Blogs e Colunistas

sábado, 15 de agosto de 2015

9:28 \ Futebol

Trabalhos forçados

José Maria Marin

Marin trabalha por redução de pena e mais tempo ao sol

José Maria Marin, 83 anos, teve uma mudança no seu status prisional na Suíça: conseguiu começar a trabalhar na prisão.

Em troca, terá mais algumas horas de sol e redução de pena.

Por Lauro Jardim
Share

domingo, 2 de agosto de 2015

11:28 \ Futebol

Vai ferver

Marin:  limpando a área

Marin segue preso

Os advogados de defesa da turma brasileira encrencada no escândalo Fifa/CBF esperam grandes emoções para agosto.

Aliás, no Brasil os processos do caso correm sob segredo de Justiça. A defesa de alguns envolvidos tentou até no STF acabar com o sigilo. Em vão.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 19 de junho de 2015

16:11 \ Judiciário

Pedido por Marin

marin

Uma ajudinha a Marin

O “irmão” Marco Polo Del Nero pode até estar dando apoio a José Maria Marin em sua estadia atrás das grades suíças. Mas por maior que seja a ajuda de Del Nero, ela certamente não se equipara à mãozinha que o advogado paulista Roosevelt de Souza Bormann quer dar a Marin.

Na terça-feira, Bormann entrou com um pedido de habeas corpus no STF pela extradição do ex-presidente da CBF ao Brasil. O advogado alega que Marin, 83 anos, já é “bastante idoso” e deve ter a saúde preservada. O pedido, visto como inusitado na corte, também exagera. Roosevelt diz tratar-se de um “político que fez história no país”.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 9 de junho de 2015

13:40 \ Futebol

“Marin é meu irmão”

Del Nero marin

Del Nero e Marin: irmãos

A reunião de pouco mais de cinco horas também teve o momento de Del Nero mostrar como tem uma relação de unha e carne com José Maria Marin, preso na Suíça há duas semanas. Quando o presidente são-paulino Carlos Miguel Aidar quis saber se Marin precisava de assistência jurídica, Del Nero afirmou que a família do ex-presidente da CBF recusara a ajuda. E, enquanto explicava, deixou escapar todo o seu carinho:

- Ele (Marin) é meu irmão.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 8 de junho de 2015

12:29 \ Futebol

Um vice atuante

Marco Polo: mudanças na CBF

Marco Polo: há tempos no centro das decisões

Quem conviveu com Marco Polo del Nero e José Maria Marín quando o primeiro foi vice-presidente do segundo garante que Del Nero acompanhava de perto cada detalhe da gestão do chefe.

Em algumas situações, tomava ele mesmo decisões que, nos tempos de Ricardo Teixeira, ficavam concentradas nas mãos de Teixeira.

Sobre o fechamento de contratos, inclusive.

Por Lauro Jardim
Share
7:21 \ Futebol

Pedido de Romário

Marin, Romário e Del Nero: por que a amizade desandou

Marin, Romário e Del Nero: por que a amizade desandou

Marco Polo Del Nero atribui a campanha de Romário contra ele, José Maria Marin, Ricardo Teixeira & cia a um episódio ocorrido em 2012. Naquele ano, Romário teria procurado Del Nero e pedido para comandar o futebol feminino da CBF, para, mais à frente, formar uma liga.

Del Nero conta que Romário acenou com a possibilidade de conseguir verba pública para aplicar no futebol feminino, caso ele passasse a ser o responsável por esse naco da confederação.

Diante da negativa, Romário teria mudado da água para o vinagre sua postura diante da CBF. Tudo está contado por Marin na primeira queixa-crime que ele apresentou contra Romário, em 2014, pedindo para processá-lo por calúnia e difamação.

Na queixa, Del Nero anexou documentos em que Romário se rasga em elogios a Teixeira e Del Nero meses antes de passar a atacá-los nas redes sociais.

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 30 de maio de 2015

8:33 \ Futebol

Dinheiro vivo

Del Nero marin

Sem crédito ou cheque

Sempre chamou a atenção de quem convivia com Marco Polo Del Nero e José Maria Marin a aversão de ambos ao cheque e ao cartão de crédito.

Tinham a mania de pagar todas suas despesas pessoais, como contas em restaurantes e os caros presentes dados à namorada e à mulher, em dinheiro vivo.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 29 de maio de 2015

19:49 \ Internet

O escândalo no Twitter

marin

Prisões geraram 4,2 milhões de tuítes

O escândalo da Fifa foi tema de 4,2 milhões de tuítes no mundo todo desde que José Maria Marin & Cia. foram presos na Suíça. O número foi levantado com exclusividade pela Consultoria Bites e corresponde a 0,4% de tudo que foi postado no Twitter desde quarta-feira. Do total de postagens contabilizadas, 78% foram feitas por homens.

Os tuiteiros brasileiros ficaram na quarta posição entre os que mais tuitaram sobre o tema: 231 000 postagens, ou 5,5% do total. Os três países que mais tiveram tuítes sobre o escândalo da Fifa foram Estados Unidos, com 789 600 (18,8%), Inglaterra, com 596 400 (14,2%) e Indonésia, com 252 000 (6%).

Além do barulho no Twitter, as prisões e a investigação da Justiça americana foram repercutidas em 147 755 reportagens publicadas na internet.

Por Lauro Jardim
Share
6:04 \ Futebol

CBF News 1

CBF: política de "compliance"

CBF: política de “compliance”

Antes do escândalo envolvendo José Maria Marin, a CBF contratou a Ernst & Young para reestruturar a gestão da entidade. A ideia era anunciar aos quatro ventos que uma nova governança surgiria na entidade com uma política de compliance para coibir desvios. Desde terça-feira, ficou difícil o mundo do futebol engolir essa conversa.

Por Lauro Jardim
Share

quarta-feira, 27 de maio de 2015

17:32 \ Futebol

O silêncio da Fox

fox

Fox Sports não repercutiu prisões na Suíça

Enquanto SporTv e ESPN dedicaram espaço na programação desde às 7h para falar do escândalo da Fifa, a Fox Sports até a hora do almoço não havia tratado do assunto. Apenas por volta de 13h leu a nota oficial da CBF sobre a prisão de José Maria Marin. E só.

Por Lauro Jardim
Share
16:42 \ Congresso

Nuzman de lado

Toda atenção voltada para Marin

Toda atenção voltada para Marin

A prisão de José Maria Marin e dos outros cartolas na Suíça está roubando a atenção dos convidados de uma audiência pública que acontece neste momento na Comissão de Esporte da Câmara, sobre o legado da Olimpíada de 2016.

Ninguém quer saber de Carlos Arthur Nuzman, e só fazem abrir e fechar sites para saber tudo sobre as boas novas da CBF.

Por Lauro Jardim
Share

domingo, 12 de abril de 2015

7:43 \ Futebol

CBF versus concessionárias

Marin:  limpando a área

CBF mudou as regras

A CBF e os concessionários de estádios de futebol estão perto de uma briga na Justiça. A entidade alterou o seu Regulamento Geral de Competições, que serve para o Brasileirão e para a Copa Brasil: assim, toda a exploração comercial das arenas terá que ser aprovada pela CBF.

Antes, a turma de José Maria Marin só podia interferir na publicidade estática – as placas de propaganda localizadas no campo de jogo.

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 31 de janeiro de 2015

8:04 \ Futebol

Quem manda

Marin: um homem inegavelmente generoso

Marin demitiu o irmão de Teixeira

Aparentemente, José Maria Marin desfez os laços que o uniam a Ricardo Teixeira, padrinho na articulação que o levou à presidência da CBF: acaba de demitir Guilherme Teixeira, irmão de Ricardo Teixeira, há mais de duas décadas diretor da CBF.

Por Lauro Jardim
Share

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

9:28 \ Governo

Amigos de infância

Hilton: melhor amigo da CBF

Hilton: melhor amigo da CBF

Quem assistiu à visita de Marco Polo Del Nero e José Maria Marin ao ilustre George Hilton, ontem, no Ministério do Esporte, ficou constrangido.

De tantos tapinhas nas costas, Hilton entrou numa que era amigo da dupla.

Ficou de retribuir a visita e conhecer a nova sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 18 de outubro de 2014

9:32 \ Futebol

O generoso

Marin: um homem inegavelmente generoso

Marin: um homem inegavelmente generoso

José Maria Marin pode ser acusado de tudo, menos de não ser um cartola generoso.

O presidente da CBF acaba de decidir que os presidentes das 27 federações estaduais de futebol ganharão uma espécie de salário de 15 000 reais mensais. A troco de quê, não se sabe. As federações já recebem da CBF 100 000 reais, cada uma, a título de ajuda de custo.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

16:38 \ Futebol

Otávio e a CBF

otavio leite

Leite: convidado pela CBF

Otávio Leite, relator do projeto de lei que reestrutura o futebol brasileiro, foi convidado para um almoço na CBF – entidade que chegou a propor taxar com um imposto novo. O tucano rejeitou a ideia de aproximação com Marco Polo Del Nero e José Maria Marin.

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 12 de julho de 2014

7:09 \ Governo

Alta temperatura

Dilma: um momento difícil da ex-pedetista com o responsável por sua eleição

Dilma: irritação com Franklin

Fechou o tempo entre Dilma Rousseff e Franklin Martins no início da noite de anteontem. O motivo foi a publicação no Muda Mais, o site de campanha coordenado por Franklin, de um feroz ataque à CBF e a José Maria Marin.

Irritada, Dilma ligou para Franklin e exigiu a retirada do post do ar. Ele não queria cumprir a ordem. Discutiram. Franklin ainda não absorveu o golpe, reclamou pesadamente com Rui Falcão. Os ânimos continuavam exaltados até a tarde de  ontem.

(Atualização, às 17h56. O ministro Thomas Traumann enviou o seguinte esclarecimento: “Não é verdade que a presidenta Dilma Rousseff tenha conversado com o ex-ministro Franklin Martins sobre conteúdos do site Muda Mais”. O Radar mantém a informação de que houve um estresse na relação entre Dilma e Franklin Martins. Até Lula foi informado do desconforto de Dilma na quinta-feira.  Entre quinta-feira e sexta-feira houve duas reuniões no Palácio do Planalto que trataram do tema. Nelas, estavam presentes, entre outros, Giles Azevedo, Rui Falcão, Aloizio Mercadante, Edinho Silva.)

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 8 de maio de 2014

12:35 \ Futebol

Não, obrigado

Marco Polo: cargo oferecido para Rubinho

Marco Polo: cargo oferecido para Rubinho

José Maria Marin e Marco Polo Del Nero tentaram dar um cargo para Rubens Lopes, o presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro que chegou a almejar uma oposição à dupla na eleição da CBF.

Rubinho, como é popularmente conhecido, não topou a função de chanceler do Rio de Janeiro durante a Copa do Mundo. O cargo, que não quer dizer nada, era mais uma das tentativas de afago de Marin e Marco Polo ao antigo opositor.

Ontem, Rubinho sentou ao lado de Felipão e Carlos Alberto Parreira durante a convocação da seleção.

(Atualização às 21h07: ao contrário do que o Radar informou, Rubinho aceitou o convite para ser o chanceler do COL para o Rio de Janeiro.)

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 24 de abril de 2014

16:02 \ Futebol

Teixeira bem informado

ricardo teixeira

Sabendo de tudo

Não adianta, Ricardo Teixeira não desapega da CBF de jeito nenhum. Um dia antes da eleição de Marco Polo Del Nero para a presidência da entidade, fez questão de saber os detalhes da disputa na sua casa no Rio de Janeiro. Os convidados? O próprio Marco Polo e José Maria Marin.

Por Lauro Jardim
Share

domingo, 9 de março de 2014

7:41 \ Futebol

Toma lá, dá cá

marin e del nero

Del Nero: candidato único à CBF

Há duas semanas, Francisco Novelleto, até então o principal nome da oposição à presidência da CBF, levou ao comando da entidade uma proposta para retirar sua candidatura.

Queria que as 27 federações recebessem por ano 81 milhões de reais para investir nas categorias de base. Hoje, o repasse é de cerca de 20 milhões de reais.

Lá, Novelleto deixou o compromisso de não disputar a sucessão de José Maria Marin. Marco Polo Del Nero será candidato único.

Por Lauro Jardim
Share

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

18:58 \ Futebol

Ao lado de Blatter

Blatter e Dilma: encontro marcado

Blatter e Dilma: encontro marcado

Dilma Rousseff confirmou presença no sorteio da Copa e no jantar que será dado às autoridades na noite de quinta-feira.

Depois do discurso, está reservado um assento ao lado de Joseph Blatter. A dúvida é se José Maria Marin também estará próximo de Dilma como no sorteio da Copa das Confederações, quando se falaram protocolarmente.

O sorteio das Eliminatórias em 2011, no Rio de Janeiro, o clima de ‘guerra fria’ foi ainda maior. Na ocasião, o presidente da CBF era Ricardo Teixeira.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

9:33 \ Futebol

Advogado da série B

Marin: escritórios perdendo clientes

A CBF está fazendo a alegria dos clubes pequenos brasileiros e provocando revolta em diversos escritórios de advocacia.

Desde abril, José Maria Marin está cedendo de graça para os times das séries B, C e D – com exceção do Palmeiras – os serviços do advogado Osvaldo Sestario para atuar em causas na Justiça Desportiva.

A medida ajuda os clubes, mas tira mercado de advogados que durante anos trabalham na área.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 20 de agosto de 2013

17:32 \ Futebol

Para enquadrar Mantega

Vicente: em busca de Lula para enquadrar Dilma

Em uma reunião terminada agora há pouco na sede da CBF, o deputado federal Vicente Cândido (PT/SP) surpreendeu os presentes ao falar sobre o projeto de lei que anistia as dívidas dos principais clubes do país. Na sala, os maiores mandachuvas  do futebol brasileiro – de José Maria Marin a Marcelo Campos Pinto, da Globo, passando por representantes dos clubes da Série A.

Cândido disse a todos, em alto e bom som, que esteve com Dilma para reclamar de Guido Mantega, o maior opositor ao projeto no governo. E que ouviu o seguinte da presidente:

- Procura o Lula para enquadrar o Mantega.

O constrangimento foi geral na sala. Como assim? Quer dizer que Dilma precisa de Lula para enquadrar um ministro do seu próprio governo?

(Atualização, às 19h31:  Thomas Traumann, porta-voz da Presidência, entrou em contato para afirmar que “a presidente nunca conversou sobre esse assunto com esse senhor”)

(Atualização às 15h45: Vicente Cândido entrou em contato e informou que nunca recebeu a orientação de Dilma. O Radar mantém a informação de que o deputado falou a frase na reunião.)

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

9:34 \ Futebol

Ferj e Marin

Marin: encontro com Rubinho

O presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, esteve na semana passada com José Maria Marin para pedir por um Campeonato Carioca do mesmo tamanho no ano que vem.

Por causa da Copa, a CBF quer que os estaduais em 2014 tenham 21 datas – atualmente são 23. A Ferj, de forma alguma, quer reduzir o número de clubes no campeonato.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 6 de agosto de 2013

10:54 \ Futebol

Bebeto e Marin: farpas

Marin: nada satisfeito com Bebeto

O staff de Bebeto considera que José Maria Marin quer trocá-lo por Marcos ou Cafu no Comitê Organizador Local da Copa 2014.

A relação entre os dois está estremecida desde a Copa das Confederações, quando a saída de Bebeto do COL chegou a ser especulada. Pelo menos por enquanto, nem Marin quer o ônus de tirar Bebeto, nem o ex-jogador está disposto a pedir o boné.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 1 de julho de 2013

11:29 \ Futebol

Marin, quem diria, riu no final

Marin: campeão

No Brasil dos sonhos dos governos municipais, estaduais e federal, hoje o país amanheceria agradecido a eles por ter proporcionado uma Copa das Confederações inesquecível, com um torneio de estádios de ponta e uma seleção nota dez.

A ironia é que o país acordou hoje com um único homem de poder em situação melhor do que a que ostentava antes da Copa – José Maria Marin.

Sim, Marin ainda é vaiado em qualquer estádio em que sua imagem apareça (como o foi ontem no Maracanã), ainda é um dirigente com uma reputação abaixo da crítica.

Mas Marin acabou o mês de junho muito melhor do que entrou  por pelo menos dois motivos: foi o responsável pela mudança de técnico que, afinal, resultou, muito bem sucedida. E agora não precisa mais mendigar uma audiência (ou o apoio) de Dilma Rousseff. Ao contrário.

Por Lauro Jardim
Share

quinta-feira, 13 de junho de 2013

17:38 \ Brasil

Agnelo, Blatter, Marin e Valcke

Turma da pesada

Agnelo Queiroz teve mais uma sacada de marketing brilhante (Leia mais em: A alma do negócio): no momento em que Lula, Dilma Rousseff e até Ronaldo Fenômeno andam fugindo de José Maria Marin, Agnelo resolveu homenageá-lo, em Brasília (Saiba mais em Drible em Dilma, Sorrisos amarelos e Lula não retornou).

Amanhã, além de Marin, o governo do Distrito Federal vai entregar uma condecoração a Joseph Blatter e a Jérôme Valcke, aquele que em dado momento afirmou que o Brasil precisava de “um chute no traseiro” para agilizar as obras da Copa de 2014.

O braço-direito de Marin, Marco Polo Del Nero, também receberá a medalha de Agnelo. O que um governador com popularidade baixa não faz para aparecer na foto…

Por Lauro Jardim
Share

sábado, 11 de maio de 2013

6:29 \ Futebol

Cartão vermelho

Nem Lula, que se importa menos do que Dilma com quem anda, quis a companhia de Marin

Foi agitada a véspera da visita de Lula ao estádio Mané Garrincha, na quarta-feira. José Maria Marin tentou de todas as maneiras participar do ato ao lado de Lula — como Dilma Rousseff não quer conversa com ele, nada melhor do que uma foto ao lado do ex-presidente.

Marin, que tinha uma visita ao estádio agendada para às 9h, mandou dizer aos promotores do evento que iria às 11h, faria a inspeção e esperaria Lula, que chegaria às 13h30.

O presidente da CBF só não contava com o cartão vermelho que tomou: quando soube, Lula avisou ao governador Agnelo Queiroz que não queria a sua companhia.

O recado foi dado por Claudio Monteiro, braço-direito de Agnelo. Marin não se conformou. Insistiu durante horas. Mas não houve jeito. No final das contas, nem foi a Brasília.

Por Lauro Jardim
Share

terça-feira, 30 de abril de 2013

9:28 \ Futebol

Briga pelo comando

Marin: na briga pela Conmebol

Em meio à saída de Nicolás Leoz do comando da Conmebol, José Maria Marin conta com um apoio para o projeto de substitui-lo.

O Chile receberá a Copa América de 2015 graças a Marin, que abriu mão do torneio para o Brasil sediá-lo apenas em 2019.

Marin cedeu o campeonato temendo uma reação da torcida caso a seleção perca a Copa de 2014.

Por Lauro Jardim
Share

segunda-feira, 22 de abril de 2013

17:29 \ Congresso

Não, obrigado

Convite recusado

José Maria Marin enviou, em poucas palavras, um retumbante não ao convite para comparecer à sessão da CPI do Tráfico de Pessoas da Câmara amanhã. Em ofício com quatros linhas, encaminhado ao colegiado, Marin justifica já ter compromisso agendado na Confederação Sulamericana de Futebol para a mesma data. Não informa se mandará representante tampouco sugere outra data.

A CPI quer ouvi-lo para esclarecer quais providências a CBF está tomando para evitar que clubes brasileiros sejam atalho para tráfico de pessoas, facilitando o aliciamento de jogadores e aspirantes a jogadores de futebol para o exterior. A Portuguesa Santista é uma das suspeitas de envolvimento em crimes desse tipo.

Mesmo sem a presença do ilustre convidado, o presidente da CPI, Arnaldo Jordy, manteve a reunião de amanhã. A tendência é que o colegiado aprove, em vez de um convite inofensivo, um requerimento de convocação para Marin não ter como correr da raia da próxima vez.

Por Lauro Jardim
Share
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados