Blogs e Colunistas

domingo, 7 de outubro de 2012

Volta por cima adiada

Orlando: fracasso nas urnas

Orlando Silva foi tirado do ministério do Esporte depois da chuva de denúncias contra ele. Pretendia recomeçar sua carreira política como vereador em São Paulo. Pretendia.

O paulistano não concordou com seus planos. Orlando não chegou aos 20 000 votos e nem a boa votação do companheiro de partido Netinho de Paula foi capaz de dar-lhe uma mãozinha.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

11:29 \ Diversos

Aldo e o tatu

O mascote e a preservação do tatu-bola real

Aldo Rebelo recebeu recentemente, no Ministério do Esporte, representantes de uma ONG de preservação do tatu-bola interessada em aproveitar a visibilidade do mascote da Copa de 2014 para alavancar a causa. Aldo prometeu ajuda do ministério, disse que iria mobilizar outras pastas do governo e ainda envolver a Fifa para tocar um projeto de pesquisa e preservação do tatu-bola. Pelo visto, os comunistas do PCdoB já se recuperaram do trauma de Orlando Silva com as organizações não-governamentais.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 24 de abril de 2012

16:22 \ Judiciário

Tudo depende do MP

Falta ouvir Agnelo e Orlando

Cesar Asfor Rocha bem que tenta agilizar o inquérito do STJ sobre desvio de verbas no ministério do Esporte. Para chegar às suas conclusões finais, falta, contudo, um pequeno detalhe. Veja o que diz Asfor:

- Tudo que chega do processo eu mando para o MP. Quase todos os envolvidos já foram ouvidos, falta só o governador Agnelo Queiroz e o ex-ministro Orlando Silva. Mas, depende do MP para quando ouvir, está tudo lá com eles.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 22 de março de 2012

7:28 \ Brasil

Do outro lado do balcão

Alcino e Orlando: a dupla se separa

Comandante da toda poderosa Secretaria Nacional de Futebol nos áureos tempos de Orlando Silva no Esporte, Alcino Reis Rocha deixou o ministério no começo do ano, mas não ficou muito tempo na chuva.

Acaba de ser contratado por uma grande consultoria, a KPMG. Que tipo de serviços prestará Alcino? Vai cuidar da prospecção de negócios na área de grandes eventos, leia-se Copa do Mundo e Olimpíadas.

Entre os episódios mal resolvidos de Alcino no Esporte está um complicado convênio de 6,2 milhões de reais com o Sindicato Nacional das Associações de Futebol que, embora pago, nunca saiu do papel.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

10:31 \ Governo

As pirâmides ruíram

Símbolos da queda

Negromonte entra oficialmente hoje para o quarteto dos ministros das frases de efeito que acabaram na degola. Para quem não lembra, o primeiro a cair foi Wagner Rossi, “firme como uma rocha” na Agricultura. Depois, rodou Orlando Silva, o “indestrutível” do Esporte. Na sequência, Carlos Lupi avisou: “só saio abatido à bala” do Trabalho, e saiu mesmo. Com o pedido de demissão de logo mais, Negromonte, o ministro “mais sólido do que as pirâmides do Egito”, vai ruir nas Cidades.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

16:22 \ Congresso

Comunistas mudam

De saída

Quando o Congresso retornar ao trabalho, na próxima semana, Osmar Júnior irá passar o cargo de líder do PCdoB para o próximo colega escolhido pela bancada. O nome mais cotado para assumir a liderança dos comunistas na Câmara é o da deputada Luciana Santos.

Júnior se despede do comando da bancada depois de um ano conturbado, marcado pela passagem do furacão Orlando Silva no Esporte, mas faz um balanço positivo do seu mandato:

– Foi um ano marcado pelos ataques na área ética do governo e nós tivemos a nossa parte.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

6:03 \ Brasil

No supermercado

Orlando: compras no supermercado com a camisa do Flamengo

O fim de ano reservou uma cena inusitada para os frequentadores do supermercado Pão de Açúcar, em Brasília. No finalzinho da tarde do dia 24 de dezembro, eis que Orlando Silva adentrou o ambiente com trajes que até então a capital não estava acostumada a ver na sua época de ministro dos Esportes: bermuda e camisa 10 do Flamengo com o próprio nome impresso nas costas.

Bem à vontade, Orlando não demorou nas compras. Acabou irritando boa parte do supemercado quando ignorou as filas abarrotadas e se dirigiu ao caixa preferencial. Ninguém reclamou, mas um bocado de gente saiu das compras de Natal bem irritada.

(Atualização às 13h17: Orlando Silva entrou em contato com a coluna e informou que a camisa que vestia não era do Flamengo, e sim do Vitória. Orlando também afirma que que o caixa da loja era preferencial para quem comprou até dez itens, o que era o seu caso.)

Por Lauro Jardim

sábado, 12 de novembro de 2011

0:32 \ Governo

Estilo chorão

Aos prantos - Carvalho: acesso de choro em meio a conversa decisiva

A conversa definitiva que Gilberto Carvalho teve com Orlando Silva para selar sua demissão, na manhã de 26 de outubro, foi marcada por muitas lágrimas — todas elas, vertidas por Carvalho.

Em seu gabinete, estavam também Renato Rabelo, presidente do PCdoB, e os líderes no Senado e na Câmara, Inácio Arruda e Osmar Júnior. Lá pelas tantas, depois de dizer que a onda de revelações que VEJA, secundada por alguns jornais, divulgava constrangia o governo e que seria razoável se Orlando pensasse em se demitir — um jeito sutil de dizer “rua” — Carvalho caiu num choro copioso.

Os comunistas entenderam o recado de Carvalho. Mas não o pranto. Uns acharam que eram lágrimas de crocodilo. Outros que era “o choro de Judas”.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

13:23 \ Governo

Parábolas de Aldo

A propósito do Esporte, quem se arrisca a perguntar a Aldo Rebelo sobre as primeiras impressões da pasta que herdou de Orlando Silva recebe de volta uma resposta que é quase uma parábola:

– Estou tomando pé das coisas, tô na beira do rio, vendo onde que não afunda, com cuidado para não cair em buraco, pisando devagar para ver se atravesso, de olho para não deixar a correnteza me levar.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

6:03 \ Congresso

Agnelo ficou na chuva

Agnelo: perdendo apoios

Orlando Silva caiu, a crise no Esporte arrefeceu, mas o rosário de evidências contra Agnelo Queiroz não para de crescer. A situação anda tão feia para o lado de Agnelo que no Congresso é difícil encontrar parlamentar disposto a defendê-lo.

Na semana que vem, a oposição tentará aprovar convite para que Agnelo vá até a Câmara falar sobre as falcatruas que envolvem o seu nome no Esporte.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

6:31 \ Governo

Comunistas com e sem restituição

A propósito, Orlando Silva  garantiu um dinheiro a mais na sua conta bancária antes de deixar o cargo de ministro do Esporte: entrou no maior lote de restituição da história da Receita, liberada em 17 de outubro.

Aldo Rebelo, por sua vez, não teve a mesma sorte. A declaração do seu IR ainda está na base de dados da Receita – ano passado, no mesmo período do ano, ele já havia recebido o crédito do Fisco.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 1 de novembro de 2011

13:33 \ Congresso

A gravata de Orlando

Um senador governista mais atento observou certo tom de provocação na gravata usada por Orlando Silva ontem, durante a posse de Aldo Rebelo, no Planalto. Azul, com listras em verde branco e amarelo, a gravata virou símbolo da comitiva brasileira que conquistou o direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Diz o senador:

– Será que o Orlando queria mostrar que fez alguma coisa no Esporte?

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

7:23 \ Governo

Um ministro que custava caro

Orlando abusou no uso de diárias

 Durante o tempo em que esteve no comando do Esporte (de 2006 até a semana passada), Orlando Silva embolsou 147 556 reais com diárias de viagem. Em restituições, foram mais 210 332 reais. 

Para se ter uma ideia do volume de diárias pagas a Silva, o diplomata Antonio Patriota, que sempre ocupou postos de destaque no Itamaraty e atualmente é o chanceler de Dilma Rousseff recebeu, no mesmo período, em diárias 29 782 reais – o valor em restituições foi ainda menor. 

Enquanto esteve por cima no Esporte, Silva custou ao país 357 888 reais, já descontados aí o salário e demais benesses do cargo.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Orlando 2012

Orlando vem aí: te cuida, Haddad

Orlando Silva caiu, mas já faz planos. De curto prazo e para 2012.  Já no sábado, participará de um ato público em São Paulo, organizado pelo PCdoB, em solidariedade a ele.

Mas o mais surpreendente é o que tem dito a alguns interlocutores. Acha que em  poucas semanas todas as investigações em curso o absolverão. Assim, passará a pensar na eleição de 2012.

Como, na sua avaliação, o tabuleiro político de São Paulo foi mexido com o surgimento do PSD, fica aberto o espaço para uma candidatura do PCdoB à prefeitura da capital. E ele se apresentará como postulante.

Claro que pode ser apenas uma estratégia para não submergir depois de ser empurrado do governo pela enxurrada de revelações sobre o Ministério do Esporte. Mas esses serão os próximos passos de Orlando.

Por Lauro Jardim
16:04 \ Partidos

O problema só começou

A escolha de Aldo Rebelo para substituir Orlando Silva está longe de acabar com o clima de ressaca instalado no PCdoB. A leitura da cúpula comunista nesta manhã é de que os problemas só começaram.

No comando do Esporte, Aldo terá de compor sua equipe e fazer um pente-fino na pasta: a devassa em convênios foi uma das condições impostas por Dilma Rousseff, que manteve o Esporte sob o comando comunista, mas cobrou responsabilidade do novo ministro.

Por Lauro Jardim
15:18 \ Governo

Liturgia de despedida

Ontem, após anunciar sua demissão no Planalto, Orlando Silva retornou ao Ministério do Esporte e reuniu assessores em seu gabinete para o discurso derradeiro.

Por Lauro Jardim
14:26 \ Governo

Dirceu solidário

De José Dirceu em seu blog:

- Faço questão de expressar aqui a minha absoluta e total solidariedade ao PC do B e a Orlando Silva, titular do Ministério do Esporte até poucas horas atrás.

Por Lauro Jardim
12:03 \ Governo

Ministro sem Pan

Antes de pedir demissão, Orlando Silva cassou a autorização para que seu número 2, Waldemar Manoel Silva de Souza, acompanhe os Jogos Pan-Americanos no México até o encerramento da competição, dia 1º de novembro. Waldemar virou hoje ministro interino do Esporte.

Por Lauro Jardim
7:22 \ Governo

Lutando para ficar, Orlando enviou livro a deputados

Livro chegou tarde

Veja como Orlando Silva lançou mão de todos os instrumentos para tentar permanecer no comando do Esporte. Nesta semana, deputados foram surpreendidos em seus gabinetes com pacotes remetidos pelo Ministério do Esporte. Surpresos, examinaram o conteúdo: um livrão de 198 páginas todo colorido com o balanço das ações do Esporte entre 2003 e 2010.

Editado e impresso no ano passado, o material — com fotos de Agnelo Queiroz, Orlando e Lula — que chegou aos gabinetes dos deputados ilustra um ministério dos sonhos, com programas dos sonhos. O polêmico Segundo Tempo, por exemplo, foi definido como o “maior programa de esporte educacional do mundo”, conduzido com mãos de ferro para evitar corrupção. Sobre as relações com ONGs, registra o texto:

– Ao analisar os pedidos de convênios, a coordenação nacional do Segundo Tempo busca informações sobre histórico e procedência das ONGs.

Por Lauro Jardim
6:02 \ Congresso

Inácio Arruda, o blindador de Orlando

Senador não apresentou relatório na CPI das ONGs

Inácio Arruda, senador pelo PCdoB cearense, foi relator da CPI das ONGs sem sequer ter apresentado no relatório dos trabalhos. Blindou tanto quanto pode o programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. Na crise que envolve diretamente a cabeça do colega Orlando Silva, tem feito de tudo para desqualificar o PM-bomba João Dias.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

18:48 \ Brasil

Interino, não

A possibilidade de um interino assumir o comando do Esporte representa o pior dos mundos para o PCdoB. Diz um integrante da cúpula comunista:

– Para nós, colocar um interino no Esporte é pior do que deixar o Orlando onde estava.

Por Lauro Jardim
17:59 \ Governo

As últimas do Orlando

Orlando Silva almoçou com a mãe, que aniversaria hoje. E, até agora,diz aos mais próximos que não foi chamado para conversar com Dilma Rousseff. Mas será já já.

Por Lauro Jardim
16:52 \ Governo

Nem a Albânia defendeu Orlando

No meio dessa confusão toda com Orlando Silva (cada vez mais Rolando Silva…), Michel Temer recebeu em seu gabinete o chanceler da Albânia, Edmond Haxhinastro. Como se sabe, o PCdoB foi ardoroso defensor regime ditador comunista Enver Hoxha.  Mas Haxhinastro passou batido pelas encrencas de Orlando Silva.

Por Lauro Jardim
14:29 \ Brasil

No universo paralelo de Orlando

Depois de sair do Planalto, Orlando Silva voltou ao Ministério do Esporte e trancou-se no gabinete. Aos servidores do ministério, mandou avisar que o dia será de despachos e que sua queda anunciada não passa de especulação.

Por Lauro Jardim
12:52 \ Congresso

Orlando com bacalhau

A bancada do PCdoB está reunida neste momento na liderança do partido na Câmara. O tradicional almoço das quartas-feiras tem no cardápio camarão, bacalhau e o enterro de Orlando Silva. Aldo Rebelo chegou há pouco, sério, e recusando o rótulo de ministro.

Por Lauro Jardim
12:50 \ Congresso

Oposição em festa

Se o tempo anda fechado na liderança do PCdoB, no gabinete de ACM Neto a festa já começou. A leitura é de que ninguém capitalizou tanto o calvário de Orlando Silva quanto ACM, exibido em rede nacional no Jornal Nacional desancando Silva ontem na discussão da Lei Geral da Copa.

Por Lauro Jardim
12:02 \ Congresso

O poder de Orlando no STF

Talvez por duvidar da inteligência alheia, uma ala do PCdoB tem difundido no Congresso, desde ontem, argumento segundo o qual a ministra Cármen Lúcia só teria aberto inquérito no STF para investigar Orlando Silva porque o próprio teria pedido a investigação.

Por Lauro Jardim
11:25 \ Governo

Bye, bye, Orlando

Orlando Silva: "cabra marcado para morrer"

Orlando Silva esteve hoje com Gilberto Carvalho no Palácio do Planalto e ouviu do secretário-geral da Presidência que o seu tempo como ministro acabou.  Agora, sua queda é uma questão de tempo.  Dilma ainda tem que encontrar o substituto, que será um comunista.

Nas palavras de um assessor de Dilma instalado no Palácio do Planalto, Orlando Silva é “um cabra marcado para morrer”.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 25 de outubro de 2011

19:09 \ Congresso

Na rota do iceberg

A decisão do STF abriu hoje mais um buraco no barco de Orlando Silva. Um interlocutor palaciano conta que a boa vontade de Dilma Rousseff ao ouvir falar de Silva nesta tarde era quase imperceptível.

Por Lauro Jardim
19:06 \ Congresso

Orlando sereno

De Orlando Silva, ao encerrar audiência na Câmara, sobre sua condição no Ministério do Esporte:

– Tenho a serenidade dos justos.

Por Lauro Jardim
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados