Blogs e Colunistas

terça-feira, 22 de julho de 2014

Brinquedinhos marítimos

Marqueteiro fechado

Dono de três lanchas

Se nada der certo para o PMDB e Flávio Dino vencer a eleição ao governo do Maranhão, Edison Lobão tem mais de uma alternativa para esfriar a cabeça.

Lobão Filho declarou à Justiça Eleitoral três lanchas, entre seu patrimônio de 9,8 milhões de reais.

Um dos brinquedinhos tem 7,9 metros e vale 97 450 reais. Lobão Filho informou ainda ser proprietário de 50% de outras duas embarcações: uma Sixstar One (290 000 reais) e uma lancha esporte (10 000 reais).

Por Lauro Jardim
7:32 \ Judiciário

O telhado de Boris Casoy

Guerra na Justiça

Guerra na Justiça

Boris Casoy anda numa guerra judicial com a loja Salão de Noivas, especializada em roupas de casamento. A batalha acabar de bater a porta dos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Os donos do estabelecimento alugaram um imóvel de Boris Casoy em São Paulo. O contrato, assinado em 2007, vale por 54 meses. O problema começou por cima, no telhado.

Pelo acordo, os locatários se comprometiam a fazer uma obra no imóvel, quando descobriram uma infiltração no telhado.

Os donos do Salão da Noiva e Boris Casoy não conseguem chegar a um acordo definitivo sobre quem assumirá o conserto e o valor da benfeitoria.

Os locatários acusam Casoy nunca ter executado a obra que se comprometeu a fazer no passado. Sem conseguir abrir as portas da loja, os donos pedem indenização de 1,3 milhão de reais.

Numa das petições, os advogados do Salão de Noiva provocam, usando o jargão do adversário:

- É uma vergonha o réu, pessoa esclarecida, jornalista conceituado, com muitos anos de profissão, deixar o imóvel em estado catastrófico, enrolar dia após dia a empresa autora.

A defesa de Casoy contra-argumenta que o cliente concedeu um desconto no aluguel superior ao valor do conserto e que tentou entregar as telhas diversas vezes, mas teria sido enrolado pelos donos do Salão da Noiva.

Até agora, a Justiça não concordou com o montante pedido pelos locatários.

O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão do juiz de primeira instância, que autorizou o Salão da Noiva a reparar o telhado, obrigando Boris Casoy a desembolsar indenização de 48 000 reais.

O Salão de Noiva considera o valor baixo e acaba de recorrer ao STJ. Passado o recesso do judiciário, os ministros decidirão se o tema é da alçada do tribunal.

Por Lauro Jardim

“Edualdo” em São Paulo

"Edualdo": mistura de Eduardo com Geraldo

“Edualdo”: mistura de Eduardo com Geraldo

As campanhas de Eduardo Campos e Geraldo Alckmin lançam a partir de hoje três comitês conjuntos de PSB e PSDB – ao todo, serão 37 em São Paulo.

O material de campanha terá sempre Campos, Alckmin e Márcio França. Folhetos com Marina Silva só se forem feitos por deputados estaduais ou federais. As campanhas majoritárias de Campos e Alckmin não querem criar constrangimento com Marina.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 21 de julho de 2014

20:03 \ Internet

Está onde?

crivella

A gafe de Crivella (clique para aumentar)

Se Marcelo Crivella dependesse da noção geográfica de quem opera seu Twitter, poderia se confundir em suas andanças de campanha.

Na sexta-feira, o candidato ao governo do Rio de Janeiro foi a Campo Grande, Zona Oeste da capital fluminense. Pois a rede social de Crivella não teve dúvidas: localizou – equivocadamente – o bairro na Baixada Fluminense:

– Agora Crivella está em Campo Grande. A Baixada merece atenção especial, em vez de tanta indiferença!

Por Lauro Jardim
18:31 \ Congresso

Presenças de peso

Ouvindo a verdade

Promessa de nova visita ao Congresso

As excelências que integram a CPI mista da Petrobras precisarão dar um tempo na campanha para ir à Brasília uma vez por semana, até meados de agosto.

Apesar de o Congresso estar às moscas, os três convidados – todos de peso – a depor no colegiado já confirmaram presença nas próximas sessões da comissão.

José Orlando Azevedo, primo de José Sérgio Gabrielli e ex-presidente da Petrobras América Inc. avisou que estará à disposição da CPI na quarta-feira da semana que vem.

A sobrevida conseguida pela base aliada para Jorge Zelada (Leia mais aqui) durou pouco: sua oitiva foi confirmada para o dia 6 de agosto.

O notório Nestor Cerveró atendeu a mais um chamado da CPI e respondeu que poderá responder as perguntas da turma no dia 13 de agosto.

Nesta quarta-feira, como já se sabia, será a vez do depoimento do secretário de controle do TCU, Oswaldo Perrout.

Se nenhuma das figuras acima não voltar atrás, possibilidade sempre real em se tratando de CPIs, não faltará emoção durante o recesso parlamentar.

Por Lauro Jardim
17:59 \ Diversos

107% mais público

transformers

Tranformers: 44% do público total

Com o final da Copa do Mundo e estreias de peso, o público nos cinemas brasileiros, em queda há um mês (leia mais aqui), voltou a crescer no final de semana. Os 1 888 250 espectadores contabilizados pela Rentrak entre quinta-feira e ontem representam um aumento de 107% em relação à semana anterior.

Depois de um mês como filme mais assistido no Brasil, Como Treinar seu Dragão 2 caiu para a terceira colocação neste final de semana. A animação, que teve público de 189 455 espectadores, foi ultrapassada por dois estreantes, nesta ordem: Transformers – A Era da Extinção e Juntos e Misturados.

O novo filme de Transformers teve 837 330 espectadores, média de 861 por cinema, enquanto 345 150 pessoas assistiram à comédia, média de 1 000 por cinema.

Por Lauro Jardim
17:58 \ Diversos

Terceira melhor média

grande hotel

Sucesso de crítica e público

Mesmo com o modesto público de 39 020 pessoas, O Grande Hotel Budapeste ostenta a terceira melhor média de público do final de semana. Dirigido por Wes Anderson e protagonizado por Ralph Fiennes, o elogiado filme teve público de 813 pessoas por cinema, segundo a Rentrak.

Por Lauro Jardim
16:38 \ Televisão

GfK avança

emissoras

Fechadas com a GfK

A GfK, empresa alemã que está entrando no Brasil para concorrer com o Ibope, apresentou anteontem seu projeto para a Associação Brasileira de Anunciantes. Depois de fechar com Record, Band, SBT e Rede TV!, foi a primeira vez que o mercado publicitário conheceu oficialmente o projeto de medição de audiência.

Por Lauro Jardim

Sindicalistas tucanos

Sonhando alto

Empurrando os sindicalistas para a rua

Paulinho da Força começou a empurrar sua tropa sindicalista para a rua em favor de Aécio Neves.

Paulinho está montando comitês de trabalhadores, principalmente em municípios de Norte e Nordeste, que pedirão votos para o tucano.

A ideia é espalhar carros de som, repetindo uma gravação da voz de Aécio contando suas ações como senador que trouxeram benefícios a cada região.

Em Manaus, por exemplo, a barulheira será para alardear o apoio de Aécio ao projeto, aprovado no Senado, que prorrogou os privilégios tributários da Zona Franca.

Por Lauro Jardim
14:09 \ Cultura

Disputa apertada

zuenir

Zuenir ganhou um concorrente

Se a disputa pela cadeira de Ivan Junqueira é favas contadas – Ferreira Gullar terá quase a totalidade dos 38 votos – a corrida pela vaga de João Ubaldo Ribeiro na Academia Brasileira de Letras promete ser umas das mais renhidas dos últimos anos.

De um lado Zuenir Ventura e, do outro, Evaldo Cabral de Mello. Cada um tem ao seu lado conhecidos fazedores de imortais, ou seja, aqueles acadêmicos com capacidade de articulação para multiplicar votos. Do lado de Zuenir, Arnaldo Niskier; e se movimentando por Evaldo, Eduardo Portella.

Zuenir e Evaldo deverão entregar suas cartas oficializando as candidaturas na quinta-feira.

Por Lauro Jardim
12:33 \ Diversos

Fora da telona

sabrina

Foco na TV

Centrada em fazer o seu programa na Record melhorar a audiência, Sabrina Sato já rejeitou convite para estrelar três filmes este ano – o último deles, o longa chamado Revéillon, da 02 Filmes que estreia em dezembro.

Desde o início da ascensão meteórica com o Pânico, Sabrina já participou de seis filmes, seja dublando ou atuando. A animação Khumba é o mais recente trabalho.

Por Lauro Jardim
10:39 \ Televisão

Paralimpíadas na TV

Paraolimpíadas: transmissão na TV pública

Paraolimpíadas: transmissão na TV pública

A TV Brasil decidiu que, dependendo do preço a ser cobrado, quer transmitir os Jogos Paralímpicos de 2016.

Terão direitos sobre as Olimpíadas Globo, SBT, Record e Band.

Por Lauro Jardim

Em família

Lindbergh: irmão na campanha

Lindbergh: irmão na campanha

Lindbergh Farias está trazendo da Paraíba seu irmão para cuidar do jurídico da campanha ao governo do Rio de Janeiro. Rodrigo Farias era procurador-geral de João Pessoa.

Por Lauro Jardim
6:27 \ Futebol

Efeito goleada

 

Marin e Marco Polo: vaiados pelo conjunto da obra

Marin e Marco Polo: vaiados pelo conjunto da obra

José Maria Marin e Marco Polo Del Nero jantaram na Pizzaria Cristal em São Paulo ontem. Mas a refeição não acabou em pizza. Na saída, foram vaiados. A maior parte dos que os apuparam gritavam “corruptos!”, “vergonha”.

Por Lauro Jardim

Confiança e bolso cheio

Perdendo apoio

Em campanha pela reeleição

Luiz Argôlo, o amigo íntimo de Alberto Youssef, anda todo confiante na reeleição: disse a Paulinho da Força que seu eleitorado “não liga para essas coisas que saíram”.

“Essas coisas que saíram”, no dicionário de Argôlo, significa a revelação de suas relações espúrias com o doleiro.

A propósito, Youssef deve lamentar não ter direito a pagamento de fiança para deixar a cadeia. Seu grande amigo poderia dar uma força de peso.

Argôlo declarou à Justiça Eleitoral ter 188 000 reais em espécie, num patrimônio total de 1,5 milhão de reais. Entre seus bens há ainda três fazendas e um apartamento.

Por Lauro Jardim

domingo, 20 de julho de 2014

12:44 \ Internacional

Pesos e medidas

Sem palavras do Itamaraty

Sem palavras do Itamaraty

Passadas quase 72 horas da derrubada do Boeing 777, com 298 pessoas a bordo, na fronteira da Ucrânia com a Russia, o Itamaraty não soltou nenhuma nota se pronunciando sobre o assunto, a exemplo do que fez, no mesmo dia após a invasão israelense na Faixa de Gaza.

Por Lauro Jardim
10:31 \ Cultura

Reviravolta na ABL

Evaldo: cnadidato

Evaldo: candidato

A sucessão de João Ubaldo Ribeiro na ABL sofreu em menos de 48 horas uma reviravolta espetacular.  Horas depois do anúncio da morte de Ubaldo, Zuenir Ventura despontava como favorito à vaga. Vários acadêmicos importantes se movimentaram para que sua candidatura ficasse de pé. Beleza.

Tudo parecia caminhar bem, quando desde ontem, outra articulação surgiu, cresceu e, agora, aparece outro candidato com ares de favorito – o historiador Evaldo Cabral de Mello.

Pelo grupo que o apoia, será difícil perder: Eduardo Portella, Alberto da Costa e Silva, Nélida Piñon, Antonio Torres, Evanildo Bechara, Alfredo Bosi, Alberto Venâncio Filho, Ariano Suassuna, Antonio Carlos Secchin.

Dado que boa parte dos cardeais da ABL fechou com Evaldo, talvez Zuenir nem se candidate. Mas isso só se poderá afirmar de fato no correr dos próximos dias.

Por Lauro Jardim
9:24 \ Cultura

Menos literatura

livros

Estantes mais vazias nos colégios

Despencaram as compras de obras literárias pelo Ministério da Educação segundo pesquisa que será divulgada na semana que vem pela Fipe/USP.

No ano passado, o governo federal gastou 83 milhões de reais para comprar 14 milhões de livros não-didáticos – em 2012, foram investidos 109 milhões de reais por 18 milhões de exemplares.

Por Lauro Jardim
8:48 \ Economia

Lições de economia

Novos rumos

Conversas com Lula

Nelson Barbosa, ex-número 2 de Guido Mantega na Fazenda, é hoje um assíduo interlocutor de Lula.

Por Lauro Jardim
8:09 \ Diversos

Casa de praia

Gabrielli: na mira da CVM

Gabrielli: casa na Bahia

José Sérgio Gabrielli já tem onde refrescar a cabeça das denúncias envolvendo a sua gestão na Petrobras: acaba de desembolsar 650 000 reais numa casa de veraneio com 154 metros quadrados, varandas, dois quartos e suíte num condomínio fechado em Itacimirim, no litoral da Bahia.

Por Lauro Jardim
7:37 \ Congresso

Um pai transtornado

O caixa-preta da Petrobras

Costa: filhas na CPMI

A CPMI da Petrobras anda meio devagar, controlada pelo governo, mas pode ter emoções extras: deputados e senadores da oposição conseguiram convocar as irmãs Shanni e Ariana Costa para depor. Quem são?

Filhas do notório Paulo Roberto Costa. Trabalhavam com ele. A convocação o deixou transtornado.

Por Lauro Jardim

Grana escassa

'Bem chateado' com Alexandre Cardoso

Está difícil conseguir dinheiro

Por causa da polarização entre Dilma Rousseff e Aécio Neves, Eduardo Campos está com dificuldade de conseguir financiamento adequado para sua campanha.

Por Lauro Jardim
6:09 \ Governo

Presidente fantasma

lula e dilma

Lula: de olho na pupila

Virou uma espécie de palavra de ordem de Lula em suas últimas conversas privadas, tanto com empresários quanto com petistas: vai “entrar de cabeça” para reeleger Dilma Rousseff, mas não a deixará solta num segundo mandato. Vai monitorar de perto seu governo.

Por Lauro Jardim

sábado, 19 de julho de 2014

12:46 \ Diversos

De parceiros a sócios

kiki

Kiki: ainda no comando

Depois de quinze anos de parceria, a Inpress vendeu uma participação minoritária da empresa ao grupo Omnicom, dono da Porter Novelli.  A gestão da Inpress Porter Novelli continua nas mãos de Kiki Moretti.

Por Lauro Jardim
10:16 \ Economia

Novos tempos

marisa monte

Marisa Monte: líder na venda de CDs

As vendas digitais de música ultrapassaram as físicas pela primeira vez na história do mercado fonográfico brasileiro entre janeiro e junho. A receita com CDs e DVDs alcançou 46% do faturamento da indústria contra 54% de vendas com downloads, streaming e celulares.

Marisa Monte foi a artista que mais vendeu CDs no primeiro semestre. Já entre os DVDs, a liderança ficou com a incansável Galinha Pintadinha – que superou inclusive Ivete Sangalo.

Por Lauro Jardim
9:29 \ Economia

Nas alturas

Projeto institui reembolso

Brasil: mais caro para levantar voo

O custo Brasil dá as caras em todos os lugares – inclusive nos céus. As empresas aéreas americanas, por exemplo, pagam 44% mais barato do que as brasileiras pelo querosene de aviação.

Por Lauro Jardim
8:41 \ Governo

Aporte bilionário

comperj

Comperj: Odebrecht e UTC são as donas do canteiro

O governo está recorrendo ao Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS) para dar andamento a obras da Petrobras.

Na quarta-feira passada, o comitê de investimentos do fundo analisou um aporte de 2,5 bilhões de reais para obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, o Comperj, que serão feitas por um consórcio liderado pela Odebrecht e UTC.

O mesmo pedido já fora negado em 2013. Acaba de ser reapresentado.

Por Lauro Jardim

Toque de Midas

Sem respaldo na cúpula

Quintão: 2,6 milhões de reais só em dinheiro vivo

O notório Leonardo Quintão (PMDB-MG) viu seu patrimônio crescer quase sete vezes nos últimos quatro anos. Em 2010, declarou à Justiça Eleitoral bens que somavam 2,6 milhões de reais. Candidato à reeleição, agora Quintão informou ao TSE possuir 17,8 milhões de reais.

Segundo o deputado, parte dos muitos milhões a mais foi herdada de sua mãe, que morreu em 2013. Mas recusa-se a informar quanto.

Quintão mantém em dinheiro vivo o valor equivalente a tudo o que tinha quatro anos atrás, ou seja, 2,6 milhões de reais.

A propósito, o que faz uma pessoa ter tantos milhões de reais em espécie, seja dentro do colchão ou na conta-corrente?

Por Lauro Jardim

A volta do macaco

macaco tião

O registro de um dos candidatos com o nome do macaco famoso (clique para aumentar)

Para conseguir produzir algum barulho nas eleições e na falta de ideias melhores, o nanico PHS resolveu reviver o célebre Macaco Tião, animal do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro que recebeu 400 000 votos na eleição para prefeito da cidade em 1988.

O PHS lançará candidatos a deputado federal em nove estados com “Macaco Tião” antes do nome do candidato. Desses, oito são mulheres. Macaco Tião William, que tentará seduzir o eleitorado mineiro, é o único homem a assumir a identidade eleitoral de Tião.

Por Lauro Jardim
6:53 \ Governo

Eu sou o máximo

dilma

Investimento grande

Em maio e junho, os governos estaduais e o federal abriram as torneiras para uma enxurrada de campanhas publicitárias apregoando suas espetaculares realizações. Eram os dois últimos meses permitidos pelo TSE para propaganda governamental, que só voltam após as eleições.

Aos números: de acordo com um levantamento inédito do Ibope Media, em maio o governo Dilma investiu 379,7 milhões de reais em propaganda, 97% a mais do que no mesmo período do ano passado. Em junho, foram 417 milhões de reais, 93% acima de junho de 2013.

Os governos estaduais não ficaram atrás. Em maio, gastaram 163 milhões de reais em anúncios (um volume 54% superior ao de maio de 2013). No mês passado, foram 196 milhões de reais – ou 130% a mais do que foi gasto em junho de 2013.

Por Lauro Jardim
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados