Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Deltan Dallagnol: ‘parlamentares sob suprema proteção’

Procurador comentou decisão do STF

O procurador da Lava-Jato Deltan Dallagnol protestou contra o Supremo Tribunal Federal em seu perfil no Facebook.

Na noite da última quarta (11), o plenário do órgão decidiu, por 10 votos a 1, que o Judiciário pode afastar parlamentar, mas decisão passará por crivo do Legislativo.

“Não surpreende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção. Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e agora uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF”, escreveu.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Evandro César Alvarenga

    Dellagnol resumiu a questão muito bem. Contudo, o placar do resultado do julgamento plenário não foi 10 x 1 como divulgado pela coluna. Foi 5 x 4 (com a surpreendente e decepcionante ‘virada’ nos últimos minutos da enunciação do voto-minerva, pela ministra-presidente Cármen Lúcia).

    Curtir

  2. Palmelo News

    Alguem duvida?

    Curtir

  3. Fernando Silva da Cruz

    Jegue, 10 x 1 foi a primeira votação do plenário não nesta última!

    Curtir

  4. Foi mais uma vergonha nacional. A presidente do STF fez uma lambança ao dar seu voto, evidentemente para favorecer os parlamentares. O imbróglio demorou mais de uma hora pra desenrolar, ou melhor, para concretizar aquilo que a maioria queria, ou seja, dar poderes ao Congresso, apoiado pelo STF, tudo isso em nome da Constituição e da Democracia Republicana. E a população? Ninguém pensou nisso.

    Curtir

  5. Algum político ladrão lembrou da Constituição e da Democracia ao roubar milhares de reais, euros ou dólares dos trabalhadores honestos?

    Curtir

  6. Marco Otacílio

    Quem não concordar com a decisão do STF que chame o exército.

    Curtir

  7. Marco Otacílio

    Essa é a democracia que nós, pagadores de impostos temos. Por conta dessas e outras é que não saio mais de minha casa para votar.

    Curtir

  8. Randulfo da Silva Pereira

    O Judiciário superior (STF) é refém dos políticos. Por que? Porque são indicados por êles. Então acabam por fazer um jogo de cena para a platéia – opinião pública. Nossas leis, inclusive a Magana Constituição podem ser interpretadas conforme o humor ou as necessidades do momento. É o Poder que vale.

    Curtir