Blogs e Colunistas

quarta-feira, 14 de março de 2012

11:36 \ Congresso

Prometeu ou não?

A propósito de Guido Mantega, ninguém na CAE conseguiu entender se foi para valer a promessa do ministro de avaliar a possível devolução dos 6% de IOF tributados sobre empréstimos externos de até cinco anos.

Diante das reclamações de Blairo Maggi e meia dúzia de senadores envolvidos com negócios lá fora, Mantega prometeu receber um grupo de parlamentares para avaliar a possível devolução dos recursos aos exportadores.

Pela sugestão de Maggi, o governo cobraria os 6% de IOF e faria a devolução em dinheiro, na sequência, como forma de evitar as perdas.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 29 de março de 2011

16:22 \ Economia

Menos atrativo

Dados que circulam na equipe econômica mostram como a decisão do governo de estender a cobrança do IOF para empréstimos de até um ano contraídos no exterior deverá reduzir a entrada de dólares no país. Antes da medida, as empresas que pegavam recursos no exterior para aplicar no Brasil obtinham ganhos de 8,75%. Agora, o rendimento será de 2,05%.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

11:35 \ Economia

Perdeu, Mantega

Apesar da taxação do IOF, a Bovespa fechou ontem em alta e hoje continua subindo. Neste momento, a alta é de 1,21%. Como os grandes investidores já têm um meio de burlar o novo imposto (mais detalhes na nota postada ontem às 16h01), o tiro de Guido Mantega acabou não acertando ninguém.  Talvez tenha acertado nele mesmo, que acabará sendo cobrado por Lula da falta de eficácia do imposto para frear a valorização do real.

(Atualização, às 18h01: o dólar fechou estável em relação ao dia de ontem )

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

11:55 \ Economia

Uma AmBev a menos

Ontem, o dia de estreia da taxação do imposto de 2% para a entrada de capital externo, o valor de mercado das 271 empresas listadas na Bovespa caiu um total de 55 bilhões de dólares, segundo um estudo inédito feito pela consultoria Economatica. Equivale a uma Ambev, cujo valor de mercado é de 53 bilhões de dólares.

Mas o dia de hoje não é de perdas: neste momento, a Bovespa sobe 1,38%.

Por Lauro Jardim

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados