Blogs e Colunistas

terça-feira, 12 de maio de 2015

8:19 \ Brasil

PMDB e a Universal

Crivella

Crivella é pré-candidato pelo PRB

Candidato à sucessão de Eduardo Paes, Pedro Paulo Carvalho está se esforçando para resolver pendências da prefeitura do Rio de Janeiro com a igreja Universal.

Até hoje, algumas questões envolvendo a regularização do terreno do grande templo de Edir Macedo na Zona Norte da cidade estão em aberto.

O PMDB adoraria ver Marcelo Crivella fora da disputa de 2016, mas na semana passada o sobrinho de Macedo foi anunciado pelo PRB como pré-candidato a prefeito.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 11 de maio de 2015

13:38 \ Brasil

Pezão incomodado

Pezão: incomodado com a base

Pezão: incomodado com a base

A disputa pelo governo do Rio de Janeiro acabou, mas a mágoa de Luiz Fernando Pezão com Marcelo Crivella e Lindbergh Farias continua. Pezão já disse a vários interlocutores que está muito incomodado com as dezenove ações dos dois adversários que tramitam na Justiça Eleitoral pedindo a cassação do seu mandato.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 23 de abril de 2015

13:27 \ Brasil

Lá e cá

Crivella: de olho na prefeitura do Rio

Só se o PDT apoiar Russomano

A negociação para levar Marcelo Crivella para o PDT com o consentimento da igreja Universal engloba o apoio do partido à eleição de Celso Russomano para prefeito de São Paulo em 2016.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 9 de abril de 2015

7:39 \ Brasil

Mudanças na Transpetro

Rubens Teixeira

Equipe de Teixeira fora da Transpetro

Fernando Kamache, o novo diretor financeiro da Transpetro, está varrendo os quadros do seu antecessor, o pastor Rubens Teixeira – indicado por Marcelo Crivella. Desde o fim de março, já mandou embora 25 pessoas do setor. E vêm mais demissões por aí.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 2 de abril de 2015

9:26 \ Brasil

Os voos de Crivella

Crivella: de olho na prefeitura do Rio

Crivella: de olho na prefeitura do Rio

Carlos Lupi levará à reunião do PDT do dia 13 de abril a possibilidade de filiação de Marcelo Crivella. Embora pareça inimaginável a saída do senador do partido da igreja Universal, tudo está sendo conversado neste momento com a anuência de Edir Macedo. Ou seja, se Crivella sair do PRB, não será obviamente brigado com o tio.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 18 de março de 2015

13:33 \ Partidos

Ajuda para nascer

Crivella: de olho na prefeitura do Rio

PAT apoiou Crivella em 2014

Em formação desde o ano passado, o Partido Alternativo dos Trabalhadores (PAT) foi pedir ajuda do PRB para coletar assinaturas e formar diretórios estaduais pelo país. Seus líderes chegaram a declarar apoio a Marcelo Crivella na disputa pelo governo do Rio de Janeiro.

Ou seja, neste momento no país estão nascendo mais dezenas de novas siglas. Por exemplo: Rede, Partido Liberal, Partido Muda Brasil, Piratas, Partido Novo, Partido Militar Brasileiro, Partido da Mulher Brasileira, Partido da Defesa Social.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 16 de março de 2015

20:35 \ Brasil

Record e Crivella

Disputa pegou fogo em 2014

Disputa pegou fogo em 2014

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro acaba de cassar o registro da candidatura de Marcelo Crivella ao governo do Rio de Janeiro. A decisão não tem nenhum efeito imediato – só teria se Luiz Fernando Pezão fosse cassado e, então, Crivella não poderia assumir. O senador não foi tornado inelegível, portanto.

A Justiça Eleitoral considerou indevida a atuação da Record durante a campanha. Nos programas evangélicos da igreja Universal, os pastores faziam o sinal com o número dez – justamente o utilizado pelo PRB. A CNT também apresentou programas semelhantes.

Durante a campanha, a Record  também levou ao ar várias reportagens negativas contra Pezão e o PMDB.

Por Lauro Jardim
18:24 \ Brasil

Diálogo reaberto

O candidato de Eduardo Paes

Pedro Paulo quer Crivella fora da disputa em 2016

Depois da dura campanha de 2014 no Rio de Janeiro, o PMDB fluminense está tentando voltar a abrir canal com a Igreja Universal via Eduardo Paes. Pedro Paulo Carvalho, o preferido de Paes para a sua sucessão, quer tentar tirar Marcelo Crivella da disputa em 2016. Para isso, começou a conversar com Marcos Pereira, presidente do PRB.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 9 de março de 2015

18:49 \ Congresso

“Mulher de joelhos é invencível”

Como assim?

Como assim?

Ainda não se sabe ao certo o que Marcelo Crivella quis dizer ao (tentar) homenagear as mulheres numa postagem hoje no Facebook. O fato é que pegou mal para o ex-bispo. A frase é ambígua o suficiente para irritar parte das homenageadas.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

9:23 \ Brasil

Crivella 2016

Crivella: de olho na prefeitura do Rio

Crivella: de olho na prefeitura do Rio

Marcelo Crivella já planeja disputar a prefeitura do Rio de Janeiro em 2016.

Abraçou a pauta municipal e, entre uma conversa e outra, solta críticas ácidas para o lado de Eduardo Paes. Sua principal crítica tem sido ao aumento dos ônibus.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

14:33 \ Brasil

Sem paz

crivella e pezão

Efeitos da agressividade no segundo turno

O ano chega ao fim e não houve qualquer reaproximação de peemedebistas e a Igreja Universal, responsáveis por uma das campanhas eleitorais mais agressivas dos últimos tempos no Rio de Janeiro (Luiz Fernando Pezão versus Marcelo Crivella). Pelo contrário: dos dois lados, o clima ainda é de rancor e vontade de vingança.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

14:22 \ Congresso

Fora da toca

Quem canta, seus males...

Quem canta, seus males…

A primeira aparição pública de Marcelo Crivella após a derrota eleitoral será na quinta-feira, em São João de Meriti, na Via Show, uma das maiores casas de espetáculos do Rio.

Vai fazer um show pelos 25 anos de carreira e, de quebra, lançar um disco duplo.

Por Lauro Jardim
14:21 \ Governo

Conversa sobre ministério

Conversa sobre ministério

Crivella quer mais destaque

A propósito, Marcelo Crivella tem uma conversa marcada esta semana com Dilma Rousseff para falarem sobre o apoio do PRB no segundo mandato.

Ele quer voltar para o ministério, mas, de preferência, para uma posição de mais destaque. Seu argumento é forte: a bancada do partido dobrou na Câmara e chegou a 21 nomes.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

13:36 \ Brasil

Cargo blindado

Teixeira: firme e forte

Teixeira: firme e forte

As indicações políticas na Transpetro balançam, mas o diretor financeiro da empresa indicado pelo senador Marcelo Crivella (PRB) segue firme e forte. O pastor Rubens Teixeira continua intocável no cargo para o segundo governo Dilma Rousseff.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Sucesso de acessos

Crivella e Pezão: disputa na Justiça

Crivella e Pezão: disputa na Justiça

A página contra Marcelo Crivella que Luiz Fernando Pezão anunciou no debate da Globo foi um sucesso de acessos. Ontem mesmo, mais de 22 000 pessoas acessaram o site que traz denúncias contra o senador. Hoje, o número chegou a 48 000 acessos de 15 países.

A campanha de Crivella anunciou ontem mesmo na Globo que entrará na Justiça Eleitoral contra Pezão.

(Atualização às 20h29: Crivella tentou, mas até agora não conseguiu tirar do ar o site)

Por Lauro Jardim

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Sem censura

Crivella e Pezão: disputa na Justiça

Crivella e Pezão: disputa na Justiça

Marcelo Crivella perdeu todos os direitos de resposta contra Luiz Fernando Pezão por atacar a Igreja Universal em seu programa de TV. Ontem, já havia perdido uma tentativa de censurar uma reportagem de VEJA sobre o seu filho (Leia mais aqui).

Pezão também está tentando obter direito de resposta no programa de Crivella por ataques referentes a processos a que o peemedebista responde. Crivella, a propósito, está com várias inserções batendo firme em Sérgio Cabral.

Ou seja, no Rio de Janeiro acontece o contrário da eleição presidencial em que o TSE eliminou a possibilidade de ataques entre Dilma Rousseff e Aécio Neves no horário eleitoral.

Por Lauro Jardim

Silas Malafaia vira alvo

Silas Malafaia apareceu sábado no programa de TV de Luiz Fernando Pezão descendo a borduna na igreja Universal (veja a primeira parte do vídeo acima).

Seus adversários, no entanto, já começaram a explorar a contradição do pastor na TV (Veja a partir de 1 minuto e 10 segundos).

Em 2010, Malafaia pediu votos para Crivella na TV chamando-o de “pastor abençoado”. Um ano antes, mais elogios no programa de Raul Gil na Record. “Meu amigo. Admiro você (…) pelo espírito conciliador”.

Assim como em 2012, Malafaia recebeu Crivella em seu programa de TV no maior clima de camaradagem (Veja o vídeo abaixo).

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Censura em pauta

Crivella: tentativa de censura

Crivella: tentativa de censura

Marcelo Crivella entrou com uma ação na Justiça eleitoral para retirar do ar uma reportagem publicada no sábado por VEJA em que o site da revista revelou que seu filho foi favorecido pela atuação do pai como ministro da Pesca (Leia a reportagem aqui). O TRE negou hoje conceder uma liminar que censuraria a reportagem.

Não é a primeira vez nesta campanha que Crivella quer impedir a divulgação de dados não-favoráveis à sua campanha. No início do segundo turno, o senador tentou – e, depois, voltou atrás – proibir a divulgação de pesquisas eleitorais.

Por Lauro Jardim

Tracking que incomoda

pezão

Pezão: pé atrás com as pesquisas

Mesmo com uma vantagem de até dois dígitos nas pesquisas Ibope e Datafolha, a campanha de Luiz Fernando Pezão não consegue se tranqüilizar na disputa com Marcelo Crivella.

Culpa do tracking de Pezão que continua detectando um empate técnico no segundo turno do Rio de Janeiro. Como as pesquisas erraram feio no início do mês, o clima de tensão na campanha vai até o próximo domingo.

(Atualização às 15h37: a campanha de Pezão entrou em contato para dizer que o tracking está com uma diferença de 16 pontos percentuais a favor do peemedebista. O Radar afirma, contudo, que o empate no tracking até a semana passada foi primordial para a definição de estratégia de ataque a Edir Macedo)

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Entre dois adversários

Aliada em comum

Crivella e Pezão: Dilma em comum

A propósito, Dilma Rousseff cancelou a agenda que tinha amanhã no Rio de Janeiro, sob a alegação que precisa descansar. Transferiu-a para quarta-feira, quando participará de atos dos adversários Pezão e Marcelo Crivella.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Melhor não ir

Record: debate cancelado

Record: debate cancelado

As campanhas de Luiz Fernando Pezão e Marcelo Crivella estão chegando a um acordo agora à tarde para não participar do debate na Record, no domingo.

É bom para os dois lados. Pezão, líder nas pesquisas com mais de 12% de diferença dos votos, teria um embate a menos com Crivella. E a Igreja Universal também não correria o risco de ser esculhambada ao vivo na Record.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Mãos abaixo

Tempo quente

Tempo quente

Mais um capítulo da Guerra Santa entre Luiz Fernando Pezão e Marcelo Crivella no Rio de Janeiro, desta vez no TRE-RJ.

A campanha de Pezão entrou com uma ação contra a Record e a CNT, que transmitem os cultos-comício da Igreja Universal de Edir Macedo e Crivella.

A juíza Daniela Barbosa Assumpção de Souza proibiu as duas emissoras de veicular qualquer manifestação de apoio a Crivella e notificou também a Igreja Universal.

Os pastores não poderão tocar no nome de Crivella nos cultos e em páginas oficiais e estão proibidos até de promover apoios “subliminares”, como os gestos com as duas mãos espalmadas que aludem ao número dez de Crivella.

A multa a quem desobedecer a decisão do TRE-RJ é de 500 000 reais por dia.

Por Lauro Jardim

Guerra Santa no Rio 2

Record: debate em risco

Record: debate em risco

A campanha de Marcelo Crivella pediu ontem o cancelamento do debate na Record no próximo domingo. Luiz Fernando Pezão – que dia sim, dia não, desce a borduna em Edir Macedo – por enquanto continua querendo comparecer.

Depois de Anthony Garotinho acusar a Globo de sonegar impostos ao vivo no primeiro turno, será que Pezão no segundo turno atacará a Universal e a Record dentro da própria emissora?

A propósito, em busca de reduzir a rejeição da Universal, Crivella está tentando marcar um encontro com centros espíritas. Vale tudo na reta final para conseguir mais votos.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Telemarketing contra Macedo

Crivella: agora virou ameaça

Crivella: alvo de ação de telemarketing

A ação para dizimar a popularidade de Marcelo Crivella não se limitou ao programa de TV de Luiz Fernando Pezão – um telemarketing agressivo começou a ser adotado no Rio de Janeiro desde o fim de semana.

A pergunta feita é: “você sabia que o Crivella é sobrinho do Edir Macedo? Se sim, digite um. Se não, digite dois. E você sabia que o Edir Macedo comanda a igreja Universal? Se não, digite dois”.

Pesquisas qualitativas da campanha de Pezão revelam que boa parte do eleitorado esqueceu o parentesco de Crivella e Macedo. E, o chefe da Universal, ainda é muito rejeitado no Rio, estado onde, aliás, Macedo iniciou sua jornada.

Por Lauro Jardim

Aliado escondido

Palavra de consolos

Malafaia não gostou do programa de Pezão

Silas Malafaia, que o PMDB dava como certo no apoio a Pezão no segundo turno, ficou revoltado com a campanha feita contra a igreja Universal. Mandou na lata para quem quisesse ouvir que “o marqueteiro do Pezão é um idiota”. Hoje, o programa de Pezão começou a mostrar pastores na TV como Abner Ferreira – Valdemiro Santiago também gravou.

Ontem, a campanha de Pezão exibiu um vídeo em que Crivella trata de oferta de fiéis e um diálogo com seu tio Macedo. O curioso é que a campanha de Pezão escondeu a cara do pastor Abner Ferreira, que participa do culto com Crivella. Abner faz parte da Assembleia de Deus e apoia Pezão desde o primeiro turno.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Feitiço contra o feiticeiro

Crivella: agora virou ameaça

Crivella: agora virou ameaça

O tom bélico de Marcelo Crivella contra Luiz Fernando Pezão na reta final da campanha fluminense surpreendeu os peemedebistas que tanto trabalharam pela sua candidatura ao governo do Rio de Janeiro.

Em fevereiro, Sérgio Cabral e Jorge Picciani haviam garantido apoio a Crivella caso Luiz Fernando Pezão não fosse para o segundo turno (Leia mais aqui e aqui). Naquela ocasião, verdade seja dita, poucos acreditavam na vitória de Pezão. Agora, os ventos tomaram outro rumo e Crivella ameaça a hegemonia do PMDB.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Coligação anti-Pezão

Fechando apoios

Fechando apoios

Marcelo Crivella agora corre atrás de quem ficou para trás. Parte do PT do Rio de Janeiro e Anthony Garotinho estão a um passo de aderir ao palanque anti-Pezão.

Hoje, Crivella almoçou com Washington Quaquá, presidente do diretório petista fluminense, no Centro do Rio. O acordo está praticamente fechado, apesar de uma considerável parcela do PT do Rio preferir Luiz Fernando Pezão.

E Anthony Garotinho? Crivella está arrumando a agenda para ir a Campos amanhã e voltar à capital com a palavra de apoio de Garotinho.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Ibope no Rio

Pezão: subindo nas pesquisas

Pezão: subindo nas pesquisas

O Ibope divulga logo mais uma nova pesquisa de intenção de votos para o governo do Rio de Janeiro. Por ela, todos os candidatos oscilaram dentro da margem de erro – Luiz Fernando Pezão para cima e Anthony Garotinho e Marcelo Crivella para baixo.

Aos números: Pezão aparecerá com 31% das intenções de votos (tinha 29% na semana passada); Garotinho, com 24% (tinha 26%), Crivella, 16% (tinha 17%). Já Lindberg Farias oscilou de 8% para 9%.

Na simulação do segundo turno, Pezão ampliou a vantagem para Garotinho. Antes era de 43% a 33%. Agora de 46% a 31%.

Por Lauro Jardim

Crivella confiante

Crivella: acordo com o PMDB?

Crivella: vai passar Garotinho?

De Marcelo Crivella sobre as eleições para o governo do Rio de Janeiro:

- Não tem possibilidade de eu ter menos de 20% dos votos.

Hoje, segundo o Ibope e o Datafolha, o senador tem 17% das intenções de voto. Se realmente alcançar o patamar que promete, Crivella e Anthony Garotinho podem ter uma briga acirrada pelo segundo lugar na reta final.

Os trackings de todas as campanhas estão detectando uma queda de Garotinho na reta final.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Garotinho, não

Crivella: acordo com o PMDB?

Crivella: acordo com o PMDB?

Marcelo Crivella vai ficar neutro ou apoiar Luiz Fernando Pezão caso fique fora do segundo turno na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. Apoiar Anthony Garotinho, jamais, garante a cúpula do PRB.

Por Lauro Jardim
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados