Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Picciani derrubou a CPI da UERJ

Deputado limitou investigações

A Comissão Parlamentar de Inquérito que pretendia investigar irregularidades na Universidade estadual do Rio de Janeiro (Uerj) foi duramente atacada por Jorge Picciani.

Segundo grampo feito pelo Ministério Público Federal, o deputado interferiu e restringiu a investigação. 

“Os reveses sofridos pela organização criminosa não foram capazes de inibir o prosseguimento das práticas ilícitas, muito menos diminuiu o poder do presidente da ALERJ, que segue ditando as regras e pautando a atuação de seus pares, como se pode verificar no episódio envolvendo a instalação da CPI da UERJ”, explica o MPF.

“No telefone de Picciani, apreendido na operação Quinto do Ouro, cujo compartilhamento foi devidamente autorizado pelo Ministro Félix Fischer, há registros de mensagens trocadas com o deputado Tutuca, no qual foi possível verificar que o presidente da ALERJ, depois de dar o aval para instalar a comissão parlamentar de inquérito, orientou o interlocutor a limitar o objeto da investigação, de modo a não atingir o governo: “tem que ser em cima da folha senão vira contra o Governo que não passa no custeio”, revela o MPF.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s