Blogs e Colunistas

quinta-feira, 15 de março de 2012

16:01 \ Congresso

Cobras e lagartos

Luciano Castro: limpeza étnica

Quem conversou com Alfredo Nascimento entre ontem e hoje ouviu frases impublicáveis sobre Dilma Rousseff, Ideli Salvatti e Paulo Sérgio Passos. Nascimento ficou ainda mais amargo depois que Passos demitiu recentemente uma consultora jurídica dos Transportes, a última sobrevivente de sua gestão. Diz Luciano Castro:

- O Paulo Sérgio fez uma limpeza étnica no ministério.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

17:28 \ Congresso

O vaccarezzinha

Vaccarezzinha e Vaccarezza

Enquanto Cândido Vaccarezza desfruta as férias longe do Congresso, quem aproveita para viver dias de comandante da base governista na Câmara é Luciano Castro. Feliz da vida em ter mobilizado os colegas para defender Fernando Bezerra no Senado, Castro se diverte:

– Sou o Vaccarezzinha. Só que mais magro e mais arrumado.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

10:21 \ Congresso

No escuro

"Ninguém sabe nada"

Enquanto Cândido Vaccarezza tira o estresse nos EUA, Luciano Castro curte seus dias de líder do governo na Câmara, ainda que o Congresso esteja em recesso até fevereiro. Sobre possíveis mudanças nos ministérios em janeiro, Castro admite:

– Ninguém sabe nada. Está todo mundo no escuro aguardando.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

19:32 \ Congresso

Convite seletivo

Alimentando o sonho de virar ministro dos Transportes na reforma ministerial, Luciano Castro deu um jantar para líderes da Câmara, ontem. Ao telefonar na liderança do PMDB para convidar Henrique Eduardo Alves, fez apenas um pedido:

– Não traga o Eduardo Cunha nem o Marcelo Castro.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

18:00 \ Congresso

Tema tabu

Ideli Salvatti não falou em nenhum momento com Lincoln Portela e Luciano Castro sobre o cronograma de liberação de emendas parlamentares (Leia mais em Ideli quer reatar).

Por Lauro Jardim
12:58 \ Congresso

Ideli quer reatar

Para o governo, a saída do PR da base aliada foi apenas uma briga de namorados. Tanto que Ideli Salvatti chamou Lincoln Portela e Luciano Castro no Planalto nesta manhã para dizer-lhes que o governo quer reatar. Portela disse que o gesto de Ideli foi “muito importante para o partido” e que o possível retorno deve ser discutido com o coletivo na próxima semana.

Seria essa uma boa notícia para Magno Malta (leia mais em Magno Malta não gostou)? Portela:
 
- Pois é. Tenho que contar para o Magno.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

8:32 \ Congresso

PR “independente”

O presidente do PR, Alfredo Nascimento, disse ontem de manhã a Luciano Castro que fará na próxima semana um discurso para anunciar a independência do partido em relação ao governo Dilma. Castro, que, além de ex-líder do PR é vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, avisou Cândido Vaccarezza., o líder do governo. Não se sabe se o governo vai agir a tempo para debelar a ameaça de defecção na base aliada. Até por que independência de fato só se entregar os cargos que têm no governo…

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

19:23 \ Congresso

PR unido, indignado e jantando

Luciano Castro, vice-líder do PR na Câmara, promoverá um jantar amanhã em Brasília para afinar o discurso das bancadas de deputados e senadores do partido após a crise no Ministério dos Transportes. Servirá também para a parte indignada do PR reclamar da falta de rigor do Planalto diante das denúncias no Ministério da Agricultura. Terapia de grupo, nada mais.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 30 de junho de 2011

8:29 \ Congresso

Repatriação de ativos em debate

Um projeto que cria incentivos para a repatriação de ativos depositados no exterior estava pronto para ser votado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, mas um pedido de retirada de pauta apresentado por Ricardo Berzoini adiou o debate.

Redigida por Luciano Castro e relatada por Arnaldo Faria de Sá, a proposta daria anistia e cobraria apenas 10% de Imposto de Renda a quem trouxesse de volta ao Brasil bens ou valores enviados para fora do país por debaixo do pano. Os benefícios não valeriam para condenados por tráfico de pessoas, órgãos ou drogas, contrabando de armas, pornografia infantil, terrorismo, sequestro, crimes contra a administração pública ou contra as normas de defesa da concorrência.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

8:24 \ Partidos

Não sobrou um

O Ministério Público Eleitoral em Roraima entrou com 42 ações que podem resultar até em cassação dos mandatos de quem se elegeu em outubro. Na lista, estão o governador José de Anchieta Junior, do PSDB, o eterno líder e reeleito para o Senado Romero Jucá e sua ex-mulher e eleita deputada federal, Teresa (ambos pelo PMDB), e um dos vice-líderes do governo na Câmara Luciano Castro (PR).

(Atualização às 16h22: Luciano Castro entrou em contato com a coluna para rebater o MP, que pede sua cassação por ele ter, entre outras coisas, gasto em espécie 473 000 reais com o pagamento de apoiadores e locação de carros nas eleições. Castro disse que suas contas de campanha foram aprovadas por unanimidade pelo TRE de Roraima. E que era impossível pagar os fornecedores e trabalhadores sem ser por dinheiro vivo porque, diz, os bancos estavam em greve)

Por Lauro Jardim

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados