocidentais e do mundo ocidental!!!

  • Almirante Kirk

    -

    2/3/2011 às 5:58 pm

    RESPOSTA AO “Yasser”
    - 02/03/2011 às 10:41,autor da pérola “Só ocidental mesmo!Se julgam tão espertos,mas caem no estratagema mais usado no mundo, A MENTIRA!”:
    ORA,ORA,”Yasser”,seu deus deve ser de barro,pois acusa o seu próximo,o irmão ocidental,daquilo que critica e condena nos outros!!!Pare de repetir mentiras,”Yasser”!
    É Satanás quem adora colocar os filhos de Deus uns contra os outros!
    Acorda,irmão muçulmano!

  • Almirante Kirk

    -

    2/3/2011 às 5:57 pm

    RESPOSTA AO “Yasser”
    - 02/03/2011 às 10:41,autor da pérola “Só ocidental mesmo!Se julgam tão espertos,mas caem no estratagema mais usado no mundo, A MENTIRA!”:
    ORA,ORA,”Yasser”,se deus deve ser de barro,pois acusa o seu próximo,o irmão ocidental,daquilo que critica e condena nos outros!!!Pare de repetir mentiras,”Yasser”!
    É Satanás quem adora colocar os filhos de Deus uns contra os outros!
    Acorda,irmão muçulmano!

  • Jorge Silva

    -

    2/3/2011 às 11:46 am

    “Nem toda mulher gosta de apanhar… só as normais. As neurótica é que reagem”
    Frase de Nelson Rodrigues, brilhante dramaturgo, cronista, famoso “reacionário”, crítico das esquerdas, anti-comunista convicto e politicamente conservador.

  • Yasser

    -

    2/3/2011 às 10:41 am

    Para acreditar nas traduções de textos de árabe para português feita por “tradutores” e “jornalistas” ávidos por manterem seus empregos e dar bastante “audiência”,Tem também que ter acreditado bastante no Bush,no Blair, na não anuência de João Paulo com a pedofilia na Igreja; Só ocidental mesmo!Se julgam tão espertos,mas caem no estratagema mais usado no mundo, A MENTIRA!

  • Ana Lucia M. Fernandes

    -

    28/2/2011 às 11:15 pm

    O Islã é isso aí… Esperar o que de um homem que tem uma cabeça como essa? Primeiro que o Egito rompa o acordo de paz com Israel… Segundo, que ele vá para os quinto dos infernos. Terceiro, só demonstra que Islã e democracia é como azeite e água, não se misturam nunca e não combinam… Tudo não passa de pura utopia. Quem viver verá.

  • lodisval

    -

    28/2/2011 às 3:48 pm

    Quando se trata de oriente médio a impressão que fica é que se o passado é ruim e o presente complicado o futuro não anuncia nada melhor.

  • Almirante Kirk

    -

    28/2/2011 às 3:39 pm

    Correção ortográfica em meu comentário,postado em 28/02/2011 às 12:55:

    Em vez de “astronomicamicante elástica”,a expressão,corrigida,fica assim:astronomicamente elástica.
    Grato,caro Reinaldo!

  • Almirante Kirk

    -

    28/2/2011 às 12:55 pm

    Causou-me espécie o conteúdo de alguns comentários postados abaixo!
    Sugiro o seguinte texto,o qual propiciará,espero, eventuais reflexões sobre os tempos moderníssimos,com sua moral astronomicamicante elástica;ausência de limites e fronteiras para a tal de liberdade,panacéia da qual se servem também os loucos revolucionários totalitários (pleonasmo) adeptos e militantes do ateísmo/esquerdismo:

    “O Relativismo e o Modernismo
    Por Pedro Ravazzano

    Novamente venho escrever sobre o relativismo, não porque seja prolixo, mas porque tal heresia sempre me assusta. Qualquer pessoa sensata que entra em contato com as posturas adotadas pelos heterodoxos de plantão fica perplexa com a total falta de honestidade, um déficit nas mais básicas noções de lógica e coesão. Obviamente, esse comportamento é parte integral da essência do relativismo; o relativismo é a negação de si próprio, já que a sua construção se fundamenta sobre a contradição. Por isso o combate pede um trabalho hercúleo, afinal somos obrigados a ensinar as mais preliminares noções, do contrário, seria iniciar a discussão com uma porta.

    Antes de qualquer coisa, vale a pena explicar brevemente o que é o relativismo. Essa doutrina – sim, é uma doutrina – acredita que tudo é relativo, que não existe idéia absoluta nem uma Verdade una. A moral, a política, a ética, a religião, não passam de construções humanas que devem se adaptar ao mundo e suas transformações. Assim, o relativismo é o precursor social do niilismo com a negação do sentido existencial do ser humano já que, o pensamento relativista, com suas constantes e essenciais vicissitudes, se coloca na antípoda da defesa de Deus, do Princípio. A Divindade parte da imutabilidade e infalibilidade, já o relativismo parte da mutabilidade e falibilidade.

    O relativismo, por sua vez, é a arma usada pelo exército do modernismo; “a síntese de todas as heresias”, como disse São Pio X. A teologia modernista parte de um pressuposto fundamentalmente paradoxal; a transformação do dogma, a adaptação dos ensinamentos doutrinais, a flexibilidade eclesiológica e o relaxamento moral. O modernismo foi desenvolvido sob a influência do espírito protestante alemão, reflexo mais do que natural da Sola Fide e Sola Scriptura adotadas por Lutero. Entretanto, o que era cabível dentro do pensamento luterano era essencialmente incompatível com o Catolicismo. O pensamento modernista, ao pregar a reforma de todo o arcabouço da Igreja e seus ensinamentos, acabava que desconstruía a própria idéia de Igreja, dogma, doutrina, papado e cristianismo, já que a relativização da crença desaguava na relativização da assistência Divina, o que atingia em cheio toda a Revelação. Vale frisar, antes de qualquer coisa, que o relativismo e o modernismo são contraditórios por natureza; se tudo é relativo “tudo é relativo” é relativo, se tudo é relativo é relativo logo nem tudo é relativo. Ou seja, é uma contradição em concreto considerar o relativismo uma verdade, já que o relativismo nega a existência da verdade. (mais…)”

    Fonte: http://blog.bibliacatolica.com.br/tag/relativismo/
    Grato,caro Reinaldo!

  • silviop

    -

    28/2/2011 às 12:09 pm

    Oi Rei
    Agora eu entendo absolutamente o Netinho do PC do B. Ele deve pertencer a tal Irmandade Muçulmana e seguidor do Yusuf Al Qaradawi. Só que ele está no Brasil, e por aqui ainda não é permitido bater em mulheres.

  • Ricardo Rodrigues da Silva

    -

    28/2/2011 às 11:59 am

    Ouviremos e leremos mensagens de apoio a este maluco vindas de, Marco Aurélio TOP TOP Garcia, Zé Dirceu, Marilene Chaui, Emir Sader, Pedro Stédile e outras figuras deste Brasil Aloprado.

  • Impagável.

    -

    28/2/2011 às 10:05 am

    Não há o que reclamar! Eles têm este cara aí, e nós temos um Lula Um Zé Dirceu, um Marco Aurélio Garcia, um Amorim, um Emir etc etc. Cada povo com suas excentricidades. Lá eles não gostam de mulheres aqui o povo não gosta de lisura.

  • brunatto

    -

    28/2/2011 às 10:04 am

    Lulla, toma uma cachacinha e defende o que o pai de santo aí tá falando!

  • brunatto

    -

    28/2/2011 às 9:59 am

    esse palhaço não respeita a própria mãe.

  • Roberto

    -

    28/2/2011 às 9:32 am

    gregório de matos eu te juro que no início pensei que vc estivesse sendo ironico. Mas não, sua estultice parece verdadeira mesmo.
    Quer dizer então que quem não segue nenhuma religião não possui valores? Bom, nós poderíamos listar aqui todas as barbaries perpetradas por cristãos, mulçumanos, hindus e outros mas isto seria um exercício tedioso, além do que a internet e os livros estão aí e vc mesmo pode pesquisar.
    Não deixa de ser irônico que o período da história conhecido por Idade das Trevas seja justamente o período comandado pela religião. A grande maioria das religiões em nada se difere dos regimes autoritários, só mudam as vestes e os títulos dos ditadores.
    Eu prefiro a liberdade de pensamento da anarquia americana, brasileira ou européia a ter alguém dizendo o que eu devo pensar ou impondo como eu devo agir.

  • Zezão

    -

    28/2/2011 às 8:49 am

    Eu defendo meu direito à imortalidade e também ao nheco-nheco.

  • Zezão

    -

    28/2/2011 às 8:48 am

    “A obediência e a cooperação da mulher são um direito do homem”. Sou obrigado a concluir que esse cara está absolutamente certo. Sua premissa está rigorosamente de acordo com o fundamento jurídico-doutrinário dos direitos humanos, vigente nas ONUS da vida e nos círculos esquerdopatas. Afinal, ali viceja todo tipo de direito declaratório: direito a casa, comida, roupa lavada; direito à terra dos outros, à felicidade. Enfim, todos os direitos sociais que nada mais são que o direito a meter a mão no bolso alheio. Ele está apenas enunciando MAIS um direito entre muitos. Por quê não?

  • ilmarnasc

    -

    28/2/2011 às 8:48 am

    Que cara cretino!E Lula adora essa raça.E a rainha Dilma muda o que pensa sobre isso?Rei esse cara não é um santo,é um demônio…Coitadas dessas mulheres…

  • caipira mermo

    -

    28/2/2011 às 7:26 am

    Reinaldo
    GREGORIO DE MATOS-22:42-Agradeço o seu comentario.
    Só quero que o amigo saiba que,o meu post foi uma
    brincadeira com as meninas aquí de casa.
    Óxalá todas as familias fossem como a minha!

  • anonazevedo

    -

    28/2/2011 às 5:46 am

    Santo homem!
    -E se tem seguidores com esta mentalidade,santa tambem deve ser a sua luta!
    ps:-Da ate para sentir falta de Mubarack,no minimo ‘e tao ruim quanto…,ou…um droga sucedendo outro!
    ps2:-Enquanto isto o ocidente aplaude o fim de Mubarack & cia.

  • Nelson Rodrigues

    -

    28/2/2011 às 2:10 am

    Caro jornalista,

    Venho a público, com olhos rútilos, lábios trêmulos e salivação intensa, rompendo longo período de silêncio, repudiar as aleivosias desse reles embusteiro de nome impronunciável. Saibam, pois, que nem todas as mulheres gostam de apanhar; as neuróticas reagem.

    Ex corde,

    Nelson Falcâo Rodrigues

  • Rielda Cecília Lobato Rodrigues

    -

    28/2/2011 às 12:35 am

    Moderado? É um louco imbecil,isto sim! Se lá para os lados dele,com a doutrina da Irmandade Muçulmana, as mulheres ficam tão pervertidas ou masoquistas,sinto muito,é realmente lamentável! Esperemos que a petralhada não queiram ser amigos deste déspota. Que ele fique para lá,bem longe e os “senhores jornalistas” o ignorem,mande-o bater na mãe e de lambuja entreguem a ele,para fazer parte ativa na irmandade: o goleiro Bruno,o Dado,Pimenta Neves,etc. Me embrulha o estômago saber de tanto atraso assim,isto não é um homem,é uma besta fera!

  • Muqueca

    -

    28/2/2011 às 12:00 am

    Esse porra-louca não tem diferença alguma dos outros liberticidas espalhados mundo afora. O pior de tudo é que o planeta está cheio desses vigaristas. Só não entendo por que os petralhas que nos fazem engolir tiriricas, sarneys, lullas e dilmarionetes goela abaixo, não vão morar nesses países “exemplos de socialismo”. Quando é que o Brasil, a Venezuela, Cuba, Irã, etc, irão acordar?

  • Morena Flor - indignadíssima com as canalhices desse chefão maldito dos infernos

    -

    27/2/2011 às 11:54 pm

    Algumas considerações:

    1. Comparar as falas desse cretino à Dado Dollabela é uma ofensa ao dito cujo. Aposto q nem ele pensa assim.

    2. Dizer q esse sujeito – e outros como ele – estão na idade média é ofensa ao medievo. Pelo menos na europa, com tanta repressão moral, ainda sim, é difícil q tenha existido alguma doutrina q ensinasse algo parecido com isso aí q ele prega

    3. Esse canalha deveria levar uma surra de cansansão com vidro moído na ponta da vara. Quero ver se ele vai gostar de apanhar tb(vai q ele gosta, não é? Gosto não se discute, se lamenta!).

    4. Me pergunto pq tanta mulher “se converte” para o islã, sendo q é uma religião tão desvantajosa para elas(desvantajosa é o mínimo!). Só pode ser a mais descarada lavagem cerebral, já vi mulheres na net defendendo com unhas e dentes o tal do hijab(procurem na blogosfera e no youtube, a safra é grande!) – defendem q com o hijab com aquele papinho de q faz com q a mulher seja conhecida pelo seu intelecto do q pelo seu corpo, e blábláblá, ou seja, conversa fiada. Em boa parte dos casos, ou são recém convertidas, bem deslumbradas, q vêem o mundo cor-de-rosa e acham tudo lindo(ou seja, não é raro não lerem o alcorão inteiro), ou as mais fanáticas(ou seja, as q procuram seguir todas as regras da religião), q não enxergam um palmo à frente do nariz, nem além da própria religião. O comum em ambos os casos, é a cegueira, não querer enxergar q tal religião condena a metade da população do mundo a ser “cidadão de segunda” – ou pior, de quinta, bem como, no caso do hijab, tapar os olhos para o verdadeiro significado do veuzinho e das roupas cobertíssimas: Fazer da mulher uma PROPRIEDADE do marido, do pai, etc. Portanto, se chegar alguma defensora do hijab pregar pra mim, já sei o q dizer na lata, com toda a educação do mundo: Eu não quero ser propriedade do meu marido. Meu corpo é meu. Ponto.

    Com todos os defeitos q o cristianismo possa ter(e tem!), ainda sim, a mensagem de Cristo é um antídoto para todo e qualquer machismo q o cristianismo venha a ter. Já Maomé e seu alcorão… Não tem jeito mesmo! Para o islã respeitar a mulher(dentre outras pessoas – ex: judeus, homossexuais e não muçulmanos e coisas – ex: liberdade de expressão), precisaria ser REFUNDADO(destruir, acabar com essa religião todinha e começar tudo de novo).

  • Paulo

    -

    27/2/2011 às 11:39 pm

    Lula diria que isso é cultura de um povo e ninguém tem que se meter.

  • Paulo

    -

    27/2/2011 às 11:33 pm

    Aonde estão os “especialistas” políticos que festejaram a vitoria da democracia

  • Fátima

    -

    27/2/2011 às 11:24 pm

    É aí que mora o PERIGO! Mulçumanos estão à solta no mundo fazendo miséria nas mentes de jovens e inocentes úteis, que carecem de um sentido para viver.

  • juspuniendi

    -

    27/2/2011 às 11:11 pm

    HUMMM..ESSE ODIO DE MULHER AÍ…SEI NAO HEIN…NESSE MATO TEM COELHO.OU GAZELA..

  • Cris Azevedo

    -

    27/2/2011 às 10:52 pm

    “Maginô” esse cara aqui, na terra da Bruna Surfistinha e das Globelezas da vida?

  • FM

    -

    27/2/2011 às 10:46 pm

    O que o Egito e o mundo podem esperar dessa Irmandade Muçulmana. Vocês tem certeza que é irmandade, mesmo? Satânica, então?

  • gregório de matos

    -

    27/2/2011 às 10:42 pm

    caipira mermo, 27/02/2011 às 17:42 disse:
    “Adorei isso de “a obediencia e a cooperação da mulher
    são um direito do homem”. Só não sei, como dizer isso
    aqui em casa.Tenho mulher,filhas e netas,então confesso,
    como dizer eu sei,não tenho é coragem.Doido sô!”
    Amigo caipira mermo, nunca lhe ocorreu que é o Brasil que pode estar com a sociedade deveras liberal? Nunca lhe ocorreu que o Brasil e a criação que você deu à suas filhas e que a sua esposa recebeu de seus pais estar deveras frouxa e sem princípiios?
    Ele pode ter exagerado, mas tirando os excessos, ele nao está compeltamente errado. E quem é cristão e tem princípios morais sabe que ele em linhas gerais, está certo. O problema é que muita gente na nossa sociedade, de raízes cristãs, nao honra suas raízes, ou as ignoram por completo. Não sabem nem oque seja valores cristãos. E quem não gosta de valores cristãos geralmente não gosta de valores muçulmanos, hinduístas, judaicos, prefere valor NENHUM.
    Tem muita gente que pensa que os anárquicos americanos, anárquicos brasileiros, anárquicos europeus são o único modelo de cultura que existe e todos devem abraçar esses valores. Ou não valores. Ou sabe lá o que sejam.

  • Quartarollo

    -

    27/2/2011 às 10:12 pm

    Bruno, ex goleiro do Flamengo e assassino da amante, deve ter lido todos os livros do chefão da Irmandade Muçulmana.

  • Franklin Bronzo - Belo Horizonte

    -

    27/2/2011 às 10:02 pm

    Para a Esquerda de todos os países, falou que é contra o “imperialismo americano”, é aliado…esse aí é mais um desses aliados…

  • Kakau Bockman

    -

    27/2/2011 às 9:58 pm

    Espero que deste o Lula não fique amigo!!!
    Está bem LONGEEEE….E ESPERO QUE FIQUE POR LÁ!!!
    VADE RETRO!!!

  • Maria do Espírito Santo Gontijo Canedo

    -

    27/2/2011 às 9:49 pm

    Todas as mulheres normais gostam de apanhar e de ler Nelson Rodrigues. Quanto ao Al Quarado ao sol do deserto, o problema menor que ele tem é não ter nenhum pendor literário, isso para não falar nos outros não-pendores. Democrático o Al Tarado! A tal “circunsição feminina” não é obrigatória, mas cada pai sabe o que faz, ou o que, na opinião do Al Tarado, deveria fazer.
    Não há nenhum deus como Alah!

  • Alzira

    -

    27/2/2011 às 9:38 pm

    E nó aqui pensando que esse mundo já estava por demais DOENTE…

  • aNTONIO

    -

    27/2/2011 às 9:31 pm

    VEJAM COMO SAO AS COISAS, ESSE IMBECÍL FALOU TODAS ESSAS BARBARIDADES EM SOLO AMERICADO, E PASMEM, CONSEGUIU SAIR DE LÁ, SAO E SALVO.
    Pois é, depois os petralhas ainda dizem que os americanos sao maus.

  • lucia

    -

    27/2/2011 às 9:31 pm

    Quanta barbaridade. E o mundo está louco, pensar que esse homem é moderado.Ou a mídia enlouqueceu?

  • Heitor

    -

    27/2/2011 às 9:21 pm

    Não me espantaria se o diretório do PT iniciasse a defesa da circuncisão feminina e a leitura do Corão.

  • David Muniz

    -

    27/2/2011 às 9:20 pm

    Reinaldo,
    Faltou o o pronunciamento do gigante Al Qaradawi em que ele diz que Hitler cumpriu um designio divino ao exterminar os judeus nos campos de concentração.
    Aqui vai o link do youtube: http://www.youtube.com/watch?v=HStliOnVl6Q
    Esse é o tipo de gente que lidera a Irmandade Muçulmana.

  • Heitor

    -

    27/2/2011 às 9:11 pm

    O que falta para o PT chegar a ser uma Irmandade Muçulmada é esse discurso aí. Nostradamus previu a eleição de Hugo Chavez ajudada por Lula e a aliança deles com o Oriente-Médio. O Clero jurista faz das suas e a Irmandade Muçulmana aprendeu como chegar ao poder com a tática populista petista. É isso. Nostradamus é fera!

  • Heitor

    -

    27/2/2011 às 8:59 pm

    Irã, Síria não têm dificuldades de eliminar literalmente a oposição, e a ONU esqueceu-se deles por causa dessa revolta. Quer dizer, matar oposição no Irã pode, porque a ONU não está nem um pouco interessada. Não vi ninguém chamar Ahmadnejad de genocida.

  • Oswaldo

    -

    27/2/2011 às 8:57 pm

    pois é Reinaldo, todo progressista sempre preza e/ou protege algum “regressita”, mesmo quando não tem ciência disso. Que os radicais fiquem de lado e que aqueles países encontrem a democracia, justiça e progresso…

  • Perseus

    -

    27/2/2011 às 8:53 pm

    Dêem uma boa surra de vara de salgueiro no couro desse árabe até ele chorar de tanto apanhar. Perguntem-lhe : Gostas ? Gostas ???
    De repente…ele gosta…gosta sim!
    A boneca ficou até alegrinha.

  • Marcelo

    -

    27/2/2011 às 8:49 pm

    Manchete do UOL: Gaddafi diz que Líbia está “calma” e desdenha da ONU.

    O cara surtou de vez…

  • jonas /RS

    -

    27/2/2011 às 8:48 pm

    Bem que eu disse que eles são masoquistas!!! Dizem que só as mulheres são,mas,o fato é que todos eles são. Ou o que justificaria povos de países que estão bem finaceiramente,como Barein (não sei onde fica o H)Tunísia quererem virar um Irã? E o Irã querer virar um barein,uma Tunísia? Eles querem é motivo pra sofrerem isso sim.

  • Tutano

    -

    27/2/2011 às 8:48 pm

    Mas dizem que ele é favorável ao casamento gay.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados