Okamotto pede que Justiça não revise sua absolvição

Ele foi absolvido por falta de provas

A defesa de Paulo Okamotto entrou com um pedido para que a Justiça não considere o pedido do MPF em rever a sentença do juiz Sergio Moro que o absolveu da acusação de lavagem de dinheiro. Ele era acusado de ter solicitado propina à OAS para manter o acervo presidencial.

“Sua absolvição deve prevalecer como medida de justiça”, disse o advogado Fernando Fernandes na peça protocolada. No mais, as razões pelo qual Okamotto deve permanecer absolvido serão apresentadas no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, onde Lula, condenado a mais de nove anos de prisão em primeira instância, também será julgado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s