O BNDES aposta na carne…e banca 2,5 bilhões de reais para a Marfrig

Acaba de acontecer o que todo mercado apostava, mas não podia cravar: o BNDES, através da BNDESPAR, resolveu subscrever 100% da emissão de debêntures conversíveis em ações  no valor de 2,5 bilhões de reais que será feita pela Marfrig. Na prática, é o montante que a gigante brasileira do setor de carnes (faturamento de 28 […]

Acaba de acontecer o que todo mercado apostava, mas não podia cravar: o BNDES, através da BNDESPAR, resolveu subscrever 100% da emissão de debêntures conversíveis em ações  no valor de 2,5 bilhões de reais que será feita pela Marfrig.

Na prática, é o montante que a gigante brasileira do setor de carnes (faturamento de 28 bilhões de reais e vendas em 22 países) precisava para conseguir fechar uma megaoperação anunciada no mês passado — a aquisição da americana Keystone Foods. A Marfrig comprou a Keystone por 1,26 bilhão de dólares. Portanto, o dinheiro do BNDES financiou integralmente a aquisição.

O BNDES no início do ano fez uma operação semelhante com a JBS Friboi, concorrente da Marfrig: subscreveu a emissão de debêntures conversíveis em ações da JBS/EUA no valor de 2,3 bilhões de reais. Àquela altura, o objetivo foi o mesmo: financiar a compra da americana Pilgrim’s Pride.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s