O patrimônio (modesto) de Tuma Jr.

Uma consulta aos arquivos da Justiça eleitoral traz alguns dados sobre o patrimônio de Romeu Tuma Junior, o secretário Nacional de Justiça e presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria flagrado em conversas telefônicas pedindo a um contrabandista ligado à máfia chinesa para que lhe arranjasse para um celular e um videogame (falsificados e […]

Uma consulta aos arquivos da Justiça eleitoral traz alguns dados sobre o patrimônio de Romeu Tuma Junior, o secretário Nacional de Justiça e presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria flagrado em conversas telefônicas pedindo a um contrabandista ligado à máfia chinesa para que lhe arranjasse para um celular e um videogame (falsificados e mais baratos?).

Na tentativa de reeleger-se deputado estadual por São Paulo em 2006, Tuma Junior declarou ter 405 000 reais em bens à Justiça Eleitoral.

Listou uma casa avaliada em 277 000 reais na Zona Norte da capital paulista e de uma fração de um terreno em Foz do Iguaçu, no Paraná, no valor de 53 000 reais.

Declarou também ser dono de um Fiat Stilo com um ano de uso à época, de 69 000 reais, e uma moto Honda, ano 1990, no valor de 6 000 reais.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s