Blogs e Colunistas

sábado, 18 de outubro de 2014

9:32 \ Futebol

O generoso

Marin: um homem inegavelmente generoso

Marin: um homem inegavelmente generoso

José Maria Marin pode ser acusado de tudo, menos de não ser um cartola generoso.

O presidente da CBF acaba de decidir que os presidentes das 27 federações estaduais de futebol ganharão uma espécie de salário de 15 000 reais mensais. A troco de quê, não se sabe. As federações já recebem da CBF 100 000 reais, cada uma, a título de ajuda de custo.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

16:38 \ Futebol

Otávio e a CBF

otavio leite

Leite: convidado pela CBF

Otávio Leite, relator do projeto de lei que reestrutura o futebol brasileiro, foi convidado para um almoço na CBF – entidade que chegou a propor taxar com um imposto novo. O tucano rejeitou a ideia de aproximação com Marco Polo Del Nero e José Maria Marin.

Por Lauro Jardim

sábado, 12 de julho de 2014

7:09 \ Governo

Alta temperatura

Dilma: um momento difícil da ex-pedetista com o responsável por sua eleição

Dilma: irritação com Franklin

Fechou o tempo entre Dilma Rousseff e Franklin Martins no início da noite de anteontem. O motivo foi a publicação no Muda Mais, o site de campanha coordenado por Franklin, de um feroz ataque à CBF e a José Maria Marin.

Irritada, Dilma ligou para Franklin e exigiu a retirada do post do ar. Ele não queria cumprir a ordem. Discutiram. Franklin ainda não absorveu o golpe, reclamou pesadamente com Rui Falcão. Os ânimos continuavam exaltados até a tarde de  ontem.

(Atualização, às 17h56. O ministro Thomas Traumann enviou o seguinte esclarecimento: “Não é verdade que a presidenta Dilma Rousseff tenha conversado com o ex-ministro Franklin Martins sobre conteúdos do site Muda Mais”. O Radar mantém a informação de que houve um estresse na relação entre Dilma e Franklin Martins. Até Lula foi informado do desconforto de Dilma na quinta-feira.  Entre quinta-feira e sexta-feira houve duas reuniões no Palácio do Planalto que trataram do tema. Nelas, estavam presentes, entre outros, Giles Azevedo, Rui Falcão, Aloizio Mercadante, Edinho Silva.)

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 8 de maio de 2014

12:35 \ Futebol

Não, obrigado

Marco Polo: cargo oferecido para Rubinho

Marco Polo: cargo oferecido para Rubinho

José Maria Marin e Marco Polo Del Nero tentaram dar um cargo para Rubens Lopes, o presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro que chegou a almejar uma oposição à dupla na eleição da CBF.

Rubinho, como é popularmente conhecido, não topou a função de chanceler do Rio de Janeiro durante a Copa do Mundo. O cargo, que não quer dizer nada, era mais uma das tentativas de afago de Marin e Marco Polo ao antigo opositor.

Ontem, Rubinho sentou ao lado de Felipão e Carlos Alberto Parreira durante a convocação da seleção.

(Atualização às 21h07: ao contrário do que o Radar informou, Rubinho aceitou o convite para ser o chanceler do COL para o Rio de Janeiro.)

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 24 de abril de 2014

16:02 \ Futebol

Teixeira bem informado

ricardo teixeira

Sabendo de tudo

Não adianta, Ricardo Teixeira não desapega da CBF de jeito nenhum. Um dia antes da eleição de Marco Polo Del Nero para a presidência da entidade, fez questão de saber os detalhes da disputa na sua casa no Rio de Janeiro. Os convidados? O próprio Marco Polo e José Maria Marin.

Por Lauro Jardim

domingo, 9 de março de 2014

7:41 \ Futebol

Toma lá, dá cá

marin e del nero

Del Nero: candidato único à CBF

Há duas semanas, Francisco Novelleto, até então o principal nome da oposição à presidência da CBF, levou ao comando da entidade uma proposta para retirar sua candidatura.

Queria que as 27 federações recebessem por ano 81 milhões de reais para investir nas categorias de base. Hoje, o repasse é de cerca de 20 milhões de reais.

Lá, Novelleto deixou o compromisso de não disputar a sucessão de José Maria Marin. Marco Polo Del Nero será candidato único.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

18:58 \ Futebol

Ao lado de Blatter

Blatter e Dilma: encontro marcado

Blatter e Dilma: encontro marcado

Dilma Rousseff confirmou presença no sorteio da Copa e no jantar que será dado às autoridades na noite de quinta-feira.

Depois do discurso, está reservado um assento ao lado de Joseph Blatter. A dúvida é se José Maria Marin também estará próximo de Dilma como no sorteio da Copa das Confederações, quando se falaram protocolarmente.

O sorteio das Eliminatórias em 2011, no Rio de Janeiro, o clima de ‘guerra fria’ foi ainda maior. Na ocasião, o presidente da CBF era Ricardo Teixeira.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

9:33 \ Futebol

Advogado da série B

Marin: escritórios perdendo clientes

A CBF está fazendo a alegria dos clubes pequenos brasileiros e provocando revolta em diversos escritórios de advocacia.

Desde abril, José Maria Marin está cedendo de graça para os times das séries B, C e D – com exceção do Palmeiras – os serviços do advogado Osvaldo Sestario para atuar em causas na Justiça Desportiva.

A medida ajuda os clubes, mas tira mercado de advogados que durante anos trabalham na área.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 20 de agosto de 2013

17:32 \ Futebol

Para enquadrar Mantega

Vicente: em busca de Lula para enquadrar Dilma

Em uma reunião terminada agora há pouco na sede da CBF, o deputado federal Vicente Cândido (PT/SP) surpreendeu os presentes ao falar sobre o projeto de lei que anistia as dívidas dos principais clubes do país. Na sala, os maiores mandachuvas  do futebol brasileiro – de José Maria Marin a Marcelo Campos Pinto, da Globo, passando por representantes dos clubes da Série A.

Cândido disse a todos, em alto e bom som, que esteve com Dilma para reclamar de Guido Mantega, o maior opositor ao projeto no governo. E que ouviu o seguinte da presidente:

- Procura o Lula para enquadrar o Mantega.

O constrangimento foi geral na sala. Como assim? Quer dizer que Dilma precisa de Lula para enquadrar um ministro do seu próprio governo?

(Atualização, às 19h31:  Thomas Traumann, porta-voz da Presidência, entrou em contato para afirmar que “a presidente nunca conversou sobre esse assunto com esse senhor”)

(Atualização às 15h45: Vicente Cândido entrou em contato e informou que nunca recebeu a orientação de Dilma. O Radar mantém a informação de que o deputado falou a frase na reunião.)

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

9:34 \ Futebol

Ferj e Marin

Marin: encontro com Rubinho

O presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, esteve na semana passada com José Maria Marin para pedir por um Campeonato Carioca do mesmo tamanho no ano que vem.

Por causa da Copa, a CBF quer que os estaduais em 2014 tenham 21 datas – atualmente são 23. A Ferj, de forma alguma, quer reduzir o número de clubes no campeonato.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 6 de agosto de 2013

10:54 \ Futebol

Bebeto e Marin: farpas

Marin: nada satisfeito com Bebeto

O staff de Bebeto considera que José Maria Marin quer trocá-lo por Marcos ou Cafu no Comitê Organizador Local da Copa 2014.

A relação entre os dois está estremecida desde a Copa das Confederações, quando a saída de Bebeto do COL chegou a ser especulada. Pelo menos por enquanto, nem Marin quer o ônus de tirar Bebeto, nem o ex-jogador está disposto a pedir o boné.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 1 de julho de 2013

11:29 \ Futebol

Marin, quem diria, riu no final

Marin: campeão

No Brasil dos sonhos dos governos municipais, estaduais e federal, hoje o país amanheceria agradecido a eles por ter proporcionado uma Copa das Confederações inesquecível, com um torneio de estádios de ponta e uma seleção nota dez.

A ironia é que o país acordou hoje com um único homem de poder em situação melhor do que a que ostentava antes da Copa – José Maria Marin.

Sim, Marin ainda é vaiado em qualquer estádio em que sua imagem apareça (como o foi ontem no Maracanã), ainda é um dirigente com uma reputação abaixo da crítica.

Mas Marin acabou o mês de junho muito melhor do que entrou  por pelo menos dois motivos: foi o responsável pela mudança de técnico que, afinal, resultou, muito bem sucedida. E agora não precisa mais mendigar uma audiência (ou o apoio) de Dilma Rousseff. Ao contrário.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 13 de junho de 2013

17:38 \ Brasil

Agnelo, Blatter, Marin e Valcke

Turma da pesada

Agnelo Queiroz teve mais uma sacada de marketing brilhante (Leia mais em: A alma do negócio): no momento em que Lula, Dilma Rousseff e até Ronaldo Fenômeno andam fugindo de José Maria Marin, Agnelo resolveu homenageá-lo, em Brasília (Saiba mais em Drible em Dilma, Sorrisos amarelos e Lula não retornou).

Amanhã, além de Marin, o governo do Distrito Federal vai entregar uma condecoração a Joseph Blatter e a Jérôme Valcke, aquele que em dado momento afirmou que o Brasil precisava de “um chute no traseiro” para agilizar as obras da Copa de 2014.

O braço-direito de Marin, Marco Polo Del Nero, também receberá a medalha de Agnelo. O que um governador com popularidade baixa não faz para aparecer na foto…

Por Lauro Jardim

sábado, 11 de maio de 2013

6:29 \ Futebol

Cartão vermelho

Nem Lula, que se importa menos do que Dilma com quem anda, quis a companhia de Marin

Foi agitada a véspera da visita de Lula ao estádio Mané Garrincha, na quarta-feira. José Maria Marin tentou de todas as maneiras participar do ato ao lado de Lula — como Dilma Rousseff não quer conversa com ele, nada melhor do que uma foto ao lado do ex-presidente.

Marin, que tinha uma visita ao estádio agendada para às 9h, mandou dizer aos promotores do evento que iria às 11h, faria a inspeção e esperaria Lula, que chegaria às 13h30.

O presidente da CBF só não contava com o cartão vermelho que tomou: quando soube, Lula avisou ao governador Agnelo Queiroz que não queria a sua companhia.

O recado foi dado por Claudio Monteiro, braço-direito de Agnelo. Marin não se conformou. Insistiu durante horas. Mas não houve jeito. No final das contas, nem foi a Brasília.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 30 de abril de 2013

9:28 \ Futebol

Briga pelo comando

Marin: na briga pela Conmebol

Em meio à saída de Nicolás Leoz do comando da Conmebol, José Maria Marin conta com um apoio para o projeto de substitui-lo.

O Chile receberá a Copa América de 2015 graças a Marin, que abriu mão do torneio para o Brasil sediá-lo apenas em 2019.

Marin cedeu o campeonato temendo uma reação da torcida caso a seleção perca a Copa de 2014.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 22 de abril de 2013

17:29 \ Congresso

Não, obrigado

Convite recusado

José Maria Marin enviou, em poucas palavras, um retumbante não ao convite para comparecer à sessão da CPI do Tráfico de Pessoas da Câmara amanhã. Em ofício com quatros linhas, encaminhado ao colegiado, Marin justifica já ter compromisso agendado na Confederação Sulamericana de Futebol para a mesma data. Não informa se mandará representante tampouco sugere outra data.

A CPI quer ouvi-lo para esclarecer quais providências a CBF está tomando para evitar que clubes brasileiros sejam atalho para tráfico de pessoas, facilitando o aliciamento de jogadores e aspirantes a jogadores de futebol para o exterior. A Portuguesa Santista é uma das suspeitas de envolvimento em crimes desse tipo.

Mesmo sem a presença do ilustre convidado, o presidente da CPI, Arnaldo Jordy, manteve a reunião de amanhã. A tendência é que o colegiado aprove, em vez de um convite inofensivo, um requerimento de convocação para Marin não ter como correr da raia da próxima vez.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 2 de abril de 2013

10:24 \ Congresso

Sem apoio

Sem apoio

Romário que não conte com Henrique Eduardo Alves para tirar do papel a CPI da CBF. Duro na queda, o presidente da Câmara ainda não se convenceu de que Jose Maria Marin e Marco Polo Del Nero estão envolvidos em tantas falcatruas, como diz Romário.

Ao mais próximos, Henrique Alves tem dito que o o ímpeto em investigar a dupla de cartolas mais parece uma birra pessoal de Romário e que chafurdar as gavetas da confederação a poucos mais de um ano da Copa do Mundo é tudo que o governo não quer.

Por Lauro Jardim

sábado, 30 de março de 2013

7:34 \ Futebol

Dilma dribla Marin

Marin: encontro com Dilma só em solenidades da Copa e nada mais

José Maria Marin queria aproveitar a apresentação de projeto de lei do deputado Vicente Cândido (PT-SP), que anistia dívidas de clubes em troca de investimentos em esportes olímpicos, para, enfim, ser recebido em audiência por Dilma Rousseff. A chance de um “sim” de Dilma, no entanto, era mínima.

Dilma nunca quis se aproximar de Marin. Mas poderia ser constrangida a recebê-lo para discutir o projeto. Com suas críticas a Aldo Rebelo reverberando há duas semanas no YouTube foi tudo para o espaço. Assim como aconteceu com Ricardo Teixeira, Marin terá que se contentar em cruzar com ela em eventos.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 27 de março de 2013

18:41 \ Congresso

Marin bate o pé

Guerra aberta com cúpula da CBF

Romário não cedeu à sugestão de Vicente Cândido para ouvir os representantes da cúpula da CBF na comissão de Turismo e Desporto da Câmara e esquecer a CPI para investigar a Confederação (Leia mais em: CPI da CBF).

Diante da recusa, José Maria Marin agora fará de tudo para não prestar esclarecimento algum no Congresso, com o discurso de que sua convocação e de Marco Polo Del Nero são uma birra pessoal de Romário. A dupla conta com o fato de a CPI estar no final da fila para ser instalada.

Marin, inclusive, prepara um contra-ataque: tem dito aos mais próximos que pretende processar Romário por fazer-lhe acusações públicas sem provas, segundo ele, claro.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 18 de março de 2013

18:19 \ Futebol

Na conta do comandante

Sem interferências

José Maria Marin nunca esteve tão tranquilo com o futuro da seleção. Ao contrário do que acontecia à época de Mano Menezes, a cúpula da CBF não manda recados ou torce o nariz para as convocações de Luiz Felipe Scolari, ainda que tenha suas preferências, claro (Leia mais em: Ronaldinho Fora).

A ordem é: nada de interferências, e não só porque Felipão não engoliria palpites do chefe.

A avaliação de Marin é que já fez o que estava ao seu alcance para colocar a seleção no prumo: degolar Mano, um treinador sem experiência internacional, e trazer Felipão de volta, com status de salvador da lavoura.

Agora, qualquer fracasso retumbante está na conta do técnico. E se a seleção ganhar a Copa de 2014, óbvio, todos entrarão para a história. Ou seja, por que tentar interferir?

Por Lauro Jardim
6:01 \ Congresso

A CPI da CBF

Proposta para retirar investigação

Aliado próximo de Marco Polo Del Nero, Vicente Cândido fez uma proposta para Romário desistir de levar adiante a CPI da CBF: convoca-se José Maria Marin e Del Nero a prestarem esclarecimentos numa sessão da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara, presidida por Romário.

Na ocasião, sugeriu Cândido, os parlamentares apresentariam todos os questionamentos em relação às suspeitas sobre a confederação e, caso a dupla de cartolas consiga rebater os pontos expostos, deixa-se a CPI de lado.

Romário, a princípio, torceu o nariz, mas depois prometeu a Cândido pensar com carinho sobre a alternativa. Não por clemência com a cartolagem, mas por saber que, como é a nona na fila das CPIs com assinaturas já coletadas na Câmara, a investigação corre o risco de não sair da gaveta.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 5 de março de 2013

17:37 \ Futebol

Ronaldinho fora

Ronaldinho: mais uma vez questionado com a amarelinha

A não-convocação de Ronaldinho Gaúcho hoje agradou a José Maria Marin e Marco Polo Del Nero (Mais detalhes em Kaká é aposta de Felipão). Nunca pressionaram Luiz Felipe Scolari – ou Felipe, como gostam de chama-lo -, mas sempre deixaram claro que não engoliram a atuação contra a Inglaterra e o pênalti perdido na partida.

Por Lauro Jardim
9:23 \ Futebol

Nasce o museu da CBF

CBF: museu até o fim do ano

José Maria Marin vai conhecer o museu do Barcelona este mês para fazer um parecido com a CBF.

Mas algumas coisas já estão decididas para o Museu do Futebol brasileiro. O hall de entrada terá um painel de Romero Britto de dez por 30 metros, sem a imagem de um jogador específico a pedido de Marin.

Três propostas de orçamento estão na mesa da CBF. A Fundação Roberto Marinho participará do projeto.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 1 de março de 2013

7:01 \ Futebol

Eike e o Maracanã

Favoritos para levar a concorrência

A IMX segue se movimentando como se a concorrência do Maracanã estivesse sacramentada.

Nas últimas semanas, representantes do grupo de Eike Batista pediram para o Fluminense assinar um documento se comprometendo a jogar no estádio nos próximos anos. Como o clube não sabe quanto terá que pagar ao concessionário, não fechou acordo.

No mesmo período, Eike repetiu o movimento do seu ex-braço-direito, Flavio Godinho, e pediu para José Maria Marin instalar o museu da CBF no Maracanã. Ouviu um “não” (Mais detalhes em Donos do Maracanã).

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

12:19 \ Futebol

O capitão do presidente

Thiago Silva: moral elevada

Thiago Silva é o capitão que José Maria Marin quer para a seleção brasileira na Copa das Confederações. Se Felipão e Parreira concordam, aí é outra conversa.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

7:29 \ Futebol

Road Show

Marin: tentando desencalhar os ingressos VIPs para a Copa das Confederações

O road show de José Maria Marin para vender camarotes em estádios da Copa das Confederações começa na semana que vem (Mais detalhes em O Caixeiro Viajante).

As reuniões com empresários terão início em São Paulo e depois passarão na sequência por Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Salvador e Rio de Janeiro.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

9:24 \ Futebol

Donos do Maracanã

Concessão ainda no papel

A concorrência do Maracanã nem começou, mas o estádio parece que já tem donos escolhidos.

Flavio Godinho, uma espécie de braço-direito de Eike Batista no Grupo EBX e integrante da nova diretoria do Flamengo, pediu a José Maria Marin na semana passada para o museu da CBF ser construído no Maracanã, o que aumentaria a rentabilidade da futura concessão.

Ouviu que não será possível. O museu será construído na Barra da Tijuca.

Por Lauro Jardim

domingo, 27 de janeiro de 2013

7:35 \ Futebol

O caixeiro-viajante

Marin: tentando desencalhar os ingressos VIPs para a Copa das Confederações

Um mascate muito especial vai entrar em campo para tentar diminuir o encalhe dos camarotes para a Copa das Confederações — José Maria Marin. A partir de 18 de fevereiro, o presidente da CBF inicia um road show  nas empresas que, por enquanto, priorizaram a compra de espaços VIPs em jogos do Mundial 2014.

A quatro meses do torneio, é a última chance para esgotar pacotes que podem chegar a 535 000 reais.

Por Lauro Jardim

sábado, 8 de setembro de 2012

7:08 \ Futebol

Vem aí a CBFF

Marta em ação: será que desta vez, o futebol feminino avança?

José Maria Marin está articulando a criação de uma CBFF — ou seja, uma Confederação Brasileira de Futebol Feminino.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

9:28 \ Futebol

Brasileirão e amistosos

Mudanças na tabela do Brasileirão

José Maria Marin encomendou um estudo aos técnicos da CBF para tentar minorar os problemas entre o calendário do Brasileirão e os amistosos da seleção – serão oito até o final do ano.

A ideia é suspender algumas rodadas do campeonato para não prejudicar os clubes que têm jogadores na seleção.

Por Lauro Jardim
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados