Blogs e Colunistas

segunda-feira, 10 de março de 2014

18:01 \ Diversos

Estatuetas e boas médias

12 anos de escravidão

Melhor filme de 2014

12 Anos de Escravidão e Gravidade, os grandes vencedores do Oscar 2014, levaram, até agora, 1 467 829 pessoas aos cinemas brasileiros, segundo a Rentrak.

Em cartaz há três semanas e premiado pela Academia como melhor filme, 12 Anos de Escravidão atraiu até agora 281 595 espectadores e faturou 4 milhões de reais. O público médio por semana é de 93 865 pessoas, mesmo com a distribuição em apenas 78 cinemas (300 – A Ascensão do Império, por exemplo, está em cartaz em 442 cinemas).

Gravidade, que faturou sete estatuetas, foi exibido em 81 cinemas brasileiros ao longo de 16 semanas. O público total, de 1 186 230 espectadores, rendeu média de 74 139 pessoas a cada semana e 19,5 milhões de reais ao filme.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 5 de março de 2014

18:03 \ Diversos

Recuperação pós-Oscar

12 anos de escravidão

Melhor filme de 2014

12 Anos de Escravidão estreou com público discreto na semana passada, mesmo como favorito à estatueta de melhor filme no Oscar. Uma semana e um Oscar conquistado depois, o melhor filme de 2014 mostrou a que veio no Brasil.

Distribuído em apenas 76 cinemas, 12 Anos de Escravidão foi visto por 87 960 pessoas entre sexta-feira e ontem, média de 1 222 espectadores por cinema.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

18:31 \ Diversos

Favorito e discreto

12 anos de escravidão

Público modesto

Forte candidato ao Oscar de melhor filme, 12 Anos de Escravidão teve uma estreia discreta nas salas brasileiras: 51 600 pessoas foram aos 77 cinemas em que o filme está em cartaz, apenas o sétimo melhor público do final de semana.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

16:11 \ Diversos

Indicados vão bem

trapaça

Boa média de público

Dos indicados a melhor filme no Oscar, Trapaça, com público de  107 290 pessoas entre sexta-feira e ontem, teve a segunda melhor média do final de semana: 725 espectadores por cinema; já O Lobo de Wall Street, há um mês em cartaz e com média de público semanal de 230 740 pessoas, deve atingir a marca de um milhão de espectadores nos próximos dias: 922 980 já assistiram.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

17:27 \ Televisão

Ibope cadente

Audiência em queda

A transmissão do Oscar 2013 rendeu à Globo nove pontos na Grande São Paulo, segundo o Ibope.

Liderou o horário, mas o resultado revela que a audiência do Oscar vem caindo na TV aberta: em 2011, alcançou onze pontos e no ano passado, dez pontos.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 26 de abril de 2012

19:33 \ Congresso

Oscar no Senado

Futebol na tribuna

A direção do Internacional anda tão desesperada no impasse em torno da liberação do meia Oscar junto ao São Paulo, que o presidente do clube, Giovanni Luigi, resolveu apelar até para a bancada gaúcha do Congresso.

Nesta quinta-feira, Ana Amélia Lemos, Pedro Simon e Paulo Paim usaram a tribuna do Senado para defender o direito de Oscar jogar pelo Inter. Enquanto os dois times não chegam a um acordo sobre o valor da multa contratual, Oscar segue treinando, mas não pode ser utilizado pelo Inter. Os senadores gaúchos entraram no assunto depois que Paim recebeu uma carta de Luigi. Diz Ana Amélia:

– Defendemos o direito do jogador jogar onde quiser. O Inter tem pressa porque o time anda jogando mal.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

16:37 \ Cultura

O “Artista” vai mal

Público fraco para o grande vencedor do Oscar

O grande vencedor do Oscar de ontem continua com público bem abaixo da média no Brasil. Depois de três semanas de exibição, O Artista já alcançou público de 144 840 pessoas segundo dados da Rentrak. Também é verdade que não é fácil encontrar cinemas que exibam o filme mudo – são apenas 51 salas em todo o país.

Motoqueiro Fantasma segue na liderança de bilheteria no Brasil (1,41 milhão de espectadores), seguido de Cada Um Tem a Gêmea que Merece (1,37 milhão).

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

17:31 \ Cultura

Fiasco de público

Filme apenas em décimo lugar entre os mais vistos no Brasil

Limitado a apenas 47 salas de cinema pelo país, O Artista teve público pequeno na sua semana de estreia. Segundo dados da Rentrak, o grande favorito ao Oscar foi visto por apenas 34 850 pessoas entre sexta-feira e domingo.

No ranking de bilheteria, o filme mudo ficou apenas em décimo lugar. O campeão do fim de semana foi Cada um Tem a Gêmea que Merece com 359 865 espectadores, seguido de Viagem 2: a Ilha Misteriosa (173 550 pessoas).

Por Lauro Jardim

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

6:33 \ Cultura

Em baixa

Indicação ao Oscar não é sinônimo de bom público

Os filmes indicados ao Oscar estão penando até agora para conseguir público no Brasil. Nenhum está entre os cinco mais vistos nos últimos dias.

Os Descendentes, de George Clooney, foi assistido por 329 130 pessoas, marca bem inferior a produções como Sherlock Holmes, As Aventuras de Tintim e Alvin e os Esquilos. Cavalo de Guerra de Steven Spielberg e o drama Histórias Cruzadas tiveram desempenho ainda pior – alcançaram público de 255 000 e 33 940 pessoas, respectivamente.

Nas próximas semanas, a maratona de estreias de filmes do Oscar no Brasil continua com O Artista (10/02), O Homem que Mudou o Jogo (17/02), A Invenção de Hugo Cabret (17/02) e Tão Forte e Tão Perto (24/02).

Por Lauro Jardim

terça-feira, 27 de setembro de 2011

14:23 \ Judiciário

Gramacho irregular?

Há duas semanas, o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro abriu inquérito para apurar a denúncia de que o Aterro Sanitário do Jardim Gramacho, mundialmente famoso após o documentário Lixo Extraordinário, que concorreu ao Oscar neste ano, estaria abrigando irregularmente lixo hospitalar.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

12:23 \ Cultura

“Lula, o Filho do Brasil ” é o representante do Brasil no Oscar

Lula, o Filho do Brasil será o filme que representará o Brasil no Oscar de 2011. É o que anunciará dentro de instantes a comissão convocada pelo Ministério da Cultura para escolher, entre 23 opções, a produção nacional que participará do processo seletivo da mais famosa premiação do cinema mundial.

Fracasso  de crítica e de bilheteria no Brasil, o filme do Lula vai tentar a improvável glória internacional. Aqui,  Lula , o Filho do Brasil alcançou cerca de 800 000 pagantes. Parece um bom resultado, mas não é: a prentensão de seus produtores era a de alcançar a algo perto dos 5 milhões de ingressos, em suas previsões mais pessimistas.

A equipe de Lula , o Filho do Brasil ainda terá um longo caminho a percorrer antes de pisar no tapete vermelho. A Academia americana de cinema definirá no dia 25 de janeiro as cinco obras que disputarão o prêmio de melhor filme em língua estrangeira. A cerimônia de premiação do Oscar será realizada no dia 27 de fevereiro.

A última produção nacional a disputar a categoria foi Central do Brasil, em 1999. No entanto, a participação brasileira indireta mais recente foi de Fernando Meirelles, diretor de O Jardineiro Fiel, em 2006. O filme concorreu ao Oscar de melhor atriz coadjuvante, edição, música e roteiro adaptado.

O colegiado que escolheu o filme do Lula foi integrado por quatro membros indicados pela Academia Brasileira de Cinema (CBC) e outras cinco indicações do ministro da Cultura, da Secretaria do Audiovisual do ministério e da Agência Nacional de Cinema do Brasil (Ancine). Seus integrantes são: Cássio Henrique Starling Carlos, Clélia Bessa, Elisa Tolomelli, Frederico Hermann Barbosa Maia, Jean Claude Bernadet, Leon Cakoff, Márcia Lellis de Souza Amaral, Mariza Leão e Roberto Farias.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

6:34 \ Cultura

Oscar sob medida

Juca Ferreira quer reformular a comissão responsável pela indicação do filme que representa o país no Oscar a cada ano. Juca pondera que o país deve passar a escolher a produção mais adequada ao perfil da premiação e, portanto, com maiores chances de vitória.

Atualmente, a banca é integrada por quatro membros indicados pela Academia Brasileira de Cinema e outros cinco pelo governo. Juca Ferreira quer aumentar a presença de críticos e integrantes do setor no colegiado. O representante brasileiro no Oscar de 2011 será anunciado no próximo dia 23.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 15 de março de 2010

14:11 \ Cultura

Efeitos do Oscar

Depois de conquistar o Oscar de melhor filme, Guerra ao Terror subiu no ranking dos filmes mais vistos no Brasil no fim de semana. Estava em trigésimo lugar na semana passada e agora pulou para a décima segunda posição. 
 
Mas ainda há um longo caminho a percorrer. Apenas 107 700 pessoas assistiram ao filme no país após seis semanas de exibição. Entre os 30 primeiros colocados, há 19 longas com público maior.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 8 de março de 2010

12:36 \ Cultura

“Guerra ao Terror”: bom de Oscar, ruim de bilheteria

Guerra ao Terror, o grande vencedor do Oscar, teve um desempenho para lá de modesto neste fim de semana – como, de resto, vem tendo desde que estreou há cinco semanas.

Foi apenas o trigésimo filme mais assistido entre sexta-feira e domingo. Levou 32 000 espectadores aos cinemas. No total, 635 000 pessoas já foram ver o filme no Brasil.

Esse número tende a crescer muito a partir de agora, quando o filme irá surfar na onda do triunfo de ontem. A partir de sexta-feira, o circuito que o exibe mais do que dobrará.

Por Lauro Jardim
10:56 \ Televisão

Oscar na Globo

Foi alto para o horário, entre meia noite e duas da manhã de hoje, a audiência da transmissão do Oscar pela Globo. Rendeu doze pontos à emissora – um ponto a mais do que a soma de Record e SBT no mesmo horário, segundo dados prévios do Ibope para a Grande São Paulo.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

16:09 \ Cultura

Candidato micado

Em sua quarta semana de exibição, Salve Geral, o filme que tentará a vaga brasileira na corrida pelo Oscar, consolidou o seu fracasso de público. Foi visto por menos de 20 000 pessoas no fim de semana. No total, alcançou um 280 000 espectadores até agora.

Por Lauro Jardim

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados