Blogs e Colunistas

sexta-feira, 26 de abril de 2013

8:30 \ Brasil

Cortejando o adversário

Garotinho: proposta na mesa

A Agnelo Pacheco, uma das agências de publicidade que recebe milhões de reais do governo do Rio de Janeiro, acaba de fazer uma proposta para o inimigo número um de Sérgio Cabral. A empresa quer trabalhar a imagem de Anthony Garotinho para as eleições de 2014.

Hoje, a Prole de Renato Pereira, que também tem a conta do governo do Rio, faz o mesmo serviço para Luiz Fernando Pezão.

(Atualização às 13h08: A Agnelo Pacheco e Anthony Garotinho negam veementemente a informação publicada.)

Por Lauro Jardim

terça-feira, 24 de abril de 2012

19:18 \ Brasil

Três agências escolhidas

Conta milionária nas mãos de três agências

O governo do Distrito Federal escolheu as três agências que vão tocar a sua conta de publicidade pelos próximos anos. São elas: Agnelo Pacheco, Propeg e CCA. Agnelo Queiroz colocou um condenado pelo TCU para tocar a concorrência (Mais detalhes em Agnelo não toma jeito).

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 26 de março de 2010

13:52 \ Sem categoria

Agências para o governo do Rio

Saiu o resultado da concorrência para a conta de publicidade do governo do Rio de Janeiro. DPZ, Artplan, Nova S/B, PPR (Prole, que trabalhou na campanha de Sergio Cabral em 2006), Agnelo Pacheco e Binder/FC+M foram as vencedoras. A verba é de 180 milhões de reais por ano.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 9 de março de 2010

11:52 \ Brasil

De olho na publicidade recorde

A maior conta de publicidade do governo de Sérgio Cabral acaba de ter os seus pretendentes anunciados. Serão gastos 180 milhões de reais, 80% maior do que o da última licitação em 2008.

Em evento agora pouco no Palácio Guanabara, 16 agências de publicidade entregaram as suas propostas: Agência 3, Arcos, Agnelo Pacheco, ArtPlan, Binder FC+M, DPZ, Dupla, Elipse, Euro RSCG, F/Nazca, B/Ferraz, Lua Branca, MPM, Nova SB, Ogilvy e PPR. Seis delas serão escolhidas. O resultado sai em no máximo 40 dias.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

17:08 \ Brasil

Confusão na disputa da publicidade carioca

Um recurso impetrado pela agência Conexão Brasil interrompeu a concorrência pela salgada conta de publicidade da prefeitura do Rio de Janeiro. Desclassificada na fase de apresentação de documentação, a Conexão Brasil entrou com a medida para ver se suas concorrentes sediadas em São Paulo – Agnelo Pacheco, Giacometti, Lua Branca, MPM, Nova S/B, Ogilvy & Mather e PPR (Prole) – cumpriram as mesmas exigências.

Além delas, continuam na disputa pela conta da prefeitura Agência3, Artplan, Binder/FC+M, DPZ, Dupla, Havana e Heads. Ela estão atrás de um orçamento de 120 milhões de reais, que Eduardo Paes pretende gastar nos próximos dois anos.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

15:51 \ Brasil

Conta gorda

A Prefeitura do Rio de Janeiro adiou ontem pela terceira vez a concorrência para definir quais agências administrarão a conta de publicidade do município. Representantes de 13 agências – Agência3, Agnelo Pacheco, Artplan, Binder FC+M, DPZ, Giacometti, Havana, MPM, NovaS/B, Ogilvy, Plá Publicidade, Prole e Publicis – foram à sede da prefeitura para apresentar suas propostas, mas terão de aguardar até 6 de janeiro, nova data para a entrega das propostas.

Eduardo Paes programa gastar 120 milhões de reais em publicidade nos próximos dois anos. É um valor 32 vezes maior que os 3,7 milhões de reais gastos nos quatro últimos anos do governo Cesar Maia.

Por Lauro Jardim

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados