A FOLHA ONLINE É EDITADA POR JOSÉ DIRCEU?

A homepage de agora, passados alguns minutos das 15h, da Folha Online é matéria que interessa à ciência. Toda ela está pautada pelo PT, de cabo a rabo — isto é, da voz oficial do “Planalto” (seja ela quem for) a José Dirceu. A Folha Online, aliás, tem como uma de suas missões, suponho, amplificar […]

A homepage de agora, passados alguns minutos das 15h, da Folha Online é matéria que interessa à ciência. Toda ela está pautada pelo PT, de cabo a rabo — isto é, da voz oficial do “Planalto” (seja ela quem for) a José Dirceu.

A Folha Online, aliás, tem como uma de suas missões, suponho, amplificar o que escreve José Dirceu em seu blog, que ninguém lê. Dia sim, dia não — ou dia também —, há ao menos um texto resumindo o que pensa o ex-ministro e deputado cassado sobre a política. Trata-se de um verdadeiro “Diário de Dirceu”. Hoje, ele diz que Minas não perdoará Serra por Aécio ter desistido.

Como os petistas achassem Aécio um adversário bem mais difícil, eles o elogiavam e elogiam, em contraste com Serra, o adversário fácil, permanentemente atacado. É uma lógica que deve ser saboreada com os quatro cascos no chão.

É uma evidência do jornalismo rendido a um ente de razão, a um partido, de modo miserável. A rigor, nem jornalismo é porque não há apuração, mas apenas registro do “que se diz por aí”. Os delírios vão se sucedendo. O novo é que Aécio, não querendo para ele a vaga, pode impor Itamar Franco como vice na chapa de Serra. Pode impor? Pode mesmo?

Celebra-se o que seria uma verdadeira orgia da traição, em que se dá como certo que, não tendo conseguido viabilizar a sua candidatura, o caminho certo de Aécio — e, parece, alguns consideram também o caminho ético — é trair. Nisso, como em tudo mais, esse tipo de jornalismo concorda com José Dirceu. A diferença entre o que vai na Folha Online e os blogs que servem a Franklin Martins é só de linguagem: o subjornalismo oficialista é mais engraçado.

Nem mesmo aquela idéia de equilíbrio, que costuma esconder tantos desequilíbrios, está presente desta vez. Não há um “outro lado” dizendo que as coisas podem não ser bem assim. Há só um lado.

José Dirceu edita a Folha Online.

Retomo a questão da impensa no próximo post.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s