PEC 300 à boca miúda

Em função da pressão criada para a aprovação da PEC 300 – que estabelece o piso nacional para policiais e bombeiros – Michel Temer mudou de estratégia e desistiu de negociar a PEC em reuniões formais. O presidente da Câmara está agora procurando os líderes partidários individualmente para tentar chegar a um acordo que permita […]

Em função da pressão criada para a aprovação da PEC 300 – que estabelece o piso nacional para policiais e bombeiros – Michel Temer mudou de estratégia e desistiu de negociar a PEC em reuniões formais. O presidente da Câmara está agora procurando os líderes partidários individualmente para tentar chegar a um acordo que permita a aprovação da medida já na próxima semana. Afinal, em função do feriado, Brasília está vazia hoje.

A proposta de Temer e do governo é que se vote a criação do piso, mas se retire a parte que estabelece os salários do Distrito Federal, que são até cinco vezes maiores que os de alguns estados, servirão de base. O valor do piso, na proposta de Temer, seria definido posteriormente.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s